Scielo RSS <![CDATA[Per Musi]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1517-759920120001&lang=pt vol. num. 25 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Lindembergue Cardoso</b>: <b>aspectos de uma obra plural</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Escrito imediatamente após a catalogação da obra completa do compositor baiano Lindembergue Cardoso (1939-1989), este artigo objetiva divulgar a dimensão e a constituição do seu acervo de documentos musicais, assim como abordar alguns aspectos característicos de sua obra, sob os pontos de vista funcional, ideológico e estético. O acervo catalogado consta de 189 documentos completos, além de 43 iniciados e aparentemente abandonados ou incompletos (aqueles em que notamos a falta de página(s), sem apresentarem vestígios de não terem sido concluídos). Considerando que a carreira do compositor se desenvolveu em 25 anos (1965-1989), deve-se admitir que o volume do seu legado é expressivo. São 110 obras indexadas por número de opus e outras peças sem indexação, dentre as quais se encontram arranjos, música incidental, umas poucas transcrições e orquestrações. Quanto aos aspectos característicos da obra, são determinantes: intimidade com a música folclórica e popular brasileira; religiosidade; criatividade tímbrica; estética eclética, resultante da interação entre tradição e inovação; atitude heterodoxa no uso de sistemas musicais tradicionais; valorização da expressão cênica na concepção musical; abertura à interação criativa do(s) intérprete(s); e direcionamento aos conjuntos de estudantes e amadores.<hr/>In the present article, written just after completing Brazilian composer Lindembergue Cardoso's catalogue of musical works, the author intends to present the composer's archive of musical documents, as well as to discuss characteristic aspects of his musical work. The archive consists of 189 complete and 43 unfinished or incomplete documents. Considering that the composer's career developed over 25 years (1965-1989), we must admit that the volume of his legacy is expressive. There are 110 works with opus numbers and other pieces without opus number, among which we find arrangements, incidental music, a few transcriptions and orchestrations. Regarding characteristic aspects of his work, the most significant ones are: intimacy with Brazilian folk and popular music; religiosity; timbral creativity; eclectic aesthetics, resulting from the interaction between tradition and innovative procedures; a heterodox attitude in the use of traditional musical systems; valorization of scenic expression in musical conception; openness towards the interpreter's creativity; commitment to student and amateur ensembles. <![CDATA[<b>Haydn, segundo Villa-Lobos</b>: <b>uma análise do 1º movimento do Quarteto de cordas nº 7 de Villa-Lobos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo analisa o 1º movimento do Quarteto de Cordas nº 7 de Villa-Lobos e investiga possíveis referências aos quartetos de cordas compostos por Franz Haydn, como Villa-Lobos sugeriu a Arnaldo Estrella.<hr/>This article analyses the 1st movement of Villa-Lobos' String Quartet nº 7 and search for possible references to Franz Haydn's string quartets, as suggested by Villa-Lobos in conversations with Arnaldo Estrella. <![CDATA[<b>Subsídios para a gênese da imprensa musical brasileira e para a história do Hino da Independência, de Dom Pedro I</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo tem por objetivos rever, mediante análise bibliográfica e de fontes primárias, a história de um de nossos símbolos musicais pátrios, o Hino da Independência, de Dom Pedro I, bem como trazer novos subsídios para o estudo da gênese da imprensa musical brasileira. Tem, igualmente, por escopo divulgar peculiaridades de uma antiga e pouco conhecida partitura desse hino, já não mais presentes em modernas edições de tal composição.<hr/>This article aims at reviewing, through bibliographical and primary sources analysis, the history of one of Brazil´s national anthems, the Independence Hymn, by Dom Pedro I, as well as bringing new subsidies for the study of the Brazilian musical press origins. It also intends to reveal some peculiarities of an early and lesser known piano and voice score of the Hymn, not present in today's editions of this composition. <![CDATA[<b><i>Gagaku</i></b><b>, de Olivier Messiaen</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A tensão entre nostalgia e inovação se manifesta de maneira única em Gagaku, o quarto movimento de Sept Haikai, de Olivier Messiaen. A religiosidade de Messiaen representa uma forma de nostalgia para a vanguarda intelectual francesa. Messiaen considera o senso de ritual e de estase como expressões musicais do sagrado. Através da comparação da estrutura do Gagaku de Messiaen (analisado à luz de seus próprios escritos sobre os seus métodos composicionais) e da estrutura da música tradicional japonesa gagaku, este artigo mostra de que modo o senso de ritual e de estase constitui o elemento estético comum existente independentemente em ambas as formas musicais. A existência de um elemento comum entre a "fonte" não-ocidental e a composição ocidental inspirada por esta fonte provê a condição necessária para a transformação de nostalgia em inovação. O conceito de écriture tem um papel importante na dialética de passado/futuro desta transformação, causando estrutura e estilo a se diferenciarem baseados no princípio da não-imitação, e afirmando-se como o elemento formativo que faz de Gagaku uma peça distintamente francesa.<hr/>The tension between nostalgia and innovation is uniquely manifested in Olivier Messiaen's Gagaku, the fourth movement of his 1962 composition Sept Haikai. Messiaen's religiosity represented a form of nostalgia to the intellectual French Avant-Garde. Messiaen considers the sense of ritual and stasis as musical expressions of sacredness. By comparing the structure of Messiaen's Gagaku (analyzed in the light of his writings about his compositional methods) and that of ancient Japanese gagaku court music, this paper will show how this sense of ritual and stasis constitutes the aesthetic common ground existing independently in both forms. The existence of common elements between a non-western "source" and the western composition inspired by that source provides the necessary condition for the transformation of nostalgia into innovation. The concept of écriture plays an important role in the past/future dialectic of this transformation, causing structure and style to differ based on the principle of non-imitation and asserting itself as the shaping element that makes Gagaku a piece of distinctly French music. <![CDATA[<b>Vibrafone</b>: <b>uma fonte de coloridos sonoros</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O artigo aborda questões práticas relativas à performance musical no vibrafone. Conceitos técnicos para a execução do repertório destinado a esse instrumento, geralmente transmitidos via tradição oral, são aqui ilustrados e formalizados afim de estabelecer um critério mínimo na bibliografia especializada em performance musical. Para isso são utilizados exemplos musicais extraídos de obras consagradas no cenário musical contemporâneo. Este trabalho poderá servir como ferramenta para o desenvolvimento pedagógico e artístico de percussionistas e compositores.<hr/>This article poses practical questions about musical performance on the vibraphone. Technical concepts for the vibraphone's repertoire, traditionally transmitted orally, are illustrated and formalized into a minimal criterion that can be integrated into the specialized musical performance bibliography. To this end, musical excerpts from standard works in the contemporary music scene are utilized. This work aims to contribute to the existing body of knowledge by providing a pedagogical and artistic developmental tool for composers and musicians. <![CDATA[<b>Abordagem ecológica para avaliação dos determinantes de comportamentos preventivos</b>: <b>proposta de inventário aplicado aos músicos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O presente trabalho teve por objetivo construir um inventário para avaliar os determinantes do comportamento saudável presente nos ambientes social e físico, relacionado à prevenção de lesões ocupacionais em músicos. O processo de construção do inventário baseou-se nas diretrizes para construção de instrumentos psicológicos preconizadas por PASQUALI (1999) e na conceituação formulada pela perspectiva ecológica. A partir desse referencial propõe-se um modelo para analisar o comportamento preventivo fundamentado em três componentes: a) as crenças de profissionais da música sobre o comportamento preventivo; b) uma avaliação das condições de trabalho disponibilizadas nos espaços para a prática musical; c) e a influência social no meio musical.<hr/>This study aimed at developing an inventory to assess social and physical environments determinants that influence the healthy behavior related to prevention of occupational injuries in musicians. The process of constructing the inventory is based on the guidelines for construction of psychological instruments by PASQUALI (1999) and the concept formulated by the ecological perspective. From this theoretical standpoint it is proposed a model to examine the preventive behavior based on three components: a) the beliefs of musicians on preventive behavior, b) an assessment of working conditions available in space for music practice, c) and social influence in the musical environment. <![CDATA[<b>Avaliação fisioterapêutica nos músicos de uma orquestra filarmônica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Pesquisa exploratória com 40 músicos sobre do risco de surgimento de distúrbios ósteo-musculares relacionados ao trabalho, o mobiliário utilizado pelos musicistas e as posturas adotadas durante os ensaios da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo (OFES). A avaliação postural visual utilizou o REBA (Rapid Entire Body Assessment) e as cadeiras e estantes de partitura foram avaliadas seguindo critérios ergonômicos. Os resultados indicam o desajuste postural dos músicos durante os ensaios, assim como a irregularidade do mobiliário utilizado, apontando para a necessidade de ações fisioterápicas imediatas tanto para reabilitação quanto para prevenção de lesões.<hr/>Exploratory research with 40 musicians on the risk of osteomuscular disorders related to work, the furniture used by musicians and the postures adopted during rehearsals of the Orquestra Filarmônica do Espírito Santo (OFES) in Brazil. The postural assessment used the visual REBA (Rapid Entire Body Assessment) and the chairs and music stands have been evaluated following ergonomic criteria. The results indicate a postural inadequacy of the musicians during rehearsals, as well as irregularity of the furniture used, pointing to the need of immediate physiotherapic action for both rehabilitation and for injury prevention. <![CDATA[<b>Sobre o desuso e o ressurgimento da viola pomposa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A viola pomposa, instrumento pentacorde de origem barroca semelhante à viola de orquestra com uma corda Mi aguda acrescentada, recebeu denominações divergentes desde o final do século XVIII causando confusão com os termos "violino pomposo", "violino tenor", "violoncello da spalla" e "violoncello piccolo". Entrou em desuso provavelmente pela dispendiosa manutenção das cordas e maior esforço de manuseio, motivos que não mais justificam sua ausência das salas de concerto. Descreve-se detalhadamente uma viola pomposa de construção brasileira feita pelo luthier Carlos Martins del Picchia em Belo Horizonte em 2006 seguindo as informações sobre "La Parmigiana" de Guadagnini feita em 1765. Apresenta uma lista de repertório para o instrumento, na qual a produção brasileira desponta na publicação de partituras e gravações de áudio e vídeo.<hr/>The viola pomposa is a 5-stringed instrument of baroque origin similar to the traditional orchestral viola, with an additional high E string. It has received divergent names since the late eighteenth century, being confounded with "violino pomposo", "violino tenor", "violoncello da spalla" and even "violoncello piccolo". It never got popularity probably because of its expensive string maintenance and bigger efforts to be played, reasons which don't justify anymore its absence from the concert halls. This article describes a Brazilian viola pomposa made by Carlos Martins Del Picchia in Belo Horizonte in 2006 after Guadagnini's "La Parmigiana" (1765) and lists an international repertory for the instrument, where the Brazilian production stands out for printed scores and audio/video recordings. <![CDATA[<b>A motivação para o desenvolvimento do trabalho de músicos de orquestra</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A motivação pode interferir na profissão musical, principalmente, pela necessidade constante da prática instrumental. No entanto, a literatura especializada não apresenta com clareza os principais fatores motivacionais para esta atividade profissional. Assim, buscou-se identificar os fatores relacionados à motivação para o desenvolvimento do trabalho de 22 instrumentistas de uma orquestra semi-profissional da região Sul do Brasil. A motivação foi avaliada por meio do questionário de FERREIRA et al. (2006) que apresenta 28 questões que buscam avaliar a motivação para o desenvolvimento das atividades profissionais relacionadas com a organização do trabalho, com realização e poder, com o desempenho e motivação associada ao envolvimento. Para a análise dos dados foi realizada a estatística descritiva por meio de média e desvio padrão e análise fatorial. Os resultados demonstraram que os fatores com a maior pontuação estão associados à motivação para a realização profissional e ao poder dentro da orquestra e com a motivação para o desenvolvimento das atividades profissionais relacionadas com a organização do trabalho. Essas informações se refletem nos resultados da análise fatorial que também indicou ambos os domínios como maior poder de explicação para se ter motivação para o desenvolvimento da prática junto ao instrumento. De forma geral, pode-se dizer que os instrumentistas encontram-se motivados para a realização do trabalho.<hr/>Motivation can interfere with the music profession, especially by the constant need for instrumental practice. However, the literature does not show clearly the main motivating factors for this professional activity. Thus, we sought to identify the factors related to motivation for developing the work of 22 musicians from an unprofessional orchestra in southern Brazil. The motivation was assessed by questionnaire FERREIRA et al. (2006) with 28 questions that seek to assess the motivation for the development of professional activities related to the organization of work, achievement and power, with the performance and motivation associated with involvement. For the data analysis was performed descriptive statistics through average and standard deviation and factor analysis. The results showed that the factors with the highest score are associated with motivation for professional achievement and power within the orchestra and the motivation for the development of professional activities related to the organization of work. These information reflect themselves in the results of factor analysis and also indicated that both domains as bigger explanatory power to the motivation for the development of practice with the instrument. In general, one can say that the musicians are motivated to carry out the work. <![CDATA[<b>Reciclar e colar</b>: <b>os papéis do compositor e do intérprete na criação colaborativa</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo analisa a interconexão entre compositor e intérprete no processo de criação colaborativa. Neste processo, exemplificado através da obra Recycling Collaging Sampling de Edson Zampronha, a interação de ambos papeis resulta em um trabalho cuja pertencência e autoria são igualmente compartilhados.<hr/>This article analyzes the interconnection between composer and performer inside a collaborative creation process. In this process, exemplified through the Edson Zampronha's work Recycling Collaging Sampling, the interaction between both roles results in a work which sense of belonging and authorship are equally shared. <![CDATA[<b>Análise de uma análise</b>: <b>Tarasti e Liszt</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Em seu livro basilar, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti empreende a análise semiótica da obra para piano Vallée d'Obermann, do compositor Franz Liszt. Num processo de arguta arqueologia musical, o autor desvenda as várias camadas que colorem a escrita do compositor húngaro. O presente artigo pretende fazer observações à margem deste texto, procurando detalhar e comentar a análise de um dos mais importantes teóricos da semiologia.<hr/>In his fundamental book, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti endeavors to analyze Liszt's piano workVallée d'Obermann from the point of view of semiotics. In a process of clever musical archaeology, the author reveals the many layers that color the score of the Hungarian composer. The present article intends to make a few observations at the margin of this text, trying to detail and comment the analysis by one of the most important Semiotics theorists in the world. <![CDATA[<b>Los caminos de la música, Europa y Argentina</b>: <b>an editorial initiative to be followed</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Em seu livro basilar, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti empreende a análise semiótica da obra para piano Vallée d'Obermann, do compositor Franz Liszt. Num processo de arguta arqueologia musical, o autor desvenda as várias camadas que colorem a escrita do compositor húngaro. O presente artigo pretende fazer observações à margem deste texto, procurando detalhar e comentar a análise de um dos mais importantes teóricos da semiologia.<hr/>In his fundamental book, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti endeavors to analyze Liszt's piano workVallée d'Obermann from the point of view of semiotics. In a process of clever musical archaeology, the author reveals the many layers that color the score of the Hungarian composer. The present article intends to make a few observations at the margin of this text, trying to detail and comment the analysis by one of the most important Semiotics theorists in the world. <![CDATA[<b>A (etno)musicologia anglo-americana sob doze perspectivas</b>: <b>uma resenha do livro The new (ethno)musicologies</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-75992012000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Em seu livro basilar, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti empreende a análise semiótica da obra para piano Vallée d'Obermann, do compositor Franz Liszt. Num processo de arguta arqueologia musical, o autor desvenda as várias camadas que colorem a escrita do compositor húngaro. O presente artigo pretende fazer observações à margem deste texto, procurando detalhar e comentar a análise de um dos mais importantes teóricos da semiologia.<hr/>In his fundamental book, A Theory of Musical Semiotics, Eero Tarasti endeavors to analyze Liszt's piano workVallée d'Obermann from the point of view of semiotics. In a process of clever musical archaeology, the author reveals the many layers that color the score of the Hungarian composer. The present article intends to make a few observations at the margin of this text, trying to detail and comment the analysis by one of the most important Semiotics theorists in the world.