Scielo RSS <![CDATA[Ciência & Educação (Bauru)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-731320180001&lang=pt vol. 24 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Do embate à construção do conhecimento: a importância do debate científico]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Escrita e autoria em texto de iniciação científica no ensino fundamental: uma outra relação com o saber é possível?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo reúne reflexões em torno do trabalho interdisciplinar, articulado em uma prática pedagógica de Iniciação Científica no âmbito do Ensino Fundamental. Ao assumir a escola como espaço de construção de conhecimento, professores e estudantes podem atribuir outros sentidos à instituição escolar, ressignificando aí seus próprios lugares. Reforçado com o advento da internet, o ato de copiar e colar tem contribuído para a formação de sujeitos, no dizer de Freire, mais espectadores do mundo do que recriadores. Assim, compreendemos a tarefa de pesquisar como atividade fundamental na formação do estudante crítico, reflexivo, criativo: sujeito-autor. Ao trabalharmos com referenciais teórico-metodológicos da Análise de Discurso de linha francesa e a perspectiva crítica da educação em Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), procuramos refletir sobre outra possibilidade de relação entre escola/estudante/professor/saber, que aponte para uma maior identificação da escola com a formação científica emancipatória.<hr/>Abstract This article gathers thoughts about interdisciplinary work, connected in a pedagogical practice of scientific initiation on the elementary school area. Acknowledging the school as a learning construction space, teachers and students can assign other senses for the schooling institution, giving a new meaning to their own places. Reinforced with internet’s advent, the act of copy and paste has contributed for the formation of subjects, in the words of Freire, more like spectators of the world than recreators. Thus, we grasp the task of searching as a fundamental activity on the formation of the critic, reflexive, creative student: subject-author. By working with theoretical and methodological approach of the French Discourse Analysis and the critic perspective of Science, Technology and Society Education, we seek reflections about another possibility of relationship between school/student/teacher/knowledge, that points towards a bigger school’s identification with the emancipatory scientific formation. <![CDATA[O que significa alfabetização ou letramento para os pesquisadores da educação científica e qual o impacto desses conceitos no ensino de ciências]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100027&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo aborda dois grupos distintos de estudos do campo da educação científica e do ensino de ciências que se apropriam de conceitos dos estudos da linguagem e do ensino de línguas, um que trata de alfabetização científica e outro que trata de letramento científico. O principal objetivo é identificar o que há em comum nos estudos desses dois grupos, que noção de alfabetização ou de letramento eles usam, e como esses conceitos influenciam na escolha do que deve ser ensinado na educação científica. Para isso, foram selecionados cinco artigos de cada grupo, publicados em periódicos da área de educação, entre os trabalhos mais influentes, com maior número de citações. Enquanto os que tratam de alfabetização consideram fundamental o ensino de conceitos científicos, os que optam por letramento priorizam, no ensino, a função social das ciências e das tecnologias e o desenvolvimento de atitudes e valores em relação a elas.<hr/>Abstract This paper approaches two distinct groups of studies in the field of science education and science teaching that appropriates concepts from language studies and language teaching, ones that deal with scientific alphabetization and other that deals with scientific literacy. The main objective is identify what the studies of these two groups have in common, what notion of alphabetization or literacy they use and how these concepts influence the choice of what should be taught in science education. For that purpose, five papers from each group published in magazines in the educational area were selected, among the most influential works, with the major number of citations. While those which deal with alphabetization consider the teaching of scientific concepts to be fundamental, those who opt for literacy prioritize the social function in the teaching of science and technology and the development of attitudes and values in relation to them. <![CDATA[Explicações no ensino de ciências: revisando o conceito a partir de três distinções básicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100043&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Explicar é uma das práticas discursivas mais importantes da ciência e do seu ensino. Nas últimas décadas, este tema passou a receber atenção de legislações educacionais, professores e pesquisadores, embora pesquisas sobre o uso de explicações no ensino de ciências destaquem a dificuldade de definir este conceito. Neste trabalho, revisamos o conceito explicação a partir de três distinções básicas: explicações e narrativas; explicações e argumentos; explicações científicas e explicações escolares. Este trabalho busca primeiramente trazer clareza para os conceitos aqui discutidos, enfatizando que explicações, argumentos e narrativas são elementos importantes, porém distintos da comunicação da sala de aula. Limites para a aproximação entre práticas explicativas com argumentos e narrativas são discutidos. O trabalho aponta também a importância do tema para o ensino de ciências e o baixo número de trabalhos dedicados a esta questão entre pesquisadores brasileiros.<hr/>Abstract Explaining is among the most important discursive practice for science and its teaching. In the last decades this topic received attention from official documents, teachers and researchers. However, research in science teaching highlights the difficulty in defining this concept. In this paper we review the concept of explanation from three basic perspectives: explanations and narratives; explanation and arguments; scientific explanation and school science explanation. This work seeks firstly to bring clarity to the above-mentioned concepts, highlighting the fact that explanation, arguments and narratives are important but distinct elements of science classroom discourse. Limits in explanatory practices in relation to arguments and narratives are discussed. It also shows the importance of the topic for science teaching and the lack of research on explanations in Brazilian literature. <![CDATA[Emotions emerging during the analysis of pedagogical content knowledge on electric field]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100057&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumen El dominio afectivo integrado con la historia personal y social de los profesores, sus creencias y representaciones cognitivas, configura el gran espectro de conocimiento didáctico del contenido (CDC). El estudio que presentamos analiza las emociones declaradas de forma explícita, por dos profesores de bachillerato, dentro de un estudio de carácter cualitativo sobre el desarrollo del CDC en el caso de la enseñanza del campo eléctrico. La presencia de emociones es un indicador de las coincidencias o discrepancias entre los distintos componentes de su CDC e influyen en las decisiones que el profesor toma en el aula. Los contenidos más conflictivos, en términos emocionales, resultan ser la enseñanza de la superposición de campos y fuerzas eléctricas y la relación electrostática-electrocinética. Finalmente, las causas tanto de las emociones positivas como de las negativas están mayoritariamente relacionadas con el conocimiento curricular y el contenido que se enseña.<hr/>Abstract This study deals with the affective domain integrated with the personal and social history of teachers, and their beliefs and cognitive representations. This defines the shape of pedagogical content knowledge (PCK) when teachers teach and plan a concept. Our study analyzes the emotions declared by two high school teachers in a qualitative study on the development of pedagogical content knowledge in the case of teaching the electric field. The array of emotions is an indicator of coincidences or discrepancies between PCK components, and the influence of decisions taken by the teacher. The most conflictive aspects of content in emotional terms are overlapping electric fields, and forces and the electro-kinetic relationship. Finally, the causes of both, positive and negative, are related to curriculum and content knowledge. <![CDATA[Ensino de biologia e história e filosofia da ciência: uma análise qualitativa das pesquisas acadêmicas produzidas no Brasil (1983-2013)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100071&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O presente estudo se propôs a analisar qualitativamente as dissertações e teses produzidas entre 1983 e 2013, relativas ao Ensino de Biologia que têm como foco temático a História e Filosofia da Ciência, a fim de apontar as contribuições do conjunto dos trabalhos para o ensino e a pesquisa. Os descritores considerados para a análise foram autor, orientador, ano de defesa, grau de titulação (mestrado ou doutorado), programa de pós-graduação, universidade, área de conteúdo, nível escolar e problemáticas de investigação. Foram localizados 86 trabalhos, sendo o primeiro defendido em 1983. Após a leitura, os trabalhos foram classificados em sete problemáticas de investigação: análise de livros didáticos; propostas de ensino; concepções de alunos; concepções de professores; formação de professores; currículo; e contribuições da História e Filosofia da Biologia para o ensino.<hr/>Abstract This study aimed to qualitatively analyze the dissertations and theses about Biology Teaching that have focus on the History and Philosophy of Science, produced between 1983 and 2013 in order to point out the work of both these contributions to teaching and research. The descriptors considered for the analysis were author, advisor, year of defense, degree (master’s or doctorate), postgraduate program, university, content theme, level of education and thematic research. Eighty six papers on the topic were found, the first being defended in 1983. After reading the papers they were classified into seven educational themes: analysis of textbooks, proposals education, conceptions of students, conceptions of teachers, teacher training, curriculum and contributions of History and Philosophy of Biology for teaching. <![CDATA[O ensino-aprendizagem da anatomia humana: avaliação do desempenho dos alunos após a utilização de mapas conceituais como uma estratégia pedagógica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100095&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo deste estudo foi implementar e avaliar o impacto da elaboração de Mapas Conceituais (MC) como estratégia pedagógica no ensino-aprendizagem da Anatomia Humana, uma das disciplinas do curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Minas Gerais. Participaram do estudo 298 alunos regularmente matriculados, ao longo de seis semestres. A análise das médias das notas finais dos alunos, anteriores à ampliação do projeto dos MC, demonstrou decréscimo dessas médias ao longo dos semestres, o que foi revertido quando o projeto de ensino de MC foi implementado sistematicamente. A implementação dos MC também foi capaz de promover uma redução significativa no índice de reprovação. Assim, concluímos que o uso de MC parece ter contribuído para melhorar o desempenho dos alunos e também o índice de aprovação na disciplina de Anatomia Humana, principalmente após a sistematização do seu uso através do Projeto de Ensino apoiado pela Pró-Reitoria de Graduação da Instituição.<hr/>Abstract The aim of this study was to implement and evaluate the impact of the development of Concept Maps (MC), as a pedagogical strategy in teaching of Human Anatomy, one of the course subjects of Physical Therapy, from Federal University of Minas Gerais (UFMG). A total of 298 students, enrolled regularly, participated of the study over six semesters. The mean analysis of the final scores of the students, prior to the expansion of the MC Project, showed decrease of average score over the semester, which was reversed when the MC were implemented systematically. The implementation of MC were also capable of promoting a significant reduction in the failure rate. Thus, we conclude that the use of MC seems to have contributed to improving student performance and also the approval rating in the discipline of Anatomy, especially after the systematization of its use by the Teaching Project supported by the institution. <![CDATA[A genética humana nos livros didáticos brasileiros e o determinismo genético]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100111&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O tratamento da genética humana no ensino de genética pode ter por objetivo aproximar o assunto da realidade do aluno e ilustrar que os mecanismos gênicos não são exclusivos de outras espécies. Sendo os livros didáticos um dos principais recursos utilizados na escola, esta pesquisa teve por objetivo verificar quais características humanas são mencionadas nos livros didáticos brasileiros e como são abordadas, propiciando ou não ao aluno a compreensão da complexidade da expressão de suas características. Foram analisados livros aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático, quantificando as características humanas citadas e categorizando-as de acordo com o seu modo de tratamento. Os resultados demonstram que as características são menos priorizadas dentro dos livros didáticos; são em sua maioria descritas como monogênicas; e estão pouco relacionadas com informações sobre a influência do ambiente em sua expressão, podendo propiciar uma visão determinista da genética.<hr/>Abstract In teaching genetics, addressing human genetics may bring the subject matter closer to students and illustrate that genetic mechanisms are not exclusive to other species. Since textbooks are among the main resources used in schools, the objective of this study is to verify which human characteristics are mentioned in textbooks and how they are addressed, and whether they provide students with an understanding of the complexity of the expression of their characteristics. In this study, we analyze books approved by the National Textbook Program, quantifying the human characteristics cited and categorizing them according to approach. The results show that human characteristics appear less frequently than other examples of inheritance; they are mostly described as single-gene characteristics, and this information is only sparsely related to the influence of the environment on genetic expression, which may provide a deterministic overview of genetics. <![CDATA[O que dizem as propostas curriculares do Brasil sobre o tema saúde e as doenças negligenciadas?: aportes para a educação em saúde no ensino de ciências]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100125&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo As doenças negligenciadas correspondem a um grupo de agravos de relevância nacional e internacional. O tema das doenças negligenciadas precisa transcender o setor da saúde e sua abordagem deve estar presente também no ensino. Além disso, o controle e a prevenção destes agravos, bem como a saúde, necessitam ser compreendidos como um fenômeno multifacetado. Analisamos o tema das doenças negligenciadas nas propostas curriculares dos estados brasileiros destinados à disciplina de Ciências do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. Reunimos ao todo 24 propostas curriculares. Os resultados apontaram que somente nove destes currículos abordaram as doenças negligenciadas como conteúdos de relevância e que persiste ainda a ideia de que a saúde é um bem restritamente biológico ou produto de ações prescritivas e ganhos cognitivos.<hr/>Abstract Neglected diseases are of national and international relevance. The neglected diseases’ subject-matter must transcend the health sector and its approach must be present in education as well. In addition, the control and prevention of these diseases, as well as health, should be understood as a multifaceted phenomenon. This study aimed to analyze the neglected diseases’ theme in the Brazilian states’ curriculum proposals for elementary school’s Science subject from 6th to 9th grade. A total of 24 curriculum proposals were gathered and examined. The results showed that only nine of these curricula dealt with neglected diseases as relevant content, still allowing the idea to persist that health is a strictly a biological good or a product of prescriptive actions and cognitive gains. <![CDATA[Educação em saúde: avaliação de intervenção educativa com pacientes diabéticos, baseada na teoria social cognitiva]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100141&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O objetivo do estudo foi analisar os efeitos de uma intervenção educativa sobre o conhecimento e parâmetros bioquímicos e antropométricos de pacientes diabéticos, cadastrados em uma unidade de Estratégia Saúde da Família de Israelândia, GO. Realizou-se um ensaio clínico randomizado com 83 pacientes cadastrados em 2015. Eles foram alocados nos grupos intervenção (GI; n=38) e controle (GC; n=38). O GI participou de uma intervenção educativa, tendo como base a Teoria Social Cognitiva; o GC participou de atividades desenvolvidas na unidade. Os resultados obtidos por um questionário estruturado apontaram para uma melhora do conhecimento para GI (p&lt;0,001). Em relação aos parâmetros bioquímicos e antropométricos, GI apresentou uma diminuição da HbA1c (p&lt;0,001), glicemia capilar (p&lt;0,001), IMC (p&lt;0,001) e circunferência da cintura (p&lt;0,001); o inverso ocorreu com GC. Diversos aspectos foram melhorados através de intervenções educativas que consideraram a importância do construto psicológico da autoeficácia para empoderamento do conhecimento e controle do diabetes mellitus.<hr/>Abstract The aim of the study was to analyze the effects of an educational intervention on the knowledge and biochemical and anthropometric parameters of diabetic patients of a unit of the Family Health Strategy in Israelândia, GO, Brazil. A randomized clinical trial was conducted with 83 patients registered in 2015. They were allocated to intervention (GI; n = 38) and control (GC; n = 38) groups. GI participated in an educational intervention based on the Social Cognitive Theory; GC participated in activities developed there. The results obtained by a questionnaire pointed to an improvement in knowledge for GI (p &lt;0.001). Concerning the biochemical/anthropometric parameters, GI presented a decrease in HbA1c (p &lt;0.001), capillary glycemia (p &lt;0.001), BMI (p &lt;0.001) and waist circumference (p &lt;0.001); the reverse occurred to GC. Several aspects were improved through educational interventions that considered the importance of the self-efficacy construct for knowledge empowerment and control of diabetes mellitus. <![CDATA[Possíveis confluências filosóficas e pedagógicas entre a educação ambiental crítica e a pedagogia histórico-crítica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100157&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: O presente artigo propõe um debate sobre as relações filosóficas - ontológicas e epistemológicas - e político-pedagógicas entre a Educação Ambiental, em sua vertente crítico-marxiana, e a Pedagogia histórico-crítica. Postula-se que, ao se embasar no materialismo histórico-dialético, a Educação Ambiental constitui-se em um aparato teórico e metodológico valoroso, especialmente por potencialmente desenvolver um ato pedagógico emancipador, transformador e crítico, além de apresentar relevante potencial heurístico no desvelamento dos aspectos ideológicos e político-ecológicos da crise socioambiental. A educação ambiental crítica alinhada à Pedagogia histórico-crítica poderia, portanto, desenvolver uma práxis desveladora de conflitos socioambientais, no contexto do ensino e da aprendizagem escolar. Busca-se argumentar sobre a relevância da Pedagogia histórico-crítica na proposição de uma práxis de ensino que utilize a mediação didática como via de ajuste de conhecimentos científicos à realidade da sala de aula e à realidade sociocultural do estudante, em especial no tocante à relação sociedade e ambiente.<hr/>Abstract: This article proposes a debate on the philosophical - ontological and epistemological - and political-pedagogical relations between Environmental Education, in its critical-Marxian aspect, and the Historical-Critical Pedagogy. It is postulated that, based on historical-dialectical materialism, Environmental Education constitutes a valuable theoretical and methodological apparatus, especially for potentially developing an emancipatory, transformative and critical pedagogical act, besides presenting relevant heuristic potential in the elucidation of the ideological and political-ecological aspects of the socio-environmental crisis. Critical Environmental Education aligned with Historical-Critical Pedagogy could, therefore, be able to develop a praxis that reveals socio-environmental conflicts, in the context of teaching and school learning. The paper tries to argue for the relevance of the Historical-critical Pedagogy in the proposal of a teaching praxis that uses didactic mediation as a way of adjusting scientific knowledge to the reality of the classroom and to the socio-cultural reality of the student, especially in relation to the interface of society and environment. <![CDATA[Erros e dificuldades de aprendizagem de estudantes do ensino médio na interpretação da reação química como um sistema complexo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100175&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: Conhecer a reação química como um sistema complexo é considerado um dos objetivos da educação química no Ensino Médio. O presente estudo objetiva avaliar e compreender esse conhecimento, considerando a resposta de 126 estudantes que responderam uma questão na prova de Química do Vestibular da UFRN, no ano de 2013. Para esse propósito, foram analisadas as respostas e identificados os erros assim como os níveis de desenvolvimento da habilidade de interpretar uma reação química como um sistema complexo, os quais foram relacionados a dificuldades de aprendizagem. Os resultados evidenciam o baixo desempenho dos estudantes e as limitações na compreensão e integração de parâmetros que caracterizam uma reação química. Esses erros podem estar também associados à forma fragmentada de organizar e ensinar os conteúdos relativos às reações químicas gerando dificuldades de aprendizagem, o que exige de novas propostas metodológicas de natureza intradisciplinar.<hr/>Abstract: Knowing the chemical reaction as a complex system is considered one of the aims of high school chemical education. This study aims to evaluate and understand this knowledge, considering the response given by 126 students who answered one question on Chemistry Federal University entrance exam in 2013. For this purpose, the answers were analyzed and the errors identified as well as the levels of ability development in interpreting a chemical reaction as a complex system, and these were related to learning difficulties. The results have shown the low performance of the students and the limitations of the understanding and integration of parameters that characterize a chemical reaction. These errors may also be associated with the fragmented way of organizing and teaching content related to chemical reactions, leading to learning difficulties, which requires new methodological proposals of an intradisciplinary nature. <![CDATA["Natureza da ciência geográfica": diagnóstico e possibilidades de inserção de epistemologia no ensino escolar e na formação de professores de geografia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100191&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: Ausente das discussões sobre ensino de ciência, a Geografia continua transmitindo ao grande público a imagem desabonadora de disciplina meramente descritiva e catalográfica. No entanto, dada a natureza de seu objeto (a interface complexa de fenômenos naturais e dinâmicas socioeconômicas), ela possui notável potencial para uma leitura do tipo epistemológica - fato que, normalmente, deveria oportunizar modalidades de ensino mais instigantes e elucidativas. Apresentamos um diagnóstico geral sobre o conteúdo veiculado em textos correntes sobre (e para) o ensino da Geografia, ressaltando a ainda discreta incorporação de temas associados à filosofia e à história da ciência.<hr/>Abstract: Absent from the discussions about science teaching, Geography continues to transmit to the general public the degrading image of a purely descriptive discipline, with a merely recording role. However, given the nature of its object (the complex interface of natural phenomena and socioeconomic dynamics), it has a remarkable potential for an epistemological type of reading - a fact that should normally give rise to more insightful and elucidating teaching modalities. We present a general diagnosis of the content of current texts on (and for) Geography teaching, highlighting the still minimal incorporation of themes associated with philosophy and the history of science. <![CDATA[John Dewey e os embates sobre a psicologia do número]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100209&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: O presente artigo teve como foco as representações de John Dewey acerca da educação matemática. Especificamente, teve como objetivo explorar as representações de Dewey sobre o ensino de aritmética e o conceito de número, com base em textos que escreveu após a publicação do manual The psychology of number (TPN), do qual foi coautor. Subsidiaram a análise duas cartas de Dewey em resposta a críticas feitas ao TPN e uma resenha. Alguns dos conceitos mobilizados foram representação, campo e lugar social/institucional, com base em Roger Chartier, Michel de Certeau e Pierre Bourdieu. Ficaram evidentes as disputas entre campos, principalmente entre psicologia e matemática, na determinação de quem possui legitimidade para arbitrar sobre o ensino de aritmética. Também transparecem representações de Dewey acerca da educação matemática, sendo que ele reiterou algumas posições presentes no TPN, como a natureza psíquica do número e a relação com os conceitos de medida e razão.<hr/>Abstract: This paper focused on John Dewey's representations about mathematics education. Specifically, the objective was to explore Dewey's representations about the teaching of arithmetic and the number concept, based on texts he wrote after publishing the handbook The psychology of number (TPN) as a coauthor. Some of the sources were two letters written by Dewey, answering critics made of the TPN, and a review. The analysis was based on such concepts as representation, field, and social/institutional place, according to theorists as Roger Chartier, Michel de Certeau and Pierre Bourdieu. It is evident that the disputes between the fields, mainly of psychology and mathematics, concern the determination of who owns legitimacy to deliberate about the teaching of arithmetic. It is also possible to notice Dewey's representations about mathematics education, as he reiterates some aspects present in the TPN such as the psychical nature of number and the relation with the ideas of measurement and ratio. <![CDATA[Reflexões sobre os efeitos da transnacionalização de currículos e da colonialidade do saber/poder em cooperações internacionais: foco na educação em ciências]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100225&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: O Timor-Leste, desde sua independência em 2002, conta com várias cooperações educacionais. Por mais de uma década o Brasil enviou anualmente 50 professores para atuarem na formação de professores em serviço. Porém, ao coordenar esse programa, nos perguntamos até que ponto essas ações poderiam causar efeitos da transnacionalização de currículos, impondo formas de colonialidade do saber/poder. Para tanto, analisamos algumas condições de produção desses discursos em documentos oficiais e em um livro didático elaborado pela cooperação portuguesa. Apontamos que, se por um lado as cooperações internacionais travaram um monólogo eurocêntrico, verticalizado, no qual os saberes locais são silenciados, por outro pode proporcionar o contato com importantes conhecimentos que contribuem na educação para a cidadania e para a consolidação da paz. Esperamos que essas reflexões, no campo da educação em ciências, possam ser propositivas e contribuir com ambos os países, nesse movimento de cooperação educacional sul-sul.<hr/>Abstract: Timor-Leste has had several educational co-operation since its independence in 2002. For more than a decade, every year, Brazil has sent 50 Brazilian teachers to work in teacher education. However, in coordinating this program, we wonder how far these actions can affect the transnationalization of curricula, imposing forms of coloniality of knowledge and power? Therefore, we analysed some conditions of production of these discourses, in official documents and in a textbook, written from a Portuguese cooperation. We point out that, if on the one hand, international cooperation often ends up in a vertically centralized Eurocentric monologue, in which local knowledge is silenced, on the other hand it can provide the important knowledge that can contribute to an education for citizenship and to the consolidation for peace. We hope that these reflections in science education can be purposeful and contribute to both countries in this South-South educational cooperation movement. <![CDATA[A crítica da crítica dos mestrados profissionais: uma reflexão sobre quais seriam as contradições mais relevantes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132018000100245&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo: A proposta deste artigo é fazer uma crítica da crítica dos apontamentos realizados aos cursos de Mestrados Profissionais, partindo especialmente de um artigo intitulado "O protagonismo controverso dos mestrados profissionais em Ensino de Ciências", das pesquisadoras Rezende e Ostermann. Pretende-se prosseguir por um dos caminhos, deixados pelas autoras, o do diálogo. Não obstante, numa contra-argumentação de que o problema dos Mestrados Profissionais não está nos lugares que propuseram em seu artigo, mas em outros. Será necessário primeiramente apontar no estudo das autoras quais seriam as contradições da argumentação, para, por meio de uma pesquisa descritiva, ensaiar quais seriam os desafios mais centrais por que, segundo nossa avaliação, realmente passariam os Mestrados Profissionais.<hr/>Abstract: The purpose of this article is to make a critical reflection of the comments made on Professional Masters courses, especially starting from an article entitled "The controversial role of the professional master's degrees in science education", by the researchers Rezende and Ostermann. It is intended to pursue one of the paths suggested by the authors, that of positive debate. In an opposite direction, the problems of the Professional Masters is not proposed in his article, but in others. The first point in this study explores what are the contradictions of the arguments for the Professional Masters, through descriptive research, in order to test what the challenges would be, which according to another assessment are those that really pass the Masters Professionals.