Scielo RSS <![CDATA[Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1516-803420090002&lang=pt vol. 14 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial I</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Editorial II</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>A produção do conhecimento em Distúrbios da Comunicação</b>: <b>análise de periódicos (2000-2005)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Analisar parte da produção de conhecimento da área dos Distúrbios da Comunicação. MÉTODOS: Análise dos artigos publicados nos periódicos: Revista de Distúrbios da Comunicação; Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia; Revista Fonoatual e Revista Pró-fono, no período de 2000 a 2005. Variáveis examinadas: temática, faixa etária do público alvo, tipo de intervenção e contexto institucional. RESULTADOS: Foram publicados 724 artigos. A temática mais pesquisada, de forma isolada ou combinada, foi Linguagem Oral (282), seguida de Audiologia (232), Motricidade Oral (91) e Voz (62). A faixa etária mais estudada foi de três a dez anos (145). A atuação de diagnosticar e/ou avaliar foi a mais relatada (547), em contexto clínico (542), escolar (63) e hospitalar (32). CONCLUSÃO: Esses números refletem o aumento das publicações desses periódicos. Há necessidade de uma distribuição mais equilibrada das temáticas, faixas etárias, tipos de intervenções e contextos institucionais nas produções da área. Novos estudos em torno da produção do conhecimento devem ser realizados visando o registro histórico do que tem sido pesquisado e a definição de ações e campos estratégicos para o implemento da pesquisa na área.<hr/>PURPOSE: To analyze part of the knowledge production in the field of Speech-Language Pathology and Audiology. METHODS: The articles published in the following journals from the year 2000 to 2005 were analyzed: Revista de Distúrbios da Comunicação; Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia; Revista Fonoatual and Revista Pró-fono. The studied variables were: topic, age range of the studied population, type of intervention, and institutional context. RESULTS: Seven hundred and twenty four articles were published during the period analyzed. The prevailing subject, either individually or in combination with other topics, was Oral Language (282), followed by Audiology (232), Orofacial Myology (91) and Voice (62). The prevailing age range studied was children from three to ten years old (145). Diagnosis and/or evaluation was the most mentioned type of intervention (547), in clinical (542), school (63) and hospital (32) contexts. CONCLUSION: Results reflected an increase of publications in the area during the studied period. The need for a more balanced distribution of topics, age groups, types of intervention, and institutional contexts in future publications is discussed. Further studies regarding knowledge production in the area would allow not only the historic registry of what has been investigated by speech-language therapists and audiologists, but also the definition of actions and strategic fields for implementing research in the area. <![CDATA[<b>Estudo eletromiográfico do músculo masseter durante o apertamento dentário e mastigação habitual em adultos com oclusão dentária normal</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Analisar a diferença entre os lados na atividade eletromiográfica do masseter em indivíduos adultos com oclusão dentária normal. MÉTODOS: Foram avaliados 30 indivíduos saudáveis entre 21 e 30 anos e realizou-se eletromiografia de superfície nos músculos masseteres direito e esquerdo, durante apertamento em máxima intercuspidação e mastigação habitual com uva passa. Foram computados os valores médios dos três apertamentos dentários e dos 15 segundos da mastigação habitual para cada indivíduo. Foram considerados para a análise: o lado de maior valor e o de menor valor eletromiográfico. RESULTADOS: Durante o apertamento dentário, a diferença média entre os dois lados foi de 20,0 microvolts (μV) com intervalo de confiança (95%) entre 14,0 e 26,0 μV e durante a mastigação habitual, a diferença média entre os dois lados foi de 10,3 μV com intervalo de confiança (95%) entre 6,7 e 13,8 μV. CONCLUSÃO: Houve diferença estatisticamente significante entre os lados, com relação entre eles de 24% para o apertamento dentário e de 27% para a mastigação habitual, em indiv duos adultos saudáveis.<hr/>PURPOSE: To analyze the difference between both sides of the face during the electromyographic activity of the masseter muscle in adults with normal occlusion. METHODS: Thirty healthy individuals with ages ranging from 21 to 30 years old were selected. Surface electromyography was performed on right and left masseter muscles during maximal voluntary clenching and habitual chewing with raisins. The mean values of three teeth clenching and fifteen seconds of habitual chewing were calculated for each subject. The analysis considered the sides with higher and lower electromyographic activity. RESULTS: During maximal voluntary clenching, the mean difference between sides was 20.0 microvolts (μV), with confidence interval (95%) between 14.0 and 26.0 μV. During habitual chewing, the mean difference between sides was 10.3 μV, with confidence interval (95%) between 6.7 and 13.8 μV. CONCLUSION: There was a statistically significant difference between both sides of the face in healthy adult subjects, with a relation between sides of 24% for maximal voluntary clenching and 27% during habitual chewing. <![CDATA[<b>Estudo da mastigação e da deglutição em crianças e adolescentes com Sequência de Möbius</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVOS: Descrever as alterações morfofuncionais nas funções de mastigação e deglutição, reconhecer as consistências alimentares mais bem aceitas e avaliar a presença de manobras compensatórias durante a deglutição em crianças com Sequência de Möbius. MÉTODOS: A casuística consistiu de oito crianças, sendo três do sexo feminino e cinco do sexo masculino, na faixa etária de cinco a 15 anos, diagnosticadas com Sequência de Möbius. As crianças foram avaliadas em situação de alimentação, nas quais foram oferecidos alimentos de consistência líquida, pastosa e sólida. Os dados coletados foram registrados em protocolo de avaliação adaptado por Guedes, Shintani e Cabello (2003). RESULTADOS: Os resultados obtidos demonstraram significância entre a condição de mobilidade de língua e o tipo de mastigação. As variáveis velocidade de mastigação e contração do masseter, também se mostraram dependentes (p=0,018), uma vez que não houve alteração da velocidade da mastigação quando a contração do masseter estava presente. O pão de queijo mostrou-se como a melhor consistência sólida, pois produziu um bolo mais coeso e menos espalhado na cavidade oral. CONCLUSÕES: As alterações morfofuncionais presentes nos pacientes com Sequência de Möbius contribuíram para a alteração da dinâmica da mastigação e deglutição. Toda a amostra fez uso de manobras compensatórias e, mesmo com a ausência dos sinais clínicos sugestivos de penetração/aspiração, estes pacientes devem ser submetidos à terapia fonoaudiológica, a fim de adequar os órgãos fonoarticulatórios na tentativa de proporcionar uma refeição mais prazerosa.<hr/>PURPOSE: To describe morphofunctional alterations in the functions of chewing and deglutition, to recognize the most accepted food consistency, and to evaluate the presence of compensatory maneuvers during deglutition, in children and adolescents with Möbius syndrome. METHODS: The subjects were eight children (three female and five male), with ages ranging from five to 15 years, diagnosed with Möbius syndrome. The children were evaluated during a feeding situation, where they were offered food with different consistencies: liquid, pasty and solid. Data were registered in an evaluation protocol adapted by Guedes, Shintani and Cabello (2003). RESULTS: Results showed a significant relation between tongue mobility condition and type of mastication. The variables speed of mastication and contraction of the masseter muscle were also dependents (p=0018), since there was no change in the speed of mastication when the contraction of the masseter was present. The cheese bread was the best solid consistency food for evaluation, because it produced a more cohesive and less widespread mass in the oral cavity. CONCLUSIONS: The morphofunctional alterations found in patients with Möbius syndrome contributed to change the dynamics of chewing and swallowing. All subjects in the sample used compensatory maneuvers. Therefore, even in the absence of clinical signs that suggest penetration/aspiration, patients with such diagnosis should be referred to speech therapy, in order to provide adequate conditions for a more pleasant meal. <![CDATA[<b>Incidência de disfagia orofaríngea em pacientes com paralisia cerebral do tipo tetraparéticos espásticos institucionalizados</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Verificar a incidência de disfagia orofaríngea em pacientes com paralisia cerebral do tipo tetraparesia espástica institucionalizados, correlacionando os achados com a consistência alimentar ingerida e o tipo de hidratação. MÉTODOS: Participaram do estudo retrospectivo 140 pacientes, com média de idade 28 anos. Foram levantados os seguintes dados do prontuário médico: comprometimento da deglutição, sendo utilizado o protocolo ROGS para classificação; via de alimentação e consistências alimentares; forma de hidratação. RESULTADOS: Verificou-se presença de disfagia orofaríngea em diferentes graus, sendo encontrada a deglutição funcional na maioria dos pacientes (40%). Dos pacientes com deglutição funcional e disfagia leve, a maioria, 65% e 50% respectivamente, recebem dieta na consistência pastosa. Daqueles com disfagia moderada, 66,7% recebem dieta na consistência semi-líquida, e 94,7% de pacientes com disfagia grave fazem uso de via alternativa de alimentação. Do total de pacientes, 63,6% recebem líquido fino e 10,7% recebem gelatina como forma de hidratação. CONCLUSÃO: A incidência de disfagia orofaríngea, somando seus diferentes graus de comprometimento, mostra-se alta em portadores de paralisia cerebral do tipo tetraparética espástica, apesar da deglutição funcional ser a mais encontrada. A consistência alimentar pastosa é mais presente nos pacientes classificados como deglutição funcional e disfagia leve. Os pacientes com disfagia grave fazem uso de via alternativa de alimentação em sua maioria. O uso do líquido fino é o mais encontrado como forma de hidratação na maioria dos pacientes, sendo este substituído pela gelatina, mais frequentemente conforme maior o comprometimento dadeglutição.<hr/>PURPOSE: To verify the incidence of oropharyngeal dysphagia in institutionalized patients with spastic tetraparetic cerebral palsy, correlating the findings with food consistency and type of hydration. METHODS: A total of 140 patients, with an average of 28 years old, participated in the study. The following data were gathered from their medical records: swallowing impairment, as classified according to the ROGS protocol; feeding type and food consistencies; hydration type. RESULTS: It was observed the presence of different degrees of oropharyngeal dysphagia, and most of the patients (40%) had functional deglutition. From the patients with functional deglutition and mild dysphagia, the majority, 65% and 50% respectively, were put on a doughy-consistency-based diet. From the patients with moderate dysphagia, 66.7% were put on a semi-liquid-consistency-based diet, and 94.7% of the patients with severe dysphagia used alternative feeding means. From the total number of patients, 63.6% had a liquid diet, and 10.7% received gelatin as hydration. CONCLUSION: The incidence of oropharyngeal dysphagia, adding its different impairment degrees, was high among patients with spastic tetraparetic cerebral palsy, although functional deglutition was the most often found. Doughy consistency food was more common among patients diagnosed with functional deglutition and mild dysphagia. Most patients with severe dysphagia used alternative feeding means. Fine liquid was more often found as the hydration type for most patients, and it was frequently substituted by gelatin depending on the severity of the swallowing impairment. <![CDATA[<b>Disfonia e bulimia</b>: <b>avaliação dos sintomas e sinais vocais e laríngeos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Descrever os sintomas e sinais vocais e laríngeos de pacientes com diagnóstico de bulimia. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo, randomizado, com experimento cego. Avaliou-se 11 indivíduos com diagnóstico de bulimia, com o subtipo purgativo, do sexo feminino e idade variando de 18 a 34 anos, que foram submetidas à avaliação fonoaudiológica e otorrinolaringológica. RESULTADOS: Os sintomas laríngeos e vocais mais relatados foram: o pigarro e a sensação de globus faríngeo relatados por dez sujeitos (90,9%). Na avaliação perceptivo-auditiva, os escores de maior ocorrência foram de grau leve em todos os parâmetros analisados. Os achados laríngeos de maior ocorrência foram os acúmulos de secreção espessa na laringe em cinco paciente (45,4%), seguido de fenda triangular médio-posterior e espessamento de mucosa na região interaritenoidea, ambos, ocorrendo em quatro sujeitos (36,3%). CONCLUSÃO: Os achados laringológicos e perceptivo-auditivos foram menos expressivos que os sintomas vocais e laríngeos relatados pelas pacientes.<hr/>PURPOSE: To describe vocal and laryngeal signs and symptoms in patients with bulimia. METHODS: A blind, descriptive, randomized, transversal study was carried out. Eleven female subjects with the diagnosis of purgative bulimia nervosa and ages ranging from 18 to 34 years underwent otorhinolaryngological and vocal evaluations. RESULTS: The most common vocal and laryngeal symptoms were throat clearing and globus faringeus, related by 10 subjects (90.9%). In the auditory-perceptive evaluation, the most common scores were characterized as light in all analyzed parameters. The accumulation of thick mucus over the larynx occurred in five patients (45.4%), followed by median-posterior triangular glottic chink and mucosal thickening at the interaytenoid region, in four patients (36.3%). CONCLUSION: The laryngeal and perceptual findings were less expressive than vocal and laryngeal complaints. <![CDATA[<b>A autopercepção da voz do adolescente</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Verificar a autopercepção dos adolescentes em relação à própria voz. MÉTODOS: Aplicou-se um questionário com perguntas relacionadas à voz e comunicação a 80 adolescentes voluntários, de 10 a 19 anos, 58 (72,5%) do gênero feminino e 22 (27,5%) do masculino, participantes do Programa de Saúde Integral do Adolescente do Estado de São Paulo. Os próprios estudantes responderam ao questionário, cujos dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: A faixa etária predominante dos voluntários foi de 16-17 anos (23 - 28,8%). Metade deles (41 - 51,3%) atribuiu características positivas a sua voz, classificando-a como normal (42 - 52,5%); muitos (33 - 41,3%) não perceberam nenhuma modificação vocal na adolescência; a maioria demonstrou satisfação com sua emissão (65 - 81,3%), referindo que sua voz combina com a personalidade (27 - 33,8%) e, portanto, não desejava modificá-la (61 - 76,3%). Os três hábitos mais apontados como nocivos à voz foram: gritar (30 - 37,5%), tomar bebida gelada (26 - 32,5%) e tabagismo (22 - 27,5%); por sua vez, foram mencionados como hábitos benéficos: beber água (31 - 38,8%), cantar (30 - 37,5%) e não gritar (20 - 25%). Os rapazes referiram problemas vocais relacionados ao pitch (54,5%, p<0,001) e as moças, em relação a loudness (32,1%, p<0,001), apontados como fatores de comprometimento na comunicação. CONCLUSÃO: A percepção do adolescente sobre a sua voz e comunicação interfere na sua interação com o outro, no seu ato de pensar, agir, fazer e na sua articulação com a realidade e a sociedade em que vive.<hr/>PURPOSE: To verify the self-perception of adolescents concerning their own voice. METHODS: A questionnaire regarding voice and communication was applied to 80 volunteer adolescents, 58 female (72.5%) and 22 male (27.5%), with ages ranging from 10 to 19 years, participants of the Program of Adolescent Healthcare of the State of São Paulo. Subjects answered the questionnaire themselves, and data were statistically analyzed. RESULTS: The main age range was from 16 to 17 years (23 - 28.8%). Half of the subjects (41 - 51.3%) reported positive vocal characteristics, classifying it as normal (42 - 52.5%); in addition, 33 (41.3%) did not detect vocal modifications during adolescence, demonstrating satisfaction with their production (65 - 81.3%), referring that their voices matched their personality (27 - 33.8%) and, therefore, they did not wish to modify it (61 - 76,3%). The three most frequently reported negative vocal habits were: yelling (30 - 37.5%), drinking cold beverages (20 - 32.5%), and smoking (22 - 27.5%). In turn, the subjects reported as beneficial vocal habits: drinking water (31 - 38.8%), singing (30 - 37.5%) and not yelling (20 - 25%). Young men reported vocal problems related to pitch (54.5%, p<0.001), and young women, to loudness (32.1%, p<0.001). These problems were pointed out as impairing factors to their communication. CONCLUSION: The perception of adolescents about their voice and communication interferes in their relationship with others, in their way of thinking and acting, and the way they interact with reality and the society. <![CDATA[<b>Queixas vocais e grau de disfonia em professoras do ensino fundamental</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Realizar o levantamento das queixas vocais e grau de disfonia encontradas em professoras de uma Escola Municipal da Cidade de Betim. MÉTODOS: Foi realizada coleta de dados de 13 professoras do ensino fundamental, com idade entre 20 a 50 anos (média de 36 anos) e carga horária mínima de 20 horas semanais, por meio de questionário aplicado e gravação de voz, no programa de análise acústica GRAM 5.7. Os dados foram analisados e as vozes classificadas por três fonoaudiólogas com experiência clínica na área, mínima de cinco anos. RESULTADOS: Das professoras incluídas no estudo, 30,77% apresentaram qualidade vocal sem alteração, 23,08% apresentaram disfonia discreta, 46,15% disfonia moderada e nenhuma apresentou disfonia severa. Intervalos de confiança de 95% estimaram proporções mínimas de 6,6% de professoras com disfonia discreta e 22,39% com disfonia moderada na população de referência. Independentemente do tipo de queixa vocal, o número total de queixas entre as professoras com disfonia moderada foi significantemente maior do que entre professoras sem alterações de voz. Não houve, no entanto, diferenças entre os grupos na distribuição das queixas específicas, quando estas foram analisadas isoladamente. CONCLUSÃO: A maioria dos professores da amostra apresentou qualidade vocal alterada, sendo o grau moderado o mais frequente. Queixas específicas parecem se distribuir igualmente entre professoras com e sem alteração de voz. Os resultados apontam a importância de projetos de saúde vocal para esta população.<hr/>PURPOSE: The aim of this study was to survey vocal complaints and degree of dysphonia among teachers from a public elementary school at Betim, MG (Brazil). METHODS: Thirteen elementary school teachers with ages between 20 and 50 years (mean of 36 years old), who taught at least 20 hours a week, participated in the study. Data were obtained using a questionnaire and voice recording, analyzed on the GRAM 5.7 acoustic analysis program. After acoustic analysis, the voices were perceptually analyzed and classified by three speech therapists with at least five years of clinical experience in the area. RESULTS: From the selected teachers, 30.77% showed normal voice quality, while 23.08% were considered to have mild dysphonia and 46.15% moderate dysphonia. None of the subjects showed severe dysphonia. Confidence intervals of 95% provided estimations of a minimum of 6.6% of teachers with discrete dysphonia and 22.39% with moderate dysphonia in the population of reference. Regardless of the type of vocal complaint, the total number of complaints among teachers with moderate dysphonia was significantly higher than among teachers with normal voice quality. Nevertheless, there were no differences between groups in the distribution of specific complaints, when these were individually analyzed. CONCLUSION: The majority of the teachers in this study had altered vocal quality, mostly being classified with moderated degree dysphonia. Specific vocal complaints appear to be equally distributed among teachers with normal voice and with dysphonia. Results point out the importance of vocal health projects directed to this population. <![CDATA[<b>Aspectos prosódicos temporais da leitura de escolares com dislexia do desenvolvimento</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Analisar, do ponto de vista fonético, por meio de medidas acústicas e perceptivas, os aspectos prosódicos temporais presentes na leitura em voz alta de escolares com e sem dislexia, a fim de identificar diferenças de desempenho entre os dois tipos de leitores que possam apontar para características peculiares da dislexia. MÉTODOS: Gravação da leitura de um texto por 40 escolares (entre nove e 14 anos, cursando da 3ª à 5ª série), sendo 10 disléxicos (grupo clínico) e 30 escolares sem queixas de alterações de aprendizagem (grupo não-clínico). Os dados foram analisados perceptivamente e acusticamente, utilizando-se o programa WinPitch. As seguintes medidas foram realizadas: duração e localização das pausas, tempo total de elocução, taxa de elocução, tempo de articulação e taxa de articulação. RESULTADOS: Em comparação com o grupo não-clínico, o grupo clínico apresentou maior número de pausas e pausas mais longas; os valores obtidos para as taxas de elocução e de articulação indicaram respectivamente menor velocidade de leitura e uma lentidão na produção de cada gesto articulatório. CONCLUSÃO: As dificuldades identificadas no processamento da leitura pelas crianças com dislexia dificultam a organização prosódica na leitura de um texto.<hr/>PURPOSE: To analyze the temporal prosodic aspect in loud reading of students with and without dyslexia from the phonetic point of view through acoustic and perceptual evaluation, in order to identify differences in performance between the two types of readers that may point to particular characteristics of dyslexia. METHODS: Forty students from 3rd to 5th grades with ages ranging from nine to 14 years, ten dyslexic (clinical group) and 30 without any complaints of learning deficits (non-clinical group) were recorded during loud reading of a text. Data were perceptually and acoustically analyzed using the software WinPitch. The following measures were taken: pause duration and location, total speaking time, speaking rate, articulation time, and articulation rate. RESULTS: In comparison to the non-clinical group, the clinical group had a higher number of and longer pauses; their speaking and articulation rates indicated, respectively, a lower reading speed and slowness in the production of each articulatory gesture. CONCLUSION: The characteristics identified in reading processing by dyslexic children make the prosodic organization in text reading difficult. <![CDATA[<b>Consciência fonêmica em meninos e meninas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Verificar a interferência da variável sexo no desempenho de tarefas em consciência fonêmica. MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 36 estudantes da segunda série do Ensino Fundamental, sendo 18 meninas e 18 meninos. Todos foram submetidos à triagem audiológica, avaliação fonoaudiológica e das habilidades em consciência fonêmica. RESULTADOS: De modo geral, a análise estatística não apontou diferenças significantes entre os sexos. No entanto, qualitativamente, observou-se que as crianças do sexo feminino apresentaram mais êxito do que os sujeitos do sexo masculino, em todas as tarefas de segmentação e de síntese fonêmica, que repercutem na análise de elementos menores. CONCLUSÕES: Embora não tenham sido observadas diferenças estatisticamente significantes entre os sexos, constatou-se que o grupo das meninas apresentou melhor desempenho nas habilidades em consciência fonêmica.<hr/>PURPOSE: To verify the influence of the variable gender in children's performance on phonemic awareness tasks. METHODS: The sample consisted of 36 second grade students from an elementary school: 18 girls and 18 boys. All of them were submitted to hearing screening, speech-language assessment and evaluation of phonemic awareness abilities. RESULTS: In general, the statistical analysis did not reveal significant differences between genders. However, qualitatively, it was observed that girls were more successful than boys in all segmentation and phonemic synthesis tasks, which impact the analysis of smaller elements. CONCLUSIONS: Although no statistically significant differences were found between genders, it was verified that girls presented better phonemic awareness abilities. <![CDATA[<b>A ocorrência de ceceio em crianças de oito a 11 anos em escolas municipais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVOS: Verificar a ocorrência de ceceio em crianças de oito a 11 anos das escolas municipais de Itaqui/RS, de acordo com sexo e faixa etária, além de verificar a associação do ceceio com possíveis fatores de risco, tais como hábitos de sucção (chupeta, dedo e mamadeira) até os seis anos de idade, má oclusão dentária, respiração oral e praxias de língua. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional, exploratório, contemporâneo, prospectivo e de grupo, por meio de questionário com os responsáveis e de avaliação fonoaudiológica das estruturas, das praxias da língua, da presença de sinais sugestivos de respiração oral e articulação dos sons da fala. Utilizou-se estatística não-paramétrica (Qui-quadrado) para verificar associação entre as variáveis. RESULTADOS: Participaram 200 crianças (50% meninos e 50% meninas) de oito a 11 anos. A frequência de ceceio foi de 19%, maior nas meninas e observou-se que ceceio anterior diminui com o aumento da idade o que não ocorreu com o ceceio lateral. Os sinais sugestivos de respiração oral (p=0,037), o uso prolongado da mamadeira (p=0,027), as alterações de praxias de língua (p=0,002), e as alterações de oclusão (p=0,0001), foram os fatores de risco que mostraram associação estatística. CONCLUSÕES: Foi alta a frequência de ceceio e maior no sexo feminino. A maioria dos fatores de risco associou-se significativamente.<hr/>PURPOSE: To verify the occurrence of lisp in eight- to 11-year-old children from public schools in Itaqui/RS (Brazil), according to gender and age group, and to associate the lisp with possible risk factors, such as sucking habits (pacifier, finger and bottle) up to six years of age, malocclusion, oral breathing and tongue praxis. METHODS: An observational, exploratory, contemporary, prospective, group study was conducted using a questionnaire applied to caregivers and a speech-language evaluation that included examination of oral structures, tongue praxis, signs suggestive of oral breathing, and speech sounds articulation. Non-parametric statistics (Chi-square) was used in order to verify the association between variables. RESULTS: Two hundred children with ages ranging from eight to 11 years took part in the study (50% male and 50% female). The occurrence rate of lisp was 19%, higher for female subjects. It was observed that anterior lisp decreases with age, but the same did not occur for lateral lisp. Suggestive signs of oral breathing (p=0.037), prolonged use of bottle (p=0.027), tongue praxis alterations (p=0.002), and malocclusion (p=0.0001) were the risk factors that showed statistical association. CONCLUSION: The occurrence of lisp was high, and affected more female subjects. Most of the risk factors were significantly associated. <![CDATA[<b>Habilidades expressivas de um grupo de alunos com paralisia cerebral na atividade de jogo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Analisar as habilidades expressivas de um grupo de alunos com paralisia cerebral sem oralidade durante atividades de jogos. MÉTODOS: Participaram deste estudo três alunos com paralisia cerebral, do sexo masculino, com idades entre 13 e 16 anos, com severos distúrbios na comunicação oral, sem déficits visual, auditivo e cognitivo. Os alunos frequentavam classe especial e eram usuários de recursos de comunicação alternativa. Foi filmada a interação do grupo de alunos durante a realização de seis jogos adaptados. A partir das transcrições das fitas, foi possível definir oito categorias referentes às habilidades expressivas do grupo. RESULTADOS: Os resultados demonstraram que o grupo de alunos utilizou as expressões: verbal sem ajuda/vocal; verbal com ajuda/não-vocal; não-verbal/vocal; não-verbal/não-vocal; não-verbal/não-vocal + não-verbal/vocal; verbal sem ajuda/vocal + não-verbal/vocal; não-verbal/vocal + verbal com ajuda/não-vocal e não-verbal/não-vocal + verbal com ajuda/não-vocal para se comunicar, sendo que as categorias mais utilizadas foram não-verbal/não-vocal; verbal com ajuda/não-vocal e não-verbal/não-vocal + não-verbal/vocal. CONCLUSÕES: Os jogos propiciaram ao grupo de alunos com paralisia cerebral sem oralidade o uso das diferentes habilidades expressivas, como, por exemplo, uso de gestos representativos, expressões corporais e faciais, vocalizações, fala articulada, uso de pastas e pranchas de comunicação suplementar e alternativa, assim como as combinações destas habilidades. Os gestos representativos e as expressões corporais e faciais foram as habilidades mais utilizadas pelo grupo de alunos com paralisia cerebral sem oralidade, razão pela qual os profissionais devem estar atentos a estas possibilidades expressivas.<hr/>PURPOSE: To analyze the expressive abilities of a group of nonspeaking students with cerebral palsy during game activities. METHODS: Three male students with cerebral palsy, with ages varying from 13 to 16 years, participated in this study. These students presented severe oral communication disability, without any visual, hearing or cognitive deficits. The students attended a special classroom and used alternative communication resources. An interaction situation among the group during six adapted games was filmed. From the transcriptions of the interaction, it was possible to define eight expressive abilities categories of the group. RESULTS: Data showed that the group of students used the following categories of expression to communicate: verbal without help/vocal; verbal with help/nonvocal; nonverbal/vocal; nonverbal/nonvocal + nonverbal/vocal; verbal without help/vocal + nonverbal/vocal; nonverbal/vocal + verbal with help/nonvocal; nd nonverbal/nonvocal + verbal with help/nonvocal. The most frequent categories were nonverbal/nonvocal; verbal with help/nonvocal and nonverbal/nonvocal + nonverbal/vocal. CONCLUSIONS: The games favored the use the different expressive abilities by the group of nonspeaking students with cerebral palsy, as, for example, with the use of representative gestures, facial and corporal expressions, vocalizations, articulate speech, and the use of augmentative and alternative communication board, as well as with the combinations of these abilities. Representative gestures and the facial and corporal expressions were the most frequent abilities used by the group, and therefore professionals should be aware of these expressive possibilities. <![CDATA[<b>Adaptação sócio-comunicativa no espectro autístico</b>: <b>dados obtidos com pais e terapeutas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Verificar a efetividade da aplicação do protocolo de adaptação sócio-comunicativa a diferentes fontes de informação, neste caso, pais e terapeutas, na identificação de diferenças individuais em crianças com Distúrbios do Espectro Autístico. MÉTODOS: Participaram deste estudo 48 crianças, entre três anos e 11 anos e dez meses de idade, com diagnóstico clínico incluído no espectro autístico. Foram também sujeitos deste trabalho, 46 mães e dois pais, bem como 15 terapeutas, responsáveis legais e pelo atendimento fonoaudiológico especializado, respectivamente, das mesmas crianças, por um período mínimo de aproximadamente 12 meses, sendo que estes participaram respondendo a um questionário sobre o relacionamento social das crianças, sujeitos deste estudo. RESULTADOS: Genericamente, pode-se dizer que as respostas sobre a adaptação sócio-comunicativa, obtidas por meio de diferentes fontes de informação, ou seja, pais e terapeutas foram semelhantes. Entretanto, analisando os dados brutos observa-se que os pais apresentaram consistentemente um número maior de respostas positivas do que as terapeutas, para as questões relativas ao desempenho social. CONCLUSÃO: O estabelecimento de dados de adaptação sócio-comunicativa pode caracterizar esta população, demonstrando que este instrumento pode ser aplicado a diferentes informantes; as respostas dadas pelos mesmos foram homogêneas, reforçando a fidedignidade dos dados, apesar de existirem diferenças significativas na comparação entre os níveis e estágios sócio-comunicativos. A aplicação do questionário e protocolo de adaptação sócio-comunicativa a diferentes informantes pode fornecer um resultado bastante homogêneo, sendo possível realizar de forma fidedigna a caracterização das habilidades de relacionamento social dessas crianças.<hr/>PURPOSE: To verify if the application of the social-communicative adaptation protocol with different information sources, in this case, parents and therapists, is effective to identify individual differences in children of the autistic spectrum. METHODS: Subjects were 48 children, with ages ranging from three to 11 years and ten months, with psychiatric diagnosis included in the autistic spectrum. The parents of those children (46 mothers and two fathers) and 15 speech therapists, who were, respectively, legal caregivers and responsible for their speech-language therapy for at least 12 months, were also subjects of the study. They answered a questionnaire regarding each child's social relation performance. RESULTS: Generically, it is possible to say that the answers obtained from different sources (parents and therapists) were similar. However, the analysis of raw data showed that parents consistently presented higher number of positive answers when compared to therapists, in questions regarding social performance. CONCLUSION: The determination of data about social-communicative adaptation could characterize these subjects, demonstrating that this protocol can be used with different information sources; the answers provided by parents and therapists were homogeneous, confirming data reliability despite of significant differences in the comparison among social-communicative stages and levels. The application of the questionnaire and the social communicative protocol to different information sources can provided homogeneous results, allowing a reliable characterization of these children's social abilities. <![CDATA[<b>Relação entre desvios fonológicos e processamento auditivo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVOS: Pesquisar a relação entre desvio fonológico e processamento auditivo. MÉTODOS: Os dados foram coletados por meio da verificação de prontuários. Foram incluídos no estudo pacientes com diagnóstico de desvio fonológico que realizaram testes de processamento auditivo e que tinham idade mínima de sete anos. Considerou-se a avaliação do processamento auditivo, a avaliação da fala, o gênero, a idade e a série escolar. RESULTADOS: Todas as crianças (100%) apresentaram pelo menos um subperfil do processamento auditivo alterado. Ao comparar os processos de substituição e de estruturação silábica aos resultados dos testes de processamento auditivo verificou-se correlação estatisticamente significante para a etapa de integração binaural para a orelha direita do teste dicótico de dígitos (p=0,018) e para a condição nomeando do teste PPS (p=0,041). Na comparação dos testes de processamento auditivo com a idade encontrou-se diferença estatisticamente significante para o teste PSI na orelha direita (p=0,011) para a faixa de 10 a 12 anos. O mesmo ocorreu na comparação com a série escolar, em que o teste SSW na condição direita competitiva (p=0,039) e a atenção direcionada à direita do teste dicótico de dígitos (p=0,037) foram estatisticamente significantes para as séries mais avançadas. CONCLUSÃO: A pesquisa sugere a existência de uma estreita relação entre processamento auditivo e desvio fonológico principalmente em relação ao desempenho da orelha direita, evidenciando a importância de determinar a existência do comprometimento das habilidades auditivas em crianças com desvio fonológico.<hr/>PURPOSE: To study the relationship between phonological disorder and auditory processing. METHODS: Data were gathered from patients' records, and included individuals with diagnosis of phonological disorder, with seven years old or more, who had carried out auditory processing tests. The study considered auditory processing evaluation, speech evaluation, gender, age, and school grade. RESULTS: All subjects (100%) presented at least one subprofile of the auditory processing altered. When compared the presence of substitution and syllabic structure processes to the results of auditory processing tests, a statistically significant correlation was found for the stage of binaural integration in the right ear on the dichotic digits test (p=0.018), and for the naming condition of the PPS test (p=0.041). When compared the auditory processing tests to the age variable, there was a statistically significant difference in the PSI test in the right ear (p=0.011) for the age range from ten to 12 years. The same result was found in the comparison between auditory processing tests and school grade, in which the right competitive condition of the SSW test (p=0.039) and attention directed to the right on the dichotic digits test (p=0.037) had statistically significant results for the more advanced school grades. CONCLUSIONS: This study suggested the existence of a close relationship between auditory processing and phonological disorder, especially regarding the performance of the right ear. This finding evidences the importance of investigating the occurrence of deficits in the auditory abilities of children with phonological disorder. <![CDATA[<b>Audição e percepção da perda auditiva em idosos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: Avaliar a audição e a percepção dos indivíduos idosos sobre a sua condição de audição. MÉTODOS: Foi desenvolvida uma pesquisa descritiva e exploratória, tendo como sujeitos 40 alunos, sendo 34 do sexo feminino e seis do sexo masculino, com idades variando entre 61 e 88 anos, de uma Universidade Aberta à Terceira Idade, localizada na cidade do Salvador, na Universidade do Estado da Bahia. Para avaliação dos sujeitos foi aplicado o Inventário Auditivo para Idosos - IAPI e realizado o exame audiométrico. A análise dos dados foi feita a partir das variáveis: sexo, faixa etária e pela computação das respostas dadas pelos indivíduos ao Inventário Auditivo para Idosos. RESULTADOS: Dos idosos 37,5% apresentaram audição normal e 62,5% perda auditiva, sendo 30% perda auditiva assimétrica e 32,5% simétrica. Dos 25 sujeitos com perda auditiva, apenas 3 (12%) tiveram percepção da mesma com um IAPI superior a dez pontos e 22 (88%) com uma pontuação inferior a dez. Quanto ao sexo, 8% de homens e 4% de mulheres tiveram uma pontuação superior a dez no IAPI; 16% dos indivíduos do sexo masculino e 72% do feminino apresentaram pontuação inferior a dez. Houve um predomínio da configuração audiométrica do tipo descendente em 88% dos sujeitos. CONCLUSÃO: A maioria dos sujeitos estudados era portadora de perda auditiva, sendo que, quanto maior a idade, maior esta deficiência. Proporcionalmente, a perda auditiva ocorreu mais em homens do que em mulheres, mas poucos percebem a sua existência.<hr/>PURPOSE: To evaluate the hearing of elderly individuals and their perception regarding their hearing condition. METHODS: A descriptive and exploratory research was developed using as subjects 40 students from a University for the Third Age located in Salvador, Bahia (Brazil), being 34 female and 6 male, with ages ranging from 61 to 88 years. The evaluation used the Hearing Handicap Inventory for Elderly - HHIE, and an audiometric assessment was carried out. Data analysis considered the following variables: gender, age and the answers computed in the HHIE. RESULTS: From the subjects, 37.5% had normal hearing and 62.5% presented hearing loss (30% asymmetric and 32.5% symmetric hearing loss). From the 25 subjects with hearing loss, only 3 (12%) were aware of it, according to the HHIE, scoring higher than ten points. In addition, 22 subjects (88%) had a score lower than ten. Regarding gender, 8% of the male subjects and 4% of the female subjects scored over ten at the HHIE; 16% of the male and 72% of the female scored under ten points. There was a predominance of the descendent audiometric configuration in 88% of the individuals. CONCLUSIONS: The majority of the subjects studied had hearing loss, which increased with age. Proportionally, hearing loss occurred mostly in men, although few of them were aware of its existence. <![CDATA[<b>Reabilitação audiológica em pacientes idosos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é comparar o perfil dos idosos que participaram de sessões de aconselhamento após a aquisição da prótese auditiva em um centro auditivo de Curitiba (PR), com aqueles que não retornaram após a primeira ou segunda sessão de aconselhamento. MÉTODOS: Fizeram parte deste estudo 45 idosos com presbiacusia que adquiriram prótese auditiva em um centro auditivo de Curitiba (PR). A amostra foi dividida em dois grupos: o Grupo 1, Controle, composto por 30 idosos que participaram de cinco sessões de aconselhamento após o recebimento da prótese, e o Grupo 2, Experimental, formado por 15 idosos que participaram somente da primeira e/ou segunda reunião de aconselhamento. Foram utilizadas as perguntas do protocolo de entrevista inicial, para o levantamento dos dados. RESULTADOS: Foram encontradas diferenças entre o perfil do Grupo 1 e do 2. Dos 11 aspectos levantados, houve diferenças em oito deles, no que se refere a: antecedentes familiares de perda auditiva, usuários antigos de aparelhos auditivos, grau da perda, estado emocional, relacionamento familiar, vida social, privações decorrentes da deficiência e habilidades de manuseio da prótese auditiva. CONCLUSÕES: O estudo mostra que o grupo que participou de todas as sessões tem um perfil diferente daquele que só participou do primeiro e/ou segundo encontro, sendo que os aspectos levantados parecem ter influenciado na decisão dos integrantes do segundo grupo de continuar as sessões de aconselhamento.<hr/>PURPOSE: The aim of this study was to compare the profile of elderly people who participated in five counseling sessions after the purchase of hearing aids in an auditory center of Curitiba (PR), to that of those who did not return after the first or second session. METHODS: Forty five elderly subjects with presbycusis from an auditoy center of Curitiba (PR) participated in this study. The sample was divided into two groups: Group 1, Control, composed by 30 individuals who participated in the five counseling sessions; and Group 2, Experimental, constituted by 15 individuals who participated only in the first and/or second session. The questions of the initial interview were used for gathering these data. RESULTS: Differences were found between the profiles of both groups. From the eleven aspects raised, there were differences in eight of them, regarding: family history of hearing loss, former users of hearing aids, degree of hearing loss, emotional state, family relations, social life, deprivations arising from the hearing loss, and abilities in handling the hearing aids. CONCLUSIONS: The study showed that the group that participated in all counseling sessions presented a different profile from that who only participated in the first and/or second meeting, and that the issues raised seem to have influenced the decision of the members of the second group to continue participating in the sessions. <![CDATA[<b>O estatuto neurolinguístico da perseveração na afasia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this study was to investigate perseveration in two contexts: spontaneous language and linguistic tasks. It points toward perseveration as a theoretical linguistic conception, that is, sociointeractionist. This presupposes language activity produced in an interlocutive space and it does not neglect pragmatic aspects and contextual use of language. Four patients presenting the following types of aphasia were analyzed: motor transcortical, amnestic, semantic and sensory. The results point out different aspects between pathological perseveration and perseveration as a normal expression in the process of language activity. This study might imply another theoretical perspective of language therapy to perseveration in aphasia.<hr/>O propósito deste estudo foi investigar a perseveração em dois contextos: linguagem espontânea e tarefas linguísticas. Esta pesquisa aponta para a perseveração como sendo uma concepção teórico-linguística, qual seja, sociointeracionista. Isto abrange atividade linguística produzida em um espaço interlocutivo e não negligencia aspectos pragmáticos e o uso contextual da língua. Quatro pacientes, apresentando os seguintes tipos de afasia, foram analisados: transcortical motora, amnéstica, semântica e sensorial. Os resultados apontam para diferentes aspectos entre perseveração patológica e perseveração, como expressão normal do processo de atividade de linguagem. Este estudo poderá implicar outra perspectiva teórica de terapia de linguagem na afasia. <![CDATA[<b>Terapia fonológica considerando as variáveis linguísticas</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Esse artigo teve como objetivo analisar a aquisição da líquida não-lateral /r/ em duas crianças com desvio fonológico, levando-se em consideração a hierarquia de palavras proposta em um estudo, bem como a generalização obtida. Para a seleção das palavras-alvo, consideraram-se as variáveis linguísticas facilitadoras para a aquisição do som-alvo /r/ em onset medial baseadas na tonicidade da sílaba e nos ambientes antecedentes e seguintes à líquida não-lateral. Observou-se uma melhor evolução terapêutica no sujeito 1, tratado com palavras pertencentes ao contexto mais favorável, comparando-se ao sujeito 2 submetido aos contextos menos favoráveis. A escolha de palavras-alvo para terapia, com base nas variáveis linguísticas facilitadoras, mostrou-se importante para aquisição do /r/ bem como para a ocorrência de generalizações.<hr/>The aim of this study was to analyze the acquisition of the non-lateral liquid /r/ in two children with phonological disorders, taking into consideration the words hierarchy proposed in a previous study, as well as the generalization obtained. The facilitating linguistic variables for the acquisition of the target sound /r/ in medial onset were considered to the selection of target words, based on syllable tonicity and the preceding and following environments to the non-lateral liquid. It was observed a better development in subject 1, who was treated with words belonging to the more favorable context, as compared to the subject 2, who was treated with the less favorable contexts. The choice of target words for therapy based on facilitating linguistic variables proved to be important to acquisition of /r/ as well as for the occurrence of generalizations. <![CDATA[<b>Desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva em um par de gêmeos dizigóticos</b>: <b>influência da síndrome de Down e da prematuridade associada ao muito baixo peso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste estudo foi descrever o desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva de uma criança com síndrome de Down (SD) e seu gemelar, ambos nascidos pré-termo muito baixo peso (PTMBP), observando a influência da SD e da prematuridade associada ao muito baixo peso no processo de desenvolvimento durante o período sensório-motor. Participaram deste estudo um par de gêmeos dizigóticos, ambos do sexo masculino, nascidos PTMBP, sendo que apenas um apresentava SD. A idade inicial dos sujeitos foi de sete meses e quatro dias de idade cronológica e quatro meses e 21 dias de idade corrigida, considerando que nasceram com 29 semanas de gestação, pesando menos de 1500g. Os sujeitos foram acompanhados durante 12 meses em sessões quinzenais de 45 minutos e os dados foram registrados mensalmente em vídeo. O Protocolo para Observação do Desenvolvimento Cognitivo e de Linguagem Expressiva (PODCLE) foi utilizado para coleta e análise dos dados. Foram observadas diferenças significativas entre os gêmeos com relação ao desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva. Apesar de apresentar melhor desempenho, o gemelar que não apresentava SD demonstrou um atraso importante, considerando-se as referências em relação ao desenvolvimento típico, evidenciando a influência da prematuridade associada ao muito baixo peso no desenvolvimento de linguagem e cognição. Os resultados obtidos para o outro gemelar sugerem que a SD levou ao aumento significativo deste atraso. A SD e a prematuridade associada ao muito baixo peso são condições que interferiram de forma negativa no desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva apresentado pelo par de gêmeos estudado.<hr/>The aim of this study was to describe expressive language and cognitive development in a child with Down syndrome (DS) and his twin brother, both born preterm very low birth-weight (VLBW), observing the influence of Down syndrome and prematurity combined with very low birth-weight on their development process during the sensorimotor period. Participated in this study a pair of VLBW preterm dizygotic male twins, one of whom presented Down syndrome. The subjects' initial chronological age was seven months and four days and their initial corrected age was four months and 21 days. The twins were born with 29 weeks of gestational age and weighting less than 1500g. The subjects were followed up during 12 months in 45-minute fortnight sessions, monthly recorded in video. The Protocol for Expressive Language and Cognitive Development Observation (PELCDO) was used for data gathering and data analysis. Significant differences were observed between the twin brothers concerning expressive language and cognitive development. Although the twin without DS showed better performance, he still presented a relevant delay, considering the references for typically developing children. This finding evidences the influence of prematurity combined with very low birth weight on expressive language and cognitive development. The results found for the other twin suggest that DS led to a significant increase of this delay. DS and prematurity combined with very low birth weight are conditions that negatively interfered on expressive language and cognitive development of the twin pair studied. <![CDATA[<b>Adaptações do sistema estomatognático em indivíduos com desproporções maxilo-mandibulares</b>: <b>revisão da literatura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Esta pesquisa procurou identificar as adaptações do sistema estomatognático em indivíduos com desproporções maxilomandibulares. A revisão bibliográfica se fez por meio das bases de dados nacionais e internacionais, abordando as adaptações do sistema estomatognático em indivíduos com desproporção maxilo-mandibular submetidos a tratamento ortodôntico-cirúrgico (cirurgia ortognática) associado à intervenção fonoaudiológica. Observou-se que sujeitos com prognatismo e retrognatismo apresentam adaptações em todas as funções realizadas pelo sistema motor oral, no período pré-cirurgia ortognática. No prognatismo mandibular, a função mais adaptada é a mastigação, caracterizando-se em movimentos verticalizados com utilização do dorso da língua para amassamento do alimento e pouca utilização dos músculos mastigatórios. No retrognatismo mandibular, estudos mostram que a deglutição apresenta-se bastante adaptada, com presença de deslize mandibular anterior somado ao movimento póstero-anterior de língua e com participação da musculatura perioral. Após a cirurgia ortognática, alguns casos podem apresentar adequação das funções do sistema estomatognático, porém em outros persistem as alterações, sendo necessário o conhecimento do fonoaudiólogo sobre as adaptações pré-existentes para traçar o melhor plano de reabilitação.<hr/>This research had the aim to identify adaptations on the stomatognathic system of individuals with maxillomandibular disproportions. The literature review was carried out using national and international databases, addressing adaptations on the stomatognathic system of subjects with maxillomandibular disproportions submitted to orthognathic surgery associated to speech-language intervention. It was found that subjects with prognathism and retrognathism present adaptations in all oral-motor functions during the presurgical period. In mandibular prognathism, the most adapted function is mastication, which is characterized by vertical movements using the dorsum of the tongue for kneading the food, and less use of the masticatory muscles. In mandibular retrognathism, studies showed that deglutition is most adapted, being characterized by anterior mandibular slide, in addition to postero-anterior movement of the tongue and perioral muscles activation. After orthognathic surgery, some cases may present adequacy of the stomatognathic system functions. In other, however, adaptations may persist, making it necessary that speech-language therapists are well informed about pre-existent adaptations, in order to plan the best rehabilitation process for each case. <![CDATA[<b>Capacitação de profissionais da saúde na área de saúde auditiva</b>: <b>revisão sistemática</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacitação de profissionais da saúde sobre saúde auditiva por meio da revisão sistemática. O levantamento bibliográfico foi conduzido em base eletrônica de dados (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online e Web of Science), revistas online da área de audiologia, anais de congressos nacionais e bibliotecas de universidades brasileiras, com busca bibliográfica padronizada, utilizando-se palavras-chave específicas procurando todos os resumos de estudos pertinentes à questão proposta. Para a seleção e avaliação dos estudos científicos levantados na busca foram estabelecidos critérios, contemplando os aspectos: tipo de estudo, participantes, intervenção adotada e avaliação dos resultados. Dos títulos obtidos a partir desta busca foram selecionados apenas aqueles cujo resumo ou corpo do artigo tivesse relação com o objeto do presente estudo. Após a leitura do texto completo, os mesmos foram resenhados de acordo com ficha protocolar e classificados com relação ao nível de evidência e grau de recomendação. Como resultado cinco estudos foram incluídos na revisão sistemática. Existe uma escassez de estudos com este enfoque, contudo os resultados obtidos demonstraram que a capacitação dos profissionais em saúde auditiva é efetiva, aumentando o conhecimento dos mesmos sobre o tema e, consequentemente, identificando e encaminhando os indivíduos com sinais de distúrbios auditivos para os serviços de referência.<hr/>The aim of this study was to evaluate the training of health professionals regarding hearing health, through a systematic literature review. The bibliographic search was carried out in scientific database (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online and Web of Science), online journals on audiology, proceedings from Brazilian conventions, and libraries from Brazilian universities, using specific keywords in order to find all the possible studies matching the proposed question. The studies that matched these criteria were selected and evaluated according to the following aspects: type of study, participants, intervention adopted and outcomes evaluation. After reading the selected manuscripts, they were summarized in a protocol and classified according to level of evidence and recommendation degree. Five studies were included in the systematic review. The results showed a shortage of researches that emphasize this topic, but the analysis of the articles demonstrated that the training of health professionals in hearing health is effective, increasing their knowledge on the theme and, consequently, enabling them to identify patients at risk for hearing loss and to refer these individuals to specific evaluation. <![CDATA[<b>Encaminhamentos sobre a classificação do grau de perda auditiva em nossa realidade</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200023&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacitação de profissionais da saúde sobre saúde auditiva por meio da revisão sistemática. O levantamento bibliográfico foi conduzido em base eletrônica de dados (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online e Web of Science), revistas online da área de audiologia, anais de congressos nacionais e bibliotecas de universidades brasileiras, com busca bibliográfica padronizada, utilizando-se palavras-chave específicas procurando todos os resumos de estudos pertinentes à questão proposta. Para a seleção e avaliação dos estudos científicos levantados na busca foram estabelecidos critérios, contemplando os aspectos: tipo de estudo, participantes, intervenção adotada e avaliação dos resultados. Dos títulos obtidos a partir desta busca foram selecionados apenas aqueles cujo resumo ou corpo do artigo tivesse relação com o objeto do presente estudo. Após a leitura do texto completo, os mesmos foram resenhados de acordo com ficha protocolar e classificados com relação ao nível de evidência e grau de recomendação. Como resultado cinco estudos foram incluídos na revisão sistemática. Existe uma escassez de estudos com este enfoque, contudo os resultados obtidos demonstraram que a capacitação dos profissionais em saúde auditiva é efetiva, aumentando o conhecimento dos mesmos sobre o tema e, consequentemente, identificando e encaminhando os indivíduos com sinais de distúrbios auditivos para os serviços de referência.<hr/>The aim of this study was to evaluate the training of health professionals regarding hearing health, through a systematic literature review. The bibliographic search was carried out in scientific database (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online and Web of Science), online journals on audiology, proceedings from Brazilian conventions, and libraries from Brazilian universities, using specific keywords in order to find all the possible studies matching the proposed question. The studies that matched these criteria were selected and evaluated according to the following aspects: type of study, participants, intervention adopted and outcomes evaluation. After reading the selected manuscripts, they were summarized in a protocol and classified according to level of evidence and recommendation degree. Five studies were included in the systematic review. The results showed a shortage of researches that emphasize this topic, but the analysis of the articles demonstrated that the training of health professionals in hearing health is effective, increasing their knowledge on the theme and, consequently, enabling them to identify patients at risk for hearing loss and to refer these individuals to specific evaluation. <![CDATA[<b>Universal parameters for reporting speech outcomes in individuals with cleft palate</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200024&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacitação de profissionais da saúde sobre saúde auditiva por meio da revisão sistemática. O levantamento bibliográfico foi conduzido em base eletrônica de dados (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online e Web of Science), revistas online da área de audiologia, anais de congressos nacionais e bibliotecas de universidades brasileiras, com busca bibliográfica padronizada, utilizando-se palavras-chave específicas procurando todos os resumos de estudos pertinentes à questão proposta. Para a seleção e avaliação dos estudos científicos levantados na busca foram estabelecidos critérios, contemplando os aspectos: tipo de estudo, participantes, intervenção adotada e avaliação dos resultados. Dos títulos obtidos a partir desta busca foram selecionados apenas aqueles cujo resumo ou corpo do artigo tivesse relação com o objeto do presente estudo. Após a leitura do texto completo, os mesmos foram resenhados de acordo com ficha protocolar e classificados com relação ao nível de evidência e grau de recomendação. Como resultado cinco estudos foram incluídos na revisão sistemática. Existe uma escassez de estudos com este enfoque, contudo os resultados obtidos demonstraram que a capacitação dos profissionais em saúde auditiva é efetiva, aumentando o conhecimento dos mesmos sobre o tema e, consequentemente, identificando e encaminhando os indivíduos com sinais de distúrbios auditivos para os serviços de referência.<hr/>The aim of this study was to evaluate the training of health professionals regarding hearing health, through a systematic literature review. The bibliographic search was carried out in scientific database (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online and Web of Science), online journals on audiology, proceedings from Brazilian conventions, and libraries from Brazilian universities, using specific keywords in order to find all the possible studies matching the proposed question. The studies that matched these criteria were selected and evaluated according to the following aspects: type of study, participants, intervention adopted and outcomes evaluation. After reading the selected manuscripts, they were summarized in a protocol and classified according to level of evidence and recommendation degree. Five studies were included in the systematic review. The results showed a shortage of researches that emphasize this topic, but the analysis of the articles demonstrated that the training of health professionals in hearing health is effective, increasing their knowledge on the theme and, consequently, enabling them to identify patients at risk for hearing loss and to refer these individuals to specific evaluation. <![CDATA[<b>Expressão da atitude através da prosódia em indivíduos com doença de Parkinson idiopática</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342009000200025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacitação de profissionais da saúde sobre saúde auditiva por meio da revisão sistemática. O levantamento bibliográfico foi conduzido em base eletrônica de dados (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online e Web of Science), revistas online da área de audiologia, anais de congressos nacionais e bibliotecas de universidades brasileiras, com busca bibliográfica padronizada, utilizando-se palavras-chave específicas procurando todos os resumos de estudos pertinentes à questão proposta. Para a seleção e avaliação dos estudos científicos levantados na busca foram estabelecidos critérios, contemplando os aspectos: tipo de estudo, participantes, intervenção adotada e avaliação dos resultados. Dos títulos obtidos a partir desta busca foram selecionados apenas aqueles cujo resumo ou corpo do artigo tivesse relação com o objeto do presente estudo. Após a leitura do texto completo, os mesmos foram resenhados de acordo com ficha protocolar e classificados com relação ao nível de evidência e grau de recomendação. Como resultado cinco estudos foram incluídos na revisão sistemática. Existe uma escassez de estudos com este enfoque, contudo os resultados obtidos demonstraram que a capacitação dos profissionais em saúde auditiva é efetiva, aumentando o conhecimento dos mesmos sobre o tema e, consequentemente, identificando e encaminhando os indivíduos com sinais de distúrbios auditivos para os serviços de referência.<hr/>The aim of this study was to evaluate the training of health professionals regarding hearing health, through a systematic literature review. The bibliographic search was carried out in scientific database (Lilacs, SciELO, Medline, Scopus, Embase, Science Direct Online and Web of Science), online journals on audiology, proceedings from Brazilian conventions, and libraries from Brazilian universities, using specific keywords in order to find all the possible studies matching the proposed question. The studies that matched these criteria were selected and evaluated according to the following aspects: type of study, participants, intervention adopted and outcomes evaluation. After reading the selected manuscripts, they were summarized in a protocol and classified according to level of evidence and recommendation degree. Five studies were included in the systematic review. The results showed a shortage of researches that emphasize this topic, but the analysis of the articles demonstrated that the training of health professionals in hearing health is effective, increasing their knowledge on the theme and, consequently, enabling them to identify patients at risk for hearing loss and to refer these individuals to specific evaluation.