Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Microbiology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1517-838220020002&lang=pt vol. 33 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Sistema de amostragem para análise de aflatoxinas em amendoim e milho</B>: <B>uma atualização</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this paper was to update the sampling plan for analysis of mycotoxins in grains, formerly published by the author. The proposed alterations were based on the acquired experience on its application and on FAO recommendations. This update restricts the scope of the former plan and establishes a sampling plan for analysis of aflatoxin in peanuts and corn, by means of modified formulas, the minimum number of sacks or points (when in bulk) from which incremental samples should be drawn to make a bulk sample. Fractional exponents (square roots) of the formulas proportionally decrease the number of sacks/points to be sampled as the lot size increases. Operating Characteristic (OC) curves developed for in-shell and shelled peanuts and corn as well as trend curves of the coefficient variation for different sample sizes (weights) are presented.<hr/>O objetivo deste trabalho foi atualizar a metodologia de amostragem para análise de micotoxinas em grãos, anteriormente publicada pelo autor. As alterações propostas tiveram por base a experiência adquirida na sua utilização e em recomendações da FAO. Esta atualização restringe a aplicação do método anterior e estabelece um plano de amostragem para análise de aflatoxina em amendoim e em milho por meio de fórmulas modificadas, o mínimo de sacos ou pontos (quando a granel) dos quais devem ser retiradas amostras incrementais para constituir uma amostra. Expoentes fracionários (raiz quadrada) das fórmulas diminuem proporcionalmente o número de sacos/pontos a serem amostrados, à medida que o lote aumenta de tamanho. Curvas de operação característica (OC) desenvolvidas para amendoim em casca e descascado e milho, bem como curvas de tendência dos coeficientes de variação, para diferentes tamanhos de amostra (peso), são apresentadas. <![CDATA[<b>Produção de proteases extracelulares por <i>Mucor circinelloides</i> utilizando D-glicose como substrato</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Recently, some Mucorales species have been reported as protease producers. The production of extracellular proteases by Mucor circinelloides using glucose as substrate was studied. Experiments were carried out with different D-glucose concentrations (40, 60 and 80 g/L). Biomass, pH and protease activity were determined. Although biomass production had reached best yields for the medium containing D-glucose in a concentration of 80 g/L, the enzymatic production was higher when the substrate concentration was reduced to 40 g/L. The yield factor for product on cell growth and the yield factor for product on carbon substrate were higher when the microorganism grew in medium containing 40 g/L glucose. The kinetics parameters suggest that this strain seems to be promising as an alternative microorganism for protease production.<hr/>Recentemente, algumas espécies da ordem Mucorales têm sido reportadas como produtoras de proteases. Neste trabalho a produção de proteases extracelulares foi estudada em uma amostra de Mucor circinelloides utilizando D-glicose, em diferentes concentrações (40, 60 e 80 g/L), como substrato. A fermentação foi acompanhada com determinação de biomassa e pH, assim como pela determinação da atividade proteásica. Embora a produção de biomassa tenha alcançado melhores rendimentos na presença de 80 g/L de glicose, a produtividade enzimática aumentou quando a concentração do substrato foi reduzida para 40 g/L. Os fatores de rendimento de produção enzimática por biomassa, assim como o rendimento de glicose consumida em atividade proteásica foram superiores quando o cultivo do microrganismo ocorreu em meio contendo 40 g/L de D-glicose. As variáveis de resposta do bioprocesso sugerem que a linhagem estudada possa ser utilizada como microrganismo agente para a produção de protease. <![CDATA[<B>Produção de fumonisinas por cepas de <I>Fusarium moniliforme</I> de acordo com a temperatura, umidade e tempo de cultura</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Production of fumonisins B1 (FB1) and B2 (FB2) by two Brasilian strains (LAMIC 2999/96 and 113F) and one American strain (NRRL 13616) of Fusarium moniliforme were evaluated in laboratory cultures subjected to different temperatures (20, 25, and 30&ordm;C), and moisture contents (25, 34, and 42%) on corn substrate. The cultures were grown during 10, 20, 30, 45, and 60 days, totalizing 135 treatments with two repetitions for each one. The fumonisins were extracted with acetonitrile/water. The clean-up with end-capped C18 silica (C18ec) cartridges and fumonisin derivatization with o-phtaldialdeyde were carried out through an automated sample processor system (ASPEC), followed by quantification of the toxins through HPLC. Fumonisin production varied widely, reaching average yields from 0.25 to 5515.45 &micro;g/g of FB1 and from 0.15 to 3032.10 &micro;g/g of FB2. In the present work, the factors strain, temperature, moisture and days of fungal culture were evaluated, and all of them had a bearing on the amounts of fumonisins produced. The highest FB1 average yields were obtained by the strain 113F, under the following conditions: 34% moisture content, 60 culture days, and temperature of 25&ordm;C. The highest FB2 average yield was obtained by the same strain with cultures over 45 days, 42% moisture content, at the temperature of 25&ordm;C. Via regression analysis, the ideal temperature for fumonisins production was, calculated as 24.5 and 24.3&ordm;C (&plusmn; 2&ordm;C) for FB1 and FB2, respectively.<hr/>Produção de fumonisinas B1 (FB1) e B2 (FB2) a partir de duas cepas brasileiras (LAMIC 2999/96 e 113F) e uma cepa americana (NRRL 13616) de Fusarium moniliforme foi avaliada em culturas de laboratório submetidas a diferentes temperaturas (20, 25 e 30&ordm;C) e a diferentes teores de umidade (25, 34 e 42%) em substrato de milho. As culturas foram realizadas em períodos de 10, 20, 30, 45 e 60 dias, totalizando135 tratamentos com duas repetições para cada um. As fumonisinas foram extraídas com acetonitrila/água. A limpeza foi realizada empregando cartuchos de sílica C18 encapada (C18ec) e a derivação com o-ftalodialdeído foram realizadas por um sistema processador automático de amostras (ASPEC), seguidas por quantificação das toxinas por CLAE. A produção de fumonisinas variou muito, atingindo rendimentos médios de 0,25 a 5515,45 &micro;g/g de FB1 e de 0,15 a 3032,10 &micro;g/g de FB2. Neste trabalho, os fatores como cepa, temperatura, umidade e dias de cultura fúngica foram avaliados, e todos estes influenciaram nas quantidades de fumonisinas produzidas. As mais altas produções de FB1 foram obtidas pela cepa 113F nas seguintes condições: teor de umidade de 34%, 60 dias de cultura, temperatura de 25&ordm;C. A maior produção média de FB2 foi obtida pela mesma cepa com culturas durante 45 dias, a um teor de umidade de 42%, à temperatura de 25&ordm;C. A temperatura ideal para produção de fumonisinas foi calculada por meio de análise de regressão, sendo 24,5&ordm;C e 24,3&ordm;C (&plusmn;2&ordm;C) para FB1 e FB2, respectivamente. <![CDATA[<B>Polifosfato em Zygomycetes</B>: <B>um estudo citoquímico</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The inorganic phosphorus content, and distribution, structure and localization of polyphosphate in mycelia of zygomycetous fungi was evaluated. Ultrastructural cytochemistry was successfully used to identifying the localization and distribution of polyphosphate in Absidia cylindrospora, Gongronella butleri and Mucor javanicus. The results revealed differences in the cytochemical staining pattern in all species studied and a uniform labeling on the cellular surface (cell wall and citoplasmic membrane). Reaction products were observed in intracellular structures and cellular membrane. Intracellular staining was observed in trabecullar, vacuolar and vesicular structures, in dense bodies and in the cytoplasm. However, the cytochemical staining intensity varied during the cellular growth. Analytical procedure revealed the phosphorus content during cell growth. The results demonstrated that phosphorus content varied during cultivation time and could be related to the polyphosphate cytochemical staining. Polyhosphate functions such as storage and utilization are discussed.<hr/>O conteúdo de fósforo e a distribuição, estrutura e localização de polifosfato em micélios de Zygomycetes foram avaliados. A citoquímica ultrastrutural foi utilizada com sucesso para identificar a localização e a distribuição de polifosfato em Absidia cylindrospora, Gongronella butleri e Mucor javanicus. Os resultados obtidos revelaram diferenças no padrão de marcação citoquímica em todas as espécies estudadas, bem como, uma marcação uniforme sobre a superfície celular, correspondendo à parede celular e à membrana citoplasmática. Produtos de reação, resultantes da marcação citoquímica, foram também visualizados em estruturas intracelulares e na membrana celular. Estruturas trabeculares, vacuolares, vesiculares, sob a forma de corpos eletron densos e grânulos dispersos no citoplasma foram visualizadas. Adicionalmente, a marcação citoquímica variou durante as diferentes fases do crescimento celular. O conteúdo de fósforo variou ao longo do crescimento celular e do tempo de cultivo, possivelmente devido aos padrões da marcação citoquímica observados por meio da microscopia eletrônica de transmissão. São discutidas as funções do polifosfato como material de reserva e sua utilização. <![CDATA[<B>Corpúsculos de woronin em <I>Penicillium janczewskii</I> Zaleski</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Penicillium janczewskii Zaleski is an efficient microorganism for the production of extracellular inulinases and grows rapidly on medium containing sucrose or inulin as carbon source. Maintenance of this filamentous fungus on inulin medium induces secretion of large amounts of inulinases, but the resulting mycelium has thinner cell walls that easily collapse and break. Woronin bodies in hyphae of P. janczewskii grown on sucrose and inulin substrates were observed. No significant differences in the number, location, size and shape of Woronin bodies and level of plugging were observed in cultures of the fungus grown on the two carbon sources. The data indicate that the presence of Woronin bodies in P. janczewskii could not be associated with more easily damaged hyphae, although the function of these organelles in pore plugging has been confirmed.<hr/>Penicillium janczewskii Zaleski é um microrganismo eficiente para a produção de inulisases extracelulares e cresce rapidamente em meio contendo sagarose ou inulina como fonte de carbono. A manutenção desse fungo filamentoso em meio com inulina induz a secreção de grandes quantidades de inulisanes, mas resulta na presença de um micélio com parede celulares mais finas, que facilmente colapsa e se danifica. A presença de corpúsculos de Woronin foi analisada nas hifas de P. janczewskii crescido em sacarose e inulina. Nenhuma diferença significativa foi observada no número, localização, tamanho e forma dos corpúsculos de Woronin e na obstrução dos poros dos septos nas culturas do fungo crescido nas duas diferentes fontes de carbono. Os resultados obtidos indicam que a presença dos corpúsculos de Woronin em P. janczewskii não pode ser associada com a presença de hifas mais facilmente danificadas, embora a função dessas organelas na obstrução dos poros dos septos tenha sido confirmada. <![CDATA[<B>Caracterização genética de isolados de <I>Agaricus blazei</I> por RAPD</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The genetic divergence of five isolates of Agaricus blazei was determined based on RAPD data. Results indicate that there is little genetic variability among the commercialized strains and that RAPD is a feasible and low cost technique that can be used to characterize this fungus.<hr/>Determinou-se a divergência genética entre cinco isolados do fungo Agaricus blazei pela técnica de RAPD. Dos cinco isolados três não apresentaram qualquer divergência, sendo caracterizados como isolados de uma mesma origem, embora obtidos em locais diferentes do país. Outros dois isolados mostraram-se diferentes do primeiro grupo e divergentes entre si. <![CDATA[<B>Citrininotoxigenicidade de <I>Penicillium</I> sp. isolado de maçãs deterioradas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A study on the occurrence of citrinin and citrinin production ability of Penicillium spp. isolated from decaying apples collected from households in Croatia was carried out. Among 100 samples of apples, 37 strains of Penicillium spp. were found, including P. expansum, P. roqueforti, P. implicatum and P. purpurogenum. Citrinin production in liquid yeast medium by 11 strains of P. expansum varied in a range of 0.07 to 9.00 mg.kg-1. Citrinin was isolated from 19% of apple samples in range of 0.05 to 0.24 mg.kg-1. Antimicrobial activity of isolated citrinin, evaluated through tests on Bacillus subtilis, presented inhibitory zones varying from 5 mm to 1 cm. Minimal inhibitory concentrations (MIC) were 0.0072 µg.mL-1 for bacteriostatic effect, and 0.0144 µg.mL-1 for bactericidal effect.<hr/>Nesse estudo, foi examinada a ocorrência de citrinina e a capacidade de produção do citrinina por cepas de Penicillum spp. isoladas de maçãs deterioradas, recolhidas em pomares domésticos no território da Croácia. De 100 amostras de maçãs examinadas, foram isoladas 37 cepas de Penicillium spp. incluindo P. expansum, P. roqueforti, P. impicatum e P. purpurogenum. A capacidade de produção de citrinina por 11 cepas de P. expansun foi determinada em meio líquido obtendo-se concentrações variando entre 0,07 e 9,00 mg.kg-¹. A citrinina foi detectada em 19% das amostras de maçãs, com concentração variando entre 0,05 e 0,24 mg.kg-¹. O efeito antimicrobiano da citrinina foi determinado em testes com Bacillus subtilis, com zona de inibição variando entre 5 mm e 1 cm. A concentração mínima inibitória (CMI) foi 0,0072 µg.mL-1 para o efeito bacteriostático e 0,0144 µg.mL-1 para o efeito bactericida. <![CDATA[<B>Fungos toxigênicos em feijão (<I>Phaseolus vulgaris</I> L.) classes preto e cores cultivado no Estado de Santa Catarina, Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Toxigenic fungi were studied in beans (Phaseolus vulgaris L.) of Classes black and color, cultivated in different regions of the State of Santa Catarina, south region of Brazil. The mean counts of filamentous fungi were 2.8 x 103 and 6.7 x 103 CFU/g for beans Classes black and color, respectively. Penicillium spp., Aspergillus spp. and Phoma spp. were the most frequent genera isolated, followed by Ryzopus spp., Alternaria spp., Helminthosporium spp., Cladosporium spp., Botrytis spp., Fusarium spp., Trichoderma spp., Curvularia spp. and Dreschelera spp. Among beans Class black, 24.6% of the Aspergillus strains produced mycotoxins: 13.1% produced aflatoxins (AFs); 11.5% produced ochratoxin A (OTA) and 28.9% of Penicillium produced citrinin (CTR). On the other hand, 22.1% of Aspergillus strains isolated from beans Class color produced mycotoxins (16.7% produced AFs and 5.4% produced OTA), while Penicillium genera had 35.4% of CTR producing strains. The toxigenic species were A. flavus, A. parasiticus, A. ochraceus and P. citrinum Thom.<hr/>Foram estudados fungos toxigênicos em feijão (Phaseolus vulgaris L.), classes preto e cores, cultivados em diferentes regiões do Estado de Santa Catarina, região Sul do Brasil. A média total de fungos filamentosos foi de 2,8x10³ e 6,7x10³ UFC/g para feijão classe preto e cores, respectivamente. Penicillium spp., Aspergillus spp. e Phoma spp. foram os gêneros mais frequentes isolados, seguidos por Ryzopus spp., Alternaria spp., Helminthosporium spp., Cladosporium spp., Botrytis spp., Fusarium spp., Trichoderma spp., Curvularia spp. e Dreschelera spp. No feijão classe preto, 24,6% das cepas de Aspergillus isolados eram toxigenicas: 13.1% eram produtoras de aflatoxinas (AFs) e 11,5% de ocratoxina A (OTA); e 28,9% de Penicillium produziram citrinina (CTR). Por outro lado, 22,1% de cepas de Aspergillus isolados do feijão classe cores, produziram micotoxinas (16,7% produziram AF e 5,4% produziram OTA), já do gênero Penicillium, 35,4% das cepas produziram CTR. As espécies toxigênicas isoladas foram A. flavus, A. parasiticus, A. ochraceus e P. citrinum Thom. <![CDATA[<B>Bactérias e leveduras associadas a amêndoas de cajueiro, de castanha-do-Brasil e à pimenta-do-reino preta e branca</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A total of thirteen genera of bacteria and two genera of yeasts were detected in surface sterilized and unsterilized Brazilian commodities and spices such as cashew kernels, Brazil nut kernels, black and white pepper. The genus Bacillus with eight species was by far the most common. The yeasts isolated were Pichia sp., P. guillermondii and Rhodotorula sp. Bacillus cereus, Salmonella typhimurium and Staphylococcus aureus were detected in cashew and Brazil nut kernels.<hr/>Um total de 13 gêneros de bactérias e 2 de leveduras foi detectado a partir de amêndoas de castanha de cajueiro, de amêndoas de castanha-do-Brasil e de pimenta-do-reino preta e branca produzidas no Brasil. O gênero bacteriano mais freqüentemente encontrado foi o Bacillus, com 8 espécies. As leveduras Pichia sp., P. guillermondii e Rhodotorula sp., isoladas somente a partir de amêndoas de cajueiro, apresentaram populações mais elevadas que as de bactérias. Bacillus cereus, Salmonella typhimurium e Staphylococcus aureus foram também detectadas em amêndoas de cajueiro e de castanha-do-Brasil. <![CDATA[<B>Variabilidade de colônias isoladas de estirpes de <I>Rhizobium</I> efetivas na nodulação do feijoeiro, antes de após exposição temperatura elevada</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Irregular response to bean plants to Rhizobium inoculation has been attributed to among other factors, low competitive ability, low N2 fixation efficiency and genetic instability of the symbiont. This genetic instability caused by high rates of genomic rearrangements and/or plasmid deletions can be accentuated by high temperatures. This fact may limit the utilization of these strains as inoculants, especially in tropical soils. In this study, the variability of isolated colonies derived from effective R. leguminosarum bv. phaseoli (SLP1.3 and BR 10.026) and R tropici (SLA2.2 and BR322) strains was evaluated before and after exposure to high temperatures (four consecutive thermal shocks at 45&ordm;C). This evaluation involved plant dry matter analysis of inoculated plants and genotypic (plasmid profile and genomic patterns via RAPD) analysis of the Rhizobium strains. The results evidenced that high temperature improve the natural performance variability especially between isolated colonies from R. leguminosarum bv. phaseoli strains. The plasmid profile of isolated colonies from R. tropici strains were identical regardless of temperature treatment whereas isolated colonies from R. leguminosarum bv. phaseoli alterations were detected especially after the thermal treatment. The genomic patterns generated by AP-PCR showed more alterations and genetic variation in isolated colonies from R. leguminosarum bv. phaseoli strains indicating that R. tropici strains are more stable and lower affected by high temperature.<hr/>A irregularidade de resposta do feijoeiro à inoculação com rizóbio tem sido atribuída, entre outros fatores, à baixa capacidade competitiva, baixa eficiência em fixar N2 e instabilidade genética do simbionte. Esta instabilidade genética decorrente de frequências elevadas de rearranjos genômicos e/ou deleções plasmidiais pode ser acentuada após exposição a temperaturas elevadas, comprometendo a utilização dessas estirpes como inoculantes, especialmente nos solos tropicais. Nesse estudo, foi avaliada a variabilidade de colônias isoladas derivadas de estirpes efetivas de R. leguminosarum bv. phaseoli (SLP1.3 e BR10.026) e R. tropici (SLA2.2 e BR322), antes e após exposição à temperatura elevada (4 choques térmicos sucessivos a 45&ordm;C). Essa avaliação foi efetuada através da análise de características fenotípicas (medida pela produção de matéria seca das plantas inoculadas) e genotípicas (perfil plasmidial e padrões genômicos via RAPD). Os resultados obtidos indicaram que à temperatura elevada acentuou a variabilidade na performance natural entre as colônias isoladas das estirpes testadas, especialmente da espécie R. leguminosarum bv. phaseoli. Os perfis plasmidiais das colônias derivadas das estirpes de R. tropici antes e após exposição à temperatura elevada apresentaram-se idênticos entre si e em relação a estirpe original. Os padrões genômicos determinados via RAPD mostraram mais alterações e variação genética nas colônias isoladas das estirpes de R. leguminosarum bv. phaseoli, indicando que as estirpes de R. tropici são mais estáveis e foram menos afetadas pela ação da temperatura. <![CDATA[<B><I>Sphenospora</I> <I>kevorkianii</I>, fungo causador de ferrugem (Uredinales: Raveneliaceae) na orquídea <I>Pleurothallis</I> <I>mentigera</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A rust disease on the Brazilian orchid Pleurothallis mentigera was found in Mata do Jambreiro, a tropical forest in Minas Gerais State, caused by a fungus identified as Sphenospora kevorkianii Linder is described. P. mentigera Kraenzl. is added to S. kevorkianii host range.<hr/>Uma nova doença causada por ferrugem foi encontrada em Pleurothallis mentigera, orquídea brasileira, na floresta tropical da Mata do Jambreiro, no Estado de Minas Gerais. O agente etiológico foi identificado como sendo Sphenospora kevorkianii. P. mentigera deve ser adicionada à lista de hospedeiros de S. kevorkianii. <![CDATA[<B>Proteases (caseinase e elastase), hemolisinas, adesão e sensibilidade a antimicrobianos em cepas de <I>Stenotrophomonas maltophilia</I> isoladas de amostras clínicas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Forty-six S. maltophilia isolates obtained from hospital clinical specimens were studied for protease (caseinase and elastase) production, hemolytic activity, adhesion to HEp-2 cells, plastic and glass. Susceptibility to antimicrobial agents was also evaluated. The majority of isolates were obtained from respiratory tract secretions of patients using medical devices. All the isolates grown overnight were able to hydrolyze casein at 30&ordm;C and 37&ordm;C. After 72h, all the isolates hydrolyzed elastase at 30&ordm;C and 40 isolates (87%) at 37&ordm;C. Most of the isolates presented hemolytic activity after 96h of incubation at both temperatures. Rabbit blood showed the hightest hemolytic activity, after 96h 61% and 98% of tested isolates presented beta-hemolysis at 30&ordm;C and 37&ordm;C, respectively. All isolates were susceptible to trimethoprim-sulfametoxazole and were resistant to most beta-lactams tested. By the dilution method, S. maltophilia showed a high susceptibility to ticarcillin-clavulanate and a lower susceptibility to ciprofloxacin than the agar diffusion. The isolates showed adhesion to HEp-2 cells, plastic and glass. The proteolytic activities and adhesion to inanimate surfaces detected in S. maltophilia can be related to the pathogenesis of this bacterium and/or medical device colonization which favors the development of nosocomial infections.<hr/>Quarenta e seis amostras de S. maltophilia obtidas de amostras clínicas foram estudadas quanto à produção de protease (caseinase e elastase), atividade hemolítica, adesão a células HEp-2, ao plástico e ao vidro. A sensibilidade aos agentes antimicrobianos também foi avaliada. A maioria das amostras foi obtida de secreções do trato respiratório de pacientes em uso de "dispositivos" médicos. Todas as amostras foram capazes de hidrolisar a caseína após o crescimento a 30&ordm;C e 37&ordm;C por 16-18hs. Após 72 hs, todas as amostras apresentaram atividade hemolítica após 96hs de incubação em ambas as temperaturas. A maior atividade hemolítica foi verificada com o sangue de coelho; após 96hs, 61% e 98% das amostras apresentaram b-hemólise a 30&ordm;C e 37&ordm;C, respectivamente. Todas as amostras foram sensíveis ao sulfametoxazol-trimetoprim e resistentes à maioria dos antimicrobianos b-lactâmicos testados. Através do método de diluição em ágar, S. maltophilia mostrou uma alta sensibilidade à ticarcilina-ácido clavulânico e uma menor sensibilidade à ciprofloxacina do que pelo método de difusão em ágar. As amostras mostraram adesão às células HEp-2, ao plástico e ao vidro. A atividade proteolítica e adesão a superfícies inanimadas detectadas em S. maltophilia podem estar relacionadas à patogênese desta bactéria. A colonização de "dispositivos" médicos favorece o desenvolvimento de infecções hospitalares. <![CDATA[<B>Sensibilidade do kit Amplicor MRB na detecção direta de <I>Mycobacterium tuberculosis</I> em espécimes baciloscopia negativa</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt We evaluated the performance of the AMPLICOR MTB assay for detection of M. tuberculosis in clinical specimens obtained from 98 smear-negative tuberculous patients (43 with positive and 55 with negative culture results). The sensitivity of the AMPLICOR MTB was 44.9% (44/98) and that of culture was 43.8% (43/98). No significant difference was observed between the results obtained by AMPLICOR MTB and by culture. We conclude that amplification assays could be used for testing smear-negative specimens because a rapid diagnosis will benefit those patients.<hr/>A sensibilidade do kit AMPLICOR MTB foi avaliada em 98 espécimes clínicos baciloscopia negativa (43 eram cultura-positiva e 55 cultura-negativa) provenientes de pacientes ambulatoriais. A sensibilidade do AMPLICOR MTB foi de 44% (44/98) e a da cultura 43,8% (43/98). Não foi observada diferença significativa entre os resultados dos dois métodos. Conclui-se que os ensaios de amplificação podem ser utilizados em espécimes baciloscopia negativa, porque um rápido diagnóstico beneficiará esses pacientes. <![CDATA[<B>Triagem da atividade antimicrobiana de produtos naturais utilizando leitor de microplacas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The microdilution technique, using a microplate photometer, to determine the minimal inhibitory concentration (MIC) for a natural product was compared to the serial tube dilution method. The MIC obtained for Paepalantine against S. aureus was the same by the two methods, showing an antimicrobial effect similar to chloramphenicol.<hr/>A técnica de microdiluição para a determinação da concentração inibitória mínima (CIM) de um produto natural utilizando espectrofotômetro para microplacas foi comparada ao método de diluição seriada em tubo. A CIM da Paepalantina para S. aureus foi a mesma por ambos métodos demonstrando possuir efeito antimicrobiano semelhante ao cloranfenicol. <![CDATA[<B>Envolvimento de proteínas G e cAMP na produção de enzimas quitinolíticas por <I>Trichoderma harzianum</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The effect of G protein modulators and cyclic AMP (cAMP) on N-acetylglucosaminidase (NAGase) production was investigated during 84 h of growth of a Trichoderma harzianum strain in chitin-containing medium. Caffeine (5 mM), N6--2'-O-dibutyryladenosine 3'5'-cyclic monophosphate sodium salt (dBcAMP) (1 mM) and 3-isobutyl-1-methylxanthine (IBMX) (2 mM) decreased extracellular NAGase activity by 80%, 77% and 37%, respectively. AlCl3/KF (100 &micro;M/10 mM and 200 &micro;M/ 20 mM) decreased the activity by 85% and 95%, respectively. Cholera (10 &micro;/mL) and pertussis (20 &micro;/mL) toxins also affected NAGase activity, causing a decrease of approximately 75%. Upon all treatments, protein bands of approximately 73 kDa, 68 kDa and 45 kDa had their signals diminished whilst a 50 kDa band was enhanced only by treatment with cholera and pertussis toxins. N-terminal sequencing analysis identified the 73 kDa and 68 kDa proteins as being T. harzianum NAGase in two different truncated forms whereas the 45 kDa band comprised a T. harzianum endochitinase. The 50 kDa protein showed sequence similarity to Coriolus vesicolor cellobiohydrolase. The above results suggest that a signaling pathway comprising G-proteins, adenylate cyclase and cAMP may be involved in the synthesis of T. harzianum chitinases.<hr/>O efeito de cAMP e de moduladores de proteínas G sobre a produção de N-acetilglicosaminidase (NAGase) foi investigado durante o crescimento de Trichoderma harzianum em meio contendo quitina. Cafeína (5 mM), dBcAMP (1mM) e IBMX (2 mM) provocaram diminuições na atividade extracelular de NAGase em 80%, 77% e 37%, respectivamente. Por outro lado, a presença de AlCl3/KF nas concentrações de 100 &micro;M/10 mM e 200 &micro;M/ 20 mM causou decréscimo na atividade em 85% e 95%, respectivamente. A toxina do cólera (10 &micro;/mL) e a toxina pertussis (20 &micro;/mL) também afetaram a atividade de NAGase, causando um decréscimo de aproximadamente 75%. Análises eletroforéticas mostraram que todos os tratamentos citados causaram diminuição no sinal de bandas correspondendo a polipeptídios de 73 kDa, 68 kDa e 45 kDa, enquanto uma banda de 50 kDa foi intensificada apenas com tratamento com as toxinas do cólera e pertussis. Análises de sequenciamento N-terminal permitiram a identificação das proteínas de 73 kDa e 68 kDa como sendo NAGase de T. harzianum em duas formas diferentemente processadas enquanto a banda de 45 kDa correspondeu a uma endoquitinase de T. harzianum. A proteína de 50 kDa mostrou similaridade de sequência com uma celobiohidrolase de Coriolus vesicolor. Os resultados sugerem que uma via de sinalização composta por proteínas G, adenilato ciclase e cAMP possa estar envolvida na produção de quitinases T. harzianum. <![CDATA[<B>Leptospirose em matrizes suínas de abatedouro</B>: <B>investigação sorológica e histopatológica</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Swine leptospirosis is recognized world wide as an important cause of reproductive failure. Serum and histo-pathological examinations have been constantly used to diagnose this disease. This study was carried out on slaughtered sows from Northern Paraná State to compare serum findings with kidney, liver, ovary and uterus histo-pathological examinations. The microscopic serum-agglutination carried out on 36 animals detected 24 with titles > 100 and 12 negative (< 100). The histopathological examinations made on livers, kidneys, ovaries and uterus stained with hematoxylin-eosin, were carried out on 16 randomly chosen animals, 11 from the groups with > 100 serological titles and five from the negative group. The results showed that all the 16 animals had indicative lesions in the liver or in one of the kidneys. There were no lesions in the ovaries or uterus. Microscopic serum-agglutination title readings between 20 and 80 were detected in animals of the group considered negative with title < 100.<hr/>A leptospirose suína é reconhecida mundialmente como uma importante causa de doença reprodutiva. Os exames sorológicos e histopatológicos têm sido constantemente utilizados para o diagnóstico dessa enfermidade. Este trabalho foi realizado em matrizes suínas de descarte da região norte do Estado do Paraná com o objetivo de comparar os achados sorológicos com os exames histopatológicos de rim, fígado, ovário e útero. A soroaglutinação microscópica realizada em 36 animais, detectou 24 com títulos considerados positivos (> 100) e 12 negativos (< 100). Os exames histopatológicos realizados em cortes de fígados, rins, ovários e úteros corados pela hematoxilina-eosina, foram realizados em 16 animais escolhidos aleatoriamente (11 do grupo com título sorológico > 100 e cinco do grupo <100). Os resultados mostraram que todos os 16 animais tinham lesões histológicas sugestivas no fígado ou em um dos rins. Os ovários e úteros examinados não apresentaram lesões. Foram detectados títulos entre 20 a 80 na soroaglutinação microscópica nos cinco animais do grupo com título < 100. <![CDATA[<B>Influência de concentrações subinibitoriais de antimicrobianos na hidrofobicidade, aderência e ultraestrutura de <I>Fusobacterium nucleatum</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822002000200017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Fusobacterium nucleatum is considered a bridge organism between earlier and later colonizers in dental biofilms and a putative periodontopathogen. In Dentistry, antimicrobial agents are used for treatment and control of infectious diseases associated with dental plaque. Antiseptics have been used in association with antibiotics to reduce infections after oral surgeries. In this study, the influence of subinhibitory concentrations (SC) of chlorhexidine, triclosan, penicillin G and metronidazole, on hydrophobicity, adherence to oral epithelial cells, and ultra-structure of F. nucleatum was examined. All isolates were susceptible to chlorhexidine, triclosan, and metronidazole; however, most of the isolates were susceptible to penicillin G, and all of them were hydrophilic when grown with or without antimicrobials. Adherence was decreased by all antimicrobials. Results suggest that adherence of F. nucleatum was influenced by adhesins because structures such as fimbries or capsule were not observed by transmission electronic microscope.<hr/>Fusobacterium nucleatum é um organismo que cumpre o papel de ponte de ligação entre os colonizadores iniciais e tardios no biofilme dentário, e é considerado um possível periodontopatógeno. Em Odontologia, agentes antimicrobianos são usados para o tratamento e controle de doenças infecciosas associadas com a placa dental. Anti-sépticos têm sido usados em associação com antibióticos para reduzir infecções após cirurgias orais. Neste estudo, foi avaliada a influência de concentrações subinibitórias de clorexidina, triclosan, penicilina G e metronidazol, sobre a hidrofobicidade, aderência às células epiteliais bucais, e a ultra-estrutura de F. nucleatum. Todos os isolados foram susceptíveis a clorexidina, triclosan, e metronidazol. A maioria deles foi sensível à penicilina G. Também, a maioria dos isolados, foi hidrofílica quando cresceram com ou sem antimicrobianos. A aderência foi diminuída pela ação dos antimicrobianos usados. Os resultados sugerem que a aderência de F. nucleatum foi influenciada por adesinas devido a que estruturas como fímbrias ou cápsula não foram observadas pela microscopia eletrônica de transmissão.