Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Biology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-698420140003&lang=en vol. 74 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[EDITORIAL NOTE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[The importance of remnant native vegetation of Amazonian submontane forest for the conservation of lizards]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300523&lng=en&nrm=iso&tlng=en Forest fragmentation affects animal population dynamics mainly by loss of habitat and disruption of animal movement. Lizard assemblages are affected by environmental changes, but, depending on their ecological needs, some species might be more vulnerable than others. The southern Amazon suffers accelerated anthropic actions replacing natural environments by farmland (crops and pasture). This region is considerably drier than most of the northern Amazon, with stational semi-deciduous forests fragmented and isolated by pasture, and crops to a lesser extent. Here we report data on lizard assemblages using semi-deciduous forests, forest edge and the surrounding pasture in the southern Amazon in Mato Grosso, Brazil. Lizards were collected in 21 forest fragments (41 to 7,035 ha) surrounded by pasture; using pitfall traps placed on a degradation gradient – from pasture inwards forest fragment (up to 200 m). We collected 242 individuals (14 species, seven families) in 6,300 trap-days. The pattern of species occurrence was largely nested and this nesting was associated with three habitat guilds (generalist, edge-tolerant, and forest species). Although there was no obvious fragmentation effect on lizards diversity community-wise, Hoplocercus spinosus, Bachia dorbignyi, Micrablepharus maximiliani and Kentropyx calcarta were more vulnerable to such effects than all other ten species collected. We verified that assemblages inhabiting pasture and forest edge are a nested subset of assemblages from the forest core. The remnant native vegetation is not distributed homogeneously and lizards species can persist in different parts of the landscape, therefore we recommend the protection of forest remnants as an important conservation action for lizards of the southern Amazon.<hr/>A fragmentação de florestas afeta a dinâmica das populações animais por meio, principalmente, da perda de habitat e interrupção dos movimentos dos animais. Assembléias de lagartos são afetados por mudanças ambientais, mas, a depender de suas demandas ecológicas, algumas espécies são mais vulneráveis do que outras. A Amazônia Meridional sofre ações antrópicas aceleradas substituindo ambientes naturais por terras voltadas para agropecuária (cultivos e pasto). Esta região é consideravelmente mais seca do que a maior parte das terras ao norte da Amazônia, com florestas estacionais semi-deciduais fragmentadas e isoladas por pasto, e, em menor extensão, cultivos agrícolas. Neste estudo apresentamos informações sobre uso de bordas e pastagem de lagartos confinados a fragmentos de florestas semi-decíduas no sul da Amazônia em Mato Grosso, Brasil. Foram coletados lagartos em 21 fragmentos florestais (41 a 7,035 ha) cercados por pasto; usando armadilhas de queda (pitfalltraps) colocadas em um gradiente de degradação – do pasto em direção ao interior do fragmento florestal (até 200 m). Nós coletamos 242 indivíduos (14 espécies, sete famílias) com 6,300 armadilhas-dia. Identificamos 3 guildas de habitat (generalistas, tolerante a borda, e especialistas de floresta). Apesar da ausência do efeito da fragmentação sobre a diversidade de lagartos na comunidade como um todo; Hoplocercus spinosus, Bachia dorbignyi, Micrablepharus maximiliani e Kentropyx calcarata são mais vulneráveis a estes efeitos do que as outras dez espécies coletadas. Ademais, apenas quatro espécies habitam a matriz de pastagem, que foi aqui considerada um habitat inóspito para a maior parte da assembléia de lagartos. Finalmente, nós verificamos que as assembléias habitando pastagem e borda da floresta são subsets aninhados das assembléias presentes no interior da floresta. Recomendamos a proteção dos remanescentes florestais como uma ação de conservação importante para lagartos da Amazônia Meridional. <![CDATA[Recurrent blooms of <em>Heterosigma akashiwo</em> (Raphidophyceae) in the Piraquê Channel, Rodrigo de Freitas Lagoon, southeast Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300529&lng=en&nrm=iso&tlng=en Six blooms of Heterosigma akashiwo (Raphidophyceae) were observed from March 2007 through March 2008 in the Rodrigo de Freitas Lagoon, a semi-confined eutrophic system located in Rio de Janeiro state, southeast Brazil. Vegetative cells of H. akashiwo analysed by optical and electron microscopy showed morphology as described in the literature. The blooms (2.8 × 104 to 4 × 108 cell.L–1) were restricted to the middle section of the Piraquê Channel, which is situated in the northeastern part of the lagoon and receives freshwater inflow. The salinity of subsurface water and the channel depth showed significant negative correlations with H. akashiwo abundances, and appeared to restrict the blooms to this compartment of the lagoon. No fish mortality was associated with the H. akashiwo blooms, nor were brevetoxins detected in a cell extract obtained from the bloom observed on 19 March 2007.<hr/>Seis florações de Heterosigma akashiwo (Raphidophyceae) foram observadas em março de 2007 a março de 2008 na Lagoa Rodrigo de Freitas, um sistema semi-confinado eutrófico localizado no Rio de Janeiro (Sudeste do Brasil). As células vegetativas de H. akashiwo analisadas por microscopia óptica e eletrônica mostraram morfologia como descrito em literatura. As florações (2.8 × 104 a 4 × 108 cel.L–1) foram restritas à zona intermédia do canal Piraquê, que se situa na parte nordeste da lagoa e recebe aporte de água doce. A salinidade da sub-superfície da água e a profundidade do canal apresentaram correlação negativa significativa com a abundância de H. akashiwo e parecem determinar a formação de florações restritas a este compartimento da lagoa. Não houve mortalidade de peixes durante as florações de H. akashiwo e não foi detectada a presença de brevetoxinas em um extrato celular obtido a partir da floração observada em 19 de março de 2007. <![CDATA[Efficiency of small mammal trapping in an Atlantic Forest fragmented landscape: the effects of trap type and position, seasonality and habitat]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300538&lng=en&nrm=iso&tlng=en Trapping methods can strongly influence the sampling of mammal communities. This study compared the efficiency of the capture of small mammals in Sherman traps in two positions (at ground level and in trees) and pitfall traps in a fragmented landscape. Trapping sessions were carried out between October 2008 and October 2009 at two fragments (8 and 17 ha), an agroforest corridor between them, and the adjacent pasture. A total effort of 4622 trap-nights resulted in 155 captures of 137 individuals from six species. Pitfalls had greater success (4.03%), followed by Shermans on the ground (2.98%) and on trees (2.37%; χ2 = 6.50, p = 0.04). Five species were caught in Sherman ground traps, four in pitfalls and just two on trees. There was no difference among trap types for marsupials (χ2 = 4.75; p = 0.09), while for rodents, pitfalls were more efficient than Shermans on the ground (Fisher's exact test, p = 0.02). As a result, the efficiency of each trap type differed among habitats, due to differences in their species composition. Pitfalls were more efficient in the rainy season (Fisher's exact test, p &lt;0.0001) while Shermans on trees were more efficient in the dry season (Fisher's exact test, p = 0.009). There was no difference between seasons for Shermans on the ground (Fisher's exact test, p = 0.76). Considering the results found, we recommend that future studies of forest mammal communities, particularly those designed to test the effects of forest fragmentation, include combinations of different trap types.<hr/>O método de captura pode influenciar a amostragem de comunidades de pequenos mamíferos. Este estudo comparou a eficiência de captura de pequenos mamíferos em armadilhas Sherman em duas posições (solo e árvores) e armadilhas de queda em uma paisagem fragmentada. As sessões de armadilhagem foram realizadas entre outubro de 2008 e outubro de 2009 em dois fragmentos (8 e 17 ha), no corredor agroflorestal que liga os fragmentos e na pastagem adjacente. Um esforço total 4622 armadilhas-noites resultou em 155 capturas de 137 indivíduos de seis espécies. Os pitfalls apresentaram o maior sucesso de captura (4,03%), seguido pelas Shermans no chão (2,98%) e em árvores (2,37%; χ2 = 6,50, p = 0,04). Cinco espécies foram capturadas em armadilhas Sherman chão, quatro em pitfalls e apenas duas em árvores. Não houve diferença entre os tipos de armadilhas para os marsupiais (χ2 = 4,75, p = 0,09), enquanto que para os roedores, os pitfalls foram mais eficientes que Shermans chão (teste exato de Fisher, p = 0,02). A eficiência de cada tipo de armadilha diferiu entre os habitats devido à diferenças na composição de espécies em cada área. Pitfalls foram mais eficientes na estação chuvosa (teste exato de Fisher, p &lt;0,0001) enquanto Shermans em árvores foram mais eficientes na estação seca (teste exato de Fisher, p = 0,009). Não houve diferença entre as estações para Shermans no chão (teste exato de Fisher, p = 0,76). Considerando os resultados encontrados, recomenda-se que futuros estudos de comunidades florestais de pequenos mamíferos, particularmente aqueles projetados para testar os efeitos da fragmentação florestal, considerem combinações de diferentes tipos de armadilhas. <![CDATA[Chemical defense in the red seaweed <em>Plocamium brasiliense</em>: spatial variability and differential action on herbivores]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300545&lng=en&nrm=iso&tlng=en Species of Plocamium are known as prolific sources of halogenated secondary metabolites exhibiting few explored ecological roles. In this study the crude extracts from specimens of P. brasiliense collected in two distinct places, Enseada do Forno and Praia Rasa, Búzios, Estado do Rio de Janeiro, were evaluated as defense against the sea urchin Lytechinus variegatus and the crab Acanthonyx scutiformis. These specimens produce a similar amount of crude extract and also halogenated monoterpene compound-types, but individuals of P. brasiliense from Praia Rasa exhibit a major compound representing about 59% of the total chemicals. Natural concentrations of the crude extracts obtained from both specimens of P. brasiliense significantly inhibited the herbivory by the sea urchin L. variegatus, but had no significant effect on the feeding by A. scutiformis, a crab commonly associated to chemically defended host. Crude extract from P. brasiliense collected at Praia Rasa was more efficient as defense against L. variegatus than that crude extract from populations of this alga from Enseada do Forno, probably due to presence of a major secondary metabolite. These two studied population live under different environmental conditions, but they are only about 30 Km apart. However, it is impossible to affirm that environmental characteristics (abiotic or biotic) would be responsible for the difference of defensive potential found in the two populations of P. brasiliense studied here. Further genetic studies will be necessary to clarify this question and to explain why populations of a single species living in different but close locations can exhibit distinct chemicals.<hr/>Espécies de Plocamium são conhecidas como fontes prolíficas de metabólitos secundários halogenados com significados ecológicos pouco conhecidos. Neste trabalho extratos brutos de espécimes de P. brasiliense coletados em duas localidades distintas, Enseada do Forno e Praia Rasa, Búzios, Estado do Rio de Janeiro, foram avaliados como defesa química contra o ouriço Lytechinus variegatus e o caranguejo Acanthonyx scutiformis. Estes espécimes produzem teores similares de extrato bruto e tipos de substâncias monoterpenos halogenados, mas os indivíduos da Praia Rasa possui um componente majoritário representando 59% do total de metabólitos. Concentrações naturais dos extratos brutos destes espécimes inibiram significativamente o consumo por L. variegatus, mas não causaram qualquer efeito sobre A. scutiformis, um caranguejo comumente associado a P. brasiliense, um hospedeiro quimicamente defendido. O extrato bruto de P. brasiliense coletada na Praia Rasa foi mais eficiente como defesa frente a L. variegatus do que aquele obtido de população desta alga da Enseada do Forno, provavelmente pela presença de uma substância majoritária. Estas duas populações de P. brasiliense estudadas vivem sob diferentes condições ambientais, mas distantes somente cerca de 30 km. Entretanto, é impossível afirmar que características ambientais (abióticas ou bióticas) seriam responsáveis pelas diferenças de potencial defensivo encontrados nestas duas populações de P. brasiliense estudadas. Futuros estudos genéticos são necessários para esclarecer esta questão e para explicar porque populações de uma mesma espécie vivendo em regiões tão próximas, mas ambientalmente distintas, produzem substâncias distintas. <![CDATA[Evaluation of abundance indexes in open population studies: a comparison in populations of small mammals in southern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300553&lng=en&nrm=iso&tlng=en Many manuscripts comparing populations and/or analysing the structure of animal communities use indexes of captures as synonymous of abundance. However, the basic methods more suitable to this assumption - probabilistic estimates based on equal capture probability - have not been considered. In this study, the deviations caused by different types of capture indexes are compared with a common probabilistic population estimator (Cormack-Jolly-Seber). The analyses showed that Minimum Number Known Alive (MNKA) and the number of individuals showed greater association with the population estimator than with non-probabilistic indexes based on recaptures. Therefore, none of the indexes presented the same performance to estimate population size estimation which can lead to ecological misinterpretation. Some recommendations were also described.<hr/>Muitos estudos comparam populações e/ou analisam a estrutura de comunidades animais usando índices de captura como se fossem sinônimos de abundância. No entanto, os métodos mais adequados considerando o pressuposto - estimativas probabilísticas baseadas na igualdade da probabilidade de capturas - não têm sido considerados. Neste estudo, os desvios causados por diferentes tipos de índices de captura são comparados com um dos mais comuns estimadores populacionais probabilísticos (Cormack-Jolly-Seber). As análises mostraram que o número mínimo de animais conhecidos vivos (MNKA) e o número de indivíduos apresentaram maior associação com o estimador populacional do que com os índices não probabilísticos baseados em recapturas. Entretanto, nenhum dos índices apresentou o mesmo desempenho do estimador populacional o que pode levar a interpretações equivocadas. Algumas recomendações foram também descritas. <![CDATA[Subsistence hunting of <em>Cuniculus paca</em> in the middle of the Solimões River, Amazonas, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300560&lng=en&nrm=iso&tlng=en Ungulates, large primates and caviomorfs are cited by Amazonian hunters as preferred species. In this research, paca (Cuniculus paca) hunting was investigated in relation to water levels and the lunar cycle. In eight years of monitoring in the Amanã Sustainable Development Reserve, the killing of 625 pacas was registered in five monitored communities. Paca hunting took place mainly at night and the most commonly used method is “spotlighting”. A positive correlation between the number of pacas killed and water level (rs=0.890; p&lt;0.0001) was found. At least 37% of the pacas were hunted when moon illumination level was less than 10%, before moonrise or after moonset. In the Boa Esperança community, capture of paca tended to decrease on nights with high moon illumination (rs= −0.663; p=0.067). At the same time, an expressive catch-per-unity-effort decrease was also observed in this community (r2= −0.881; p&lt;0.001), allowing us to predict unsustainable hunting levels for the next decade. The stock of animals in these areas could be continuously replaced if surrounding areas consisted of continuous forests. However, continuous hunting and deforestation force local hunters to travel longer distances to kill prey such as pacas. The confirmation of the relation between paca habits and lunar illumination and water level, a pattern described by local hunters, demonstrates the potential value of participatory research and the possibility of integrating traditional knowledge into scientific knowledge.<hr/>Ungulados, primatas de grande porte e caviomorfos são citados por caçadores amazônicos como espécies preferenciais. Neste trabalho, a caça de paca (Cuniculus paca) foi investigada em relação ao nível d'água e ao ciclo lunar. O abate de 625 pacas foi registrado em oito anos de monitoramento em cinco comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã. A caça de paca ocorre principalmente à noite e o método mais utilizado é a “focagem”. Encontrou-se uma correlação positiva entre o número de pacas abatidas e o nível d'água (rs=0.890; p&lt;0.0001). Pelo menos 37% dos indivíduos foram abatidos quando o nível de iluminação lunar era menor do que 10%, antes do nascer da lua ou após seu ocaso. Na comunidade da Boa Esperança, a captura de paca tendeu ao decrescimento em noites com altos níveis de iluminação lunar (rs=−0.663; p=0.067). Ao mesmo tempo, uma expressiva redução da captura por unidade de esforço foi observada nessa comunidade (r2=−0.881; p&lt;0.001), permitindo-nos prever níveis de caça insustentáveis para a próxima década. Frente a extensas áreas contínuas de floresta, o estoque de animais nas áreas de caça poderia ser continuamente substituído, mas os efeitos combinados de caça constante e desmatamento forçam caçadores locais a se locomoverem por longas distâncias para abater presas como as pacas. A confirmação dos padrões descritos por moradores locais sobre a relação entre pacas e os níveis de iluminação lunar e de água demonstra o potencial de pesquisa participativa e a possibilidade de integração entre os conhecimentos tradicionais e científicos. <![CDATA[The importance of protozoan bacterivory in a subtropical environment (Lobo-Broa Reservoir, SP, Brazil)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300569&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study evaluated the importance of heterotrophic nanoflagellates (HNF) and ciliates bacterivory in a mesotrophic subtropical environment (Lobo-Broa Reservoir, Brazil) by the quantification of their ingestion rates. The in situ experiments using fluorescently labelled bacteria (FLB) were carried out bimonthly over one year (three surveys in the dry season and three in the rainy one) at the sub-surface of two sampling points that have different trophic degrees. The ingestion rates for both ciliates and HNF were higher in the meso-eutrophic region (point 2) due to the higher water temperatures, which accelerate the metabolism of protozoans and the higher bacteria densities. Concerning total protozoan bacterivory, the HNF had the greatest grazing impact on bacterial community, especially the HNF &lt;5µm. The data showed that HNF grazing, in addition to regulating the bacteria abundance, also induced changes to the bacterial community structure, such as increasing size and numbers of bacterial filaments. The ciliates were also important to the system bacterivory, especially in point 2, where there were high densities and ingestion rates. The protozoan bottom-up control was more important in the dry season and the top-down control was more important in the rainy season, so, these two forces are equally important to the bacterial abundance regulation in this reservoir in an annual basis.<hr/>Este estudo avaliou a importância da bacterivoria por nanoflagelados heterotróficos (NFH) e ciliados em um ambiente subtropical mesotrófico (Reservatório do Lobo-Broa, Brasil) pela quantificação de suas taxas de ingestão. Os experimentos in situ utilizando bactérias marcadas por fluorescência (FLB) foram realizados bimestralmente durante um ano (três estudos no período seco e três no período chuvoso) na superfície de dois pontos de coleta que apresentam graus de trofia diferentes. As taxas de ingestão, tanto para os ciliados quanto para os NHF, foram maiores no ponto 2 (P2) devido provavelmente as maiores temperaturas da água, que aceleram o metabolismo dos protozoários, e as maiores densidades de bactérias. Em relação à bacterivoria total por protozoários, as populações de NFH causaram maior impacto de predação sobre a comunidade bacteriana do reservatório, principalmente os NFH menores que 5µm. Os dados indicaram que a predação por NFH, além de regular a abundância de bactérias, provavelmente também induziu modificações na estrutura da comunidade bacteriana, como o aumento do tamanho e da quantidade de filamentos bacterianos. Os ciliados também contribuíram significativamente para a bacterivoria no sistema, principalmente no P2, onde apresentaram altas densidades e taxas de ingestão. O controle bottom-up teve maior importância no período seco e o controle top-down maior importância no período chuvoso, assim, estas duas forças são igualmente importantes na regulação da abundância bacteriana neste reservatório em uma base anual. <![CDATA[Preferential prey selection by <em>Desmodus rotundus</em> (E. Geoffroy, 1810, Chiroptera, Phyllostomidae) feeding on domestic herbivores in the municipality of São Pedro - SP]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300579&lng=en&nrm=iso&tlng=en In order to verify possible preferential prey selection by Desmodus rotundus feeding on domestic herbivores in the Municipality of São Pedro (São Paulo, Brazil), vampire bat attacks were surveyed at rural properties where domestic herbivores were being raised and attack frequencies of D. rotundus on the total herd and on different species were calculated. The analysis found that the most frequently attacked herbivores were cattle and horses. The chi-square test (χ2), with a significance level of 5% corroborated the comparative analysis of attack frequency in properties that had these two species. Of the two, horses were attacked more frequently, which could be a sign that D. rotundus exhibits preferential prey selection when attacking domestic herbivores. This evidence is also supported by the Optimal Foraging Theory, in which the net rate of energy consumed is higher for horses than it is for cattle. Additionally, we propose that the thinner integument of horses (relative to that of cattle) may facilitate bites by D. rotundus and thus contribute to the observed prey preference.<hr/>A fim de verificar possível seleção de presa preferencial por Desmodus rotundus alimentando-se em herbívoros domésticos no Município de São Pedro (São Paulo, Brasil), foram pesquisados ataques de morcegos hematófagos em propriedades rurais nas quais os herbívoros domésticos estavam sendo criados e foram calculadas as frequências de ataques por D. rotundus no rebanho total e nas diferentes espécies. A análise mostrou que os herbívoros mais frequentemente atacados eram os bovinos e equinos. O teste do qui-quadrado (χ2) com um nível de significância de 5% corroborou a análise comparativa da frequência de ataque em propriedades que possuíam estas duas espécies. Destas duas, os cavalos foram atacados com maior frequência, o que poderia ser um sinal de que D. rotundus apresenta seleção de presas preferenciais ao atacar herbívoros domésticos. Esta evidência também é apoiada pela Teoria do Forrageamento Ótimo, em que a taxa de energia líquida consumida é maior para cavalos do que para o gado. Além disso, propomos que o tegumento mais fino de cavalos (em relação à de bovinos) pode facilitar a mordidas por D. rotundus e, assim, contribuir para a preferência da presa observada. <![CDATA[Carrion consumption by <em>Dasyprocta leporina</em> (RODENTIA: DASYPROCTIDAE) and a review of meat use by agoutis]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300585&lng=en&nrm=iso&tlng=en The consumption of the carrion of a tapiti by a reintroduced female Dasyprocta leporina was observed in the wild. Herein, besides describing this event, we reviewed other evidence of vertebrate consumption by agoutis. Most of the studies describing this behaviour have been carried out in captivity. The preyed animals included birds and small rodents, which were sometimes killed by agoutis. This pattern suggests that this is not an anomalous behaviour for the genus, reflecting its omnivorous habits. This behaviour can be a physiologically sound feeding strategy, so new studies should focus on the temporal variation in the consumption of this resource, possibly related to food scarcity periods or to reproductive seasons, when the need for high-quality food tends to increase.<hr/>Foi observado na natureza o consumo da carniça de um tapiti (Sylvilagus brasiliensis) por uma fêmea reintroduzida da cutia Dasyprocta leporina. Neste estudo, além da descrição desse evento, é feita uma revisão de outras evidências de consumo de vertebrados por cutias. A maioria dos estudos que descreveram esse comportamento foi realizada em cativeiro. Os animais predados incluíram aves e pequenos roedores, que foram mortos pelas cutias em algumas ocasiões. Esse padrão sugere que esse não é um comportamento anômalo para o gênero, refletindo seus hábitos onívoros. Esse comportamento pode trazer vantagens fisiológicas para esses animais, de forma que novos estudos devem focar na variação temporal do uso desse recurso, relacionando-o com períodos de escassez e com a estação reprodutiva dos animais, onde a necessidade de alimentos de alta qualidade energética pode ser maior. <![CDATA[Evidence for herbaceous seed dispersal by small-bodied fishes in a Pantanal seasonal wetland]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300588&lng=en&nrm=iso&tlng=en We analysed the germination of seeds after their passage through the digestive tract of small floodplain fishes. Samples were collected in five open flooded fields of the northern Pantanal in March 2011. All fishes were sacrificed and their intestinal contents were removed. The fecal material was weighed and stored at 4°C in a GF/C filter wrapped in aluminum foil. The material was then transferred to a receptacle containing sterilised soil from the sampling area. The fecal samples were kept in a germination chamber for 68 days and then transferred to a greenhouse for another 67 days. We collected a total of 45 fish species and 1014 individuals which produced a total amount of 32g of fresh fecal mass and 11 seedlings. We were able to identify six seedlings: two Banara arguta, two Steinchisma laxa, one Hymenachne amplexicaulis and one Luziola sp.. The fish species that produced samples with seedlings were Astyanax assuncionensis, Metynnis mola, Plesiolebias glaucopterus, Acestrorhyncus pantaneiro and Anadoras wendelli. With the exception of B. arguta the remaining plant species and all fish species were not known to be associated with the seed dispersal process of these plants. We found a ratio of 0.435 seedlings.g–1 of fresh fecal material, which is 100 times higher than the amount of seedlings encountered in fresh soil mass (92,974 grams) in seed bank studies conducted in the same study area. In particular, Astyanax assuncionensis and Metynnis mola were among the most frequent and most abundant fish taxa in the area. Together with the high seed concentration in the fish fecal material, this evidence allows us to conclude that such fish species may play an important role in seed dispersal in the herbaceous plants of the Pantanal.<hr/>Nós analisamos a germinação de sementes após a passagem pelo trato digestivo de peixes de pequeno porte da planície de inundação do Pantanal de Mato Grosso. As amostras foram retiradas de cinco campos inundáveis em março de 2011. Todos os peixes foram sacrificados e seus conteúdos intestinais removidos. O material fecal foi pesado e armazenado a 4°C em filtros GF/C envolvidos em papel alumínio. O material foi transferido para um recipiente contendo solo da região previamente esterilizado e regado diariamente. As amostras de fezes foram mantidas por 68 dias numa câmara de germinação e então mantidas por mais 67 dias na casa de vegetação. Coletamos 1014 indivíduos de peixes distribuídos em 45 espécies que produziram um total de 32g. de fezes e 11 plântulas das quais seis foram identificadas como Banara arguta (n=2), Steinchisma laxa (n=2), Hymenachne amplexicaulis (n=1) e Luziola sp. (n=1). As espécies de peixes que produziram amostras com germinações foram Astyanax assuncionensis, Metynnis mola, Plesiolebias glaucopterus, Acestrorhyncus pantaneiro e Anadoras wendelli. Esse é o primeiro relato que associa essas espécies de plantas e de peixes no processo de dispersão de sementes com exceção de B. arguta. Encontramos uma razão de 0,435 germinações.g–1 por massa úmida fecal, o que representa 100 vezes mais germinações do que o registrado por massa úmida de solo num estudo de banco de sementes de solo da mesma região. Em particular, Astyanax assuncionensis e Metynnis mola estão entre as espécies mais frequentes e abundantes da área de estudo. Considerando a alta concentração de germinações por massa de material fecal essa evidência nos permite sugerir que os peixes de pequeno porte da planície de inundação do Pantanal podem ter um efeito determinante na dispersão de herbáceas do Pantanal. <![CDATA[Differential habitat use by demographic groups of the redfinger rubble crab <em>Eriphia gonagra</em> (Fabricius, 1781)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300597&lng=en&nrm=iso&tlng=en The structurally diverse rocky shores along the northern coast of the state of São Paulo, Brazil, support a varied fauna and provide refuges for many organisms. Some of these environments allow for extensive microhabitats, among them the sand reefs formed by the polychaete Phragmatopoma lapidosa, which occupy much of this area. The beauty of the landscape attracts large numbers of tourists, who contribute to the damage to the sand reef colonies, causing an imbalance in the patterns of population distribution and of this ecosystem. We describe the structure and population biology of the redfinger rubble crab Eriphia gonagra, and investigated the differential occupation of the habitat by each demographic category of this species. Crabs were sampled monthly for two consecutive years on the rocky coast of Grande Beach, Ubatuba, São Paulo, during spring low tides. Sampling was carried out over an area of approximately 1200 m2, during two hours on the rock surface and another two hours on the sand reefs. A total of 1407 crabs were collected; 776 on the sand reef (SR) and 631 on the rocky shore (RO). The majority of juvenile crabs inhabited the SR, while adult crabs were equally distributed in both microhabitats. This study showed that the SR is a natural nursery ground for the establishment of the early juvenile stages of E. gonagra, which use the reefs as a refuge and food resource. Many other organisms (mollusks, echinoderms, polychaetes etc.) settle on the reefs, and these areas may be among the most important in maintaining benthic diversity in the region.<hr/>Os costões rochosos do litoral norte paulista, devido à sua constituição diversificada, sustentam uma grande diversidade de espécies animais e vegetais, além de proporcionar uma série de abrigos para proteção de muitos organismos. Em alguns destes costões ocorre a formação de microhabitats, entre eles os recifes de areia formadas pelo poliqueta Phragmatopoma lapidosa, que ocupam grande parte desta área. A paisagem diferenciada do local atrai um grande número de turistas, o que contribui para a deterioração das colônias que constituem esse recife, causando um desequilíbrio nos padrões de distribuição das populações desse ecossistema. Este trabalho visou levantar informações sobre a estrutura e dinâmica populacional de Eriphia gonagra, além de investigar uma ocupação diferencial do habitat por diferentes grupos etários deste caranguejo. Os caranguejos foram amostrados mensalmente, durante dois anos consecutivos, no costão rochoso da Praia Grande, Ubatuba, São Paulo, Brasil, em períodos de marés baixas de sizígia. A coleta ativa dos indivíduos foi efetuada em uma área de aproximadamente 1200 m2 por um período de duas horas na superfície rochosa e outras duas horas nos recifes de areia. Foi capturado um total de 1407 indivíduos, sendo 776 no recife de areia (SR) e 631 na superfície rochosa (RO). A maior parte dos jovens habita o recife, enquanto adultos encontram-se igualmente distribuídos nas duas áreas amostradas. Este estudo mostra que os recifes de areia podem ser considerados berçários de suma importância para o estabelecimento dos estágios juvenis de E. gonagra, que utilizam tais locais para proteção e alimentação. Muitos outros organismos (moluscos, equinodermos, poliquetas etc) se estabelecem sobre os recifes, sendo que essas áreas podem estar entre as mais importantes na manutenção da diversidade bêntica na região. <![CDATA[Reporting social behaviours of mixed-species troops formed by <em>Callithrix jacchus</em> and <em>Callithrix penicillata</em> (Primate, Callitrichidae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300607&lng=en&nrm=iso&tlng=en In New World primates, mixed-species troops have been reported. Here, we analysed the performance of affiliative and agonistic behaviours of Callithrix jacchus and Callithrix penicillata living in mixed groups. For this purpose, we recorded the interaction of the individuals from two groups located in Bauru city, in the state of São Paulo (Brazil). Our data show that in both groups, affiliative behaviours appeared more frequently than agonistic ones. We concluded that there is cohesion inside the mixed-species troops observed. We suggest that a deeper knowledge about the social behaviour of mixed-species troop species certainly may be useful in projects linked with the management of the impact caused by them.<hr/>Grupos mistos em espécies de primatas do Novo Mundo têm sido relatados. Aqui, nós avaliamos a emissão de comportamentos afiliativos e agonísticos em grupos mistos formados por Callithrix jacchus e Callithrix penicillata. Para tanto, registramos a interação de dois grupos, localizados no município de Bauru, Estado de São Paulo (Brasil). Nossos dados mostram que nos dois grupos a emissão de comportamentos afiliativos foi maior do que a de comportamentos agonísticos, indicando que há coesão dentro dos grupos mistos estudados. Sugerimos que um conhecimento mais elaborado sobre o comportamento social de grupos mistos pode ser útil em projetos de impactos causados por espécies invasoras. <![CDATA[Characterization of the microbial community in a lotic environment to assess the effect of pollution on nitrifying and potentially pathogenic bacteria]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300612&lng=en&nrm=iso&tlng=en This study aimed to investigate microbes involved in the nitrogen cycle and potentially pathogenic bacteria from urban and rural sites of the São Pedro stream. Water samples were collected from two sites. A seasonal survey of bacterial abundance was conducted. The dissolved nutrient content was analysed. PCR and FISH analysis were performed to identify and quantify microbes involved in the nitrogen cycle and potentially pathogenic bacteria. The seasonal survey revealed that the bacterial abundance was similar along the year on the rural area but varied on the urban site. Higher concentration of dissolved nutrients in the urban area indicated a eutrophic system. Considering the nitrifying microbes, the genus Nitrobacter was found, especially in the urban area, and may act as the principal bacteria in converting nitrite into nitrate at this site. The molecular markers napA, amoA, and nfrA were more accumulated at the urban site, justifying the higher content of nutrients metabolised by these enzymes. Finally, high intensity of amplicons from Enterococcus, Streptococcus, Bacteroides/Prevotella/Porphyromonas, Salmonella, S. aureus, P. aeruginosa and the diarrheagenic lineages of E. coli were observed at the urban site. These results indicate a change in the structure of the microbial community imposed by anthrophic actions. The incidence of pathogenic bacteria in aquatic environments is of particular importance to public health, emphasising the need for sewage treatment to minimise the environmental impacts associated with urbanisation.<hr/>Este estudo objetivou investigar os micro-organismos envolvidos no ciclo do nitrogênio e bactérias potencialmente patogênicas das áreas urbanas e rurais do Córrego São Pedro. Amostras de água foram coletadas dos dois locais. Um levantamento sazonal da densidade bacteriana foi realizado. O teor de nutriente dissolvido foi avaliado. As técnicas de PCR e FISH foram realizadas para identificar e quantificar os micro-organismos envolvidos no ciclo do nitrogênio e bactérias potencialmente patogênicas. O levantamento sazonal revelou que a abundância bacteriana foi semelhante ao longo do ano na área rural, porém variou na região urbana. Altas concentrações de nutrientes dissolvidos na área urbana indicaram este como um sistema eutrófico. Considerando os micro-organismos nitrificantes, o gênero Nitrobacter foi encontrado, especialmente na região urbana, e pode estar atuando como a principal bactéria convertendo nitrito em nitrato nessa área. Os marcadores moleculares napA, amoA, e nfrA foram mais acumulados na área urbana, justificando o alto teor dos nutrientes metabolizados por essas enzimas. Finalmente, alta intensidade de amplicons para Enterococcus, Streptococcus, Bacteroides/Prevotella/Porphyromonas, Salmonella, S. aureus, P. aeruginosa e linhagens diarreagênicas de E. coli foram observados na área urbana. Estes resultados indicaram uma mudança na estrutura da comunidade microbiana imposta pelas ações antropogênicas. A incidência de bactérias patogênicas em ambientes aquáticos é de particular importância para a saúde pública, enfatizando a necessidade de tratamentos de esgoto para minimizar os impactos ambientais associados com a urbanização. <![CDATA[Insect herbivores associated with an evergreen tree <em>Goniorrhachis marginata</em> Taub. (Leguminosae: Caesalpinioideae) in a tropical dry forest]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300623&lng=en&nrm=iso&tlng=en Goniorrhachis marginata Taub. (Leguminosae: Caesalpinioideae) is a tree species found in Brazilian tropical dry forests that retain their leaves during the dry season. That being, we addressed the following question: i) How do insect diversity (sap-sucking and chewing), leaf herbivory and defensive traits (tannin and leaf sclerophylly) vary on the evergreen tree species G. marginata between seasons? The abundance of sap-sucking insects was higher in the dry season than in the rainy season. However, we did not verify any difference in the species richness and abundance of chewing insects between seasons. Leaf herbivory was higher in the rainy season, whereas leaf sclerophylly was higher in the dry season. However, herbivory was not related to sclerophylly. Insect herbivores likely decrease their folivory activity during the dry season due to life history patterns or changes in behaviour, possibly entering diapause or inactivity during this period. Therefore, G. marginata acts as a likely keystone species, serving as a moist refuge for the insect fauna during the dry season in tropical dry forest, and the presence of this evergreen species is crucial to conservation strategies of this threatened ecosystem.<hr/>Goniorrhachis marginata Taub. (Leguminosae: Caesalpinioideae) é uma árvore encontrada em florestas tropicais secas do Brasil que mantém as suas folhas durante a estação seca. Baseado neste fato, nós levantamos a seguinte questão: i) como a diversidade de insetos herbívoros (sugadores e mastigadores), herbivoria foliar e características defensivas (taninos e esclerofilia foliar) variam em G. marginata entre as estações seca e chuvosa. A abundância de insetos sugadores foi maior na estação seca, entretanto, a riqueza e abundância de insetos mastigadores não diferiram entre as estações. A herbivoria foliar foi maior na estação chuvosa, enquanto a esclerofilia foliar foi maior na estação seca. Não foi observado efeito significativo da esclerofilia sobre os níveis de herbivoria foliar. Insetos herbívoros reduzem a sua atividade de consumo foliar durante a estação seca, fato este devido à sua história natural e/ou mudança comportamental, provavelmente, entrando em diapausa durante este período. Nossos resultados demonstram que G. marginata atua como refúgio para fauna de insetos durante a estação seca, e que a presença desta espécie merece relevante destaque em estratégias de conservação deste ameaçado ecossistema. <![CDATA[High consumption of primates by pumas and ocelots in a remnant of the Brazilian Atlantic Forest]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300632&lng=en&nrm=iso&tlng=en We studied the diet of the ocelot and puma during the years 2007 and 2008 at the Feliciano Miguel Abdala Reserve, in Minas Gerais, south-eastern Brazil. We collected 49 faecal samples (scats) from cats, and identified the species of cat from 23 of them by the analysis of the microstructure patterns of hairs found in their faeces: 17 scats of the puma (Puma concolor) and six of the ocelot (Leopardus pardalis). In the puma scats, we identified three species of primates (Brachyteles hypoxanthus, Alouatta guariba and Sapajus nigritus), the remains of which were found in eight of 17 collected (47.1%), representing 26.7% of items consumed. For the ocelot, we detected capuchin monkey (S. nigritus) remains in three of the six scats (50%), accounting for 18.7% of items consumed by ocelot. We were unable to identify the cat species in the remaining 26 faecal samples, but we were able to analyse the food items present. Primates were found in five of these 26 faeces (19.2%) and represented 10.2% of the items found. Although the sample size is limited, our results indicate a relatively high consumption of primates by felines. We believe that this high predation may be the result of the high local density of primates as well as the greater exposure to the risks of predation in fragmented landscapes, which tends to increase the incidence of the primates using the ground.<hr/>Nós estudamos a dieta de jaguatiricas e onças-pardas entre os anos de 2007 e 2008 na Reserva Feliciano Miguel Abdala, em Minas Gerais, sudeste do Brasil. Nós coletamos 49 amostras fecais de felinos, em 23 das quais foi possível a identificação do predador através da análise do padrão microestrutural dos seus pelos encontrados nas fezes, sendo 17 fezes de onça-parda (Puma concolor) e seis de jaguatirica (Leopardus pardalis). Nas amostras de onça-parda nós identificamos três espécies de primatas (Brachyteles hypoxanthus, Alouatta guariba e Sapajus nigritus), cujas partes não digeridas foram encontradas em oito das 17 fezes coletadas, representando 26,7% dos itens consumidos por onças-pardas. Para jaguatirica, nós detectamos macacos-prego (S. nigritus) em três de seis fezes, o que correspondeu a 18,7% dos itens consumidos. Para as 26 amostras fecais restantes, cuja identificação do predador não foi possível, nós analisamos os itens alimentares presentes. Restos de primatas foram identificados em cinco dessas fezes (19,3%), representando 10,2% dos itens encontrados. Apesar do tamanho da amostra ser limitado, nossos resultados indicam uma taxa relativamente alta de consumo de primatas por felinos. Nós acreditamos que essa alta taxa de predação pode ser resultado da grande densidade local de primatas, bem como do aumento do risco de predação em paisagens fragmentadas, o que tende a aumentar a incidência do uso do chão por parte dos primatas. <![CDATA[Seasonal dynamics of <em>Daphnia laevis</em> Birge, 1878 ephippia in a tropical lake with a description of a new methodology for <em>in situ</em> evaluation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300642&lng=en&nrm=iso&tlng=en The effect of dormancy in zooplankton populations is still unknown, largely because of the lack of methods to estimate hatching and production of the dormant stages. This study aimed to compare the production and hatching rates of ephippia of Daphnia laevis between thermal stratification and mixing periods in Jacaré Lake (Middle Rio Doce, Minas Gerais, Brazil). For this, we collected ephippia on the sediment with core sampler and we created a device called the “Ephippial Collector”. There was a significant difference in ephippia hatching in situ between stratification and mixing periods (Pearson's Chi-squared test p &lt;0.001), being higher in the second one. Significant differences in the hatching rates between periods was observed in the laboratory only for ephippia collected with Ephippial Collectors (Pearson's Chi-squared test p &lt;0.001), being higher during the mixing period (∼8%). The core sample allows the collection of a certain fraction of the sediment that may contain a mixture of ephippia produced in different periods, i.e., may contain old and not viable ephippia, which masks the hatching rate. Thus, seasonality in hatching rates of ephippia was reported only by Ephippial Collectors. The higher hatching rate observed during the mixing period in the lake suggests that individuals hatched from ephippia may contribute to the increase in the population of D. laevis in the water column at this time.<hr/>O efeito de dormência nas populações zooplanctônicas é ainda desconhecido, em grande parte devido à falta de metodologias para estimar a produção e eclosão de formas dormentes. Esse trabalho teve como objetivo comparar as taxas de produção e eclosão de efípios de Daphnia laevis entre períodos de estratificação térmica e de mistura na lagoa Jacaré (Médio Rio Doce, Minas Gerais, Brasil). Para isso, foi coletado efípios no sedimento com amostrador “corer” e foi criado um aparato denominado “Coletor de Efípios”. Houve diferença significativa na eclosão de efípios in situ entre período de estratificação térmica e de mistura (Pearson's Chi-squared test p&lt;0.001), sendo maior no segundo. Diferenças significativas nas taxas de eclosão em laboratório entre os períodos foram observadas somente para os efípios coletados com os Coletores de Efípios (Pearson's Chi-squared test p&lt;0.001), sendo maiores durante período de mistura (∼8%). O amostrador “corer” permite a coleta de determinada fração do sedimento que pode conter uma mistura de efípios produzidos em períodos distintos, ou seja, pode conter efípios antigos e não mais viáveis, o que mascara a taxa de eclosão. Dessa forma, a sazonalidade nas taxas de eclosão dos efípios foi constatada apenas pelos Coletores de Efípios. A maior taxa de eclosão observada em período de mistura do lago sugere que os indivíduos eclodidos dos efípios podem contribuir para o aumento da população de D. laevis na coluna de água nesta época. <![CDATA[Beetles (Insecta, Coleoptera) associated with pig carcasses exposed in a Caatinga area, Northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300649&lng=en&nrm=iso&tlng=en The species richness, abundance and seasonality of Coleoptera fauna associated with pig carcasses exposed in a Caatinga area were examined. Tray, pitfall and modified Shannon traps were settled together to collect these insects during two seasons (dry and rainy). 4,851 beetles were collected, belonging to 19 families and 88 species. Staphylinidae (2,184) and Histeridae (1,264) were the most abundant families and accounted for 71.1% of the specimens collected. Scarabaeidae (15) showed the highest species richness. The most abundant species were Atheta iheringi Bernhauer, 1908 (Staphylinidae) (1,685), Euspilotus sp. (Histeridae) (461), Stelidota geminata (Say, 1825) (Nitidulidae) (394), Xerosaprinus diptychus (Marseul, 1855) (Histeridae) (331) and Dermestes maculatus De Geer, 1774 (Dermestidae). Amongst these species, X. diptychus showed to be strongly influenced by seasonality, since 96.1% of the specimens were collected during the dry season.<hr/>A riqueza, abundância e sazonalidade da coleopterofauna associada a carcaças de suínos expostas em uma área de Caatinga foram examinadas. Para captura desses insetos foram utilizadas armadilhas do tipo bandeja, pitfall e Shannon modificada, durante duas estações (seca e chuvosa). 4.851 coleópteros foram coletados, pertencentes a 19 famílias e 88 espécies. Staphylinidae (2.184) e Histeridae (1.264) foram as famílias mais abundantes e somaram 71,1% dos espécimes coletados. Scarabaeidae (15) apresentou a maior riqueza. As espécies mais abundantes foram Atheta iheringi Bernhauer, 1908 (Staphylinidae) (1,685), Euspilotus sp. (Histeridae) (461), Stelidota geminata (Say, 1825) (Nitidulidae) (394), Xerosaprinus diptychus (Marseul, 1855) (Histeridae) (331) e Dermestes maculatus De Geer, 1774 (Dermestidae). Entre essas espécies, X. diptychus mostrou-se fortemente influenciada pela sazonalidade, uma vez que 96,1% dos espécimes foram coletados durante a estação seca. <![CDATA[<em>Toxomerus duplicatus</em> Wiedemann, 1830 (Diptera: Syrphidae) preying on <em>Microtheca</em> spp. (Coleoptera: Chrysomelidae) larvae]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300656&lng=en&nrm=iso&tlng=en Microtheca spp. (Coleoptera: Chrysomelidae) are insect pests primarily related to Brassicaceae crops. In the State of Rio Grande do Sul (RS), southern Brazil, they are found on forage turnip, Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg., which is commonly grown during fall/winter seasons. This work reports the predation of Microtheca spp. larvae by Toxomerus duplicatus Wiedemann, 1830 (Diptera: Syrphidae) larvae, on forage turnip crop, in Santa Maria, RS. This register provides new information about Microtheca spp. natural enemies in Brazil, which might be a new option for integrate pest management of these species.<hr/>Microtheca spp. (Coleoptera: Chrysomelidae) são insetos-praga relacionados principalmente às culturas da família Brassicaceae. No Estado do Rio Grande do Sul (RS), no sul do Brasil, são encontrados no nabo forrageiro, Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg, comumente cultivado no outono/inverno. Este trabalho relata a predação de larvas de Microtheca spp. por larvas de Toxomerus duplicatus Wiedemann, 1830 (Diptera: Syrphidae), em nabo forrageiro, em Santa Maria, RS. Este registro oferece nova informação sobre os inimigos naturais de Microtheca spp. no Brasil os quais podem ser uma nova opção para o manejo integrado dessas espécies. <![CDATA[Flowers visited by hummingbirds in the open habitats of the southeastern brazilian mountaintops: species composition and seasonality]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300659&lng=en&nrm=iso&tlng=en The hummingbird-visited plant community located on the open-habitat mountaintop of the Espinhaço Range was studied for two years (from August 2007 to July 2009) in Serra do Cipó National Park, Southeastern Brazil (19° 15′ S and 43° 31′ W). The floral characteristics and flowering period of the hummingbird-visited plants was monthly recorded along trails located in three vegetation types: (1) typical campos rupestres (TCR), (2) open fields (OPF), and (3) capões de mata (CAM). Hummingbird visitation was observed in 51 plant species, 22 ornithophilous and 29 non-ornithophilous species. The TCR showed the greatest number of species visited (N = 38), followed by the OPF (N = 18) and CAM (N = 17). Six species of hummingbirds were recorded visiting flowers: Augastes scutatus, Campylopterus largipennis, Colibri serrirostris, Chlorostilbon lucidus, Eupetomena macroura and Phaethornis pretrei. This study demonstrates that the species richness and the number of ornithophilous species visited by the hummingbirds at the study site are more similar to hummingbird-plant communities of the Atlantic Forest than to those of the Cerrado communities and other Brazilian highland open-habitat communities. The plant families most visited by hummingbirds were Bromeliaceae and Asteraceae. Although the Asteraceae family is rarely used as a food resource for hummingbirds in other high and lowland communities, in the study site this family is used mainly by the endemic hummingbird Augastes scutatus. We found a large overlap of flowering throughout the year among the species visited by the hummingbirds. Thus, the nectar availability supports these resident hummingbirds. The present study also showed that the studied hummingbird-plant community is composed of many species endemic to the campos rupestres of the Espinhaço Range, some of which are considered to be in danger of extinction, thus constituting a unique and threatened community. Thus, understanding hummingbird-plant pollination dynamics becomes fundamental to the conservation of the campos rupestres.<hr/>A comunidade de flores visitadas por beija-flores em habitats abertos de montanhas da Serra do Espinhaço, sudeste do Brasil foi estudada por dois anos (de agosto de 2007 a julho de 2009) no Parque Nacional da Serra do Cipó (19° 15′ S e 43° 31′ W). As características florais e o período de floração das plantas visitadas foram registradas mensalmente ao longo de trilhas localizadas em três tipos vegetacionais: (1) campos rupestres típicos (TCR), (2) campos abertos (OPF), e (3) capões de mata (CAM). Foram observadas visitas de beija-flores a 51 espécies de plantas: 22 ornitófilas e 29 não-ornitófilas. O TCR apresentou o maior número de espécies visitadas (N = 38), seguido pelo OPF (N = 18) e CAM (N = 17). Seis espécies de beija-flores foram observadas visitando as flores: Augastes scutatus, Campylopterus largipennis, Colibri serrirostris, Chlorostilbon lucidus, Eupetomena macroura e Phaethornis pretrei. A riqueza de espécies e o número de espécies ornitófilas visitadas pelos beija-flores, neste estudo, foi mais similar à comunidades de plantas visitadas por beija-flores na Floresta Atlântica, que as comunidades do Cerrado, bem como de outras comunidades de ambientes abertos do Brasil. As famílias com maior número de plantas visitadas pelos beija-flores foram Bromeliaceae e Asteraceae. Apesar da família Asteraceae, raramente ser utilizada como fonte alimentar pelos beija-flores em outras comunidades, nas áreas amostradas neste estudo esta família foi utilizada, principalmente, pelo beija-flor endêmico A. scutatus. Nós registramos grande sobreposição de floração ao longo do ano entre as espécies visitadas pelos beija-flores. Portanto, a disponibilidade de néctar mantem os beija-flores residentes. Este estudo, demonstrou também, que a comunidade de plantas visitadas pelos beija-flores nesta área é composta por muitas espécies endêmicas dos campos rupestres da Serra do Espinhaço, algumas das quais consideradas em perigo de extinção, constituindo assim uma comunidade única e ameaçada. Portanto, o entendimento da dinâmica de polinização desta comunidade é fundamental para a conservação dos campos rupestres. <![CDATA[Economic assessment of urban watersheds: developing mechanisms for environmental protection of the Feijão river, São Carlos - SP, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300677&lng=en&nrm=iso&tlng=en In order to determine the willingness of the population of São Carlos (a city in the state of São Paulo, Brazil) to pay for the environmental protection (WTP) of the Feijão River's watershed, the Contingent Valuation Method (CVM), as well as the bidding-games technique, were used. In October 2010, 280 questionnaires were applied to a probabilistic sample of the population. A multivariate logistic regression model was built, creating five scenarios adjusted to the age and probability to pay according to the significant variables found. Concerning the WTP, 56% of the interviewees showed willingness to pay a monthly amount using the water bill as a vehicle for this. The WTP average was 1.94 US Dollar (USD), with a standard deviation of 1.91 USD. The total annual amount for the scenario that considers the whole population over 18 years old was of USD 3,930,616.80. The main argument for the negative WTP was that the interviewees could not afford it (14%).<hr/>A fim de determinar a disposição a pagar (DAP) da população de São Carlos – SP, Brasil, para a proteção ambiental da bacia hidrográfica do ribeirão do Feijão, o Método de Valoração Contingencial (MVC), bem como a técnica de eliciação bidding-games foram utilizados. Em outubro de 2010, 280 questionários foram aplicados a uma amostra probabilística da população. Um modelo de regressão logística multivariada foi construído, criando cinco cenários ajustados pela idade e probabilidade de pagar de acordo com as variáveis significativas encontradas. Em relação à DAP, 56% dos entrevistados se mostraram dispostos a pagar uma quantia mensal usando a conta de água como veículo de pagamento. A média DAP foi de 1.94 US Dollar (USD), com um desvio padrão de 1,91 USD. O valor total anual estimado para o cenário que considera toda a população com mais de 18 anos de idade foi de USD 3,930,616.80. O principal argumento para a não DAP foi que os entrevistados não tinham condições financeiras (14%). <![CDATA[The predatory mite <em>Phytoseiulus macropilis</em> (Acari: Phytoseiidae) occurring on sweet potato (<em>Ipomoea batatas</em>) plants in Diamantina, Minas Gerais State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300685&lng=en&nrm=iso&tlng=en In order to determine the willingness of the population of São Carlos (a city in the state of São Paulo, Brazil) to pay for the environmental protection (WTP) of the Feijão River's watershed, the Contingent Valuation Method (CVM), as well as the bidding-games technique, were used. In October 2010, 280 questionnaires were applied to a probabilistic sample of the population. A multivariate logistic regression model was built, creating five scenarios adjusted to the age and probability to pay according to the significant variables found. Concerning the WTP, 56% of the interviewees showed willingness to pay a monthly amount using the water bill as a vehicle for this. The WTP average was 1.94 US Dollar (USD), with a standard deviation of 1.91 USD. The total annual amount for the scenario that considers the whole population over 18 years old was of USD 3,930,616.80. The main argument for the negative WTP was that the interviewees could not afford it (14%).<hr/>A fim de determinar a disposição a pagar (DAP) da população de São Carlos – SP, Brasil, para a proteção ambiental da bacia hidrográfica do ribeirão do Feijão, o Método de Valoração Contingencial (MVC), bem como a técnica de eliciação bidding-games foram utilizados. Em outubro de 2010, 280 questionários foram aplicados a uma amostra probabilística da população. Um modelo de regressão logística multivariada foi construído, criando cinco cenários ajustados pela idade e probabilidade de pagar de acordo com as variáveis significativas encontradas. Em relação à DAP, 56% dos entrevistados se mostraram dispostos a pagar uma quantia mensal usando a conta de água como veículo de pagamento. A média DAP foi de 1.94 US Dollar (USD), com um desvio padrão de 1,91 USD. O valor total anual estimado para o cenário que considera toda a população com mais de 18 anos de idade foi de USD 3,930,616.80. O principal argumento para a não DAP foi que os entrevistados não tinham condições financeiras (14%). <![CDATA[Confirmation of sexual dimorphism in <em>Hoplias aimara</em> (Valenciennes, 1847) (Erythrinidae: Characiformes) proposed by local expertise in Amapá, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300687&lng=en&nrm=iso&tlng=en Fishes may show sexual dimorphism according to their reproductive strategies. In some species, this differentiation is already well known. However, with the findings obtained from recent studies, the number of species for which sex can be determined without dissection has increased. Thus far, the presence of external secondary sexual characteristics in Hoplias aimara, a very well-studied species, has not been reported. Traditional knowledge evidenced through riparian people observations indicated the possibility of sexual dimorphism in this species, which was studied in 2 conservation units, Sustainable Development Reserve of Iratapuru River and Tumucumaque Mountains National Park, in the state of Amapá, Brazil. Fishes were captured, and their anal fins were examined when they were still fresh; the sex of the fishes was confirmed by dissection. The same procedure was used for formalin-fixed fishes. By assessing the shape of the anal fin in fresh or fixed fishes, it was possible to determine the sex of the fish, which was then confirmed by dissection. H. aimara shows sexual dimorphism expressed in the morphology of their anal fin. Thus, the sex of fishes deposited in collections can be identified without any dissection, thereby providing important biological information about the specimens.<hr/>Os peixes podem exibir dimorfismo sexual conforme suas estratégias reprodutivas. Em algumas espécies essa diferenciação já é bem conhecida, no entanto, novos estudos têm aumentado o número de espécies que não precisam de dissecção dos indivíduos para o reconhecimento do seu sexo. A espécie Hoplias aimara, apesar de muito bem estudada ainda não apresentava registro da presença de caracteres sexuais secundários externos. O conhecimento tradicional de ribeirinhos indicou a possibilidade da existência de dimorfismo sexual para esta espécie que foi estudada em duas unidades de conservação no Estado do Amapá, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do rio Iratapuru e o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque. Os indivíduos capturados, ainda frescos, tiveram sua nadadeira anal examinada e seu sexo confirmado através de sua dissecção. Indivíduos fixados também passaram pelo mesmo procedimento. Através do formato da nadadeira anal, seja em indivíduos frescos ou fixados, foi possível inferir o sexo de cada indivíduo, que foi confirmado através de sua dissecção. A espécie Hoplias aimara apresenta dimorfismo sexual manifestado na morfologia de sua nadadeira anal. Indivíduos depositados em coleções podem ter seu sexo observado sem sua dissecção, acrescentado informações importantes à biologia dos espécimes. <![CDATA[Life history of <em>Neoseiulus californicus</em> (McGregor, 1954) (Acari: Phytoseiidae) fed with castor bean (<em>Ricinus communis</em> L.) pollen in laboratory conditions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300691&lng=en&nrm=iso&tlng=en The predatory mite, Neoseiulus californicus (McGregor, 1954) (Acari: Phytoseiidae) is one of the principal natural enemies of tetranychid mites in several countries, promoting efficient control of those mites in several food and ornamental crops. Pest attacks such as that of the spider mite, Tetranychus urticae Koch, 1836 (Acari: Tetranychidae), is one of the problems faced by farmers, especially in the greenhouse, due to the difficulty of its control with the use of chemicals because of the development of fast resistance making it hard to control it. The objective of this work was to study the life history of the predatory mite N. californicus as a contribution to its mass laboratory rearing, having castor bean plant [Ricinus communis L. (Euphorbiaceae)] pollen as food, for its subsequent use as a natural enemy of T. urticae on a cultivation of greenhouse rosebushes. The studies were carried out in the laboratory, at 25 ± 2°C of temperature, 70 ± 10% RH and a 14 hour photophase. The biological aspects and the fertility life table were appraised. Longevity of 32.9 days was verified for adult females and 40.4 days for males. The intrinsic rate of increase (rm) was 0.2 and the mean generation time (T) was 17.2 days. The population doubled every 4.1 days. The results obtained were similar to those in which the predatory mite N. californicus fed on T. urticae.<hr/>O ácaro predador, Neoseiulus californicus (McGregor, 1954) (Acari: Phytoseiidae) é um dos principais inimigos naturais de ácaros tetraniquídeos em vários países, promovendo um eficiente controle em várias culturas alimentícias e ornamentais. O ataque de pragas como o ácaro-rajado, Tetranychus urticae Koch, 1836 (Acari: Tetranychidae), é um dos problemas enfrentados pelos produtores, principalmente em casa de vegetação, pela dificuldade de seu controle com o uso de agroquímicos devido ao rápido desenvolvimento de resistência o que dificulta seu controle. Foi objetivo deste trabalho estudar a história de vida do ácaro predador N. californicus como contribuição à sua criação massal em laboratório tendo como alimento pólen de mamoneira [Ricinus communis L. (Euphorbiaceae)] para posterior uso como inimigo natural de T. urticae em cultivo de roseiras (Rosa spp.) em casa de vegetação. Os estudos foram conduzidos em laboratório à temperatura de 25 ± 2°C, 70 ± 10% de UR e 14 horas de fotofase. Foram avaliados os aspectos biológicos e confeccionada a tabela de vida de fertilidade. Foi constatada uma longevidade de 32,9 dias para fêmeas adultas e 40,4 dias para machos. A estimativa da capacidade inata de crescimento da população (rm) foi 0,2 dias e a duração média de geração (T) foi 17,2 dias. A população dobrou a cada 4,1 dias. Os resultados obtidos foram semelhantes àqueles nos quais o predador N. californicus foi alimentado com T. urticae. <![CDATA[Disease resistance of pacu <em>Piaractus mesopotamicus</em> (Holmberg, 1887) fed with β-glucan]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300698&lng=en&nrm=iso&tlng=en Effects of β-glucan on innate immune responses and survival were studied in pacu experimentally infected with Aeromonas hydrophila. Fish fed diets containing 0, 0.1% and 1% β-glucan were injected with A. hydrophila. β-glucan enhanced fish survival in both treated groups (26.7% and 21.2% of the control, respectively). Leukocyte respiratory burst and alternative complement pathway activities were elevated after bacterial challenge regardless the β-glucan concentration. Lysozyme activity was higher after infection and showed a gradual increase as β-glucan concentration increased. A significant elevation in WBC count was observed either after bacterial challenge or by influence of β-glucan separately. The same response was observed in the number of thrombocytes, lymphocytes, eosinophils, LG-PAS positive cell and monocytes. It can be concluded that feeding pacu with β-glucan can increase protection against A. hydrophila, due to changes in non-specific immune responses.<hr/>Os efeitos da β-glucana sobre as respostas imunes inatas e a sobrevivência foram estudados em pacu experimentalmente infectado com Aeromonas hydrophila. Peixes alimentados com dietas contendo 0,1% e 1% de β-glucana foram injetados com 1 × 108 CFU de A. hydrophila após 7 dias de alimentação. A sobrevivência de peixes foi maior nos dois grupos tratados em comparação ao grupo controle (26,7% e 21,2%, respectivamente). A atividade respiratória de leucócitos e a atividade hemolítica do complemento – via alternativa estavam elevadas após desafio bacteriano independentemente da concentração de β-glucana. A atividade de lisozima foi maior após a infecção e mostrou um aumento gradual de acordo com a concentração do imunoestimulante. Observou-se um aumento significativo na contagem de leucócitos totais após o desafio bacteriano e influência de β-glucana. A mesma resposta foi observada para trombócitos, linfócitos, eosinófilos, leucócito PAS positivo e monócitos. Com exceção de neutrófilos, que diminuíram frente ao mais alto nível do imunoestimulante e não se alteraram após a infecção, as outras células aumentaram após a exposição à A. hydrophila. A β-glucana não afetou os níveis de proteína total do soro, que aumentaram após o desafio bacteriano. Conclui-se que a administração de β-glucana em pacu pode aumentar a proteção contra A. hydrophila, por alterações nas respostas imunes de não-específicas. <![CDATA[Comparison between <em>Oligoryzomys nigripes</em> and <em>O. flavescens</em> by RAPD and genetic diversity in <em>O. nigripes</em> (Rodentia, Cricetidae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300704&lng=en&nrm=iso&tlng=en The genus of Oligoryzomys includes species of small size, morphologically similar, which may impede taxonomic identification, mainly between O. flavescens (Waterhouse, 1837) and O. nigripes (Olfers, 1818). The main objective of this work was to investigate whether the RAPD markers are capable of genetically differentiating the specimens O. nigripes and O. flavescens, coming from Rio Grande do Sul (RS) and Santa Catarina (SC) states, and also to estimate the genetic variability among populations of O. nigripes, with the Uruguay River as a geographical barrier. For this purpose, samples were collected in fragments of forests situated in the North of RS, at FLONA (Floresta Nacional de Passo Fundo) and in fragments from SC, close to the Uruguay River. The karyotyping of two samples for each species was carried out and compared using the RAPD technique together with non- karyotyped individuals. Samples of O. nigripes presented 2n = 62; NA = 82, with submetacentric arms on the largest chromosomes, while samples of O. flavescens showed 2n = 64; NA = 66, with the largest chromosomes presenting acrocentric morphology, making such a result the main difference between the species. The analysis was able to detect two distinct groups, being the first one with karyotyped O. flavescens and the second with karyotyped O. nigripes. Identification afforded 211 loci, among them 181 (85.78%) polymorphic. The Jaccard similarity coefficient was in the range of 0.45 to 0.87. The UPGMA and Main Coordinate Analysis techniques demonstrated the existence of heterogeneous genetics among populations, but did not separate them completely in terms of geographical standards, and they are not influenced by the Uruguay River, which did not act as an efficient barrier.<hr/>O gênero Oligoryzomys inclui espécies de tamanho pequeno, morfologicamente semelhantes, com difícil identificação taxonômica, principalmente entre O. flavescens e O. nigripes. O objetivo principal deste trabalho foi investigar se os marcadores RAPD são capazes de diferenciar geneticamente as amostras de O. nigripes e O. flavescens, oriundas do Rio Grande do Sul (RS) e Santa Catarina (SC) e também para estimar o variabilidade genética entre populações de O. nigripes, tendo o rio Uruguai como uma barreira geográfica. Para este fim, as amostras foram coletadas em fragmentos florestais situados no Norte do RS, na FLONA (Floresta Nacional de Passo Fundo) e em fragmentos florestais de SC, próximos ao Rio Uruguai. O cariótipo de duas amostras de cada espécie foi realizado e comparado com a técnica RAPD em conjunto com indivíduos não cariotipados. As amostras de O. nigripes apresentaram 2n = 62, NA = 82, com braços submetacêntricos nos cromossomos maiores, enquanto que as amostras de O. flavescens mostraram 2n = 64, NA = 66, com os maiores cromossomos apresentando morfologia acrocêntrica, tornando tal resultado a principal diferença entre as espécies. As análises por RAPD foram capazes de detectar dois grupos distintos, sendo o primeiro com O.flavescens cariotipados e o segundo com O. nigripes cariotipados. Foram avaliados 211 loci, e entre eles 181 (85,78%) foram polimórficos. O coeficiente de similaridade de Jaccard variou de 0,45 a 0,87. A análise por UPGMA e análise de coordenadas principais demonstraram a existência de heterogeneidade genética entre as populações, mas não foi possível separá-las completamente em termos de padrões geográficos, e estas não são influenciadas pelo rio Uruguai, o qual não agiu como uma barreira eficiente. <![CDATA[Reproduction, development and habits of the large turkey louse <em>Chelopistes meleagridis</em> (Phthiraptera: Ischnocera) under laboratory conditions]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300712&lng=en&nrm=iso&tlng=en The bionomy of Chelopistes meleagridis off the host was observed with the aim of better understanding the aspects of this species' life cycle. For this purpose, C. meleagridis adults were collected and maintained under controlled conditions to reproduce (35°C and RH &gt; 80%), with turkey feathers as the food source. From the offspring of these lice, the development of 150 individuals was observed from the egg to the adult phase. These eggs were divided into two groups of 75 each. After hatching, one group was given a diet composed of feathers while the other received feathers plus skin of the host turkey (Meleagris gallopavo). The “feather + skin” diet resulted in the greatest number of adults, so this diet was given to the next generation of lice reared in vitro, starting from the first instar, to observe their fertility, fecundity and longevity. High reproduction rates were found in relation to other lice of the Ischnocera sub-order, particularly the number of eggs per day and number of eggs produced per female over the lifetime (means of 2.54 and 26.61 eggs, respectively, for wild females and 2.11 and 29.33 eggs for laboratory-reared females). The inclusion of skin in the diet was a determining factor for development to the adult stage, since 48% of the lice fed this diet reached that stage, versus 1.3% that reached maturity fed only with feathers. The development time of the males and females was similar (mean of 29.38 days), without any difference in the sexual proportion of the adults.<hr/>A bionomia de Chelopistes meleagridis fora do hospedeiro foi observada com o objetivo de compreender aspectos relacionados ao ciclo de vida desta espécie. Para isto, adultos de C. meleagridis foram coletados e colocados em condições controladas (temperatura de 35°C e umidade relativa superior a 80%) para se reproduzir, oferecendo-se pena como alimento. Da prole destes adultos, foi observado o desenvolvimento de 150 indivíduos desde o ovo até a fase adulta. Para 75 destes, foi oferecida a dieta composta de pena, enquanto para os outros 75 a dieta foi composta de pena e pele do hospedeiro (peru, Meleagris gallopavo). Ao verificar que a dieta “pena + pele” foi a que resultou no maior número de adultos, foram observadas a fertilidade, fecundidade e a longevidade de piolhos criados in vitro desde o primeiro ínstar alimentados com esta dieta. Valores altos relacionados à reprodução desta espécie foram encontrados em relação a outros piolhos da subordem Ischnocera, destacando-se: número de ovos produzidos por dia e número de ovos produzidos por fêmeas durante a vida (médias de 2,54 e 26,61 ovos, respectivamente, para fêmeas selvagens e 2,11 e 29,33 ovos, respectivamente, para fêmeas criadas in vitro.). A inclusão de pele na dieta foi determinante para o desenvolvimento até o estágio adulto, uma vez que 48% dos piolhos alimentados com essa dieta atingiram a fase adulta. Quando foi oferecido apenas pena, 1,3% dos piolhos atingiram a maturidade. O tempo de desenvolvimento de machos e fêmeas foi semelhante (média de 29,38 dias) sem haver diferença na proporção sexual dos adultos. <![CDATA[Response of frugivorous primates to changes in fruit supply in a northern Amazonian forest]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300720&lng=en&nrm=iso&tlng=en Few attempts have been made to understand how spatiotemporal changes in fruit supply influence frugivores in tropical forests. The marked spatiotemporal variation in fruit supply can affect frugivore abundance and distribution, but studies addressing the effects of this variation on primates are scarce. The present study aimed to investigate how the spatiotemporal distribution of fruits influences the local distribution of three frugivorous primates in the eastern part of the Maracá Ecological Station, a highly seasonal Amazonian rainforest. Specifically, it was hypothesised that primate distribution will track changes in fruit supply, resulting that sites with high fruit availability should be heavily used by primates. During a 1-year study, fruit supply (ground fruit surveys) and primate density (line-transects) were monitored in twelve 2 km-long transects at monthly intervals. Fruit supply varied seasonally, being low during the dry season. The density of Ateles belzebuth was positively related to fruit supply during fruit shortage, but Cebus olivaceus and Alouatta macconnelli did not follow the same pattern. The supply of Sapotaceae fruit was an important component determining local distribution of A. belzebuth during the overall fruit shortage. Highly frugivorous primates such as A. belzebuth respond to seasonal decline in fruit supply by congregating at places with high fruit supply in this forest, particularly, those with many individuals of species of Sapotaceae. This study underscores the importance of small-scale spatiotemporal changes of fruit supply as a key component of frugivorous primate ecology in highly seasonal environments.<hr/>Poucas tentativas foram realizadas para entender como a variação espaço-temporal na oferta de frutos influencia os frugívoros nas florestas tropicais. A variação espaço-temporal dos frutos pode afetar a abundância e distribuição dos frugívoros, mas estudos abordando os efeitos desta variação nos primatas são escassos. Neste estudo, investigou-se como a oferta dos frutos afeta a distribuição local de três espécies de primatas frugívoros na parte leste da Estação Ecológica de Maracá, uma floresta sazonal na Amazônia. Especificamente, testou-se a hipótese de que a distribuição dos primatas acompanharia a variação na oferta de frutos, resultando em uma utilização mais frequente pelos primatas dos locais com maior disponibilidade deste recurso. A disponibilidade de frutos e a densidade dos primatas foram registradas mensalmente ao longo de um ano, em 12 transecções com 2 km de extensão. A oferta de frutos variou sazonalmente, sendo baixa durante a estação seca. A densidade de Ateles belzebuth se relacionou com a oferta dos frutos durante o período de escassez deste recurso, mas Alouatta macconnelli e Cebus olivaceus não seguiram o mesmo padrão. A oferta dos frutos de Sapotaceae foi um importante determinante da densidade local de A. belzebuth durante o declínio geral de frutos. Em conjunto, estes resultados sugerem que primatas frugívoros tais como A. belzebuth respondem aos períodos de escassez de frutos concentrando-se em locais com alta abundância deste recurso nesta floresta, particularmente, onde as Sapotaceae são abundantes. Este estudo ressalta a importância da variação espaço-temporal dos frutos em pequena escala na ecologia dos primatas frugívoros em florestas altamente sazonais. <![CDATA[A morphological anomaly in <em>Clausocalanus mastigophorus</em> (Claus, 1863) (Copepoda, Calanoida) from St. Peter and St. Paul Archipelago]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300728&lng=en&nrm=iso&tlng=en Few attempts have been made to understand how spatiotemporal changes in fruit supply influence frugivores in tropical forests. The marked spatiotemporal variation in fruit supply can affect frugivore abundance and distribution, but studies addressing the effects of this variation on primates are scarce. The present study aimed to investigate how the spatiotemporal distribution of fruits influences the local distribution of three frugivorous primates in the eastern part of the Maracá Ecological Station, a highly seasonal Amazonian rainforest. Specifically, it was hypothesised that primate distribution will track changes in fruit supply, resulting that sites with high fruit availability should be heavily used by primates. During a 1-year study, fruit supply (ground fruit surveys) and primate density (line-transects) were monitored in twelve 2 km-long transects at monthly intervals. Fruit supply varied seasonally, being low during the dry season. The density of Ateles belzebuth was positively related to fruit supply during fruit shortage, but Cebus olivaceus and Alouatta macconnelli did not follow the same pattern. The supply of Sapotaceae fruit was an important component determining local distribution of A. belzebuth during the overall fruit shortage. Highly frugivorous primates such as A. belzebuth respond to seasonal decline in fruit supply by congregating at places with high fruit supply in this forest, particularly, those with many individuals of species of Sapotaceae. This study underscores the importance of small-scale spatiotemporal changes of fruit supply as a key component of frugivorous primate ecology in highly seasonal environments.<hr/>Poucas tentativas foram realizadas para entender como a variação espaço-temporal na oferta de frutos influencia os frugívoros nas florestas tropicais. A variação espaço-temporal dos frutos pode afetar a abundância e distribuição dos frugívoros, mas estudos abordando os efeitos desta variação nos primatas são escassos. Neste estudo, investigou-se como a oferta dos frutos afeta a distribuição local de três espécies de primatas frugívoros na parte leste da Estação Ecológica de Maracá, uma floresta sazonal na Amazônia. Especificamente, testou-se a hipótese de que a distribuição dos primatas acompanharia a variação na oferta de frutos, resultando em uma utilização mais frequente pelos primatas dos locais com maior disponibilidade deste recurso. A disponibilidade de frutos e a densidade dos primatas foram registradas mensalmente ao longo de um ano, em 12 transecções com 2 km de extensão. A oferta de frutos variou sazonalmente, sendo baixa durante a estação seca. A densidade de Ateles belzebuth se relacionou com a oferta dos frutos durante o período de escassez deste recurso, mas Alouatta macconnelli e Cebus olivaceus não seguiram o mesmo padrão. A oferta dos frutos de Sapotaceae foi um importante determinante da densidade local de A. belzebuth durante o declínio geral de frutos. Em conjunto, estes resultados sugerem que primatas frugívoros tais como A. belzebuth respondem aos períodos de escassez de frutos concentrando-se em locais com alta abundância deste recurso nesta floresta, particularmente, onde as Sapotaceae são abundantes. Este estudo ressalta a importância da variação espaço-temporal dos frutos em pequena escala na ecologia dos primatas frugívoros em florestas altamente sazonais. <![CDATA[Morphometry of <em>Cornops aquaticum</em> (Orthoptera: Acrididae: Leptysminae) in the Pantanal of Mato Grosso, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300730&lng=en&nrm=iso&tlng=en Insects show morphometric variations associated with the environment that may be the result of phenotypic response or genetic inheritance, or both. Thereby, studies that emphasise the variability in body size are very useful for understanding the dynamics and the stability of ecological systems. Cornops aquaticum (Bruner, 1906) (Acrididae) is a semi-aquatic grasshopper, distributed from the southeast of Mexico to the south of Buenos Aires Province, Argentina, and is intimately associated with the aquatic macrophytes Eichhornia spp. and Pontederia spp. In its wide habitat distribution, C. aquaticum shows variations in its life cycle and morphometric differences that were observed suggesting geographic and host plant influence. Considering these findings, this study aimed to find out the morphometric characteristics of this species at the Pantanal of Poconé – MT, using the protocol of the project “HICWA – Host-Insect Coevolution on Waterhyacinth”, as well as to assess possible differences in each stage of development between the sexes and among seasonal periods (flood, high water, low water and dry). During 12 months a total of 600 individuals were collected in monthly collections of 50 grasshoppers, and of this total, 261 were adults and 339 nymphs. The following measurements were taken: total length (A); body length (B); wing length (I) and measurement of the hind femur (H). The results showed that both male and female have different measurements but not correlated with seasonal periods. The average obtained for each character and the seasonality showed the highest values during the flood period. In nymphs, the measurement of the posterior femur presented the lower variation between individuals and characters.<hr/>Insetos apresentam variações morfométricas associadas ao ambiente que podem ser resultado tanto de respostas fenotípicas, quanto da herança genética, ou de ambos. Assim, estudos que enfatizam a variabilidade no tamanho do corpo do inseto são de grande utilidade para o entendimento da dinâmica e da estabilidade dos sistemas ecológicos. Cornops aquaticum (Bruner, 1906) (Acrididae) é um gafanhoto semi-aquático, distribuído desde o sudeste do México até o sul da província de Buenos Aires, Argentina, demonstrando íntima associação com macrófitas aquáticas dos gêneros Eichhornia e Pontederia. Em sua ampla distribuição de habitats, C. aquaticum apresenta variações em seu ciclo biológico e diferenças morfométricas que sugerem uma influência tanto geográfica, quanto da planta hospedeira. Diante disto, esse estudo objetivou conhecer as características morfométricas dessa espécie no Pantanal de Poconé (MT), empregando o protocolo do projeto “HICWA – Host-Insect Coevolution on Waterhyacinth”, bem como avaliar possíveis diferenças em cada estádio de desenvolvimento entre os sexos e entre os períodos sazonais dessa região (enchente, cheia, vazante e seca). Durante 12 meses foram coletados, mensalmente, 50 gafanhotos, totalizando 600 indivíduos, sendo 261 adultos e 339 ninfas, nos quais foram tomadas as medidas do comprimento total (A); comprimento do corpo (B); comprimento da asa (I) e medida do fêmur posterior (H). Os resultados indicam indivíduos adultos, tanto machos quanto fêmeas, de tamanho variado em todos os períodos sazonais, entretanto, essas variações não estão correlacionadas à sazonalidade. As médias obtidas para cada caracter entre os períodos sazonais demonstraram que houve diferenciação entre as medidas, revelando os maiores valores médios durante a enchente. Em ninfas, a menor variação entre os indivíduos em relação aos outros caracteres avaliados foi encontrada na medida do fêmur posterior. <![CDATA[Vascular function in arteries of intertidal fish <em>Girella laevifrons</em> (<em>Kyphosidae</em>)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300739&lng=en&nrm=iso&tlng=en Preliminary studies showed that dorsal artery contraction mediated by acetylcholine (ACh) is blocked with indomethacin in intertidal fish (Girella laevifrons). Our objective was to characterise the cholinergic pathway in several artery vessels of the G. laevifrons. Afferent and efferent branchial, dorsal and mesenteric arteries were dissected of 6 juvenile specimens, isometric tension studies were done using dose response curves (DRC) for Ach (10–13 to 10–3 M), and cholinergic pathways were obtained by blocking with atropine or indomethacin. CRC to ACh showed a pattern of high and low sensitivity. Furthermore, these contractions were blocked in the presence of atropine and indomethacin in all vessels. Our results suggest that contraction observed with acetylcholine is mediated by receptors that activate a cyclooxygenase contraction pathway.<hr/>Estudos preliminares mostraram que a contração da artéria dorsal mediada por acetilcolina (ACh) é bloqueada com indometacina em peixes marinhos Girella laevifrons. Nosso objetivo foi caracterizar a via colinérgica em várias artérias de G. laevifrons. Artérias aferentes e eferentes branquiais, dorsais e mesentéricas foram dissecadas de 6 espécimes juvenis. Os estudos de tensão isométrica foram feitos utilizando-se a curva dose - resposta (CDR) para Ach (10–13 a 10–3M), e identificaram-se as vias colinérgicas, bloqueando com atropina e indometacina. CRC para ACh mostrou um padrão de alta e baixa sensibilidade. Essas contrações foram bloqueadas na presença de atropina e indometacina em todas as artérias avaliadas. Nossos resultados sugerem que a contração observada com acetilcolina é mediada por receptores muscarínicos que ativam uma ciclo-oxigenase. <![CDATA[Body size and clonality consequences for sexual reproduction in a perennial herb of Brazilian rupestrian grasslands]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300744&lng=en&nrm=iso&tlng=en Body size is one of the most important factors regarding herbaceous perennial plants life-histories, and several fitness components of these organisms are related to size. Clonal plants show distinct kinds of reproduction and can develop offspring by sexual or asexual ways. We aimed to understand how body size affects Comanthera nivea (Eriocaulaceae) sexual reproduction and to verify how clonal growth is related to flower head production in this species. We sampled 600 rosettes in rupestrian grasslands and performed linear regression analysis between body size and number of produced flower heads. We also compared the flower head production between isolated rosettes and rosettes within clones. Our results showed that body size was significantly related, but explained only a small part of flower head production. The flower head production was higher in rosettes within clones than in isolated ones. The clones presented a rosette or a small group of rosettes that concentrated the sexual reproduction. Clonality was positively associated with sexual reproduction. Clonality can represent an important way of allowing the persistence of plants by sexual reproduction in markedly seasonal stressful environments. The cases of clonality enhancing the sexual reproduction must be considered and put in focus on reproductive biology research.<hr/>O tamanho de corpo é um dos atributos de história de vida mais importantes para plantas herbáceas perenes e muitos componentes da aptidão desses organismos são relacionados ao tamanho. As plantas clonais apresentam diferentes tipos de reprodução e podem gerar prole por vias sexuadas ou assexuadas. Nosso objetivo foi compreender como o tamanho de corpo afeta a reprodução sexual em Comanthera nivea e verificar como o crescimento clonal relaciona-se à produção de capítulos dessa espécie. Nós amostramos 600 rosetas em campos rupestres e utilizamos regressões lineares para verificar a relação entre o tamanho de corpo e o número de capítulos produzidos pela planta. Nós também comparamos a produção de capítulos entre rosetas isoladas e rosetas pertencentes a clones. Nossos resultados mostram que o tamanho de corpo tem influência positiva significativa na produção de capítulos, mas explica apenas parte da variação nos dados. A produção de capítulos é maior em rosetas pertencentes a clones que em rosetas isoladas. Os clones geralmente apresentam uma roseta, ou um grupo de rosetas, que concentra a reprodução sexual. A clonalidade apresentou ligações significativas com a reprodução sexuada. Em ambientes sazonais a clonalidade pode representar uma importante forma de persistência das plantas já que pode permitir um melhor desempenho da reprodução sexuada em vista dos estresses ambientais. Os casos nos quais a clonalidade representa uma via de melhor desempenho para a reprodução sexuada devem ser considerados e colocados em foco na pesquisa em biologia reprodutiva. <![CDATA[Erratum]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842014000300751&lng=en&nrm=iso&tlng=en Body size is one of the most important factors regarding herbaceous perennial plants life-histories, and several fitness components of these organisms are related to size. Clonal plants show distinct kinds of reproduction and can develop offspring by sexual or asexual ways. We aimed to understand how body size affects Comanthera nivea (Eriocaulaceae) sexual reproduction and to verify how clonal growth is related to flower head production in this species. We sampled 600 rosettes in rupestrian grasslands and performed linear regression analysis between body size and number of produced flower heads. We also compared the flower head production between isolated rosettes and rosettes within clones. Our results showed that body size was significantly related, but explained only a small part of flower head production. The flower head production was higher in rosettes within clones than in isolated ones. The clones presented a rosette or a small group of rosettes that concentrated the sexual reproduction. Clonality was positively associated with sexual reproduction. Clonality can represent an important way of allowing the persistence of plants by sexual reproduction in markedly seasonal stressful environments. The cases of clonality enhancing the sexual reproduction must be considered and put in focus on reproductive biology research.<hr/>O tamanho de corpo é um dos atributos de história de vida mais importantes para plantas herbáceas perenes e muitos componentes da aptidão desses organismos são relacionados ao tamanho. As plantas clonais apresentam diferentes tipos de reprodução e podem gerar prole por vias sexuadas ou assexuadas. Nosso objetivo foi compreender como o tamanho de corpo afeta a reprodução sexual em Comanthera nivea e verificar como o crescimento clonal relaciona-se à produção de capítulos dessa espécie. Nós amostramos 600 rosetas em campos rupestres e utilizamos regressões lineares para verificar a relação entre o tamanho de corpo e o número de capítulos produzidos pela planta. Nós também comparamos a produção de capítulos entre rosetas isoladas e rosetas pertencentes a clones. Nossos resultados mostram que o tamanho de corpo tem influência positiva significativa na produção de capítulos, mas explica apenas parte da variação nos dados. A produção de capítulos é maior em rosetas pertencentes a clones que em rosetas isoladas. Os clones geralmente apresentam uma roseta, ou um grupo de rosetas, que concentra a reprodução sexual. A clonalidade apresentou ligações significativas com a reprodução sexuada. Em ambientes sazonais a clonalidade pode representar uma importante forma de persistência das plantas já que pode permitir um melhor desempenho da reprodução sexuada em vista dos estresses ambientais. Os casos nos quais a clonalidade representa uma via de melhor desempenho para a reprodução sexuada devem ser considerados e colocados em foco na pesquisa em biologia reprodutiva.