Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Microbiology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1517-838220050004&lang=pt vol. 36 num. 4 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Persistência de <I>Bacillus thuringiensis</I> em folhas de milho em condições de campo (<I>Zea mays </I>L.)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The persistence slope of Bacillus thuringiensis (Bt) based products in the field is an important parameter to evaluate their efficacy. The half-life, estimated based on persistence slope parameters, is one of the most effective tools to select microbial pesticides. The aim of this research was to study the relationship between viability loss of Bt spores on maize leaves and their concentration, comparing it with field persistence. The experimental design was split-plot on time, composed by maize plants, in which three concentrations (half, normal and double doses) of a Dipel commercial formulation were applied. In each plot three leaves in the upper part of three plants where randomly selected. Samples of these leaves were collected 3 to 72 hours after treatment, to count the number of viable spores in two foliar dishes with 1 cm in diameter. The field persistence was determined using an exponential model, linearized by a logarithmic transformation of viable spores number in time. Using the log linear method of confidence intervals, there were no significantly differences (P = 0.05) in half-lifes: 18.2 hours for half-dose, 16.5 hours for normal dose and 13.6 hours for double dose. Assuming a fictitious index of insect consumption equal to one, the effective doses according to concentrations were calculated. It was verified that 77%, 78% and 80.5% of the effective doses (viable spores) remained on the leaf surface after the first day of treatment, respectively.<hr/>A curva de persistência de produtos à base de Bacillus thuringiensis (Bt) no campo é um importante parâmetro para avaliar a sua eficiência. A meia-vida, baseada em estimativas dos parâmetros desta curva, é um aspecto importante na seleção de pesticidas microbianos. O objetivo desta pesquisa foi estudar a relação entre a perda de viabilidade de esporos de Bt em folhas de milho, e sua concentração, comparando-as com a persistência em campo. O delineamento experimental utilizado foi o de parcelas subdivididas no tempo, composto por plantas de milho às quais foram aplicadas três concentrações (meia dose e dose normal e dobro da dose recomendada) de uma formulação comercial de Dipel. Em cada parcela foram escolhidas ao acaso 3 folhas na parte superior de 3 plantas. Nestas, foram feitas amostragens entre 3 e 72 horas após a aplicação dos tratamentos, para contar o número de esporos viáveis, utilizando-se dois discos com 1 cm de diâmetro. A persistência em campo foi medida com um modelo exponencial, linearizado por transformação logarítmica do número de esporos viáveis no tempo. Utilizando o método linear logarítmico dos intervalos de confiança, não foi verificada diferença significativa (P=0.05) nas meias-vidas em 18,2 horas para meia dose, 16,5 horas para dose normal e 13,6 horas para o dobro da dose. Considerando uma taxa fictícia de consumo de um inseto de, calculou-se as doses eficazes em cada concentração. Constatou-se que 77%, 78% e 80,5% das doses efetivas (esporos viáveis) permaneceram na superfície das folhas um dia após o tratamento, respectivamente. <![CDATA[<B>Influência de cobre no metabolismo de polifosfato de <I>Cunninghamella elegans</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this work was to evaluate the physiological aspects of polyphosphate metabolism of Cunninghamella elegans grown in presence of copper. The growth profile was obtained by means of biomass yields, orthophosphate consumption, polyphosphate accumulation and phosphatases activities. The results revealed the influence of copper on the growth, observed by biomass yields. Orthophosphate consumption was faster in cells grown in the presence of copper. The presence of copper in the culture medium induced polyphosphate accumulation. The polyphosphate level was almost constant in the beginning of control culture growth, and could be related to the exponential growth phase. On the other hand, the copper treated cultures exhibited a significant reduction in the polyphosphate levels, indicating an active metabolization of the polymer. Acid phosphatase activity was not detected in the conditions studied, but alkaline phosphatase activity was significantly lower in the treated cultures. The results suggest the potential use of Cunninghamella elegans isolate in bioremediation and biosorption applied to environments polluted by copper.<hr/>O presente trabalho teve como finalidade avaliar os aspectos fisiológicos do metabolismo do polifosfato em Cunninghamella. elegans cultivada em meio contendo cobre. O perfil de crescimento foi estabelecido em função da produção de biomassa, consumo de ortofosfato, acumulação de polifosfato e atividade das fosfatases. Os resultados obtidos indicaram a influência do metal pesado sobre o crescimento, como observado pelo rendimento da biomassa. O consumo da fonte de fósforo durante as primeiras 24 horas de crescimento na cultura tratada com cobre foi maior que na cultura controle. A acumulação de polifosfato permitiu verificar comportamentos distintos na ausência e presença do metal. A análise do polifosfato celular revelou que, nas amostras tratadas, o polímero é significativamente metabolizado durante o início do cultivo quando em presença do cobre. O isolado analisado não exibiu atividade para a fosfatase ácida. Contudo, o cultivo em presença de cobre induziu variações na expressão da enzima fosfatase alcalina. Uma diminuição significativa da atividade enzimática foi observada para a cultura tratada com o íon metálico. Os estudos demonstram o potencial de Cunninghamella elegans para biorremediação de ambientes contaminados com cobre. <![CDATA[<B>Qualidade sanitária de areia de praias recreacionais em São Paulo, Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A sanitary evaluation of sand and water from 16 beaches of São Paulo State, Brazil, was undertaken during spring of 1997 and summer of 1998. Ninety six samples each of wet and dry sand and seawater were collected and analysed for fecal indicator bacteria. A parasitological examination and Candida albicans analysis were also performed in sand samples and F-specific bacteriophages were determined in seawater. Statistical analysis of the results demonstrated higher concentrations of fecal coliforms and fecal streptococci in dry sand during summer. Correlation analysis indicated a significant relationship between fecal indicator densities in wet sand and seawater. There was a significant correlation between the densities of fecal coliforms and fecal streptococci for both types of sand, and this correlation was higher in wet sand. Cysts and eggs of parasites were detected in 4.2% of the samples and Candida albicans was isolated in 18% of the samples. The high concentrations of fecal indicators detected in sand during summer demonstrate that there is a health risk to the users of these recreational areas and suggest the necessity of some criteria for microbiological control. Preventive measures, such as education campaings and some management actions are important precautionary measures.<hr/>Foi realizada uma avaliação sanitária das águas e areias de 16 praias do litoral do Estado de São Paulo, Brasil, durante a primavera de 1997 e verão de 1998. Cento e noventa e duas amostras de areia seca e úmida, e 96 amostras de água do mar, foram coletadas e analisadas quanto à presença de bactérias indicadoras de contaminação fecal. Também foram realizados exames parasitológicos e análises de Candida albicans nas amostras de areia, e a determinação de bacteriófagos F-específicos nas amostras de água. A análise estatística dos resultados demonstrou concentrações mais elevadas de coliformes e estreptococos fecais na areia seca, durante o verão. Observou-se uma correlação significativa (Pearson) entre as concentrações de coliformes fecais e estreptococos fecais para os dois tipos de areia, correlação esta mais elevada na areia úmida. Ovos e cistos de parasitas e C. albicans foram detectados em 4,2% e 18% das amostras, respectivamente. As elevadas densidades dos indicadores de contaminação fecal detectadas nas areias durante o verão mostram a necessidade de orientar-se adequadamente a população a respeito das doenças veiculadas pela areia e das medidas preventivas necessárias, bem como de buscar-se um critério adequado para monitorar esse risco. <![CDATA[<B>Esporulação de fungos micorrízicos arbusculares usando solução nutritiva adicionada de tampão Tris HCl</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The production of inoculum is one of the hindrances in the large scale application of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF). The objective of this work was to evaluate the effect of nutrient solutions with or without Tris-HCl buffer, on sporulation of AMF. The experiment was carried out in a greenhouse, using a substrate with sand and vermiculite (1:1 v/v). Fifty spores of Gigaspora margarita, Scutellospora heterogama, and Glomus etunicatum were inoculated in Sorghum vulgare (sorghum) or Panicum miliaceum (fodder millet). The substrate received the following nutrient solutions: Hoagland with 3 muM P (S1); Long Ashton II with 15.9 muM P (S2) and Hoagland with 20 muM P (S3), with or without 50 mM of Tris-HCl buffer (pH 6.5); the control treatment, consisting of a soil + sand + vermiculite (2:1:1 v/v) substrate was irrigated with deionized water. Ten weeks after the beginning of the experiment sporulation did not differ in treatments with sorghum. Panicum miliaceum promoted higher sporulation of the AMF than sorghum, and differences among treatments with nutrient solutions were observed. Production of spores of G. margarita and S. heterogama increased significantly after addition of buffer in S1 and S2, while that of G. etunicatum was improved when the substrate was irrigated with S1 + buffer and S3 solutions. Solution S1 + buffer benefited sporulation of the three fungi. However, as observed, each AMF, host, and substrate system should be studied separately for establishment of the most favorable conditions for inoculum production.<hr/>A produção de inóculo é um dos entraves na aplicação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) em larga escala. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de soluções nutritivas associadas a tampão Tris-HCl sobre a esporulação dos FMA. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, um para cada hospedeiro, painço (Panicum miliaceum) e sorgo (Sorghum vulgare), usando como substrato areia:vermiculita (1:1 v/v), onde foram aplicados cinqüenta esporos de Gigaspora margarita, Scutellospora heterogama e Glomus etunicatum. O substrato foi irrigado com as seguintes soluções nutritivas: Hoagland com 3 miM P (S1), Long Ashton II com 15,9 miM P (S2) e Hoagland com 20 miM P (S3), com ou sem 50 mM de tampão Tris-HCl (pH 6,5); o tratamento controle, que consistiu de solo: areia:vermiculita (2:1:1 v/v) recebeu água deionizada. Após 10 semanas não houve diferença na esporulação, nos tratamentos com sorgo, exceto para G. etunicatum. Porém, no experimento com painço os tratamentos com solução nutritiva diferiram significativamente. A esporulação de S. heterogama aumentou após adição do tampão nas soluções S1 e S2, enquanto a de G. etunicatum foi incrementada no substrato irrigado com S1 + tampão e S3, independente da presença do tampão. A produção de esporos de G. margarita foi maior nas soluções S1 e S3, ambas com tampão, porém diferenças significativas foram observadas somente em relação à solução S2, sem tampão. A utilização de soluções nutritivas e a adição de tampão podem contribuir para o aumento da esporulação de FMA; porém, como demonstrado, cada sistema substrato, FMA e hospedeiro deve ser avaliado separadamente, para estabelecimento das condições mais favoráveis para produção de inóculo em larga escala. <![CDATA[<B>Leveduras isoladas do solo e da água do mar das praias de Bairro Novo e Casa Caiada, Olinda, Pernambuco, Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this work was to isolate and identify yeasts from sand and sea water collected in two beaches of Olinda, Pernambuco state, Brazil. Thirty two samples of both sand and water in both beaches were obtained in the dry (December 2000 and February 2001) and rainy (June and July 2001) seasons. Two hundred and ninety two strains of yeast were obtained, and they belonged to four genera and 31 species. Candida was the most prevalent genus. Candida catenulata, C. fenica, C. sake, Brettanomyces bruxelenses and Rhodotorula mucilaginosa were the most commonly found species in both beaches Bairro Novo and Casa Caiada.<hr/>Com o objetivo de isolar e identificar leveduras do solo e água do mar das praias de Bairro Novo e Casa Caiada, Olinda, Pernambuco, Brasil, foram coletadas 32 amostras de solo e água em ambas as praias durante o período seco (dezembro/2000 e fevereiro/2001) e período chuvoso (junho e julho/2001). Foram obtidas 292 amostras de leveduras, distribuídas em quatro gêneros e 31 espécies. Candida apresentou maior número de espécies. Candida catenulata, C. fenica, C. sake, Brettanomyces bruxellensis e Rhodotorula mucilaginosa foram as espécies mais comuns em ambas as praias Bairro Novo e Casa Caiada. <![CDATA[<B>Citotoxicidade de subfrações e lactonas de <I>Polymnia sonchifolia</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Our previous works showed that extracts and fractions from Polymnia sonchifolia had presented an inhibitory activity on growth and aflatoxin production by Aspergillus flavus in non-cytotoxic concentrations. In this work, report results on the in vitro cytotoxicity of subfractions and of a mixture of sesquiterpenes lactones from Polymnia sonchifolia on Vero cells. The cytotoxicity was assayed through crystal violet staining (CVS) method and the 50% inhibitory concentration for cell growth (IC50) was calculated. Both subfractions and the mixture of sesquiterpenes lactones did not show in vitro cytotoxicity to Vero cells on active biologically concentrations against production of aflatoxin B1 by Aspergillus flavus.<hr/>Extratos e frações de Polymnia sonchifolia apresentaram em estudos preliminares uma atividade inibidora na produção de aflatoxinas e no crescimento de Aspergillus flavus. No presente trabalho foi avaliada a citotoxicidade das subfrações e de uma mistura de lactonas sesquiterpênicas de Polymnia sonchifolia pelo método de coloração pelo violeta cristal (CVS) em células Vero. A concentração que inibe o crescimento celular em 50% (IC50) foi determinada. Não foi observada nenhuma citotoxicidade para as células Vero nas concentrações biologicamente ativas contra a produção de aflatoxina pelo Aspergillus flavus. <![CDATA[<B>Biofilmes de <I>Staphylococcus aureus</I> em cateter venoso central em hemodiálise</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Biofilm bacterial infections are common in patients undergoing treatment with haemodialysis. This study involved 16 patients (7 males, 9 females; ages from 22 to 81 with an average age of 50) who had had a total of 25 temporary haemodialysis polyurethane catheter insertions into the subclavian vein (22 dual-lumen and 3 triple-lumen). The catheters remained in place from 3 to 91 days, on an average of 47 days. The reasons for catheter removal were: bad functioning (44%), suspicion of catheter-related infection (20%), availability of permanent access (16%), accidental removal (12%), signs and symptoms of infection at the site of catheter insertion (4%), and exogenous contamination (4%). Positive tip cultures were observed on seven of the catheters (28%), showing three positive blood cultures. The Staphylococcus aureus were identified in 12% of the blood cultures and isolated from one of the hubs, and biofilms were observed on all catheter tips. The S. aureus retrieved from both blood and catheters (tips and hubs) were resistant to penicillin and susceptible to azithromycin, ciprofloxacin, clindamycin, chloramphenicol, gentamicin, oxacillin, rifampin, sulfamethoxazole, tetracycline, and vancomycin. The S. aureus strains isolated from both blood and catheters (tips and hubs) were considered to be identical based on antibiotic susceptibility patterns and genetic similarity assessed using an automated ribotyping system.<hr/>As infecções devido a biofilmes bacterianos são comuns em pacientes sob tratamento em hemodiálise. Neste estudo, 16 pacientes (7 homens, 9 mulheres, de 22 a 81 anos, média 50 anos de idade), com um total de 25 cateteres de hemodiálise (3 de triplo-lúmen e 22 de duplo-lúmen) de poliuretano inseridos em veia subclávia foram estudados. Os cateteres permaneceram no local de 3 a 91 dias (média de 47 dias). Os cateteres foram removidos devido ao: mau funcionamento (44%), suspeita de infecção relacionada ao cateter (20%), viabilidade de um acesso permanente (16%), remoção acidental (12%), sinais e sintomas de infecção no local da inserção do cateter (4%) e contaminação exógena (4%). Culturas positivas de ponta foram observadas em sete cateteres (28%), concomitantemente com três culturas positivas de sangue. Das culturas de sangue foram identificados Staphylococcus aureus (12%) e de uma das conexões foi isolado S. aureus. Biofilmes foram observados sobre todas as pontas de cateteres. Os S. aureus isolados do sangue e cateter (ponta e conexão) eram resistentes a pencilina e sensíveis a azitromicina, ciprofloxacina, clindamicina, cloranfenicol, gentamicina, oxacilina, rifampicina, sulfametoxazole, tetraciclina e vancomicina. As cepas de S. aureus isoladas de sangue, ponta de cateter e conexão foram consideradas idênticas devido à coincidência do perfil de sensibilidade. E similaridade genética, avaliada por meio de ribotipagem. <![CDATA[<B>Altos níveis de catalase em mutantes <I>sod</I> de <I>Saccharomyces cerevisiae </I>em condições de alta aeração</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Saccharomyces cerevisiae mutants deficient in superoxide dismutase genes (sod1delta, sod2delta and sod1deltasod2delta mutants) in a stationary phase of growth under high aeration conditions were subjected to H2O2 stress. All the mutants were sensitive after H2O2 treatment. Glutathione peroxidase levels were significantly lower in sod1delta and sod2delta single mutants than in the wild-type without treatment. After exposure to H2O2 concentrations, glutathione peroxidase levels were increased in sod1deltasod2delta double mutants and the sod2delta single mutant, while sod1delta maintained lower gluthatione peroxidase activities. The sod2delta mutant demonstrated a similar catalase activity to that of the wild-type without treatment, whilst decreased catalase activity was observed in conditions of low aeration. Untreated sod1deltasod2delta double mutant cells presented a lower catalase activity. Catalase levels were higher under high aeration conditions than under microaerophilic conditions, including in sod1deltasod2delta cells that contain less H2O2, since SOD catalyzes the cleavage of superoxide producing H2O2 and oxygen. We suggest that catalase is not essential for sod mutants under normal conditions, but plays an important role in the acquisition of tolerance to oxidative stress induced by high aeration<hr/>Saccharomyces cerevisiae deficientes nos genes da superóxido dismutase (mutantes sod1delta, sod2deltae sod1deltasod2delta) cultivados em fase estacionária sob condições de alta aeração foram submetidos ao estresse com peróxido de hidrogênio (H2O2). Todos os mutantes mostraram-se sensíveis após o tratamento com o H2O2. A enzima glutationa peroxidase (GPx) apresentou níveis significativamente mais baixos nos simples mutantes sod1D e sod2delta que na cepa selvagem sem tratamento. Após, a exposição a diferentes concentrações de H2O2, os níveis da glutationa peroxidase aumentaram no duplo mutante sod1deltasod2delta e no simples mutante sod2delta, enquanto o mutante sod1delta manteve baixa atividade da glutationa peroxidase. O mutante sod2delta demonstrou atividade da catalase similar a da cepa selvagem sem tratamento, enquanto foi observado que a atividade da catalase decresceu em condições de baixa aeração. O duplo mutante sod1deltasod2delta apresentou baixa atividade da catalase mesmo sem tratamento. Os níveis da catalase foram maiores em condições de alta aeração do que em condições microaerófilas, inclusive o duplo mutante sod1deltasod2delta contém menos H2O2, visto que, a SOD catalisa a clivagem do superóxido produzindo H2O2 e oxigênio. Nós sugerimos neste trabalho que a catalase não é essencial para os mutantes sod sob condições normais, mas ela participa de uma importante via na aquisição da tolerância ao estresse oxidativo induzido por condições de alta aeração. <![CDATA[<B>Avaliação da viabilidade de <I>Aspergillus flavus</I> e degradação de aflatoxinas em amostras de milho irradiadas</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt One of the currently most important fungi in stored grains is Aspergillus flavus, which produce aflatoxins. This fungus can grow on diverse substrates and represents a serious public health and animal nutritional problem. Therefore, the study of techniques that can be applied to the control of aflatoxins is of great importance. The objective of the present study was to determine the effects of gamma radiation on the growth of Aspergillus flavus Link and on degradation of aflatoxin B1 and B2 (AFB1 and AFB2) at a relative humidity of 97 99% and a water activity (Aw) of 0.88-0.94. Samples of corn grains were irradiated using a cobalt 60 source emitting gamma rays at doses of 2, 5 and 10 kGy. Irradiation was found to be effective in reducing the number colony-forming units of A. flavus, per gram, in the corn samples analyzed. In addition, the fluorescent viability test (fluorescein diacetate and ethidium bromide) revealed a decrease in the number of viable cells with increasing irradiation doses and three different fluorescence patterns. Furthermore, irradiation induced a partial reduction in AFB1 and AFB2 levels at the doses of 2 and 5 kGy, whereas complete degradation of aflatoxins was observed in the assay employing 10 kGy.<hr/>Um dos fungos mais importantes atualmente em grãos armazenados é o Aspergillus flavus, o qual produz aflatoxinas. Este fungo pode crescer em diversos substratos e representa uma séria preocupação em saúde pública e nutrição animal. Portanto, o estudo de técnicas que possam ser aplicadas no controle das aflatoxinas é de grande importância. Assim sendo, o objetivo do presente trabalho foi estudar os efeitos da radiação gama no crescimento de Aspergillus flavus Link e na degradação das aflatoxinas B1 e B2, (AFB1 e AFB2) em umidade relativa (UR) de 97-99% e atividade de água (Aa) de 0,88-0,94. Amostras de grãos de milho foram irradiadas, utilizando-se uma fonte de Cobalto 60, emissora de raios gama, com as doses de 2; 5 e 10 kGy. A irradiação foi efetiva na redução do número de Unidades Formadoras de Colônias de A. flavus, por grama, nas amostras de milho analisadas. Adicionalmente, o teste de viabilidade fluorescente (solução de diacetato de fluoresceína e brometo de etídio) revelou diminuição no número de células viáveis com o aumento das doses de irradiação e três diferentes padrões de fluorescência. Além disso, a irradiação induziu a uma parcial redução dos níveis de AFB1 e AFB2, nas doses de 2 e 5 kGy, ao passo que uma completa degradação das aflatoxinas foi observada no ensaio empregado com 10 kGy. <![CDATA[<B>O potencial de uma cepa brasileira de <I>Aspergillus fumigatus</I> para produzir metabólitos secundários antimicrobianos</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt During the course of screening for biologically leading active natural products from fungi, a strain of Aspergillus fumigatus was assessed for antimicrobial activity production. Four parameters consisting of medium culture, pH, temperature and time of fermentation were investigated. The extracts from the fungus cultures displayed different TLC profiles and produced, at least, one inhibition zone in the bioautography assays. Overlapping inhibition zones in the range of Rf 0.09 to 0.65 against Kocuria rhizophila were detected in the bioautography assay of the chloroform extract obtained from Jackson's medium culture, initial pH of 6.0 and incubation at 40ºC for 144 hours. However, the obtained extracts by developing the fungus culture in Vogel's medium furnished the smallest number of active compounds. The obtained chromatographic profiles of the extracts from the fungus cultures by high performance liquid chromatography with photodiode array detector were distinctive, allowing to infer that A. fumigatus secondary metabolites production could be affected by modifying any of the undertaken parameters. It should be pointed out that a remarkable difference among HPLC profiles was observed by using different media culture.<hr/>Em estudos desenvolvidos para encontrar produtos naturais biologicamente ativos provenientes de fungos, uma cepa de Aspergillus fumigatus foi avaliada para a produção de atividade antimicrobiana. Quatro parâmetros, consistindo de meio de cultura, pH, temperatura e tempo de fermentação, foram investigados. Os extratos obtidos das culturas do fungo apresentaram perfis cromatográficos diferentes e produziram, ao menos, uma zona de inibição quando avaliados por bioautografia. Zonas de inibição sobrepostas na faixa de Rf 0.09 a 0.65, contra Kocuria rhizophila, foram detectadas na bioautografia do extrato clorofórmico obtido da cultura desenvolvida no meio de Jackson, pH inicial 6,0 e incubação a 40ºC por 144 horas. Entretanto, os extratos obtidos por desenvolver a cultura do fungo no meio de Vogel forneceram o menor número de compostos ativos. Os perfis cromatográficos obtidos dos extratos das culturas do fungo por cromatografia líquida de alta eficiência com detector de arranjo de diodos foram distintos, permitindo inferir que a produção de metabólitos secundários por Aspergillus fumigatus pode ser afetada pela modificação dos parâmetros investigados. Deve ser ressaltado que uma notável diferença nos perfis cromatográficos obtidos por CLAE foi observada por utilizar diferentes meios de cultura. <![CDATA[<B>Comparação entre métodos de extração de DNA e caldos de enriquecimento seletivo na detecção de <I>Salmonella</I> Typhimurium em fezes de suínos pela reação em cadeia da polimerase (PCR)</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this study was to compare different DNA-extraction methods and selective enrichment broths for their effectiveness to detect Salmonella Typhimurium in artificially inoculated swine feces samples (100 CFU/g) by polymerase chain reaction. After enrichment in Rappaport-Vassiliadis, selenite cystine or Müller-Kauffmann tetrathionate, aliquots were used for DNA extraction by three different methods: boiling-centrifugation, phenol-chloroform and salting-out. Aliquots of extracted DNA were then used as template in PCR. The selective enrichment broths had no effect on the efficiency of PCR when boiling-centrifugation and salting-out were used. On the other hand, phenol-chloroform was superior (P<0.05) when combined to Rappaport-Vassiliadis. Considering cost and efficiency parameters, we encourage the use of Müller-Kauffmann tetrathionate broth in combination with boiling-centrifugation DNA-extraction procedure.<hr/>O objetivo do presente estudo foi comparar diferentes técnicas de extração de DNA, realizadas a partir de três diferentes caldos de enriquecimento seletivo, na sua eficiência em detectar Salmonella Typhimurium em amostras de fezes suínas artificialmente inoculadas (100 UFC/g), pela técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR). Após enriquecimento em Rappaport-Vassiliadis, selenito-cistina e tetrationato Müller-Kauffmann, alíquotas destes caldos foram utilizadas para extração do DNA, empregando três métodos diferentes, (a) fervura-centrifugação, (b) fenol-clorofórmio e (c) precipitação por sal. A eficiência dos métodos de extração de DNA por fervura-centrifugação e precipitação por sal foi a mesma, independentemente do caldo de enriquecimento seletivo utilizado. O caldo Rappaport-Vassiliadis apresentou maior eficiência (P<0,05) quando foi empregada a extração de DNA pelo método fenol-clorofórmio. Considerados os parâmetros custo e eficiência, os resultados do estudo indicaram que a partir de amostras fecais suínas a utilização do caldo tetrationato Müller-Kauffmann combinado a técnica de extração do DNA por fervura-centrifugação devam representar a melhor opção, relativamente às demais técnicas testadas. <![CDATA[<B>Mecanismo de infecção e colonização de ovos de <I>Rhipicephalus sanguineus</I> por <I>Metarhizium anisopliae</I>, revelado por microscopia eletrônica de varredura e histopatologia</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The present work aimed to verify the penetration pattern of the Metarhizium anisopliae fungus into Rhipicephalus sanguineus tick eggs, as well as the lesions occurred inside the egg. The fungus adherence and penetration were studied by scanning electron microscopy and the action of fungus in the internal tissues was evaluated through conventional histological sessions. For the observation of these events, experimental infections were performed in 11 groups of R. sanguineus eggs containing 25 mg each. The eggs were bathed during 3 minutes under manual shaking in a 10(8) conidia/mL suspension. The bath was performed only in the suspension vehicle for the control groups. The eggs were processed for histopathological analysis and scanning electron microscopy at the following times after infection: 1 and 18h and one, two, three, four, five, six, seven, nine and eleven days. Relevant conidial germination was observed in 67% of eggs 18h after inoculation and fungus penetrated in 92.6% of eggs 5 days after the infection. The pathogen extrusion occurred in 87% of eggs 7 days after infection, reaching 100% at the 9th day. In the histopathological analysis, no lesions worthy of record was observed, however, it should be emphasized that significant reduction (53.9%) of hatching from infected eggs was observed.<hr/>O presente trabalho teve como objetivo verificar a forma de penetração do fungo Metarhizium anisopliae em ovos do carrapato Rhipicephalus sanguineus, assim como as lesões infringidas no interior do ovo. A aderência e penetração do fungo foram estudadas por meio da microscopia eletrônica de varredura e a ação do fungo nos tecidos internos avaliada em secções histológicas convencionais. Para observação destes eventos, realizaram-se infecções experimentais em 11 grupos de ovos do R. sanguineus contendo 25 mg cada. Os ovos foram banhados durante 3 minutos, sob agitação manual, em suspensão com concentração de 10(8) conídios/mL. Nos grupos controle o banho foi realizado apenas no veículo da suspensão. Os ovos foram processados para análise histopatológica e microscopia eletrônica de varredura nos seguintes tempos após a infecção: 1 e 18h, e um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, nove e onze dias. Observou-se grande germinação de conídios em 67% dos ovos 18h após a inoculação e o fungo penetrou em 92,6% dos ovos 5 dias após a infecção. A extrusão do patógeno ocorreu em 87% dos ovos 7 dias após a infecção, chegando a 100% no 9º dia. Nas análises histopatológicas não foram observadas lesões dignas de nota, porem deve-se ressaltar que houve significativa redução (53,9%) na eclosão a partir dos ovos infectados. <![CDATA[<B>Detecção de <I>Salmonella</I> sp. em amostras de origem suína</B>: <B>comparação entre a técnica da Reação em Cadeia da Polimerase e o isolamento bacteriano convencional</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this study was to compare a polymerase chain reaction (PCR) method combined with selective enrichment in Rappaport-Vassiliadis broth (PCR-RVB) with standard microbiological techniques (SMT) for the generic detection of Salmonella in samples of porcine origin. Two hundred sixty eight field samples consisting of 42 sets of pooled porcine mandibular lymph nodes and tonsils, 44 samples of intestinal content, 38 pork sausage meat samples and 144 samples of feed collected from swine farms were submitted to the PCR-RVB and SMT protocols. Salmonella was detected in 54 samples using the PCR-RVB assay and in 42 samples by SMT, three of the SMT Salmonella-positive samples (one each of S. Derby, S. Panama and S. Typhimurium) being Salmonella-negative by PCR-RVB. For the PCR-RVB method 15 Salmonella-positive samples were negative by SMT, a significant difference according to the Mac Nemar's chi-squared test (p=0.0153). Subsequent serological typing of the SMT isolates showed the following Salmonella serovars, the number of positive samples being given in parentheses: Typhimurium (12); Bredeney (10); Panama (5); Saint-paul (5); Minnesota (3); Mbandaka (2); Derby (1); Enteritidis (1); Orion (1) and Salmonella sp. (2). We concluded that, although the use of both PCR-RVB and SMT increased the number of positive samples, the PCR-RVB, due to its higher sensitivity and greater speed in giving results, can be implemented to detect Salmonella in samples of porcine origin.<hr/>O objetivo desse estudo foi comparar um método de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) combinado com enriquecimento seletivo em caldo Rappaport-Vassiliadis (PCR-RVB) com as técnicas de isolamento bacteriano convencional (SMT) para a detecção do gênero Salmonella em amostras de origem suína. Duzentas e sessenta e oito amostras de campo, compostas por: 42 "pools" de linfonodos mandibulares e tonsilas, 44 amostras de conteúdo intestinal, 38 amostras de massa de embutidos e 144 amostras de ração coletadas em granjas foram submetidas ao protocolo de PCR-RVB e SMT. Salmonella foi detectada em 54 amostras usando o PCR-RVB e em 42 amostras pelo SMT; três amostras positivas no SMT (isolados de, respectivamente, S. Derby, S. Panama e S. Typhimurium) foram negativas no PCR-RVB. Quinze amostras positivas no PCR-RVB foram negativas no SMT, uma diferença considerada significativa de acordo com o teste de Mac Nemar (p=0,0153). A tipificação antigênica dos isolados do SMT revelou a presença dos seguintes sorovares de Salmonella, sendo demonstrado entre parênteses o número de isolados: Typhimurium (12); Bredeney (10); Panama (5); Saint-paul (5); Minnesota (3); Mbandaka (2); Derby (1); Enteritidis (1); Orion (1) e Salmonella sp. (2). Concluiu-se que, apesar da combinação do PCR-RVB com SMT aumentar o número de amostras positivas, a maior sensibilidade e rapidez do PCR-RVB permitem que o mesmo possa ser adotado na detecção de Salmonella sp. em amostras de origem suína. <![CDATA[<B>Subtipagem molecular de estirpes de <I>Campylobacter jejuni</I> subsp. <I>jejuni</I> isoladas de diferentes espécies animais do Estado de São Paulo, Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The objective of the present trial was to characterize genetically strains of Campylobacter jejuni subsp. jejuni isolated from humans and several animal sources (bovines, swine, dogs, primates, wild boars and poultry). A total of 828 different animal samples (feces, carcass, aborted fetus and hysterectomized uterus) were analysed by means of routine bacteriological methods, and 36 C. jejuni strains were isolated. Thirty strains of human fecal origin were obtained in clinical analysis laboratories in the city of São Paulo. The 66 C. jejuni strains isolated were submitted to genetic characterization. Primers based on fla A gene were used in a polymerase chain reaction (PCR) and amplified a fragment of the 702 bp. PCR products were evaluated by means of sequencing and genealogic analysis. Genetic variability analysis of 66 strains showed 44 different subtypes of C. jejuni. One subtype was identical to a C. jejuni strain of human origin with the sequence in the GenBank (GENBANK accession number AF050186). Subtyping analysis of C. jejuni strains based on sequencing of the fla A gene variable region and analysis of sequence alignment by the Maximum Parsimony method showed to be highly discriminatory, providing the best conditions to differentiate strains involved in outbreaks from those sporadically isolated. This is the first study of molecular subtyping analysis of human and animal C. jejuni strains using sequencing technique and genealogic analysis in the state of São Paulo, Brazil.<hr/>O objetivo do presente trabalho foi caracterizar geneticamente estirpes de Campylobacter jejuni subsp. jejuni isoladas de humanos e de diferentes origens animais (bovinas, suínas, cães, primatas, javalis, suínos e aves de corte). Um total de 828 amostras (fezes, carcaças, fetos abortados e útero histerectomizado) foram analisadas por métodos de rotina bacteriológica e 36 estirpes de C. jejuni foram isoladas. Trinta estirpes de origem fecal humana foram obtidas de laboratórios de análises clínicas da cidade de São Paulo. As 66 estirpes de C. jejuni isoladas foram submetidas à caracterização genética. Oligonucleotídeos baseados no gene fla A foram usados na reação de polimerase em cadeia (PCR) e amplificou um fragmento de 702 pb. Os produtos obtidos pela PCR foram avaliados pelas técnicas de seqüenciamento e análise genealógica. Análise da variabilidade genética das 66 estirpes revelou 44 diferentes subtipos de C. jejuni. Um subtipo de origem humana apresentou seqüência idêntica à de C. jejuni depositada no GenBank (GENBANK acesso número AF050186). A subtipagem das estirpes de C. jejuni baseadas no seqüenciamento da região variável do gene fla A e na análise do alinhamento das seqüências pelo método da Máxima Parcimônia, mostraram-se altamente discriminatórios fornecendo melhores condições para a correta diferenciação entre estirpes originárias de surto e as isoladas esporadicamente. Este foi o primeiro estudo de subtipagem molecular de estirpes de C. jejuni de origem humana e animal utilizando a técnica do seqüenciamento com análise genealógica realizado no Estado de São Paulo, Brasil. <![CDATA[<B>Seleção de indutores para produção de lacase por <I>Lentinula edodes</B></I>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Laccases are enzymes involved in lignin degradation and are produced by various organisms. Due to their low substrate specificity their potential to be used in biotechnological applications has received attention. The addition of laccase inducers to the culture medium of microorganisms can enhance laccase production and facilitate its purification and utilization. The aim of this study was to investigate the effect of some compounds as laccase inducers in cultures of Lentinula edodes (shiitake). First, it was selected a culture medium suitable for laccase production by shiitake using two levels of N (2.6 and 26 mM) and seven levels of Cu (0, 50, 100, 150, 200, 250 and 300 µM). The medium with 2.6 mM N and 250 µM Cu was found to provide the highest laccase activity. To the selected medium it were added gallic acid (1 mM), catechol (1 mM), ammonium tartrate (55 µM), hydroxybenzoic acid (1 mM) and vanillin (1 mM). The two first compounds completely inhibited laccase activity and a 30 day time course experiment was carried out with the remaining compounds. Only cultures with ammonium tartrate exhibited laccase activity higher than control cultures, reaching 251 U/mL of extract after 30 days. A native-PAGE was performed and showed only one band, suggesting that no isozyme was produced.<hr/>Lacases são enzimas envolvidas na degradação da lignina e produzidas por diversos organismos. Devido à sua baixa especificidade por substratos, seu potencial para utilização em aplicações biotecnológicas tem sido objeto de investigação. A adição de indutores de lacases ao meio de cultivo de microrganismos aumenta a produção dessas enzimas, facilitando sua purificação e utilização. Este trabalho teve como objetivo investigar o efeito de alguns compostos utilizados como indutores de lacases em fungos na produção destas enzimas por Lentinula edodes (shiitake). Previamente a utilização de indutores, foi selecionado um meio de cultura para a produção de lacases por shiitake, utilizando-se duas concentrações de N (2,6 mM e 26 mM) e sete de Cu (0, 50, 100, 150, 200, 250 e 300 µM). O meio no qual maior atividade de lacases foi detectada continha 2,6 mM N e 250 µM de Cu. Posteriormente, ao meio selecionado foram adicionados ácido gálico (1 mM), catecol (1 mM), tartarato de amônio (55 µM), ácido hidroxibenzóico (1 mM) e vanilina (1 mM). Os dois primeiros compostos inibiram completamente a atividade de lacases por shiitake, e um experimento com os restantes foi conduzido por 30 dias. Apenas as culturas com tartarato de amônio apresentaram atividade de lacase maior que o tratamento controle, alcançando 251 U/mL de extrato após 30 dias de cultivo. Um gel de atividade (native PAGE) exibiu apenas uma banda, sugerindo não haver produção e isozimas. <![CDATA[<B>Seleção de microorganismos produtores de cutinase</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Both cutinase and lipase belong to the esterase group of enzymes (EC 3.1.1.X), which are capable of catalyzing the hydrolysis of ester bonds. Cutinase catalyzes the hydrolysis of cutin, an insoluble biopolyester which is the structural component of plant cuticles. As cutinase is an efficient catalyst in watery or organic media, it is potentially appropriate for the detergent, food and cosmetic industries. The objective of this work was to isolate microorganisms from plants and perform a pre-selection of molds showing esterase producing ability. The selected strains were then submitted to fermentation in media containing cutin. The lipolytic and cutinolytic activities of the supernatant were determined in order to differentiate lipase producers from cutinase-producing strains. The mold strain selected as the best cutinase producer was identified as being Fusarium oxysporium.<hr/>A cutinase pertence, como as lípases, ao grupo das esterases (EC 3.1.1.X), que são enzimas capazes de catalisar reações de hidrólise de ligações do tipo éster. A cutinase catalisa a hidrólise da cutina, um biopoliéster insolúvel que constitui o componente estrutural da cutícula das plantas. Esta enzima tem se mostrado um eficiente catalisador tanto em solução aquosa quanto em meios orgânicos, sendo potencialmente apropriada para usos em indústria de detergentes, alimentos e cosméticos. O objetivo deste trabalho foi isolar fungos de diversas fontes e realizar uma pré-seleção destes, quanto à habilidade em produzir esterase. As linhagens fúngicas pré-selecionadas como produtoras de esterase foram inoculadas em meio de cultivo contendo cutina extraída de maçã. As atividades cutinolítica e lipolítica foram medidas no sobrenadante das culturas a fim de diferenciar os microrganismos produtores de lipase dos produtores de cutinase. Uma linhagem isolada mostrou a maior atividade cutinolítica após 12 dias de fermentação em um meio contendo 1% de cutina e foi identificada como sendo o Fusarium oxysporium. <![CDATA[<B>Fermentação etanólica de sacarose, caldo de cana-de-açúcar e de melaço por <I>Escherichia coli</I> KO11 e <I>Klebsiella oxytoca</I> P2</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Escherichia coli KO11 and Klebsiella oxytoca P2 recombinants fermented sucrose to ethanol. In minimal medium with 2% or 12% added sucrose KO11 produced 75% and 41%, respectively, of the maximum theoretical yield (0.54g ethanol/g sucrose). In Luria-Bertani (LB) broth with up to 8% sucrose, KO11 presented a 94-96% yield and with 12% sucrose, KO11 presented about 69% yield (44.5g ethanol/L). P2 presented 55% of the theoretical maximum yield in minimal medium supplemented with 2% sucrose and 47% of the maximum in 12% sucrose. In LB broth with 2 or 4% sucrose, P2 presented 94-95% of the theoretical maximum yield, which fell to 73% with 8% added sucrose (31.4g ethanol/L) and 58% with 12% sucrose (37.5 g/L). Volumetric productivity in LB broth containing 2% sucrose was 0.41 g/L/h for KO11 and 1.1 g/L/h for P2, while in LB broth with 12% added sucrose, productivity was 0.96 g/L/h (KO11) and 1.4 g/L/h (P2). During fermentation of sugar cane juice by E. coli KO11 and K. oxytoca P2 produced 39.4 g/L and 42.1 g/L ethanol when supplemented with 0.5% yeast extract, micronutrients and thiamine. In sugar cane juice supplemented with LB broth ingredients, KO11 ethanol fermentation was inhibited with production of only 23.0 g ethanol/L, while P2 produced 44.2 g/L. Ethanol production by KO11 and P2, respectively, in sugarcane juice was a) 25.3 and 30.2 g/L with 0.2% ammonium sulfate, b) 24.9 and 31.6 g/L with ammonium sulfate and micronutrients, c) 25.6 and 37.5 g/L with ammonium sulfate, micronutrients and thiamine. During molasses fermentation E. coli KO11 presented low ethanol production and high lactic acid production. K. oxytoca P2 produced 25 g ethanol/L in molasses diluted 10-fold in water, with or without addition of 0.5% yeast extract, and 27.8 g/L with addition of LB broth ingredients after 96h. P2 produced 24.5, 26.9, and 28.0 g ethanol/L in molasses diluted 10-fold in vinasse, vinasse with 0.5% added yeast extract and with LB broth ingredients, respectively.<hr/>As bactérias recombinantes Escherichia coli KO11 e Klebsiella oxytoca P2 fermentaram sacarose a etanol. Em meio mínimo com 2% ou 12% de sacarose, KO11 apresentou, respectivamente, 75% e 41% do rendimento máximo teórico (0,54g de etanol/g de sacarose). No caldo Luria-Bertani (LB) com até 8% de sacarose, KO11 apresentou rendimento de aproximadamente 94-96% e com 12% de sacarose, KO11 apresentou cerca de 69% de rendimento (44,5g de etanol/L). A porcentagem do rendimento máximo teórico obtida com P2 em meio mínimo com 2% de sacarose foi de 55% e com 12% de sacarose foi de 47%. Em LB com 2 ou 4% de sacarose, P2 apresentou 94-95% do rendimento máximo teórico, porém somente cerca de 73% com 8% de sacarose (31,4g de etanol/L) e 58% com 12% de sacarose (37,5 g/L). A produtividade volumétrica em LB contendo 2% de sacarose foi de 0,41 g/L/h para KO11 e de 1,1 g/L/h para P2, enquanto que em LB com 12% de sacarose, a produtividade foi 0,96 g/L/h (KO11) e 1,4 g/L/h (P2). Durante a fermentação do caldo de cana, E. coli KO11 e K. oxytoca P2 produziram, respectivamente, 39,4 g de etanol/L e 42,1 g/L quando suplementado com 0,5% de extrato de levedura, micronutrientes e tiamina. No caldo de cana suplementado com os reagentes do meio LB, KO11 apresentou forte inibição da fermentação alcoólica, produzindo apenas 23,0 g de etanol/L, enquanto que P2 produziu 44,2 g/L. A produção de etanol por KO11 e P2, no caldo de cana suplementado com a) 0,2% de sulfato de amônio foi, respectivamente: 25,3 e 30,2 g/L, b) com sulfato de amônio e micronutrientes: 24,9 e 31,6 g/L, c) com sulfato de amônio, micronutrientes e tiamina: 25,6 e 37,5 g/L. Durante a fermentação do melaço, E. coli KO11 apresentou baixa produção de etanol e alta produção de ácido láctico. K. oxytoca P2 produziu 25 g de etanol/L a partir de melaço diluído 10X em água, com ou sem adição de 0,5% de extrato de levedura e 27,8 g/L com reagentes do caldo LB após 96h. P2 produziu 24,5, 26,9, e 28,0 g de etanol/L em melaço diluído 10X em vinhoto, vinhoto com 0,5% de extrato de levedura e com os reagentes do caldo LB, respectivamente. <![CDATA[<B>Efeito de bactérias láticas na extensâo da vida de parateleira e multiplicação de <I>Listeria monocytogenes </I>em fatias de carne bovina armazenadas em atmosfera rica em CO<SUB>2</B></SUB>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-83822005000400018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Beef steaks were inoculated with one or other of two protective strains of lactic acid bacteria (bacteriocinogenic Lactobacillus sakei CTC 372 or the uncharacterized Lactobacillus CTC 711), and stored under modified atmospheres (20-40% CO2). Inoculation of meat with LAB inhibited growth of the spoilage bacteria. Neither CO2 in the pack atmosphere or inoculation with protective strains, nor a combination of both, affected formation of metmyoglobin or the development of off-odours. The formation of metmyoglobin in meat pigments and the sensory odour scores were compatible to those of fresh meat which had not undergone either oxidative deterioration or microbial spoilage. Listeria monocytogenes was inhibited in broth by meat surface microbiota containing the protective strains. With initial numbers of 5.6 log cfu mL-1, after 7 days incubation at 3ºC, L. monocytogenes were recovered at log mean numbers of 2.8 log cfu mL-1 when no protective strain was present. At 8ºC, the numbers of L. monocytogenes were reduced by about 2.5 or 1.5 log mL-1 in the presence of Lb. sakei CTC 372 or Lb. CTC 711, respectively. At 25ºC, the numbers of L. monocytogenes recovered from broth containing either protective strain were about 5 log lower than the numbers recovered from broth containing L. monocytogenes only.<hr/>Fatias de carne bovina foram inoculadas com uma de duas bactérias láticas protetoras (Lactobacillus sakei CTC 372 bacteriocinogênica e Lactobacillus CTC 711 não caracterizado) e armazenadas em atmosfera modificada (20-40% CO2). A inoculação da carne com bactérias láticas protetoras inibiu a multiplicação de bactérias deteriorantes. O CO2 da atmosfera e/ou a presença de bactérias láticas não causou a formação de metmioglobina ou de odores indesejáveis. A formação de metmioglobina e as características sensoriais foram equivalentes às apresentadas por carne fresca não deteriorada e não submetida a tratamento. A multiplicação de Listeria monocytogenes em caldo foi inibida por bactérias isoladas da superfície das carnes inoculadas com as bactérias láticas. Após 7 dias a 3&ordm;C, a contagem inicial de L. monocytogenes de 5.6 log UFC.mL-1 caiu para 2.8 log UFC.mL-1 na ausência de bactéria lática protetora. A 8&ordm;C, as contagens de L. monocytogenes foram reduzidas em 2.5 ou 1.5 log na presença de Lb. sakei CTC 372 ou Lb. CTC 711, respectivamente. A 25&ordm;C, as contagens de L. monocytogenes no caldo contendo uma das bactérias láticas protetoras foram 5 log mais baixas do que nos caldos contendo L. monocytogenes somente.