Scielo RSS <![CDATA[Revista CEFAC]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-184620180003&lang=pt vol. 20 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Orofacial motricity in temporomandibular dysfunctions: an integrative approach to interdisciplinary intervention]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300265&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to describe the speech-language therapist role in the interdisciplinary team in the intervention of Orofacial motricity in the temporomandibular dysfunction documented in scientific publications. Methods: the search was conducted in well-known databases using the following terms or terminological associations: Temporomandibular dysfunction (TMD), stomatognathic system and TMD, Mastication, Speech and TMD. Interventions related to voice or temporomandibular joint indemnity were not included. Results: the interventions indicated in the scientific publications are described, giving an account of the role of the speech pathologist in the TMD intervention team. Conclusion: the therapist’s intervention in Orofacial Motricity restores the stomatognathic system by addressing its functions. An isolated treatment approach from professionals overlooks the relationship of interdependence between function and structure. An appeal for an integrated and interdisciplinary work model, setting it free from the traditional fragmentary and multidisciplinary model, is made.<hr/>RESUMO Objetivo: describir el rol fonoaudiológico en el equipo interdisciplinario para la intervención de la motricidad orofacial en la disfunción temporomandibular documentado en publicaciones científicas. Métodos: la búsqueda se realizó en reconocidas bases datos usando los siguientes términos o asociaciones terminológicas: disfunción temporomandibular; Disfunción Temporo Mandibular; sistema estomatognático y Disfunción Temporo Mandibular; masticación, habla y Disfunción Temporo Mandibular. Se descartaron las intervenciones relacionadas con voz o indemnidad de Articulación Temporo Mandibular. Resultados: se describen las intervenciones señaladas en las publicaciones científicas, dando cuenta del rol del fonoaudiólogo en el equipo de intervención de la Disfunción Temporo Mandibular. Conclusión: la intervención fonoaudiológica en Motricidad Orofacial restablece la estructura abordando sus funciones. Un enfoque de tratamiento aislado de los profesionales desestima la relación de interdependencia entre función y estructura. Se aboga por una modalidad de trabajo integradora e interdisciplinaria, descartando la tradicional modalidad fragmentaria y multidisciplinar. <![CDATA[Estimulação fonoaudiológica da linguagem em crianças com síndrome de Down]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300271&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to analyze the contributions of speech-language therapy to the language development of children with Down syndrome (DS). Methods: eleven children with DS participated in the research. The children were between zero and five years of age, of both genders and attending a university extension project involving eight therapy sessions following stimulation guidelines. Children were evaluated before and after speech-language stimulation. The stimulation guidelines were based on the following aspects of language development: coordination of sensorimotor schema, constitution of object permanence, gestural/body imitation, imitation of utterances, deferred imitation and use of symbolic schema, communicative intent, receptive vocabulary and expressive vocabulary: words and phrases. The study was approved by the Research Ethics Committee of the institution. Data were analyzed quantitatively. Results: there were significant differences in the pre- and post-speech-language intervention in the following skills parameters: gestural/body imitation, imitation of utterances, deferred imitation and use of symbolic schema, communicative intent and receptive vocabulary. Conclusion: early stimulation of linguistic and cognitive aspects is important in the development of children with DS, as evidenced by the immediate development of speech-language skills in children after the intervention.<hr/>RESUMO Objetivo: analisar as contribuições da intervenção fonoaudiológica para o desenvolvimento da linguagem em crianças com síndrome de Down (SD). Métodos: os participantes da pesquisa foram 11 crianças com SD, entre zero a cinco anos de idade de ambos os sexos, que foram atendidos em um projeto de extensão universitária, durante oito sessões terapêuticas pautadas em diretrizes de estimulação. Antes e após a estimulação fonoaudiológica foi realizada a avaliação das crianças. As diretrizes de estimulação contemplavam os seguintes aspectos do desenvolvimento da linguagem: coordenação dos esquemas sensório-motores; constituição da permanência do objeto; imitação gestual/corporal; imitação de produções orais; imitação diferida e uso de esquema simbólico; intenção comunicativa; vocabulário receptivo e vocabulário expressivo: palavras e frases. O trabalho foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa da instituição de origem. Os dados foram analisados quantitativamente. Resultados: houve diferença estatística nos resultados pré e pós-intervenção fonoaudiológica em habilidades dos parâmetros de: imitação gestual/corporal, imitação de produções orais, imitação diferida e uso de esquema simbólico, intenção comunicativa e vocabulário receptivo. Conclusão: a estimulação precoce de aspectos linguísticos e cognitivos é importante no desenvolvimento da criança com SD, como observado na evolução terapêutica imediata da crianças após a intervenção fonoaudiológica. <![CDATA[Efeito imediato do atraso da retroalimentação auditiva nas disfluências típicas da gagueira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300281&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to describe the immediate effects of delayed auditory feedback on stuttering-like disfluencies in people who stutter. Methods: a cross-sectional and experimental study. The effect of delayed auditory feedback was analyzed in thirty individuals, from eight to 46 years old, diagnosed with persistent developmental stuttering. Participants should present at least 3% of stuttering-like disfluencies and mild stuttering according to the Stuttering Severity Instrument. The following procedures were used: audiological evaluation, fluency evaluation in two listening situations - with Non-altered and delayed auditory feedback - and the Stuttering Severity Instrument. The Fono Tools software was used to cause the delay effect. Data analysis was performed using pertinent statistical tests. Results: there was no decrease in most stuttering-like disfluencies. There was a statistically significant reduction in word repetition and flow of syllables per minute. Conclusion: the delay in auditory feedback caused, as an immediate effect, the reduction of word repetition and speech rate, in syllables per minute.<hr/>RESUMO Objetivo: descrever os efeitos imediatos do atraso na retroalimentação auditiva sobre as disfluências típicas da gagueira, em indivíduos com gagueira. Métodos: estudo transversal e experimental. Foram analisados trinta indivíduos, de oito a 46 anos, diagnosticados com gagueira do desenvolvimento persistente. Os participantes deveriam apresentar, no mínimo, 3% de disfluências típicas da gagueira e gagueira leve de acordo com o Instrumento de Gravidade da Gagueira. Os procedimentos realizados foram: avaliação audiológica, avaliação da fluência em duas situações de escuta - com retroalimentação auditiva habitual e atrasada - e o Instrumento de Gravidade da Gagueira. O software Fono Tools foi utilizado para provocar o efeito de atraso. A análise dos dados foi realizada por meio da aplicação de testes estatísticos pertinentes. Resultados: não houve diminuição da maioria das disfluências típicas da gagueira. Houve redução estatisticamente significante das repetições de palavras e do fluxo de sílabas por minuto. Conclusão: o atraso na retroalimentação auditiva ocasionou como efeito imediato a redução das repetições de palavras e da taxa de articulação em sílabas por minuto. <![CDATA[Validação do protocolo de avaliação neurofuncional para Comunicação Alternativa e Ampliada]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300291&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to validate the neurofunctional evaluation for Alternative and Augmented Communication protocol. Methods: the study was carried out in four steps: instrument construction, literature review, clinical validation and evaluation of the protocol by field experts, through an interactive questionnaire which was repeatedly applied, until the last set of responses was regarded as satisfactory. In addition, clinical evaluations were performed by applying the protocol in children and adolescents with motor impairment in a clinical trial. Results: statistical analysis of the protocol application in the therapeutic setting showed the Kappa indices for each observer with an overall mean of 0.436 (moderate agreement), besides the agreement among experts in content evaluation. Conclusion: agreement between the evaluators, specialists and the protocol clinical application results allowed choosing and implementing an alternative communication resource appropriate to the neuromuscular characteristics of the patient, providing a low cost access, as well as the quick identification of the motor skills that enabled the speech-language therapy.<hr/>RESUMO Objetivo: validar o protocolo de avaliação neurofuncional para Comunicação Alternativa e Ampliada. Métodos: o estudo foi realizado em quatro fases: construção do instrumento, revisão de literatura e validação clínica e avaliação do protocolo por especialistas na área a partir de um questionário interativo que circulou repetidas vezes por um grupo de especialistas até que a resposta da última rodada foi considerada de nível satisfatório de concordância, além disso, foram realizadas avaliações clínicas mediante aplicação do protocolo em crianças e adolescentes com deficiência motora em um ensaio clínico. Resultados: a análise estatística da aplicação do protocolo no setting terapêutico tem os índices Kappa para cada observador com média geral de 0,436 (concordância moderada), além do consenso entre especialistas na avaliação de conteúdo. Conclusão: a concordância entre os aplicadores e especialistas e a aplicação clínica seguindo o protocolo desenvolvido permitiu a escolha e implementação de um recurso de comunicação alternativa mais apropriado às características neuromusculares do paciente, proporcionando acesso de baixo custo, bem como permitiu identificar rapidamente as habilidades motoras que possibilitaram a intervenção fonoaudiológica. <![CDATA[Efeitos de um programa de reabilitação vestibular em trabalhadores no ambiente de trabalho: estudo piloto]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300304&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to verify the effect of a vestibular rehabilitation program on workers with dizziness from the Division of Nutrition and Dietetics at a University Hospital. Methods: a total of 13 employees between 42 and 65 years of age participated, of whom, 1 was male, and 12, females. They were evaluated before and after the vestibular rehabilitation program using the Dizziness Handicap Inventory, Work Ability Index and Visual Analog Scale. The program was conducted in groups at the workplace. Statistical analysis was performed using the analysis of variance test for paired factors and the chi-square test. Results: in the pre- and post-vestibular rehabilitation comparison, significant differences were found in the Dizziness Handicap Inventory and Visual Analogue Scale scores. In the qualitative analysis of the Work Ability Index, an increase was observed in the number of workers who considered their ability to work to have improved. Conclusion: vestibular rehabilitation conducted in groups and in the working environment was effective in improving dizziness complaint in workers at the Division of Nutrition and Dietetics. It is believed that the positive experience of this program may be extended to other areas.<hr/>RESUMO Objetivo:verificar o efeito de um programa de reabilitação vestibular em trabalhadores com tonturas da Divisão de Nutrição e Dietética de um Hospital Universitário. Métodos: participaram 13 trabalhadores, um do sexo masculino e 12 do feminino, com idades entre 42 e 65 anos. Todos foram avaliados pré e pós programa de reabilitação vestibular por meio do Dizziness Handicap Inventory, Índice de Capacidade para o Trabalho e Escala Visual Analógica. O programa foi realizado em grupos no local de trabalho. Na análise estatística foram utilizados o teste análise de variância para um fator pareado e o Qui-quadrado. Resultados: na comparação pré e pós reabilitação vestibular foram verificadas diferenças significantes na pontuação do Dizziness Handicap Inventory e da Escala Visual Analógica. Na análise qualitativa do Índice de Capacidade para o Trabalho observou-se aumento do número de trabalhadores que passaram a considerar melhor sua capacidade para o trabalho. Conclusão: a reabilitação vestibular realizada em grupos e no próprio ambiente de trabalho mostrou-se efetiva para a melhora na queixa de tontura nos trabalhadores da Divisão de Nutrição e Dietética. Acredita-se que a experiência positiva deste programa possa ser estendida para outros setores. <![CDATA[Therapeutic approaches for deaf children at intervention centers in Chile’s metropolitan region: access to health and education]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300313&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Aim: to characterize the health or education centers that work with deaf children from an early age. Methods: a survey of those in charge of centers for people with hearing loss (N=5), special schools for the deaf (N=3) and hospitals in which therapeutic intervention for people with hearing impairments (N=6) was carried out in Santiago, Chile in 2014. It consulted the characteristics of the people attended, the intervention method used at each center and information about the professionals making up each team of workers. In addition, information was compiled about whether the institution had inclusion programmes for normal or special education. Results: the majority of the institutions indicated that they had an oral focus or a variation on this. Only one used the bilingual intercultural model and another indicated that did not use oral models. The results varied concerning access to education and even to professionals, at centers of the same kind. Conclusion: the majority of the institutions indicated that they worked using the oral intervention methodology, providing fewer options for the early inclusion of bilingual intercultural education or other intervention methodologies.<hr/>RESUMEN Objetivo: caracterizar a los centros de Salud o Educación que trabajan con niños sordos a temprana edad. Métodos: se ejecutó un cuestionario a encargados de centros de atención de personas con hipoacusia(N=5), escuelas especiales de sordos (N=3) y hospitales en los que se realizaba intervención terapéutica en personas con discapacidad auditiva (N=6) en Santiago, Chile, durante 2014. Se consultó sobre características de usuarios atendidos, método de intervención adscrito en cada centro, e información de profesionales que conformaban cada equipo de trabajo. Además, se recogió información acerca de si la institución contaba con programas de inclusión en educación regular o especial. Resultados: las instituciones mayoritariamente declararon seguir un enfoque oral o variantes de este. Sólo uno adscribe al modelo intercultural bilingüe, y otro señala no considerar modelos orales. Existe variabilidad de resultados en torno a acceso a la educación y profesionales incluso en centros del mismo tipo. Concusión: la mayoría de las instituciones expresó trabajar bajo la metodología de intervención oral, dejando pocas opciones a la inserción temprana de educación intercultural bilingüe u otra metodología de intervención. <![CDATA[Audiometria de Reforço Visual e Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável em crianças com e sem comprometimento condutivo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300324&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Purpose: to compare the findings of minimum levels of answers through air and bone conductions between the Visual Reinforcement Audiometry and the Steady-State Auditory Evoked Potential in infants from six to twelve months, with and without conductive disorder. Methods: sixty children aged six to twelve months were evaluated, 30 presenting conductive disorder, and 30 not presenting it. Children with malformation in the external auditory meatus with neurological alteration and / or genetic syndrome were excluded, as well as patients with sensorineural or mixed hearing loss. The infants were subjected to Visual Reinforcement Audiometry and Steady-State Auditory Evoked Potential evaluation through air and bone conduction on the same day. The results of both assessments were compared and correlated. Results: in the comparison through air conduction, for the group without conductive disorder of the medium ear, the minimum levels of response for 500 and 1000Hz were lower (better thresholds) for Steady-State Auditory Evoked Potential in both ears, and through bone conduction were very similar in all frequencies. Concerning the infants that present conductive disorder, the responses through air conduction were better in all frequencies evaluated when obtained via Steady-State Auditory Evoked Potential test. Through bone conduction, the results were very similar for both groups. Conclusion: it was possible to compare the findings to the minimum levels of response through air and bone conductions between the Visual Reinforcement Audiometry and the Steady-State Auditory Evoked Potential, being that the comparison for bone conduction in both groups presents an equivalence in the results, being very similar. In addition, for the air conduction, in the control group, there was proximity of responses of some frequencies, while the values for the Steady-State Auditory Evoked Potential test were better than the behavioral responses in the conductive disorder group.<hr/>RESUMO Objetivo: comparar os níveis mínimos de resposta por via aérea e via óssea entre a Audiometria de Reforço Visual e o Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável nas crianças de seis a 12 meses, com e sem comprometimento condutivo. Métodos: foram avaliadas 60 crianças de seis a doze meses, sendo 30 com e 30 sem comprometimento condutivo. Foram excluídas crianças com má formação no meato acústico externo, com alteração neurológica e/ou síndrome genética, além de portadores de perda auditiva neurossensorial ou mista. As crianças foram submetidas à Audiometria de Reforço Visual e Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável por via aérea e via óssea no mesmo dia. Os resultados das duas avaliações foram comparados e correlacionados entre si. Resultados: na comparação por via aérea para o grupo sem comprometimento de orelha média os níveis mínimos de resposta para 500 e 1000Hz foram menores (melhores limiares) para o Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável em ambas as orelhas e por via óssea foram muito similares em todas as frequências. Para as crianças com comprometimento condutivo, as respostas por via aérea foram melhores para todas as frequências avaliadas quando obtidas por meio do Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável. Por via óssea foram muito similares para ambos os grupos. Conclusão: foi possível comparar os achados para os níveis mínimos de resposta por via aérea e via óssea entre a Audiometria de Reforço Visual e o Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável, sendo que a comparação para a via óssea em ambos os grupos, traz uma equivalência nos valores, sendo estes muito similares. Ainda, para a via aérea, no grupo controle, houve valores aproximados entre as respostas de algumas frequências, enquanto que no grupo com comprometimento condutivo os valores do Potencial Evocado Auditivo de Estado Estável foram melhores que as respostas comportamentais em todas as frequências pesquisadas. <![CDATA[Identificação de fatores de risco em bebês participantes de um programa de <em>Follow-up</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300333&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Purpose: to identify the main health risk factors of infants participating in a follow-up program. Methods: a longitudinal prospective study conducted with 540 high-risk infants observed in the follow-up clinic of the Hospital Materno Infantil in Goiânia in the State of Goiás, Brazil. All biological data of the infants from birth, prenatal, and postnatal periods were collected through assessment sessions with their mothers and medical chart reviews. Data were analyzed through binary logistic regression to identify the highest-risk variables for the infants’ health. Results: in a predictive analysis, the findings showed that neonatal risk was statistically associated with a lower Apgar score at the fifth minute of life, male infants, and longer hospital stay. Infants with increased neonatal risk were more likely to show alterations identified in cranial ultrasound examinations. Moreover, the longer hospital stay was related to mixed breastfeeding after discharge. Conclusion: the main risk factors for the health of high-risk infants in the follow-up program were: low Apgar score at the fifth minute; male sex; longer hospital stay; alterations detected in transfontanellar ultrasound; and mixed feeding after discharge.<hr/>RESUMO Objetivo: identificar os principais fatores de risco para a saúde dos bebês participantes de um programa de Follow-up. Métodos: estudo longitudinal-prospectivo, realizado com 540 bebês de risco acompanhados no Ambulatório de Follow-up do Hospital Materno Infantil de Goiânia, GO. Todos os dados biológicos do pré-natal, nascimento e pós-natal dos bebês foram coletados por meio de avaliação com as mães e consultas aos prontuários. Os dados coletados foram analisados por meio de regressão logística binária para a identificação das variáveis de maior risco para a saúde do bebê. Resultados: na análise preditiva, os achados revelaram que o risco neonatal foi associado estatisticamente com menor Apgar no quinto minuto, gênero masculino, maior tempo de internação hospitalar. Bebês com maior risco neonatal tiveram mais chance de apresentar alterações no exame de ultrassom de crânio. Além disso, o maior tempo de internação do recém-nascido esteve relacionado com aleitamento misto após a alta hospitalar. Conclusões: os principais fatores de risco para a saúde dos bebês de risco participantes de follow-up foram baixo Apgar no quinto minuto, gênero masculino, maior tempo de internação, presença de alterações no ultrassom transfontanela e aleitamento misto após a alta hospitalar. <![CDATA[Influência do trabalho multiprofissional na produção do cuidado e acesso na atenção primária à saúde]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300342&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to analyze how the work of four family health teams, in Brazilian Midwest and South regions, influences the capacity of the services in guaranteeing access. Methods: this is a descriptive study with a qualitative approach. Results: the results were systematized in nine elements, namely: (I) formation/ Knowledge of standards; (II) experience; (III) affinity of professionals with a particular theme, grievance or group of people; (IV) professional satisfaction; (V) workload; (VI) management and organization of the work process (VII) teamwork; (VIII) actions carried out with the participation of the community and; (IX) respect for the autonomy of people and different knowledge and cultures. Conclusion: the identified elements related to the individual issues, the organization of the service and the relationship and participation of the community in the actions of the health unit should be considered both in the training of new health workers and in the formulation of public policies.<hr/>RESUMO Objetivo: analisar de que maneira o trabalho de quatro equipes de saúde da família, nas regiões Centro-oeste e Sul, influencia a capacidade dos serviços em assegurar acesso. Métodos: trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa. Resultados: os resultados foram sistematizados em nove elementos, a saber: (I) formação/domínio das normas; (II) experiência; (III) afinidade dos profissionais com determinado tema, agravo ou grupo de pessoas; (IV) satisfação profissional; (V) carga de trabalho; (VI) gestão e organização do processo de trabalho (VII) trabalho em equipe; (VIII) ações realizadas com a participação da comunidade e; (IX) respeito a autonomia das pessoas e aos diferentes saberes e culturas. Conclusão: os elementos identificados se relacionam às questões individuais, de organização do serviço e da relação e participação da comunidade nas ações da unidade. Os mesmos são inter-relacionados e devem ser considerados tanto na formação dos novos trabalhadores de saúde quanto na formulação das políticas públicas. <![CDATA[Fonoaudiologia na Atenção Básica no Brasil: análise da oferta e estimativa do déficit, 2005-2015]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300353&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to investigate the evolution and estimate the shortage of Speech, Language and Hearing professionals in Primary Health Care between 2005 and 2015. Methods: a mixed ecological study using data from the National Registry of Health Facilities and the Primary Health Care Information System. A descriptive analysis regarding the evolution of the number of professionals working in Primary Health Care over this period, in Brazilian states and regions, was conducted. The ratio of professionals per 100,000 inhabitants for the years 2005, 2010 and 2015, and the shortages in 2015, were estimated. Results: in 2005, there were 1,717 professionals working in Primary Health Care, that is, one per 100,000 inhabitants. In 2015, there were 4,124, increasing to 2.1/100,000. In 2015, the shortage in supply was 55.1%, varying widely across the states. Conclusion: the shortage in supply is equivalent to an absence of Speech, Language and Hearing service coverage within Primary Health Care for more than half of the Brazilian population. It is worth noting that a conservative parameter was adopted to conduct this estimate. The results suggest a process of consolidation for the inclusion of Speech, Language and Hearing professionals within Primary Health Care, however, still characterized by insufficient and unequal supply across the nation.<hr/>RESUMO Objetivo: investigar a evolução e estimar o déficit da oferta da Fonoaudiologia na Atenção Básica entre 2005-2015. Métodos: neste estudo ecológico misto, foram utilizados dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos em Saúde e do Sistema de Informação da Atenção Básica para análise descritiva da evolução do número de fonoaudiólogos na Atenção Básica, por Unidade da Federação e região. Foi estimada a razão de fonoaudiólogos por 100.000 habitantes para os anos de 2005, 2010 e 2015 e o déficit da oferta desses profissionais em 2015. Resultados: em 2005 havia 1.717 fonoaudiólogos na Atenção Básica, correspondendo à oferta de um profissional por 100.000 habitantes. Em 2015, havia 4.124 fonoaudiólogos, elevando a oferta para 2,1/100.000. Identificou-se déficit de 55,1% na oferta de fonoaudiólogos em 2015, variando entre as Unidades da Federação. Conclusão: o déficit da oferta equivale à ausência de cobertura dos serviços em Fonoaudiologia na Atenção Básica para mais da metade da população brasileira. Deve-se ressaltar que para essa estimativa, um parâmetro conservador foi adotado como pressuposto. Os resultados sugerem um processo de consolidação da inserção do fonoaudiólogo na Atenção Básica, porém ainda caracterizado por uma oferta insuficiente e desigual no território nacional. <![CDATA[Comunicação social e independência funcional em idosos de comunidade coberta pela estratégia saúde da família]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300363&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Purpose: to analyze the association between social communication and independence for the Daily Living Instrumental Activities of elderly people residing in a territory assisted by the Family Health Strategy. Methods: a sectional study was conducted, with elderly ≥ 60 years. Data collection was performed through the application of a socioeconomic and demographic questionnaire and protocols for the evaluation of functional independence and social communication. Functional independence was assessed through the scale of instrumental activities of daily living; And the media, through the media domain of the ASHA FACTS protocol. Data were analyzed through descriptive statistics and logistic regression. Results: 123 elderly, in the average age of 68 years (Standard Deviation=7 years), the majority being females (72, 4%) and dependent (64, 2%), were evaluated. Most elderly with insufficient social communication had functional dependence (70,9%). After control by sociodemographic variables, the social communication remained significantly associated with the functional dependency for the instrumental activities of everyday life (Odds Ratio=2.45; p=0.04). Conclusion: elderly people presented with insufficient communication show twice as much the chance of having functional dependence for the Daily Living Instrumental Activities scale, as compared to elderly people with sufficient social communication. Knowledge of such an association can contribute to improving the care and quality of life of this population.<hr/>RESUMO Objetivo: analisar a associação entre a comunicação social e a independência para as Atividades Instrumentais de Vida Diária em idosos residentes em um território coberto pela Estratégia Saúde da Família. Métodos: foi realizado um estudo seccional, com idosos ≥ 60 anos. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário socioeconômico e demográfico. A independência funcional foi avaliada por meio da escala de atividades instrumentais de vida diária; e a comunicação social, por meio do domínio da comunicação social do protocolo ASHA FACTS. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e regressão logística. Resultados: foram avaliados 123 idosos, com média de idade de 68 anos (Desvio Padrão=7 anos), destes a maioria foram do sexo feminino (72,4%) e dependentes (64,2%). A maioria dos idosos com comunicação social insuficiente apresentou dependência funcional (70,9%). Após controle pelas variáveis sociodemográficas, a comunicação social manteve-se associada significantemente com a dependência funcional para as atividades instrumentais de vida diária (Odds Ratio=2,45; p=0,04). Conclusão: idosos com comunicação social insuficiente apresentam mais que o dobro de chance de ter dependência funcional para as Atividades Instrumentais de Vida Diária, em comparação com idosos com comunicação social suficiente. O conhecimento desta associação pode contribuir para a melhoria do cuidado e qualidade de vida dessa população. <![CDATA[Perfil de participação em atividades vocais e estratégias de enfrentamento da disfonia em pacientes com câncer de laringe tratados com radioterapia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300374&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Purpose: to verify the vocal activity participation and the dysphonia coping strategies of subjects with laryngeal cancer treated with radiotherapy. Methods: a cross-sectional trial involving 17 individuals with laryngeal cancer treated only by radiotherapy with vocal complaints after radiotherapy management. A sociodemographic questionnaire, the Brazilian versions of Voice Activity and Participation Profile and Voice Disability Coping Questionnaire protocols were applied. Results: there was a prevalence of male participants (n=16) and the mean age was 62 years. All were former smokers and 15 were former drinkers. Voice Activity and Participation Profile in mean scores was: overall,141.2, self-perception of vocal problem, 6.2, effect at work, 19.1, effects on daily communication, 60.5, effects on media, 20.1, and effects on their emotional, 36.7. In Voice Disability Coping Questionnaire mean scores were: overall,71.7, focusing on problem, 33, and focusing on emotion, 38.9. Conclusion: the participants had high Voice Activity and Participation Profile scores as compared to the literature scores considered for dysphonic individuals in general, and activity with effects on daily communication was the most affected. Voice Disability Coping Questionnaire demonstrates that these patients adopt dysphonia coping strategies with greater focus on emotion.<hr/>RESUMO Objetivo: traçar o perfil de participação em atividades vocais e verificar as formas de estratégias de enfrentamento da disfonia de pacientes com câncer de laringe irradiados. Métodos: estudo transversal com a participação de 17 pacientes com câncer de laringe tratados por meio de radioterapia exclusiva com queixa vocal pós-tratamento. Foram aplicados um questionário sociodemográfico e os protocolos Perfil de Participação em Atividades Vocais e o Protocolo de Estratégias de Enfrentamento da Disfonia. Resultados: houve prevalência do sexo masculino (16) e a média de idade foi de 62 anos. Todos eram ex-tabagistas e 15 eram ex-etilistas. No Perfil de Participação em Atividades Vocais os escores médios encontrados foram: total 141,2; autopercepção do problema vocal 6,2; efeitos no trabalho 19,1; efeitos na comunicação diária 60,5; efeitos na comunicação social 20,1; efeitos na sua emoção 36,7. No Protocolo de Estratégias de Enfrentamento da Disfonia os escores médios foram: total 71,7; com enfoque no problema 33; com enfoque na emoção 38,9. Conclusão: os pacientes apresentam escores elevados do Perfil de Participação em Atividades Vocais quando comparado aos escores descritos na literatura considerados para pacientes disfônicos em geral, sendo que a atividade com efeitos na comunicação diária é a mais afetada. O Protocolo de Estratégias de Enfrentamento da Disfonia demonstra que esses pacientes utilizam estratégias de enfrentamento da disfonia com maior enfoque na emoção. <![CDATA[Influência do modelo da seringa nos resultados do teste de fluxo para líquidos proposto pela <em>International Dysphagia Diet Standardisation Initiative</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300382&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Objective: to investigate whether two different syringes yield different results in the International Dysphagia Diet Standardization Initiative (IDDSI) flow test to evaluate liquid consistency. Methods: two 10-mL syringes (Bencton and Dickinson, manufactured in the United States, and Saldanha Rodrigues, manufactured in Brazil) were compared. Flow rate of water added with food thickener (maltodextrin, xanthan gum and potassium chloride) at three concentrations, and of barium sulfate at three concentrations was measured immediately after preparation and at 8 hours and 24 hours thereafter. Results: flow rate of both water and barium sulfate was higher with the Bencton and Dickinson syringe, with discrepancies between the two syringes in the classification of fluid consistency according to the IDDI framework. Conclusion: in the evaluation of the consistency of liquids by the IDDSI flow test, a Bencton and Dickinson syringe should be used, following the recommendations of the IDDSI group.<hr/>RESUMO Objetivo: investigar se duas seringas diferentes provocam resultados diferentes do teste de avaliação da consistência de líquidos proposto pela International Dysphagia Diet Standardisation Initiative (IDDSI flowtest). Métodos: foram comparadas duas seringas de 10 ml (Bencton e Dickinson, fabricada nos Estados Unidos, e Saldanha Rodrigues, fabricada no Brasil). Foi medido, imediatamente após o preparo, eapós 8 horas e 24 horas, o fluxo de água com espessante alimentar (maltodextrin, goma xantana e cloreto de potássio) em três concentrações, e sulfato de bário em três concentrações. Resultados: o fluxo foi maior com a seringa Bencton e Dickinson, para a água e sulfato de bário, com discordâncias na classificação descritas pela International Dysphagia Diet Standardisation Initiative. Conclusão: na avaliação da consistência de líquidos pelo método descrito pela International Dysphagia Diet Standardisation Initiative deve ser seguida a orientação preconizada pelo grupo, tendo como instrumento a seringa Bencton e Dickinson. <![CDATA[Estudos clínicos de intervenção em motricidade orofacial: análise metodológica de investigações brasileiras]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300388&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Purpose: to evaluate the methodological quality of clinical trials published in Brazilian journals. Methods: four trained independent researchers conducted a systematic literature search of all Brazilian speech therapy-related journals over the last ten years, whether the journals were active or inactive. All journal volumes published during that period were selected, and each researcher conducted an individual analysis to identify articles that focused primarily on orofacial motricity. The tools used were the Downs and Black Quality Checklist and the Jadad scale. Results: after the studies were selected and categorized, the final sample comprised six articles, all of which were classified as clinical trials. The observed methodological limitations included a lack of sample planning, randomization and blinding. Mean scores of 16.3 points on the Downs and Black Quality Checklist and 2.3 on the Jadad scale were obtained. Conclusion: the randomized controlled trials in the area of orofacial motricity are scarce in Brazilian literature, suggesting that studies in this area adopting this research design should be expanded and their quality should be improved to promote clinical practice based on scientific evidence.<hr/>RESUMO Objetivo: objetivou-se avaliar a qualidade metodológica dos ensaios clínicos publicados em periódicos brasileiros. Métodos: trata-se de uma pesquisa bibliográfica sistemática. Participaram quatro pesquisadores independentes treinados que realizaram um levantamento dos últimos 10 anos em todos os periódicos nacionais da área da Fonoaudiologia, ativos ou inativos. Para tanto, foram selecionados todos os volumes desse período de tempo e cada pesquisador realizou análise individual a fim de identificar estudos que tinham o principal objeto de estudo enquadrado na Motricidade Orofacial. Foram utilizados os seguintes instrumentos Downs and Black Quality Checklist e escala de Jadad. Resultados: após a seleção e categorização dos estudos, a amostra final desta pesquisa foi composta por 6 artigos classificados como ensaios clínicos. Dentre as limitações metodológicas observadas destacam-se a ausência de plano amostral, randomização e cegamento. Identificou-se uma média de 16,3 pontos para o Downs and Black Quality Checklist e 2,3 para escala de Jadad. Conclusão: conclui-se que a literatura brasileira é escassa de ensaios clínicos controlados randomizados na área de motricidade orofacial, sugerindo ampliação e qualificação das investigações que adotam esse delineamento de pesquisa, promovendo, dessa forma, uma prática clínica baseada em evidência científica. <![CDATA[Hiperplasia do processo coronóide da mandíbula: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-18462018000300400&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Coronoid Process Hyperplasia is a rare condition characterized by the increase in size of a histologically normal bone. It can be confused with Temporomandibular Joint Dysfunction, due to the presence of major signs/symptoms, including the limitation of mouth opening, pain, and facial asymmetry. Although several theories have been proposed, the etiology remains unknown. The recommended treatment is mandibular coronoidectomy. In the present study, the importance of computed tomography to reach the proper diagnosis and the surgical treatment plan is demonstrated.<hr/>RESUMO A hiperplasia do processo coronóide é uma condição rara caracterizada pelo aumento de tamanho de um osso histologicamente normal. É comumente confundida com a Disfunção da Articulação Temporomandibular por apresentar como principais sinais/ sintomas a limitação da abertura bucal, dor e assimetria facial. Sua etiologia ainda é desconhecida e várias teorias têm sido propostas. O tratamento de escolha é a coronoidectomia mandibular. Nesse trabalho a proposta é demonstrar a importância da tomografia computadorizada para o diagnóstico e para o plano de tratamento cirúrgico.