Scielo RSS <![CDATA[Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-149820020001&lang=en vol. 5 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>The temptation of good</b>: <b>the shortest way to evil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho pretende discutir os recentes acontecimentos políticos que abalaram o mundo e pensar a questão fundamentalista e o retorno ao religioso como sendo uma regressão que se manifesta quando os cidadãos se deparam com a falha do discurso da modernidade.<hr/>This paper aims to discuss the recent political events that shook the world and think the problem of integrism and the return to religiosity as a regression that takes place when the citizens face the failure of the discourse of modernity. <![CDATA[<b>The individualization in automated work</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Procura-se situar a divisão do sujeito, resultante das condições técnicas da produção industrial contemporânea. Por um lado, investigam-se os traços distintivos das montagens técnicas modernas, para apreender sua suposição de sujeito. Por outro, abordam-se as manifestações entrópicas do funcionamento técnico que atingem os trabalhadores como soluções encontradas no movimento de individualização. O texto procura demostrar que as condições técnicas modernas vêm exigindo dos sujeitos a marca no corpo como recurso ativo de individualização.<hr/>This article aims to place the division of the subject who emerged from the technical conditions of the contemporary industrial production. On the one hand, it investigates the distinctive features of the modern technical assemblies in order to apprehend its supposition of the subject. On the other hand, it approaches the entropy manifestations of technical working which reaches the workers as solutions found in the movement of individualization. It demonstrates that the modern technical conditions are demanding from the subjects the mark in the body as an active resource of individualization. <![CDATA[<b>The case history and the insufficiency of the plot</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en A partir da pergunta sobre a relação entre a transmissão da psicanálise e a estrutura dos históricos de casos, destacam-se duas posições em torno de sua natureza: uma que pretende que eles visem a transmissão transparente dos fatos sucedidos na análise e outra que resgata sua dimensão narrativa enquanto relato, cuja trama brindaria coerência. O trabalho postula que para a psicanálise a trama é sempre falha e assinala os modos freudianos de tornar isso evidente: a ênfase no fragmentário e um modo particular de enunciação. Conclui-se perguntando quais seriam as estratégias à disposição de cada analista para incluir na narração dos casos o que é irredutível a ela.<hr/>Starting from the question on the relation between the transmission of psychoanalysis and the structure of case histories two views on the nature of case histories are presented. One maintains that these texts must point to the transparent transmission of the facts that arise during the analysis, and the other emphasizes its narrative dimension as a Report, with a plot which would provide coherence. This paper propounds that for psychoanalysis the plot is always inaccurate, and refers to the Freudian ways of making it evident: the emphasis on the fragmentary and a peculiar way of enunciation. The paper ends with a question about the strategies which every analyst must pursue to include in the narrative of cases what is irreducible to it. <![CDATA[<b>The demons of jouissance</b>: <b>a contribution to the psychoanalysis of schizophrenia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Relato da análise de um sujeito psicótico. O lugar conferido à analista pela transferência permitiu-lhe ser testemunha de um doloroso processo de derrocada subjetiva que, no entanto, sempre coexistiu com uma tentativa de cura e reconstrução que tinha algo de heróico. Ao perceber o progressivo abandono por parte da instituição, o paciente passou a construir uma seqüência de monstros em contraponto às suas vivências no hospital psiquiátrico. Os demônios têm uma vertente simbólica, são nomes para o gozo. Possibilitam também uma reconstrução do imaginário, na medida em que efetuam alguma separação entre o eu e o outro. A construção dos demônios constitui um trabalho com o real, um esforço para barrar o gozo do Outro que ameaça dissolver a estrutura do sujeito. Assim, ao menos durante certo período, foi possível estabelecer e manter alguma distância entre o campo do sujeito e o campo do Outro, efetuando-se uma recomposição, embora fugaz, do nó pelo qual o sujeito se sustentava na existência.<hr/>This paper reports on the analysis of a psychotic subject. Transference enabled the analyst to witness a painful subjective debacle process which, however, ran in parallel with a heroic attempt at cure and reconstruction. As the subject perceived that the institution was letting him down, a whole series of monsters began to be constructed as related to his psychiatric hospital experience. The demons have a symbolic dimension and are in fact ways of naming jouissance. They also permit a reconstruction of the imaginary, inasmuch as they effect a separation of the subject from the other. Demon construction constitutes a way of working with the real, an effort to deter the Other's jouissance which threatens to break up the subject's structure. Thus, at least for some time, the subject was capable of establishing and maintaining some distance between himself and the other and of reconstructing, though briefly, the knot on which his existence was sustained. <![CDATA[<b>The world's observer</b>: <b>Ferenczi's idea of cleavage</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Discute-se a noção de clivagem de Ferenczi, comparando-a com as teorias freudianas sobre o tema e verificando sua importância para a prática clínica da contemporaneidade. A hipótese que serve de eixo do trabalho é a que supõe a clivagem como resultado de uma descontinuidade radical entre as figuras discursivas da primeira e da terceira pessoa. Em função desta descontinuidade constrói-se uma organização psicológica pautada pelo papel de observador do mundo e pela culpa de ser.<hr/>This article is an attempt to discuss Ferenczi's notion of cleavage comparing it with some Freudian theories about this subject and also to verify its importance to contemporary clinical practice. The main assumption of this paper is that cleavage is a radical interruption between figures related to the first and third grammatical person. Because of this interruption a psychological organization is built based on the role of the world's observer and the guilt of being. <![CDATA[<b>On <i>communication</i></b>: <b></b><b>between Freud (1895) and Klein (1946)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A identificação projetiva foi concebida como modalidade básica da comunicação inconsciente. O trabalho retoma esta primeira formulação para examinar o papel primordial da comunicação na construção da mente, segundo Klein e, de outro lado, do aparelho psíquico do Projeto para uma psicologia (1895), em que Freud reserva a comunicação para o lugar de origem do trilhamento mnêmico do desejo inconsciente.<hr/>Projective identification was conceived as a prototype mode of unconscious communication. The review of its first formulation permits the investigation of the pivotal role of communication in the construction of the Kleinian mind and, on the other hand, of the psychic apparatus as depicted in Freud's Project (1895) where he assigned communication to the original starting point of the mnemic trajectory of the unconscious desire. <![CDATA[<b>The concept of death drive in Freud's work</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O autor postula que o conceito de "pulsão de morte" na obra de Freud suscita confusão dentro do pensamento psicanalítico porque, embora encadeado com a descoberta original freudiana de uma psicossexualidade inconsciente, vinculada à fantasia, auto-erótica e anárquica, por outro lado favorece a idéia de uma dinâmica psíquica de tipo biológico e inato, que faz do conflito psíquico um conflito de ordem instintiva - que por definição é insuperável.<hr/>The Author postulates that the concept of a "death drive" in Freud's work arouses bewilderment in the psychoanalytic thought, because even though it's linked with the original Freudian discovery of an unconscious, fantasy related, autoerotical and anarchic psychosexuality, on the other hand it favors the idea of a psychic dynamics of a biologic and innate kind, which makes of the intrapsychic conflict a conflict of an instinctive kind - which by definition is unsurpassable. <![CDATA[<B>Freud's theory of libido as a speculative hypothesis</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en Comenta-se a distinção freudiana entre a sexualidade, como um fato observável, e a libido, como uma hipótese especulativa, mostrando que, para Freud, a suposição de uma energia específica para a pulsão sexual corresponde a um conceito que tem validade apenas instrumental - ou seja, heurística - não sendo uma referência empírica objetiva. Salienta-se que Freud não considera os conceitos desse tipo - especulativos - o fundamento da sua ciência, mas sim o cume substituível do edifício teórico da psicanálise. Esse tipo de interpretação da obra de Freud, que o integra na história da filosofia e da ciência alemãs, permite não só compreender a psicanálise como uma ciência numa perspectiva heurística, como também possibilita uma análise dos desenvolvimentos da psicanálise levando em conta a diferença entre dados empíricos e teóricos (especulativos), e explicando, assim, em que sentido a teoria psicanalítica é considerada por Freud como provisória e sempre aberta a revisões.<hr/>This article comments on the Freudian distinction between sexuality, as an observable fact, and libido, as a speculative hypothesis, demonstrating that, for Freud, the supposition of a specific energy for sexual drive corresponds to a concept that has only instrumental - or heuristic - validity rather than an objective empirical reference. It is also pointed out that Freud does not consider the concepts of this type - speculative - to be the basis of his science, but the replaceable apogee of the theoretical edifice of psychoanalysis. This type of interpretation of Freud's work,, which integrates it in the history of German philosophy and science, permits not only the comprehension of psychoanalysis as a science from a heuristic perspective but also makes possible an analysis of the developments of psychoanalysis that takes into account the difference between empirical and theoretical (speculative) data, explaining in what sense the psychoanalytical theory is considered by Freud as provisional and always open to revisions. <![CDATA[<b>Jacques Lacan</b>: <b>linguistic appropriation and subversion</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100009&lng=en&nrm=iso&tlng=en O artigo parte das fontes lingüísticas da teoria de Jacques de Lacan, dando destaque aos conceitos de estrutura, sujeito, signo (Ferdinand de Saussure), metáfora e metonímia (Roman Jakobson), visando demonstrar que as transformações operadas nesses conceitos por Lacan separam de forma irreconciliável a psicanálise da lingüística.<hr/>The article is based on Lacan's linguistics theory, highlighting the concepts of structure, subject, sign (Ferdinand de Saussure), metaphor and metonymy (Roman Jakobson), aiming to show that Lacan's analysis of these concepts definitely separates psychoanalysts from linguistics. <![CDATA[<B>The early days of psychoanalysis in Brazil and the pansexualist thesis in education</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Analisam-se as primeiras estratégias de introdução da psicanálise no Brasil pela via pedagógica. Procura-se mostrar como o debate europeu em torno da temática do pansexualismo freudiano foi apropriado pelos primeiros comentadores dessa doutrina no país e quais os seus efeitos na difusão desse saber.<hr/>This paper analyses the early strategies to introduce psychoanalysis in Brazil through pedagogy. It tries to demonstrate how the European debate on the Freudian pansexualist doctrine was suitable to its early defenders, and what were the consequences of the propagation of this theory. <![CDATA[<b>Unconscious formations in the classroom</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100011&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta alguns achados de uma investigação sobre as formações do inconsciente em situações de aprendizagem, cujos sujeitos são dois grupos de escolares com 11 anos de idade. As formações do inconsciente que se manifestaram nessas situações de aprendizagem analisadas são os chistes e o que denominamos devaneios em alteridade. O trabalho mostra a contribuição da teoria psicanalítica para o entendimento dos processos de pensamento. O artigo discute a separação entre afetos e cognição e sugere que os campos conceituais diferenciados aos quais pertencem o sujeito cognitivo e o sujeito do inconsciente não se opõem mas, em suas diferenças, enriquecem a compreensão dos processos de pensamento.<hr/>This article presents some findings of an investigation into the unconscious formations (Unbewusste Bildung) in learning situations whose subjects are two groups of eleven-year old students. The formations of the unconscious that appeared in these learning situations are the jokes (Witz) and what we call day-dreaming in otherness (alterity). The work shows the contribution of the psychoanalytical theory to the understanding of the processes of the thoughts. The article discusses the separation between affection and cognition and suggests that the different conceptual fields concerning the cognitive subject and the unconscious subject do not oppose each other, but in their differences they enrich the understanding of the processes of thought. <![CDATA[<B><I>Adolescência e psicose</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta alguns achados de uma investigação sobre as formações do inconsciente em situações de aprendizagem, cujos sujeitos são dois grupos de escolares com 11 anos de idade. As formações do inconsciente que se manifestaram nessas situações de aprendizagem analisadas são os chistes e o que denominamos devaneios em alteridade. O trabalho mostra a contribuição da teoria psicanalítica para o entendimento dos processos de pensamento. O artigo discute a separação entre afetos e cognição e sugere que os campos conceituais diferenciados aos quais pertencem o sujeito cognitivo e o sujeito do inconsciente não se opõem mas, em suas diferenças, enriquecem a compreensão dos processos de pensamento.<hr/>This article presents some findings of an investigation into the unconscious formations (Unbewusste Bildung) in learning situations whose subjects are two groups of eleven-year old students. The formations of the unconscious that appeared in these learning situations are the jokes (Witz) and what we call day-dreaming in otherness (alterity). The work shows the contribution of the psychoanalytical theory to the understanding of the processes of the thoughts. The article discusses the separation between affection and cognition and suggests that the different conceptual fields concerning the cognitive subject and the unconscious subject do not oppose each other, but in their differences they enrich the understanding of the processes of thought. <![CDATA[<B><I>Inconsciente et verbum</B></I>: <B><I>psicanálise, semiótica, ciência, estrutura</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta alguns achados de uma investigação sobre as formações do inconsciente em situações de aprendizagem, cujos sujeitos são dois grupos de escolares com 11 anos de idade. As formações do inconsciente que se manifestaram nessas situações de aprendizagem analisadas são os chistes e o que denominamos devaneios em alteridade. O trabalho mostra a contribuição da teoria psicanalítica para o entendimento dos processos de pensamento. O artigo discute a separação entre afetos e cognição e sugere que os campos conceituais diferenciados aos quais pertencem o sujeito cognitivo e o sujeito do inconsciente não se opõem mas, em suas diferenças, enriquecem a compreensão dos processos de pensamento.<hr/>This article presents some findings of an investigation into the unconscious formations (Unbewusste Bildung) in learning situations whose subjects are two groups of eleven-year old students. The formations of the unconscious that appeared in these learning situations are the jokes (Witz) and what we call day-dreaming in otherness (alterity). The work shows the contribution of the psychoanalytical theory to the understanding of the processes of the thoughts. The article discusses the separation between affection and cognition and suggests that the different conceptual fields concerning the cognitive subject and the unconscious subject do not oppose each other, but in their differences they enrich the understanding of the processes of thought. <![CDATA[<B>Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado/2001</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-14982002000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este artigo apresenta alguns achados de uma investigação sobre as formações do inconsciente em situações de aprendizagem, cujos sujeitos são dois grupos de escolares com 11 anos de idade. As formações do inconsciente que se manifestaram nessas situações de aprendizagem analisadas são os chistes e o que denominamos devaneios em alteridade. O trabalho mostra a contribuição da teoria psicanalítica para o entendimento dos processos de pensamento. O artigo discute a separação entre afetos e cognição e sugere que os campos conceituais diferenciados aos quais pertencem o sujeito cognitivo e o sujeito do inconsciente não se opõem mas, em suas diferenças, enriquecem a compreensão dos processos de pensamento.<hr/>This article presents some findings of an investigation into the unconscious formations (Unbewusste Bildung) in learning situations whose subjects are two groups of eleven-year old students. The formations of the unconscious that appeared in these learning situations are the jokes (Witz) and what we call day-dreaming in otherness (alterity). The work shows the contribution of the psychoanalytical theory to the understanding of the processes of the thoughts. The article discusses the separation between affection and cognition and suggests that the different conceptual fields concerning the cognitive subject and the unconscious subject do not oppose each other, but in their differences they enrich the understanding of the processes of thought.