Scielo RSS <![CDATA[Sao Paulo Medical Journal]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-318020170001&lang=pt vol. 135 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Áreas verdes, ar puro e saúde cardiovascular na cidade de São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Associação entre asma e hormônios sexuais femininos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: The relationship between sex hormones and asthma has been evaluated in several studies. The aim of this review article was to investigate the association between asthma and female sex hormones, under different conditions (premenstrual asthma, use of oral contraceptives, menopause, hormone replacement therapy and pregnancy). DESIGN AND SETTING: Narrative review of the medical literature, Universidade Federal do Tocantins (UFT) and Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). METHODS: We searched the CAPES journal portal, a Brazilian platform that provides access to articles in the MEDLINE, PubMed, SciELO, and LILACS databases. The following keywords were used based on Medical Subject Headings: asthma, sex hormones, women and use of oral contraceptives. RESULTS: The associations between sex hormones and asthma remain obscure. In adults, asthma is more common in women than in men. In addition, mortality due to asthma is significantly higher among females. The immune system is influenced by sex hormones: either because progesterone stimulates progesterone-induced blocking factor and Th2 cytokines or because contraceptives derived from progesterone and estrogen stimulate the transcription factor GATA-3. CONCLUSIONS: The associations between asthma and female sex hormones remain obscure. We speculate that estrogen fluctuations are responsible for asthma exacerbations that occur in women. Because of the anti-inflammatory action of estrogen, it decreases TNF-α production, interferon-γ expression and NK cell activity. We suggest that further studies that highlight the underlying physiopathological mechanisms contributing towards these interactions should be conducted.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: A relação entre os hormônios sexuais e a asma tem sido investigada em diversos estudos. Esta revisão tem como objetivo descrever a relação entre hormônios sexuais (endógenos e exógenos) e a inflamação nas vias aéreas, especialmente na asma, em eventos diferentes (na asma pré-menstrual, durante o uso de anticoncepcionais, na menopausa, no uso de terapia hormonal e na gestação). TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Revisão narrativa da literatura médica, Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). MÉTODO: Pesquisamos o Portal de Periódicos Capes, uma plataforma brasileira que fornece acesso a artigos nas bases de dados MEDLINE, PubMed, SciELO e LILACS. Os descritores utilizados foram asma, hormônios sexuais, mulheres e uso de anticoncepcionais, com base no "Medical Subject Headings". RESULTADOS: As associações entre hormônios sexuais e asma ainda permanecem obscuras. Em adultos, a asma é mais frequente em mulheres do que em homens. Além disso, a mortalidade por asma é significativamente maior no sexo feminino, destacando-se que o sistema imunológico sofre influência de hormônios sexuais, seja porque a progesterona estimula o fator bloqueador induzido pela progesterona e citocinas Th2 ou porque contraceptivos derivados de progesterona e estrógeno estimulam o fator de transcrição GATA-3. CONCLUSÕES: A associação entre asma e hormônios sexuais femininos permanece obscura. Nós especulamos que as flutuações do estrogênio são responsáveis pelas exacerbações da asma que ocorrem nas mulheres. Devido à ação anti-inflamatória do estrogênio há redução da produção de TNF-α, da expressão do interferon-γ e da atividade das células NK. Sugerimos que sejam realizados novos estudos para esclarecer os mecanismos fisiopatológicos dessas interações. <![CDATA[Disponibilidade de antídotos no município de Campinas, São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: The lack of availability of antidotes in emergency services is a worldwide concern. The aim of the present study was to evaluate the availability of antidotes used for treating poisoning in Campinas (SP). DESIGN AND SETTING: This was a cross-sectional study of emergency services in Campinas, conducted in 2010-2012. METHODS: The availability, amount in stock, place of storage and access time for 26 antidotal treatments was investigated. In the hospitals, the availability of at least one complete treatment for a 70 kg adult over the first 24 hours of admission was evaluated based on stock and access recommendations contained in two international guidelines. RESULTS: 14 out of 17 functioning emergency services participated in the study, comprising pre-hospital services such as the public emergency ambulance service (SAMU; n = 1) and public emergency rooms for admissions lasting ≤ 24 hours (UPAs; n = 3), and 10 hospitals with emergency services. Six antidotes (atropine, sodium bicarbonate, diazepam, Phytomenadione, flumazenil and calcium gluconate) were stocked in all the services, followed by 13 units that also stocked activated charcoal, naloxone and diphenhydramine or biperiden. No service stocked all of the recommended antidotes; only the regional Poison Control Center had stocks close to recommended (22/26 antidotal treatments). The 10 hospitals had almost half of the antidotes for starting treatments, but only one quarter of the antidotes was present with stocks sufficient for providing treatment for 24 hours. CONCLUSION: The stock of antidotes for attending poisoning emergencies in the municipality of Campinas is incomplete and needs to be improved.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: A carência de disponibilidade de antídotos nas salas de emergência é uma preocupação mundial. O objetivo foi avaliar a disponibilidade de antídotos usados no tratamento de pacientes intoxicados no município de Campinas (SP). TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Trata-se de estudo transversal de serviços de emergência de Campinas, realizado de 2010-2012. MÉTODOS: A disponibilidade, quantidade estocada, local de armazenamento e tempo de acesso a 26 tratamentos antidotais foi investigada. Nos hospitais, foi avaliada também a disponibilidade de pelo menos um tratamento complete para um adulto de 70 kg nas primeiras 24 horas da admissão, com base em recomendações de estoques e acesso contidas em duas diretrizes internacionais. RESULTADOS: 14 dentre 17 serviços de emergência em funcionamento participaram do estudo, que incluiu serviços pré-hospitalares, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU, n = 1) e três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs, internação limitada até 24 horas), além de 10 hospitais com emergência. Seis antídotos (atropina, bicarbonate de sódio, diazepam, fitomenadiona, flumazenil e gluconate de cálcio) estavam estocados em todos os serviços, seguidos de 13 que também estocavam carvão ativado, naloxona, difenidramina ou biperideno. Nenhum serviço tinha estoque de todos os antídotos recomendados; somente o Centro de Controle de Intoxicações regional tinha estoque próximo ao perfil recomendado (22/26 opções terapêuticas). Os 10 hospitais tinham quase metade dos antídotos necessários para iniciar tratamento, mas somente um quarto dos antídotos estava em estoques suficientes para oferecer tratamento por 24 horas. CONCLUSÃO: O estoque de antídotos para atendimento de emergências toxicológicas no município de Campinas é incompleto e deve ser melhorado. <![CDATA[Desempenho acadêmico de alunos que se submeteram a tratamento psiquiátrico no serviço de saúde mental para estudantes de uma universidade brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: University students are generally at the typical age of onset of mental disorders that may affect their academic performance. We aimed to characterize the university students attended by psychiatrists at the students’ mental health service (SAPPE) and to compare their academic performance with that of non-patient students. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study based on review of medical files and survey of academic data at a Brazilian public university. METHODS: Files of 1,237 students attended by psychiatrists at SAPPE from 2004 to 2011 were reviewed. Their academic performance coefficient (APC) and status as of July 2015 were compared to those of a control group of 2,579 non-patient students matched by gender, course and year of enrolment. RESULTS: 37% of the patients had had psychiatric treatment and 4.5% had made suicide attempts before being attended at SAPPE. Depression (39.1%) and anxiety disorders/phobias (33.2%) were the most frequent diagnoses. Severe mental disorders such as psychotic disorders (3.7%) and bipolar disorder (1.9%) were less frequent. Compared with non-patients, the mean APC among the undergraduate patients was slightly lower (0.63; standard deviation, SD: 0.26; versus 0.64; SD: 0.28; P = 0.025), but their course completion rates were higher and course abandonment rates were lower. Regarding postgraduate students, patients and non-patients had similar completion rates, but patients had greater incidence of discharge for poor performance and lower dropout rates. CONCLUSION: Despite the inclusion of socially vulnerable people with severe mental disorders, the group of patients had similar academic performance, and in some aspects better, than, that of non-patients.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: Estudantes universitários geralmente estão na faixa etária típica do início de transtornos mentais que podem afetar seu desempenho acadêmico. Tivemos como objetivos caracterizar os estudantes atendidos por psiquiatras em serviço universitário de saúde mental para alunos (SAPPE) e comparar seu desempenho acadêmico com o de alunos não pacientes. DESENHO E LOCAL: Estudo transversal baseado em revisão de prontuários e levantamento de dados acadêmicos em uma universidade pública brasileira. MÉTODOS: Prontuários de 1.237 estudantes assistidos por psiquiatras do SAPPE entre 2004 e 2011 foram revisados. Seu coeficiente de rendimento (CR) e status acadêmicos em julho de 2015 foram levantados e comparados aos de um grupo de controle com 2.579 alunos não pacientes, pareados por sexo, curso e ano de matrícula. RESULTADOS: 37% dos pacientes tiveram acompanhamento psiquiátrico e 4,5% fizeram tentativas de suicídio prévios ao atendimento pelo serviço. Os diagnósticos mais frequentes foram depressão (39,1%) e transtornos fóbico-ansiosos (33,2%). Transtornos mentais graves, como o psicótico (3,7%) e o bipolar (1,9%), foram menos frequentes. Entre os pacientes dos cursos de graduação, o CR médio foi levemente inferior (0,63; desvio padrão, DP: 0,26; versus 0,64; DP: 0,28; P = 0,025) que o de não pacientes, mas suas taxas de conclusão do curso foram maiores e as de evasão, menores. Na pós-graduação, as taxas de conclusão foram semelhantes, mas pacientes tiveram maior frequência de desligamento por baixo desempenho acadêmico e menor de desistência. CONCLUSÃO: Mesmo incluindo pessoas socialmente vulneráveis e com transtornos mentais graves, o grupo de pacientes teve desempenho acadêmico semelhante e, em alguns aspectos melhor, do que o de não pacientes. <![CDATA[O papel da exposição ambiental do tabaco e infecção pelo <em>Helicobacter pylori</em> no risco de amigdalite crônica em crianças]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100029&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: Helicobacter pylori (H. pylori) is a chronic infectious pathogen with high prevalence. This study investigated the interaction between environmental tobacco exposure and H. pylori infection on the incidence of chronic tonsillitis in Chinese children. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study performed in an outpatient clinic in China. METHODS: Pediatric patients with chronic tonsillitis were enrolled. H. pylori infection was determined according to the presence of H. pylori CagA IgG antibodies. Serum cotinine levels and environmental tobacco smoke (ETS) exposure were determined for all participants. RESULTS: There was no significant difference in H. pylori infection between the children with chronic tonsillitis and children free of disease, but there was a significant difference in ETS between the two groups (P = 0.011). We next studied the association between ETS and chronic tonsillitis based on H. pylori infection status. In the patients with H. pylori infection, there was a significant difference in ETS distribution between the chronic tonsillitis and control groups (P = 0.022). Taking the participants without ETS as the reference, multivariate logistic regression analysis showed that those with high ETS had higher susceptibility to chronic tonsillitis (adjusted OR = 2.33; 95% CI: 1.67-3.25; adjusted P &lt; 0.001). However, among those without H. pylori infection, ETS did not predispose towards chronic tonsillitis. CONCLUSION: Our findings suggest that tobacco exposure should be a putative mediator risk factor to chronic tonsillitis among children with H. pylori infection.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: Helicobacter pylori (H. pylori) é um patógeno infeccioso crônico com alta prevalência. Este estudo investigou a interação entre exposição à fumaça ambiental do tabaco (FAT) e infecção pelo H. pylori sobre a incidência de amigdalite crônica em crianças chinesas. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal desenvolvido num ambulatório na China. MÉTODOS: Pacientes pediátricos com amigdalite crônica foram recrutados. A infecção por H. pylori foi determinada segundo a presença de anticorpos H. pylori CagA IgG. Foi determinado o nível de cotinina sérica e exposição à FAT de todos os participantes. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre crianças com amigdalite crônica na infecção por H. pylori e sem amidalite, mas existia diferença significativa na FAT entre os dois grupos (P = 0,011). Em seguida, estudamos a associação entre FAT e amigdalite crônica com base no status de infecção por H. pylori. Nos pacientes com infecção por H. pylori, houve diferença significativa na distribuição de FAT entre os grupos de amigdalite crônica e controle (P = 0,022). Tomando os participantes sem FAT como referência, a análise de regressão logística multivariada mostrou que aqueles com alta FAT tinha maior susceptibilidade à amigdalite crônica (OR ajustado IC = 2,33, 95%: 1,67-3,25, ajustado P &lt; 0,001). No entanto, naqueles sem infecção por H. pylori, a FAT não predispôs a amigdalite crônica. CONCLUSÃO: Nossos achados sugerem que a exposição ao tabaco é um fator de risco para amigdalite crônica em crianças com infecção por H. pylori. <![CDATA[Morar perto da área portuária está associado à inatividade física e comportamento sedentário]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100034&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: The impact of the port of Santos, Brazil, on the population’s health is unknown. We aimed to evaluate the association between living near the port area and physical inactivity and sedentary behavior. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study developed at a university laboratory and a diagnostic clinic. METHODS: 553 healthy adults were selected and their level of physical activity in daily life was assessed using accelerometers. Multiple linear and logistic regressions were performed using physical inactivity and sedentary behavior as the outcomes and living near the port area as the main risk factor, with adjustments for the main confounders. RESULTS: Among all the participants, 15% were resident near the port area. They took 699 steps/day and presented, weekly, 2.4% more sedentary physical activity, 2.0% less time in standing position and 0.9% more time lying down than residents of other regions. Additionally, living near the port area increased the risk of physical inactivity by 2.50 times and the risk of higher amounts of sedentary behavior (≥ 10 hours/day) by 1.32 times. CONCLUSION: Living near the port of Santos is associated with physical inactivity and higher sedentary behavior among adults, regardless of confounders. The reasons for this association should be investigated in longitudinal studies.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVOS: O impacto do porto de Santos, no Brasil, sobre a saúde da população é desconhecido. Nosso objetivo foi avaliar a associação entre viver nas proximidades da área portuária e a inatividade física e comportamento sedentário. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal desenvolvido em laboratório universitário e em uma clínica de diagnósticos. MÉTODOS: Foram selecionados 553 adultos saudáveis e seu nível de atividade física na vida diária foi avaliado usando acelerômetros. Foi realizada regressão linear múltipla e logística usando a inatividade física e o comportamento sedentário como desfechos e morar perto da área portuária como o fator de risco principal, ajustando para os principais confundidores. RESULTADOS: Entre todos os participantes, 15% residiam na área portuária. Estes deram 699 passos/dia a menos e apresentaram, por semana, 2,4% da atividade física mais sedentária, 2,0% menos tempo em pé e passaram 0,9% mais tempo deitados do que os residentes das demais regiões. Além disso, morar nas proximidades da área portuária aumentou o risco de inatividade física em 2,5 vezes, assim como o risco de maior comportamento sedentário (≥ 10 horas/dia) em 1,32 vezes. CONCLUSÃO: Morar perto do porto de Santos tem associação com a inatividade física, assim como o aumento do comportamento sedentário em adultos, independentemente de fatores de confusão. As razões para tal associação devem ser investigadas em estudos longitudinais. <![CDATA[Eficácia da aspirina na profilaxia da enxaqueca: uma revisão sistemática]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100042&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: Many researchers have suggested that aspirin prevents migraines. However, the evidence is unclear. The aim of this study was to analyze the available evidence on the effect of aspirin as a migraine prophylactic. DESIGN AND SETTING: Systematic review, conducted at the Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brazil, and at the University of São Paulo, Brazil. METHODS: We performed electronic searches in the databases of MEDLINE/PubMed, Embase, WEB OF SCIENCE, the World Health Organization, CENTRAL and OpenGrey, and we also searched manually for interventional studies published before April 2016 that compared the effects of aspirin with a control, in adults. Two authors independently extracted data on the publication, population recruited, intervention (aspirin dosage, follow-up and combined treatment) and main outcomes (frequency, severity and duration of migraine). We evaluated the quality of the studies using the Cochrane risk-of-bias tool. RESULTS: Our search retrieved 1,098 references, of which 8 met the selection criteria for this systematic review. The total population was 28,326 participants (18-64 years old); most (96%) were men. The dosage varied from 50 to 650 mg/day across the studies. The risk of bias was generally low or unclear. The only outcome for which most of the studies included (6/8) reported a significant reduction was frequency of migraine, which was reduced at an aspirin dosage of at least 325 mg/day. CONCLUSION: Aspirin can reduce the frequency of migraines. However, the optimal dosage is unclear.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: Muitos pesquisadores têm sugerido que a aspirina previne enxaquecas. No entanto, a evidência não é clara. O objetivo deste estudo foi analisar as evidências disponíveis para os efeitos da aspirina como um profilático da enxaqueca. DESENHO E LOCAL: Revisão sistemática, realizada na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil, bem como na Universidade de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Foram realizadas buscas eletrônicas nas bases de dados MEDLINE/PubMed, Embase, WEB OF SCIENCE, Organização Mundial de Saúde, CENTRAL e OpenGrey. Nós buscamos manualmente estudos de intervenção publicados antes de abril de 2016, comparando efeitos da aspirina com um controle em adultos. Dois autores extraíram independentemente os dados de publicação, população recrutada, intervenção (dose de aspirina, acompanhamento e tratamento combinado) e os resultados principais (frequência, gravidade e duração da enxaqueca). Foi avaliada a qualidade dos estudos com a ferramenta da Cochrane para risco de viés. RESULTADOS: A nossa busca recuperou 1.098 referências, das quais 8 preencheram os critérios de seleção para esta revisão sistemática. A população total foi de 28,326 participantes (18-64 anos); a maioria (96%) de homens. A dosagem variou entre 50 a 650 mg/dia em todos os estudos. O risco de viés foi geralmente baixo ou pouco claro. O único desfecho para o qual a maioria dos estudos incluídos (6/8) relatou redução significativa foi a frequência de enxaqueca, que foi reduzida com uma dose de aspirina de pelo menos 325 mg/dia. CONCLUSÃO: A aspirina pode reduzir a frequência das enxaquecas; no entanto, a dosagem ideal não é clara. <![CDATA[Cintura aumentada combinada a triglicerídeos elevados (fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica) e HDL-colesterol elevado em pacientes com insuficiência cardíaca]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100050&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: The association of serum triglycerides plus waist circumference seems to be a good marker of cardiovascular risk and has been named the “hypertriglyceridemic waist” phenotype. The aim of our study was to investigate the association between the hypertriglyceridemic waist phenotype and HDL-cholesterol among patients with heart failure. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study in a tertiary-level hospital in southern Brazil. METHODS: We included patients with heart failure aged &gt; 40 years. Anthropometric assessment (weight, height, waist and hip circumferences) was performed; body mass index (BMI) and waist-hip ratio were calculated and lipid measurements (serum total cholesterol, LDL-cholesterol, HDL-cholesterol and triglycerides) were collected. In men and women, respectively, waist circumference ≥ 94 cm and ≥ 80 cm, and triglycerides ≥ 150 mg/dl were considered abnormal and were used to identify the hypertriglyceridemic waist phenotype. Analyses of covariance were used to evaluate possible associations between levels of HDL-cholesterol and the hypertriglyceridemic waist phenotype, according to sex. RESULTS: 112 participants were included, of whom 62.5% were men. The mean age was 61.8 ± 12.3 years and the mean ejection fraction was 40.1 ± 14.7%. Men and woman presented mean HDL-cholesterol of 40.5 ± 14.6 and 40.9 ± 12.7 mg/dl, respectively. The prevalence of the hypertriglyceridemic waist phenotype was 25%. There was a significant difference in mean HDL-cholesterol between men with and without the hypertriglyceridemic waist phenotype (32.8 ± 14.2 versus 42.1 ± 13.7 mg/dl respectively; P = 0.04), even after adjustment for age, body mass index, type 2 diabetes mellitus, use of statins and heart failure etiology. CONCLUSIONS: The hypertriglyceridemic waist phenotype is significantly associated with lower HDL-cholesterol levels in men with heart failure.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: A associação de triglicerídeos séricos e circunferência da cintura parece ser um bom marcador de risco cardiovascular e é denominada fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica. O objetivo do estudo foi avaliar a associação entre o fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica e o HDL-colesterol em pacientes portadores de insuficiência cardíaca. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal em um hospital terciário no sul do Brasil. MÉTODOS: Foram incluídos indivíduos com insuficiência cardíaca com idade &gt; 40 anos. Foram realizadas as medidas antropométricas (peso, estatura, circunferência da cintura e do quadril) e calculados índice de massa corporal e relação cintura quadril, e foi avaliado o perfil lipídico (colesterol total, LDL-colesterol, HDL-colesterol e triglicerídeos séricos). Em homens e mulheres, respectivamente, circunferência da cintura ≥ 94 cm e ≥ 80 cm e triglicerídeos ≥ 150 mg/dl foram considerados anormais e usados para identificação do fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica. Análises de covariância foram usadas para avaliar possíveis associações entre níveis de ­HDL-colesterol e o fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica de acordo com o sexo. RESULTADOS: Foram incluídos 112 participantes e 62,5% eram homens. A média de idade foi de 61,8 ± 12,3 anos e a fração de ejeção média foi 40,1 ± 14,7%. Homens e mulheres apresentaram médias de HDL-colesterol 40,5 ± 14,6 e 40,9 ± 12,7 mg/dl, respectivamente. A prevalência do fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica na amostra foi de 25%. Observou-se diferença significativa entre as médias de ­HDL-colesterol entre homens com e sem o fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica (32,8 ±14,2 versus 42,1 ± 13,7 mg/dl, P = 0,04), mesmo após ajuste para idade, índice de massa corporal, diabetes mellitus tipo 2, uso de estatinas e etiologia da insuficiência cardíaca. CONCLUSÕES: O fenótipo da cintura hipertrigliceridêmica está associado significativamente com menores níveis de HDL-colesterol em homens com insuficiência cardíaca. <![CDATA[Validade de Klotho, CYR61 e YKL-40 como biomarcadores preditivos ideais para lesão renal aguda: estudo de revisão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100057&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: Acute kidney injury (AKI) is still a headache for clinicians and scientists as a possible reason for increased death among intensive care unit (ICU) patients after invasive cardiac surgery. Furthermore, the diagnostic process for AKI using conventional biomarkers is not sufficient to ensure early warning of this condition because of the morbid influence of non-renal factors that definitively delay the time for the prognosis. These imposed limitations have led to significant amounts of research targeted towards identifying novel biomarkers for AKI with a sustained degree of sensitivity and specificity. Here, we reviewed previous studies conducted on the Klotho, CYR61 and YKL-40 biomarkers in relation to AKI. DESIGN AND SETTING: Review of the literature conducted in the Institute of Clinical Chemistry &amp; Biochemistry, Ljubljana University Medical Center, Slovenia. METHODS: The literature was searched in PubMed and the Cochrane Library. From the database of this specialty, we selected 17 references that matched our context for detailed analysis and further investigation. RESULTS: The studies reviewed showed notable differences in their results relating to the diagnostic impact of Klotho, CYR61 and YKL-40 on early prediction of AKI. CONCLUSIONS: The results regarding the Klotho, CYR61 and YKL-40 biomarkers showed markedly equivocal performance in the previous studies and did not fulfill the expectations that these factors would form valid possible biomarkers for AKI.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: A lesão renal aguda (LRA) ainda é uma dor de cabeça para os clínicos e cientistas como possível razão para o aumento da mortalidade entre os pacientes de unidade de terapia intensiva (UTI) após cirurgia cardíaca invasiva. Além disso, o processo de diagnóstico para LRA usando biomarcadores convencionais não é suficiente para garantir um alerta precoce desta condição, devido à influência mórbida de fatores não renais que podem retardar o tempo para o prognóstico. Essas limitações geraram quantidades significativas de pesquisas orientadas para identificar novos biomarcadores para LRA com um grau adequado de sensibilidade e especificidade. Revisamos estudos anteriores realizados sobre os biomarcadores Klotho, CYR61, YKL-40 para LRA. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Revisão da literatura realizada no Instituto de Química Clínica e Bioquímica, Centro Médico da Universidade de Ljubljana, Eslovênia. MÉTODOS: A literatura foi pesquisada no PubMed e Cochrane Library. A partir da base de dados da especialidade, selecionamos 17 referências que combinavam com o contexto para uma análise detalhada e mais investigação. RESULTADOS: Os estudos revisados mostraram diferenças notáveis nos resultados sobre o impacto diagnóstico de Klotho, CYR61 e YKL-40 sobre a detecção precoce do LRA. CONCLUSÃO: Os resultados em relação aos biomarcadores Klotho, CYR61 e YKL-40 mostraram desempenho marcadamente equívoco nos estudos anteriores e não cumpriram as expectativas de que estes fatores constituam possíveis biomarcadores válidos para LRA. <![CDATA[Falência hepática após derivações biliopancreáticas: uma revisão narrativa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100066&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: Occurrences of liver failure following jejunoileal bypass were extensively reported in the past and were one of the main factors that led to abandonment of this procedure. The newer predominantly malabsorptive procedures called biliopancreatic diversions (BPDs) have also been implicated in several cases of acute and subacute liver failure. The aim here was to review the current available evidence on occurrences of liver failure following BPDs. DESIGN AND SETTING: Narrative review; bariatric surgery service of a public university hospital. METHODS: A review of the literature was conducted through an online search of medical databases. RESULTS: Associations between BPDs and liver failure have only infrequently been reported in the literature. However, they appear to be more than merely anecdotal. The pathophysiological mechanisms remain obscure, but they seem to be related to rapid weight loss, protein malnutrition, deficits of hepatotrophic factors, high circulating levels of free fatty acids and bacterial overgrowth in the bypassed bowel segments. Reversal of the BPD may ameliorate the liver impairment. CONCLUSIONS: Although infrequent, liver failure remains a concern following BPDs. Careful follow-up is required in individuals who undergo any BPD.<hr/>RESUMO CONTEXTO E OBJETIVO: A ocorrência de falência hepática após a derivação jejunoileal foi extensivamente descrita no passado e foi um dos principais fatores que levaram ao abandono do procedimento. Os procedimentos predominantemente malabsortivos mais modernos, chamados de derivações biliopancreáticas, também já foram implicados em diversos casos de falência hepática aguda e subaguda. O objetivo foi revisar a atual evidência disponível sobre a ocorrência de insuficiência hepática após derivações biliopancreáticas. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Revisão narrativa; Serviço de Cirurgia Bariátrica de hospital universitário. MÉTODOS: Revisão da literatura conduzida por meio de pesquisa online de bancos de dados médicos. RESULTADOS: A associação entre derivações biliopancreáticas e falência hepática na literatura é infrequente. Entretanto, ela aparenta ser mais do que meramente anedótica. Os mecanismos fisiopatológicos continuam pouco compreendidos, mas parecem estar relacionados à rápida perda de peso, desnutrição proteica e déficit de fatores hepatotróficos, altos níveis circulantes de ácidos graxos livres e supercrescimento bacteriano em segmentos intestinais excluídos do trânsito. A reversão da cirurgia pode melhorar o comprometimento hepático. CONCLUSÕES: Embora infrequente, a falência hepática continua sendo preocupante após as derivações biliopancreáticas. Seguimento cuidadoso é mandatório em indivíduos submetidos a essas cirurgias. <![CDATA[Síndrome de Boerhaave - relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100071&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT: Boerhaave syndrome consists of spontaneous longitudinal transmural rupture of the esophagus, usually in its distal part. It generally develops during or after persistent vomiting as a consequence of a sudden increase in intraluminal pressure in the esophagus. It is extremely rare in clinical practice. In 50% of the cases, it is manifested by Mackler's triad: vomiting, lower thoracic pain and subcutaneous emphysema. Hematemesis is an uncommon yet challenging presentation of Boerhaave's syndrome. Compared with ruptures of other parts of the digestive tract, spontaneous rupture is characterized by a higher mortality rate. CASE REPORT: This paper presents a 64-year-old female patient whose vomit was black four days before examination and became bloody on the day of the examination. Her symptoms included epigastric pain and suffocation. Physical examination showed hypotension, tachycardia, dyspnea and a swollen and painful abdomen. Auscultation showed lateral crackling sounds on inspiration. Ultrasound examination showed a distended stomach filled with fluid. Over 1000 ml of fresh blood was extracted by means of nasogastric suction. Esophagogastroduodenoscopy was discontinued immediately upon entering the proximal esophagus, where a large amount of fresh blood was observed. The patient was sent for emergency abdominal surgery, during which she died. An autopsy established a diagnosis of Boerhaave syndrome and ulceration in the duodenal bulb. CONCLUSION: Boerhaave syndrome should be considered in all cases with a combination of gastrointestinal symptoms (especially epigastric pain and vomiting) and pulmonary signs and symptoms (especially suffocation).<hr/>RESUMO CONTEXTO: A síndrome de Boerhaave é uma ruptura longitudinal transmural espontânea do esôfago, normalmente da parte distal. Ela geralmente se desenvolve durante ou após vômitos persistentes como consequência do aumento repentino da pressão intraluminal no esôfago. É extremamente rara na prática clínica. Em 50% dos casos, manifesta-se pela tríade de Mackler: vômitos, dor torácica inferior, enfisema subcutâneo. Hematêmese é uma apresentação incomum porém desafiadora da síndrome de Boerhaave. Em comparação com rupturas de outras partes do tubo digestivo, a ruptura espontânea é caracterizada pela taxa de mortalidade mais elevada. RELATO DO CASO: O artigo apresenta uma paciente do sexo feminino de 64 anos de idade, cujo vômito era preto, quatro dias antes do exame, e continha sangue no dia do exame. Os sintomas incluíam dor epigástrica e sufocação. No exame físico, foi verificada hipotensão, taquicardia, dispneia e abdômen inchado e doloroso. Ausculta revelou estertores laterais na inspiração. A ultrassonografia mostrou estômago dilatado, preenchido com conteúdo líquido. Sucção nasogástrica evacuou mais de 1.000 ml de sangue fresco. Esofagogastroduodenoscopia foi abortada imediatamente ao se entrar no esôfago proximal, onde foi observada grande quantidade de sangue fresco. A paciente foi encaminhada com urgência para cirurgia abdominal, durante a qual faleceu. Autópsia estabeleceu diagnóstico de síndrome de Boerhaave e úlcera no bulbo-duodenal. CONCLUSÃO: A síndrome Boerhaave deve ser considerada em todos os casos com uma combinação de sintomas gastrointestinais (especialmente dor epigástrica e vómitos) e sintomas e sinais pulmonares (especialmente sufocação). <![CDATA[Amiloidose líquen associada com artrite reumatoide: apresentação única em um paciente búlgaro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100076&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT: Boerhaave syndrome consists of spontaneous longitudinal transmural rupture of the esophagus, usually in its distal part. It generally develops during or after persistent vomiting as a consequence of a sudden increase in intraluminal pressure in the esophagus. It is extremely rare in clinical practice. In 50% of the cases, it is manifested by Mackler's triad: vomiting, lower thoracic pain and subcutaneous emphysema. Hematemesis is an uncommon yet challenging presentation of Boerhaave's syndrome. Compared with ruptures of other parts of the digestive tract, spontaneous rupture is characterized by a higher mortality rate. CASE REPORT: This paper presents a 64-year-old female patient whose vomit was black four days before examination and became bloody on the day of the examination. Her symptoms included epigastric pain and suffocation. Physical examination showed hypotension, tachycardia, dyspnea and a swollen and painful abdomen. Auscultation showed lateral crackling sounds on inspiration. Ultrasound examination showed a distended stomach filled with fluid. Over 1000 ml of fresh blood was extracted by means of nasogastric suction. Esophagogastroduodenoscopy was discontinued immediately upon entering the proximal esophagus, where a large amount of fresh blood was observed. The patient was sent for emergency abdominal surgery, during which she died. An autopsy established a diagnosis of Boerhaave syndrome and ulceration in the duodenal bulb. CONCLUSION: Boerhaave syndrome should be considered in all cases with a combination of gastrointestinal symptoms (especially epigastric pain and vomiting) and pulmonary signs and symptoms (especially suffocation).<hr/>RESUMO CONTEXTO: A síndrome de Boerhaave é uma ruptura longitudinal transmural espontânea do esôfago, normalmente da parte distal. Ela geralmente se desenvolve durante ou após vômitos persistentes como consequência do aumento repentino da pressão intraluminal no esôfago. É extremamente rara na prática clínica. Em 50% dos casos, manifesta-se pela tríade de Mackler: vômitos, dor torácica inferior, enfisema subcutâneo. Hematêmese é uma apresentação incomum porém desafiadora da síndrome de Boerhaave. Em comparação com rupturas de outras partes do tubo digestivo, a ruptura espontânea é caracterizada pela taxa de mortalidade mais elevada. RELATO DO CASO: O artigo apresenta uma paciente do sexo feminino de 64 anos de idade, cujo vômito era preto, quatro dias antes do exame, e continha sangue no dia do exame. Os sintomas incluíam dor epigástrica e sufocação. No exame físico, foi verificada hipotensão, taquicardia, dispneia e abdômen inchado e doloroso. Ausculta revelou estertores laterais na inspiração. A ultrassonografia mostrou estômago dilatado, preenchido com conteúdo líquido. Sucção nasogástrica evacuou mais de 1.000 ml de sangue fresco. Esofagogastroduodenoscopia foi abortada imediatamente ao se entrar no esôfago proximal, onde foi observada grande quantidade de sangue fresco. A paciente foi encaminhada com urgência para cirurgia abdominal, durante a qual faleceu. Autópsia estabeleceu diagnóstico de síndrome de Boerhaave e úlcera no bulbo-duodenal. CONCLUSÃO: A síndrome Boerhaave deve ser considerada em todos os casos com uma combinação de sintomas gastrointestinais (especialmente dor epigástrica e vómitos) e sintomas e sinais pulmonares (especialmente sufocação). <![CDATA[O que as revisões sistemáticas da Cochrane dizem sobre retinopatia diabética?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-31802017000100079&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT CONTEXT AND OBJECTIVE: Diabetic retinopathy is a disease caused by increased permeability of retinal vessels. Its incidence and prevalence have been increasing due to urbanization, greater life expectancy and the habits of modern life. Its onset is insidious and it may lead to blindness in 75% of individuals who have been diabetic for more than 20 years. The aim here was to evaluate the evidence from Cochrane systematic reviews on interventions relating to diabetic retinopathy. DESIGN AND SETTING: Review of systematic reviews, conducted at Cochrane Brazil. METHODS: We included Cochrane systematic reviews on interventions relating to diabetic retinopathy. Two researchers evaluated the inclusion criteria, summarized the reviews and presented the results narratively. RESULTS: Ten reviews met the inclusion criteria. They showed some evidence of benefits from: (a) photocoagulation for diabetic retinopathy; (b) strict glucose and pressure control for postponing the onset of retinopathy; (c) antiangiogenic drugs for macular edema (high-quality evidence); (d) anti-vascular endothelial growth factor agents for proliferative diabetic retinopathy (very low to low-quality evidence); and (e) intravitreal injection or surgical implantation for treating persistent or refractory macular edema. However, blood pressure control seems to have no benefit after the onset of retinopathy. CONCLUSION: Only a few options are likely to be effective for treating diabetic retinopathy. These include photocoagulation and anti-vascular endothelial growth factor agents. Strict glucose and pressure control seem to postpone the onset of retinopathy. For macular edema, antiangiogenic drugs, intravitreal injection and surgical implantation seem to have some benefit.<hr/>RESUMO CONTEXTO: A retinopatia diabética é uma doença causada pelo aumento da permeabilidade dos vasos da retina. Sua incidência e prevalência vêm aumentando devido à urbanização, maior expectativa de vida e hábitos de vida modernos. Seu início é insidioso e pode levar à cegueira em 75% dos pacientes diabéticos com mais de 20 anos de doença. O objetivo foi avaliar a evidência das revisões sistemáticas Cochrane sobre intervenções para retinopatia diabética. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Revisão de revisões sistemáticas conduzida no Centro Cochrane do Brasil. MÉTODOS: Nós incluímos revisões sistemáticas Cochrane sobre intervenções para retinopatia diabética. Dois pesquisadores avaliaram os critérios de inclusão, resumiram as revisões e apresentaram os resultados narrativamente. RESULTADOS: Dez revisões preencheram os critérios de inclusão e mostraram benefícios com: (a) fotocoagulação para retinopatia diabética; (b) controle rigoroso da glicose e da pressão para adiar o início da retinopatia; (c) fármacos antiangiogênicos para edema macular (evidência de alta qualidade); (d) agentes antifator de crescimento do endotélio vascular para retinopatia diabética proliferativa (evidência de qualidade muito baixa a baixa); (e) injeção intravítrea ou implante cirúrgico para o tratamento do edema macular persistente ou refratário. No entanto, o controle da pressão arterial parece não ter benefício após o início da retinopatia. CONCLUSÃO: Existem poucas opções provavelmente efetivas para o tratamento da retinopatia diabética. Estas incluem fotocoagulação e agentes antifator de crescimento do endotélio vascular. O controle rigoroso da glicose e da pressão parecem adiar o início da retinopatia. Para o edema macular, fármacos antiangiogênicos, injeção intravítrea e implante cirúrgico parecem ter algum benefício.