Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil ]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-382920170002&lang=pt vol. 17 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[O legado de "Geografia da Fome"]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200213&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Estudos realizados no Brasil sobre a deficiência e a suplementação de zinco: ênfase em crianças]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200217&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to review the literature of studies developed in Brazil on zinc deficiency and the effects of supplementation. Methods: a literature review based on bibliographic research was carried out in SciELO, LILACS and MEDLINE/PUBMED databases. A total of 133 studies on zinc deficiency and 116 on the effects of supplementation were identified. Thirty-two articles, 16 of which were observational and 16 interventional, were analyzed. Results: the studies focused mainly on children (75.0% of the observational and 81.25% of the experimental studies). Biochemical deficiency of zinc in children presented great variability, from 0.0% to 74.3%, with expressive prevalence in most studies. Dietary inadequacy among children presented variability from 16.6% to 46.0%. Five from seven studies showed a positive effect of zinc supplementation on micronutrient nutritional status. Conclusions: there is evidence of zinc deficiency in children as a public health problem, preventable through micronutrient supplementation.<hr/>Resumo Objetivos: revisar a literatura dos estudos desenvolvidos no Brasil sobre a deficiência de zinco e os efeitos da suplementação. Métodos: realizou-se uma revisão da literatura baseada na pesquisa bibliográfica nas bases de dados SciELO, LILACS e MEDLINE/PUBMED. Identificaram-se 133 estudos sobre a deficiência de zinco e 116 em relação aos efeitos da suplementação. Foram analisados 32 artigos, dos quais 16 observacionais e 16 de intervenção. Resultados: os estudos enfocaram principalmente as crianças (75,0% dos observacionais e 81,25% dos experimentais). A deficiência bioquímica de zinco nas crianças apresentou grande variabilidade, de 0,0% a 74,3%, com prevalências expressivas na maioria dos estudos. A inadequação dietética entre as crianças apresentou variabilidade de 16,6% a 46,0%. Cinco de sete estudos mostraram efeito positivo da suplementação com zinco no estado nutricional do micronutriente. Conclusão: nas crianças, há indícios sobre a deficiência de zinco como problema de saúde pública, prevenível por meio da suplementação com o micronutriente. <![CDATA[Fatores do comportamento materno que influenciam a retenção de peso pós-parto. Implicações clínico-metabólicas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200251&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to describe some factors of maternal behavior such as breastfeeding, diet, physical activity, sleep and clinical-metabolic disorders associated with retention and/or weight gain during postpartum. Methods: specific articles on the subject were searched in LILACS, MEDLINE/PubMed and SciELO databases. Results: the literature review suggests that breastfeeding or physical activity alone are not enough to return to the pre-pregnancy weight, if they are not combined with restrictions of energy intake. Reduced sleep affects both eating habits and activity patterns resulting in lower energy expenditure, in addition to altering the glycemic metabolism. Conclusions: maternal obesity increases the risk of metabolic syndrome. Interventions during postpartum are critical for maternal health and could be the key in reducing the risk of transgenerational maternal/childhood obesity.<hr/>Resumo Objetivos: o aumento de sobrepeso e obesidade em mulheres jovens e adultos é uma preocupação cada vez maior, e a reprodução tem sido associado com o aumento de peso persistente. Descrever alguns fatores de comportamento materno, relacionados com lactância materna, dieta, atividade física, horas de sonho e alterações clínico-metabólicas associadas com retenção e / ou ganancia de peso postparto. Métodos: livros de informação e artigos publicados na literatura nacional e internacional nas seguintes bases de dados foram coletados: LILACS - MEDLINE / PubMed, e SciELO; LILACS - Sociedade Brasileira de Ciências Biomédicas. Resultados: a revisão da literatura sugere que a lactância ou o exercício por solos não tem filhos suficientes para retornar ao peso pregestacional, quando nenhum filho acompanhado por restrições na ingesta calórica. A redução de horas de sonho afecta os comportamentos alimentares eo padrão de atividade gerando um menor gasto calórico, além de alterar o metabolismo glucémico. A obesidade materna produto de exceção ganancia de peso na gestação, o retenção e / ou ganancia de peso no pós-parto, aumenta o risco de síndrome metabólico. Conclusões: as intervenções durante o pós-parto são de suma importância para a saúde metabólica materna e podem ser chave para atenuar o risco transgeneracional de obesidade materno / infantil. <![CDATA[Prevalência e fatores associados ao consumo de álcool durante a gravidez]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200271&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to investigate the prevalence of alcohol consumption during pregnancy and its sociodemographic, reproductive and newborn-related factors. Methods: a cross-sectional and exploratory study carried out on a sample of post-partum women, recruited daily over six months. Sociodemographic and reproductive information about the women and data concerning the newborns were collected. T-ACE questionnaire was used to identify the pattern of alcohol consumption by the women. They were divided into two groups: alcohol consumers (T-ACE score ≥2) and non-alcohol consumers. Comparisons between the two groups were made using the unpaired t test, chi-square test or Fisher's exact test according to the type of variable analyzed. The significance level was set at 5%. Results: out of 925 women, 818 (88.4%) agreed to participate. Among them, 60 (7.3%) were T-ACE positive, i.e. identified as alcohol consumers. Regarding the sociodemographic information, alcohol consumption was more frequent among women who did not have a steady partner (p=0.010). No reproductive variable presented a significant difference between the groups. A lower weight was observed among children of T-ACE positive mothers (3,045g±71.0 vs 3,192g±19.2; p=0.040). Conclusions: identifying and characterizing women who are more susceptible to alcohol consumption during pregnancy can contribute to developing more effective public health intervention strategies.<hr/>Resumo Objetivos: investigar a prevalência de consumo de álcool na gravidez e fatores sociodemográficos, reprodutivos e dos recém-nascidos associados. Métodos: estudo transversal e exploratório, desenvolvido sobre amostra sequencial de puérperas, recrutadas diariamente durante seis meses. Foram coletadas informações sociodemográficas e reprodutivas das mulheres, e dados dos recém-nascidos. O questionário T-ACE foi aplicado para identificar o padrão de consumo alcoólico das mulheres, dividindo-as em dois grupos: consumidoras (pontuação T-ACE ≥ 2) e não consumidoras de álcool. As comparações entre os dois grupos foram realizadas utilizando-se os testes t não pareado, qui-quadrado ou exato de Fisher, conforme o tipo de variável analisada. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: 925 puérperas foram convidadas e 818 (88,4%) concordaram em participar da pesquisa. Das participantes, 60 (7,3%) foram T-ACE positivas, ou seja, identificadas como consumidoras de álcool. Com relação às informações sociodemográficas, o consumo de álcool foi mais frequente entre mulheres sem companheiro fixo (p=0,010). Nenhuma variável reprodutiva apresentou diferença significativa entre os grupos. Observou-se menor peso entre filhos de mães T-ACE positivas (3.045g±71,0 vs 3.192g±19,2; p=0,040). Conclusões: identificar e caracterizar as mulheres mais susceptíveis ao consumo de álcool na gravidez pode colaborar no desenvolvimento de estratégias de intervenção em saúde pública mais eficazes. <![CDATA[Teste do pezinho: percepção das gestantes nas orientações no pré-natal]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200291&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to investigate pregnant women's perception on Guthrie test and verify how this matter is approached during prenatal care. Methods: this study is an exploratory - descriptive, cross-sectional and quantitative approach design, carried out with 160 pregnant women who attended the Prenatal Care service at the Primary HealthCare in the city of Uberaba-MG. Data collection was performed between December 2014 and February 2015, using a semi-structured questionnaire. A bivariate descriptive statistics was applied by using the Pearson´s Chi-square test. Results: 75% of the pregnant women could not report which pathologies were to be screened, 16.3% reported that the diseases detected by Guthrie test had etiology genetic, 82% mentioned it was necessary to have more information on Guthrie test, 60% referred the necessity on focusing which diseases to be diagnosed. Only 36% of the pregnant women indicated the correct period (3rd to 7th day of the newborn life) for exam collecting. An average of 50% of the participants did not know about this prenatal test. Conclusions: pregnant women showed a low understanding regarding the test; there was a lack of understanding about prenatal matters. The nursing personnel play an important role in this stage to demonstrate their abilities in health education.<hr/>Resumo Objetivos: investigar a percepção das gestantes sobre o teste do pezinho e verificar como esse tema está sendo abordado no pré-natal. Métodos: estudo do tipo exploratório-descritivo, transversal e de abordagem quantitativa, realizado com 160 gestantes, que frequentaram o serviço de pré-natal na rede de atenção primária de saúde do município de Uberaba-MG. A coleta de dados foi realizada entre dezembro/2014 a fevereiro/2015, por meio de um questionário semiestruturado. Foi empregada a estatística descritiva e bivariada, utilizando o teste de qui-quadrado de Pearson. Resultados: 75% das gestantes não sabiam relatar quais eram as patologias triadas, 16,3% citou que as doenças detectadas pelo Teste do Pezinho têm etiologia genética, 82%, vê a necessidade de maiores informações sobre o Teste do Pezinho, 60% referem a necessidade de enfoque para quais as doenças diagnosticadas. Em relação à coleta do exame, apenas 36% das gestantes indicaram o período correto (3º ao 7º dia de vida do neonato). Em média 50% das participantes não foram orientadas sobre esse exame no pré-natal. Conclusões: as gestantes exibiram uma baixa compreensão acerca do teste, houve carência quanto à orientação sobre o assunto no pré-natal. A enfermagem tem papel impre-scindível nessa etapa tendo em vista sua habilidade na educação em saúde. <![CDATA[Motivos de doação de leite humano de acordo com diferentes rendimentos <em>per capita</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200307&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to identify the reasons for human milk donation according to different per capita income in donors who were registered in the human milk bank and center to promote breastfeeding at Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (HMB/CIAMA/IMIP). Methods: this is a cross-sectional study. Data collection was carried out at the HMB/CIAMA/IMIP from March to May 2015. The sample was consisted of 155 donors. The data were obtained by applying a form elaborated by the researchers. For the data analysis the SPSS 13.0 software for Windows and Excel 2010 were used. Results: the reasons most mentioned by the donors with a per capita income of &lt; 0.5 minimum wages were, in descending order: excess of milk /avoid wasting, solidarity, altruism and return to work. Donors with a per capita income of ≥ 0.5 minimum wages were, excess of milk /avoid wasting and return to work were the main reasons for donation, followed by solidarity and altruism. Conclusions: the reasons for human milk donation varied according to the per capita income. This knowledge will contribute with the necessary information for planning/improved interventions to capture new donors locally and nation wide.<hr/>Resumo Objetivos: identificar os motivos de doação de leite humano de acordo com diferentes rendimentos per capita nas doadoras do banco de leite humano e centro de incentivo ao aleitamento materno do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (BLH/CIAMA/IMIP). Métodos: estudo de corte transversal, cuja coleta de dados foi realizada de março a maio de 2015. A amostra foi composta por 155 doadoras. Os dados foram obtidos através da aplicação de um formulário elaborado pelos pesquisadores. Na análise de dados foram utilizados os softwares SPSS 13.0 para Windows e o Excel 2010. Resultados: os motivos mais citados pelas doadoras com rendimento per capita &lt;0,5 salário mínimo foram, em ordem decrescente: excesso de leite/evitar desperdício, solidariedade, altruísmo e retorno ao trabalho. Nas doadoras com rendimento per capita ≥ 0,5 salário, o excesso de leite/evitar desperdício e retorno ao trabalho são os principais motivos de doação, seguidos por solidariedade e altruísmo. Conclusões: os motivos de doação de leite humano variam de acordo com o rendimento per capita. Esse conhecimento contribuirá com as informações necessárias para o planejamento/aperfeiçoamento de intervenções que visem a captação de novas doadoras a nível local e nacional. <![CDATA[Avaliação entre o estado nutricional materno e o de uma população infantil de São Tomé e Príncipe "África"]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200327&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: analyse the relation between the nutritional status of children with 0 to 60 months in São Tome and Principe (STP) and their mothers. Methods: characterization of the nutritional status of 1,169 children for the weight / length ratio (W/L) (≤24months) and Body Mass Index (BMI) for age (&gt;24months) and their mothers. The Chi Square or Fisher tests were used for the study on the relation between the nutritional status of the mother and children, as appropriate. Results: fifty-five percent (55%) of the children are female (median = 21 months). There was a high percentage of global acute malnutrition in the children aged0≤24months (30.2%) and 24≤60months (22%) as well as global chronic malnutrition (32% and 41.1% respectively). We observed a high percentage of overweight /obese mothers (31.6%), with 16.5% of them being of a low height. We observed a significantly higher percentage of children with global acute malnutrition 47.5%) when compared with that which was reported for children of normal mothers (27.9%) or overweight /obese (22%) (p&lt;0,001) mothers. Conclusions: It was observed a high prevalence of acute and chronic global malnutrition in the children studied and a high prevalence of overweight /obese mothers. We observed a statistically significant association between maternal and acute global malnutrition of the children.<hr/>Resumo Objetivos: analisar a relação entre o estado de nutrição materno e o de crianças dos 0 aos 60 meses em São Tomé e Príncipe (STP). Métodos: caracterizou-se o estado de nutrição de 1.169 crianças pelo Índice Peso/Comprimento (P/C) (≤24meses) e Índice de Massa Corporal (IMC) para a idade (&gt;24meses) e o estado de nutrição das mães (IMC) A associação entre o estado de nutrição materno e o das crianças foi testada pelo teste do qui-quadrado ou exato de Fisher, conforme apropriado. Resultados: do total da amostra analisada, a maior parte é representada por crianças do sexo feminino (55%). Observa-se média de idade de 25,2±18 meses (mediana 21 meses). Observou-se uma elevada percentagem de desnutrição aguda global nas crianças de 0≤24meses (30,2%) e de 24 ≤60 meses (22,0%), bem como de desnutrição crônica global (32,0% e 41,1% respetivamente). Entre as mães, observou-se elevado percentual de sobrepeso/obesidade (31,6%) e de baixa estatura (16,5%). Das crianças estudadas, 47,5% têm desnutrição aguda global, comparativamente à prevalência em crianças de mães eutróficas (27,9%) ou de mães com sobrepeso/obesidade (22%) (p&lt;0,001). Conclusões: Observou-se elevada prevalência de desnutrição global aguda e crônica nas crianças estudadas e elevada prevalência de sobrepeso/obesidade maternas. A desnutrição global aguda dos filhos esteve associada à desnutrição materna. <![CDATA[Prevalência da gravidez de repetição rápida e fatores associados em adolescentes de Caruaru, Pernambuco]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200347&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: to determine the prevalence and factors associated with the rapid repeat pregnancy (RRP) in pregnant adolescents. Methods: a cross-sectional study was carried out with pregnant adolescents assisted at the Family Health Strategies in Caruaru-PE from March to August 2013. A questionnaire with sociodemographic, economic, schooling, gynecological, obstetric and contraceptive characteristics was used. The data were analyzed in the Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version 20. Binary logistic regression models were used. Results: among the 204 pregnant adolescents interviewed, the data of 26.5% (n = 54) multiparous were analyzed. The occurrence of RRP was 42.6% (n = 23) [95% CI 29.23-56.79]. The variables associated with RRP were non-use of contraceptive methods [OR 7.40 (CI95% 1.56-3.49)] and no previous pregnancy planning [OR 0.19 (95% CI 0.05-0.78)]. Conclusions: the percentage of RRP in adolescents was high. The non-use of contracep-tive methods increased the chances of RRP, while the no previous pregnancy planning decreased the chances of adolescents getting pregnant again without previous program-ming.<hr/>Resumo Objetivos: determinar a prevalência e fatores associados a gravidez de repetição rápida (GRR) em gestantes adolescentes. Métodos: estudo transversal desenvolvido com gestantes adolescentes assistidas nas Estratégias de Saúde da Família de Caruaru-PE no período de março a agosto de 2013. Foi utilizado um questionário com características sociodemográficas, econômicas, escolares, ginecológicas, obstétricas e contraceptivas. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 20. Empregou-se modelos de regressão logís-tica binária. Resultados: dentre as 204 gestantes adolescentes entrevistadas, foram analisados os dados de 26,5% (n=54) que eram multigestas. A ocorrência de GRR foi de 42,6% (n=23) [IC95% 29,23-56,79]. As variáveis associadas à GRR foram não uso de métodos contracep-tivos [OR 7,40 (IC95% 1,56-3,49)] e não planejamento da gravidez anterior [OR 0,19 (IC95% 0,05-0,78)]. Conclusões: foi elevado o percentual de GRR nas adolescentes. O não uso de métodos contraceptivos aumentou as chances de GRR, enquanto a não realização de planejamento da gestação anterior diminuiu as chances das adolescentes engravidarem novamente sem programação prévia. <![CDATA[Excesso de peso e fatores associados em pré-escolares do sudoeste da Bahia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200365&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: this study aimed to evaluate the environmental factors associated with excess weight in preschool children. Methods: a cross-sectional study involving 664 full-time preschoolers enrolled in public childcare centers in Vitória da Conquista (BA). The excess weight status has been defined according to the BMI/Age index and score Z above +2. The independent variables were grouped into maternal characteristics, socioeconomic, related to children and child care. We conducted multiple logistic regression to assess the association between excess weight and the variables studied. Results: a prevalence of excess weight was 5.7 %; 3.9% were overweight and 1.8% were obese. The factors associated with excess weight in children were cesarean delivery (OR: 2.59; IC95%: 1.11; 6.01); being singletons (OR: 3.32; IC95%: 1.44; 7.67); and exclusive breastfeeding of less than 4 months (OR: 2.59; IC95%: 1.12; 5.99). Conclusions: the results show that interventions to reduce and/or prevent excess weight should begin prenatally, with promotion of exclusive breastfeeding and natural birth, as well as nutritional advice for mothers with singletons.<hr/>Resumo Objetivos: avaliar a prevalência e os fatores associados ao excesso de peso em pré-esco-lares do sudoeste da Bahia. Métodos: estudo transversal envolvendo 664 pré-escolares matriculados em período inte-gral em creches públicas de Vitória da Conquista (BA). O excesso de peso foi definido considerando o índice IMC/idade maior que + 2 escore Z. As variáveis independentes foram agrupadas em características maternas, socioeconômica, relacionadas a criança e a creche. Realizou-se regressão logística múltipla para verificar a associação entre excesso de peso e as variáveis estudadas. Resultados: a prevalência de excesso de peso foi de 5,7%, sendo 3,9% de sobrepeso e 1,8% de obesidade. Os fatores associados ao excesso de peso infantil foram o parto cesáreo (Odds Ratio - OR: 2,59; Intervalo de Confiança - IC95%: 1,11; 6,01), ser filho único (OR: 3,32; IC95%: 1,44; 7,67) e aleitamento materno exclusivo inferior a 4 meses (OR: 2,59; IC95%: 1,12; 5,99). Conclusões: os resultados mostram que intervenções para redução e/ou prevenção do excesso de peso devem começar no pré-natal com incentivo ao aleitamento materno exclu-sivo e ao parto vaginal, além de orientações nutricionais para mães com apenas um filho. <![CDATA[Qualidade de vida em mulheres com câncer de mama pós-intervenção cirúrgica em uma cidade da zona da mata de Minas Gerais, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200385&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: To evaluate health-related quality of life (HRQoL) in women with breast cancer, after surgical intervention, attended at the regional Oncology Referral Hospital in Juiz de Fora (MG). Methods: 121 women were evaluated and the European Organization for Research and Treatment of Cancer, Breast Cancer-Specific Quality of Life Questionnaire (EORTC QLC 30 BR23) was applied. After the descriptive analysis, a multiple linear regression model was created. The SPSS 14 was used to build the database and to conduct the analysis. Results: the mean values of the EORTC QLC 30 BR23 showed a tendency for good HRQoL, thus, the functional scale showed the most impairment with the worst mean scores observed. There was statistical significance among the symptoms scale and obese women who underwent adjuvant radiotherapy and those who had a greater number of dissected lymph nodes. The subjective perceptions influenced all the EORTC QLC 30 BR23domains. Conclusions: after controlling the variable by functional hand, and time of surgery, the BMI variables, breast reconstruction, heavy feeling in the arm, range of motion (ROM) reduction of the shoulder, and the tight shirt-sleeve sensation proven capable of explaining HRQoL. HRQoL appears to be relatively good, but negatively influenced by subjective perceptions, in addition to treatment factors.<hr/>Resumo Objetivos: avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) em mulheres com câncer de mama pós-intervenção cirúrgica, atendidas no Hospital de referência regional em Oncologia de Juiz de Fora (MG). Métodos: foram avaliadas 121 mulheres e aplicado o questionário European Organization for Research and Treatment of Cancer Breast Cancer-Specific Quality of Life Questionnaire (EORTC QLC 30 BR23). Após análise descritiva, foi construído um modelo de regressão linear múltipla. Para a construção do banco de dados e análise, usou-se o SPSS 14. Resultados: os valores médios do EORTC QLC 30 BR23 demonstraram uma tendência para boa QVRS, sendo a escala funcional a mais comprometida com as piores médias de escores observadas. Houve significância estatística entre a escala de sintomas e as mulheres obesas, que realizaram radioterapia adjuvante e que tiveram maior número de linfonodos dissecados. As percepções subjetivas influenciaram todos os domínios do EORTC QLC 30 BR23. Conclusões: após controle pela variável mão funcional e tempo de cirurgia, as variáveis IMC, reconstrução mamária, sensação de peso no braço, redução amplitude de movimento (ADM) do ombro e sensação de blusa apertada demostraram-se explicativas da QVRS. A QVRS mostra-se relativamente boa, mas influenciada negativamente pelas percepções subje-tivas, além dos fatores de tratamento. <![CDATA[ERRATA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292017000200417&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objectives: To evaluate health-related quality of life (HRQoL) in women with breast cancer, after surgical intervention, attended at the regional Oncology Referral Hospital in Juiz de Fora (MG). Methods: 121 women were evaluated and the European Organization for Research and Treatment of Cancer, Breast Cancer-Specific Quality of Life Questionnaire (EORTC QLC 30 BR23) was applied. After the descriptive analysis, a multiple linear regression model was created. The SPSS 14 was used to build the database and to conduct the analysis. Results: the mean values of the EORTC QLC 30 BR23 showed a tendency for good HRQoL, thus, the functional scale showed the most impairment with the worst mean scores observed. There was statistical significance among the symptoms scale and obese women who underwent adjuvant radiotherapy and those who had a greater number of dissected lymph nodes. The subjective perceptions influenced all the EORTC QLC 30 BR23domains. Conclusions: after controlling the variable by functional hand, and time of surgery, the BMI variables, breast reconstruction, heavy feeling in the arm, range of motion (ROM) reduction of the shoulder, and the tight shirt-sleeve sensation proven capable of explaining HRQoL. HRQoL appears to be relatively good, but negatively influenced by subjective perceptions, in addition to treatment factors.<hr/>Resumo Objetivos: avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) em mulheres com câncer de mama pós-intervenção cirúrgica, atendidas no Hospital de referência regional em Oncologia de Juiz de Fora (MG). Métodos: foram avaliadas 121 mulheres e aplicado o questionário European Organization for Research and Treatment of Cancer Breast Cancer-Specific Quality of Life Questionnaire (EORTC QLC 30 BR23). Após análise descritiva, foi construído um modelo de regressão linear múltipla. Para a construção do banco de dados e análise, usou-se o SPSS 14. Resultados: os valores médios do EORTC QLC 30 BR23 demonstraram uma tendência para boa QVRS, sendo a escala funcional a mais comprometida com as piores médias de escores observadas. Houve significância estatística entre a escala de sintomas e as mulheres obesas, que realizaram radioterapia adjuvante e que tiveram maior número de linfonodos dissecados. As percepções subjetivas influenciaram todos os domínios do EORTC QLC 30 BR23. Conclusões: após controle pela variável mão funcional e tempo de cirurgia, as variáveis IMC, reconstrução mamária, sensação de peso no braço, redução amplitude de movimento (ADM) do ombro e sensação de blusa apertada demostraram-se explicativas da QVRS. A QVRS mostra-se relativamente boa, mas influenciada negativamente pelas percepções subje-tivas, além dos fatores de tratamento.