Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Biology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-698420170001&lang=pt vol. 77 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Variação intraespecífica da cor da pelagem de uma espécie de pequeno roedor sul-americano]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Intra-specific color variation is often underestimated by researchers, and among mammals, intra-specific differences in coloration are poorly documented for most species. The main goal of this study was to apply an objective color measurement methodology to the study of a specific problem: the detection, if any, of patterns of changes in the fur color of specimens of Akodon budini in relation to biological (i.e., sex) and environmental (i.e., season) variables. We hypothesize that coat color will be more homogeneous in males than in females and that coat color will be darker in winter than in summer, the latter being orange. We measured the pelage color on five points over the dorsal surface of 26 A. budini museum specimens using a spectroradiometer and a diffuse illumination cabin. We used Principal Component Analysis to describe the association between the color variables, sex and season, and each of the observations. We then used general linear models of Analysis of Variance to examine relationships between color data, season, and sex. The results clearly confirm the hypothesis related to seasonal coat color change but do not directly confirm the hypothesis related to changes in coat color in relation to sex, and we show the complexity of the studied pattern. In conclusion, undoubtedly, the studied variables should accordingly be considered when studying the coloration of specimens for characterization, identification and discrimination of different taxonomic units based on color.<hr/>Resumo Variação de cor intra-específica é muitas vezes subestimada pelos pesquisadores, e entre espécies de mamíferos, as diferenças intra-específicas na coloração são pouco conhecidas para a maioria das espécies. O principal objetivo deste estudo foi aplicar uma metodologia objetiva de medição de cor para o estudo de um problema específico: a detecção de padrões de mudanças na cor da pele de espécimes de Akodon budini em relação a variáveis biológicas (i.e., sexo) e ambientais (i.e., temporada), se houver. Nossa hipótese é que a cor da pelagem do sexo masculino será mais homogênea do que a de fêmeas e que a cor da pelagem do inverno vai ser mais escura do que a de verão, sendo esta última mais laranja. Medimos a cor da pelagem em cinco pontos sobre a superfície dorsal de 26 espécimes de museu de A. budini usando um espectroradiômetro e uma cabine de iluminação difusa. Usamos Análise de Componentes Principais para descrever a associação entre as variáveis de cor, sexo e temporada, e cada uma das observações. Em seguida, usamos modelos lineares gerais da Análise de Variância para verificar as relações entre os dados de cor, temporada, e sexo. Os resultados confirmam claramente a hipótese relacionada à mudança sazonal de cor da pelagem, mas não confirmam diretamente a hipótese relacionada com alterações na cor da pelagem em relação ao sexo, e vamos mostrar a complexidade do modelo estudado. Em conclusão, sem dúvida, as variáveis estudadas devem consequentemente ser tidas em conta quando se estuda a coloração de amostras para caracterização, identificação e discriminação de diferentes unidades taxonômicas com base na cor. <![CDATA[Nematóides (Mermithidae) parasitando gafanhotos (Orthoptera: Acrididae) nos Pampas região, a Argentina]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This work provides the results of a survey of entomonematodes parasites of grasshoppers in grasslands of the Pampean Region, Argentina. Nymphs of Staurorhectus longicornis Giglio-Tos, Laplatacris dispar Rhen, 1939, Dichroplus elongatus Giglio-Tos, 1894 and Metaleptea brevicornis (L.) (Orthoptera: Acrididae) were collected. Mermithidae was the only family registered with seven species: Agamermis decaudata Cobb, Steiner and Christie, 1923, Amphimermis bonaerensis Miralles and Camino, 1983, Amphimermis dichroplusi Camino and Lange, 1997, Amphimermis ronderosi Camino and Lange, 1997, Hexamermis coclhearius Stock and Camino, 1992, Hexamermis ovistriata Stock and Camino, 1992, and Longimermis acridophila Camino and Stock, 1989. The values of parasitism ranged between 1-12%, and intensity not overcome the number of 5.0 nematodes per larva. The nematodes observed showed specificity, not registering the same species of parasite in more than one host species. The Pampean region constituted an area with high diversity of mermithids where new species could be consider as bioregulator agents of this troublesome insect pests in agricultural areas of Argentina.<hr/>Resumo Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa entomonematode parasitando gafanhotos em pastagens da região pampeana, Argentina. Ninfas de Staurorhectus longicornis Giglio-Tos, Laplatacris dispar Rhen de 1939, Dichroplus elongatus Giglio-Tos, 1894 e Metaleptea brevicornis (L.) (Orthoptera: Acrididae) foram coletados. Mermithidae era a única família registrado com sete espécies: Agamermis decaudata Cobb, Steiner and Christie, 1923, Amphimermis bonaerensis Miralles and Camino, 1983, Amphimermis dichroplusi Camino and Lange, 1997, Amphimermis ronderosi Camino and Lange, 1997, Hexamermis coclhearius Stock and Camino, 1992, Hexamermis ovistriata Stock and Camino, 1992, e Longimermis acridophila Camino and imagem, de 1989. Os valores de parasitismo variou entre 1-12%, e intensidade não superar o número de 5,0 nematóides por larva. Os nemátodos observados demonstraram especificidade, não registar as mesmas espécies de parasita em mais do que uma espécie de hospedeiro. A região pampeana constituída uma área com alta diversidade de mermithids onde novas espécies poderiam ser consideradas como agentes bio-reguladores deste incômodos insetos pragas em áreas agrícolas da Argentina. <![CDATA[Propriedades biológicas de Cerrado <em>sensu stricto</em> preservado e não preservado do Nordeste do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this study was to measure soil microbial biomass and soil surface fauna in undisturbed and disturbed Cerrado sensu stricto (Css) from Sete Cidades National Park, Northeast Brazil. The following sites were sampled under Cerrado sensu stricto (Css) at the park: undisturbed and disturbed Css (slash-and-burn agricultural practices). Total organic and microbial biomass C were higher in undisturbed than in disturbed sites in both seasons. However, microbial biomass C was higher in the wet than in the dry season. Soil respiration did not vary among sites but was higher in the wet than in the dry season. The densities of Araneae, Coleoptera, and Orthoptera were higher in the undisturbed site, whereas the densities of Formicidae were higher in the disturbed site. Non-metric multidimensional scaling analysis separated undisturbed from disturbed sites according to soil biological properties. Disturbance by agricultural practices, such as slash-and-burn, probably resulted in the deterioration of the biological properties of soil under native Cerrado sensu stricto in the Sete Cidades National Park.<hr/>Resumo O objetivo do estudo foi avaliar as propriedades biológicas do solo em área de Cerrado sensu stricto preservadas e não preservadas do Parque Nacional de Sete Cidades, Nordeste do Brasil. Os seguintes sites sob Cerrado sensu stricto (Css) foram avaliados: preservado (UND) e não preservado (DIS). O C orgânico total e da biomassa microbiana foram maiores na área preservada do que na não preservada em ambas estações seca e chuvosa. Entretanto, o C da biomassa microbiana foi maior na estação chuvosa do que na seca. A respiração do solo não variou entre as áreas, mas foi maior na estação chuvosa. As densidades de Araneae, Coleoptera e Ortoptera foram maiores na área preservada, enquanto as densidades de Formicidae foram maiores na área não preservada. A analise de escalonamento não-métrico separou a área preservada da não-preservada de acordo com as propriedades biológicas. Os distúrbios no solo pelas atividades agrícolas, como corte-e-queima, resultaram na deterioração das propriedades biológicas do Cerrado nativo no Parque Nacional de Sete Cidades. <![CDATA[Isolamento de nematoides entomopatogênicos em pomar de macieira no sul do Brasil e virulência em larvas de <em>Anastrepha fraterculus</em> (Diptera: Tephritidae) em condições de laboratório]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Entomopathogenic nematodes (EPNs) are a promising alternative to integrated control in many fruit pests. Few studies were made on the relationship of Anastrepha fraterculus natural population with native EPNs population and other biotic and abiotic factors. The aim of this work was to verify the occurrence of endemic nematodes in an apple orchard, concerning environmental conditions and technical procedure, and access isolates virulence to A. fraterculus larvae. The experiment was conducted during a year taking monthly soil samples from an apple orchard, with and without fallen fruits just above the soil. Samples were baited with Tenebrium molitor and A. fraterculus larvae in laboratory. Canopy and fallen fruits were sampled to access the pest infestation. Seventy three EPN isolates were captured, in 23.2% soil samples, more with T. molitor than with A. fraterculus baits. From the 20 isolates tested against A. fraterculus, only five were pathogenic, and they were identified as Oscheius sp. The nematodes were captured during all seasons in a similar frequency. Soil and weather conditions, presence of fruit over the orchard soil, and A. fraterculus pupae in the fruits had no significant influence on the capture. As a conclusion, nematodes of the genera Oscheius are found in an apple orchard of Porto Amazonas constantly along the year, independently of fluctuations in A. fraterculus population, climate conditions and presence of fruit over the soil. Some of the isolates are pathogenic to A. fraterculus.<hr/>Resumo Nematoides entomopatogênicos (NEPs) são alternativa promissora para o controle integrado de várias pragas de frutíferas. Foram feitos poucos estudos ecológicos sobre a relação de populações naturais de Anastrepha fraterculus com a de NEPs nativos e outros fatores bióticos e abióticos. O objetivo desse trabalho foi verificar a ocorrência de nematoides endêmicos de um pomar de macieira, considerando condições ambientais e procedimentos técnicos, e testar a virulência de isolados para larvas de A. fraterculus. O experimento foi conduzido durante um ano coletando mensalmente amostras de solo de um pomar de macieira com e sem frutos acima do solo. Foram feitas armadilhas com larvas de Tenebrium molitor e de A. fraterculus em laboratório. Frutos na copa e caídos no solo foram amostrados para quantificar a infestação da praga. Setenta e três isolados de NEPs foram capturados em 23,2% das amostras de solo, mais em armadilhas de T. molitor do que em A. fraterculus. Dos 20 isolados testados contra A. fraterculus, apenas cinco foram patogênicos, e eles foram identificados como Oscheius sp. Os nematoides foram capturados durante todas as estações e em frequência similar. Condições edáficas e climáticas, presença do fruto acima do solo amostrado e de pupas de A. fraterculus nos frutos não tiveram influência significativa na captura. Como conclusão, nematoides do gênero Oscheius ocorrem em pomar de macieira de Porto Amazonas de forma constante ao longo do ano, independentemente de flutuações na população de A. fraterculus, condições climáticas e presença de fruto sobre a superfície do solo. Alguns isolados são patogênicos para A. fraterculus. <![CDATA[Fenologia reprodutiva de <em>Mauritia flexuosa</em> L. (Arecaceae) em ambiente de Restinga no Nordeste do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100029&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The buriti, Mauritia flexuosa, is the most common palm in Brazil, where it has considerable ecological and economic importance. However, few data are available on the phenology of the species, mainly in coastal restinga ecosystems. The present study monitored the reproductive phenology of M. flexuosa in the restinga of Barreirinhas, in the Brazilian Northeast, and investigated the relationship between phenophases and climatic variables. The presence/absence of flowers and fruits was recorded monthly in 25 individuals of each sex between August, 2009, and October, 2012. There was no difference in the phenology of male and female specimens, with flowering and fruiting occurring exclusively in the dry season. We believe that the specific abiotic characteristics of the study environment, such as the intense sunlight and availability of water in the soil, contribute to the reproductive success of M. flexuosa in the dry season, with consequent germination and establishment of seedlings occurring during the subsequent rainy season.<hr/>Resumo Popularmente conhecido como buriti, Mauritia flexuosa é a palmeira mais abundante no Brasil, com grande importância ecológica e econômica, porém ainda são poucos os estudos sobre a sua fenologia, não existindo nenhum em ambiente de Restinga. O presente trabalho teve como objetivo estudar a fenologia reprodutiva de M. flexuosa na Restinga de Barreirinhas, no Nordeste do Brasil, verificando como as fenofases se correlacionam com os fatores climáticos. Foram acompanhados mensalmente 25 indivíduos de cada sexo, de agosto/2009 a outubro/2012, verificando a presença/ausência de floração e frutificação. Não houve diferença no padrão fenológico entre indivíduos femininos e masculinos de M. flexuosa, com floração e queda dos frutos exclusivamente na estação seca. Acreditamos que as características abióticas específicas do ambiente estudado, como a forte incidência solar e a disponibilidade de água no solo, contribuíram para o sucesso reprodutivo de M. flexuosa na estação seca, com consequente germinação e estabelecimento de plântulas no período chuvoso. <![CDATA[Efeito do custo energético com a manutenção da armadilha de <em>Myrmeleon brasiliensis</em> (Neuroptera, Myrmeleontidae) no seu desenvolvimento e no tamanho dos adultos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100038&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Antlion larvae Myrmeleon brasiliensis Návas, 1914 (Neuroptera, Myrmeleontidae) are sit-and-wait predators who build traps to catch their prey. The aim of this study was to observe under laboratory conditions, how the energy cost spent on maintenance of their traps affects: the larval developmental time, time spent as a pupa, mortality rate of larvae and adult size. M. brasiliensis larvae were collected in the municipality of Aquidauana, Mato Grosso do Sul, Brazil and were individually maintained in plastic containers and subjected to two treatments. In the control treatment larvae did not have their traps disturbed while in the manipulated treatment, larvae had their traps disturbed three times a week. The experiments were followed until adult emergence. When the adults emerged, their body size (head-abdomen), anterior and posterior wing span and width were measured. Furthermore, the number of larvae that died during the experiment was recorded. The results showed that the larvae whose traps were manipulated had longer larval development time, smaller pupal development time and were smaller adults. It can be concluded that the energy expenditure spent on maintenance of the trap constructed by M. brasiliensis larvae can affect the development of negative ways, represented by a longer larval development and reduced adult size.<hr/>Resumo Efeito do custo energético com a manutenção da armadilha de Myrmeleon brasiliensis no seu desenvolvimento e no tamanho dos adultos. Larvas de formiga-leão Myrmeleon brasiliensis são predadores senta-espera que constroem armadilhas para a captura de suas presas. O objetivo deste trabalho foi observar em laboratório, como o gasto energético despendido com a manutenção dessas armadilhas afeta: o tempo de desenvolvimento larval, o tempo de pupa, a taxa de mortalidade das larvas e o tamanho dos adultos. M. brasilienses foram coletadas no município de Aquidauana, Mato Grosso do Sul, então foram individualizadas em potes plásticos e submetidas a dois tratamentos. No tratamento controle, as larvas não tiveram suas armadilhas perturbadas e no tratamento manipulado, as larvas tiveram as suas armadilhas perturbadas três vezes por semana. Os experimentos foram acompanhados até a emergência dos adultos. Quando esses emergiam, era medido o seu tamanho corporal (cabeça-abdômen), envergadura da asa anterior e posterior e largura da asa anterior e posterior. Além disso, foi contabilizado o número de larvas mortas no decorrer dos experimentos. Como resultado foi observado que as larvas manipuladas apresentaram o tempo de desenvolvimento larval maior, o tempo de pupa menor e o tamanho dos adultos foi menor. Pode-se concluir que o gasto energético despendido com a manutenção da armadilha construída pelas larvas M. brasiliensis pode afetar o seu desenvolvimento de maneiras negativas, representados pelo maior tempo de desenvolvimento larval e menor tamanho do adulto. <![CDATA[Efeitos do estresse por alagamento em plantas de tomateiro ‘Micro-Tom’ transformada com diferentes níveis de sHSP23.6 mitocondrial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100043&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Soil flooding is an environmental stressor for crops that can affect physiological performance and reduce crop yields. Abiotic stressors cause changes in protein synthesis, modifying the levels of a series of proteins, especially the heat shock proteins (HSP), and these proteins can help protect the plants against abiotic stress. The objective of this study was to verify if tomato plants cv. Micro-Tom from different genotypes with varying expression levels of MT-sHSP23.6 (mitochondrial small heat shock proteins) have different responses physiological to flooding. Plants from three genotypes (untransformed, MT-sHSP23.6 sense expression levels and MT-sHSP23.6 antisense expression levels) were cultivated under controlled conditions. After 50 days, the plants were flooded for 14 days. After this period half of the plants from each genotype were allowed to recover. Chlorophyll fluorescence, gas exchange, chlorophyll index, leaf area and dry matter were evaluated. Flood stress affected the photosynthetic electron transport chain, which is related to inactivation of the oxygen-evolving complex, loss of connectivity among units in photosystem II, oxidation-reduction of the plastoquinone pool and activity of photosystem I. The genotype with MT-sHSP23.6 sense expression levels was less sensitive to stress from flooding.<hr/>Resumo O alagamento do solo é um estressor ambiental para as culturas e pode afetar o desempenho fisiológico e reduzir a produtividade das culturas. Estresses abióticos causam mudanças na síntese de proteínas, modificando os níveis de uma série de proteínas, em especial as proteínas de choque térmico (HSP) e essas proteínas são conhecidas por proteger as plantas contra estresses abióticos. O objetivo deste estudo foi verificar se as plantas do tomateiro cv. Micro-Tom de distintos genótipos com diferentes níveis de expressão da MT-sHSP23.6 (proteínas mitocondriais de choque térmico com pequena massa molecular), têm diferentes respostas fisiológicas ao alagamento. As plantas de três genótipos (não-transformado, transformado com orientação antisense e transformado com orientação sense para MT-sHSP23.6) foram cultivadas sob condições controladas. Após 50 dias as plantas foram alagadas durante 14 dias. Após esse período as plantas de cada genótipo foram recuperadas. Foram avaliados fluorescência da clorofila, trocas gasosas, índice de clorofila, área foliar e massa seca. O estresse por alagamento afetou a cadeia de transporte de elétrons da fotossíntese, que está relacionado à inativação do complexo de evolução do oxigênio, perda da conectividade entre as unidades do fotossistema II, de oxidação e redução do pool de plastoquinona e atividade do fotossistema I. O genótipo com orientação sense MT-sHSP23.6 foi menos sensível ao estresse por alagamento. <![CDATA[Características anatômicas relacionadas ao estresse em altas densidades populacionais de <em>Typha angustifolia</em> L. (Typhaceae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100052&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Some macrophytes species show a high growth potential, colonizing large areas on aquatic environments. Cattail (Typha angustifolia L.) uncontrolled growth causes several problems to human activities and local biodiversity, but this also may lead to competition and further problems for this species itself. Thus, the objective of this study was to investigate anatomical modifications on T. angustifolia plants from different population densities, once it can help to understand its biology. Roots and leaves were collected from natural populations growing under high and low densities. These plant materials were fixed and submitted to usual plant microtechnique procedures. Slides were observed and photographed under light microscopy and images were analyzed in the UTHSCSA-Imagetool software. The experimental design was completely randomized with two treatments and ten replicates, data were submitted to one-way ANOVA and Scott-Knott test at p&lt;0.05. Leaves from low density populations showed higher stomatal density and index. These modifications on stomatal characteristics were more evident on the leaf abaxial surface. Plants from low density populations showed thicker mesophyll and higher proportion of aerenchymal area. Roots from low density populations showed a higher proportion of the vascular cylinder. Whereas, plants from higher density populations showed greater thickness of the endodermis, exodermis, phloem and root cortex. Higher density populations showed a higher proportion of aerenchymal gaps in the root cortex. Therefore, cattail plants from populations growing under high density population show anatomical traits typical of plants under stress, which promotes the development of less functional anatomical modifications to aquatic environments.<hr/>Resumo Algumas espécies de macrófitas podem apresentar um elevado potencial de crescimento, colonizando extensas áreas de ambientes aquáticos. O crescimento descontrolado da taboa (Typha angustifolia L.) causa problemas para a biodiversidade local e para atividades antrópicas, isso também pode levar à competição e problemas para a própria espécie. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi verificar se ocorrem modificações anatômicas em plantas de Typha angustifolia L. de diferentes densidades populacionais, uma vez que essas podem auxiliar na compreensão da biologia dessa espécie. Raízes e folhas de T. angustifolia foram coletadas de populações naturais com alto e baixo adensamento populacional. Esse material vegetal foi fixado e submetido a procedimentos usuais de microtécnica vegetal. As lâminas foram observadas e fotografadas em microscopia de luz e as imagens analisadas no software UTHSCSA-Imagetool. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com dois tratamentos e dez repetições, os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Scott-Knott para p&lt;0,05. As folhas das populações com baixa densidade demonstraram maior densidade e índice estomáticos. Essas características foram mais evidentes na superfície abaxial em comparação com a superfície adaxial. As plantas de populações com baixo adensamento demonstraram maior espessura do mesofilo e área de aerênquima foliar. As raízes das populações com baixo adensamento demonstraram maior proporção do cilindro vascular. Por outro lado, as plantas de populações com alto adensamento demonstraram maior espessura da endoderme, exoderme, floema e do córtex nas raízes. Populações de alto adensamento demonstraram maior proporção de aerênquima no córtex radicular. Portanto, plantas de taboa sob alto adensamento populacional estão sob estresse o qual promove o desenvolvimento de modificações anatômicas menos funcionais para os ambientes aquáticos. <![CDATA[Mosquitos (Diptera: Culicidae) do período crepuscular em área de Floresta Atlântica no sul do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100060&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Crepuscular period is one of the factors that may influence the biting activity of mosquitoes. Many of these insects have a peak activity in this period. The purpose of this study was to investigate the afternoon crepuscular activity of Culicidae in a remaining area of Atlantic Forest in western Santa Catarina, southern Brazil. Moreover, the possible influence of abiotic factors, the abundance and species richness were verified. In order to better analyze the influence of crepuscular period in specific composition and abundance of mosquitoes, the dusk was divided into three periods: pre-sunset, sunset and post-sunset. At the end of the study, nine hundred and eight four specimens distributed in 12 genera and 23 species were collected. Trichoprosopon pallidiventer (Lutz, 1905) (59.76%), Aedes crinifer (Theobald, 1903) (8.13%), Ae. scapularis (Rondani, 1848) (5.89%) were the most abundant species. Spring time presented the greatest abundance and species richness. During the study, among the three periods evaluated, pre-sunset had the greatest abundance and post-sunset the lowest. Pre-sunset and sunset had the greatest similarity between species. Regarding to the abiotic factors evaluated seven and 15 days before sampling, they did not present significant correlation for the three most abundant species. However, temperature had a positive correlation to these species. Moreover, the correlation between collected species and its possible role as vectors of etiological agents of diseases was discussed.<hr/>Resumo O período crepuscular é um dos fatores que pode influenciar na atividade hematofágica dos mosquitos. Muitos desses insetos iniciam ou terminam suas atividades nesse período. O objetivo deste trabalho foi estudar os Culicidae que ocorrem no crepúsculo vespertino em uma área de Floresta Atlântica no oeste de Santa Catarina, sul do Brasil. Além disso, foi analisada a possível influência de fatores abióticos, bem como abundância e riqueza de espécies. Para melhor avaliar a influência do período crepuscular na composição das espécies e na abundância destas, o crepúsculo foi dividido em três períodos: pré-crepúsculo, crepúsculo e pós-crepúsculo. Ao final do estudo foram coletados 984 exemplares distribuídos em 12 gêneros e 23 espécies. Trichoprosopon pallidiventer (Lutz, 1905) (59,76%), Aedes crinifer (Theobald, 1903) (8,13%) e Ae. scapularis (Rondani, 1848) (5,89%) foram as espécies mais abundantes. A maior abundância e riqueza de espécies se deram na primavera. Dentre os três períodos estudados, o pré-crepúsculo apresentou a maior abundância de mosquitos, em contrapartida, o pós-crepúsculo apresentou a menor abundância. Os períodos pré-crepuscular e crepuscular apresentaram maior similaridade entre si com relação à composição das espécies. Relacionando os fatores abióticos e as três espécies mais abundantes, não foi observada correlação significativa nos dados avaliados nos sete e 15 dias anteriores às coletas. Entretanto, a temperatura apresentou uma correlação positiva para estas três espécies. A relação entre as espécies coletadas e a potencial transmissão de agentes etiológicos causadores de doenças foi comentada. <![CDATA[Fitoterapia na redução da glicemia e do estresse oxidativo testicular resultantes do diabetes experimental: uma revisão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100068&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Oxidative stress plays a main role in the development of diabetes complications. The impairment of gonadal antioxidant potential and endocrine disturbance in diabetic males causes testicular damage and failure in sperm production. Plants have been widely used to control diabetes due their hypoglycemic and antioxidant potential, contributing towards the recovery of testicular function. Current study comprises a review of the literature on the main medicinal plants used in the recovery of testicular oxidative damage in animals with experimental diabetes. Eighteen plant species in the nineteen studies selected from the search strategy were evaluated. Plant extracts were evaluated according to their effects on blood glucose and insulin levels, antioxidant enzymes and oxidant levels, lipid peroxidation, total protein, testosterone levels, gonadosomatic index, diameter of seminiferous tubules, seminiferous epithelium height and integrity, number of germ cells at stage VII and apoptosis in the seminiferous epithelium, sperm production, motility, viability and morphology. After the analysis of the studies, it was observed that plant species, used alone or in combination, may control testicular oxidative damage triggered by diabetes. The antioxidant potential varies among species, with some plants proving to have a better performance in the recovery of reproduction parameters than others.<hr/>Resumo O estresse oxidativo desempenha um dos principais papéis no desenvolvimento das complicações do diabetes. Em machos diabéticos, as alterações ao potencial antioxidante gonadal e os distúrbios endócrinos resultam em danos testiculares e falhas na produção de espermatozoides. Plantas têm sido amplamente utilizadas como um método de controle do diabetes devido aos seus potenciais hipoglicemiante e antioxidante, contribuindo para a recuperação da função testicular. Assim, o objetivo deste estudo é fazer uma revisão da literatura sobre as principais plantas medicinais utilizadas na recuperação de danos oxidativos testiculares em animais induzidos ao diabetes experimental. Nos dezenove estudos selecionados a partir da estratégia de busca, dezoito espécies de plantas foram utilizadas. Os extratos das espécies vegetais foram avaliados de acordo com os seus efeitos nas concentrações de glicose e insulina, níveis das enzimas antioxidantes e dos oxidantes, peroxidação lipídica, quantidade de proteínas totais, níveis de testosterona, índice gonadossomático, diâmetro dos túbulos seminíferos, altura e integridade do epitélio seminífero, número de células germinativas no estágio VII, número de células em apoptose no epitélio seminífero, produção, motilidade, viabilidade e morfologia espermática. Depois das análises aos estudos, foi observado que as espécies vegetais, sozinhas ou em combinação, podem ajudar a controlar os danos oxidativos testiculares desencadeados pelo diabetes. Contudo, o potencial antioxidante varia entre as espécies, algumas tenho uma melhor performance na recuperação dos parâmetros reprodutivos do que outras. <![CDATA[<em>Cotylogaster basiri</em> Siddiqi & Cable, 1960 (Aspidobothrea: Aspidogastridae) em <em>Pogonias cromis</em> (Linnaeus, 1766) (Perciformes: Sciaenidae): primeiro registro para o Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100079&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Up until now, there have been few studies of the helminth fauna of Brazilian populations of Pogonias cromis. In North America, P. cromis is known to be a definitive host of Cotylogaster basiri, although there have been no reports of any species of Cotylogaster infecting fish in Brazil. During necropsies of marine fish obtained from professional fisherman in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, specimens of C. basiri were found in the intestine and rectum of P. cromis. In comparison with previous studies, differences were found in relation to the number of lobes in the buccal disc and the development of the biocellate larvae in the eggs of C. basiri. This is the first report of C. basiri in P. cromis from Brazil, contributing to the understanding of the helminth fauna of this fish from the coastal zone of Brazil.<hr/>Resumo Até a presente data, existem poucos estudos sobre a helmintofauna de Pogonias cromis para o Brasil. Na América do Norte, P. cromis foi registrada como hospedeira de Cotylogaster basiri e, até o presente momento, não existem registros de qualquer espécie de Cotylogaster em peixes no Brasil. Em necropsias de peixes marinhos adquiridos por pescadores profissionais, foram encontrados espécimes de C. basiri no intestino e reto de P. cromis no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Quando comparada com a literatura, foram encontradas diferenças em relação ao número de lobos do funil oral e ao desenvolvimento da larva biocelar dentro dos ovos de C. basiri. Este é o primeiro registro de C. basiri em P. cromis para o Brasil, contribuindo para o conhecimento da helmintofauna desse peixe na costa brasileira. <![CDATA[Avaliação da regeneração do músculo esquelético em modelo experimental após desnutrição]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100083&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this study was to analyze muscle regeneration after cryoinjury in the tibialis anterior muscle of young rats that were malnourished and then recovered. Forty Wistar rats were divided into a nourished group that received a normal protein diet (14% casein) for 90 days and a malnourished and recovered rats group (MR) that was submitted to 45 days of malnutrition with a hypoproteic diet (6% casein) followed by 45 days of a normal protein diet (14% casein). After the recovery period, all of the animals underwent cryoinjury in the right tibialis anterior muscle and euthanasia after 7, 14 and 21 days. The amount of connective tissue and the inflammation area was higher in the malnutrition recovered injury MR group (MRI) at 14 days post-injury (p &lt; 0.05). Additionally, the cross-sectional area (CSA) of the regenerated fibers was decreased in the MRI (p &lt; 0.05). The MyoD and myogenin protein levels were higher in the nourished injury group. Similar levels of TGF-β1 were found between groups. The proposed malnutrition protocol was effective in showing delayed changes in the regeneration process of the tibialis anterior muscle of young rats. Furthermore, we observed a delay in muscle repair even after nutritional recovery.<hr/>Resumo O objetivo do presente estudo foi analisar a regeneração muscular após criolesão no músculo tibial anterior de ratos jovens desnutridos e recuperados. Foram utilizados 40 ratos da linhagem Wistar, divididos em 2 grupos: ratos nutridos receberam dieta normoproteica (14% de caseína) por 90 dias; e ratos desnutridos e recuperado submetidos a duas fases nutricionais pós-desmame, correspondendo a 45 dias de desnutrição com dieta hipoproteica (6% caseína), seguida por 45 dias de dieta normoproteica (14% caseína). Ao completar a fase de recuperação, todos os animais foram submetidos à criolesão no músculo tibial anterior direito e a eutanasia ocorreu 7, 14 e 21 dias após a lesão. A quantidade de tecido conjuntivo e a área de inflamação 14 dias pós-lesão foi maior no grupo desnutrido, recuperado e lesado (MRI – malnourished, recovered and injured group) (p &lt; 0,05). A área de secção transversa (AST) das fibras regeneradas do grupo MRI foi menor (p &lt; 0,05). O conteúdo das proteínas MyoD e Miogenina foi maior no grupo nutridos e lesados. A citocina TGF-β1 não apresentou diferença entre os grupos. O protocolo proposto foi eficaz para demonstrar alterações no processo de regeneração do músculo tibial anterior de ratos jovens, atrasando o reparo muscular mesmo após a recuperação nutricional. <![CDATA[Diversidade de coleópteros em um fragmento do bioma thornscrub e árvores isoladas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100092&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Due to land use change mainly for induced agriculture, Tamaulipan thornscrubin northeast Mexico has been cleared and transformed into small patches of vegetation as small as isolated trees surrounded by agricultural fields. In this study, we explored how tree isolation or growing inside a fragment of remnant vegetation influence diversity of coleopterans in two plant species (Prosopis laevigata (Humb. &amp;Bonpl.exWilld.) M.C. Johnst. (mesquite) and Ebenopsis ebano (Berl.) Barneby (Texas ebony). We found 72 coleopteran morphospecies; fifteen occurred mainly in remnant fragments and ten mainly in isolated trees. There were more insects under isolated mesquites than under those immersed in remnant fragments, while in Texas ebony the highest beetle density for isolated trees coincided with periods of bean and maize in surrounding agriculture.<hr/>Resumo Devido a mudança de uso da terra para induzir principalmente a agricultura, o bioma thornscrub no nordeste México tem sido transformado em fragmentos pequenos como árvores isoladas rodeadas por campos agrícolas. Neste estudo exploramos como o isolamento das árvores influi na diversidade de coleópteros em duas espécies de plantas (Prosopis laevigata (Humb. &amp; Bonpl.ex Willd) M.C. Johnst. (mesquite) e Ebenopsis ebano (Berl.) Barneby (Texas ebony). Encontramos 72 morfospecies do coleópteros; quinze ocorreram principalmente em fragmentos remanescentes e dez em árvores isoladas. No estudo houve mais insetos nas “mesquite” isoladas do que nos fragmentos remanescentes do bioma thornscrub, enquanto que em “Texas ebony” a densidade alta de coleópteros para árvores isoladas coincidiu com períodos de produção de feijão e milho na agricultura ao redor. <![CDATA[Síndrome da morte das pastagens: Alterações teciduais em <em>Urochloa hybrida</em> cv. Mulato II e <em>Urochloa brizantha</em> cv. Marandu]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The quality of forage production is a prerequisite to raising livestock. Therefore, income losses in this activity, primarily cattle raising, can result in the impossibility of economic activity. Through the qualitative and quantitative anatomical study of Urochloa hybrida cv. Mulato II and U. brizantha cv. Marandu, we searched for descriptions and compared changes in the individual vegetative body from populations with death syndrome pastures (DPS). Specimens were collected at different physiological stages from farms in northern Mato Grosso. After collection, the individuals were fixed in FAA50 and stored in 70% alcohol. Histological slides were prepared from the middle third of the sections of roots, rhizomes, and leaves, and the proportions and characteristics of tissues were evaluated in healthy, intermediate, and advanced stages of DPS. Changes were compared between cultivars. With the advancement of the syndrome, the following changes were observed: a more marked decrease in the length of roots in U. hybrida; disorganization of the cortical region of the roots and rhizome cultivars; fungal hyphae in roots and aerenchyma formation in U. hybrida; a decrease in sclerenchyma fiber proportions in roots and leaves; sclerification of the epidermis of U. brizantha rhizomes; and an increase in pericyclic fibers in U. hybrida. Furthermore, there was a decrease in the volume of epidermal cells of the abaxial face of the leaves of both cultivars, with a greater reduction in U. hybrida; a gradual decrease in thickness in the midrib of leaves similar to leaf mesophyll; conduction system obstructions; partial or total cell lysis in roots and rhizomes affected by the syndrome. Obstructions in sieve tube element and companion cells, and sometimes obstruction in xylem vessel elements. The evolution of DPS in cultivars was similar, but there were variations, arising probably from the physiological response to stress, such as aerenchyma formation in the root and increased pericycle in the rhizome of U. hybrida.<hr/>Resumo A produção de forragem de qualidade é um pressuposto indispensável à atividade pecuária moderna. Dessa forma, perdas de rendimento nesta atividade preliminar à criação bovina, podem inviabilizar esta atividade econômica. Através de estudos anatômicos qualitativos e quantitativos em Urochloa hybrida cv. Mulato II e U. brizantha cv. Marandu buscou-se descrever e comparar as alterações do corpo vegetativo de indivíduos de populações que apresentam síndrome da morte das pastagens (SMP). Foram coletados indivíduos em estádios morfológicos distintos em propriedades rurais no norte de Mato Grosso, Amazônia Meridional. Após a coleta, os indivíduos foram fixados em FAA50 e armazenados em álcool 70%. Lâminas histológicas foram confeccionadas a partir de secções do terço médio de raízes, rizomas e folhas, onde foram avaliadas as características e proporções dos tecidos em indivíduos saudáveis, indivíduos em estádio intermediário e também em estádio mais avançado da SMP, bem como comparadas as alterações entre as duas cultivares. Com o avanço da síndrome verificou-se diminuição mais acentuada da extensão de raízes em U. hybrida. A região cortical das raízes e do rizoma das cultivares exibiu desorganização, sendo observada nas raízes a presença de hifas fúngicas e a formação de aerênquima em U. hybrida. As proporções de fibras esclerenquimáticas diminuíram nas raízes e folhas. No rizoma, a epiderme de U. brizantha apresentou esclerificação e U. hybrida exibiu aumento da quantidade de fibras pericíclicas. Houve diminuição do volume das células epidérmicas da face abaxial das folhas de ambas as cultivares, com maior diminuição em U. hybrida. A região da nervura central das folhas apresentou gradativa diminuição com espessura similar ao mesofilo foliar. O sistema de condução apresentou obstruções, onde elementos de tubo crivado e células companheiras do floema das raízes e rizomas afetados pela síndrome exibiram parcial ou total lise celular e os elementos de vaso do xilema por vezes se mostraram obstruídos. A evolução da SMP nas cultivares estudadas é semelhante, contudo houve variações decorrentes provavelmente da resposta fisiológica ao estresse, como a formação de aerênquima na raiz, alteração e aumento da espessura do periciclo do rizoma de U. hybrida. <![CDATA[Distribuição e flutuação de notonectídeos (Notonectidae) em um lago tropical raso e a predação sobre microcrustáceos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100108&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Notonectids are widely distributed in freshwaters and can prey on zooplankton in temperate lakes. However, its role in structuring the zooplankton community is unknown in tropical lakes. Thus, our objective was to study the notonectid Martarega uruguayensis in a Brazilian tropical shallow lake to evaluate its potential as a zooplankton predator. Its horizontal distribution was analized in the lake throughout one year in fortnightly samplings. Backswimmers were more abundant (mean density 162.9 ± 25.8 ind.m–2) in the cool-dry season, with a strong preference by the littoral zone (mean density 139.9 ± 17.5 ind.m–2). Laboratory experiments were undertaken with young and adult notonectid and the two most abundant cladocerans, Daphnia gessneri and Ceriodaphnia richardi, as prey. Predation by backswimmers in the laboratory showed that only juveniles fed on microcrustaceans (mean ingestion rate of 1.2 ± 0.2 Daphnia and 1.0 ± 0.2 Ceriodaphnia per predator per hour), without size selectivity. Adult insects probably have difficulties in detecting and manipulating small planktonic organisms. On the other hand, young instars might influence zooplankton community, especially in the littoral zone of the lake. This study does contribute to a better understanding of trophic interactions in tropical shallow lakes and is the first to investigate the predation of a notonectid on microcrustaceans from Lake Monte Alegre.<hr/>Resumo Notonectídeos são amplamente distribuídos em águas continentais e podem predar zooplâncton em lagos temperados. Porém, seu papel na estruturação de comunidades zooplanctônicas é desconhecido em lagos tropicais. Então, nosso objetivo foi estudar o notonectídeo Martarega uruguayensis em um lago tropical raso brasileiro para avaliar seu potencial como predador do zooplâncton. Sua distribuição horizontal foi analisada no lago durante um ano em coletas quinzenais. Os notonectídeos foram mais abundantes (densidade média 162,9 ± 25,8 ind.m–2) na estação fria-seca, com nítida preferência pela zona litorânea (densidade média 139,9 ± 17,5 ind.m–2). Foram feitos experimentos de laboratório com jovens e adultos de notonectídeo e as duas espécies de cladóceros mais abundantes, Daphnia gessneri and Ceriodaphnia richardi, como presas. No laboratório, somente os jovens predaram os microcrustáceos (taxa média de ingestão 1,2 ± 0,2 Daphnia e 1,0 ± 0,2 Ceriodaphnia por predador por hora), sem haver seletividade. Os insetos adultos provavelmente têm dificuldade em detectar e manipular pequenos organismos planctônicos. Por outro lado, os estádios jovens podem influenciar a comunidade zooplanctônica, especialmente na zona litorânea do lago. Esse estudo contribui para uma melhor compreensão sobre interações tróficas em lagos tropicais rasos e é o primeiro a investigar a predação de um notonectídeo sobre microcrustáceos do Lago Monte Alegre. <![CDATA[Avaliação do padrão espacial da qualidade da água de um rio no Sul do Brasil por meio da análise multivariada de indicadores biológico e químicos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100118&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This study assessed the genotoxicity and chemical quality of the Rio dos Sinos, southern Brazil. During two years, bimonthly, cuttings of Tradescantia pallida var. purpurea with flower buds were exposed to river water samples from Caraá, Santo Antônio da Patrulha, Taquara and Campo Bom, which are municipalities located in the upper, middle and lower stretches of the Rio dos Sinos basin. Simultaneously, chemical parameters were analyzed, rainfall data were surveyed and negative (distilled water) and positive (0.1% formaldehyde) controls were made. Micronuclei (MCN) frequencies were determined in tetrads of pollen grain mother cells. From the upper stretch toward the lower, there was an increase in the frequency of MCN and in concentrations of chemical parameters. Cadmium, lead, copper, total chromium and zinc were present at the four sites and a concentration gradient was not demonstrated along the river. The multivariate analysis revealed that two principal components exist, which accounted for 62.3% of the observed variances. Although genotoxicity was observed in Santo Antônio da Patrulha, the water presented higher mean values for most of the assessed parameters, in the lower stretch, where urbanization and industrialization are greater. The spatial and temporal pattern of water quality observed reinforces the importance of considering the environmental factors and their effects on organisms in an integrated way in watercourse monitoring programs.<hr/>Resumo Este estudo avaliou a genotoxicidade e a qualidade química do Rio dos Sinos, Sul do Brasil. Durante dois anos, com periodicidade bimensal, ramos de Tradescantia pallida var. purpurea com botões florais foram expostos a amostras de água do rio de Caraá, Santo Antônio da Patrulha, Taquara e Campo Bom, municípios localizados nos trechos superior, médio e inferior da Bacia do Rio dos Sinos. Simultaneamente, foram analisados parâmetros químicos, levantados dados de precipitação e realizados controles negativos (água destilada) e positivos (0,1% formaldeído). Frequências de micronúcleos (MCN) foram determinadas em tétrades de células-mãe de grão de pólen. Do trecho superior em direção ao inferior, foi observado aumento da frequência de MCN e na concentração de parâmetros químicos. Cádmio, chumbo, cobre, cromo total e zinco estiveram presentes nos quatro pontos amostrais, sem apresentar um gradiente de concentração ao longo do rio. A análise multivariada demonstrou a existência de dois componentes principais que explicaram 62,3% das variâncias observadas. Embora em Santo Antônio da Patrulha tenha sido observada genotoxicidade, a água do Rio dos Sinos apresentou valores médios superiores para a maioria dos parâmetros avaliados no trecho inferior, onde a urbanização e a industrialização são maiores. O padrão espacial e temporal de qualidade da água observado reforça a importância de considerar os fatores ambientais e seus efeitos nos organismos de forma integrada em programas de monitoramento de cursos hídricos. <![CDATA[Primeiros relatos forenses de atividade de térmitas em ossos humanos não fossilizados no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100127&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this study was to describe the first records of termite activity on non-fossilized human bones in Brazil. The cases reported in this study resulted from forensic analysis of six human skeletons found in northeastern Brazil between 2012 and 2014. Traces of tunnels and nests commonly produced by termites were found on several human bone surfaces as well as the specimens and characteristic signs of osteophagic activity. In four cases, the species were identified: Amitermes amifer Silvestri, 1901, Nasutitermes corniger (Motschulsky, 1855) (on two skeletons), and Microcerotermes indistinctus Mathews, 1977. In two other cases, the activity of termites on bone surfaces was evidenced by remains of nests and tunnels produced by these insects. At least in the samples of human remains available for this report, the number of termites collected was greater on bones found during autumn, the rainy season in the Northeast of Brazil. The human bones examined showed termites like insects with lots of strength at bone degradation, capable of continuing the process of decomposition of human remains even in completely skeletonized bodies.<hr/>Resumo O objetivo deste estudo foi descrever os primeiros relatos de atividade de térmitas em ossos humanos não fossilizados, no Brasil. Os casos relatados neste estudo resultaram da análise pericial de seis esqueletos humanos encontrados no Nordeste do Brasil, entre os anos de 2012 e 2014. Vestígios de túneis e ninhos comumente produzidos por cupins foram encontrados em várias superfícies dos ossos humanos, bem como a presença de espécimes e característicos sinais de atividade osteofágica. Em quatro casos, foram identificadas as espécies: Amitermes amifer Silvestri, 1901, Nasutitermes corniger (Motschulsky, 1855) – em duas ossadas, e Microcerotermes indistinctus Mathews, 1977. Em dois outros casos, a atividade de cupins sobre superfícies ósseas foi evidenciada pelos restos de ninhos e túneis produzidos por esses insetos. Pelo menos nas amostras de restos humanos disponíveis para o presente estudo, o número de térmitas recolhido foi maior em ossos encontrados durante o outono, a estação chuvosa no Nordeste do Brasil. Os ossos humanos analisados ​​apresentaram cupins como insetos com muita força na degradação óssea, com capacidade de prosseguir o processo de decomposição de restos humanos, mesmo em corpos completamente esqueletizados. <![CDATA[Intestino médio do diplópodo <em><underline>Urostreptus atrobrunneus</underline></em>: estrutura, função e redefinição das células hepáticas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100132&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Diplopods are considered important macroarthropods the soil as part of its maintenance and balance. These animals usually do not occur in high densities, but population explosions caused by environmental disturbances, climate changes, and use of pesticides that eliminate possible competitors, have been reported. The millipede Urostreptus atrobrunneus Pierozzi and Fontanetti, 2006 have become a nuisance to humans in infestation sites in urban centers of the state of Sao Paulo, Brazil. As a contribution to the understanding of this potential pest, this study describes the histology, histochemistry, and ultrastructure of the U. atrobrunneus midgut, and presents the redefinition of hepatic cells somewhat controversial in the literature. The region of the midgut is characterized by the absence of a cuticular intima, and composed of a pseudostratified epithelium on a thick basal membrane, followed by a muscle layer, a layer of hepatic cells, lined by an external membrane. The morphology observed in U. atrobrunneus is similar to that reported for other species of diplopods. The hepatic cells have been previously described as randomly without forming a layer, however, the present results clearly demonstrate that these cells form a continuous layer over the whole midgut.<hr/>Resumo Diplópodos são considerados importantes macro-artrópodes do solo, uma vez que participam de sua manutenção e equilíbrio. Comumente estes animais não apresentam população numerosa, porém há relatos de explosões populacionais ocasionadas por desequilíbrios ambientais, mudanças climáticas e utilização de pesticidas que eliminam possíveis competidores. O milípede Urostreptus atrobrunneus Pierozzi e Fontanetti, 2006, têm apresentado pontos de infestação em centros urbanos, do estado de São Paulo, Brasil, causando muitos transtornos à população humana. Com objetivo de contribuir para o conhecimento desta potencial praga, este trabalho apresenta a descrição histológica, histoquímica e ultra-estrutural do intestino médio do milípede U. atrobrunneus, bem como apresenta a redefinição das células hepáticas, um tanto controversa na literatura pertinente. A região do intestino médio é caracterizada pela ausência da íntima cuticular, sendo formado por um epitélio pseudoestratificado, apoiado por uma membrana basal espessa, seguido de uma camada muscular, uma camada de células hepáticas, revestido por uma membrana externa. A morfologia observada neste trabalho assemelha-se bastante com as descrições de outras espécies de diplópodos estudadas até o momento. As células hepáticas foram previamente descritas como dispostas aleatoriamente sem a formação de uma camada, contudo, os presentes resultados demonstram claramente que estas células formam uma camada contínua ao longo de todo o intestino médio. <![CDATA[Anatomia e análise micromorfométrica foliar de <em>Catasetum x apolloi</em> Benelli & Grade com adição de silicato de potássio em diferentes fontes de luz]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100140&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The aim of this study was to compare vitroplants Catasetum x apolloi grown under natural light and artificial light and different concentrations of potassium silicate, providing data on the anatomical differentiation that aids the acclimatization process of this species. Plants from in vitro seeding were used; 5 protocorms of approximately 0.5 cm were inoculated into vials with a capacity of 500 mL containing 100 mL of alternative culture medium plus potassium silicate (0.0, 0.5; 1.0 mL L–1), pH adjusted to 5.5 ± 0.5 and gelated with 4GL–1 agar before the autoclaving process. Cultures were maintained under natural light (TNE) and artificial light (TAE) for 90 days, and micromorphometric analysis was performed for polar and equatorial diameter, density and stomatal index, blade thickness in the central rib, and secondary veins. Applications in K2SiO4 alternative medium provided the following: elongation of the hypodermis, thicker mesophyll, and more prominent midrib; elipptical guard cells; formation of epistomatal chamber; and lower stomatal density and stomatal with lower equatorial and polar diameters. The conditions that favored the acclimatization were lower light intensities and lower potassium silicate doses.<hr/>Resumo O objetivo desse trabalho foi comparar vitroplantas de Catasetum x apolloi cultivadas sob luz natural e luz artificial e diferentes concentrações de silicato de potássio, fornecendo dados sobre diferenciação anatômica que auxiliem no processo de aclimatação dessa espécie. Utilizou-se plantas provenientes da semeadura in vitro, 5 protocormos de aproximadamente 0,5 cm foram inoculados em frascos com capacidade para 500 mL contendo 100 mL de meio de cultura alternativo, acrescido de silicato de potássio (0,0; 0,5; 1,0 mL L–1), pH ajustado para 5,5 ±0,5 e gelificado com 4gL–1 de ágar antes do processo de autoclavagem. As culturas foram mantidas sob luz natural (TAA) e luz artificial (TAN) por 90 dias, e feitas análises micromorfométricas (diâmetro polar e equatorial, densidade e índice estomático, espessura do limbo na nervura central e nervuras secundárias). As aplicações de K2SiO4 em meio alternativo, propiciaram: alongamento da hipoderme; mesofilo mais espesso e nervura central mais proeminente; células guardas elípticas; formação de câmaras supraestomáticas; menor densidade estomática e estômatos com menores diâmetros equatorial e polar. As condições que podem favorecer a aclimatação são menores intensidades de luz e menores doses de silicato de potássio. <![CDATA[Efeito antiproliferativo e genotóxico de aditivos alimentares de aroma e sabor sintéticos, dos tipos idêntico ao natural e artificial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100150&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This study aimed to analyze the antiproliferative and genotoxic potential of synthetic food flavorings, nature identical passion fruit and artificial vanilla. This assessment used root meristem cells of Allium cepa L., in exposure times of 24 and 48 hours and using doses of 0.2; 0.4 and 0.6 mL. Roots were fixed in Carnoy’s solution, hydrolyzed in hydrochloric acid, stained with acetic orcein and analyzed with optical microscope at 400× magnification, 5,000 cells for each treatment. For data analysis, it was used Chi-square test at 5%. Doses of 0.2 mL at ET 48 h; 0.4 and 0.6 mL at ET 24 and 48 h of passion fruit flavor, and the three doses of the vanilla flavor at ET 24 and 48 h significantly reduced the cell division rate in the meristems of roots, proving to be cytotoxic. Doses of 0.2; 0.4 and 0.6 mL of the passion fruit additive, and the three doses of vanilla tested, in the two exposure times, induced mitotic spindle changes and micronuclei formation in the cells of the test organism used, proving to be genotoxic. Therefore, under the studied conditions, flavoring solutions of vanilla and passion fruit, marketed nationally and internationally, significantly altered the functioning of the cell cycle in root meristem cells of A. cepa.<hr/>Resumo Neste trabalho teve-se por objetivo analisar o potencial antiproliferativo e genotóxico de aromatizantes alimentares sintéticos, idêntico ao natural de Maracujá, e artificial de Baunilha. Esta avaliação foi realizada por meio das células meristemáticas de raízes de Allium cepa L., nos tempos de exposição de 24 e 48 horas e nas doses de 0,2; 0,4 e 0,6 ml. As raízes foram fixadas em solução de Carnoy, hidrolisadas em ácido clorídrico e coradas com orceína acética. Analisou-se, em microscópio óptico em aumento de 400×, 5.000 células por grupo tratamento, e utilizou-se o teste estatístico Qui-quadrado a 5% para análise dos dados. Verificou-se que as doses de 0,2 ml, no TE 48 h; 0,4 e 0,6 ml, nos TE 24 e 48 h, do aromatizante de Maracujá, e as três doses analisadas, nos TE 24 e 48 h, do aditivo de Baunilha reduziram significativamente o índice de divisão celular dos meristemas de raízes, mostrando-se citotóxicas. As doses 0,2; 0,4 e 0,6 ml do aditivo de Maracujá, e a de 0,6 ml do aromatizante de Baunilha, nos dois tempos de exposição considerados, induziram alterações de fuso mitótico e micronúcleos as células do organismo de prova utilizado, mostrando-se genotóxicas. Portanto, nas condições analisadas, as soluções aromatizantes de Baunilha e Maracujá, comercializadas nacional e internacionalmente, alteraram significativamente o funcionamento do ciclo celular das células meristemáticas de raízes de A. cepa. <![CDATA[Toxicidade do óleo essencial de cravo e seu éster acetato de eugenila contra <em>Artemia salina</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100155&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The production of compounds via enzymatic esterification has great scientific and technological interest due to the several inconveniences related to acid catalysis, mainly by these systems do not fit to the concept of “green chemistry”. Besides, natural products as clove oil present compounds with excellent biological potential. Bioactives compounds are often toxic at high doses. The evaluation of lethality in a less complex animal organism can be used to a monitoring simple and rapid, helping the identification of compounds with potential insecticide activity against larvae of insect vector of diseases. In this sense, the toxicity against Artemia salina of clove essential oil and its derivative eugenyl acetate obtained by enzymatic esterification using Novozym 435 as biocatalyst was evaluated. The conversion of eugenyl acetate synthesis was 95.6%. The results about the evaluation of toxicity against the microcrustacean Artemia salina demonstrated that both oil (LC50= 0.5993 µg.mL–1) and ester (LC50= 0.1178 µg.mL–1) presented high toxic potential, being the eugenyl acetate almost 5 times more toxic than clove essential oil. The results reported here shows the potential of employing clove oil and eugenyl acetate in insecticide formulations.<hr/>Resumo A produção de compostos via esterificação enzimática possui grande interesse científico e tecnológico devido às inúmeras inconveniências relacionadas com a catálise ácida, principalmente por estes sitemas não se adequarem ao atual termo “tecnologias limpas”. Além disso, produtos naturais como o óleo de cravo, apresentam compostos com excelentes potenciais biológicos. Compostos bioativos são quase sempre tóxicos em altas doses. A avaliação da letalidade em um organismo animal menos complexo pode ser usada para um monitoramento simples e rápido, servindo também para a identificação de compostos com potencial atividade inseticida contra larvas de insetos vetores de doenças. Neste sentido, foi determinada a toxicidade frente a Artemia salina do óleo essencial de cravo e do seu derivado acetato de eugenila obtido por esterificação enzimática com lipase Novozym 435. A conversão da reação de síntese de acetato de eugenila foi de 95,6%. Os resultados referentes à avaliação da toxicidade frente ao microcrustáceo Artemia salina demonstraram que tanto o óleo (LC50= 0,5993 µg.mL–1) quanto o éster (LC50= 0,1178 µg.mL–1) apresentam elevado potencial toxicológico, sendo que o éster apresenta aproximadamente 5 vezes mais toxicidade em relação ao óleo. Estes resultados demonstram o potencial emprego do óleo de cravo e de acetato de eugenila em formulações de inseticidas. <![CDATA[Parâmetros reprodutivos de <em>Phytoseiulus macropilis</em> (Banks) predando <em>Tetranychus urticae</em> Koch (Acari: Phytoseiidae, Tetranychidae) em laboratório]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100162&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Predatory mites that belong to the Phytoseiidae family are one of the main natural enemies of phytophagous mites, thus allowing for their use as a biological control. Phytoseiulus macropilis (Banks, 1904) (Acari: Phytoseiidae) is among the main species of predatory mites used for this purpose. Tetranychus urticae Koch, 1836 (Acari: Tetranychidae) is considered to be one of the most important species of mite pests and has been described as attacking over 1,100 species of plants in 140 families with economic value. The objective of the present study was to investigate, in the laboratory, the reproductive parameters of the predatory mite P. macropilis when fed T. urticae. Experiments were conducted under laboratory conditions at 25 ± 2 °C of temperature, 70 ± 10% RH and 14 hours of photophase. In addition, biological aspects were evaluated and a fertility life table was established. The results of these experiments demonstrated that the longevity of adult female was 27.5 days and adult male was 29.0 days. The population was estimated to increase approximately 27 times (Ro) in mean generation time (T), which was 17.7 days. Lastly, the mite population grew 1.2 times/day (λ) and doubled every 3.7 days (TD).<hr/>Resumo Os ácaros predadores pertencentes à família Phytoseiidae constituem um dos principais inimigos naturais de ácaros fitófagos, o que possibilita o seu uso em controle biológico. Entre as principais espécies destaca-se Phytoseiulus macropilis (Banks, 1904) (Acari: Phytoseiidae). O ácaro Tetranychus urticae Koch, 1836 (Acari: Tetranychidae) é considerado uma das espécies de ácaros-praga mais importantes, atacando mais de 1.100 espécies de plantas em 140 famílias de valor econômico. Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar, em laboratório, os parâmetros reprodutivos do ácaro predador P. macropilis, quando alimentado com T. urticae. Os estudos foram conduzidos em laboratório à temperatura de 25 ± 2 °C, 70 ± 10% de UR e 14 horas de fotofase e foram avaliados os aspectos biológicos e confeccionada a tabela de vida de fertilidade. Foi constatada uma longevidade de 27,5 dias para fêmeas adultas e 29,0 dias para machos. A população foi estimada em aumentar aproximadamente 27 vezes (Ro) no período médio de duração de geração (T) que foi de 17,7 dias. A população do ácaro cresceu 1,2vezes/dia (λ) e dobrou a cada 3,7 dias (TD). <![CDATA[<em>Neolasioptera pantaneira</em>, uma nova espécie de Cecidomyiidae (Diptera) associada com <em>Aeschynomene denticulata</em> (Fabaceae) do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100170&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract A new species of gall midge that induces stem galls on Aeschynomene denticulata (Fabaceae) is described based on material collected in Pantanal (Mato Grosso do Sul, Brazil). This species is unique among the Brazilian congeners in having spatula with three convex teeth, cruciate, with defined anterolateral extensions, four lateral papillae on each side of the spatula, and three pairs of terminal papillae (larva), four-segmented palpi (adult), 17 flagellomeres (female), ovipositor about 11 times length of seventh tergite.<hr/>Resumo Uma nova espécie de Cecidomyiidae que induz galhas caulinares em Aeschynomene denticulata (Fabaceae) é descrita com base em material coletado no Pantanal (Mato Grosso do Sul, Brasil). Esta espécie é única entre as congenéricas brasileiras por possuir espátula com três dentes convexos, com extensões anterolaterais cruzadas e bem definidas, quatro papilas laterais de cada lado da espátula e três pares papilas terminais (larva), palpos com quatro segmentos (adulto), 17 flagelômeres (fêmeas), ovipositor cerca de 11 vezes mais longo que o sétimo tergito. <![CDATA[Assembleia de formigas (Hymenoptera: Formicidae) de três parques eólicos do estado do Paraná, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100176&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The transformation of natural habitats into areas destined to agriculture or projects of energy production has generated a growing concern about the impact on biological diversity. Thus, this study evaluated the diversity of ants in agroecosystems in the area of direct influence of three wind farms in the municipality of Marmeleiro, State of Paraná and examined the association of occurrences with sampling periods. To this end, four samplings were conducted in 2013, one per season. Pitfalls, Malaise trap and Net sweep were used. The assemblages were characterized and compared using richness and number of occurrences of ants. Chao 2 estimates were calculated and a comparison (rarefaction analysis) of the assemblages was performed. The association of the species with the samples was evaluated by a Principal Component Analysis (PCA). Altogether, there were 1,576 occurrences of ants, totaling 55 species. The obtained estimate indicated that richness may be up to 35% higher. Our study adds important information about richness and occurrence of ants in a region poorly analyzed for this group. Most of all, it presents a survey of species occurring in agricultural ecosystems that may serve as a parameter for future evaluations when wind farms are installed.<hr/>Resumo A transformação de ambientes naturais em áreas agrícolas ou ocupadas por empreendimentos voltados à produção de energia tem gerado uma crescente preocupação com o impacto causado por estas atividades sobre a diversidade biológica. Por isso, este estudo teve como objetivo avaliar a diversidade de formigas em agroecosistemas, na área de influência direta de três parques eólicos no município de Marmeleiro, Paraná e analisou a associação das ocorrências com os períodos das amostras. Para tanto, foram realizadas quatro amostragens durante o ano de 2013, uma por estação. Foram empregados pitfall, armadilha Malaise e rede de varredura. As assembleias foram caracterizadas e comparadas através da riqueza e do número de ocorrências das formigas. Foram construídas estimativas (Chao 2) e um comparativo (análise de rarefação) para as assembleias. A associação das espécies com as amostras foi avaliada através de uma Análise de Componentes Principais (PCA). Ao todo foram registradas 1.576 ocorrências de formigas, totalizando 55 espécies. A estimativa obtida indica que a riqueza pode ser até 35% maior. O estudo acrescenta informações importantes sobre a riqueza e ocorrências de formigas para uma região com poucos estudos deste grupo. Apresenta, sobretudo, um inventário de espécies presentes em agroecossistemas que poderá servir de parâmetro para avaliações futuras quando os parques eólicos estiverem instalados. <![CDATA[Avaliação da contaminação por tributil-estanho baseada em imposex em <em>Stramonita rustica</em> (Mollusca: Gastropoda) ao longo do Litoral Sul da Bahia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100185&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract This study investigated the effects of tributyltin (TBT) on the morphology of the genital system of the gastropod Stramonita rustica in southern Bahia, Brazil. For this, 330 specimens were collected during the summer of 2014 at eight sampling points to ascertain whether male sex organs had developed in addition to the complete female genital tract in females (= imposex). The analyses were made under a stereoscopic microscope. Imposex and their associated indexes, and the sterile females, exhibited the highest rates in harbors and shipyards areas. Despite the total ban of TBT in anti-fouling paints on a global scale since 2003, the results of this and other studies indicate the continued use of those paints on the Brazilian coast. This shows the inefficiency of existing legislation and the need to strengthen enforcement of the ban.<hr/>Resumo Este estudo investigou os efeitos de tributil-estanho (TBT) sobre a morfologia do sistema genital do gastrópode Stramonita rustica (Lamarck, 1822) no Litoral Sul da Bahia, Brasil. Para isso, 330 espécimens foram coletados durante o verão de 2014 em oito pontos de amostragem, para verificar se os órgãos sexuais masculinos tinham se desenvolvido para além do trato genital feminino completo (= imposex). As análises foram feitas sob um microscópio estereoscópico. O imposex e seus índices associados, assim como as fêmeas estéreis, apresentaram as maiores taxas em áreas portuárias e estaleiros. Apesar da proibição total do TBT em tintas anti-incrustantes em escala global desde 2003, os resultados deste e de outros estudos indicam a continuidade de uso dessas tintas na costa brasileira. Isso mostra a ineficácia da legislação vigente e reforça a necessidade de se cumprir integralmente o banimento. <![CDATA[Resposta fisiológica do mexilhão invasor <em>Limnoperna fortunei</em> (Dunker, 1857) (Bilvalvia: Mytilidae) submetido ao transporte e condições experimentais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100191&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Successful animal rearing under laboratory conditions for commercial processes or laboratory experiments is a complex chain that includes several stressors (e.g., sampling and transport) and incurs, as a consequence, the reduction of natural animal conditions, economic losses and inconsistent and unreliable biological results. Since the invasion of the bivalve Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) in South America, several studies have been performed to help control and manage this fouling pest in industrial plants that use raw water. Relatively little attention has been given to the laboratory rearing procedure of L. fortunei, its condition when exposed to a stressor or its acclimation into laboratory conditions. Considering this issue, the aims of this study are to (i) investigate L. fortunei physiological responses when submitted to the depuration process and subsequent air transport (without water/dry condition) at two temperatures, based on glycogen concentrations, and (ii) monitor the glycogen concentrations in different groups when maintained for 28 days under laboratory conditions. Based on the obtained results, depuration did not affect either of the groups when they were submitted to approximately eight hours of transport. The variation in glycogen concentration among the specimens that were obtained from the field under depurated and non-depurated conditions was significant only in the first week of laboratory growth for the non-depurated group and in the second week for the depurated group. In addition, the tested temperature did not affect either of the groups that were submitted to transport. The glycogen concentrations were similar to those of the specimens that were obtained from the field in third week, which suggests that the specimens acclimated to laboratory conditions during this period of time. Thus, the results indicate that the air transport and acclimation time can be successfully incorporated into experimental studies of L. fortunei. Finally, the tolerance of L. fortunei specimens to the stressor tested herein can help us understand the invasive capacity of this mussel during the establishment process.<hr/>Resumo A criação bem sucedida de animais em condições de laboratório para processos comerciais ou experimentais é uma cadeia complexa que inclui vários fatores de estresse (ex. coleta e transporte) que tem como consequência a redução das condições naturais do animal, prejuízos econômicos e resultados biológicos inconsistentes. Desde a invasão do bivalve Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) na América do Sul, vários estudos têm sido realizados para ajudar no controle e gestão dessa praga em plantas industriais que utilizam água. Relativamente pouca atenção tem sido dada ao processo de criação de L. fortunei em laboratório, sua condição quando exposta ao estresse e sua aclimatação a condições de laboratório. Considerando estes aspectos, os objetivos deste estudo foram: (i) investigar as respostas fisiológicas de L. fortunei submetidos ao processo de depuração e subsequente transporte (sem água/condição seca) em duas temperaturas, analisando as diferentes concentrações de glicogênio e (ii) monitorar as concentrações de glicogênio nos diferentes grupos, quando mantidos por 28 dias em condições de laboratório. Com base nos resultados obtidos, a depuração não afetou nenhum grupo quando eles foram submetidos a oito horas de transporte. A variação da concentração de glicogênio entre os espécimes do campo quando depurados e não depurados, foi significativa apenas em relação à primeira semana em laboratório para o grupo não depurado e à segunda semana para o grupo depurado. Além disto, a temperatura testada não afetou os grupos submetidos ao transporte. As concentrações de glicogénio foram semelhantes as dos espécimes do campo a partir da terceira semana, o que sugere que os espécimes estão aclimatados às condições de laboratoriais neste período de tempo. Assim, os resultados indicam que o transporte ao ar e o tempo de aclimatação podem ser incorporados com sucesso aos estudos experimentais com L. fortunei. Finalmente, o conhecimento sobre a tolerância de L. fortunei ao estresse pode ajudar a entender a capacidade invasiva deste durante o processo de estabelecimento. <![CDATA[Correlações ecomorfológicas de vinte espécies de peixes dominantes em lagos de várzea da Amazônia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100199&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Fishes inhabiting Amazonian floodplain lakes exhibits a great variety of body shape, which was a key advantage to colonize the several habitats that compose these areas adjacent to the large Amazon rivers. In this paper, we did an ecomorphological analysis of twenty abundant species, sampled in May and August 2011, into two floodplain lakes of the lower stretch of the Solimões River. The analysis detected differences among species, which could be probably associated with swimming ability and habitat use preferences.<hr/>Resumo Os peixes que habitam os lagos de várzea da Amazônia apresentam morfologias bastante diversas, possibilitando a exploração bem sucedida dos diferentes habitats que formam estas áreas adjacentes aos grandes rios amazônicos. Neste artigo, relatamos os resultados de uma análise ecomorfológica de vinte espécies abundantes, coletadas em maio e agosto de 2011, em dois lagos das várzeas do trecho inferior do rio Solimões. As analises indicaram diferenças entre as espécies como função do atributos ecomorfológicos, provavelmente associadas com a capacidade natatória e com preferências por habitat. <![CDATA[Aspects of the color evolution after the imaginal molt of <em>Pachycoris torridus</em> (Scopoli, 1772) (Hemiptera: Scutelleridae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100207&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Fishes inhabiting Amazonian floodplain lakes exhibits a great variety of body shape, which was a key advantage to colonize the several habitats that compose these areas adjacent to the large Amazon rivers. In this paper, we did an ecomorphological analysis of twenty abundant species, sampled in May and August 2011, into two floodplain lakes of the lower stretch of the Solimões River. The analysis detected differences among species, which could be probably associated with swimming ability and habitat use preferences.<hr/>Resumo Os peixes que habitam os lagos de várzea da Amazônia apresentam morfologias bastante diversas, possibilitando a exploração bem sucedida dos diferentes habitats que formam estas áreas adjacentes aos grandes rios amazônicos. Neste artigo, relatamos os resultados de uma análise ecomorfológica de vinte espécies abundantes, coletadas em maio e agosto de 2011, em dois lagos das várzeas do trecho inferior do rio Solimões. As analises indicaram diferenças entre as espécies como função do atributos ecomorfológicos, provavelmente associadas com a capacidade natatória e com preferências por habitat. <![CDATA[Occurrence of the Afro-Asian species <em>Mesocyclops ogunnus</em> Onabamiro, 1957 (Crustacea: Copepoda) in the Amazon River basin]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100209&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Fishes inhabiting Amazonian floodplain lakes exhibits a great variety of body shape, which was a key advantage to colonize the several habitats that compose these areas adjacent to the large Amazon rivers. In this paper, we did an ecomorphological analysis of twenty abundant species, sampled in May and August 2011, into two floodplain lakes of the lower stretch of the Solimões River. The analysis detected differences among species, which could be probably associated with swimming ability and habitat use preferences.<hr/>Resumo Os peixes que habitam os lagos de várzea da Amazônia apresentam morfologias bastante diversas, possibilitando a exploração bem sucedida dos diferentes habitats que formam estas áreas adjacentes aos grandes rios amazônicos. Neste artigo, relatamos os resultados de uma análise ecomorfológica de vinte espécies abundantes, coletadas em maio e agosto de 2011, em dois lagos das várzeas do trecho inferior do rio Solimões. As analises indicaram diferenças entre as espécies como função do atributos ecomorfológicos, provavelmente associadas com a capacidade natatória e com preferências por habitat. <![CDATA[Erratum]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-69842017000100212&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Fishes inhabiting Amazonian floodplain lakes exhibits a great variety of body shape, which was a key advantage to colonize the several habitats that compose these areas adjacent to the large Amazon rivers. In this paper, we did an ecomorphological analysis of twenty abundant species, sampled in May and August 2011, into two floodplain lakes of the lower stretch of the Solimões River. The analysis detected differences among species, which could be probably associated with swimming ability and habitat use preferences.<hr/>Resumo Os peixes que habitam os lagos de várzea da Amazônia apresentam morfologias bastante diversas, possibilitando a exploração bem sucedida dos diferentes habitats que formam estas áreas adjacentes aos grandes rios amazônicos. Neste artigo, relatamos os resultados de uma análise ecomorfológica de vinte espécies abundantes, coletadas em maio e agosto de 2011, em dois lagos das várzeas do trecho inferior do rio Solimões. As analises indicaram diferenças entre as espécies como função do atributos ecomorfológicos, provavelmente associadas com a capacidade natatória e com preferências por habitat.