Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Biology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-698420140030&lang=en vol. 74 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Misinterpretation of ‘slow science’ and ‘academic productivism’ may obstruct science in developing countries]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[An assessment of oceanic seabird abundance and distribution off the southern Brazilian coast using observations obtained during deep-water fishing operations]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000003&lng=en&nrm=iso&tlng=en The use of discarded fish over baited hooks used in longline fishery, and fish caught in gillnets, as a food source for gulls, albatrosses and petrels has been intensively studied in northern and southern oceans. This study describes the occurrence and abundance of seabirds observed from 20 foreign vessels which operated during the period between July 2001 and May 2005, off the southeastern and southern Brazilian coast. A total of 353,557 seabirds were observed; comprising eight families and 28 species. The most abundant species was Procellaria conspicillata followed by Daption capense, Puffinus gravis, Thalassarche melanophrys and Oceanites oceanicus. Ten species of seabirds (392 individual birds) were incidentally captured in gillnets; and 122 birds (9 species) by longline hooks, with P. gravis, D. capense and Procellaria aequinoctialis having the largest capture rates.<hr/>A utilização dos descartes sobre as iscas dos anzóis em pescarias de espinheis e peixes capturados por redes de deriva como fonte de alimento por gaivotas, petréis e albatrozes têm sido intensamente estudados nos Oceanos Norte e Sul. Este trabalho tem como objetivo registrar a ocorrência e abundância das aves marinhas observadas a partir de 20 embarcações estrangeiras arrendadas que atuaram durante o período de julho de 2001 a maio de 2005 na costa sudeste-sul do litoral brasileiro. Foi registrada a ocorrência de 353.557 aves marinhas distribuídas em oito famílias e 28 espécies, com a maior participação de Procellaria conspicilatta, seguido de Daption capense, Puffinus gravis, Thalassarche melanophrys e Oceanites oceanicus. Foram capturadas incidentalmente 392 exemplares de aves marinhas pelas redes de emalhe e 122 pelos anzóis dos espinhéis, distribuídos em dez e nove espécies, respectivamente, com as maiores taxas de captura sobre P. gravis, D. capense e Procellaria aequinoctialis. Este estudo mostra uma pequena parcela das aves capturadas no litoral brasileiro, uma vez que as embarcações fiscalizadas representam a minoria das que estão em atividade. O acompanhamento de Observadores de bordo capacitados deve ser intensificado para avaliar o impacto das pescarias nas populações de aves marinhas, bem como implementar ações para diminuir suas capturas. <![CDATA[Three invasive species occurring in the diets of fishes in a Neotropical floodplain]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000016&lng=en&nrm=iso&tlng=en The composition of the diets of 66 species of fishes was investigated from September 2009 to June 2010 in three subsystems of the Upper Paraná River floodplain (Brazil), following invasion by the two mollusk species Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) and Corbicula fluminea (Müller, 1774), and the macrophyte Hydrilla verticillata (L.f.) Royle. Limnoperna fortunei was consumed in all three subsystems and occurred in the diet of 15 fish species, with a high proportion in the diet of Leporinus obtusidens. Corbicula fluminea was present in the diet of Pterodoras granulosus caught in the Paraná and Ivinheima subsystems. Hydrilla verticillata occurred in the diet of Schizodon nasutus caught in the Ivinheima and Paraná subsystems. It is not yet possible to evaluate the potential of these species to control invasive mollusks in the study area or the impact of these species on the structure of the food chain. Omnivorous and herbivorous fishes in the study area may have little impact on the population of H. verticillata.<hr/>A composição da dieta de 66 espécies de peixes foi investigada de setembro de 2009 a junho de 2010, em três subsistemas da planície de inundação do alto rio Paraná (Brasil), após a invasão das espécies de molusco Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) e Corbicula fluminea (Müller, 1774), e da macrófita Hydrilla verticillata (L.f.) Royle. Limnoperna fortunei foi consumida em todos os subsistemas amostrados e ocorreu na dieta de 15 espécies de peixes, com grande participação na dieta de Leporinus obtusidens. Corbicula fluminea esteve presente na dieta de Pterodoras granulosus coletados nos subsistemas Paraná e Ivinheima. Hydrilla verticillata ocorreu na dieta de Schizodon nasutus, capturados nos subsistemas Ivinheima e Paraná. Até o momento não é possível avaliar o potencial destas espécies para controlar moluscos invasores na área de estudo ou o impacto destas espécies sobre a estrutura das cadeias alimentares. Peixes omnívoros e herbívoros da área de estudo podem ter pouco impacto sobre a população de H. verticillata. <![CDATA[Factors influencing the structure and spatial distribution of fishes in the headwater streams of the Jaú River in the Brazilian Amazon]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000023&lng=en&nrm=iso&tlng=en The aim of this study was to investigate the influence of spatial variation in river channels and habitats on the distribution of fish communities in the headwater streams of the Jaú River System, a blackwater tributary of the Negro River. Collections and measurements were made in 34 headwater streams during the period of November- December, 1998. Fish were captured with fish traps and hand nets along standard reaches of two meanders. Data on benthic habitat structure, stream depth and width were collected along lateral transects in each sample reach. A total of 66 fish species from 24 families were collected and classified into seven trophic guilds: allocthonous insectivore, autochthonous insectivore, general insectivore, piscivore, detritivorous planktivore, detritivorous insectivore and insectivorous piscivore. Variations in the distribution and diversity of bottom substrates were important factors influencing fish community structures in these systems. Also, variation in stream size explained the observed variability in fish communities.<hr/>O objetivo desse estudo foi investigar a influência da variação espacial de características físicas do canal dos igarapés e habitats na distribuição das comunidades de peixes em igarapés de cabeceira no sistema do rio Jaú. O rio Jaú é um tributário de águas pretas do rio Negro. Coletas e medidas foram realizadas em 34 igarapés de cabeceira durante os períodos de novembro a dezembro de 1998. Os peixes foram capturados com armadilhas e puçás ao longo de dois meandros em cada local. Um total de 66 espécies de peixes de 24 famílias foram coletados e classificados em sete guildas tróficas: insetívoro alóctone, insetívoro autóctone, insetívoro em geral, piscívoro, detritívoro algívoro, detritívoro insetívoro e insetívoro piscívoro. Variações na distribuição e diversidade do substrato de fundo foram importantes fatores influenciando a estrutura da comunidade nesses sistemas. Sendo assim, variações no tamanho dos igarapés mostraram reflexos nas comunidades de peixes. <![CDATA[Sampling a biodiversity hotspot: the orchid-bee fauna (Hymenoptera: Apidae) of Tarapoto, northeastern Peru, the richest and most diverse site of the Neotropics]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000033&lng=en&nrm=iso&tlng=en The orchid-bee fauna of the region of Tarapoto, northeastern Peru, was surveyed using seventeen different scents as baits to attract orchid-bee males. Six hundred and fifty-nine males belonging to 41 species were actively collected with insect nets during 120 hours in late July and early August, 2012. Euglossa dressleri Moure, 1968, Euglossa laurensi Bembé, 2008, and Euglossa maculilabris Moure, 1968, three species belonging to the Euglossa cybelia species-group, are here reported for Peru for the first time. Previous sporadic and unpublished samplings in the area recorded eleven additional species. With 53 species, the region of Tarapoto can be considered the richest single site in the Neotropics for orchid bees. Diversity, estimated with the Shannon-Wiener diversity index (H′ = 3.02), was also the highest ever recorded for orchid bees.<hr/>A fauna de abelhas euglossinas da região de Tarapoto, nordeste do Peru, foi amostrada com o uso de dezessete diferentes iscas aromáticas para atrair machos dessas abelhas. Seiscentos e cinquenta e nove machos pertencentes a 41 espécies foram coletados com rede entomológica durante 120 horas de amostragem no final de julho e início de agosto de 2012. Euglossa dressleri Moure, 1968, Euglossa laurensi Bembé, 2008, e Euglossa maculilabris Moure, 1968, três espécies pertencentes ao grupo Euglossa cybelia, foram registradas para o Peru pela primeira vez. Amostragens esporádicas prévias na área, não publicadas, registraram a ocorrência de doze espécies adicionais, não amostradas no presente estudo. Com 53 espécies registradas, a região de Tarapoto torna-se a área mais rica conhecida em abelhas euglossinas em toda a região Neotropical. A diversidade, estimada pelo índice de diversidade de Shannon-Wiener (H′ = 3,02), é também a mais alta já registrada para esse grupo de abelhas. <![CDATA[Distribution of the Planktonic Shrimp <em>Lucifer</em> (Thompson, 1829) (Decapoda, Sergestoidea) off the Amazon]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000045&lng=en&nrm=iso&tlng=en Lucifer faxoni (BORRADAILE, 1915) and L. typus (EDWARDS, 1837) are species first identified in the neritic and oceanic waters off the Amazon. Samplings were made aboard the vessel “Antares” at 22 stations in July and August, 2001 with a bongo net (500-µm mesh size). Hydrological data were taken simultaneously for comparative purposes. L. faxoni was present at thirteen of the fourteen neritic stations analysed, as well as at five of the eight oceanic stations. L. typus was present at three of the fourteen neritic stations and in one of the eight oceanic stations. The highest density of L. faxoni in the neritic province was 7,000 ind.m–3 (St. 82) and 159 ind.m–3 (St. 75) in the oceanic area. For L. typus, the highest density observed was 41 ind.m–3 (St. 64) in the neritic province. In the oceanic province, the highest single density value was recorded at station 75 (5 ind.m–3). Overall, L. faxoni typically presented the highest densities.<hr/>Lucifer faxoni (BORRADAILE, 1915) e L. typus (EDWARDS, 1837) são espécies identificadas pela primeira vez nas águas neríticas e oceânicas da Amazônia. As coletas foram realizadas a bordo do navio “Antares” em 22 estações em julho e agosto de 2001, com uma rede bongô (500 µm). Dados hidrológicos foram tomados simultaneamente para fins comparativos. L. faxoni esteve presente em 13 das 14 estações neríticas analisadas, bem como em 5 das 8 estações oceânicas. L. typus esteve presente em 3 das 14 estações neríticas e em 1 das 8 estações oceânicas. A maior densidade de L. faxoni na província nerítica foi de 7.000 ind.m–3 (estação 82) e 159 ind.m–3 (estação 75) na área oceânica. Para L. typus, a maior densidade observada foi de 41 ind.m–3 (estação 64), na província nerítica. Na província oceânica, o maior valor de densidade foi registrado na estação 75 (5 ind.m–3). No geral, L. faxoni tipicamente apresentou as maiores densidades. <![CDATA[Molluscs associated with the macroalgae of the genus <em>Gracilaria</em> (Rhodophyta): importance of algal fronds as microhabitat in a hypersaline mangrove in Northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000052&lng=en&nrm=iso&tlng=en The fronds of marine macroalgae play an important role in coastal ecosystems because the algae banks are utilized as a microhabitat by different taxa, including molluscs, one of the most abundant and diverse animals of marine ecosystems. In this study, we characterized the malacofauna associated with the macroalgae Gracilaria domingensis (Kützing) Sonder ex Dickie 1874 and Gracilaria cuneata Areschoug 1854 of a hypersaline mangrove on the northern coast of the state of Rio Grande do Norte, Northeastern Brazil. The first alga dominates in the rainy season and it is substituted by second one in the dry period. A total of 1,490 molluscs were surveyed, representing 56 species in 29 families: 1,081 were associated with G. domingensis and 409 with G. cuneata, the latter showing the greater diversity (H′=1.25). Columbellidae, Neritidae, Pyramidellidae and Cerithiidae were among the most representative families in the number of species and individuals. The micromolluscs were dominant in the algal microhabitat, constituting 74.63% of the malacofauna recorded. The columbellid Parvanachis obesa (C. B. Adams, 1845) was the dominant species followed by the neritid Neritina virginea (Linnaeus, 1758) in both algae. In spite of the annual alternated succession of the algae species, at least 15 mollusc species are common for these algae. Furthermore, juveniles of P. obesa were recorded in both seasons, indicating a continuous reproduction. Possible reasons for difference in abundance, diversity and dominance of molluscs living on these algae are discussed. Both species of substrate-algae represent an important microhabitat for refuge, feeding and the reproduction of small-sized mollusc species during rainy and dry seasons.<hr/>As frondes de macroalgas marinhas exercem um importante papel nos ecossistemas costeiros, tendo em vista que os bancos de algas são utilizados como microhabitat por diferentes táxons, incluindo os moluscos, que estão entre os mais abundantes e diversos animais dos ecossistemas marinhos. Neste estudo, caracterizou-se a malacofauna associada às macroalgas Gracilaria domingensis (Kützing) Sonder ex Dickie 1874 e Gracilaria cuneata Areschoug 1854 de um manguezal hipersalino da costa norte do estado do Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil. A primeira alga domina no período chuvoso e é substituída pela segunda no período seco. Foram inventariados 1.490 moluscos, representando 56 espécies em 29 famílias: 1.081 estavam associados a G. domingensis e 409 a G. cuneata, esta última apresentando maior diversidade (H′=1,25). Columbellidae, Neritidae, Pyramidellidae e Cerithiidae estiveram entre as famílias mais representativas em número de espécies e indivíduos. Os micromoluscos foram dominantes no microhabitat algal, constituindo 74,63% da malacofauna registrada. O columbelídeo Parvanachis obesa (C. B. Adams, 1845) foi a espécie dominante, seguida pelo neritídeo Neritina virginea (Linnaeus, 1758) em ambas as algas. Apesar da sucessão alternada anual das espécies de algas, pelo menos 15 espécies de moluscos são comuns a estas algas. Além disso, os jovens de P. obesa foram registrados em ambas as estações, indicando uma reprodução contínua. São discutidas possíveis razões para a diferença na abundância, diversidade e dominância dos moluscos habitantes destas algas. Ambas as espécies de alga-substrato representam um importante microhabitat para refúgio, alimentação e reprodução para pequenas espécies de moluscos durante as estações chuvosa e seca. <![CDATA[Seasonality effect on the allelopathy of cerrado species]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000064&lng=en&nrm=iso&tlng=en The Brazilian cerrado presents strong climate seasonality. During the dry season, plants may be exposed to stressful situations, such as a soil surface water deficit, that stimulate their chemical defenses. However, the seasonality effect on the production of allelopathic compounds of cerrado plant species is poorly understood. In this study, the phytotoxic activities of common native cerrado plants were evaluated during rainy and dry seasons. Crude leaves extracts (10% concentration: weight/volume, with dry leaves and distilled water) from eleven species were tested on lettuce and sesame germination. The negative effects on germination percentages, rates and informational entropies of the target species were higher when submitted to plant extracts from the dry season, where the germination rate was the most sensible parameter. The higher sensibility of lettuce and the germination rate parameter showed this difference. Only two exceptions had higher effects for rainy season extracts; one species showed higher negative effects on germination informational entropy of lettuce and another species on the germination rate of sesame. Thus, increases in the allelopathic activity were seen in the majority of the studied cerrado plant species during the dry season. These distinct responses to stressful situations in a complex environment such as the Brazilian cerrado may support the establishment and survival of some species.<hr/>O cerrado brasileiro apresenta forte sazonalidade climática. Durante a estação seca as plantas podem estar expostas a situações estressantes, tais como um déficit de umidade nas camadas superficiais do solo, que estimulam suas defesas químicas. No entanto, o efeito da sazonalidade na produção de compostos alelopáticos de espécies vegetais de cerrado é pouco conhecido. Neste estudo, as atividades fitotóxicas de plantas nativas comuns de cerrado foram avaliadas durante as estações chuvosa e seca. Extratos brutos de folhas (concentração 10%: peso/volume, com folhas secas e água destilada) de onze espécies foram testados sobre a germinação de alface e gergelim. Os efeitos negativos sobre as porcentagens de germinação, velocidades e entropias informacionais das espécies-alvo foram maiores quando submetidas a extratos vegetais da estação seca. A maior sensibilidade da alface e do parâmetro velocidade de germinação mostraram essa diferença. Apenas duas exceções tiveram maiores efeitos para extratos da estação chuvosa; uma espécie mostrou maiores efeitos negativos sobre a entropia informacional de germinação de alface e outra espécie sobre a velocidade de germinação de gergelim. Assim, aumentos na atividade alelopática foram vistos na maioria das espécies vegetais do cerrado estudadas durante a estação seca. Estas respostas distintas a situações estressantes em um ambiente complexo como o cerrado brasileiro podem auxiliar no estabelecimento e na sobrevivência de algumas espécies. <![CDATA[Tests of chronic and acute toxicity of crude oil on larvae of <em>Chironomus kiiensis</em> Tokunaga (Diptera: Chironomidae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000070&lng=en&nrm=iso&tlng=en The Amazon region, known for its mega-biodiversity, also holds large reserves of petroleum and natural gas. The increasing exploitation of natural gas and crude oil in the Amazon has not been accompanied by studies evaluating the impact of these pollutants on local biological communities, particularly aquatic organisms. The aim of the present study was to determine the values of acute and chronic toxicity of crude oil from Urucu to larvae of Chironomus kiiensis Tokunaga, 1936. The LD5048h of crude oil for second-instar larvae of C. kiiensis was 26.5 mg/L, and mortality for the majority of concentrations tested was greatest during the first 24 hours of the experiment. The survival of eggs of C. kiiensis exposed to concentrations of crude oil was also evaluated but did not differ significantly among the treatments. Despite the high tolerance observed for the species in the experiments, there is a possibility that in the natural environment the oil interacts with other factors, leading to synergistic effects, so further studies are needed to assess the effects of this pollutant on aquatic insect species.<hr/>A região Amazônica, conhecida por sua megabiodiversidade, também é detentora de grandes reservas de petróleo e gás natural. A crescente exploração de gás natural e óleo cru na Amazônia não é acompanhada de estudos avaliando o impacto destes poluentes nas comunidades biológicas locais, especialmente organismos aquáticos. Neste trabalho, o objetivo das autoras foi determinar os valores de toxicidade aguda e crônica de óleo cru proveniente de Urucu para larvas da espécie Chironomus kiiensis Tokunaga, 1936. A CL5048h de óleo cru para larvas de segundo instar de C. kiiensis foi de 26,5 mg/L e a mortalidade para a maioria das concentrações testadas foi maior durante as 24 primeiras horas do experimento. A sobrevivência dos ovos de C. kiiensis expostos a concentrações de óleo cru também foi avaliada, porém sem diferença significativa entre os tratamentos. Apesar da alta tolerância da espécie observada nos experimentos, em ambiente natural existe a possibilidade do óleo interagir com outros fatores, apresentando efeito sinérgico, e mais estudos avaliando o efeitos deste poluente sobre insetos aquáticos são necessários. <![CDATA[Is the “Centro de Endemismo Pernambuco” a biodiversity hotspot for orchid bees?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000078&lng=en&nrm=iso&tlng=en The orchid-bee faunas (Hymenoptera: Apidae: Euglossina) of the three largest forest remnants in the “Centro de Endemismo Pernambuco”, northeastern Brazil, namely Estação Ecológica de Murici (ESEC Murici), RPPN Frei Caneca, and a forest preserve belonging to Usina Serra Grande, in the states of Alagoas and Pernambuco, were surveyed using seventeen different scents as baits to attract orchid-bee males. Eight sites were established in the three preserves, where samplings were carried out using two protocols: insect netting and bait trapping. We collected 3,479 orchid-bee males belonging to 29 species during 160 hours in early October, 2012. Seven species were collected in the “Centro de Endemismo Pernambuco” for the first time. Richness proved to be one of the highest of the entire Atlantic Forest domain, and diversity in some sites, especially at ESEC Murici, revealed to be one of the highest in the Neotropics. Eulaema felipei Nemésio, 2010, a species previously recorded only at ESEC Murici, was found in no other preserve in the region and its conservation status is discussed.<hr/>As faunas de abelhas-das-orquídeas (Hymenoptera: Apidae: Euglossina) dos três maiores remanescentes florestais do Centro de Endemismo Pernambuco, nordeste do Brazil, sendo elas a Estação Ecológica de Murici (ESEC Murici), a RPPN Frei Caneca e um remanescente florestal pertencente à Usina Serra Grande, foram amostradas com o uso de dezessete diferentes iscas aromáticas para atrair machos dessas abelhas. Oito sítios amostrais foram selecionados nas três áreas, onde amostragens foram realizadas sob duas metodologias: coleta ativa com rede entomológica e coleta com armadilhas. Foram coletados 3.479 machos de abelhas euglossinas durante 160 horas no início de outubro de 2012. Sete espécies foram registradas no Centro de Endemismo Pernambuco pela primeira vez. A riqueza da região se mostrou uma das mais altas de toda a Mata Atlântica, e a diversidade em alguns locais, especialmente na ESEC Murici, revelou-se uma das mais altas de toda a região Neotropical. Eulaema felipei Nemésio, 2010, uma espécie que só havia sido registrada na ESEC Murici, não foi encontrada em nenhuma outra área e seu estado de conservação é discutido. <![CDATA[Vertical and temporal variation in phytoplankton assemblages correlated with environmental conditions in the Mundaú reservoir, semi-arid northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000093&lng=en&nrm=iso&tlng=en The goal of this study was to analyse the vertical structure of the phytoplankton community at the Mundaú reservoir, located in the semi-arid region of northeastern Brazil, and to correlate it to environmental conditions over two distinct seasons, dry and rainy. Samples were collected bimonthly at eight depths in the dry and rainy season for analyses of the physical and chemical variables of the water, as well as density, abundance, dominance, species diversity index and equitability of the community. Analysis of variance (ANOVA-two way) was used to analyse the vertical and seasonal differences, and Canonical Correspondence Analysis (CCA) was used to assess associations between phytoplankton and environmental variables Cylindrospermopsis raciborskii (Woloszynska) Seenaya and Subba Raju was the only dominant species and Geitlerinema amphibium (C. Agardh) Anagnostidis, Merismopedia punctata Meyen and Synedra rumpens Kützing. Others six taxa were abundant in at least one of the samples. Distinct vertical distribution patterns were observed for the abundant taxa between depths and seasons. The cyanobacteria, with the exception of C. raciborskii, showed similar seasonal patterns, with higher densities in the dry season. The CCA showed a strong correlation between the density of the phytoplanktonic species and abiotic variables. The vertical changes in abundant taxa revealed distinct patterns regulated by the variation in the environmental factors that were directly linked to seasonality, with the success of one or more species being dependent on their life strategies and ecological needs. The present study restates the importance of environmental and seasonal factors for phytoplankton composition and distribution in a freshwater tropical reservoir through a vertical gradient.<hr/>O objetivo deste estudo foi avaliar a estrutura vertical da comunidade fitoplanctônica no reservatório Mundaú localizado na região semiárida do nordeste do Brasil e correlacioná-la com as condições ambientais durante dois períodos sazonais distintos, seca e chuva. Amostras foram coletadas bimensalmente em oito profundidades em duas estações climáticas, seca e chuvosa para análises de variáveis físicas e químicas da água, bem como, da densidade, abundância, dominância, índice de diversidade especifica e equitabilidade da comunidade. Análise de variância (ANOVA - dois critérios) foi usada para avaliar as diferenças vertical e sazonal e Análise de Correspondência Canônica (CCA) as associações entre o fitoplâncton e variáveis ambientais. Cylindrospermopsis raciborskii (Woloszynska) Seenaya and Subba Raju foi a única espécie dominante e Geitlerinema amphibium (C. Agardh) Anagnostidis, Merismopedia punctata Meyen e Synedra rumpens Kützing, foram abundantes em ambas as estações. Outros seis táxons foram abundantes em, pelo menos, uma das amostras. Distintos padrões de distribuição vertical foram observados para os táxons abundantes entre as profundidades e estações. As cianobactérias, com exceção de C. raciborskii, apresentaram padrão sazonal similar com maiores densidades no período seco. A CCA mostrou uma correlação entre a densidade das espécies fitoplanctônicas e as variáveis ambientais. As mudanças verticais nos táxons abundantes revelaram distintos padrões regulados pela variação nos fatores ambientais que estiveram diretamente ligados à sazonalidade, sendo assim, o sucesso de uma ou mais espécie está ligado à sazonalidade, às suas estratégias de vida e às suas necessidades ecológicas. O presente estudo corrobora a importância de fatores ambientais e sazonal na composição e distribuição do fitoplâncton ao longo de um gradiente vertical em um reservatório de água doce de região tropical. <![CDATA[Evaluation of the potential of <em>Pistia stratiotes</em> L. (water lettuce) for bioindication and phytoremediation of aquatic environments contaminated with arsenic]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000108&lng=en&nrm=iso&tlng=en Specimens of Pistia stratiotes were subjected to five concentrations of arsenic (As) for seven days. Growth, As absorption, malondialdehyde (MDA) content, photosynthetic pigments, enzymatic activities, amino acids content and anatomical changes were assessed. Plant arsenic accumulation increased with increasing metalloid in the solution, while growth rate and photosynthetic pigment content decreased. The MDA content increased, indicating oxidative stress. Enzymatic activity and amino acids content increased at the lower doses of As, subsequently declining in the higher concentrations. Chlorosis and necrosis were observed in the leaves. Leaves showed starch accumulation and increased thickness of the mesophyll. In the root system, there was a loss and darkening of roots. Cell layers formed at the insertion points on the root stems may have been responsible for the loss of roots. These results indicate that water lettuce shows potential for bioindication and phytoremediation of As-contaminated aquatic environments.<hr/>Espécimes de Pistia stratiotes foram submetidos a cinco concentrações de arsênio (As), durante sete dias. Crescimento, absorção de As, concentração de malondialdeído (MDA), pigmentos fotossintéticos, atividades enzimáticas, concentração de aminoácidos e alterações anatômicas foram avaliadas. O acúmulo de As pelas plantas aumentou com o incremento do metaloide na solução, enquanto que a taxa de crescimento e o teor de pigmentos fotossintéticos diminuiu. O conteúdo MDA aumentou, indicando estresse oxidativo. A atividade de enzimas antioxidantes e os teores de aminoácidos aumentaram nas doses mais baixas de As, declinando nas concentrações mais elevadas. Nas folhas foram observados clorose e necrose. As folhas apresentaram acumulação de amido e aumento da espessura do mesofilo. No sistema radicular houve perda e escurecimento das raízes. Camadas de células formadas nos pontos de inserção da raiz podem ter sido responsáveis pela queda das raízes. Estes resultados indicam que a alface da água apresenta potencial para bioindicação e fitorremediação de ambientes aquáticos contaminados com As. <![CDATA[Diurnal sampling reveals significant variation in CO<sub>2</sub> emission from a tropical productive lake]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000113&lng=en&nrm=iso&tlng=en It is well accepted in the literature that lakes are generally net heterotrophic and supersaturated with CO2 because they receive allochthonous carbon inputs. However, autotrophy and CO2 undersaturation may happen for at least part of the time, especially in productive lakes. Since diurnal scale is particularly important to tropical lakes dynamics, we evaluated diurnal changes in pCO2 and CO2 flux across the air-water interface in a tropical productive lake in southeastern Brazil (Lake Carioca) over two consecutive days. Both pCO2 and CO2 flux were significantly different between day (9:00 to 17:00) and night (21:00 to 5:00) confirming the importance of this scale for CO2 dynamics in tropical lakes. Net heterotrophy and CO2 outgassing from the lake were registered only at night, while significant CO2 emission did not happen during the day. Dissolved oxygen concentration and temperature trends over the diurnal cycle indicated the dependence of CO2 dynamics on lake metabolism (respiration and photosynthesis). This study indicates the importance of considering the diurnal scale when examining CO2 emissions from tropical lakes.<hr/>É amplamente aceito na literatura que lagos são em geral heterotróficos e supersaturados com CO2 já que recebem carbono alóctone. Porém, autotrofia e insaturação de CO2 podem ocorrer em pelo menos parte do tempo, especialmente em lagos produtivos. Como a escala diurna é particularmente importante para a dinâmica de lagos tropicais, variações diurnas na pCO2 e no fluxo de CO2 através da interface ar-água foram avaliadas num lago tropical produtivo do sudeste do Brasil (Lagoa Carioca) durante dois dias consecutivos. Tanto a pCO2 quanto o fluxo de CO2 foram significativamente diferentes entre o dia (9:00 às 17:00) e a noite (21:00 às 5:00), confirmando a influência desta escala na dinâmica do CO2 na Lagoa Carioca. Foram registradas heterotrofia e emissão de CO2 pela lagoa apenas durante a noite, enquanto durante o dia não houve emissão significativa. Variações na concentração de oxigênio dissolvido e na temperatura ao longo do dia indicaram a dependência da dinâmica do CO2 no metabolismo (respiração e fotossíntese) deste lago. Este estudo indica a importância de se considerar a escala diurna na avaliação da emissão de CO2 por lagos tropicais. <![CDATA[Toxic concentrations of metronidazole to <em>Microcystis protocystis</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000120&lng=en&nrm=iso&tlng=en Antimicrobials are among the most commonly used drugs and have become a class of contaminants with great environmental importance. Metronidazole is an antimicrobial used for the therapeutic management of several human diseases. The toxicity of antimicrobials on aquatic species may affect sensitive microorganisms and reduce metabolic processes. Cyanobacteria is a group of organisms that are of great ecological importance in aquatic environments. Studies indicate that cyanobacteria are very sensitive to some antimicrobials. Therefore, it is necessary to evaluate the effects of metronidazole contamination on phytoplankton. The aim of this study was to investigate the effects of metronidazole on the growth of the cyanobacterium Microcystis protocystis and to evaluate the stability of this antimicrobial agent in the culture medium over a period of 96 hours. M. protocystis was resistant to growth inhibition by metronidazole. The EC50 of this antimicrobial for M. protocystis was 117.3 mg L–1. Under the growth inhibition test conditions, neither a significant change in the MNZ concentration nor the presence of drug metabolites or degradation products was observed. These results indicate low cellular uptake of the antimicrobial agent and its persistence in the culture medium.<hr/>Antimicrobianos estão entre os fármacos mais usados e tem se tornado uma classe emergente de contaminantes com grande importância ambiental. A toxicidade dos antimicrobianos sobre as espécies aquáticas podem afetar microrganismos sensíveis e reduzir seus processos metabólicos. O Metronidazol é um antimicrobiano usado para o manejo terapêutico de várias doenças humanas. Cyanobacteria é um grupo de organismos de grande importância ecológica no ambiente aquático. O estudo visou investigar os efeitos do metronidazol- MNZ sobre o crescimento da cianobactéria Microcystis protocystis e avaliar a persistência do antimicrobiano no meio de cultivo durante 96h. A M. protocystis mostrou-se resistente à inibição de crescimento pelo MNZ. A EC50% do MNZ para a espécie foi 117,3 mg L–1. Nas condições do teste de inibição de crescimento não foi observada variação significativa da concentração de MNZ nem a presença de metabólitos ou produtos de degradação do fármaco, indicando baixa captação celular do antimicrobiano e sua persistência no meio de cultivo. <![CDATA[The coffee berry borer: the centenary of a biological invasion in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000125&lng=en&nrm=iso&tlng=en Antimicrobials are among the most commonly used drugs and have become a class of contaminants with great environmental importance. Metronidazole is an antimicrobial used for the therapeutic management of several human diseases. The toxicity of antimicrobials on aquatic species may affect sensitive microorganisms and reduce metabolic processes. Cyanobacteria is a group of organisms that are of great ecological importance in aquatic environments. Studies indicate that cyanobacteria are very sensitive to some antimicrobials. Therefore, it is necessary to evaluate the effects of metronidazole contamination on phytoplankton. The aim of this study was to investigate the effects of metronidazole on the growth of the cyanobacterium Microcystis protocystis and to evaluate the stability of this antimicrobial agent in the culture medium over a period of 96 hours. M. protocystis was resistant to growth inhibition by metronidazole. The EC50 of this antimicrobial for M. protocystis was 117.3 mg L–1. Under the growth inhibition test conditions, neither a significant change in the MNZ concentration nor the presence of drug metabolites or degradation products was observed. These results indicate low cellular uptake of the antimicrobial agent and its persistence in the culture medium.<hr/>Antimicrobianos estão entre os fármacos mais usados e tem se tornado uma classe emergente de contaminantes com grande importância ambiental. A toxicidade dos antimicrobianos sobre as espécies aquáticas podem afetar microrganismos sensíveis e reduzir seus processos metabólicos. O Metronidazol é um antimicrobiano usado para o manejo terapêutico de várias doenças humanas. Cyanobacteria é um grupo de organismos de grande importância ecológica no ambiente aquático. O estudo visou investigar os efeitos do metronidazol- MNZ sobre o crescimento da cianobactéria Microcystis protocystis e avaliar a persistência do antimicrobiano no meio de cultivo durante 96h. A M. protocystis mostrou-se resistente à inibição de crescimento pelo MNZ. A EC50% do MNZ para a espécie foi 117,3 mg L–1. Nas condições do teste de inibição de crescimento não foi observada variação significativa da concentração de MNZ nem a presença de metabólitos ou produtos de degradação do fármaco, indicando baixa captação celular do antimicrobiano e sua persistência no meio de cultivo. <![CDATA[The occurence of black spot disease in <em>Astyanax</em> aff. <em>fasciatus</em> (characiformes: characidae) in the Guaíba Lake basin, RS, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000127&lng=en&nrm=iso&tlng=en Black spot disease is common in freshwater fish and is usually caused by the metacercaria stage of digenetic trematodes, normally from the Diplostomidae family. The present study evaluated the prevalence and intensity of this disease in Astyanax aff. fasciatus (Teleostei: Characiformes) in the Guaíba Lake basin (RS, Brazil), including body parts assessment and the points of sampling with higher occurrence of black spots. Fish samples were taken seasonally from December 2002 until October 2004. The samples were collected with the use of a seine net at eleven points. The specimens were fixed in 10% formalin and stored in 70% ethanol. Black spot disease showed a low frequency in the Guaíba lake basin (2.07%) and no specificity to the species Astyanax aff. fasciatus was observed. A high prevalence among the individuals and high intensity of infection levels was found in the ventral and dorsal regions in relation to other body parts (e.g., pectoral, pelvic and anal regions). Among the sampling points studied, we observed a higher prevalence on samples collected at points Gasômetro, Saco da Alemoa and Sinos, located in open areas with less occurrence of mollusks.<hr/>A doença dos pontos pretos é comum em peixes de água doce, sendo provocada por metacercárias de trematódeos digenéticos, normalmente da família Diplostomidae. Este estudo avaliou a prevalência desta doença em Astyanax aff. fasciatus (Teleostei: Characiformes) da bacia hidrográfica do lago Guaíba (RS) e avaliou as regiões do corpo e pontos de amostragem de maior ocorrência. As amostragens foram realizadas sazonalmente de dezembro de 2002 até outubro de 2004 e os exemplares coletados com redes de arrasto do tipo picaré em onze pontos da bacia estudada. Os peixes foram fixados em formaldeído a 10% e conservados em etanol 70%. A doença dos pontos pretos demonstrou baixa freqüência para as amostras coletadas na bacia hidrográfica do lago Guaíba (2,07%) e não foi verificada especificidade com a espécie A. fasciatus. Maior prevalência e intensidade de infecção ocorreram nas regiões ventral e dorsal em relação às outras partes do corpo (ex: regiões peitoral, pélvica e anal). Entre os pontos estudados, foi observado elevada prevalência nas amostras coletadas nos pontos Gasômetro, Saco da Alemoa e Sinos, localizados em áreas mais abertas e com menor ocorrência de moluscos. <![CDATA[Site fidelity and movement of <em>Chelonoidis carbonaria</em> (Spix, 1824) (Testudinidae) in cocoa plantations in southeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000135&lng=en&nrm=iso&tlng=en Red-footed Tortoises (Chelonoidis carbonaria Spix, 1824) raised as pets and voluntarily handed over to environmental officers by their owners or apprehended by officers represent a large contingent of animals that overfill triage centres in Brazil. There is no consensus on the fate of these animals, and their numbers continue growing. In this study, we evaluated the movement patterns of C. carbonaria originating from triage centres in areas of cocoa plantations and forest remnants to define their home range and dispersion. After 120 days of quarantine and acclimatisation, eight C. carbonaria adults were released and monitored via radio telemetry for 10 months. The radio transmitters of two individuals presented problems, and consequently, it was not possible to track these individuals. Five individuals remained in an area of 7.75 ha 10 months after release, avoiding contact with humans after the first three months. The greatest problems were the proximity of individuals to inhabited areas in the first three months after release, the death of two individuals, and the escape of one individual. After the experiment, the animals were sent back to the triage centre. Our results suggest that a proportion of the animals in the triage centres are able to survive in natural conditions. Considering their survival and fidelity to the release site, the translocation of animals described herein should be considered partially successful. However, if this measure is adopted, it must be preceded by studies of the animals' origins and by a rigorous genetic, sanitary and behavioural analysis of each individual.<hr/>Jabutis criados como animais de estimação entregues voluntariamente por seus donos ou apreendidos pelos agentes ambientais formam um grande contingente de animais que lotam os centros de triagem nas diversas regiões do Brasil. Não existe um consenso sobre o destino destes animais e os seus números continuam a crescer. Neste estudo avaliamos os deslocamentos de Chelonoidis carbonaria oriundos de centros de triagem em áreas de plantio de cacau e de remanescentes florestais buscando levantar a área de vida e a dispersão dos indivíduos. Após um período de quarentena e aclimatação de 120 dias 10 indivíduos adultos de C. carbonaria foram soltos e monitorados por radiotelemetria durante 10 meses. Os radiotransmissores de dois indivíduos apresentaram problemas não sendo possível acompanha-los. Cinco indivíduos permaneceram na área após 10 meses de soltura evitando, após os três meses iniciais, o contato com os humanos e vivendo em uma área de até 7,75 ha. Os principais problemas verificados foram a aproximação dos indivíduos das áreas habitadas nos três primeiros meses após a soltura, a morte de dois indivíduos e a dispersão de outro. Ao final do experimento os animais foram devolvidos ao centro de triagem de origem. Nossos resultados sugerem que uma parcela dos animais dos centros de triagem apresenta condições sobreviver em condições naturais. Considerando a sobrevivência e a fidelidade à área de soltura uma possível translocação poderia apresentar um sucesso parcial. Esta medida, entretanto, caso seja adotada, deve ser precedida de estudos sobre a origem dos animais e de uma rigorosa análise genética, sanitária e comportamental de cada indivíduo. <![CDATA[The role of melanism in oncillas on the temporal segregation of nocturnal activity]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000142&lng=en&nrm=iso&tlng=en The occurrence of coat colour polymorphisms in populations may promote the ecological success of species by permitting a wider spectrum of use of different subsets of available resources. We conducted an analysis of temporal segregation by comparing night brightness with nocturnal activity of spotted and melanistic oncillas (Leopardus tigrinus). Melanistic oncillas were more active during bright nights and spotted oncillas and other species were more active during dark nights. Each colour morph occupied a temporal niche outside the confidence interval of the other colour morph, demonstrating the ecological significance of polymorphic colour patterns in this felid species.<hr/>A ocorrência de polimorfismo no padrão de pelagem de populações pode promover o sucesso ecológico das espécies por permitir um amplo espectro de uso de diferentes parcelas de recursos disponíveis. Nós testamos a existência de diferença na segregação temporal do gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus), comparando a luminosidade durante períodos de atividade noturna de indivíduos pintados e melânicos. Indivíduos melânicos de gato-do-mato-pequeno foram mais ativos durante noites claras e indivíduos pintados de gato-do-mato-pequeno e outras espécies foram mais ativas durante noites escuras. Cada forma de coloração ocupou um nicho temporal fora do intervalo de confiança do outro, demonstrando a significância ecológica dos padrões de polimorfismo de colorações nesta espécie de felino. <![CDATA[The recognition of <em>Dendropsophus minusculus</em> () (Hylidae, Dendropsophini) as a highly polymorphic, multi-domain distributed species]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000146&lng=en&nrm=iso&tlng=en Herein we present new occurrences of sites of Dendropsophus minusculus in Brazil adding information about reproductive biology and colour patterns of the species. Such information is fundamental for characterising the species that we believe has been neglected due to its morphological similarity with other congeneric species. Dendropsophus minusculus may be found in different morphoclimatic domains, being one of the most generalist species of the genus in this aspect. The species plasticity is not restricted to its occurrence, but also related to aspects of its reproductive biology, and we hypothesised that the latter feature could explain the wide geographical range of the species. We highlight the importance of further in-depth studies and the use of D. minusculus as a model to understand the historical events responsible for the current geographical distribution of the morphoclimatic domains in Brazil.<hr/>No presente estudo relatamos novos locais de ocorrência para Dendropsophus minusculus no Brasil e acrescentamos informações sobre a biologia reprodutiva e padrões de coloração da espécie. Essas informações são de fundamental importância para a caracterização da espécie, que acreditamos ter sido negligênciada em virtude de sua semelhança morfológica com outras espécies congenéricas. Dendropsophus minusculus pode ser encontrada em diversos domínios morfoclimáticos, sendo, neste aspecto, uma das espécies mais generalistas de seu gênero. A plasticidade da espécie não se restringe a sua ocupação territorial, mas também a aspectos relativos a sua biologia reprodutiva e especulamos que esta seja a razão de sua amplitude territorial. Destacamos ainda a importância de estudos mais aprofundados e o uso da espécie como modelo para o entendimento de eventos pretéritos responsáveis pela distribuição de domínios morfoclimáticos no Brasil. <![CDATA[Morphological indicators of initial reproductive commitment in <em>Mustelus schmitti</em> (Springer 1939) (Chondrichthyes, Triakidae): folliculogenesis and ovarian structure over the life cycle]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000154&lng=en&nrm=iso&tlng=en This work provides information about the sexual commitment and the folliculogenesis of the gatuzo, Mustelus schmitti. A total of 112 females of all maturity stages were fished in the Bahía Blanca estuary, between 2009 and 2010. The oogonia were present throughout the life cycle of the animals. The folliculogenesis follows a pattern similar to other elasmobranchs. The granulosa layer keeps monolayered throughout the folliculogenesis, but with two cell types in the vitellogenic follicle. The zona pellucida forms in the primordial follicles. The thecal system shows a connective inner layer and a glandular outer sheath. The microscopic beginning of the sexual commitment, indicated by the vitello hoarding, takes place in follicles from 500 micrometres, while the macroscopic evidence appears in follicles of 2500-3000 micrometres. The results presented in this study suggest that the fishery pressure may affect a susceptible range of sizes of the species, not previously considered and provides a biological framework for the development of fisheries policy.<hr/>Este trabalho provê informações sobre o compromisso sexual e da foliculogênese do gatuzo, Mustelus schmitti. Um total de 112 fêmeas de todas as fases de maturidade foram pescados no estuário Bahía Blanca, entre 2009 e 2010. O oogônias foi presentes durante todo do ciclo de vida dos animais. A foliculogênese segue um padrão semelhante a outros elasmobrânquios. A capa granulosa mantém-se simples durante toda a foliculogénese, mas com dois tipos de células no folículo vitelogênico. A zona pelúcida forma-se nos folículos primordiais. O sistema mostra uma capa tecal interior de tecido conjuntivo e uma bainha exterior glandular. O início microscópico do compromisso sexual, indicado pela acumulação do vitello, realiza-se em folículos de 500 micrómetros, enquanto que a evidência macroscópica aparece em folículos de 2500-3000 micrómetros. Os resultados apresentados neste estudo sugerem que a pressão da pesca pode afetar um amplo intervalo de tamanho das espécies não considerado anteriormente, e fornece uma base biológica para o desenvolvimento de política comum da pesca. <![CDATA[A note on the infection of <em>Scomberomorus brasiliensis</em> (Osteichthyes, Scombridae) by <em>Kudoa</em> sp. (Myxozoa: Multivalvulida)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000164&lng=en&nrm=iso&tlng=en The infection of Scomberomorus brasiliensis by the myxozoan Kudoa sp. is reported. The parasites formed plasmodiae inside the skeletal muscle fibres. The spores were quadrate in apical view and bell-like shaped in lateral view, containing four equally sized more or less rounded polar capsules. No detrimental effects were observed in the host, namely muscle liquefaction. The importance of these parasites is discussed.<hr/>Relata-se a parasitose de Scomberomorus brasiliensis pelo myxozoa Kudoa sp. Os parasitas formavam plasmódios no interior das fibras musculares esqueléticas. Os esporos tinham forma quadrada em observação apical e forma de sino achatado em observação lateral, contendo quatro cápsulas polares do mesmo tamanho e sensivelmente arredondas. Não foram observadas lesões nos hospedeiros, nomeadamente liquefacção do músculo. A importância destes parasitas é discutida <![CDATA[Molecular markers for genetic diversity, gene flow and genetic population structure of freshwater mussel species]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000167&lng=en&nrm=iso&tlng=en Freshwater mussel species are in global decline. Anthropogenic changes of river channels and the decrease of autochthonous fish population, the natural hosts of mussels larval stages (glochidia), are the main causes. Therefore, the conservation of mussel species depends not only on habitat conservation, but also on the availability of the fish host. In Portugal, information concerning most of the mussel species is remarkably scarce. One of the most known species, Unio pictorum is also in decline however, in the basins of the rivers Tua and Sabor (Northeast of Portugal), there is some indication of relatively large populations. The aforementioned rivers can be extremely important for this species conservation not only in Portugal, but also in the remaining Iberian Peninsula. Thus, it is important to obtain data concerning Unio pictorum bioecology (distribution, habitat requirements, population structure, genetic variability, reproductive cycle and recruitment rates), as well as the genetic variability and structure of the population. Concomitantly, information concerning fish population structure, the importance of the different fish species as “glochidia” hosts and their appropriate density to allow effective mussel recruitment, will also be assessed. The achieved data is crucial to obtain information to develop effective management measures in order to promote the conservation of this bivalve species, the conservation of autochthonous fish populations, and consequently the integrity of the river habitats.<hr/>As espécies de mexilhões de água doce estão em declínio global. Mudanças antropogénicas do canal dos rios e diminuição das populações de peixes autóctones, os hospedeiros naturais do mexilhão nos estágios larvais (glochidia), são as principais causas. Portanto, a conservação de espécies de mexilhão depende não só da conservação dos habitats, mas também da disponibilidade do hospedeiro peixe. Em Portugal, a informação relativa à maioria das espécies de mexilhão é extremamente escassa. Uma das espécies mais conhecidas, Unio pictorum também está em declínio, no entanto, nas bacias dos rios Tua e Sabor (Nordeste de Portugal), existe indicação de populações relativamente grandes. Os rios acima mencionados podem ser extremamente importantes para a conservação das espécies, não só em Portugal, mas também na restante Península Ibérica. Assim, é importante obter dados relativos à bioecologia do Unio pictorum (distribuição, requisitos de habitat, estrutura populacional, variabilidade genética, ciclo reprodutivo e as taxas de recrutamento), bem como a variabilidade e estrutura genética da população. Concomitantemente, informações sobre a estrutura da população de peixes, a importância das diferentes espécies de peixes como hospedeiros e sua densidade adequada para permitir o recrutamento eficaz do mexilhão, também será avaliada. Os resultados obtidos serão cruciais para obter informações que permitam o desenvolvimento de medidas de gestão eficazes, a fim de promover a conservação destas espécies de bivalves, a conservação das populações de peixes autóctones e, consequentemente, a integridade dos habitats fluviais. <![CDATA[The effects of unrelated offspring whistle calls on capybaras (<em>Hydrochoerus hydrochaeris</em>)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000171&lng=en&nrm=iso&tlng=en Parent-offspring vocal communication, such as the isolation call, is one of the essential adaptations in mammals that adjust parental responsiveness. Thus, our aim was to test the hypothesis that the function of the capybara infants' whistle is to attract conspecifics. We designed a playback experiment to investigate the reaction of 20 adult capybaras (seven males and 13 females) to pups' whistle calls – recorded from unrelated offspring – or to bird song, as control. The adult capybaras promptly responded to playback of unrelated pup whistles, while ignoring the bird vocalisation. The adult capybaras took, on average, 2.6 ± 2.5 seconds (s) to show a response to the whistles, with no differences between males and females. However, females look longer (17.0 ± 12.9 s) than males (3.0 ± 7.2 s) toward the sound source when playing the pups' whistle playback. The females also tended to approach the playback source, while males showed just a momentary interruption of ongoing behaviour (feeding). Our results suggest that capybara pups' whistles function as the isolation call in this species, but gender influences the intensity of the response.<hr/>A comunicação vocal entre pais-filhotes, tal como os chamados de isolamento, é uma das adaptações essenciais nos mamíferos para o ajuste da resposta parental. Assim, nosso objetivo foi testar a hipótese de que a função do chamado de assobio em filhotes de capivara é para atrair co-especificos. Delineamos um experimento via playback para investigar a reação de 20 capivaras adultas (sete machos e 13 fêmeas) ao chamado de assobio de filhotes não aparentados e como controle usamos o chamado de um pássaro. As capivaras adultas prontamente responderam ao playback de assobios de filhotes não aparentados, enquanto ignoraram as vocalizações de pássaro. As capivaras levaram, em media 2,6 ± 2,5 segundos (s) para mostrar a resposta para os assobios, não havendo diferença entre machos e fêmeas. No entanto, fêmeas permanecem mais tempo (17,0 ± 12,9 s) do que os machos (3,0 ± 7,2 s) para retornar da fonte sonora após o playback de assobio iniciar. As fêmeas também tendem a aproximar-se da fonte sonora, enquanto os machos fazem uma breve interrupção do comportamento que estão engajados (comendo). Os resultados sugerem que a função do chamado de assobio de filhotes de capivaras é um chamado de isolamento na espécie e que o gênero influencia a intensidade da resposta. <![CDATA[Histochemistry profile of the biceps brachii muscle fibres of capuchin monkeys (<em>Cebus apella, Linnaeus</em>, 1758)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000177&lng=en&nrm=iso&tlng=en A general analysis of the behaviour of “Cebus” shows that when this primate moves position to feed or perform another activity, it presents different ways of locomotion. This information shows that the brachial biceps muscle of this animal is frequently used in their locomotion activities, but it should also be remembered that this muscle is also used for other development activities like hiding, searching for objects, searching out in the woods, and digging in the soil. Considering the above, it was decided to research the histoenzimologic characteristics of the brachial biceps muscle to observe whether it is better adpted to postural or phasic function. To that end, samples were taken from the superficial and deep regions, the inserts proximal (medial and lateral) and distal brachial biceps six capuchin monkeys male and adult, which were subjected to the reactions of m-ATPase, NADH-Tr. Based on the results of these reactions fibres were classified as in Fast Twitch Glycolitic (FG), Fast Twitch Oxidative Glycolitic (FOG) and Slow Twitc (SO). In general, the results, considering the muscle as a whole, show a trend of frequency FOG&gt; FG&gt; SO. The data on the frequency were studied on three superficial regions FOG=FG&gt;SO; the deep regions of the inserts proximal FOG=FG=SO and inserting the distal FOG&gt;FG=SO. In conclusion, the biceps brachii of the capuchin monkey is well adapted for both postural and phasic activities.<hr/>Uma análise geral do comportamento do “Cebus apella” mostra que este primata quando desloca para se alimentar ou realizar outra atividade apresenta diferentes maneiras de locomoção. Estas informações mostram que o músculo bíceps braquial deste animal é usado freqüentemente nas suas atividades de locomoção, mas deve ser lembrado ainda que este músculo é usado também para desenvolvimento de outras atividades como esconder-se, procurar objetos, vasculhar arboredos, além de cavar o chão. Considerando-se o exposto acima decidiu-se pesquisar as características histoenzimológicas do músculo bíceps braquial do macaco-prego com o objetivo de comparar se este músculo esta melhor adaptado para funções posturais ou fásicas. As amostras foram retiradas das regiões superficiais e profundas; inserções proximais (medial e lateral) e distal de seis macacos-prego machos e adultos, os quais foram submetidos às reações de m-ATPase, NADH-Tr. Baseado nos resultados das reações, as fibras foram classificadas em Fast Twitch Glycolitic (FG), Fast Twitch Oxidative Glycolitic (FOG) e Slow Twitch (SO). Quanto à área dos diferentes tipos de fibras, os resultados encontrados foram semelhantes em todas as amostras estudadas, e as fibras de contração rápida foram sempre maiores do que as de contração lenta (FG=FOG&gt;SO). Os dados obtidos sobre a frequência foram: nas três regiões superficiais estudadas FOG=FG&gt;SO; nas regiões profundas das inserções proximais FOG=FG=SO e na inserção distal FOG&gt;FG=SO. Baseado nestes dados pode-se concluir que o músculo bíceps braquial do macaco-prego está bem adaptado tanto para atividades posturais como fásicas. <![CDATA[The orchid-bee fauna (Hymenoptera: Apidae) of a forest remnant in the southern portion of the Brazilian Amazon]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000184&lng=en&nrm=iso&tlng=en The orchid-bee fauna of the region of Porto Velho, in the state of Rondônia, Brazil, close to the southernmost limits of the Amazon Basin, was surveyed for the first time using five different scents as baits to attract orchid-bee males. Five hundred and twenty-one males belonging to five genera and 29 species were collected with bait traps during 26 non-consecutive days from November, 2011 to January, 2012. Eulaema nigrita Lepeletier, 1841 and Eulaema meriana (Olivier, 1789) were the most common species in the region and, together, represented almost 50% of all collected bees. Although the observed richness conforms to similar inventories in the region, the diversity (H′= 2.43) found in the present study is one of the highest ever recorded for orchid bees in the Amazon Basin.<hr/>A fauna de abelhas euglossinas da região de Porto Velho, estado de Rondônia, Brasil, próxima ao limite setentrional da Bacia Amazônica, foi amostrada pela primeira vez com o uso de cinco diferentes compostos aromáticos para atrair machos dessas abelhas. Quinhentos e vinte e um machos pertencentes a cinco gêneros e 29 espécies foram coletados em armadilhas durante 26 dias não consecutivos entre novembro de 2011 e janeiro de 2012. Eulaema nigrita Lepeletier, 1841 e Eulaema meriana (Olivier, 1789) foram as espécies mais comuns na região e, juntas, representaram quase 50% do total de abelhas capturadas. Embora a riqueza observada no presente estudo seja semelhante a de outros inventários na Amazônia brasileira, a diversidade encontrada (H′= 2,43) é uma das mais altas já verificadas para a região. <![CDATA[Effects of sciatic nerve transection on glucose uptake in the presence and absence of lactate in the frog dorsal root ganglia and spinal cord]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000191&lng=en&nrm=iso&tlng=en Frogs have been used as an alternative model to study pain mechanisms because the simplicity of their nervous tissue and the phylogenetic aspect of this question. One of these models is the sciatic nerve transection (SNT), which mimics the clinical symptoms of “phantom limb”, a condition that arises in humans after amputation or transverse spinal lesions. In mammals, the SNT increases glucose metabolism in the central nervous system, and the lactate generated appears to serve as an energy source for nerve cells. An answerable question is whether there is elevated glucose uptake in the dorsal root ganglia (DRG) after peripheral axotomy. As glucose is the major energy substrate for frog nervous tissue, and these animals accumulate lactic acid under some conditions, bullfrogs Lithobates catesbeianus were used to demonstrate the effect of SNT on DRG and spinal cord 1-[14C] 2-deoxy-D-glucose (14C-2-DG) uptake in the presence and absence of lactate. We also investigated the effect of this condition on the formation of 14CO2 from 14C-glucose and 14C-L-lactate, and plasmatic glucose and lactate levels. The 3-O-[14C] methyl-D-glucose (14C-3-OMG) uptake was used to demonstrate the steady-state tissue/medium glucose distribution ratio under these conditions. Three days after SNT, 14C-2-DG uptake increased, but 14C-3-OMG uptake remained steady. The increase in 14C-2-DG uptake was lower when lactate was added to the incubation medium. No change was found in glucose and lactate oxidation after SNT, but lactate and glucose levels in the blood were reduced. Thus, our results showed that SNT increased the glucose metabolism in the frog DRG and spinal cord. The effect of lactate on this uptake suggests that glucose is used in glycolytic pathways after SNT.<hr/>As rãs são usadas como modelos experimentais alternativos no estudo da nocicepção, tanto pela simplicidade do seu tecido nervoso como por permitirem uma abordagem filogenética sobre o tema. Um desses modelos é a secção do nervo isquiático (SNI), o qual simula os sintomas clínicos do “membro fantasma”, uma condição que ocorre nos humanos após amputação ou secção completa da medula espinal. Em mamíferos, a SNI aumenta o metabolismo da glicose no sistema nervoso central, e o lactato é uma fonte energética para as células nervosas. Porém é desconhecido se essa é a situação em gânglio da raiz dorsal (GRD). Como a glicose é o principal substrato energético para o tecido nervoso de rãs, e a concentração plasmática de lactato está aumentada nesses animais em distintas situações, a rã-touro Lithobates catesbeianus foi usada para demonstrar os efeitos da SNI sobre a captação de 1-[14C] 2-deoxi-D-glicose (14C-2-DG), na presença e ausência de lactato, em GRD e medula espinal. Foram demonstrados ainda os efeitos dessa condição experimental sobre a formação de 14CO2 a partir de 14C-glicose e 14C-L-lactato, e a concentração plasmática de glicose e lactato. A captação de 3-O-[14C] metil-D-glicose (14C-3-OMG) foi usada para demonstrar a relação tecido/meio estável da glicose nessas condições. A captação de 14C-2-DG aumentou três dias após a SNI, sem qualquer alteração na captação de 14C-3-OMG. O aumento foi reduzido quando o lactato foi acrescentado ao meio de incubação. A taxa de oxidação da glicose e do lactato não modificou após SNI, mas houve redução na concentração plasmática de glicose e lactato. Assim, a SNI aumenta o metabolismo da glicose no GRD e medula espinal de rãs. Os efeitos do lactato sobre essa captação sugerem o uso da glicose na via glicolítica após a SNI. <![CDATA[Water level-dependent morphological plasticity in <em>Sagittaria montevidensis</em> Cham. and Schl. (Alismataceae).]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000199&lng=en&nrm=iso&tlng=en Aquatic plants are able to alter their morphology in response to environmental condition variation, such as water level fluctuations. The aim of this study was to evaluate the effect of water level on Sagittaria montevidensis morphology through measures of vegetative structures formed in drought and flood periods. We hypothesised that the plant height and the biomass of S. montevidensis leaves will increase during flood periods, while the biomass and diameter of petioles, and the basal plant area will increase during dry periods. We sampled a total amount of 270 individuals in nine sediment banks per visit, totalling 1080 plants. In order to compare plant morphology between dry and flood periods, we measured the water level in each bank and took the following variables for each plant: diameter, height and diameter of the biggest petiole. In order to compare biomass allocation between dry and flood periods, we sampled a total amount of 90 individuals in nine sediment banks per visit, totalling 360 plants. Plants were dried and weighed in the laboratory. All measured morphologic traits, as well as the biomass of leaf blades and petioles, were higher during flood periods, indicating that water level highly influences the morphology of S. montevidensis individuals. Our results suggest that these morphological responses allow survival and maintenance of S. montevidensis populations under environmental stress. These results can be linked to the invasive potential of S. montevidensis and sheds light on basic management practices that may be applied in the future.<hr/>As plantas aquáticas são capazes de alterar a sua morfologia em resposta a variações nas condições ambientais, tais como mudanças no nível da água. Nosso objetivo foi avaliar o efeito do nível da água na morfologia de Sagittaria montevidensis através de medidas de estruturas vegetativas formadas em períodos de seca e de cheia. Nós hipotetizamos que a altura dos indivíduos e a biomassa das folhas de S. montevidensis aumentarão durante períodos de cheia, enquanto a biomassa e diâmetro dos pecíolos, além da área basal da planta, aumentarão durante períodos de seca. Nós amostramos um total de 270 indivíduos, distribuídos em nove bancos de sedimento, por visita, totalizando 1080 plantas. Para comparar a morfologia das plantas entre os períodos de cheia e seca nós medimos o nível de água em cada banco e tomamos as seguintes medidas para cada planta: diâmetro, altura e diâmetro do maior pecíolo. Para comparar a alocação de biomassa entre os períodos de cheia e seca nós amostramos um total de 90 indivíduos em nove bancos de sedimento por visita, totalizando 360 plantas. As plantas foram secas em estufa e pesadas em laboratório. As plantas foram maiores no período de cheia e também apresentaram maior número e biomassa de folhas, maior diâmetro e biomassa de pecíolos e maiores áreas basais das rosetas. Nós concluímos que o nível da água influencia muito na morfologia de S. montevidensis. Nossos resultados sugerem que essas respostas morfológicas podem permitir a sobrevivência e manutenção de populações de S. montevidensis em estresse ambiental. Esses resultados podem ser ligados ao potencial invasivo de S. montevidensis e lançam luzes sobre práticas de manejo que poderão ser aplicadas no futuro. <![CDATA[The insect gall collection of the Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro: biome cerrado, rupestrian fields]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000207&lng=en&nrm=iso&tlng=en An inventory of the insect gall from Brazilian savanna (Cerrado) was elaborated based on samples of the collection of the Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Data on localities and host plants were obtained from the labels and information about the gall morphology (plant organ of occurrence, shape, and presence of trichomes) by observing the samples. The galling species was determined based on the literature. The collection includes 131 morphotypes of galls from Cerrado, obtained from 71 host plant species distributed in 50 genera and 30 botanical families (Table 1). All galls were collected in rupestrian fields (a rare vegetation physiognomy of the Brazilian Cerrado) in the state of Minas Gerais. As the collection comprises a great diversity of insect galls, it can be considered representative of this physiognomy.<hr/>Um levantamento de galhas de insetos do Cerrado brasileiro foi elaborado baseado em amostras da coleção do Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro. Dados de localidades e plantas hospedeiras foram obtidos das etiquetas e informações sobre a morfologia da galha (órgão vegetal de ocorrência, forma, e presença de tricomas) pela observação da amostra. As espécies galhadoras foram determinadas baseadas em literatura. A coleção inclui 131 morfotipos de galhas de Cerrado, obtidos de 71 espécies de plantas hospedeiras, distribuídas em 50 gêneros e 30 famílias botânicas (Tabela 1). Todas as galhas foram coletadas em campos rupestres (uma fisionomia vegetal rara do cerrado brasileiro) do Estado de Minas Gerais. Como a coleção compreende grande diversidade de galhas de insetos, pode ser considerada representativa para essa fisionomia. <![CDATA[First report of <em>Dolichozele koebelei</em> Viereck, 1911 (Hymenoptera: Braconidae) on larvae of <em>Spodoptera frugiperda</em> (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) in maize (<em>Zea mays</em> L.) under different cropping systems]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000218&lng=en&nrm=iso&tlng=en In the context of the modern agriculture, pest control is important in order to increase productivity in maize (Zea mays L.). However, this control should be done rationally, prioritising environmentally safer methods such as biological control. This paper aims to report the occurrence of Dolichozele koebelei Viereck, 1911 (Hymenoptera: Braconidae) in Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) larvae collected in maize subjected to different cropping systems. The experiment was conducted at the Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo (CNPMS) in Sete Lagoas, Minas Gerais State, Brazil, using organic and conventional production. Ten plants were sampled from each of the 24 plots and for each production system, three times a week during the entire cycle of maize (variety BR 106). In the laboratory, larvae were distributed in individual rearing containers with artificial diet until the end of the biological cycle. An increased number of S. frugiperda larvae was observed in organic single crop maize; hence a higher percentage of S. frugiperda larvae parasitised by Hymenoptera and Diptera also occurred in the maize under this production system. Dolichozele koebelei had not yet been described in association with larvae of S. frugiperda. The percentage of parasitism of S. frugiperda larvae was high in both experiments, indicating the importance of natural control agents in reducing the population density of S. frugiperda, and especially the importance of an appropriate crop management.<hr/>No contexto agrícola moderno, o controle de pragas é importante para se obter aumento de produtividade na cultura do milho (Zea mays L.). No entanto, esse controle deve ser feito racionalmente, e deve priorizar métodos ambientalmente mais seguros, como o controle biológico. Este trabalho teve como objetivo relatar a ocorrência de Dolichozele koebelei Viereck, 1911 (Hymenoptera: Braconidae) em larvas de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) coletadas em milho sob diferentes formas de cultivo. O experimento foi conduzido no Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo (CNPMS) em Sete Lagoas, Minas Gerais, Brasil, em áreas de produção orgânica e convencional. Durante todo o ciclo do milho (cultivar BR 106), três vezes por semana, foram amostradas em cada uma das 24 parcelas, 10 plantas, que foram avaliadas no laboratório. As larvas encontradas foram distribuídas individualmente em recipientes de criação com dieta artificial até o final do ciclo biológico. Maior número de larvas de S. frugiperda foi obtido no milho orgânico solteiro, com maior percentual de larvas de S. frugiperda parasitadas por Hymenoptera ou Diptera. Dolichozele koebelei ainda não havia sido descrita em associação com larvas de S. frugiperda. De uma forma geral nos dois experimentos o percentual de larvas de S. frugiperda parasitadas, foi alto, indicando a importância dos agentes de controle natural na redução da densidade populacional de S. frugiperda e, principalmente, a importância do manejo adequado da cultura do milho. <![CDATA[Ocurrence of male morphotypes of <em>Macrobrachium amazonicum</em> (Caridea, Palaemonidae) in a population with an entirely freshwater life cycle]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000223&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study records, for the first time, the occurrence of all four male morphotypes in a population of Macrobrachium amazonicum from a continental environment, with an entirely freshwater life cycle. The specimens studied came from the Tietê River, state of São Paulo, Brazil, and were collected in a lotic environment downstream from Ibitinga Dam. This population was compared with other continental populations, including a population from the dam itself, collected in a previous study. Four samples of 30 minutes were taken monthly, using a trap, from January to April 2011. Each male specimen was measured with respect to seven body dimensions as follows: carapace length (CL), right cheliped length (RCL), dactyl length (DCL), propodus length (PPL), carpus length (CRL), merus length (ML) and ischium length (IL). The relative growth was analyzed based on the change in growth patterns of certain body parts in relation to the independent variable CL. The four male morphotypes proposed for the species were found using morphological and morphometric analyses. Different biological characteristics were found between the populations studied. The male population of the lake of Ibitinga and from Pantanal presented mean sizes and number of morphotypes lower than the population studied here. These differences seem to be closely related to ecological characteristics of the environments inhabited by these populations. Our results supported the hypothesis that coastal and continental populations of M. amazonicum belong to the same species.<hr/>Este estudo registra, pela primeira vez, a ocorrência dos quatro morfotipos de Macrobrachium amazonicum em uma população continental com ciclo de vida totalmente dulcícola. Os camarões são provenientes do Rio Tietê, estado de São Paulo, Brasil, e foram coletados em um ambiente lótico abaixo da Barragem de Ibitinga. Essa população foi comparada com outras populações provenientes de ambientes continentais, incluindo a de um estudo anterior na represa da barragem de Ibitinga. Quatro amostras de 30 minutos foram realizadas mensalmente, utilizando armadilhas, de janeiro a abril de 2011. Cada indivíduo macho foi mensurado em relação a sete dimensões corporais, sendo elas: comprimento da carapaça (CL), comprimento total do quelípodo direito (RCL), comprimento do dáctilo (DCL), comprimento do própodo (PPL), comprimento do carpo (CRL), comprimento do mero (ML) e comprimento do ísquio (IL). O crescimento relativo foi analisado de acordo com as mudanças nas taxas de crescimento de determinadas partes do corpo em relação à variável independente CL. Os quatro morfotipos descritos para a espécie foram encontrados, utilizando análises morfológicas e morfométricas. Diferentes características biológicas foram encontradas entre a população estudada e as demais, incluindo a proveniente do reservatório. A população de machos da represa de Ibitinga e do Pantanal apresentaram tamanhos médios e número de morfotipos inferiores aos da população estudada aqui. Essas diferenças parecem estar intimamente relacionadas às características ecológicas dos ambientes onde estas populações estão inseridas. A hipótese de que populações costeiras e continentais de M. amazonicum pertençam à mesma espécie é suportada por nossos resultados. <![CDATA[First report of “jewel wasp” <em>Ampulex compressa</em> (Fabricius, 1781) (Hymenoptera: Ampulicidae) in the Amazon Biome of Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000233&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study records, for the first time, the occurrence of all four male morphotypes in a population of Macrobrachium amazonicum from a continental environment, with an entirely freshwater life cycle. The specimens studied came from the Tietê River, state of São Paulo, Brazil, and were collected in a lotic environment downstream from Ibitinga Dam. This population was compared with other continental populations, including a population from the dam itself, collected in a previous study. Four samples of 30 minutes were taken monthly, using a trap, from January to April 2011. Each male specimen was measured with respect to seven body dimensions as follows: carapace length (CL), right cheliped length (RCL), dactyl length (DCL), propodus length (PPL), carpus length (CRL), merus length (ML) and ischium length (IL). The relative growth was analyzed based on the change in growth patterns of certain body parts in relation to the independent variable CL. The four male morphotypes proposed for the species were found using morphological and morphometric analyses. Different biological characteristics were found between the populations studied. The male population of the lake of Ibitinga and from Pantanal presented mean sizes and number of morphotypes lower than the population studied here. These differences seem to be closely related to ecological characteristics of the environments inhabited by these populations. Our results supported the hypothesis that coastal and continental populations of M. amazonicum belong to the same species.<hr/>Este estudo registra, pela primeira vez, a ocorrência dos quatro morfotipos de Macrobrachium amazonicum em uma população continental com ciclo de vida totalmente dulcícola. Os camarões são provenientes do Rio Tietê, estado de São Paulo, Brasil, e foram coletados em um ambiente lótico abaixo da Barragem de Ibitinga. Essa população foi comparada com outras populações provenientes de ambientes continentais, incluindo a de um estudo anterior na represa da barragem de Ibitinga. Quatro amostras de 30 minutos foram realizadas mensalmente, utilizando armadilhas, de janeiro a abril de 2011. Cada indivíduo macho foi mensurado em relação a sete dimensões corporais, sendo elas: comprimento da carapaça (CL), comprimento total do quelípodo direito (RCL), comprimento do dáctilo (DCL), comprimento do própodo (PPL), comprimento do carpo (CRL), comprimento do mero (ML) e comprimento do ísquio (IL). O crescimento relativo foi analisado de acordo com as mudanças nas taxas de crescimento de determinadas partes do corpo em relação à variável independente CL. Os quatro morfotipos descritos para a espécie foram encontrados, utilizando análises morfológicas e morfométricas. Diferentes características biológicas foram encontradas entre a população estudada e as demais, incluindo a proveniente do reservatório. A população de machos da represa de Ibitinga e do Pantanal apresentaram tamanhos médios e número de morfotipos inferiores aos da população estudada aqui. Essas diferenças parecem estar intimamente relacionadas às características ecológicas dos ambientes onde estas populações estão inseridas. A hipótese de que populações costeiras e continentais de M. amazonicum pertençam à mesma espécie é suportada por nossos resultados. <![CDATA[First record of the occurrence of <em>Ceratium furcoides</em> (Levander) Langhans (Dinophyceae) in the Upper Paraná River Floodplain (PR/MS), Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000235&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study records, for the first time, the occurrence of all four male morphotypes in a population of Macrobrachium amazonicum from a continental environment, with an entirely freshwater life cycle. The specimens studied came from the Tietê River, state of São Paulo, Brazil, and were collected in a lotic environment downstream from Ibitinga Dam. This population was compared with other continental populations, including a population from the dam itself, collected in a previous study. Four samples of 30 minutes were taken monthly, using a trap, from January to April 2011. Each male specimen was measured with respect to seven body dimensions as follows: carapace length (CL), right cheliped length (RCL), dactyl length (DCL), propodus length (PPL), carpus length (CRL), merus length (ML) and ischium length (IL). The relative growth was analyzed based on the change in growth patterns of certain body parts in relation to the independent variable CL. The four male morphotypes proposed for the species were found using morphological and morphometric analyses. Different biological characteristics were found between the populations studied. The male population of the lake of Ibitinga and from Pantanal presented mean sizes and number of morphotypes lower than the population studied here. These differences seem to be closely related to ecological characteristics of the environments inhabited by these populations. Our results supported the hypothesis that coastal and continental populations of M. amazonicum belong to the same species.<hr/>Este estudo registra, pela primeira vez, a ocorrência dos quatro morfotipos de Macrobrachium amazonicum em uma população continental com ciclo de vida totalmente dulcícola. Os camarões são provenientes do Rio Tietê, estado de São Paulo, Brasil, e foram coletados em um ambiente lótico abaixo da Barragem de Ibitinga. Essa população foi comparada com outras populações provenientes de ambientes continentais, incluindo a de um estudo anterior na represa da barragem de Ibitinga. Quatro amostras de 30 minutos foram realizadas mensalmente, utilizando armadilhas, de janeiro a abril de 2011. Cada indivíduo macho foi mensurado em relação a sete dimensões corporais, sendo elas: comprimento da carapaça (CL), comprimento total do quelípodo direito (RCL), comprimento do dáctilo (DCL), comprimento do própodo (PPL), comprimento do carpo (CRL), comprimento do mero (ML) e comprimento do ísquio (IL). O crescimento relativo foi analisado de acordo com as mudanças nas taxas de crescimento de determinadas partes do corpo em relação à variável independente CL. Os quatro morfotipos descritos para a espécie foram encontrados, utilizando análises morfológicas e morfométricas. Diferentes características biológicas foram encontradas entre a população estudada e as demais, incluindo a proveniente do reservatório. A população de machos da represa de Ibitinga e do Pantanal apresentaram tamanhos médios e número de morfotipos inferiores aos da população estudada aqui. Essas diferenças parecem estar intimamente relacionadas às características ecológicas dos ambientes onde estas populações estão inseridas. A hipótese de que populações costeiras e continentais de M. amazonicum pertençam à mesma espécie é suportada por nossos resultados. <![CDATA[Erratum]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014003000237&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study records, for the first time, the occurrence of all four male morphotypes in a population of Macrobrachium amazonicum from a continental environment, with an entirely freshwater life cycle. The specimens studied came from the Tietê River, state of São Paulo, Brazil, and were collected in a lotic environment downstream from Ibitinga Dam. This population was compared with other continental populations, including a population from the dam itself, collected in a previous study. Four samples of 30 minutes were taken monthly, using a trap, from January to April 2011. Each male specimen was measured with respect to seven body dimensions as follows: carapace length (CL), right cheliped length (RCL), dactyl length (DCL), propodus length (PPL), carpus length (CRL), merus length (ML) and ischium length (IL). The relative growth was analyzed based on the change in growth patterns of certain body parts in relation to the independent variable CL. The four male morphotypes proposed for the species were found using morphological and morphometric analyses. Different biological characteristics were found between the populations studied. The male population of the lake of Ibitinga and from Pantanal presented mean sizes and number of morphotypes lower than the population studied here. These differences seem to be closely related to ecological characteristics of the environments inhabited by these populations. Our results supported the hypothesis that coastal and continental populations of M. amazonicum belong to the same species.<hr/>Este estudo registra, pela primeira vez, a ocorrência dos quatro morfotipos de Macrobrachium amazonicum em uma população continental com ciclo de vida totalmente dulcícola. Os camarões são provenientes do Rio Tietê, estado de São Paulo, Brasil, e foram coletados em um ambiente lótico abaixo da Barragem de Ibitinga. Essa população foi comparada com outras populações provenientes de ambientes continentais, incluindo a de um estudo anterior na represa da barragem de Ibitinga. Quatro amostras de 30 minutos foram realizadas mensalmente, utilizando armadilhas, de janeiro a abril de 2011. Cada indivíduo macho foi mensurado em relação a sete dimensões corporais, sendo elas: comprimento da carapaça (CL), comprimento total do quelípodo direito (RCL), comprimento do dáctilo (DCL), comprimento do própodo (PPL), comprimento do carpo (CRL), comprimento do mero (ML) e comprimento do ísquio (IL). O crescimento relativo foi analisado de acordo com as mudanças nas taxas de crescimento de determinadas partes do corpo em relação à variável independente CL. Os quatro morfotipos descritos para a espécie foram encontrados, utilizando análises morfológicas e morfométricas. Diferentes características biológicas foram encontradas entre a população estudada e as demais, incluindo a proveniente do reservatório. A população de machos da represa de Ibitinga e do Pantanal apresentaram tamanhos médios e número de morfotipos inferiores aos da população estudada aqui. Essas diferenças parecem estar intimamente relacionadas às características ecológicas dos ambientes onde estas populações estão inseridas. A hipótese de que populações costeiras e continentais de M. amazonicum pertençam à mesma espécie é suportada por nossos resultados.