Scielo RSS <![CDATA[Revista CEFAC]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-184620100004&lang=en vol. 12 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Saúde da fonoaudiologia no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Spectrography acoustic vocal modifications produced by reverse phonation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: conhecer os efeitos da técnica de fonação reversa, realizando análise da sua eficácia sobre vozes femininas normais, por meio da espectrografia acústica de banda larga e de banda estreita. MÉTODOS: 32 mulheres adultas jovens, que assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido da pesquisa, submeteram-se à avaliação otorrinolaringológica e triagem fonoaudiológica a fim de eliminar possíveis alterações que pudessem interferir nos resultados da pesquisa. Tiveram amostras vocais coletadas antes e após realizar três séries de 15 repetições de fonação reversa em tempo máximo de fonação com tom e intensidade habituais, com 30 segundos de repouso passivo entre cada série. Utilizou-se o software Real Time Spectrogram (Kay Elemetrics Corp.) para gerar espectrogramas de banda larga e de banda estreita. Os dados obtidos foram analisados por meio de porcentagem simples e do teste do Qui-Quadrado, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: houve tendência percentual ao aumento da definição de harmônicos, da regularidade do traçado, da intensidade e da definição dos Formantes 3 e 4, da intensidade das altas frequências e em todo o espectro; e aumento significante da definição do Formante 1. CONCLUSÃO: acredita-se que a técnica favoreça o alongamento e a vibração das pregas vocais com possível homogeneização e modificações ocorridas na mucosa, e conseqüente melhoria do sinal vocal, com maior regularidade de vibração e melhora de ressonância.<hr/>PURPOSE: to improve knowledge on the effects of reverse phonation technique based on an analysis of its efficiency on normal female voice, using wideband and narrowband spectrograph. METHODS: 32 young adult women who signed the Informed Consent were submitted to otorhinolaryngologic evaluation and speech and hearing screening in order to avoid alterations that could interfere in the results of the study; voice samples were collected before and after three series containing 15 reverse phonation repetitions, at maximum phonation time with habitual tone and intensity, and 30-seconds interval of passive rest between the series. We used the Real Time Spectrogram software (Kay Elemetrics Corp.) to generate wideband and narrowband spectrograph. Data were analyzed by means of the simple percentage and the Qui-Square test, with a significance level of 5%. RESULTS: there was a trend to increase in the definition of harmonics; an increase in the regularity the spectrograph; in the intensity and definition of Formants 3 and 4 frequencies; in the intensity of high frequencies and in the entire spectrum; as well as a significant increase in the definition of Formant 1. CONCLUSION: finally, we believe that the technique enables the stretching and vibration of the vocal folds, with a possible homogenization and modifications in the mucous, consequently improving the vocal signal with a higher vibration regularity and an improvement in resonance. <![CDATA[<b>Descriptive terms of one's own voice</b>: <b>comparison between speech-language pathologists and non speech-language pathologists' responses</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVOS: comparar as respostas de fonoaudiólogas e não-fonoaudiólogas a respeito da própria voz e caracterizar a diferença das mesmas. MÉTODO: participaram da pesquisa 200 sujeitos do sexo feminino, sendo 100 fonoaudiólogas e 100 não-fonoaudiólogas, com média de idade de 35 anos. A faixa de tempo de atuação profissional das fonoaudiólogas foi predominantemente 0 a 3 anos (32%). A maior parte delas atuava na área de voz (55%) ou motricidade oral (45%). As não-fonoaudiólogas tinham variadas profissões, tais como professoras, médicas, advogadas, entre outras. Não foi feito nenhum controle quanto ao uso profissional da voz. As participantes do estudo realizaram uma auto-avaliação vocal utilizando uma escala de 5 pontos: excelente, muito boa, boa, razoável e ruim. Também indicaram atributos vocais positivos e negativos por meio de um protocolo desenvolvido por Behlau & Pontes (1995) baseado nos Termos Descritivos Para a Voz (Boone, 1991). RESULTADOS: fonoaudiólogas e não-fonoaudiólogas apresentaram respostas diferentes quando auto-avaliaram suas vozes havendo uma maior ocorrência de voz "muito boa" para fonoaudiólogas (28%, p=0,041). Fonoaudiólogas selecionaram mais verbetes positivos que não-fonoaudiólogas (53,6%, 46,4% respectivamente). A característica positiva de voz "adequada" foi a mais selecionada por fonoaudiólogas (31%, p=0,001) e o verbete negativo de voz "alta" foi o mais selecionado por não-fonoaudiólogas (34%, p=0,001). CONCLUSÃO: fonoaudiólogas auto-avaliaram suas vozes de modo diferente que não-fonoaudiólogas, principalmente na categorização de voz "muito boa". Enquanto a característica de voz "adequada" foi o único qualificador positivo de maior ocorrência para fonoaudiólogas, voz "alta" foi o único qualificador negativo para não-fonoaudiólogas.<hr/>PURPOSE: to compare speech-language pathologists and non speech-language pathologists' responses concerning the evaluation of their own voices and to verify if speech-language pathologists have a different self-perception from the others. METHOD: two hundred female subjects, 100 speech-language pathologists and 100 non speech-language pathologists, with mean age: 35 year, took part in the study. The average time of university degree for the speech-language pathologists were mainly from 0 to 3 years (32%), most of them acting in the area of voice (55%) and oral motricity (45%). The non speech-language pathologists had all sort of professions, such as physicians, teachers, lawyers and others. There was no control on the professional use of voice. The participants in the study did a self-evaluation, using a 5 point scale: excellent, very good, good, reasonable and bad, and indicated positive and negative vocal attributes using a protocol developed by Behlau & Pontes (1995) based on the Distinctive terms for the voice (Boone, 1991). RESULTS: speech-language pathologists and non speech-language pathologists showed different responses in the self-evaluation of their voices. There was a greater occurrence of "very good" voices for speech-language pathologist (28%, p=0.041). Speech-language pathologists selected more positive characteristics that non speech-language pathologists (53.6% and 46.4 respectively). The positive characteristic of "adequate" voice was the most selected by speech-language pathologists (31%, p=0.001) and the negative word of "loud" voice was the most selected by non speech-language pathologists (34%, p=0.001). CONCLUSION: speech-language pathologists self-evaluated their own voices in a different way than non speech-language pathologists, especially on the categorization of "very good" quality of voice. While the "adequate" voice characteristic was the only positive qualifier in greater occurrence for speech-language pathologists, "loud" voice was the only negative qualifier for non speech- language pathologists. <![CDATA[<b>Support and singing voice</b>: <b>perspective of singing teachers and speech language pathologists</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: analisar a definição de apoio respiratório, assim como as estratégias de trabalho e benefícios de sua aplicação, segundo a perspectiva de professores de canto e fonoaudiólogos. MÉTODOS: seis profissionais com experiência em voz cantada foram entrevistados sobre questões relacionadas ao apoio respiratório no canto. As respostas foram submetidas à análise de conteúdo e definidas quatro categorias: definição de apoio respiratório, tipo de apoio, estratégias e benefícios. RESULTADOS: os aspectos mais mencionados pelos entrevistados foram: a definição de apoio está relacionada com a participação do músculo diafragma e dos intercostais; o tipo de apoio mais adequado é o intercostal e diafragmático; dentre as estratégias de trabalho, utilizadas para a adequação do apoio respiratório, as mais citadas foram propriocepção corporal, conscientização da musculatura envolvida, equilíbrio do fluxo aéreo, alívio de tensões e correção da postura. Há discrepâncias com relação à utilização da contração abdominal, do uso de objetos de apoio, de imagens mentais e realização de vocalizes. Para os entrevistados, o maior benefício do apoio respiratório está no alívio das tensões laríngeas e melhoria na coordenação pneumofonoarticulatória. Houve pouca concordância sobre a ação benéfica do apoio, principalmente quanto à sua melhoria na emissão cantada. CONCLUSÃO: os resultados apontam para uma convergência da maioria dos entrevistados quanto à definição, estratégias de trabalho e benefícios do apoio respiratório, porém ainda sem consenso.<hr/>PURPOSE: to analyze the definition of breath support, as well as the strategies used to achieve it and their benefits according to both singing teachers and Speech Language Pathologists (SLP). METHODS: six professionals experienced in singing voice answered an interview on issues pertaining to singing breath support. The answers were submitted to content analysis from where four categories were derived: definition of breathing support, type of support, strategies and benefits. RESULTS: the aspects that were most often reported by the professionals are: the definition of breath support is related to the participation of the diaphragm and intercostal muscles; the most adequate type of support is intercostal and diaphragmatic; among the strategies used to improve breathing support, the most commonly mentioned were body perception, awareness of the muscles involved in the process, air flow balance, tension relief and posture alignment. There are discrepancies as for the abdominal contraction, use of different objects as guidelines, mental imagery, and use of singing exercises - vocalizes. According to the interviewed subjects, the greatest benefit of breath support lies in the relief of laryngeal tensions and improvement of respiratory coordination. There was a low level of agreement about the benefits of support, especially with regards to the improvement of the singing voice. CONCLUSION: the results point out to a convergence of opinions as for most of the interviewed subjects when considering the definition, approach strategies and benefits of breathing support, however, still with no consensus on the subject. <![CDATA[<b>Fundamental frequency of seven oral vowels of Portuguese in children voices</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: investigar as medidas de frequência fundamental das 7 vogais orais do português em crianças saudáveis entre 4 e 8 anos. MÉTODOS: foram selecionadas através de triagem da expressão oral e avaliação perceptivo-auditiva da voz, 207 crianças de ambos os sexos, que foram divididas por faixa etária. Os sinais de fala foram obtidos a partir das gravações de sentenças-veículo. Foram selecionados segmentos das 7 vogais orais do português falado no Brasil em posição tônica para a estimação das medidas de frequência fundamental. O recorte e processamento dos sinais foram realizados com o auxílio do software Praat. RESULTADOS: os achados foram expostos por meio de valores médios do parâmetro investigado, sendo observado um decréscimo na frequência fundamental com o aumento da idade. A idade de seis anos foi apontada como determinante para as mudanças acústicas das vocalizações infantis. CONCLUSÃO: os valores paramétricos apontados consistem em uma importante contribuição para a língua portuguesa falada no Brasil. A idade de seis anos deve ser considerada em futuros trabalhos que investiguem vozes infantis.<hr/>PURPOSE: to investigate fundamental frequency of the 7 oral vowels of Brazilian Portuguese on voices of healthy children between four and eight year old. METHODS: two hundred and seven children of both genders were select by speech tasks and by a voice auditory-perceptive analysis. They were separated by age groups. Recordings were obtained from carrier phrases and segments of the seven oral vowels of Brazilian Portuguese in the stressed syllable were selected to estimate the fundamental frequency. Praat Software was used to cut and process these recordings. RESULTS: our findings showed medium values for the parameter investigated and we observed that the fundamental frequency values decreased as age increased. We pointed out that acoustical changes on voice of children can be determinate at the age of six years. CONCLUSION: The found parametric values consist of an important contribution to the Portuguese language, spoken in Brazil. The age of six years should be considered in futures works that investigate children voices. <![CDATA[<b>Efficacy of two techniques of speech-language pathologists of facial esthetic in the orbicular oculi muscle</b>: <b>a pilot study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: comparar a eficácia de duas técnicas fonoaudiológicas utilizadas no músculo orbicular dos olhos. MÉTODOS: foi realizado um estudo piloto com quatro pacientes, com idades entre 40 e 51 anos. As mesmas foram submetidas a um exercício miofuncional na hemiface esquerda e à massagem na hemiface direita, por um período de 20 dias. A coleta de dados foi realizada por meio de protocolos de anamnese, avaliação e reavaliação aplicados por uma dermatologista e por um cirurgião plástico, e pela avaliação de fotos realizada por 10 fonoaudiólogas especializandas em Motricidade Orofacial. RESULTADOS: foi constatado que não houve diferença nos resultados em relação às técnicas utilizadas no tratamento. Para a dermatologista e o cirurgião plástico todas as pacientes obtiveram melhora, sendo esta mais evidente na paciente 2 para a dermatologista e na paciente 4 para o cirurgião plástico. De acordo com as fonoaudiólogas houve melhora em todas as pacientes, sendo que a paciente 1 apresentou melhor resultado na hemiface esquerda e as demais mantiveram equilíbrio entre as hemifaces. CONCLUSÃO: com a realização deste estudo constatou-se que, na amostra avaliada, houve melhora nas rugas de expressão do músculo orbicular dos olhos sem diferenças entre as técnicas estudadas.<hr/>PURPOSE: to compare the efficacy of two techniques speech-language pathologists used in the orbicular oculi muscle. METHODS: we conducted a pilot study with four patients, aged between 40 and 51 years. They were submitted to a myofunctional exercise in the left hemiface and to a massage in the right hemiface for a period of 20 days. Data collection was performed followed by historical protocols, then evaluation and review applied by dermatologist and plastic surgeon and by photos evaluation made by 10 speech therapist specializing in orofacial myology. RESULTS: it revealed that there were no differences on the results related to the techniques used during the treatment. In accordance with the dermatologist and plastic surgeon all the patients improved. For the dermatologist the patient 2 had a better improvement while for the plastic surgeon it was the patient 4. According to the speech therapist, all the patients had improved; however, the patient 1 showed the best result in left hemiface and the others maintained the balance between the two hemifaces. CONCLUSION: in accordance with this research, we concluded that in the sample studied there were a significant improvement in the expressions wrinkles of the orbicular oculi muscle without different results between the two techniques studied. <![CDATA[<b>Comparison between myofunctional therapy and myofunctional therapy associated with acupuncture on treatment for peripheral facial paralysis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: comparar a eficácia da fonoterapia e da Acupuntura associada à fonoterapia em pacientes com paralisia facial periférica de Bell. MÉTODOS: foram encaminhados para tratamento fonoaudiológico 15 pacientes, dos quais oito foram selecionados randomicamente para fonoterapia associada à Acupuntura, constituindo o grupo experimental. Os dois grupos passaram por avaliação, seguida pelas sessões de tratamento e logo após foram reavaliados, por um examinador externo. Os dados foram analisados por testes de hipóteses com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a mediana do número de sessões foi de 12,0 para o grupo controle e 5,5 para o grupo experimental (p=0,007), sendo que todos os integrantes deste último receberam alta terapêutica. Das 10 variáveis correlacionadas à mobilidade, quatro (40,0%) apresentaram melhora significante no grupo controle e sete (70,0%) no grupo experimental. Em relação à tonicidade, das 11 variáveis analisadas verificou-se melhora em sete (63,6%) no grupo submetido apenas à fonoterapia e em 11 (100,0%) no grupo submetido à fonoterapia associada à Acupuntura. Quanto às 15 medidas faciais investigadas houve melhora nos dois grupos, sendo esta mais evidente no grupo experimental. Apenas uma variável (6,7%) apresentou valor significante no que se refere àdiferença entre os dois grupos na reavaliação. Em contrapartida, na comparação entre a avaliação e a reavaliação verificou-se valores significantes em sete variáveis (46,7%), sendo que em cinco (33,3%) a melhora foi mais evidente no grupo experimental. CONCLUSÃO: a associação da terapia fonoaudiológica com a Acupuntura foi mais eficaz no tratamento da paralisia facial periférica de Bell, na amostra estudada.<hr/>PURPOSE: to compare the efficacy of speech-language therapy and acupuncture associated with speech-language therapy in patients with Bell's peripheral facial paralysis. METHODS: we referred 15 patients for speech-language therapy, of whom eight were randomly selected for speech-language therapy associated with acupuncture, making up the trial group. Both groups underwent an assessment, followed by treatment sessions and soon afterwards they were reassessed by an external examiner. Data were analyzed by hypothesis testing with a significance level of 5%. RESULTS: the median number of sessions was 12.0 for the control group and 5.5 for the trial group (p = 0.007), and all members of the latter were discharged from therapy. From the ten variables related to mobility, four (40.0%) showed significant improvement in the control group and seven (70.0%) in the trial group. Regarding tone, from the eleven variables there was improvement in seven (63.6%) in the group submitted only to speech-language therapy and in eleven (100.0%) in the group undergoing speech-language therapy associated with acupuncture. As for the 15 investigated facial measurements, there was an improvement in both groups, which was most evident in the trial group. Only one variable (6.7%) showed significant value in relation to the difference between the two groups in the reassessment. On the other hand, the comparison between the assessment and reassessment showed a significant variables in seven (46.7%), and in five (33.3%) the improvement was more evident in the trial group. CONCLUSION: the association of speech-language therapy with acupuncture was more effective in Bell' peripheral facial paralysis treatment, in the sample. <![CDATA[<b>Dysphonic voice and temporomandibular dysfunction</b>: <b>is there any relation?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: verificar se existe relação entre disfonia e disfunção temporomandibular (DTM). MÉTODOS: este estudo foi realizado com 21 indivíduos, do gênero feminino, com faixa etária variando entre 18 - 27 anos, que não referiram sintomas de DTM, antes de serem apresentados ao questionário de triagem e, após o mesmo terem apresentado pelo menos um sintoma. Foram excluídos os indivíduos que não concordaram com o termo da pesquisa, não concluíram o protocolo de coleta de dados e os que apresentaram história de traumas e/ou cirurgia de face. A seleção dos sujeitos ocorreu de forma não probabilística por conveniência, utilizando-se pacientes que foram submetidos à triagem da Clínica Prof. Jurandir Bóia Rocha da Faculdade de Fonoaudiologia de Alagoas apresentando como queixa alterações vocais, levando em consideração os critérios de inclusão. Foram realizadas as seguintes avaliações: Fonoaudiológica (perceptivo-auditiva da Voz e específica para DTM) e Odontológica. Após os dados obtidos serem caracterizados com a utilização de técnicas de estatística descritiva, foi aplicado o Teste de correlação bivariada. Os cálculos foram obtidos através do software SPSS, na versão 16.0. RESULTADOS: dos indivíduos com DTM: 46,15% (N=6) apresentaram qualidade de voz soprosa; 30,76% (N=4) articulação travada; 23,07% (N=3) loudness reduzida e 23,07% (N=3) com ressonância alterada. CONCLUSÃO: não houve correlação entre alterações vocais e disfunção temporomandibular, provavelmente devido ao número reduzido de sujeitos avaliados.<hr/>PURPOSE: to check whether there is a relationship between dysphonia and temporomandibular disorders (TDM). METHODS: this study was conducted with 21 individuals, females, with ages ranging from 18 - 27 years, who did not report TMD symptoms, before being submitted to the screening questionnaire and, after they had submitted at least one symptom. Subjects who did not complete the protocol for data collection and who had history of trauma and / or surgery of the face, were excluded from the study. The selection of the subjects occurred in a non-probabilistic form for convenience, using patients who underwent screening in the Clinic Prof. Jurandir Bóia Rocha of Faculdade de Fonoaudiologia of Alagoas, featuring vocal complaints, taking into account the inclusion criteria. The following assessments were carried out: Speech (perceptual Voice and specific TMD) and dental plan. After analyzing the data by using descriptive statistical techniques, we applied the bi-variation correlation test. The assessments were obtained using SPSS software, version 16.0. RESULTS: within the subjects with TMD: 46.15% (N = 6) had a breathy voice; 30.76% (N = 4) joint locked; 23.07% (N = 3) reduced loudness and 23.07 % (N = 3) with resonance changed. CONCLUSION: there was no correlation between vocal changes and temporomandibular dysfunction, probably due the number of evaluated subjects. <![CDATA[<b>Relation between the visual memory and the ortographic performance in the children attending the 2<sup>nd</sup> and 3<sup>rd</sup> years at the elementary school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: neste estudo procurou-se relacionar a memória visual ao desempenho ortográfico da escrita de crianças da 2ª e 3ª séries do ensino fundamental. MÉTODOS: foram analisadas 61 crianças de ambos os sexos, com idades variando entre 8 e 9 anos de idade. Avaliadas em sala de aula, pelas examinadoras, no 2º semestre do ano letivo de 2006, utilizando-se de três etapas distintas: Avaliação do ditado oral de palavras isoladas, Avaliação da leitura silenciosa de palavras isoladas e Análise da memória visual por meio da Figura Complexa de Rey. RESULTADOS: verificou-se que os erros ortográficos diminuem no ditado visual, quando comparado ao ditado oral; crianças que cometem mais erros ortográficos nos ditados têm pior desempenho na Figura Complexa de Rey; crianças de 3ª série possuem menor frequência de erros ortográficos e melhor desempenho em Figura Complexa de Rey, quando comparadas às crianças de 2ª série. CONCLUSÃO: a memória visual é fator importante no desenvolvimento ortográfico, levando a criança a compreender melhor a aquisição de regras ortográficas.<hr/>PURPOSE: in this relate the visual memory to orthographic performance of children's handwriting from 2nd and 3rd years of elementary school. METHODS: it was analyzed 61 children, male and female, with average age between 8 and 9 years old, were analyzed. The children were evaluated in classroom, by the examiner, during the 2nd semester of the school year, in 3 different stages: oral dictation valuation of isolated words, of silent reading valuation of isolated words and visual memory analysis through the Rey Complex Figure. RESULTS: it was noticed that orthographic mistakes reduces during visual dictation, when compared to oral dictation; children who make more orthographic mistakes during dictation, have worse performance on the Rey Complex Figure; children from 3rd year have less frequency of orthographic mistakes and better performance on the Rey Complex Figure, when compared to 2nd year children. CONCLUSION: visual memory is an important fact during orthographic development, helping children to understand better the acquisition of orthographic rules. <![CDATA[<b>The rapid serial naming in students with and without complaints of learning problems in public and private schools</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: investigar a nomeação seriada rápida em crianças de uma escola pública e uma privada, com e sem queixas de problemas escolares. MÉTODOS: participaram do estudo 137 crianças dos gêneros masculino e feminino, com idade entre 7 e 11 anos, da cidade de Belo Horizonte, matriculadas no ensino fundamental, entre o 2º e o 5º ano. Foi aplicado o Teste de Nomeação Automatizada Rápida (Rapid Automatized Naming - RAN) que avaliou o tempo gasto pelo participante para nomear uma série de estímulos visuais familiares: cores, letras, dígitos e objetos - o mais rápido possível. RESULTADOS: os resultados deste estudo evidenciaram que o desempenho de alunos de escola particular comparado ao de alunos de escola pública é superior e que há uma diferença estatisticamente significante entre sujeitos com queixas de problemas de aprendizagem comparado aos sem queixas. CCONCLUSÃO: o presente estudo sinaliza que a capacidade de nomeação seriada pode ser considerada como uma das habilidades fundamentais para o bom desempenho em leitura. Sendo assim, há necessidade de continuidade de pesquisas que estabeleçam a relação dessa habilidade da linguagem com outras habilidades de leitura e escrita para verificação do impacto direto da nomeação seriada rápida no processo de aprendizagem da leitura.<hr/>PURPOSE: to investigate rapid serial naming of children in a public and private school- with and without complaints of school problems. METHODS: 138 children of both genders took part in the study, with age ranging between 7 and 11 years, of the city of Belo Horizonte, fundamental teaching, between the 2nd and the 5th year. The Test of- Rapid Automated Naming - (RAN) was applied and we evaluated the time spend by the subject to name a series of family visual incentives: colors, letters, digits and objects - as fast as possible. RESULTS: the results of this study evidenced that the private school acting of students compared to that of the students in public school is superior and that there is a- significant statistical difference- among subjects with complaints of learning problems as compared to those without complaints. CONCLUSION: this study signals that the capacity of serial nomination can be considered as one of the fundamental abilities for the good acting in reading. So, there is a need for continuity of researches that will set up the relationship of the ability in the language with other reading- and writing abilities for checking the direct impact of the fast nomination in the process of reading learning. <![CDATA[<b>Comparative analysis of textual performance in student of fourth and fifth grade of elementary school with and without complaint of disabilities in writing language</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: comparar o desempenho na produção textual e a compreensão leitora de estudantes de quarta e quinta séries do ensino fundamental, com e sem queixa de dificuldades de linguagem escrita, relacionando-as às práticas de letramento experenciadas por esses estudantes. MÉTODOS: foram avaliados 21 pré-adolescentes, de quarta e quinta série de duas escolas públicas, com queixa de dificuldade de linguagem escrita e 21 controles da mesma sala de aula, quanto à produção textual, compreensão textual e práticas de letramento. As produções textuais foram avaliadas segundo o protocolo de níveis textuais. RESULTADOS: não há diferença estatística entre os grupos de estudo e controle, em ambas as séries, na habilidade de compreensão textual. Em relação à produção textual, na quarta série os itens que apresentaram diferença estatística foram: situacionalidade, aceitabilidade, repetição, progressão e intencionalidade. Já na quinta série, os itens alterados foram a aceitabilidade e a progressão. Todos os sujeitos apresentaram práticas de letramento insuficientes. CONCLUSÕES: houve diferença estatística entre o grupo controle e de estudo em algumas categorias textuais, sobretudo, aceitabilidade e progressão. De um modo geral, ambos os grupos apresentaram desempenhos textuais abaixo do esperado para sua escolaridade, fato que parece estar relacionado a práticas de letramento insuficientes, tanto na escola como no ambiente familiar.<hr/>PURPOSE: compare the textual performance of production and the reading comprehension of students in fourth and fifth grade of elementary school, with and without complaints of desabilities in the writing language, relating them with the practices of literacy experienced by these students. METHODS: 21 were assessed pre-adolescents in 4th and 5th grade of public schools,with complaint of desability in writing language and 21 controls in the same classroom, on the textual production, textual comprehension and practices of literacy. The textual productions were evaluated following the protocol of textual levels. RESULTS: there isn't statistical difference between the study groups and control in both grades in the ability textual understanding. Regarding the textual production in the 4th grade the items that showed changes were: situational, acceptability, repetition, progression, and intentionality. Already in the 5th grade, the items changed to acceptability and progress. All subjects had insufficient practice of literacy. CONCLUSION: there was a statistical difference between the control group and the study in some textual categories, particularly acceptability and progress. In general, both groups were lower than expected textual performance for your schooling, a fact that seems to be related to inadequate practices of literacy as much in the school as the family environment. <![CDATA[<b>Audiology in the community</b>: <b>experience report</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: caracterizar queixas, sintomas e fatores de risco relacionados à perda auditiva em crianças com suspeita de perda auditiva no Distrito Sanitário I do Recife/Brasil. MÉTODOS: relato de experiência de atuação fonoaudiológica em parceria com Agentes Comunitários de Saúde - ACS que foram capacitados sobre saúde auditiva para identificar crianças com queixas de audição. Foram realizadas visitas aos domicílios indicados e ao posto de saúde e entrevistadas 80 mães obtendo-se informações a respeito de 117 crianças de 0 a 7 anos. Para as análises dos dados foram privilegiadas informações sobre: queixas otológicas, audiológicas e fatores de risco para a audição. RESULTADOS: 35 crianças (29%) apresentaram uma ou mais queixas otológicas e/ou auditivas. Os dois principais sintomas otológicos referidos foram: otalgia (74,2%) e otorréia (34,2%). Os sintomas auditivos mais freqüentes foram: dificuldade de compreender o que os outros falam (25,7%) e diminuição da audição (20%). Com relação aos fatores de risco, verificou-se que 57 (48,7%) crianças possuíam um ou mais fatores, sendo eles: uso materno de álcool (59,6%) durante a gestação, antecedentes hereditários para a surdez (43,8%) e uso materno de drogas ilícitas (39,8%) durante a gestação. CONCLUSÃO: a otalgia foi o principal sintoma referido e a dificuldade de compreensão foi a queixa mais freqüente. Os fatores de risco mais importantes foram o uso materno de álcool e de drogas ilícitas como maconha e craque durante a gestação.<hr/>PURPOSE: To characterize complaints, symptoms and risk factors related to hearing loss in children with hearing loss suspicion in the Health I District in Recife/Brazil. METHODS: experience report on the participation of Community Health Agents-CHA, having being trained on hearing health, in order identify children with hearing complaints. Visits were made at the indicated homes and to the health center and 80 mothers were interviewed, getting up information on 117 children aged from 0 to 7 years. For the data analysis of were privileged information on: otologic and audiologic complaints, and hearing risk factors. RESULTS: 35 children (29%) had one or more otologic and / or hearing complaints. The two main symptoms were: otologic (74.2%) and otorrhea (34.2%) earache. The most frequent hearing symptoms were: difficulty in understanding other people talk (25.7%) and decreased hearing (20%). According to risk factors, we found in 57 (48.7%) children one or more factors, which are: maternal use of alcohol (59.6%), hereditary deafness background(43.8%) and maternal use of illicit drugs (39.8%) during pregnancy. CONCLUSION: the earache was the main identified symptom and the difficulty for understanding was the most frequent complaint. The most important risk factors were the use of alcohol and illicit drugs, such as marijuana and crack, during pregnancy. <![CDATA[<b>Teachers' knowledge about hearing loss and attitudes towards the inclusion</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVOS: verificar os conhecimentos dos professores sobre a perda auditiva, suas opiniões sobre a educação de alunos com esse tipo de privação sensorial e também conhecer suas atitudes frente à proposta da inclusão. MÉTODOS: participaram desta pesquisa quatro grupos de professores do ensino fundamental, com e sem experiência com aluno com perda auditiva. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram a Escala Lickert de Atitudes Sociais em Relação à Inclusão (ELASI) e um questionário. Comparações entre os resultados de diferentes grupos, por meio de provas estatísticas apropriadas, foram feitas, sempre que a natureza dos dados o recomendava. RESULTADOS: os professores de 1ª a 4ª séries, com e sem experiência com alunos com perda auditiva, apresentaram respostas semelhantes com referência às atitudes sociais acerca da inclusão, tanto na dimensão ideológica quanto na operacional. Professores de 5ª a 8ª séries, com e sem experiência com alunos com perda auditiva, apresentaram respostas semelhantes nos itens ideológicos, porém divergiram nos itens operacionais. Em relação aos conhecimentos, os grupos de professores com experiência não apresentaram conhecimentos diferenciados sobre aspectos relativos à perda auditiva, quando comparados com os grupos de professores sem experiência, e todos os grupos enfatizaram os aspectos comunicativos. CONCLUSÃO: a análise revela que os dados provenientes de diferentes instrumentos se complementam e sugerem que os professores são ideologicamente favoráveis à inclusão, entretanto, não têm conhecimentos suficientes para operacionalizar tal proposta.<hr/>PURPOSE: to check teachers' knowledge about hearing loss, their opinion about the students with this kind of sensorial privation and to know about their attitudes towards the inclusion proposal. METHODS: four groups of teachers from primary and secondary school, with and without experience with hearing loss students, took part in this research. The instruments utilized on this data were Lickert Scale of Attitudes toward Inclusion (ELASI) and a questionnaire, comparisons between different groups, by means of proper statistical tools, whenever the data features recommended it. RESULTS: the primary school teachers, with and without experience on hearing loss students, showed similar responses related to social attitudes about inclusion, both in under the ideological and operational dimension. The secondary school teachers, with and without experience, showed similar responses on the ideological items, however, they disagreed on the operational items. Related to the knowledge about hearing loss aspects, when compared with the group without experience and all groups emphasized the communicative aspects. CONCLUSION: the analysis revealed that different data collection procedures produced complementary data and suggested that teachers were ideologically favorable to inclusion, but they had not enough knowledge to make it feasible. <![CDATA[<b>Study of possible relationship between tinnitus and vertigo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: verificar a frequência e possível associação entre queixa de zumbido e vertigem. MÉTODOS: foram incluídos na pesquisa 50 sujeitos sem perda auditiva com ou sem vertigem, de ambos os gêneros com idade entre 45 a 64 anos, A queixa de zumbido e vertigem foi verificada através da anamnese audiológica padrão. RESULTADOS: pode-se verificar que não existe associação significativa entre queixa de zumbido e vertigem observada nos indivíduos avaliados. CONCLUSÃO: o estudo demonstrou que na amostra não houve associação significativa entre queixa de zumbido e vertigem.<hr/>PURPOSE: to check possible association and periodicity among of tinnitus complaint and vertigo. METHODS: 50 subjects without hearing loss with or with no vertigo, from both genders with age ranging from 45 to 64 years were included in the research. The tinnitus and vertigo complaint was verified through standard audiological history. RESULTS: no association between tinnitus and vertigo was found in these subjects. CONCLUSION: the results from this pilot study suggest no association between tinnitus complaint and vertigo. <![CDATA[<b>Relation between auditory processing abilities and neuropsychological process in teenagers</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: averiguar a existência de relações entre o desempenho em testes de processamento auditivo e em tarefas cognitivas. MÉTODOS: participaram 12 adolescentes com desenvolvimento típico, estudantes de terceiro ano do Ensino Médio de escolas privadas do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, examinados com uma bateria de testes de PA(C) e com o Instrumento de Avaliação Neuropsicológica Breve Neupsilin. Foram realizadas análises de correlação de Pearson e análises qualitativas intertestes para comparação do desempenho na avaliação do PA(C) e na avaliação neuropsicológica. RESULTADOS: da bateria de testes PA(C), os Testes SSI - MCI - Teste de Sentenças Sintéticas com mensagem competitiva ipsilateral, SSW - Teste de Dissílabos Alternados e o teste Dicóticos de Dígitos apresentaram correlação forte significativa positiva (coeficiente de correlação de Pearson) com os subtestes do Neupsilin: atenção - contagem inversa, percepção de faces, linguagem oral automática e repetição, memória verbal episódica e memória de trabalho - span auditivo de palavras em sentenças. Alguns testes do PA(C) apresentaram maior frequência de dissociações com subtestes neuropsicológicos. As correlações encontradas indicam que os testes de PA(C) e as tarefas neuropsicológicas parecem examinar algumas habilidades cognitivas subjacentes em comum. As dissociações observadas sugerem que os processamentos auditivo e neuropsicológico são relativamente independentes e a análise intertestes do desempenho dos participantes na avaliação do PA(C), comparada ao desempenho na avaliação neuropsicológica, confirma os resultados encontrados para as questões anteriores. CONCLUSÃO: ressalta-se a necessidade de se pensar o contexto da administração dos testes de PA(C), considerando-se a relação de complementaridade da avaliação neuropsicológica e do exame de processamento auditivo.<hr/>PURPOSE: to check if there is a relation between the performance in auditory processing tests and in cognitive tasks. METHODS: the sample was made up by 12 teenagers in typical development, all of them high-school students (third year) in private schools from Rio Grande do Sul, Brazil. They were evaluated through an auditory processing battery as well as with the Brazilian Brief Neuropsychological Assessment Battery NEUPSILIN. Data analyses included Person's correlation and qualitative interests interpretation towards a comparison of the performance in (C)AP's battery and in the neuropsychological assessment. RESULTS: regarding (C)AP's battery, SSI - MCI - Synthetic Sentence Test with ipsilateral competitive message, SSW - Test of Alternated Disyllables and Digit Dicotics tests showed a significant strong positive correlation with NEUPSILIN's subtests that follows: attention - reverse counting, face perception, oral language - automated language and repetition, episodic verbal memory and working memory - auditory word span in sentences. Some (C)AP's tests presented a greater frequency of dissociation when compared to neuropsychological tasks. Correlation index suggest that (C)AP's tests and neuropsychological tasks seem to evaluate some common basic cognitive abilities. The observed dissociation suggest that auditory and neuropsychological processing are partially independent on each other. The interests analysis confirms these results. CONCLUSION: there is a need to rethink about the administration of (C)AP's tests, when it comes to the addition relation between neuropsychological assessment and auditory processing examination. <![CDATA[<b>Evaluating auditory abilities in children with learning disabilities</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: comparar o desempenho na Avaliação Simplificada do Processamento Auditivo (ASPA) e no Pediatric Speech Intelligibility Test (PSI), de crianças com alteração de Aprendizagem da Leitura e Escrita e sem este tipo de alteração. MÉTODOS: participaram da pesquisa 28 crianças na faixa etária de 8 a 12 anos, do sexo masculino e feminino. Os participantes foram submetidos ao Teste de Desempenho Escolar (TDE) para a categorização dos grupos de estudo e controle, e, para avaliação das habilidades auditivas foram aplicados a ASPA e o Teste PSI. RESULTADOS: não foi observada associação estatisticamente significante entre o desempenho nos testes de Processamento Auditivo (PA) e o grupo com dificuldades de aprendizagem, apesar de ter sido verificada maior frequência de alterações no grupo de estudo em relação ao grupo controle, em todos os testes. Na ASPA, o teste em que se observou maior número de alterações foi o Teste de Memória Sequencial Verbal, contudo, o Teste de Memória Sequencial Não-verbal foi o que mostrou maior diferença entre os grupos. CONCLUSÃO: Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes no desempenho na Avaliação Simplificada do Processamento Auditivo (ASPA) e no Pediatric Speech Intelligibility Test (PSI), das crianças com alteração de Aprendizagem da Leitura e Escrita e sem alteração.<hr/>PURPOSE: to compare performance of children with or without alterations in reading and writing skills acquisition in the Simplified Auditory Processing Test (SAPT) and the Pediatric Speech Intelligibility (PSI) tests. METHODS: twenty-eight female and male children aged 8-12 took part in this study. The subjects did the Academic Achievement Test (TDE) in order to be placed in the study group or control group and, for the assessment of hearing abilities, they took the SAPT and the PSI tests. RESULTS: no statistically significant association was found between performances in tests for hearing processing and the group with learning problems although alterations were observed in the study group more frequently than in the control group in all tests. In SAPT, the test which detected more alterations was the test for verbal Sequential Memory; however, the Nonverbal Sequential Memory test was the one which showed more differences between the groups. CONCLUSION: no statistically significant association between performances were found both by the HPSA and the PSI tests in children with or without alterations in reading and writing skills acquisition. <![CDATA[<b>Quality of life and voice after radiotherapy</b>: <b>speech therapy repercussions</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400017&lng=en&nrm=iso&tlng=en TEMA: o tratamento radioterápico do câncer de cabeça e pescoço tem mostrado resultados importantes no controle da doença quando neoadjuvante ou mesmo concomitante à quimioterapia. Pesquisas apontam um aumento da sobrevida após 5 anos de tratamento do câncer de laringe, o que torna necessário e justifica os esforços realizados na reabilitação da comunicação dos pacientes, e destaca a presença do profissional de Fonoaudiologia na equipe de radioterapia. OBJETIVO: descrever as seqüelas com repercussão fonoaudiológica, tais como alterações na qualidade vocal e na qualidade de vida, associadas ao tratamento proposto para tumores de cabeça e pescoço, em especial aquelas originadas após a radioterapia. CONCLUSÃO: Várias seqüelas, agudas e crônicas, como rouquidão, odinofagia e afonia, que envolvem dificuldades na comunicação oral e/ou deglutição dos pacientes após o tratamento radioterápico em cabeça e pescoço, interfere de maneira direta na comunicação, deglutição e qualidade de vida dos pacientes. Os profissionais envolvidos no tratamento desse câncer, dentre eles o fonoaudiólogo, através do conhecimento sobre o tratamento e as fragilidades terapêuticas que comprometem a qualidade vocal e qualidade de vida desses pacientes, busca contribuir no processo de recuperação minimizando os danos causados pela doença e melhorando a condição de saúde do indivíduo.<hr/>BACKGROUND: radiotherapy for head and neck cancer has been important for disease control, both as neo-adjuvant and concomitant to chemotherapy. 5-year survival rates after larynx cancer have increased, justifying the efforts towards rehabilitation of patients` communication and highlighting the importance of the speech-language pathologist in the radiotherapy team. New scientific and therapeutic breakthroughs have turned organ preservation into a strong ally in head and neck cancer treatment. PURPOSE: to show the speech-language-related sequelae, such as changes in vocal and life quality, related to treatment for head and neck tumors, especially those arising after radiotherapy. CONCLUSION: many acute and chronic sequelae, such as hoarseness, odinophagy and aphony, involving difficulties in oral communication and/or swallowing in patients after neck and head radiotherapy treatment, interfering with communication, swallowing, and life quality of patients in a direct manner. The professionals involved with the treatment of this cancer, with the speech-language pathologist among them, through the knowledge on the treatment and its therapeutic weaknesses that jeopardize the vocal quality and life quality of those patients, seek to contribute in the recovery process in order to minimize damages caused by the disease and improving the individual's health condition. <![CDATA[<b>Hearing health, the human immunodeficiency virus and the acquired immunodeficiency syndrome</b>: <b>a review</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400018&lng=en&nrm=iso&tlng=en TEMA: a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA/AIDS) é causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH/HIV), e resulta numa imunidade reduzida, o que torna o indivíduo mais susceptível a doenças e infecções oportunistas. Com o avanço da doença as estruturas do sistema auditivo central podem ser comprometidas pela ação direta do vírus ou decorrente de infecções secundárias e neoplasias. O portador do HIV/AIDS pode também se tornar mais vulnerável a outras patologias do ouvido. OBJETIVO: o objetivo desta revisão foi exploratório, visando identificar os possíveis pontos de interseção entre distúrbios auditivos e a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Realizou-se uma revisão da literatura sobre a saúde auditiva dos portadores de HIV/AIDS e foi discutido o impacto potencial de patologias auditivas na qualidade de vida. CONCLUSÃO: a literatura sugere que várias possiveis associações existam entre os distúrbios auditivos e a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida e o Vírus da Imunodeficiência Humana. Profissionais de saúde, inclusive aqueles dos serviços públicos no Brasil, deveriam examinar a necessidade de iniciativas de saúde auditiva dirigida aos portadores de HIV/AIDS para prevenir patologias auditivas ou reduzir seu impacto na qualidade de vida.<hr/>BACKGROUND: Acquired Immunodeficiency Syndrome (or Acquired immune deficiency syndrome or AIDS) is caused by the Human Immunodeficiency Virus (HIV) and results in reduced immunity, leaving affected individuals more susceptible to illness and opportunistic infections. As the disease progresses, structures within the central auditory system can be affected either by the direct action of the virus or as a consequence of secondary infections. Other areas of the auditory system may also be more vulnerable to pathology in people living with HIV or AIDS. PURPOSE: the goal of this review was exploratory, to identify possible points of intersection between auditory disorders and Acquired Immune Deficiency Syndrome. This paper reports the results of a literature review on auditory disorders associated with HIV and AIDS and discusses the potential impact of ear pathologies among HIV/AIDSinfected populations. CONCLUSION: literature suggests several possible types of association between auditory disorders and the Acquired Immune Deficiency Syndrome and the Human Immunodeficiency Virus, and that people with HIV/AIDS may require hearing care interventions. Health professionals, including those from the Brazilian public health system, should examine the need for hearing-related services among HIV/AIDS patients in order to reduce the impact of the disease on daily life activities and prevent insofar, further auditory deterioration. <![CDATA[<b>Surface electromyography in national journals in speech, language and hearing sciences</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400019&lng=en&nrm=iso&tlng=en TEMA: eletromiografia de superfície nos periódicos nacionais em Fonoaudiologia. OBJETIVO: caracterizar a abordagem da eletromiografia de superfície nos periódicos nacionais em Fonoaudiologia. CONCLUSÃO: poucos estudos abordam a eletromiografia de superfície nos periódicos nacionais em Fonoaudiologia, com maior concentração nas áreas de motricidade orofacial e fluência revelando uma maior necessidade de aprofundar esse assunto e diversificar os temas de interesse fonoaudiológico.<hr/>THEME: surface electromyography in national journals in Speech, Language and Hearing Sciences. PURPOSE: to characterize the approach of surface electromyography in national journals in Speech, Language and Hearing Sciences. CONCLUSIONS: there are few studies about the surface electromyography in national journals in Speech, Language and Hearing Sciences, but most pertain to the Orofacial Motricity and Fluency areas. There seems to be a need to develop this subject and to diversify the topics referring to Speech-Language Pathology interest. <![CDATA[<b>Language intervention in the Kabuki syndrome</b>: <b>case report</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400020&lng=en&nrm=iso&tlng=en TEMA: este trabalho teve como objetivo descrever o processo de intervenção fonoaudiológica em um caso de síndrome de Kabuki, com ênfase na terapia de linguagem. PROCEDIMENTOS: trata-se de relato de caso de uma criança de seis anos e seis meses de idade, gênero feminino, com diagnóstico de síndrome de Kabuki, que realizou terapia fonoaudiológica durante três anos em uma clínica-escola. Foi realizada análise documental dos dados do prontuário relativos à anamnese, avaliação e relatórios terapêuticos fonoaudiológicos, exames e avaliações multidisciplinares. Aos três anos e cinco meses, a criança passou por avaliação fonoaudiológica e apresentou, como histórico, características típicas da síndrome de Kabuki: alteração cardíaca, episódios de pneumonia, otite média secretora recorrente, alterações ortopédicas e crises convulsivas. Na avaliação fonoaudiológica, apresentou tempo de atenção auditiva e visual reduzido, dificuldade de compreensão oral, comunicação por meio de poucos gestos e vocalizações e problemas de comportamento. RESULTADOS: o processo terapêutico teve como objetivo principal promover o desenvolvimento da linguagem com ênfase na interação social por meio de atividades lúdicas, orientação familiar e escolar. Foi observada melhora na compreensão e emissão oral, no contato social e manutenção da atenção. CONCLUSÃO: este estudo permitiu divulgar o percurso de atuação fonoaudiológica na síndrome de Kabuki, do processo diagnóstico à terapia de linguagem. Verificou-se que a terapia foi eficaz no que se refere às habilidades comunicativas e de interação social. Esses dados podem contribuir para elucidar lacunas existentes na literatura acerca da terapia fonoaudiológica na síndrome em questão e subsidiar intervenções clínicas nesses casos.<hr/>BACKGROUND: this study aimed at describing the language intervention process in a Kabuki syndrome case, emphasizing the language therapy. PROCEDURES: this is a report of a six and a half year-old girl, diagnosed with Kabuki syndrome, who attended language therapy for three years at a clinical school. The documental analysis of the medical register form was made, concerning interview evaluation and language therapeutic reports, examination and multidisciplinary evaluations. When the child was three years and five months old, she went through language evaluation and showed typical characteristics of Kabuki syndrome: cardiac alterations, pneumonia, recurrent secretory otitis media, orthopedic alterations and convulsion crises. For the language evaluation, she presented a reduced period of hearing and visual attention, impaired oral comprehension, communication through only a few gestures and sounds and also behavioral problems. RESULTS: the therapeutic process aimed to promote language development emphasizing social interaction through ludic activities, and a familiar and scholar follow-up. An improvement was observed for comprehension and oral language, social interaction and attention steadiness. CONCLUSION: this study allowed the trajectory disclosure of language development concerning the Kabuki syndrome, from the diagnosis to the language therapy. It was observed that the therapy was effective concerning communication abilities and social interaction. These data may contribute to clarify some aspects in the literature towards the language therapy for the cited syndrome and also suggest clinical interventions for these cases. <![CDATA[<b>Hearing abilities and analysis in an oralized hearing-impaired child with HIV</b>: <b>a case study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462010000400021&lng=en&nrm=iso&tlng=en TEMA: habilidades auditivas em criança portadora de Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). PROCEDIMENTOS: se a perda de audição não for detectada precocemente, assim como a sua etiologia, a criança terá muitos prejuízos no desenvolvimento da linguagem. Um fator que vem aumentando os índices de deficiência auditiva é a grande dose de medicamentos que os portadores de Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) devem ingerir para o controle da doença. Durante o processo de desenvolvimento da audição, o indivíduo passa pela aquisição das habilidades auditivas, que ocorrem em diferentes etapas do processo terapêutico, sendo elas: detecção, discriminação, reconhecimento auditivo introdutório, reconhecimento auditivo avançado e compreensão. Com o objetivo descrever e caracterizar as habilidades auditivas presentes em uma criança com perda auditiva inserida na abordagem oral, a pesquisa foi caracterizada como relato de caso. A criança fazia uso de dispositivo auditivo e frequentava atendimento fonoaudiológico na Clínica de Fonoaudiologia da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina, em estágio supervisionado em audiologia educacional. Para coleta de dados foram filmadas quatro sessões de fonoterapia, visando a observação da presença ou ausência das habilidades auditivas. RESULTADOS: verificou-se que as habilidades auditivas de detecção, discriminação e reconhecimento auditivo introdutório estão presentes no indivíduo da pesquisa e as habilidades auditivas de reconhecimento auditivo avançado e compreensão estão em etapa de desenvolvimento, e, portanto, ausentes. CONCLUSÃO: o desenvolvimento das habilidades auditivas é imprescindível para a aquisição da linguagem oral do deficiente auditivo.<hr/>BACKGROUND: hearing abilities of HIV carrier child. PROCEDURES: children are likely to have several deficits in language development if hearing loss, as well as its etiology, has not been precociously detected. High doses of drugs taken by HIV carriers in order to control the disease have been responsible for increasing hearing impairment levels. During the process of hearing development, an individual passes through acquisition of auditory skills, which occurs in different steps of the therapeutic process, as follows: detection, discrimination, introductory identification, advanced identification and comprehension. This research is a case report, which aims to describe and characterize auditory skills in a hearing-impaired child. The child was a hearing device user and attended Speech-language therapy at the clinic located in the Estácio de Sá University Campus, in Educational Audiology supervised apprenticeship. Four speech therapy sessions were filmed for data collection, with the objective of observing presence or absence of auditory skills. RESULTS: auditory detection skills, discrimination and introductory identification were found in the individual. Advanced identification and comprehension were found in development stage, thus, they were absent. CONCLUSION: the development of auditory skills is crucial to oral language acquisition by the hearing impaired.