Scielo RSS <![CDATA[Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1676-244420150001&lang=pt vol. 51 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Accuracy of intraoperative consultation in the evaluation of salivary gland tumors]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[A importância da imunofenotipagem por citometria de fluxo na distinção entre hematogônias e linfoblastos B]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Hematogones are normal B-lineage lymphoid precursors in the bone marrow. B lymphoblasts are immature neoplastic cells present in patients with precursor B-cell acute lymphoblastic leukemia (B-ALL). Hematogones and B lymphoblasts share characteristics, such as morphological similarity often indistinct and expression of the same antigens in immunophenotypic analysis. Increased numbers of hematogones in patients with B-ALL during regeneration of bone marrow after treatment for leukemia, in cases of disease relapse or marrow transplantation, may be subject to questions about the nature and prognosis of this immature cell. This article presents information about the morphological and immunophenotypic characteristics of B lymphoid precursors and verifies the relevance of immunophenotyping by flow cytometry (FC) in the distinction between those cells. This differentiation is essential to establish a correct prognosis and assist in medical decision about the most appropriate therapeutic scheme.<hr/>As hematogônias são precursores normais de linhagem linfoide B da medula óssea. Os linfoblastos B representam células imaturas neoplásicas presentes em pacientes portadores de leucemia linfoblástica aguda de células precursoras B (LLA-B). As hematogônias e os linfoblastos B apresentam características comuns, como a semelhança morfológica muitas vezes indistinguível e a expressão dos mesmos antígenos na análise imunofenotípica. O aumento de hematogônias em pacientes de LLA-B durante a regeneração da medula após o tratamento para leucemia, em casos de recaída da doença ou transplante medular, pode ser objeto de questionamentos quanto à natureza e ao prognóstico desta célula imatura. Este artigo apresenta informações sobre as características morfológicas e imunofenotípicas dos precursores linfoides B e verifica a relevância da imunofenotipagem por citometria de fluxo na distinção entre essas células. Essa diferenciação é essencial para estabelecer um correto prognóstico e auxiliar na decisão médica sobre o esquema terapêutico mais adequado. <![CDATA[Nível de reatividade de anticorpos IgM anticardiolipina na pré-eclâmpsia: um provável marcador sorológico precoce]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The purpose of this study was to measure the level of anticardiolipin antibodies in preeclamptic pregnant women to verify a possible association between the presence of these antibodies and the development of the syndrome. A total of 36 pregnant women with preeclampsia and 19 women with normal pregnancy were evaluated. Anticardiolipin antibodies were determined by enzyme immunoassay. The reactivity level of anticardiolipin antibodies was significantly higher in the preeclamptic group, with a significance level of 95%. The results can mean the participation of anticardiolipin antibodies in the pathogenesis of preeclampsia. Future studies may confirm this parameter as an early marker for the development of this disease.<hr/>O objetivo deste estudo foi medir o nível de anticorpos anticardiolipina em gestantes pré-eclâmpticas a fim de verificar possível associação entre a presença desses anticorpos e o desenvolvimento desta síndrome. Foram avaliadas 36 gestantes com pré-eclâmpsia e 19 gestantes saudáveis. Os anticorpos anticardiolipina foram determinados por meio de ensaio imunoenzimático. O nível de reatividade dos anticorpos anticardiolipina foi significativamente mais elevado no grupo de pré-eclâmpticas, com nível de significância de 95%. Os resultados podem significar a participação dos anticorpos anticardiolipina na gênese da pré-eclâmpsia, e estudos futuros podem confirmar este parâmetro como marcador precoce do desenvolvimento dessa enfermidade. <![CDATA[Análise epidemiológica de marcadores sorológicos de hepatite B em pacientes HIV+ de Curitiba e região metropolitana]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction: The presence of hepatitis B virus (HBV) in patients infected by the human immunodeficiency virus (HIV) leads to a higher incidence of liver disorders due to persistence and recurrence of HBV infection in addition to increased morbidity and mortality. Objective: To determine the prevalence of serological markers for hepatitis B in patients infected by HIV followed at Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR). Methods: The clinical and epidemiological data were collected through a questionnaire applied to the patients, as well as a retrospective analysis of medical records. Serum levels of total hepatitis B core antibody (anti-HBc) and surface antigen of the hepatitis B virus (HBsAg) were evaluated through chemiluminescent microparticle immunoassay. Among the 297 HIV+ patients, 49.8% were seropositive only for anti-HBc, and 2.6 % were positive for both markers. Results and discussion: The prevalence of hepatitis B markers was significantly associated with HIV infection when compared with the prevalence observed in the general population from the same geographical area (anti-HBc+ HBsAg+: 0.14% vs. 2.6%, OR: 18.82, 95% CI 2.34-151.19, p = 0.00052). Concerning the associated risks to acquire HIV/HBV infection, 44.87% of the patients reported having been infected through sexual contact. A total of 16.66% HIV/HBV positive patients were in the age group 18-30 years, 62.82% were between 31-50 years and 16.66% were over 60 years old. Conclusion: The findings of the present study corroborate the need to investigate systematically the presence of markers for HBV in HIV+ patients from different regions of the country. <hr/> Introdução: A presença do vírus da hepatite B (HBV) em indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) está associada ao significante aumento da morbimortalidade nos pacientes afetados. Objetivo: Estabelecer a prevalência de marcadores sorológicos de HBV e dos fatores epidemiológicos associados em pacientes HIV+ acompanhados pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR). Métodos: Os dados clinicoepidemiológicos foram coletados por meio de análise retrospectiva dos prontuários e de aplicação de um questionário. Os marcadores anti-HBc total e o antígeno HbsAg foram avaliados pela quimioluminescência por micropartículas. Resultados e discussão: Dos 297 pacientes HIV+, 49,8% apresentaram sorologia positiva somente para anti-HBc e 2,6%, para anti-HBc e HbsAg. A prevalência de marcadores de hepatite B foi significantemente associada à infecção pelo HIV quando comparada com a prevalência observada na população geral da mesma área geográfica (anti-HBc+/HbsAg+: 0,14% vs. 2,6%, odds ratio (OR): 18,82, intervalo de confiança (IC) 95%: 2,34-151,19, p = 0,00052). Em relação aos grupos de risco para infecção pelo HIV, 44,87% dos pacientes com sorologia positiva para HBV informaram terem sido infectados por transmissão sexual. Quanto à faixa etária dos pacientes HIV+/HBV+, 16,66% tinham entre 18-30 anos, 62,82%, entre 31-50 anos e 16,66%, acima dos 50 anos de idade (p = ns). Conclusão: Esses achados corroboram a necessidade de se investigar sistematicamente a presença de marcadores para HBV em pacientes HIV+ das diferentes regiões do país. <![CDATA[RDW como parâmetro diferencial entre anemias microcíticas nas formas "pura" e em concomitância]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction: Iron deficiency anemia and thalassemia minor are microcytic and hypochromic types of anemia commonly found in our environment. The correct differentiation between them is of great clinical importance, although it is often hampered by the coexistence of diseases that may alter the results of standard tests for their discrimination, in addition to the significant costs of such tests. Objective: The objective of this study was to investigate the discriminatory power of red cell distribution width (RDW) between iron deficiency anemia and thalassemia minor. Method: Blood parameters were compared in 227 patients with iron deficiency anemia and/or thalassemia minor after diagnosis confirmed by molecular biology and HbA2 measurement for alpha thalassemia and beta thalassemia trait respectively. The frequency of alpha thalassemia trait in a population from two public hospitals of Minas Gerais was also determined. Result and conclusion: RDW was able to differentiate iron deficiency anemia from thalassemia trait, what indicates that this blood count parameter is a useful tool since concomitant disorders are excluded. In addition, a high frequency of the -α3.7 mutation was observed in the study population (20.3%), justifying its investigation when another cause for microcytic anemia is absent. <hr/> Introdução: A anemia ferropriva e as talassemias menores são anemias microcíticas e hipocrômicas comumente encontradas em nosso meio. A correta diferenciação entre essas anemias é de grande importância clínica, embora muitas vezes seja dificultada pela concomitância de doenças que podem alterar os resultados dos exames padrão, além dos custos significativos de tais testes. Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar o poder discriminatório do índice de anisocitose eritrocitária (RDW) entre anemia ferropriva e talassemias menores. Método: Foram comparados os parâmetros hematológicos de 227 pacientes portadores de anemia ferropriva e/ou talassemia menor após diagnóstico firmado por biologia molecular ou por dosagem de hemoglobina alfa 2 (HbA2), no caso de traço alfa ou betatalassêmico, respectivamente. Foi também determinada a frequência das talassemias menores em uma amostra populacional proveniente de dois hospitais públicos de Minas Gerais. Resultado e conclusão: Observou-se que o RDW foi capaz de diferenciar as talassemias menores da anemia ferropriva, indicando que este parâmetro do hemograma é uma ferramenta útil, desde que excluídos distúrbios concomitantes. Além disso, foi verificada uma elevada frequência da mutação -α3.7 na população estudada (20,3%), o que justifica a sua pesquisa na ausência de outra anemia microcítica. <![CDATA[Variação da prevalência de anormalidades colpocitológicas em adolescentes e adultas nos anos de 2000 e 2010]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100028&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction: Cancer of the cervix is the second most common cancer among women worldwide and the frequency of precancerous lesions is increasing among adolescents. Objective: To study and compare the frequency of epithelial abnormalities in cervical cytology exams in adolescents and adults. Materials and methods: Retrospective study based on analysis of reports of cytology exams performed in the years 2000 and 2010 in adolescents (12-18 years old) and in adult women. The frequency of cytological alterations was explored, stratifying them into high-grade/carcinoma and low-grade lesions. Results: In 2000, rates of epithelial abnormalities were 3.08% in adolescents and 1.39% in adult females, and were 4.76% and 1.83% in 2010, respectively. The high-grade lesions/carcinomas were more common among adults in both years. Discussion: There was an increase in prevalence of epithelial abnormalities in the last decade, both in adolescents and in adults. Proportionally, the increase was higher among adolescents (6.7%) than in adults (2.2%). However, the rate of high-grade lesions/carcinoma was higher among adult women in the two analyzed years. Conclusion: It was observed that the frequency of cervical epithelial abnormalities was higher among adolescents than adults and increased between 2000 and 2010. <hr/> Introdução: O câncer do colo do útero é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, e a frequência de lesões pré-neoplásicas vem aumentando entre as adolescentes. Objetivos: Estudar e comparar a frequência de anormalidades epiteliais em exames colpocitológicos em adolescentes e adultas. Materiais e métodos: Estudo retrospectivo com base na análise de laudos de exames colpocitológicos realizados nos anos de 2000 e 2010 em adolescentes (12 a 18 anos de idade) e em mulheres adultas. A frequência de alterações citológicas foi explorada, estratificando-as em lesões de alto grau/carcinoma e lesões de baixo grau. Resultados: Em 2000, as taxas de anormalidades epiteliais foram de 3,08% nas adolescentes e de 1,39% nas mulheres adultas; em 2010, de 4,76% e 1,83%, respectivamente. As lesões de alto grau/carcinoma foram mais frequentes entre as adultas em ambos os anos. Discussão: Tanto em adolescentes como em adultas, verificou-se aumento da prevalência de anormalidades epiteliais na última década. Proporcionalmente, o aumento foi maior entre adolescentes (6,7%) do que em adultas (2,2%). No entanto, a taxa de lesões de alto grau/carcinoma foi maior entre as adultas nos dois anos analisados. Conclusão: Observou-se que a frequência de anormalidades epiteliais cervicais é maior em adolescentes do que em adultas, tendo aumentado entre os anos de 2000 e 2010. <![CDATA[Resultados preliminares da implantação da filosofia Lean em um laboratório de patologia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100033&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Oncologic care shows a growing and unmet demand, and requires the search for alternatives that allow the efficient use of limited resources, the building of autonomy, and the endeavour for continuous improvement of processes. In the present work, we present the implementation of Lean philosophy at a pathology laboratory of an oncology hospital. Among the preliminary results, we highlight the redefinition of the dynamics of the staff, and the physical reorganization of the area. Such important changes culminated in an expressive reduction of lead time, even with a significant increase in the monthly load of exams.<hr/>A assistência em oncologia possui uma demanda crescente e reprimida e requer a busca por alternativas que viabilizem o uso eficiente de recursos limitados, a construção de uma cultura laboral de autonomia dos colaboradores e a melhoria contínua dos processos. No presente trabalho, apresentamos a experiência de implantação da filosofia Lean em um laboratório de patologia especializado em oncologia. Entre os resultados preliminares, destacamos a redefinição da dinâmica de trabalho do corpo técnico e a reorganização física do laboratório. Tais alterações culminaram em uma expressiva redução do tempo total de execução, mesmo com o aumento significativo da carga mensal de exames. <![CDATA[Tumor epitelial-estromal misto do rim: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100039&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Mixed epithelial and stromal tumor (MEST) represents a recently described biphasic kidney neoplasm, which predominantly affects perimenopausal females. The authors report the case of a young male patient with a MEST exhibiting positivity for estrogen and progesterone receptors. Computed tomography/magnetic resonance imaging (CT/MRI) showed an expansive lesion affecting the right kidney. Grossly, a solid-cystic tumor was identified, which measured 5.7 × 3.5 × 2.4 cm. On microscopic examination, a biphasic tumor constituted by stromal and epithelial elements, without significant atypias, was identified. The stromal element was composed of spindle cells revealing positive immunoexpression for actin, desmin, vimentin, and estrogen receptors. The epithelial component exhibited a predominantly tubular pattern showing positive immunoreaction for cytokeratins. The diagnosis of MEST was then established.<hr/>O tumor epitelial e estromal misto (TESM) representa uma neoplasia renal bifásica descrita recentemente que afeta predominantemente mulheres na perimenopausa. Os autores relatam o caso de um paciente jovem, do sexo masculino, com TESM exibindo positividade para receptores de estrogênio e progesterona. A tomografia computadorizada/ressonância magnética (TC/RM) mostrou lesão expansiva no rim direito. Ao exame macroscópico, identificou-se tumor sólido-cístico medindo 5,7 × 3,5 × 2,4 cm. À microscopia, foi encontrado tumor bifásico constituído por elementos estromais e epiteliais, sem atipias significativas. O componente estromal era composto por células fusiformes, exibindo imunoexpressão positiva para actina, desmina, vimentina e receptores de estrogênio. Os elementos epiteliais mostraram padrão predominantemente tubular e exibiram imunorreação positiva para citoqueratinas. O diagnóstico de TESM foi então estabelecido. <![CDATA[Hemangioma epitelioide cutâneo de localização atípica: relato de caso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100044&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The epithelioid hemangioma, also called angiolymphoid hyperplasia with eosinophilia, is a rare benign vascular tumor that manifests as nodules. Histopathological examination shows vascular spaces of various sizes lined by prominent endothelium, and inflammatory infiltrates composed of eosinophils, histiocytes, mast cells and lymphocytes. We report a case of epithelioid hemangioma characterized by skin lesion in the left upper limb. This is an unusual location, since the lesions occur most often in the head and neck.<hr/>O hemangioma epitelioide, também denominado hiperplasia angiolinfoide com eosinofilia, é um tumor vascular raro, de caráter benigno, que se manifesta como nódulos. O exame histopatológico evidencia espaços vasculares de diversos calibres, revestidos por endotélio proeminente e infiltrado inflamatório composto de eosinófilos, histiócitos, mastócitos e linfócitos. Relatamos um caso de hemangioma epitelioide caracterizado por lesão de pele no membro superior esquerdo. Essa é uma localização incomum, uma vez que as lesões ocorrem mais frequentemente na cabeça e no pescoço. <![CDATA[Mielolipoma gigante em retroperitônio: relato de caso e revisão da literatura]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100048&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Adrenal myelolipomas are unusual benign tumors with an average age of 60 years at onset, often associated with adrenal gland. A 63-year-old female presenting with abdominal discomfort and a large expanding mass in retroperitoneum occupying the right hemiabdomen, with extrinsic compression of adjacent organs, underwent tumor resection. Macroscopic examination of the surgical specimen showed a large yellowish homogeneous lesion with areas of hemorrhage, covered by a thin fibrous capsule. Microscopic analysis revealed a neoplasm composed of mature adipocytes permeated by hematopoietic tissue. There was residual adrenal cortex around the lesion.<hr/>Mielolipomas são tumores benignos pouco comuns, com média de incidência de 60 anos, frequentemente associados à glândula adrenal. Relata-se caso de paciente do sexo feminino de 63 anos que apresentava quadro clínico de desconforto abdominal e volumosa formação expansiva em retroperitônio, ocupando hemiabdômen direito com compressão extrínseca de órgãos adjacentes, sendo submetida à ressecção tumoral. A análise macroscópica da peça cirúrgica mostrou volumosa lesão homogênea amarelada com áreas de hemorragia, recoberta por fina cápsula fibrosa. A análise microscópica revelou neoplasia constituída por adipócitos maduros permeados por tecido hematopoiético, notando-se cortical da suprarrenal residual na periferia da lesão. <![CDATA[Acurácia da consulta intraoperatória em lesões das glândulas salivares: análise de 748 casos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-24442015000100052&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction: Lesions of the salivary glands are uncommon, representing 2% to 6.5% of all neoplasms of head and neck, and because of the difference in treatment between them, an accurate diagnosis is essential. The cytological study by fine-needle aspiration (FNA) biopsy is a highly accurate method used to diagnose lesions of the salivary glands. Intraoperative consultation (IOC), in its turn, is a test that provides diagnosis during surgery, aiming to differentiate malignant from benign lesions and to enable the most appropriate surgical approach. Objective: To evaluate the accuracy of IOC in salivary gland lesions. Material and methods: A survey was conducted in the database of Instituto Nacional de Câncer (Inca) into IOC for diagnosis of salivary gland lesions from January 2001 to December 2012, and found 748 cases. Diagnosis made at IOC (IOCD) was compared with the gold standard histopathological diagnosis and classified into: 1) consenting; 2) discordant; and 3) indeterminate. From these data, sensitivity, specificity and accuracy were calculated. Results: Among the 748 IOCs, results were concordant in 656 cases (88%), discordant in 56 (7%), and indeterminate in 36 (5%). Sensitivity was 78%, specificity 99% and accuracy 92%. Conclusion: Our results indicate that IOC in salivary gland lesions is highly accurate and can contribute to the surgical approach. <hr/> Introdução: As lesões das glândulas salivares são incomuns, representando de 2% a 6,5% de todas as neoplasias da região da cabeça e do pescoço. Devido à diferença de tratamento entre elas, é fundamental um diagnóstico preciso. O estudo citológico por meio de punção aspirativa por agulha fina (PAAF) é um método com alta acurácia utilizado para o diagnóstico das lesões das glândulas salivares; já a consulta intraoperatória (CIO) é um exame que oferece o diagnóstico no decorrer da cirurgia, tendo como objetivo diferenciar as lesões malignas das benignas e possibilitar a conduta cirúrgica mais adequada. Objetivo: Avaliar a acurácia da CIO nas lesões das glândulas salivares realizadas em uma instituição. Material e métodos: Realizou-se uma pesquisa sobre as CIOs realizadas para diagnóstico nas lesões das glândulas salivares no Instituto Nacional de Câncer (Inca) no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2012, sendo encontrados 748 casos. Os diagnósticos de CIO foram comparados com o diagnóstico histopatológico (DHP), considerado padrão-ouro, e classificados em: 1) concordantes, 2) discordantes e 3) indeterminados. A partir desses dados, foram calculadas sensibilidade, especificidade e acurácia. Resultados: Das 748 CIOs realizadas, os resultados foram concordantes em 656 casos (88%), discordantes em 56 (7%) e indeterminados em 36 (5%). A sensibilidade foi de 78%; a especificidade, de 99%; e a acurácia, de 92%. Conclusão: Nossos resultados indicam que a CIO em lesões das glândulas salivares tem alta acurácia, podendo contribuir para a conduta cirúrgica.