Scielo RSS <![CDATA[Revista CEFAC]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-184620160006&lang=en vol. 18 num. 6 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[EDITORIAL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601275&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Comparative study of temporal resolution test results in young adults]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601277&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: comparar o desempenho de universitários nos testes de resolução temporal, Gaps In Noise e Randon Gap Detection Test. Métodos: a população avaliada foi composta por 51 adultos, de ambos os sexos, na faixa etária de 18 a 35 anos, com ausência de histórico otológico e/ou audiológico, sem alterações neurológicas e transtornos de aprendizagem. Os procedimentos utilizados na pesquisa foram os testes Randon Gap Detection Test e Gaps In Noise, realizado a 40 dBNS. Resultados: os resultados demonstraram diferença estatisticamente significante na comparação entre o tempo de percepção dos intervalos de silêncio nos testes Randon Gap Detection Test e Gaps In Noise, para ambos os sexos. Não houve diferença estatisticamente significante com relação à orelha em que o teste Gaps In Noise foi iniciado. Os limiares de detecção do gap de silêncio no teste Gaps In Noise foram menores em milissegundos com relação aos limiares obtidos no Randon Gap Detection Test. Conclusão: há influência do sexo nos resultados do teste Randon Gap Detection Test, com melhor desempenho do sexo masculino. Para o teste Gaps In Noise, os critérios de sexo e orelha em que o teste foi iniciado, não influenciaram os resultados. A comparação entre os testes Randon Gap Detection Test e Gaps In Noise, para ambos os sexos, demonstrou melhor desempenho para o teste Gaps In Noise, com a percepção do gap em intervalos de tempo menores.<hr/>ABSTRACT Purpose: to compare the performance of adults on tests of temporal resolution, and Gaps In Noise Random Gap Detection Test. Methods: the population studied consisted of 51 students of both genders, aged 18 to 35, with no otologic and/or audiological history, without neurological and learning disorders. The procedures used in the research were Random Gap Detection Test and Gaps In Noise tests, performed at 40 dBSL. Results: the results showed statistically significant difference when comparing the perception of time intervals of silence Random Gap Detection Test and Gaps In Noise tests for both genders. There was no statistically significant difference regarding the ear in which the Gaps In Noise test was initiated. The detection threshold of the gap of silence at the Gaps In Noise test was lower in miliseconds in relation to thresholds obtained in Random Gap Detection Test. Conclusion: there is influence of gender on test results Random Gap Detection Test and Gaps In Noise, with best male performance. The ear and gender criteria did not influence the outcome of the Gaps In Noise gap detection test. The comparison between of both tests (Random Gap Detection Test and Gaps In Noise) demonstrated a better performance in Gaps In Noise test, with the perception of gap in smaller time intervals. <![CDATA[Correlations between the audiological evaluation and cognitive screening in elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601285&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: verificar a relação entre o desempenho auditivo para tom puro e fala e o desempenho cognitivo em pacientes idosos, considerando que a deterioração da entrada sensorial auditiva e das habilidades cognitivas é comum a essa população, trazendo consequências para a comunicação e funcionalidade do indivíduo. Métodos: trata se de um estudo observacional transversal, realizado com 103 idosos, avaliados na audição por meio da audiometria tonal e vocal e no desempenho cognitivo pelo Mini Exame do Estado Mental (MEEM). Foram realizadas análises descritivas e de associação das variáveis média tonal das frequências de 500, 1000, 2000 e 4000 Hz, Índice Percentual de Reconhecimento de Fala (IPRF) e pontuação do MEEM, sendo adotado nível de significância de 5% em todo estudo. Resultados: constatou se alta prevalência de perda auditiva neurossensorial de graus variados nos idosos avaliados, além da presença de alterações no reconhecimento de fala e nos resultados do MEEM, confirmando que tanto a presbiacusia quanto a existência de um possível declínio cognitivo são comuns a essa população. Não foi encontrada relevância estatística na análise da relação entre a Audiometria Tonal e MEEM, porém, entre o IPRF e MEEM houve associação estatisticamente significante. Conclusão: não houve associação entre de perda auditiva e o declínio cognitivo na população idosa estudada. No entanto, as análises realizadas entre o reconhecimento da fala aumenta a chance de alteração cognitiva.<hr/>ABSTRACT Purpose: to investigate the relationship between the listening performance for pure tone, speech and cognitive performance in elderly patients, considering that the deterioration of auditory input and cognitive skills are common to this population, and it can cause disturbance in communication and the individual functionality. Methods: this is a cross-sectional observational study in which 103 elderly patients, had their hearing assessed by audiometry and speech, and the cognitive performance assessed by the Mini Mental State Examination (MMSE). Descriptive analyzes and association of tonal average variables was performed in frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000 Hz, Index Speech Recognition (SDT) and MMSE scores, and it was adopted a 5% significance level. Results: it was found a high prevalence of sensorineural hearing loss of varying degrees in elderly patients, and the presence of alterations in speech recognition and MMSE results, confirming that presbycusis and a possible cognitive decline are common to this population. There was no statistical significance in the analysis of the relationship between the pure tone audiometry and MMSE, however, the results found in SDT and MMSE, showed the existence of a significant relationship. Conclusion: there was no association between hearing loss and cognitive decline in the elderly population studied. However, the analyzes of the speech recognition and cognitive performance indicate that the presence of alterations in speech recognition increases the chance of cognitive impairment. <![CDATA[Time-compressed speech test: adaptation and validation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601294&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivos: adaptar o Teste de Fala Comprimida e verificar a aplicabilidade do novo teste, correlacionando-o com o original. Métodos: a adaptação do Teste de Fala Comprimida se deu por meio de critério de balanceamento fonético. Foi utilizado um programa de edição (Free audio editor) para recortar as palavras do teste original e gerar um novo arquivo. Mantiveram-se 25 palavras das 50 já existentes no teste original. Para validação foram avaliados 73 indivíduos com faixa etária de 16 a 30 anos, os quais realizaram os procedimentos de Anamnese Audiológica e de Processamento Auditivo, Inspeção Visual do Meato Acústico Externo, Audiometria Tonal Liminar, Logoaudiometria, Medidas de Imitância Acústica, Testes Dióticos, Teste de Fala Comprimida e Teste de Fala Comprimida adaptado. Resultados: foi gerada a nova lista com 25 palavras dissilábicas. Houve diferença entre o número de erros e entre as porcentagens de acertos por orelha, entre o Teste de Fala Comprimida e o adaptado. A força de correlação entre os testes foi moderada, não podendo assim ser utilizados os valores de referência do teste original no instrumento adaptado. Conclusão: foi possível adaptar o Teste de Fala Comprimida constatando uma correlação moderada entre os testes, e verificar a aplicabilidade do Teste de Fala Comprimida Adaptado. Sendo assim, o teste adaptado necessita de novos valores de referência, isto é, de critérios de normalidade.<hr/>ABSTRACT Purpose: to adapt the Time-Compressed Speech Test and verify the applicability of the new test, correlating it with the original. Methods: the adaptation of Time-Compressed Speech Test was possible through the criterion of phonetic balance. It was used an editing software called Free Audio Editor to cut the words from the original test and generate the new file. From fifty words already presented in the original test, twenty-five were preserved in the new test. For the validation, were evaluated 73 subjects aged from 16 to 30 years-old, who performed the procedures of Hearing Anamnesis and of Auditory Processing, Visual Inspection of the External Acoustic Canal, Pure Tone Audiometry, Speech Audiometry, Acoustic Immittance Measurement, Diotic Testing, original Time-Compressed Speech Test and adapted Time-Compressed Speech Test. Results: a new list of 25 two-syllable words was created. There were differences between the number of errors and the percentages of correct answers by ear, between the original and the adapted Time-Compressed Speech Test. The strength correlation between the tests was moderate, thus the reference values of the original test could not be used in the adapted instrument. Conclusion: it was possible to adapt the Time-Compressed Speech Test observing a moderate correlation between both tests and verify the applicability of the Adapted Time-Compressed Speech Test. Therefore, the adapted test needs new reference values, in other words, normality criteria are required. <![CDATA[Self-perception of hearing disorders, habits, and hearing loss risk factors in farmers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601302&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: investigar e associar a autopercepção de dificuldade auditiva, os hábitos e os fatores de risco para a perda auditiva em agricultores. Métodos: trata-se de um estudo transversal, de caráter descritivo e exploratório. Participaram do estudo 57 agricultores, de ambos os gêneros, faixa etária entre 19 e 69 anos, e tempo de atuação agrícola entre um e 45 anos. Os sujeitos responderam um questionário com questões relacionadas a dados de identificação, ocupacionais, saúde geral, saúde auditiva e assistência médica. Os dados foram analisados utilizando-se os testes não-paramétricos Man-Whitney, Igualdade de Duas Proporções e Qui-quadrado (p≤0,05). Resultados: observou-se que a maioria dos agricultores relatou não possuir queixa auditiva; em relação aos fatores de risco para a perda auditiva a maioria relatou ter contato com agrotóxicos e não receber orientações sobre os riscos audiólogicos da prática agrícola; houve maior relato de exposição ao ruído e contato com agrotóxico em sujeitos do sexo masculino; grande parte dos sujeitos faziam utilização de equipamento de proteção individual quando trabalhavam com instrumento ruidoso e tinham contato com agrotóxico; não houve diferença estatística entre os fatores de ouvir e os fatores de risco. Conclusão: conclui-se que a população estudada não possuía percepção de dificuldade auditiva, apesar de ter contato direto com agrotóxicos e nunca ter recebido orientações sobre os riscos audiológicos da prática agrícola. A maioria dos sujeitos que fazia uso de instrumento de trabalho ruidoso e que tinha contato com agrotóxicos, utilizava equipamento de proteção individual.<hr/>ABSTRACT Purpose: to investigate and to associate hearing disorders self-perception, habits and hearing loss risk factors in farmers. Methods: descriptive and exploratory cross-sectional study. 57 farmers from both sexes, age from 19 to 69 years, and time of farming activities from one to 45 years, participated in the study. A questionnaire with identification data, profession data, general health, hearing health, and medical assistance was addressed to the participants. Data were analyzed using the following non-parametric statistical tests: Mann-Whitney, Equality of two proportions, and Chi-square (p≤0.05). Results: the majority of farmers did not report hearing complaints; regarding risk factors, most of participants reported contact to pesticides and also not to having any guidance about the risks of farming to hearing health; there was higher report of noise exposition and handling pesticides in males; big part of participants used individual protection devices while operating noise equipment and were handling pesticides; there was no statistical differences among hearing factors and risk factors. Conclusion: as conclusion, the studied population did not have perception about hearing disorders, despite direct handling pesticides and not ever have had guidance about hearing risks in farming activity. Most of the subjects operated noise equipment and had contact to pesticides in their jobs, but they used individual protection device. <![CDATA[Influence of factors and personal habits on the tinnitus perception]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601310&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: investigar a localização e verificar a influência de fatores e hábitos na percepção do zumbido em pacientes com tal sintoma. Métodos: fizeram parte da amostra 740 indivíduos com queixa de zumbido, atendidos em ambulatório especializado de hospital universitário. Todos relataram a localização do zumbido em resposta a questionário, contendo também informações sobre fatores e hábitos causadores de melhora ou piora na percepção do zumbido. Os dados foram analisados estatisticamente. Resultados: o predomínio da localização foi em ambas as orelhas. A maior parte dos fatores investigados não modifica a percepção do zumbido para os pesquisados. Dentre os fatores que puderam ser relacionados à piora da percepção estão, principalmente, o silêncio e o período da noite, seguidos pela ansiedade. Por outro lado, ruído foi o fator mais referido como causador de diminuição da percepção do zumbido. Não foi verificada influência de idade e gênero. Conclusão: mais da metade dos sujeitos apresentaram queixa de zumbido bilateral e a maior parte das situações pesquisadas não provocam mudança na percepção do zumbido na população estudada. Destaca-se, contudo, que a presença de ruído ambiental auxilia na diminuição da sensação de incômodo ao zumbido, enquanto o silêncio, período da noite e a ansiedade contribuem para acentuá-la.<hr/>ABSTRACT Purpose: to investigate the location and to verify the influence of factors and personal habits in the tinnitus perception in patients with the symptom. Methods: 740 individuals with tinnitus, from an outpatient clinic of a university hospital were investigated. All of them reported the location in response to a questionnaire, also containing information about some factors and daily habits that causes improvement or worsening of tinnitus. The data were statistically analyzed. Results: the predominant location was in both ears. Most of the investigated factors does not change the perception of tinnitus for researched subjects. The silence, the nighttime and the anxiety were the factors that might be related to worsening of tinnitus perception. Moreover, the noise was referred as a factor that causes decrease of tinnitus perception. There was no influence of age and gender. Conclusion: more than half of the subjects had bilateral tinnitus and that most situations surveyed do not cause change in the tinnitus perception to the studied people. It is noteworthy, however, that the presence of ambient noise helps to reduce the feeling of tinnitus annoyance, as well as the silence, the period of night and the anxiety contribute to accentuate it. <![CDATA[Relation between auditory abilities in the first year of life and language diagnosis in pre-terms]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601316&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: verificar se há relação entre as habilidades auditivas no primeiro ano de vida e o diagnóstico de linguagem entre os 2 e 4 anos de idade em crianças nascidas pré-termo com peso abaixo de 2000 gramas. Métodos: foram selecionados um grupo de 54 crianças com emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes presentes nos primeiros três meses, com avaliação audiológica comportamental entre os 6 e 18 meses e avaliação de linguagem entre os 2 e 4 anos de idade. Resultados: não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre a ocorrência de reflexo cócleo palpebral e a habilidade de localização sonora entre 6 e 18 meses com resultado da avaliação de linguagem.Em relação à habilidade de reconhecimento de ordens verbais entre os 12 e 18 meses foi observada diferença estatisticamente significante.Crianças que apresentam reconhecimento de ordens verbais alterado entre 12 e 18 meses tem 12,25 vezes mais chances de apresentar linguagem alterada entre os 2 e 4 anos. Conclusão: existe uma relação entre o reconhecimento de ordens verbais alterado entre 12 e 18 meses e a alteração no resultado da avaliação de linguagem entre os 2 e 4 anos.<hr/>ABSTRACT Purpose: this article aims at investigating the relation between the hearing abilities in the first year of life and the diagnosis of language between 2 and 4 years of age in preterm infants born weighing less than 2,000 grams. Methods: the infants were selected from the database of this program composing a group of 54 infants with transient evoked otoacoustic emissions present in the first three months, with an auditory behavior between 6 and 18 months and an evaluation of language between 2 and 4 years of age. Results: there were no statistically significant differences between the occurrence of cochlear-palpebral reflex and the ability of sound localization between 6 and 18 months regarding result of language assessment. Regarding the ability of recognition of verbal commands for children aged between 12 and 18 months, there was a statistically significant difference. Infants who present alteration on the recognition of verbal commands from 12 to 18 months are 12.25 times more likely to have language alteration at the age between 2 and 4 years. Conclusion: there is a relation between alteration on the recognition of verbal commands for children aged between 12 and 18 months and the alteration in the result of language evaluation for those aged between 2 and 4 years. <![CDATA[Validity and reliability of the neonatal tongue screening test]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601323&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: verificar as propriedades psicométricas de validade e confiabilidade, bem como a sensibilidade, especificidade e valores preditivos da Triagem Neonatal proposta a partir do Protocolo de Avaliação do Frênulo da Língua em Bebês. Métodos: estudo experimental retrospectivo, utilizando os dados de 100 bebês. Os bebês foram avaliados nas primeiras 48 horas por meio da triagem e com 30 dias utilizando o Protocolo de Avaliação do Frênulo da Língua em Bebês. As imagens e dados de todos os bebês foram coletados pela fonoaudióloga (A1) e analisados pela fonoaudióloga (A2). Os casos com alteração do frênulo foram submetidos à frenotomia, reavaliados 30 dias após o procedimento e acompanhados até o 6º mês. Os dados foram utilizados para as etapas de validação: análise de concordância entre examinadores; análise de concordância intra-examinador; validade de critério; análise da validade de construto; análise de sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo. Os dados foram submetidos ao tratamento estatístico. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em pesquisa sob o número CAAE 40784315.9.0000.5538. Resultados: a Triagem Neonatal identificou os bebês com alteração do frênulo e as mudanças ocorridas após a frenotomia e apresentou bons índices de sensibilidade, especificidade e valores preditivos. A confiabilidade entre e intra-examinadores permite afirmar que os dados obtidos com a triagem são confiáveis e podem ser reproduzidos. Conclusão: a Triagem Neonatal do Protocolo de Avaliação do Frênulo da Língua em Bebês mostrou ser um instrumento válido e confiável, assegurando acurácia no diagnóstico das alterações do frênulo lingual em bebês.<hr/>ABSTRACT Purpose: to verify the psychometric properties - validity and reliability - and the sensitivity, specificity and predictive values of the "Neonatal Tongue Screening Test" from the Lingual Frenulum Protocol for Infants. Methods: this is an experimental retrospective study using data from 100 newborns. The infants were assessed within the first 48 hours after birth using the Neonatal Tongue Screening Test, and subsequently assessed at 30 days of life using the Lingual Frenulum Protocol for Infants. The assessments were performed by examiner 1, who collected images and data to be analyzed by examiner 2. Newborns with lingual frenulum alterations were referred to frenotomy, reassessed 30 days after surgery and followed until six months of life. Data were used for the validation process, which included the analyses of inter-intra rater agreement, criterion validity, construct validity, sensitivity, specificity, positive predictive value, and negative predictive value. Data were statistically treated. The study was approved by the Ethics Committee under the number CAAE 40784315.9.0000.5538. Results: the "Neonatal Screening Test" was able to identify newborns with lingual frenulum alteration and the changes after frenotomy; furthermore, the results demonstrated adequate values of sensitivity, specificity, and predictive values. Concerning inter-intra rater agreement, the consistency of results demonstrated reliability and excellent repeatability. Conclusion: the "Neonatal Tongue Screening Test" has demonstrated to be a valid and reliable assessment tool ensuring accuracy to diagnose lingual frenulum alterations in newborns. <![CDATA[Speech disorders related to alterations of the lingual frenulum in schoolchildren]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601332&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: caracterizar e comparar as alterações de fala relacionadas às alterações do frênulo lingual em escolares, dos 8;6 anos aos 10;11 anos entre grupo controle e pesquisa. Métodos: avaliou-se 52 crianças em idade escolar (8;6 anos a 10;11 anos), de ambos os gêneros, regularmente matriculadas em Instituto privado, divididas em: grupo controle (sem alteração do frênulo lingual) e grupo pesquisa (com alteração do frênulo lingual). As crianças foram avaliadas por meio do Protocolo de Avaliação em Motricidade Orofacial utilizado em uma Clínica Escola e por meio das figuras utilizadas no Protocolo de Avaliação em Motricidade Orofacial, MBGR. Os testes utilizados para a análise estatística foram "Teste de Fisher", "Qui Quadrado" e "Anova", adotando-se como nível de significância 5% (p&lt;0,05). Resultados: das 52 crianças avaliadas, 26 (50%) apresentaram alteração do frênulo lingual. Destas, 21 (80,8%) apresentaram tônus de língua diminuído, 20 (76,9%) apresentaram língua baixa na cavidade oral e 16 (61,5%) apresentaram problemas de articulação. Quanto aos demais itens avaliados, não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre os grupos. Conclusão: o frênulo curto prevaleceu sobre as demais classificações da alteração do frênulo de língua. O grupo pesquisa apresentou alterações estatisticamente significantes quando comparado ao controle, nos seguintes itens: tônus lingual, postura de língua baixa na cavidade oral e articulação. Nos demais itens, apesar de não haver diferença estatisticamente significante entre os grupos, houve uma tendência de alteração maior no grupo pesquisa. Não foi possível determinar se as alterações de fala fonética são iguais para as diferentes alterações do frênulo lingual.<hr/>ABSTRACT Purpose: to characterize and compare speech alterations related to the lingual frenulum alterations in schoolchildren from 8;6 to 10;11 years old among the control and research group. Methods: 52 school children were evaluated (8;6 to 10;11 years old) both genders, regularly enrolled in private institutes divided into two groups: control group (without lingual frenulum alterations) and research group (with lingual frenulum alterations). These children were initially evaluated through the Assessment in OrofacialMotricity Protocol MBGR in a school clinic, through pictures used in this assessment. The tests used for the statistical analysis were "Fisher Test", "Qui Square" and "Anova", as significant level 5% (p&lt;0.05). Results: from the 52 children, 26 (50%) presented lingual frenulum alteration. From these 26 children, 21 (80.8%) presented diminished lingual tonus, 20 (76.9%) presented low tongue in the oral cavity and 16 (61.5%) presented articulation alteration. Regarding the other evaluated items, there were no statistically significant differences among the groups. Conclusion: the short frenulum prevailed over the other lingual frenulum alterations classifications. The research group presented statistically significant alterations when compared with the group control, in the following items: tongue tonus, low tongue posture in the oral cavity and articulation. In the other items, although there is no statistically significant difference among the groups, there was a tendency of major alteration in the research group. It was not possible to determine if alterations in phonetics speech are the same regarding the different lingual frenulum alterations. <![CDATA[Mastication and deglutition in obese children and adolescents]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601340&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: caracterizar o perfil miofuncional orofacial de crianças e adolescentes com obesidade comparados a um grupo de eutróficos e verificar quais aspectos influenciam as funções de mastigação e deglutição. Métodos: foram avaliados os órgãos do sistema estomatognático, a mastigação e a deglutição aplicando o protocolo de Avaliação Miofuncional Orofacial com Escores Expandidos (AMIOFE-E) em 50 indivíduos do sexo feminino e masculino, com idades entre 9 e 18 anos, atendidos em um ambulatório de Nutrologia. Eles foram divididos em dois grupos, o grupo pesquisa, de obesos, e o grupo controle, de eutróficos. Os testes estatísticos utilizados foram: análise de variância (ANOVA), Teste Exato de Fisher, Intervalo de Confiança para Média e Coeficiente da Variação. Resultados: os obesos, quando comparados aos eutróficos, apresentaram pior desempenho nos aspectos de tonicidade e mobilidade de bochechas e na deglutição (p&lt;0,05), sendo que 71% dos indivíduos com redução da tonicidade apresentaram deglutições múltiplas contra 25% dos indivíduos eutróficos. Além disso, 68% das crianças e adolescentes obesos dessa pesquisa apresentaram mastigação bilateral alternada. Conclusão: as crianças e adolescentes obesos estudados nessa pesquisa apresentaram maior ocorrência de alterações miofuncionais orofaciais quando comparados aos eutróficos em relação à tonicidade e mobilidade de bochechas e na deglutição. Nesta pesquisa também houve associação estatística entre a redução da tonicidade de bochechas das crianças e adolescentes obesos e a presença de deglutições múltiplas durante a deglutição.<hr/>ABSTRACT Purpose: to characterize the orofacial myofunctional profile of children and adolescents with obesity compared to a group of eutrophic and check which aspects influence the functions of chewing and swallowing. Methods: they checked the organs of the Stomatognathic system, chewing and swallowing by applying the Myofunctional Assessment Protocol Orofacial with Expanded Scores (AMIOFE-E) in 50 female and male individuals, aged between 9 and 18 years, met in an outpatient of Nutrology. They were divided into two groups, the research group, obese group, and the control group, of eutrophic people. The statistical tests used were: analysis of variance (ANOVA), Fisher's exact Test, confidence interval for mean and coefficient of Variation. Results: the obese people, when compared to eutrophic people, showed worse performance in tonicity and mobility aspects of cheeks and swallowing (p &lt; 0.05), and 71% of individuals with tonicity reduction presented multiple swallows against 25% of eutrophic individuals. In addition, 68% of obese children and adolescents from that research showed alternating bilateral chewing. Conclusion: the obese children and adolescents studied in this research presented a higher occurrence of orofacial myofunctional changes when compared to eutrophic people in relation to tonicity and mobility of cheeks and swallowing. In this research, there was also a statistical association between the reduction of obese children and adolescents ´s cheeks tonicity and the presence of multiple swallows during swallowing. <![CDATA[Aesthetic face evaluation in individuals with Dentofacial Deformities]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601348&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: analisar as características estéticas da face em indivíduos com deformidades dentofaciais (DDF) e os possíveis aspectos que se relacionam com aspectos da pele quanto às rugas e sulcos. Métodos: avaliou-se 36 adultos jovens (média de 27,22 anos), em três grupos, DDF padrão II, III e grupo controle (GC). Realizou-se análise facial utilizando o Protocolo de Avaliação Miofuncional Orofacial MBGR. Elaborou-se um protocolo de avaliação estético facial a partir das análises validadas para a classificação de rugas, linhas de marionete e sulcos na região orbicular dos olhos. Aplicaram-se testes estatísticos pertinentes. Resultados: indivíduos com DDF e 50% do GC apresentaram alteração quanto à assimetria facial e ângulo nasolabial, com diferença estatisticamente significante entre DDF-II, DDF-III e GC. Indivíduos com DDF mostraram maior frequência de alteração para os sulcos verticais na região dos lábios e linhas de marionete, sem diferenças entre os grupos. Houve correlação positiva entre sulco na região do prócero e os sulcos verticais nos lábios, sulco na região do orbicular dos olhos com o sulco nasogeniano e com as linhas de marionete. O ângulo nasolabial correlacionou-se com sulco na região da testa. A idade correlacionou-se com sulco nasogeniano, sulco na região do prócero, linhas de marionete e sulcos na região do orbicular dos lábios. Conclusão: indivíduos com DDF apresentaram alteração de simetria facial, ângulo nasolabial e da pele quanto às rugas. Aspectos estéticos da face correlacionaram-se entre si, bem como ângulo nasolabial com sulcos na testa. A idade também demonstrou relação com a estética facial.<hr/>ABSTRACT Purpose: to analyze the face aesthetic features of individuals with dentofacial deformities (DDF) and the possible aspects related to skin features such as wrinkles and grooves. Methods: we evaluated 36 young adults (average 27.22 years), in three groups, DDF standard II, III and control group (CG). Facial analysis was performed using the Orofacial Myofunctional Evaluation - MBGR Protocol. We developed a facial aesthetic evaluation protocol from validated analyzes for wrinkle classification, marionette lines and grooves in the orbicularis eye area. The relevant statistical tests were performed. Results: individuals with DDF and 50% of the control group showed changes regarding facial asymmetry and nasolabial angle, with a statistically significant difference between DDF-II, III and DDF-GC. Individuals with DDF presented a greater frequency of changes to the vertical grooves in the lips area as well as marionette lines, with no differences between groups. There was a positive correlation between procerus grooves and vertical lip grooves, grooves in the orbicularis eye region with nasolabial folds and marionette lines. The nasolabial angle was correlated with forehead grooves. Age correlated with nasolabial folds, grooves in the procerus area, marionette lines and lip grooves in the orbicular area. Conclusion: individuals with DDF presented alterations in their facial symmetry, nasolabial angle and skin regarding wrinkles. Facial aesthetic aspects correlated with each other as well as the nasolabial angle with forehead grooves. Age also showed a correlation with facial aesthetics. <![CDATA[Speech development and infant feeding: possible implications]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601359&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: identificar a associação entre hábito alimentar e desenvolvimento da fala em crianças pré-escolares. Métodos: estudo do tipo caso-controle, com amostra constituída por 273 crianças matriculadas nos Centros Municipais de Educação Infantil da cidade do Recife. Foi pesquisada a associação do desfecho com variáveis referentes a características socioeconômicas, hábitos de sucção nutritiva e não nutritiva e desenvolvimento do sistema estomatognático. Foram utilizados os softwares STATA/SE 9.0 e Excel 2007 para calcular a medida de risco, OddsRatio, o intervalo de confiança de 95% e o valor de p≤0,05. Para verificar a existência de associação, aplicou-se o teste qui-quadrado para variáveis categóricas. Resultados: no que se refere às alterações de fala, verificou-se associação significante no sexo masculino. Já os hábitos de sucção não se associaram significantemente com o desfecho estudado. Com relação ao sistema estomatognático, registra-se associação significante às alterações de fala, principalmente no que concerne à postura habitual de lábios e língua, assim como com a presença de oclusopatias. Não houve associação significante entre a variável de consistência alimentar e o evento estudado. Conclusão: a consistência alimentar demonstrou associação significante com variáveis que impactam na fisiologia adequada do sistema estomatognático, em termos de órgãos fonoarticulatórios e desempenho de funções, podendo-se inferir que padrão alimentar e fala constituem ponto de convergência na saúde infantil.<hr/>ABSTRACT Purpose: to identify the association between dietary habits and speech development in preschool children. Methods: case-control study, with sample constituted of 273 children enrolled in Municipal Daycare Centers in Recife. It was researched the association of outcome with the variables related to socioeconomic characteristics, nutritive and not nutritious sucking habits and development of the stomatognathic system. We used the software STATA/SE 9.0 and Excel 2007 to calculate the risk measure, Odds Ratio with a confidence interval of 95%, plus the value of p≤0.05. To verify the existence of association, it was adopted the chi-square test for categorical variables. Results: concerning the speech disorders, it was verified significant association in males. Yet, sucking habits were not significantly associated with the outcome studied. Regarding the stomatognathic system, it was registered significant association on speech disorders, especially regarding the habitual posture of the lips and tongue, as well as the presence of malocclusion. There was no significant association between food consistency and the variable studied event. Conclusion: the food consistency demonstrated a significant association with variables that impact on the proper physiology of the stomatognathic system, in terms of phono-articulatory organs and function performance, can be inferred that eating patterns and speech constitute a convergence point in child health. <![CDATA[Listening and reading comprehension and syntactic awareness in reading and writing disorders]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601370&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: investigar a presença de déficits de habilidades metassintáticas em escolares com dificuldades de aprendizagem e analisar possíveis correlações entre essas habilidades e as de leitura e a compreensão oral. Métodos: foram avaliadas 29 crianças, indicadas por seus professores, por não apresentarem queixas relacionadas à aprendizagem escolar - Grupo I (GI) e com queixas de comunicação, oral e/ou mediada pela escrita, que constituiram o Grupo II (GII). As idades das crianças variaram entre 9 anos e 11 anos e 7 meses, de 4º e 5º ano do Ensino Fundamental. As crianças foram avaliadas por meio de testes de compreensão oral, consciência sintática e morfossintática, taxa e acurácia de leitura e compreensão leitora. Para a análise estatística foram utilizados: teste não paramétrico de Mann-Whitney, para caracterização da amostra e comparação dos grupos com e sem queixa escolar quanto às variáveis, e Coeficiente de correlação de Spearman, usado para medir o grau de associação entre as variáveis em cada grupo. Resultados: observaram-se diferenças significantes entre os grupos, nas tarefas de compreensão oral, consciência sintática e morfossintática, de maneira geral, taxa e acurácia de leitura e na prova de compreensão leitora, com melhor desempenho do do GI em todas as tarefas. Conclusão: com estes resultados, enfatiza-se a relevância da estimulação de habilidades metassintáticas para o desenvolvimento da leitura e a inclusão de provas metassintáticas na avaliação da leitura, tanto quanto a utilização de atividades metassitáticas como recurso terapêutico.<hr/>ABSTRACT Purpose: it was investigated deficits in syntactic awareness in students with learning disabilities and were analyzed correlations between these reading and listening comprehension skills. Methods: 29 children were assessed, nominated by their teachers for not having any academic learning problems - Group I (GI) and with oral and/or writing communication disabilities, who formed the Group II (GII). The children's ages fluctuated from 9 years to 11 years and seven months and they were in fourth and fifth grade of elementary school. The assessment was composed by listening comprehension tests, syntactic and morphosyntactic awareness, reading average and accuracy and reading comprehension. Were used for the statistical analysis: non-parametric Mann-Whitney test for sample characterization and comparison of patients with and without problems and Spearman's correlation coefficient, used to measure the degree of association between the variables in each group. Results: were observed significant differences between the groups. Listening and reading comprehension, syntactic and morphosyntactic awareness in general, average and accuracy of reading tests were better in GI. Conclusion: these results show the importance of stimulating metasyntactic skills to reading development and the inclusion of metasyntactic tests in the reading assessment, as well as the use of related activities as a therapeutic resource. <![CDATA[Noise level measurement and its effects on hospital employees based on complaint reports]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601379&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivos: avaliar o nível de ruído em diversos ambientes de um Hospital Público e analisar seus efeitos em funcionários a partir do relato de queixas. Métodos: estudo quantitativo, descritivo e transversal. Utilizou-se para levantamento dos dados um decibelímetro Minipa(r) ajustado na escala de 40 a 130 decibels posicionado em diferentes setores do hospital em turnos diferentes, durante uma semana, e um questionário adaptado que foi aplicado aos funcionários. Resultados: o nível de ruídos apresentou valor mínimo de 52,5 decibels na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e máximo de 85 decibels na Enfermaria Feminina com diferença significativa entre os diferentes dias da semana durante o mesmo turno. O mesmo ocorreu no Pronto Socorro, mas não apresentou significância nos demais setores. Os funcionários sentem desconforto a sons fortes, 74,4%, e 35,5 % sentem mal estar e cansaço devido ao estresse provocado pelo ruído que é produzido por vários dispositivos combinados com os sons de alarmes, obras, horários de visitas e conversação entre os funcionários do hospital. Conclusão: os níveis de ruído estão acima do recomendado nos diferentes setores e os profissionais manifestam desconforto e queixa de zumbido antes e após à sua exposição.<hr/>ABSTRACT Purpose: to assess the noise level in different environments of a public hospital and to analyze its effects on employees from reporting complaints. Methods: a quantitative, descriptive and cross-sectioned study. To survey data, we used a Minipa(r) decibelimeter adjusted in the range 40-130 decibels positioned in different hospital departments in different shifts for a week to evaluate noise levels and an adapted questionnaire that was applied to employees. Results: the level of noise introduced minimum of 52.5 decibels in the Intensive Care Unit (NICU) and a maximum of 85 decibels in the women's ward with a significant difference between the different days of the week during the same turn. The same occurred in the emergency room, but did not show significance in other sectors. Employees feel discomfort to loud sounds, 74.4%, and 35.5% feel sick after hours due to stress caused by noise that is produced by multiple devices combined with the sounds of alarms, works, visits and schedules conversation between the hospital staff. Conclusion: noise levels are above the recommended levels in different sectors and professionals manifest discomfort and tinnitus before and after their exposure. <![CDATA[Correlation between slow vital capacity and the maximum phonation time in elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601389&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivos: verificar a relação existente entre a capacidade vital lenta e o tempo máximo de fonação em idosos. Método: o estudo foi do tipo analítico e observacional, de corte transversal, realizado na Universidade aberta a Terceira Idade na instituição de origem, no período de junho a outubro de 2014. Participaram 61 idosos do sexo feminino, não tabagistas. Foram excluídos portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica e/ou doenças respiratórias, indivíduos com problemas neurológicos ou de audição e profissionais da voz. Todos os participantes foram avaliados quanto à capacidade vital lenta e tempo máximo de fonação. Foram coletados ainda os seguintes dados: sexo, peso, estatura, idade e índice de massa corpórea. Resultados: os dados demonstram que os valores de capacidade vital lenta e tempo máximo de fonação estão reduzidos na terceira idade. Além disso, existe uma correlação positiva entre a capacidade vital lenta e o tempo máximo de fonação do /s/ e /z/ no sexo feminino. Conclusões: com o envelhecimento, medidas de respiração e voz podem estar reduzidas. Além disso, existe uma associação entre a capacidade vital lenta e o tempo máximo de fonação em mulheres idosas, sugerindo a influência que a respiração exerce sobre a fonação nesta população específica.<hr/>ABSTRACT Purposes: to verify the existing relationship between the slow vital capacity and maximum phonation time in the elderly. Methods: the study was analytical and observational, cross-sectional, conducted at the Open University Senior Citizens at the origin institution, in the period from June to October 2014, with 61 elderly female, nonsmokers. We excluded patients with chronic obstructive pulmonary disease and / or respiratory diseases, individuals with neurological or hearing problems and voice professionals. All participants were assessed for slow vital capacity and maximum phonation time. The following data were also collected: gender, weight, height, age and body mass index. Results: the results showed that the values of slow vital capacity and maximum phonation time are reduced in the elderly. In addition, there is a positive correlation between the slow vital capacity and maximum phonation time of / s / and / z /. Conclusion: with aging, breathing and voice measures may be reduced. In addition, there is an association between the slow vital capacity and maximum phonation time in older women, suggesting the influence that breathing exercises over phonation in this specific population. <![CDATA[Speech, language and hearing sciences teleconsultations in a large public telehealth service]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601395&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: analisar o perfil das teleconsultorias de fonoaudiologia realizadas em serviço público de telessaúde de larga escala em Minas Gerais. Método: foram analisadas todas as teleconsultorias consecutivas de fonoaudiologia realizadas de fevereiro de 2011 a maio de 2014. As teleconsultorias foram agrupadas de acordo com tipo de dúvida, profissional solicitante e área de atuação fonoaudiológica. Resultados: as 259 teleconsultorias realizadas no período do estudo foram originadas de 81 municípios. A maior demanda de teleconsultorias foi dos próprios fonoaudiólogos (64,5%), seguidos de enfermeiros (27,0%) e médicos (5,0%). A maior parte das dúvidas eram assistenciais (81%), sendo que, destas, 35% eram para auxílio na definição diagnóstica e 65% para discussão de procedimentos e sugestão de condutas terapêuticas. Esta proporção foi semelhante, independente da formação do profissional solicitante: fonoaudiólogo e não fonoaudiólogo (65,7% vs. 64,9%, p=1,00). A maioria das dúvidas estava relacionada à área da linguagem (47%) e à motricidade oral (29%), seguidas de voz (20%), audiologia (18%), disfagia (10%) e saúde pública (3%). Conclusão: neste estudo, foi observado que a maioria das dúvidas para o serviço de teleconsultorias em fonoaudiologia estavam relacionadas à área da linguagem, mas há demanda em todas as áreas de abrangência da profissão. Embora o uso da teleconsultoria em fonoaudiologia seja ainda incipiente, observa-se grande potencial de utilização deste instrumento na prática clínica.<hr/>ABSTRACT Purpose: to analyze the profile of Speech, Language and Hearing Sciences teleconsultations of a large scale public telehealth service in Minas Gerais, Brazil. Methods: all Speech-Language Pathology teleconsultations performed from February 2011 to May 2014 were assessed and classified according to the type of questions, professional who sent the solicitation and the speech-language pathologist area of expertise. Results: the 259 teleconsultations performed during the study period were originated from 81 cities. The majority of the solicitations were originated from speech-language pathologists (64.5%), followed by nurses (27.0%) and physicians (5.0%), and were related to patients' assistance (81%). Among these, 35% were about diagnosis and 65% about discussion of procedures and therapeutic approaches. There was no difference with regards to the type of solicitation and healthcare practitioner, whether speech-language pathologist or not (65.7% vs. 64.9%, p=1.00). The majority of the questions were about language (47%), followed by oral motor functions (29%), voice (20%), audiology (18%), dysphagia (10%) and public health (3%). Conclusion: in this study, the majority of the solicitations to a Speech, Language and Hearing Sciences teleconsultation service were about language, although there was demand for all fields. Although the use of teleconsultations in Speech-Language Pathology, is still in its early stages there is great potential for using this tool in clinical practice. <![CDATA[Words database for senior high school reading: E-READING III]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601404&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivo: elaborar um banco de palavras de alta, média e baixa frequência para leitura no Ensino Médio. Métodos: as palavras foram retiradas do material didático de língua Portuguesa, da rede de ensino do Estado de São Paulo. Selecionaram-se apenas os substantivos. Foi registrada a frequência de ocorrência das palavras. Para a classificação das frequências utilizou-se os tercis da distribuição, frequência média e ponto de corte dos tercis. Para verificar a classificação obtida foram avaliados 134 alunos: G1 (1ªsérie, n=44); G2 (2ª série, n= 44) e G3 (3ªsérie, n= 46). As palavras foram apresentadas, para leitura, em voz alta, em duas sessões: 1ª) alta e média frequência e 2ª) baixa frequência. Análise descritiva. Resultados: as palavras correspondem à classificação apresentada, porém, cada palavra apresenta seu nível de dificuldade e o profissional poderá eleger aquelas que melhor respondem aos seus objetivos, para que assim, possa elaborar instrumentos de avaliação e intervenção em leitura. Conclusão: o E-LEITURA III é um recurso útil para os profissionais, pois é disponibilizado um banco com ampla gama de palavras que poderá ser utilizado com escolares do Ensino Médio. Dessa forma, espera-se que o E-LEITURA III possa ser utilizado para elaborar procedimentos de avaliação e intervenção com leitura nesses escolares.<hr/>ABSTRACT Purpose: to elaborate a database of high, medium and low frequency words for reading in High School. Methods: the words were extracted from the Portuguese Language didactic content, of São Paulo State Educational material. Only the nouns were selected. The frequency of each word occurrence was computed. To classify them by frequency of occurrence, it was employed the distribution tertiles, mean frequency and tertiles cutoff point. In order to verify the classification obtained,134 students were evaluated: G1 (1stgrade, n=44); G2 (2nd grade, n= 44) e G3 (3rd grade, n= 46). The words were presented, for reading out loud, in two sessions: 1st) high and medium-frequency and 2nd) low-frequency. Descriptive analysis. Results: the words truly correspond to the classification presented, and, each word presents its level of difficulty. The professional can choose the words that best fulfill their goals in order to develop procedures for evaluation and intervention in reading. Conclusion: E-READING III constitutes a useful resource for professionals, because, it displays a database with a wide range of words to be applied in high school students. It is expected that E-READING III may enable evaluation and intervention procedures for these students concerning reading. <![CDATA[Voice professionals' non-verbal communication: what has it been researching in speech language pathology?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601447&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A comunicação não verbal é parte da comunicação e está sempre presente de maneira intencional ou não. Pode influenciar, segundo alguns autores, mais de 90% a expressividade na relação dialógica. Cada gesto, cada olhar é uma valiosa fonte de informação sobre a emoção que acontece no momento da comunicação. Como o fonoaudiólogo atua com a comunicação, para um trabalho efetivo ele deve procurar trabalhar aspectos da comunicação não verbal e verbal, sempre associados. Foi realizada uma revisão de literatura entre os anos de 2005 e 2015 nas principais revistas científicas, nacionais, da Fonoaudiologia: Revista CEFAC, Revista Distúrbios da Comunicação - DIC, Pró-Fono - Revista de atualização Científica, Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, CoDAS, Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia e Audiology Communication Research - ACR. A busca pelos números e a análise das publicações sobre voz de todas as revistas foi feita dentro da página da plataforma de busca em saúde Scientific Electronic Library Online - SciELO. Foram encontrados 342 artigos sobre voz. 176 eram sobre profissionais da voz dos quais apenas oito abordavam o tema comunicação não verbal. Desses, três se referiam aos profissionais de rádio e TV, dois artigos sobre professores, dois sobre atores e um sobre estudante universitário. Observou-se que, apesar da relevante importância da comunicação não verbal no processo comunicacional, não há muitas publicações fonoaudiológica sobre não verbal e profissionais da voz.<hr/>ABSTRACT Non-verbal communication is part of communication and regardless intention, is always present. According to some authors, expressiveness may influence over 90% of a dialogic relationship. Each gesture or look is valuable source of information about the emotion while communicating. Speech-language Pathologist (SLP) is the professional that must seek all aspects of communication, verbal and non-verbal, altogether. Literature review was performed among the years of 2005 and 2015 in the main national SLP scientific periodic: Revista CEFAC, Journal of Communication Disorders - DIC, Pro-Fono - Revista de Atualização Científica, Journal of the Brazilian Society of Speech, Codas, Journal of the Brazilian Society of Speech Pathology and Audiology Communication Research - ACR. The SciELo - Scientific Electronic Library Online - was the platform used to look for the voice papers. 342 voice papers were found. 176 were about voice professionals and, from these only eight addressed non-verbal communication. From the eight, three were about radio and television professionals, two about teachers, two about actors, and one about college students. Despite the importance of non-verbal resources in communication, there are few SLP publications on non-verbal communication and voice professionals. <![CDATA[Vocal warm-up and cool-down: systematic review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601456&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Esta revisão da literatura levantou publicações científicas nacionais e internacionais sobre aquecimento e desaquecimento vocais da voz falada, por meio das bases de dados Lilacs, MedLine e Scielo, com o objetivo de identificar e descrever os parâmetros metodológicos e os efeitos das propostas de aquecimento e desaquecimento vocal descritas na literatura nacional e internacional. Foi realizada a localização e seleção dos estudos por meio de levantamento de textos publicados sobre o assunto no período de 1999 a 2013. Foram incluídos artigos originais de pesquisa; publicados na língua portuguesa ou inglesa; que pesquisaram aquecimento e desaquecimento vocal; associados ou não. O tempo de execução recomendado para o aquecimento variou de 15 a 30min ou três séries de 15 repetições, e para o desaquecimento foi de 5 a 15min. Os exercícios mais utilizados para o aquecimento foram sons fricativos sonoros e vibrantes de língua ou de lábios, em escalas ascendentes, e para o desaquecimento vocal foram sons nasais, fricativos sonoros e vibrantes de língua e ou de lábios, em escalas descendentes. Os exercícios mostraram mudanças vocais positivas, observadas por meio de medidas vocais acústicas e perceptivoauditivas, de autoavaliação e aerodinâmicas relacionadas à fonação. Houve unanimidade quanto à importância da realização do aquecimento e desaquecimento vocais para profissionais da voz e aos resultados positivos após a realização dos procedimentos. Não foi encontrada concordância quanto ao tempo de execução e os exercícios utilizados.<hr/>ABSTRACT For this literature review, we researched national and international scientific publications on vocal warm-up and cool-down of the speaking voice, through databases such as Lilacs, MedLine and Scielo, in order to identify and describe the methodological parameters and the effects of the vocal warm-up and cool-down proposals that are described in national and international literature. We performed the location and selection of studies through a survey of texts published on the theme from 1999 to 2013. We included original research articles; published in Portuguese or English; with emphasis on vocal warm-up and cool-down; associated or not. The recommended time of execution for warm-up ranged from 15 to 30 minutes or three sets of 15 repetitions, and the cool-down from 5 to 15min. The most used exercises for warm-up were voiced fricative sounds and vibrant of tongue or lips, in ascending scales, and for the vocal cool-down the nasal sounds, fricative sounds and vibrant of tongue or lips, in descending scales, were the most used exercises. The exercises showed positive vocal changes, observed by vocal acoustic and auditory-perceptual vocal and, self-evaluation and aerodynamic related to phonation. There was unanimity on the importance of completing the vocal warm-up and cool-down for voice professionals and on the positive results after carrying out the procedures. There was no agreement on the time of execution and on the exercises that were used. <![CDATA[Speech therapy with phonation into tubes in a patient with vocal fold paralysis surgically medialized: a case study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601466&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O objetivo deste estudo foi verificar as modificações vocais perceptivo-auditivas e acústicas ocorridas após um método de fonoterapia breve usando três modalidades de fonação em tubos em um sujeito do gênero masculino com paralisia unilateral de prega vocal medializada cirurgicamente. Paciente do gênero masculino, 29 anos e um mês de idade, com diagnóstico otorrinolaringológico de paralisia de prega vocal esquerda em abdução e encaminhado para cirurgia de medialização da prega vocal esquerda (Tiroplastia tipo I) e fonoterapia. Foram realizadas cinco coletas da emissão da vogal /a:/ em momentos distintos, sendo eles: antes da cirurgia; após dez dias da cirurgia (antes da fonoterapia); após seis dias de execução da técnica de fonação em tubo de látex imerso em água; após seis dias de execução de fonação em tubo de vidro imerso em água; após seis dias de execução da fonação em tubo de menor diâmetro. Foi realizada avaliação acústica de fonte glótica, espectrográfica e perceptivo-auditiva. A fonoterapia com os três diferentes exercícios de fonação em tubo, durante 18 dias de tratamento condensado, proporcionou na análise acústica, melhora da maioria das medidas de perturbação de frequência e de componentes surdos ou não sonorizados; da intensidade da cor do traçado da espectrografia de banda larga, da regularidade dos traçados espectrográficos e da definição dos formantes; na análise perceptivo-auditiva, houve redução de tensão, aspereza e soprosidade.<hr/>ABSTRACT The purpose of this study is to verify the perceptive-auditory and acoustic voice changes after speech therapy with phonation into tubes in a male subject with unilateral vocal fold paralysis, medialized surgically. The patient was a male, twenty nine years and one month, with otorhinolaryngological diagnosis of left vocal fold paralysis in abduction. The subject was referred to medialization surgery of the left vocal fold (Thyroplasty type I) and to speech therapy. Five collections of the vowel /a:/ occurred at different times, as follows: before surgery; ten days after surgery (before speech therapy); six days after the performance of the technique of phonation into latex tube immersed in water; six days after the performance of the technique of phonation into glass tube immersed in water; six days after the performance of the technique of phonation into tube of smaller diameter. There was acoustic analysis of glottal source, spectrographic analysis and perceptive-auditory analysis. Final comments: The speech therapy with three different exercises of phonation, for 18 days, provided, in the acoustic analysis, improvement of most frequency perturbation measures and measures of voiceless or not sounded components; improvement of the intensity of the tracing color of the wide-band spectroscopy; improvement of the regularity of the spectrographic tracing and of the definition of formants; in the perceptive-auditory analysis, there was reduction of tension, roughness and breathiness. <![CDATA[Favorable stimulus words for the treatment of phonological disorders involving the production of simple onset sounds]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462016000601475&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Objetivos: propor e analisar listas com palavras-estímulo em contextos linguísticos favorecedores para segmentos-alvo na posição de onset simples, utilizando um padrão de programação para pontuar o nível de favorecimento dessas palavras. Métodos: foi desenvolvido um padrão de programação, em linguagem Java, para determinar a pontuação das palavras-estímulo, que considerou o somatório dos pesos atribuídos às variáveis linguísticas: posição na palavra, tonicidade, número de sílabas, contexto precedente e contexto seguinte, para cada segmento-alvo. Foram utilizadas 748 palavras para elaboração de listas de palavras-estímulo para cada segmento-alvo. Todas as palavras-estímulo tiveram sua pontuação de favorecimento calculada a partir do padrão de programação e classificadas quanto ao nível de favorecimento. Resultados: verificou-se que as palavras-estímulo classificadas como favorecedoras (PEF) foram as que alcançaram maior pontuação, uma vez que contemplaram os contextos mais favorecedores para produção do segmento-alvo. Contudo não foi necessário que todos os contextos favorecedores fossem privilegiados para as palavras serem classificadas como PEF. Conclusão: o padrão de programação desenvolvido foi eficiente para pontuar o nível de favorecimento das palavras-estímulo. Além disso, deve haver uma preferência por palavras-estímulo favorecedoras, ou que alcançam maior pontuação, porém nem sempre essas palavras são as mais adequadas para o tratamento de qualquer sistema fonológico desviante.<hr/>ABSTRACT Purpose: to develop and analyze a list of target words providing a favorable environment for the acquisition of target sounds in simple onset position, using a programming algorithm to assign a favorability score for each of these words. Methods: an algorithm was programmed to calculate a favorability score for target words by adding up the weights assigned to the following variables, with regards to the target sound: position within the word, stress pattern, number of syllables, preceding and following context. The algorithm was programmed using Java. The lists of target words for each target sound contained a total of 748 words. A score was calculated for each item, and used to classify the word as favorable, neutral, or unfavorable. Results: target words with the highest scores on the aforementioned variables were considered favorable, as they provided a facilitating context for the production of the target sound. However, target words did not need to meet all aforementioned linguistic criteria to be considered favorable. Conclusion: the algorithm was efficient in calculating favorability scores for the target words. However, although words classified as favorable, or those with high scores on linguistic measures, should be preferred during the selection of target stimuli, these may not necessarily apply to all types of phonological disorder.