Scielo RSS <![CDATA[Revista Contabilidade & Finanças]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1519-707720170001&lang=es vol. 28 num. 73 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Presentation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100005&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Accounting research: between natural science and practice]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Using the Newcomb-Benford Law as a Deviation Identification Method in Continuous Auditing Environments: A Proposal for Detecting Deviations over Time]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100011&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT This paper used the Newcomb-Benford Law (NB Law) to analyze 210,899 contracts issued by sixty management units in two states in the Brazilian Northeast in 2010. In this article we seek to address the following question: What proposal emerges from the need to identify financial deviations over time in terms of NB Law compliance in continuous auditing scenarios? To this end, the goal of the paper is to analyze this compliance with the aim of identifying deviations over time. The analysis focuses on first significant digit distribution. Graphical analysis of observed frequencies and time series of relative discrepancies reveals the formation of typical patterns of divergences from Public Tenders Law (Federal Law n. 8.666/93). From the results obtained, we conclude that time series analysis of NB Law compliance can improve the accuracy of sampling procedures in continuous auditing.<hr/>RESUMO O presente trabalho utilizou a Lei de Newcomb-Benford (NB-Lei) para analisar 210.899 valores de notas de empenho emitidas por sessenta unidades gestoras pertencentes a dois estados do Nordeste brasileiro, no ano de 2010. A questão investigada neste artigo é a seguinte: Que proposta emerge da necessidade de identificação de desvios no tempo em relação à análise de conformidade da NB-Lei, no ambiente de auditoria contínua? O objetivo da pesquisa é analisar a conformidade da NB-Lei em um ambiente de auditoria contínua, como uma proposta de identificação de desvios no tempo. A análise realizada tem foco na distribuição do primeiro dígito significativo. Foi constatada, em razão da análise gráfica das frequências observadas e séries diárias das discrepâncias relativas, a formação de padrões típicos de possíveis fugas à Lei de Licitações (Lei Federal n. 8.666/93). A partir dos resultados obtidos, conclui-se que a realização de uma análise temporal de conformidade com a NB-Lei agrega maior precisão aos procedimentos de amostragem, em ambiente de auditoria contínua. <![CDATA[Social quotas, affirmative actions, and dropout in the Business field: empirical analysis in a Brazilian federal university]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100027&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT Rawls' Justice Theory establishes that a fair society must allow less advantaged people to have access to the benefits of social cooperation. In this line of thought, the affirmative actions established by Law 12,711/2012 aim at promoting inclusive education in Higher Education. Evaluating the performance of affirmative actions, specifically their impact on the dropout level, has been a theme of debate in scientific literature. Besides representing a personal frustration, dropout is associated with significant academic, social, and economic losses. In this context, this research aims at analyzing whether the adoption of affirmative actions, as established by Law 12,711/2012, affects the dropout rates of students in Accounting Sciences and other courses in the Business field. The study was conducted through documentary research in a Brazilian public Higher Education institution (HEI). The results of binomial analysis showed that out of the 2,418 students who entered in the first semester of 2013, 520 (22%) dropped out from university until the end of the first semester of 2014. It was found that the dropout rate among entrants in the Business field, either through broad competition or using the system of quotas, was 29%. In the course of Accounting Sciences, the dropout rate among entrants admitted through broad competition was 25% and using the system of quotas it was 23%. Contrary to other investigations, this study found that there is no statistical difference between the dropout rates among entrants in the Business and Accounting Sciences fields through broad competition and quotas, suggesting that affirmative actions do not affect significantly the dropout rates.<hr/>RESUMO A Teoria da Justiça de Ralws estabelece que uma sociedade justa deva permitir que os menos favorecidos tenham acesso às vantagens da cooperação social. Nessa linha de pensamento, as ações afirmativas estabelecidas pela Lei n. 12.711/2012 têm objetivo de promover a educação inclusiva no Ensino Superior. A avaliação do desempenho das ações afirmativas, especificamente do impacto dessas ações no nível de evasão, tem sido tema de debate na literatura científica. Além de representar uma frustração pessoal, a evasão está associada a perdas acadêmicas, sociais e econômicas significativas. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa é analisar se a adoção de ações afirmativas, conforme estabelecido pela Lei n. 12.711/2012, afeta as taxas de evasão de discentes de Ciências Contábeis e demais cursos da área de Negócios. O estudo foi realizado por meio de pesquisa documental em uma instituição de Ensino Superior (IES) pública brasileira. Os resultados da análise binominal apontaram que entre os 2.418 discentes que ingressaram no primeiro semestre de 2013, 520 (22%) evadiram-se até o final do primeiro semestre de 2014. Verificou-se que a taxa de evasão dos ingressantes na área de Negócios, tanto por ampla concorrência como por sistema de cotas, foi de 29%. No curso de Ciências Contábeis, a taxa de evasão dos ingressantes por ampla concorrência foi de 25% e pelo sistema de cotas foi de 23%. Ao contrário de outras pesquisas, este estudo constatou não haver diferenças estatísticas entre as taxas de evasão dos ingressantes das áreas de Negócios e de Ciências Contábeis por meio de ampla concorrência e de cotas, sugerindo que as ações afirmativas não afetam significativamente as taxas de evasão. <![CDATA[Why has not it worked? An empirical application of the extended Burns and Scapens' framework within the implementation of a controlling department]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100043&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT The aim of this study is to understand the implementation of a controlling department within Bogt and Scapens' framework (2014) as an empirical observation mechanism towards investigating rationalities that prevented its implementation. This study was conducted in a quite successful 63-year old company in the South of Brazil. We hope these results promote practical insight to those interested in supporting changes within this field of organizational environment. There had been two main reasons leading to such work: a lack of equivalent study in the scholarly literature as well as empirical application of Burns and Scapens' framework (2000) reorganized by Bogt and Scapens (2014). Bogt and Scapens (2014), inspired by different logics (Bogt &amp; Scapens, 2012) and in order to revaluate their original framework (2000), suggest the introduction of a fairly important term: rationality. This new element shows the deliberate action from the organizational player - his/her way of thinking. However, even with the introduction of rationales within the model by Bogt and Scapens (2014), rules and routines remain as important elements so that actions take shape. Used methodology consists of an interpretational case study with document analysis, direct observation, and application of semi-structured interviews. Through the interviews and discussions with individuals involved in the study, it can be observed that some rationality resulted in conflicts. Different rationales and the culture of the individual and the organization are relevant aspects observed in the speeches analyzed; all may be factors, which led to the gap within the process of implementation of controlling department in the organization. In addition, time factors suggested in the extended Bogt and Scapens' (2014) framework is of utmost importance for changes must occur gradually.<hr/>RESUMO Este estudo tem como objetivo compreender a implementação de um departamento de controladoria aplicando o modelo de Bogt e Scapens (2014) como mecanismo de observação empírica para investigar as lógicas que impediram a implementação deste departamento. Este estudo foi realizado em uma empresa da Região Sul do Brasil que possui uma história de sucesso em seus 63 anos de existência. Espera-se, com os resultados, promover insights práticos para aqueles que pretendem realizar mudanças nesta área em um ambiente organizacional. A motivação para a pesquisa decorreu de dois aspectos: a lacuna observada na literatura, cujo tema ainda é pouco explorado, bem como a oportunidade diante do contexto para pesquisa de aplicação empírica do modelo de Burns e Scapens (2000) reformulado pelos autores Bogt e Scapens (2014). Bogt e Scapens (2014), inspirados pela existência de diferentes lógicas (Bogt &amp; Scapens, 2012), sugerem a inclusão de um termo bastante importante para reavaliar o modelo original dos autores Burns e Scapens (2000): a lógica. Este novo elemento evidencia a ação deliberada do ator organizacional, seu modo de pensar. No entanto, mesmo com a introdução da lógica por Bogt e Scapens (2014) no modelo, suas rotinas e regras continuam como elementos importantes para a materialização das ações. A metodologia utilizada consiste em estudo de caso interpretativista com análise documental, observações diretas e aplicação de entrevistas semiestruturadas. Por meio das entrevistas e discussão com os indivíduos envolvidos no estudo pode-se inferir que algumas lógicas resultaram em conflitos. Lógicas diferentes, cultura das pessoas e cultura da organização são aspectos relevantes que foram observados nos discursos analisados. Todos podem ser fatores que conduziram ao hiato do departamento de controladoria na organização. Além disso, o fator tempo, proposto no modelo ajustado de Bogt e Scapens (2014), possui primordial importância, pois as mudanças precisam acontecer de maneira mais gradativa. <![CDATA[Exposition to Factors of the Investment Funds Market in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100061&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT The growth of the investment funds industry in Brazil and its international representativeness indicate the relevance of analyzing this sector. Literature has shown the effects that market factors can have on the performance of investment funds. One way of evaluating the relation between funds' returns and market factors' variations is the return-based style analysis. In this context, this research aimed to investigate, through the style analysis, the exposition to various market factors in two modalities of investment funds. With this analysis, we may infer differences between the allocations and the composition of portfolios, constructing a panorama of sensitivity of funds' returns to the market factors addressed in the study. The database consisted of daily returns of 508 funds, out of which 385 are fixed income funds and 123 are Neutral Long &amp; Short multimarket funds, within the period from January 3, 2005, to July 11, 2014. Through the style analysis, with 6 market factors, we found a difference between the composition of portfolios of multimarket funds and portfolios of fixed income funds. Regarding the evolution of the composition of portfolios in these funds, we observed that the investment style of funds does not seem to be constant over time, something which may be a positive evidence concerning the changes that managers promote in their portfolios, seeking to achieve better profitability indicators.<hr/>RESUMO O crescimento da indústria de fundos de investimento no Brasil e sua representatividade internacional indicam a relevância de analisar esse segmento. A literatura tem evidenciado os efeitos que os fatores de mercado podem apresentar sobre o desempenho dos fundos de investimento. Uma das formas de avaliar a relação entre os retornos dos fundos e as variações dos fatores de mercado é a análise de estilo baseada em retornos. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi investigar, por meio da análise de estilo, a exposição a diferentes fatores de mercado em duas modalidades de fundos de investimento. Com essa análise, pode-se inferir diferenças entre as alocações e a composição das carteiras, construindo um panorama sobre a sensibilidade dos retornos dos fundos aos fatores de mercado abordados no estudo. A base de dados foi composta por dados diários de 508 fundos, sendo 385 fundos de renda fixa e 123 fundos multimercados Long &amp; Short Neutro, no período de 3 de janeiro de 2005 a 11 de julho de 2014. Por meio da análise de estilo, com 6 fatores de mercado, encontrou-se diferença entre a composição das carteiras de fundos multimercados e as carteiras dos fundos de renda fixa. Sobre a evolução da composição das carteiras desses fundos, observou-se que o estilo de investimento dos fundos não parece ser constante ao longo do tempo, o que pode ser evidência favorável a respeito das alterações que os gestores promovem em suas carteiras, buscando alcançar melhores indicadores de rentabilidade. <![CDATA[Value Relevance vis-à-vis Disclosure on Business Combinations and Goodwill Recognized by Publicly Traded Brazilian Companies]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100077&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract The objective of this study is to examine the value relevance of the level of disclosure on business combinations and goodwill recognized by publicly traded Brazilian companies. The research sample is composed of publicly traded Brazilian companies that carried out any type of business combination, as the acquiring entity, between 2010 and 2013, yielding a total sample of 202 observations. To measure the disclosure level of each, a metric was created based on CPC-15 R1 (2011) to examine certain disclosure items in order to render a greater level of detail. Data collection was carried out using the footnotes to the annual consolidated standardized financial statements (DFPs) available from the São Paulo Stock Exchange (BM&amp;FBOVESPA) website. The results revealed that disclosure levels for business combinations are positively and significantly associated with the stock price of the companies analyzed. As to the recognition of goodwill during business combinations, despite the fact that it represents a significant share of the value of the transactions, no statistical significance explaining stock price behavior was found. It also bears mentioning that the average level of disclosure identified in the explanatory notes in the sample was very low, indicating that companies need to improve when it comes to transparency of information.<hr/>Resumo Este trabalho teve como objetivo verificar o value relevance do nível de disclosure das combinações de negócios e do ágio por expectativa de rentabilidade futura (goodwill) reconhecido nas companhias brasileiras de capital aberto. A amostra de pesquisa é composta pelas companhias brasileiras de capital aberto que realizaram alguma combinação de negócios no período entre 2010 e 2013 e tiveram o papel de adquirente na transação, perfazendo uma amostra de 202 observações. Para mensurar o nível de disclosure, foi elaborada uma métrica a partir do CPC-15 R1 (2011) realizando a abertura de alguns itens de divulgação a fim de alcançar um maior detalhamento das informações. A coleta dos dados foi realizada por meio das notas explicativas integrantes das Demonstrações Financeiras Padronizadas (DFPs) anuais consolidadas, disponibilizadas no website da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&amp;FBOVESPA). Os resultados demonstraram que o nível de disclosure das combinações de negócios é positivamente e significativamente relacionado ao preço das ações das companhias analisadas. Já o goodwill reconhecido nas combinações de negócios, embora em média apresente um valor significativo na transação, não demonstrou significância estatística para explicar o preço das ações. Vale ressaltar, também, que a média do nível de disclosure identificado nas notas explicativas da amostra analisada nesta pesquisa foi muito baixa, indicando que as companhias precisam melhorar, no que tange à transparência das informações. <![CDATA[Geographically Weighted Logistic Regression Applied to Credit Scoring Models]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100093&lng=es&nrm=iso&tlng=es Abstract This study used real data from a Brazilian financial institution on transactions involving Consumer Direct Credit (CDC), granted to clients residing in the Distrito Federal (DF), to construct credit scoring models via Logistic Regression and Geographically Weighted Logistic Regression (GWLR) techniques. The aims were: to verify whether the factors that influence credit risk differ according to the borrower’s geographic location; to compare the set of models estimated via GWLR with the global model estimated via Logistic Regression, in terms of predictive power and financial losses for the institution; and to verify the viability of using the GWLR technique to develop credit scoring models. The metrics used to compare the models developed via the two techniques were the AICc informational criterion, the accuracy of the models, the percentage of false positives, the sum of the value of false positive debt, and the expected monetary value of portfolio default compared with the monetary value of defaults observed. The models estimated for each region in the DF were distinct in their variables and coefficients (parameters), with it being concluded that credit risk was influenced differently in each region in the study. The Logistic Regression and GWLR methodologies presented very close results, in terms of predictive power and financial losses for the institution, and the study demonstrated viability in using the GWLR technique to develop credit scoring models for the target population in the study.<hr/>Resumo Este estudo utilizou dados reais de uma instituição financeira nacional referentes a operações de Crédito Direto ao Consumidor (CDC), concedidas a clientes domiciliados no Distrito Federal (DF), para a construção de modelos de credit scoring utilizando as técnicas Regressão Logística e Regressão Logística Geograficamente Ponderada [Geographically Weighted Logistic Regression] (GWLR). Os objetivos foram: verificar se os fatores que influenciam o risco de crédito diferem de acordo com a localização geográfica do tomador; comparar o conjunto de modelos estimados via GWLR frente ao modelo global estimado via Regressão Logística, em termos de capacidade de previsão e perdas financeiras para a instituição; e verificar a viabilidade da utilização da técnica GWLR para desenvolver modelos de credit scoring. As métricas utilizadas para comparar os modelos desenvolvidos por meio das duas técnicas foram o critério informacional AICc, a acurácia dos modelos, o percentual de falsos positivos, a soma do valor da dívida dos falsos positivos e o valor monetário esperado de inadimplência da carteira frente ao valor monetário de inadimplência observado. Os modelos estimados para cada região do DF se mostraram distintos em suas variáveis e coeficientes (parâmetros), concluindo-se que o risco de crédito foi influenciado de maneira distinta em cada região do estudo. As metodologias Regressão Logística e GWLR apresentaram resultados bem próximos, em termos de capacidade de previsão e perdas financeiras para a instituição, e o estudo demonstrou a viabilidade da utilização da técnica GWLR para desenvolver modelos de credit scoring para o público-alvo do estudo. <![CDATA[Heterogeneity in earnings quality between different classes of companies after IFRS adoption: evidence from Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100113&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT This paper aims to investigate the existence of heterogeneity in earnings quality between different classes of companies after the adoption of the International Financial Reporting Standards (IFRS). IFRS adoption is generally associated with an increase in the quality of financial statements. However, companies within the same country are likely to have different economic incentives regarding the disclosure of information. Thus, treating companies equally, without considering the related economic incentives, could contaminate earnings quality investigations. The case of Brazil is analyzed, which is a country classified as code-law, in which tax laws determined accounting practice and in which IFRS adoption is mandatory. First, Brazilian companies listed on the São Paulo Stock, Commodities, and Futures Exchange (BM&amp;FBOVESPA) were separated into two classes: companies issuing American Depositary Receipts (ADRs) before IFRS adoption and companies that did not issue ADRs until the adoption of IFRS. Then, this second class of companies was grouped, using cluster analysis, into two different subclasses according to economic incentives. Based on the groups identified, the quality of accounting earnings is tested for each class of the companies before and after IFRS adoption. This paper uses timely recognition of economic events, value relevance of net income, and earnings management as proxies for the quality of accounting earnings. The results indicate that a particular class of companies began showing conditional conservatism, value relevance of net income, and lower earnings management after IFRS adoption. On the other hand, these results were not found for the two other classes of companies.<hr/>RESUMO Este trabalho tem como objetivo investigar a existência de heterogeneidade na qualidade do lucro contábil entre diferentes classes de empresas com a adoção das normas internacionais de contabilidade [International Financial Reporting Standards (IFRS)]. A adoção de IFRS está geralmente associada ao aumento de qualidade das demonstrações contábeis. Entretanto, as empresas de um mesmo país provavelmente possuem diferentes incentivos econômicos em relação à divulgação da informação. Neste sentido, tratar as empresas de forma homogênea, sem considerar os incentivos econômicos atrelados, poderia contaminar a investigação da qualidade do lucro. É analisado o caso do Brasil, país classificado como code-law, cuja legislação fiscal induzia a prática contábil e com adoção mandatória de IFRS. Em primeiro lugar, as empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo foram separadas em duas classes: as empresas que possuíam títulos no mercado internacional [American Depositary Receipt (ADR)] antes da adoção de IFRS e as empresas que não emitiram ADR até a adoção de IFRS. Em seguida, esta segunda classe de empresas foi segregada, por meio de análise de conglomerados, em duas diferentes subclasses em função de incentivos econômicos. Com base nas três classes identificadas, é testada a qualidade do lucro contábil para cada classe de empresas antes e após a adoção de IFRS no período de 2003 a 2014. Este trabalho utiliza o reconhecimento tempestivo dos eventos econômicos, a value relevance do lucro contábil e o gerenciamento de resultados como proxies para verificar a qualidade do lucro contábil. Os resultados encontrados indicam que um determinado conjunto de empresas passou a exibir conservadorismo condicional, value relevance do lucro contábil e menor gerenciamento de resultados após a adoção de IFRS. Em contrapartida, estes resultados não foram encontrados para as duas outras classes de empresas. <![CDATA[Cognitive brain mapping of auditors and accountants in going concern judgments]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100132&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT This study aims to explain the extent to which brain mapping patterns follow behavioral patterns of auditors and accountants’ judgments when assessing evidence for decisions involving going concern. This multidisciplinary research involved investigating the relation between the theory of belief revision, neuroscience, and neuroaccounting with a sample of auditors and accountants. We developed a randomized controlled trial study with 12 auditors and 13 accountants. Auditors and accountants presented similar judgments about going concern, specially demonstrating greater sensitivity to negative evidence. Despite similar judgments, results showed diverging brain processing patterns between groups, as distinct reasoning was used to reach going concern estimates. During the decision process, auditors presented homogeneous brain processing patterns, while accountants evidenced conflicts and greater cognitive effort. For both groups, the occurrence of maximization (minimization) of judgments is observed in brain areas associated with identification of needs and motivations linked to individuals’ relations with their social group. This was strengthened by the lack of significant differences between the regression maps of auditors and accountants, leading to interpretation of the groups’ findings as homogeneous brain behavior. Despite familiarity with the executed task and knowledge of auditing standards, as a result of the greater use of algorithmic reasoning the auditors’ judgments were similar to that of accountants. On the other hand, the accountants’ greater cognitive effort, due to the experiencing of greater conflict in the decision-making process, made them use more quantic brain processing abilities, which are responsible for conscious reasoning. This was observed in the maximizations (minimizations) of the estimates in brain areas related to concerns with the judgments’ social repercussions, which culminated in some degree of “conservatism” in their decisions. Furthermore, these findings reveal another opportunity to discuss the assumption of the brain as the original accounting institution.<hr/>RESUMO Este estudo tem por objetivo explicar em que extensão os padrões de mapeamento cerebral seguem padrões comportamentais de julgamentos de auditores e contadores quanto à avaliação de evidências para decisões relativas à continuidade operacional. Esta pesquisa multidisciplinar envolveu investigação da relação entre a teoria de atualização de crenças, a neurociência e a neurocontabilidade (neuroaccounting) em uma amostra de auditores e contadores. Desenvolvemos um estudo randomizado controlado com 12 auditores e 13 contadores. Os auditores e controladores apresentaram julgamentos semelhantes em continuidade operacional, demonstrando especialmente uma sensibilidade maior a evidências negativas. Apesar da semelhança de julgamentos, os resultados apresentaram padrões divergentes de processamento cerebral entre os grupos, ensejando que raciocínios distintos foram utilizados para chegar às estimativas de continuidade operacional. Durante o processo decisório, os auditores apresentaram padrões homogêneos de processamento cerebral, enquanto os contadores manifestaram conflitos e maior esforço cognitivo. Em ambos os grupos, observou-se a ocorrência de maximização (minimização) de julgamentos em áreas cerebrais associadas à identificação de necessidades e motivações vinculadas às relações dos indivíduos com seu grupo social. Isso é reforçado pela falta de diferenças significativas entre os mapas de regressão dos auditores e contadores, levando à interpretação dos resultados dos grupos como sendo um comportamento cerebral homogêneo. Apesar da familiaridade com as tarefas executadas e do conhecimento das normas de auditoria, a maior utilização do raciocínio algorítmico teve como resultado que os julgamentos dos auditores foram semelhantes aos dos contadores. Por outro lado, o esforço cognitivo maior dos contadores, por experimentarem maiores conflitos no processo de tomada de decisão, levou-os a usar mais capacidade de processamento quântico cerebral, responsável pelo raciocínio consciente. Isso foi observado nas maximizações (minimizações) das estimativas em áreas cerebrais relacionadas à preocupação com a repercussão social dos julgamentos, o que culminou com certo grau de “conservadorismo” em suas decisões. Ademais, esses resultados proporcionam outra oportunidade de discutir a hipótese do cérebro enquanto instituição contábil original. <![CDATA[2016 EDITORIAL INFORMATION]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-70772017000100148&lng=es&nrm=iso&tlng=es ABSTRACT This study aims to explain the extent to which brain mapping patterns follow behavioral patterns of auditors and accountants’ judgments when assessing evidence for decisions involving going concern. This multidisciplinary research involved investigating the relation between the theory of belief revision, neuroscience, and neuroaccounting with a sample of auditors and accountants. We developed a randomized controlled trial study with 12 auditors and 13 accountants. Auditors and accountants presented similar judgments about going concern, specially demonstrating greater sensitivity to negative evidence. Despite similar judgments, results showed diverging brain processing patterns between groups, as distinct reasoning was used to reach going concern estimates. During the decision process, auditors presented homogeneous brain processing patterns, while accountants evidenced conflicts and greater cognitive effort. For both groups, the occurrence of maximization (minimization) of judgments is observed in brain areas associated with identification of needs and motivations linked to individuals’ relations with their social group. This was strengthened by the lack of significant differences between the regression maps of auditors and accountants, leading to interpretation of the groups’ findings as homogeneous brain behavior. Despite familiarity with the executed task and knowledge of auditing standards, as a result of the greater use of algorithmic reasoning the auditors’ judgments were similar to that of accountants. On the other hand, the accountants’ greater cognitive effort, due to the experiencing of greater conflict in the decision-making process, made them use more quantic brain processing abilities, which are responsible for conscious reasoning. This was observed in the maximizations (minimizations) of the estimates in brain areas related to concerns with the judgments’ social repercussions, which culminated in some degree of “conservatism” in their decisions. Furthermore, these findings reveal another opportunity to discuss the assumption of the brain as the original accounting institution.<hr/>RESUMO Este estudo tem por objetivo explicar em que extensão os padrões de mapeamento cerebral seguem padrões comportamentais de julgamentos de auditores e contadores quanto à avaliação de evidências para decisões relativas à continuidade operacional. Esta pesquisa multidisciplinar envolveu investigação da relação entre a teoria de atualização de crenças, a neurociência e a neurocontabilidade (neuroaccounting) em uma amostra de auditores e contadores. Desenvolvemos um estudo randomizado controlado com 12 auditores e 13 contadores. Os auditores e controladores apresentaram julgamentos semelhantes em continuidade operacional, demonstrando especialmente uma sensibilidade maior a evidências negativas. Apesar da semelhança de julgamentos, os resultados apresentaram padrões divergentes de processamento cerebral entre os grupos, ensejando que raciocínios distintos foram utilizados para chegar às estimativas de continuidade operacional. Durante o processo decisório, os auditores apresentaram padrões homogêneos de processamento cerebral, enquanto os contadores manifestaram conflitos e maior esforço cognitivo. Em ambos os grupos, observou-se a ocorrência de maximização (minimização) de julgamentos em áreas cerebrais associadas à identificação de necessidades e motivações vinculadas às relações dos indivíduos com seu grupo social. Isso é reforçado pela falta de diferenças significativas entre os mapas de regressão dos auditores e contadores, levando à interpretação dos resultados dos grupos como sendo um comportamento cerebral homogêneo. Apesar da familiaridade com as tarefas executadas e do conhecimento das normas de auditoria, a maior utilização do raciocínio algorítmico teve como resultado que os julgamentos dos auditores foram semelhantes aos dos contadores. Por outro lado, o esforço cognitivo maior dos contadores, por experimentarem maiores conflitos no processo de tomada de decisão, levou-os a usar mais capacidade de processamento quântico cerebral, responsável pelo raciocínio consciente. Isso foi observado nas maximizações (minimizações) das estimativas em áreas cerebrais relacionadas à preocupação com a repercussão social dos julgamentos, o que culminou com certo grau de “conservadorismo” em suas decisões. Ademais, esses resultados proporcionam outra oportunidade de discutir a hipótese do cérebro enquanto instituição contábil original.