Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Medicina do Esporte]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1517-869220000002&lang=en vol. 6 num. 2 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Position statement of the Brazilian Society of Sports Medicine and Brazilian Society of Geriatrics and Gerontology</b>: <b>physical activity and health in the elderly</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Chemoprophylaxis after athlete exposure to HIV</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Em 1997 a FIMS (Federação Internacional de Medicina do Esporte) publicou sua declaração de posicionamento sobre o tema: "AIDS E ESPORTES", cuja tradução foi posteriormente publicada na Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Entretanto, tal publicação não menciona a existência da quimioprofilaxia após exposição (QP) ao HIV, prática estabelecida e de suma importância para o médico do esporte. O objetivo deste artigo é fazer uma revisão da literatura existente sobre tal assunto, discutindo questões éticas, relação risco/benefício e indicações da quimioprofilaxia após exposição ao Vírus da Imunodeficiência Humana, enfocando as possibilidades de transmissão em ambiente esportivo. Além disso, também fazemos uma explanação das drogas mais utilizadas e as posologias indicadas.<hr/>In 1997 FIMS published a position statement about: "AIDS and Sports", the translation of which was published in the Revista Brasileira de Medicina do Esporte. However, this publication did not mention the availability of chemoprophylaxis after exposure to HIV, an established practice with great importance to the sports medicine physician. The purpose of this article is to revise the literature concerning this subject, discuss ethical issues, risk/benefit ratios and when to indicate chemoprophylaxis after HIV exposure, emphasizing the possibilities of transmission during sports competitions. In addition, the drugs most often used and its recommended doses are also presented. <![CDATA[<b>Influence of body weight on fitness in adolescents</b>: <b>study in high school students in Sorocaba/SP</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Reconhecendo a exposição a riscos à saúde a que adolescentes obesos estão submetidos e a necessidade da produção de estudos, os quais relacionem excesso de peso corporal e capacidade física durante a puberdade, configura-se como objetivo da presente comunicação explorar as relações entre o sobrepeso e a aptidão física dos alunos de ensino fundamental e médio de escola particular paulista. Trata-se de estudo de coorte, considerando como variável independente o índice de massa corporal (IMC) e como dependentes a resistência muscular localizada (RML) abdominal, força de membros inferiores (MMII), flexibilidade e agilidade. Os dados de interesse foram colhidos em duas oportunidades (no início de dois anos letivos subseqüentes), segundo testes específicos. Foi realizada análise multivariada dos perfis médios, complementada com a construção dos intervalos de confiança simultâneos, ao nível de 5% de significância. Constatou-se prevalência de 21,42% de sobrepeso e associação deste com: i) em meninos, menores RML abdominal e força de MMII e não evolução nas médias de agilidade; ii) em meninas, menor RML abdominal e agilidade, no início do período considerado. Ao se compararem os resultados entre os dois momentos de avaliação, notou-se que: i) a agilidade, das meninas com peso corporal adequado diminuiu significantemente; ii) a RML abdominal, mesmo do grupo masculino com sobrepeso, aumentou; e iii) a agilidade, somente em meninos com IMC inferior, melhorou. Verificaram-se, também entre o sexo masculino, médias de RML abdominal, força de MMII e agilidade significantemente maiores que as do grupo feminino. Nesse sentido, revela-se que a prescrição da atividade física para adolescentes deve realmente ser específica segundo composição corporal e sexo.<hr/>Considering the exposition to health risks obese adolescents are submitted, the need exists to perform sound essays about the matter. This project aimed to explore relations between excess of body weight and fitness in adolescents. It is a cohort study, taking body mass index (BMI) as independent variable, and abdominal endurance, strength of lower limbs, flexibility and agility as dependent ones. Interest data were collected in two different opportunities (at beginning of two successive years), according to specific test. Profile analysis was performed and complemented by construction of simultaneous confidence intervals at a 5% level. A 21.42% prevalence of excess body weight was detected, this being associated to: a) decreased abdominal endurance and strength of lower limbs and no evolution in agility averages, in boys; b) decreased abdominal endurance and agility in girls, in the beginning of the considered period. Comparison between the two assessments showed that: agility of girls with adequate body weight decreased significantly; abdominal endurance increased in boys even with excess of body weight; agility became better in boys with lower BMI. Averages of abdominal endurance, strength of lower limbs and agility were also significantly increased in boys. Discussion is focused on the need to prescribe physical activities to adolescents strictly based on body composition and gender. <![CDATA[<b>Lactate kinetics in different exercise intensities and oxygen concentrations</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo de revisão objetivou discutir os possíveis mecanismos fisiológicos responsáveis pelo aumento de lactato músculo-plasmático. Sabe-se que o incremento na concentração sanguínea de lactato relaciona-se com aumento da atividade glicolítica; entretanto, existe a possibilidade de elevação na concentração de lactato mesmo em condições predominantemente aeróbias, condições patológicas como doença pulmonar obstrutivo crônica (DPOC), insuficiência cardíaca congestiva (ICC), entre outras, ou em condições ambientais extremas, como exposição aguda a grandes altitudes. Alguns estudos realizados nas décadas de 60 e 70 relacionavam aumento de lactato plasmático com alterações respiratórias durante atividade física intensa; na mesma época foi desenvolvido o método de determinação não invasiva do limiar anaeróbio, que através desta metodologia é chamado de limiar ventilatório. Outros relatos das décadas de 70 e 80 correlacionavam o aumento e acúmulo de lactato plasmático com concentrações sanguíneas fixas deste metabólito (2Mm e 4Mm) ou a partir de diferentes valores de lactacidemia. O procedimento que determina o limiar anaeróbio a partir de valores fixos, é invasivo e denominado de limiar de lactato. Desde então, discute-se qual das metodologias apresenta maior confiabilidade, reprodutibilidade, aplicabilidade e melhor relação custo/benefício. Discutiu-se também, neste artigo de revisão, quais seriam os responsáveis metabólicos, pelo aumento das concentrações sanguíneas e musculares de lactato, a cinética do lactato em diferentes concentrações de oxigênio e intensidade de esforço físico.<hr/>This review aimed at examining the physiological mechanisms possibly responsible for the increase of muscle-plasmatic lactate. The increment of lactate concentration in the blood is known to be related to the increase of glycolytic activity. However, there is a possibility of rise in the lactate concentration even in predominantly aerobic conditions, pathological conditions like chronic obstructive pulmonary disease (COPD), congestive heart failure (CHF), among others, and in extreme environmental conditions, like acute exposure to great altitudes. Some studies conducted in the 60's and 70's related plasmatic lactate increase to respiratory alterations during intense physical activity, and developed the non-invasive method of determining the anaerobic threshold, called ventilatory threshold. Other reports in the 70's and 80's correlated the increase and accumulation of plasmatic lactate, with fixed blood concentrations (2 Mm and 4 Mm) or from different values of lactate. The procedure to determine the anaerobic threshold from fixed values is invasive called lactate threshold. Since then, the discussion was to find out which of the methods presents greater reliability, reproducibility, applicability and economy. This review also considered which of them would be metabolically responsible for the increase of the blood and muscle concentrations of lactate, lactate kinetics in different concentrations of oxygen and intensity of physical effort. <![CDATA[<b>Feet</b>: <b>should we evaluate them when practicing physical-sports activities?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Nosso sistema de amortecimento começa no pé, segue para o tornozelo, perna e para o resto do corpo. A cada passada, todo o peso do corpo recai sobre uma dos membros inferiores. Quando caminhamos ou corremos, o problema é basicamente a repetição do mesmo exercício por longos períodos, o que exige um sistema eficiente de amortecimento para diminuir os danos causados pelo constante impacto nas articulações e que, muitas vezes, podem se agravar pelas alterações na estrutura anatômica do pé. A utilização de calçados apropriados ajuda no funcionamento normal do sistema natural de amortecedores. Além disso, uma avaliação do arco plantar e do tipo da pisada poderá contribuir ainda mais para absorver o impacto nas articulações, uma vez que já existem modelos de calçados adaptados às alterações estruturais do pé.<hr/>Our system of reduction begins at the foot, then going to the ankle, leg, and to the rest of the body. At each footstep, the whole weight of our body is supported by one leg. When we walk or when we run, our problem is basically the repetition of the same exercise for long periods, which demands an efficient system of reduction to decrease the damage caused by constant impact upon the joints, and many times this can be worsened by alterations in the anatomical structure of foot. The use of proper shoes helps us in the normal operation of the natural system of shock absorbing. In addition, an evaluation of the plantar arch and the type of gait may contribute further to absorb impact on the joints since shoewear exists that adapt to foot structural alterations. <![CDATA[<b>Cafeína e esporte</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Nosso sistema de amortecimento começa no pé, segue para o tornozelo, perna e para o resto do corpo. A cada passada, todo o peso do corpo recai sobre uma dos membros inferiores. Quando caminhamos ou corremos, o problema é basicamente a repetição do mesmo exercício por longos períodos, o que exige um sistema eficiente de amortecimento para diminuir os danos causados pelo constante impacto nas articulações e que, muitas vezes, podem se agravar pelas alterações na estrutura anatômica do pé. A utilização de calçados apropriados ajuda no funcionamento normal do sistema natural de amortecedores. Além disso, uma avaliação do arco plantar e do tipo da pisada poderá contribuir ainda mais para absorver o impacto nas articulações, uma vez que já existem modelos de calçados adaptados às alterações estruturais do pé.<hr/>Our system of reduction begins at the foot, then going to the ankle, leg, and to the rest of the body. At each footstep, the whole weight of our body is supported by one leg. When we walk or when we run, our problem is basically the repetition of the same exercise for long periods, which demands an efficient system of reduction to decrease the damage caused by constant impact upon the joints, and many times this can be worsened by alterations in the anatomical structure of foot. The use of proper shoes helps us in the normal operation of the natural system of shock absorbing. In addition, an evaluation of the plantar arch and the type of gait may contribute further to absorb impact on the joints since shoewear exists that adapt to foot structural alterations. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922000000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=en