Scielo RSS <![CDATA[Revista Contabilidade & Finanças]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-707720130003&lang=en vol. 24 num. 63 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Time-based management practices: a study of Brazilian companies</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Esta pesquisa busca responder a seguinte questão: Em que medida as empresas industriais brasileiras valorizam a Gestão Baseada no Tempo? O estudo tem por objetivo verificar se as empresas pesquisadas formalizam objetivos e articulam ações no nível estratégico e no nível operacional das atividades de abastecimento, de produção e de relacionamento com clientes, e busca identificar se as empresas que valorizam a gestão baseada em tempo com mais intensidade apresentam retorno sobre os ativos superior às demais. Para atender aos objetivos do estudo foi pesquisada uma amostra de 97 empresas dentre as companhias listadas entre as maiores empresas do caderno Melhores e Maiores da Revista Exame de Julho de 2009. A coleta de dados se deu por meio de dois procedimentos: instrumento de pesquisa respondido por gestores das empresas e levantamento de informações contábeis publicadas. O instrumento de pesquisa foi construído com base no arcabouço teórico, sendo estruturado com quarenta e seis questões distribuídas em quatro blocos. A indicação da confiabilidade do instrumento de pesquisa é dada pelo Alfa de Cronbach (89,9%). Inicialmente foi efetuada revisão da literatura sobre o tema, em seguida foi desenvolvida pesquisa de levantamento com gestores das empresas constantes da amostra e, na sequência, foi testada a associação entre a valorização da gestão baseada no tempo e os indicadores de desempenho econômico destas empresas. A análise dos dados se deu por meio de estatística descritiva, por intermédio de testes de normalidade: de Kolmogorov-Smirnov, Teste de Levene para Homogeneidade de variâncias, Teste t de Student para amostras independentes, Teste de Mann-Whitney e Teste Qui-Quadrado para tabelas. Fixou-se o nível de significância em 5% para todos os testes estatísticos. Constatou-se que empresas da amostra selecionada valorizam a gestão baseada no tempo (utilização de 78,58% das práticas e indicadores relacionados à gestão baseada no tempo), porém não foi identificada associação entre uma maior valorização da Gestão Baseada no Tempo e um maior Retorno sobre Ativos (ROA).<hr/>This study seeks to answer the following question: To what extent do Brazilian industrial companies value Time-Based Management? This study aims to determine whether the companies surveyed formalized goals and articulated actions at the strategic and operational levels of supply, production and customer relations activities. This study also seeks to identify whether the companies that more intensely value time-based management have a higher return on assets relative to other companies. To meet the objectives of the study, a sample of 97 companies were surveyed from among those listed as the largest companies in Exame Magazine's Biggest and Best ['Melhores e Maiores'] book, July 2009. Data were collected using two procedures: a survey instrument completed by corporate managers and a survey of published accounting information. The survey instrument was constructed based on the theoretical framework and was structured as forty-six questions divided into four blocks. An indication of the reliability of the survey instrument was provided by its Cronbach's alpha (89.9%). A literature review was initially performed on the topic, then the survey study was developed with managers from the companies included in the sample and finally the association was tested between the companies' valuation of time-based management and economic performance indicators. A data analysis was performed using descriptive statistics via normality tests: the Kolmogorov-Smirnov test, Levene's test for the homogeneity of variances, Student's t-test for independent samples, the Mann-Whitney test and the Chi-Square test for tables. A significance level of 5% was adopted for all statistical tests. It was found that the selected sample companies valued time-based management (using 78.58% of practices and indicators related to time-based management), but no association was found between a higher valuation of Time-Based Management and a greater Return on Assets (ROA). <![CDATA[<b>The role of deferred tax in the regulatory capital of Brazilian financial institutions</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este trabalho buscou evidências sobre o papel de ativos e passivos de tributos diferidos como instrumento de atingimento e arbitragem dos níveis de capital regulatório por instituições financeiras brasileiras no período de 2004 a 2009. Foram desenvolvidas duas hipóteses: a) os gestores das instituições financeiras brasileiras utilizam tributos diferidos para satisfazer os limites necessários de capital regulatório e b) os gestores das instituições financeiras brasileiras utilizam tributos diferidos de maneira discricionária como instrumento de arbitragem de capital regulatório. Para tanto, este estudo obtêm evidências analisando informações contábeis anuais das instituições financeiras brasileiras. As hipóteses são testadas utilizando as técnicas de análise de dados de regressão linear múltipla e regressão com dados em painel. Como resultado, o estudo mostrou que as instituições financeiras brasileiras utilizaram tributo diferido para apoiar ou atingir os níveis de capital mínimo exigido pelo Acordo de Basileia, mas obteve-se também evidência de que o volume de capital regulatório influencia diretamente o volume de tributos diferidos, contrariando a literatura internacional, que sugere discricionariedade no uso dos tributos diferidos como forma de arbitragem do capital regulatório.<hr/>This study sought to provide evidence on the role of deferred tax assets and liabilities as an instrument for the attainment and arbitrage of regulatory capital levels by Brazilian financial institutions in the period from 2004 to 2009. Two hypotheses were developed. The managers of Brazilian financial institutions employ deferred taxes to a) comply with required regulatory capital limits and b) do so in a discretionary manner as a method for regulatory capital arbitrage. The present study collected evidence through the analysis of annual accounting information from Brazilian financial institutions. The hypotheses were tested using multiple linear regression and panel data regression data analysis techniques. The results show that Brazilian financial institutions have used deferred taxes to support or attain the minimum capital levels required by the Basel Accord; however, evidence that the volume of regulatory capital directly influences the volume of deferred taxes was also found, contradicting the international literature, which indicates discretion in the use of deferred taxes as a form of regulatory capital arbitrage. <![CDATA[<b>Factors associated with the waste of health resources allocated by the Federal Government to the Municipalities audited by the Office of the Comptroller General</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo trata dos fatores associados aos desperdícios ativo (corrupção) e passivo (ineficiência) que ocorrem no processo de gestão pública, aqui focado nos gastos com saúde pública. Buscando chamar a atenção para a ocorrência do desperdício passivo, a pesquisa investigou a seguinte questão: quais fatores de desperdício ativo e passivo estão associados com as irregularidades na gestão dos recursos repassados pela União aos municípios brasileiros para a área de saúde no ano de 2010? As evidências empíricas foram obtidas nos relatórios de auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) elaborados no ano de 2010 referentes a 102 municípios fiscalizados. Para a identificação do desperdício ativo foram observadas 3 variáveis e para o desperdício passivo 17 variáveis. Os dados relativos às variáveis foram submetidos a uma análise fatorial para agrupá-los em fatores associados estatisticamente com as irregularidades na gestão dos recursos destinados à saúde pública dos municípios auditados. Os resultados da pesquisa não mostraram nível adequado de significância para o desperdício ativo, enquanto que, para o desperdício passivo, evidenciaram três fatores denominados: Fator 1 Inadequabilidade Administrativa (o qual agrupou as variáveis: não pagamento de tributos, não ocorrência de contrapartida e má administração); Fator 2 Fraca Fiscalização (o qual agrupou as variáveis: inexistência ou fraca atuação do conselho e licitação fracionamento); e Fator 3 Baixo nível de Compliance (o qual agrupou as variáveis: licitação irregular e irregularidade não relacionada ao Prefeito). A principal conclusão da pesquisa relaciona-se à identificação da necessidade da implantação de mecanismos de governança no setor público, os quais poderiam reduzir o desperdício ativo e passivo.<hr/>This study addresses factors associated with active (corruption) and passive (inefficiency) waste that occur in the process of public management and focuses on public health expenditure. Seeking to draw attention to the occurrence of passive waste, this study investigated the following question: what factors of active and passive waste are associated with irregularities in the management of the funds allocated by the Federal Government to Brazilian municipalities for healthcare in 2010? Empirical evidence relating to 102 audited municipalities was obtained from the audit reports of the Office of the Comptroller General (Controladoria Geral da União - CGU), which was established in 2010. Three variables were analyzed for the identification of active waste, and 17 variables were used for passive waste. Data pertaining to the variables were subjected to factor analysis and grouped into factors statistically associated with irregularities in the management of public health funds in the audited municipalities. For active waste, the study results did not show an adequate level of significance, whereas for passive waste, three factors were identified: Factor 1, Administrative Inadequacy, which included the variables "non-payment of taxes", "non-occurrence of matching funds" and "mismanagement"; Factor 2, Weak Supervision, which included the variables "lack of or poor performance of the council" and "fractional bidding" and Factor 3, Low Level of Compliance, which included the variables "irregular bidding" and "irregularities not related to the mayor". The main conclusion of the study is the identification of the need to implement governance mechanisms in the public sector that could reduce active and passive waste. <![CDATA[<b>Accrual basis accounting in the Brazilian public sector: empirical research on the usefulness of accounting information</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300005&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo buscou examinar a percepção dos usuários internos, externos e preparadores da informação contábil do setor público brasileiro sobre a alteração do regime de contabilização para o baseado na competência, quanto à capacidade de produção de potenciais benefícios informacionais para a tomada de decisões e de gestão das entidades públicas. Para tanto, foi conduzida uma pesquisa de campo a partir da metodologia proposta por Kober, Lee, e Ng (2010) em estudo exploratório, e os dados analisados com a utilização dos testes de Wilcoxon e Mann-Whitnney. Os resultados indicam que, na percepção dos respondentes, o regime de competência pode produzir benefícios informacionais para a tomada de decisão das entidades públicas, apontando que sua adoção não se fará apenas por exigência mandatória ou pressão de organismos internacionais. A análise das diferenças nos níveis de utilidade percebida pelos grupos sugere que as ações adotadas pelos gestores do processo de implementação das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (NBCASP), no que tange a divulgação e capacitação, podem estar surtindo efeito, quando os preparadores apresentam uma percepção em maior índice que os usuários internos e externos, do potencial gerador de informações para decisões do regime de competência. Adicionalmente, pode indicar a necessidade dos gestores do processo de implementação das NBCASP de focar sua atuação nos demais envolvidos (usuários internos e externos) de forma a preparar o ambiente para a incorporação deste novo paradigma.<hr/>This study examined the perceptions of internal and external users and preparers of accounting information in the Brazilian public sector regarding a change to an accrual based accounting system and the potential for such a system to provide informational benefits to decision-makers and managers of public entities. An exploratory survey was conducted using the methodology proposed by Kober, Lee, and Ng (2010), and the data were statistically analyzed using Wilcoxon and Mann-Whitney tests. The results indicated that the survey respondents perceived accrual basis accounting as having the potential to provide informational benefits for decision-making within governmental agencies. This result suggests that the adoption of this new accounting system is not entirely driven by a mandatory requirement or pressure from international institutions. Differences in levels of perceived usefulness among different respondent groups suggest that actions taken by the managers of the Brazilian Accounting Standards Applied to the Public Sector (Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público - NBCASP) to improve dissemination of information and implement training programs may be paying off because internal and external users were more likely than other respondents to perceive accrual basis accounting as having high potential for generating information for decision-making. Additionally, these results indicate the need for NBCASP managers to focus the implementation process on the activities of other stakeholders (internal and external users) to generate an environment that is receptive to this new paradigm. <![CDATA[<b>Exploring corporate governance: the behavior of characters from the viewpoint of academic author's discourses</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300006&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo deste trabalho é compreender como o discurso dominante, no meio acadêmico, concebe o comportamento dos personagens a respeito da governança corporativa. Para tanto, percorremos todas as revistas brasileiras do campo da Administração e da Contabilidade qualificadas pela Agência de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) como A1, A2, B1, B2 ou B3. Também investigamos os Encontros da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração (EnANPAD) e as teses e dissertações dos programas de pós-graduação em Administração e Contabilidade qualificados pela Capes como 4, 5, 6 ou 7. Utilizamos a análise do discurso como instrumental de análise dos dados obtidos. Os resultados apontam a separação de papéis, o conflito de agência e o comportamento oportunista como temas principais do discurso sobre governança corporativa; discurso, este, que tem a segurança para investimentos em organizações capitalistas produtivas e o controle sobre o comportamento oportunista como ideologias dominantes. Como interdiscursos, temos os discursos do capitalismo e das ciências econômicas. Os temas controle, separação e expropriação têm sustentado a ideologia capitalista de direito da propriedade. A perspectiva comportamental dos personagens proprietários e gestores tem sido estruturada pela ideologia estrutural-funcionalista. Isso implica no direito de propriedade como valor a ser respeitado e na compreensão da ação sob a razão de maximizar a própria função utilidade. As arguições e discussões sobre governança corporativa tornam-se arguições e discussões sobre segurança e confiança dos financiadores de capital, o que resulta no subentendido da governança corporativa sob a significação de mecanismo de fixação de comportamento que simboliza a determinação de relações de modo a representar segurança e confiança. Diante disso, acreditamos que este trabalho, ao focar uma reflexão analítica sobre o campo de abrangência e análise da governança, possa trazer para a área de contabilidade e finanças novas perspectivas de entendimento que contribuam para dirimir lacunas existentes nas perspectivas conceituais dominantes.<hr/>The aim of this work is to understand how the dominant discourse in academia conceives the characters' behavior with respect to corporate governance. To do this, we examined all Brazilian journals in the fields of management and accounting classified by the Agency of Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (Agência de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES) as A1, A2, B1, B2, or B3. We also studied minutes of meetings of the National Association of Graduate Programs in Management (Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração - ENANPAD) and the theses and dissertations of graduate programs in management and accounting classified by CAPES as 4, 5, 6, or 7. We used discourse analysis to analyze the data obtained. The results show the separation of roles, agency conflict and opportunistic behavior as major themes of corporate governance discourse. This discourse has investment safety in productive capitalist organizations and control over opportunistic behavior as dominant ideologies. Discourses on capitalism and economic sciences are inter-discourses. Themes of control, separation, and dispossession have sustained the capitalist ideology of property rights. The behavioral perspective of owners' and managers' characters has been structured by structural-functionalist ideology. This implies property rights as a value to be respected and understands action under the rationale of maximizing its own utility function. Claims and discussions on corporate governance become claims and discussions on capital financiers' safety and trust, resulting in corporate governance being implicitly seen as a behavior-clamping mechanism that symbolizes the determination of relationships to represent safety and confidence. We therefore believe that the present work, by focusing analysis on the field of governance, can bring new perspectives of understanding to the fields of accounting and finance that will help to fill in the dominant conceptual perspectives. <![CDATA[<b>Prices lead earnings in Brasil?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772013000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=en O presente artigo tem por objetivo identificar o nível temporal da relação retorno-lucro no cenário brasileiro. Por nível temporal entenda-se grau de defasagem temporal entre os momentos das variáveis. A investigação foi desenvolvida sob o pressuposto da hipótese prices lead earnings, cuja premissa fundamental é que o preço da ação é informacionalmente mais rico do que os lucros contábeis corrente e passados, acerca dos lucros futuros, o que invalida o estabelecimento de uma relação contemporânea (nível temporal zero) entre essas variáveis. A investigação foi realizada por meio de regressões combinadas (pooled regression) e dados em painel (efeitos fixos e efeitos aleatórios), ao total foram empregados 4 modelos. Foram analisadas 205 firmas ao longo de 53 trimestres (1999 a 2012), o que resultou em 8.440 firmas-trimestres. Os resultados indicaram que, isoladamente, o lucro contábil não é informacionalmente contemporâneo ao preço das ações, entretanto, com a eliminação dos efeitos dos lucros futuros sobre essa relação, constatou-se que há sinais de contemporaneidade. Além disso, verificou-se que os retornos antecipam informações sobre os lucros futuros. As associações identificadas sugerem que essa antecipação ocorreria há, pelo menos, 8 trimestres. Contudo, não foi possível precisar o nível temporal da relação retorno-lucro trimestral no Brasil, pois, se de um lado, os retornos passados associam-se aos lucros correntes, de outro, a significância dos lucros futuros na explicação dos retornos correntes depende do arranjo das variáveis independentes no modelo. Apesar disso, percebe-se que os resultados convergem com um nível temporal igual a 1, em que o retorno antecipa o lucro do período seguinte, indicação esta que se mostrou independente da adição das demais variáveis no modelo.<hr/>This article aims to identify the timing of the return-earnings relationship in Brazil, that is, the degree of time lag between the occurrences of the variables. This research was developed based on assumptions from the prices lead earnings hypothesis, the fundamental premise of which is that the stock price is informationally richer than the current and past accounting earnings in terms of future earnings, which invalidates the establishment of a contemporaneous relationship (timing zero) between these variables. This research was conducted by means of pooled regression using panel data (fixed effects and random effects). Four models were employed in total. A total of 205 firms were analyzed over 53 quarters (1999 to 2012), resulting in 8,440 firm-quarters. The results indicated that accounting earnings alone are not informationally contemporaneous to stock price. However, when the effects of future earnings on this relationship were eliminated, it was found that there are signs of timeliness. Furthermore, it was found that the returns anticipated information about future earnings. The identified associations suggest that this anticipation occurs over at least eight quarters. However, it was not possible to determine the timing of the quarterly return-earnings relationship in Brazil because, on the one hand, past returns are associated with current earnings and, on the other, the significance of future earnings in explaining current returns depends on the arrangement of the independent variables in the model. Nevertheless, it is clear that the results converge with a timing equal to 1, in which the return anticipates earnings in the following period, a result that was independent of the addition of the other variables in the model.