Scielo RSS <![CDATA[Journal of Epilepsy and Clinical Neurophysiology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1676-264920100001&lang=en vol. 16 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Neurotrophins in temporal lobe epilepsy</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100002&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: A neurotrofinas NGF, BDNF, NT-3 e NT-4 são os principais representantes da família das neurotrofinas no sistema nervoso central de mamíferos. Estão presentes em estágios específicos do crescimento e sobrevivência neuronal como a divisão celular, diferenciação e axogênese e também nos processos naturais de morte celular neuronal. A atividade biológica das neurotrofinas é mediada pelos receptores de tropomiosina quinase Trk. NGF ativa principalmente os receptores TrkA, BDNF e NT-4 interagem com os receptores TrkB e NT-3 com TrkC. Todas as NTs também podem se ligar, com menor afinidade, ao receptor p75NTR. Nesta breve revisão serão levantadas as principais evidências sobre o papel e expressão das principais neurotrofinas no hipocampo, com ênfase nas alterações que ocorrem em modelos animais de epilepsia. RESULTADOS: As neurotrofinas parecem ter um papel chave na plasticidade sináptica relacionada à epilepsia, onde elas poderiam agir tanto como fatores promotores da epileptogênese quanto como substâncias anti-epiléptogênicas endógenas. Além disso a expressão dos genes que codificam os fatores neurotróficos e seus receptores pode ser alterada pela atividade de crises em diversos modelos de epilepsia. CONCLUSÃO: Vários estudos têm demonstrado a relação entre a expressão das neurotrofinas e as alterações na plasticidade dos circuitos neuronais que ocorrem após danos cerebrais, tais como a epilepsia. O conhecimento das alterações na expressão das neurotrofinas na plasticidade neuronal pode nos auxiliar a entender como estas moléculas participam dos mecanismos epileptogênicos e dessa forma, dar início ao estudo de novas terapias e ao desenvolvimento de novas drogas que auxiliem no tratamento da epilepsia.<hr/>INTRODUCTION: NGF, BDNF, NT-3 and NT-4 are the major neurotrophins in the mammal central nervous system. These proteins play key roles in development of the nervous system, but they are also responsible for important functions in the adult brain, such as trophic support of adult neurons, cell plasticity and death. The neurotrophins activate three different members of the tropomyosin-related kinase (Trk) family of receptor tyrosine kinases. These three receptors exhibit distinct affinities for different neurotrophins, with NGF activating TrkA, BDNF and NT-4 activating TrkB, and NT-3 predominantly activating TrkC. All NTs can also interact with the receptor p75NTR, a member of the tumor necrosis factor receptor superfamily. RESULTS: NTs have a key role also in the neuronal plasticity related to epilepsy, and they are able to act as epileptogenic factors and anti-epileptogenic endogenous factors. Besides that, several studies have shown that status epilepticus and chronic seizures may alter gene and protein expression of these factors. CONCLUSION: Here, we briefly give a short review of current knowledge of the roles and expression of the major neurotrophins in the hippocampus, with emphasis to the changes that occur in animal models of epilepsy. The knowledge on how the mechanisms underlying the multiplicity of biological functions in which the neurotrophins take part may provide us key insights into the cellular mechanisms of neuronal function in health and disease. <![CDATA[<b>Avoidable death</b>: <b>appropriate management and health care can save lives of people with epilepsy?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: A mortalidade por epilepsia ainda é uma questão negligenciada e as mortes relacionadas com a epilepsia não são bem compreendidas. Recentemente, alguns estudos têm operacionalizado a metodologia de mortalidade evitável, descrevendo as causas de morte que não devem ocorrer na presença de boa qualidade de serviços e tratamento médico adequado. Esse debate sobre causas de morte evitáveis é amplo e parece promissor para o desenvolvimento do monitoramento e avaliação de desempenho da atenção à saúde de pessoas com epilepsia. OBJETIVO: explorar e selecionar os estudos que priorizaram a epilepsia como evento sentinela ou estudos de mortalidade evitável onde a seleção da epilepsia foi caracterizada dentro do grupo de causas evitáveis de morte. METODOLOGIA: A revisão baseou-se numa pesquisa do banco de dados PubMed, usando os descritores, "mortality", "avoidable", "death" e "epilepsy", sem limites de tempo na data de publicação. Apenas artigos de particular relevância para a compreensão da morte evitável por epilepsia foram recuperados e revistos. RESULTADOS: Encontramos uma variedade de estudos que incluíram a epilepsia dentro do grupo de causas de morte evitáveis e assim, pudemos discorrer a temática que pode nortear as ações e políticas públicas de saúde, facilitando a adoção de mecanismos de monitoramento do desempenho da atenção e da prevenção da saúde dos pacientes com epilepsia. CONCLUSÕES: Diante dos resultados encontrados, sugerimos como estratégias que poderiam ser consideradas pelos órgãos públicos de saúde, a implantação de comitês de mortalidade, que sejam de natureza interinstitucional, multiprofissional e confidencial para a prevenção da mortalidade relacionada à epilepsia. Com isso, medidas de intervenção podem ser realizadas para melhorar o atendimento das pessoas com epilepsia e, consequentemente, reduzir os óbitos relacionados à epilepsia.<hr/>INTRODUCTION: The epilepsy avoidable death is a neglected issue. Deaths related to epilepsy are still not fully understood. Recently, some studies have showed the methodology of avoidable death, describing the causes of death should not occur in the presence of good quality services and appropriate medical treatment. The impact of studying the causes of avoidable death is relevant and promising for the monitoring and evaluation of performance of health care system for people with epilepsy. PURPOSE: To explore and select the studies emphasizing epilepsy as avoidable death or avoidable mortality studies where the selection of epilepsy was defined within the group of preventable causes of death. METHODOLOGY: The review was based on a search in the database PubMed, using as key words: "mortality", "avoidable", "death" and "epilepsy", without time limits on the date of publication. RESULTS: We observed a variety of studies of epilepsy in the group of avoidable causes of death. So, we could discuss the topics that could guide the actions and public health policies. CONCLUSIONS: These results suggest strategies involving the establishment of committees of mortality - institutional, multidisciplinary and confidential - to prevent mortality related to epilepsy. So, the adequate intervention' strategies can be performed to improve the management of people with epilepsy and, consequently, to reduce the mortality on epilepsy. <![CDATA[<b>The relation between epilepsy and obstructive sleep apnea syndrome</b>: <b>review</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVOS: Avaliar principalmente a relação entre síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) e crises epilépticas (CE). MÉTODOS: Pesquisa no Pubmed com publicações de 2000 até 23.11.2009 a partir dos descritores “Sleep Apnea, Obstructive” [Mesh Major Topic] e epilepsy[title/abstract]. Acrescentado também artigo referente à Classificação Internacional de Transtornos do Sono-2005. RESULTADOS: Obtidos 19 artigos (um em alemão, excluído) sendo 1 artigo de revisão, 2 editoriais, 5 relatos de caso, 1 série de casos, 4 transversais, 1 ensaio clínico piloto, 2 longitudinais experimentais sem controle, 1 longitudinal/avaliação polissonográfica em dois momentos, 1 de acurácia. CONCLUSÃO: A SAOS é subnotificada na população epiléptica farmacorresistente e nos pacientes com sonolência excessiva diurna (pode ser consequência da SAOS) bem como nos que serão submetidos a estimulação do nervo vago (pode exacerbar SAOS em pacientes com SAOS pré-existente) para fim de controle de CE. Os dados dessa revisão levantam a hipótese da relação importante entre SAOS e CE, pois alguns estudos sugerem a relação mútua entre os dois fatores, apesar de não haver significância estatística. Existe uma relação inversa em um relato de caso de lobectomia frontal esquerda com resolução de CE e da apneia, levando a sugestão de que descargas epilépticas interictais extensas bem como a CE em si no sono pudessem alterar o controle das vias aéreas superiores. A revisão estabelece também a necessidade da realização de novos estudos com análise multivariada e, idealmente, prospectivos e com controles, com amostra maior, observacionais ou de intervenção, com continuous positive airway pressure (CPAP) para a conclusão mais fundamentada metodologicamente.<hr/>OBJECTIVES: Mainly to evaluate the relationship between obstructive sleep apnea (OSA) and seizure. METHODS: Search in the Pubmed from 2000 up to November 11, 2009, using the terms “Sleep Apnea, Obstructive” [Mesh Major Topic] and epilepsy [title/abstract]. Included too the International Classification of Sleep Disorders-2005. RESULTS: It was obtained 19 articles (one in German, excluded) being 1 review, 2 editorials, 5 case reports, 1 case series, 4 cross-sectional, 1 clinical pilot study, 2 longitudinal experimental without control, 1 longitudinal study with two polysomnographic estimations, 1 accuracy. CONCLUSION: The OSA is underreported in the pharmacoresistent epilepsy population and in daily excessive sleepiness patients (that can be consequence of the OSA) such as in that who will be submitted to the vagus nerve stimulation (may enhance OSA in patients with preexisting OSA) with the aim of seizure control. The data of this review raises the hypothesis that there is a important relationship between OSA and seizure, because some studies suggest the mutual relationship between the two factors in spite of not being statistically significant. In other hand, in a case report was hypothesized that the pathophysiology of OSA in patients with epilepsy may be impacted by frequent,extensive interictal epileptiform discharges or seizures altering upper airway control during sleep. This review also establishes the need of carrying out new studies with multivariate analysis and, ideally, prospective and with controls, with bigger sample size (observational/with intervention such as with CPAP) to define the studied relationship in better methodological basis. <![CDATA[<b>Video-EEG in the pursuit of documented coexistence of epileptic and psychogenic nonepileptic seizures</b>: <b>how long is too long? - a case report</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Continuous Vídeo-EEG monitoring remains the gold-standard tool to confirm or disregard the diagnosis of epilepsy in selected cases in which a differential diagnosis is required and not clearly established in the basis of outpatient procedures. However, it may be a tiresome and stressful experience for patients and it is certainly an expensive test. Thus, we wonder how far (considering both financial and emotional costs) should we pursue the goal of documenting all suspicious events. An illustrative case is presented.<hr/>Monitorização continua com Video-EEG permanece como método de eleição no diagnóstico de epilepsia, em casos selecionados onde o diagnóstico diferencial não pode ser perfeitamente definido com base em procedimentos ambulatoriais. Entretanto, a monitorização contínua pode constituir uma experiência cansativa e estressante para os pacientes, além de custo envolvido. Considerando estes custos (emocional e financeiro) é especulada a real necessidade da documentação de todos os eventos suspeitos. Um caso ilustrativo é apresentado. <![CDATA[<b>Effects of epilepsy and malnutrition in the developing central nervous system</b>: <b>clinical aspects and experimental evidences</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100006&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: A desnutrição e epilepsia são problemas prevalentes em países em desenvolvimento, principalmente na faixa etária pediátrica. OBJETIVOS: Tendo em vista o impacto que insultos como as crises convulsivas e a desnutrição geram no sistema nervoso central (SNC) de crianças, nosso estudo visa revisar a literatura atual sobre a relação entre desnutrição precoce e epilepsia em estudos clínicos e experimentais em ratos. METODOLOGIA: Revisão de literatura em revistas indexadas no Medline, no período de janeiro de 2000 até dezembro de 2008. RESULTADOS: Foram utilizados os unitermos epilepsy e malnutrition para a busca, sendo encontrados 1044 artigos, dos quais 56 foram selecionados para esta revisão. Procuramos resumir os principais achados referentes às alterações influenciadas pelas crises convulsivas e desnutrição no desenvolvimento do SNC. CONCLUSÕES: A análise desses artigos indicou que a desnutrição precoce acarreta déficit neuronal, com alterações cognitivas e modificações no desenvolvimento e crescimento em modelos experimentais, podendo haver maior suscetibilidade a crises convulsivas. Aparentemente, a desnutrição não é uma causa direta de epilepsia, mas pode diminuir o limiar para as crises epiléticas, havendo um efeito aditivo entre ambas.<hr/>INTRODUCTION: Malnutrition and epilepsy are main problems in developing countries, especially affecting children. PURPOSE: Considering the impact that insults like seizures and malnutrition have in the developing central nervous system (CNS), our study intends to review the current literature about the relation between epilepsy and early malnutrition in clinical and experimental studies in rats. METHODS: Literature review in Medline, during the period of January of 2000 to December 2008. RESULTS: Using the key words epilepsy and malnutrition, 1044 articles were found, from which we used 56 to this review. We intended to summarize the main findings that are refered to the alterations induced by seizures and malnutrition in the CNS development. CONCLUSION: The analysis of these articles indicated that early malnutrition lead to neuronal deficit, with cognitive alterations and growth and developmental disorders in experimental models, possibly causing more susceptibility to seizures. Apparently, malnutrition is not a direct cause of epilepsy, but it can decrease the threshold to seizures, suggesting an additive effect between these variables. <![CDATA[<b>Epilepsy and quality of life symposium</b>: <b>future perspectives and practice actions to people with epilepsy</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100007&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: O evento de Qualidade de Vida (QV) promovido pela ABE teve por objetivo reunir profissionais da área e traçar um breve panorama dos estudos da literatura e da situação dos estudos em nosso país. METODOLOGIA: Temas como instrumentos utilizados mundialmente na avaliação da QV das pessoas com epilepsia (PCE), validações realizadas no Brasil, fatores que afetam a QV nas epilepsias e aspectos da família foram amplamente discutidos. RESULTADOS: Frequência e gravidade das crises, depressão, ansiedade, efeitos adversos das medicações, tratamento cirúrgico, bem como fatores psicossociais (estigma, isolamento social, ausência de suporte) exercem influência marcante sobre a QV. CONCLUSÃO: Ações práticas futuras requerem a realização de estudos brasileiros multicêntricos.<hr/>INTRODUCTION: Participants at a workshop sponsored by Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) in Brazil, November, 2009 determined the importance of quality of life (QOL) studies. The goal of the symposium was to increase awareness among health care professionals of the importance of QOL reseaches. METHODS: QOL concepts, instruments validation to Brazil, the impact of seizures and influencing factors in QOL were discussed. RESULTS: Seizures severity and frequency, depression, anxiety, adverse drug effects, surgical treatment, and psychosocial factors affecting QOL of people with epilepsy (PWE). The final section looked at the important role of family burden. CONCLUSION: Future multicentric researches in Brazil will allow to understand the implication of seizures in PWE, and to provide tolls to prevent and diminish the negative impact of epilepsy in QOL. <![CDATA[<b>Errata</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-26492010000100008&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: O evento de Qualidade de Vida (QV) promovido pela ABE teve por objetivo reunir profissionais da área e traçar um breve panorama dos estudos da literatura e da situação dos estudos em nosso país. METODOLOGIA: Temas como instrumentos utilizados mundialmente na avaliação da QV das pessoas com epilepsia (PCE), validações realizadas no Brasil, fatores que afetam a QV nas epilepsias e aspectos da família foram amplamente discutidos. RESULTADOS: Frequência e gravidade das crises, depressão, ansiedade, efeitos adversos das medicações, tratamento cirúrgico, bem como fatores psicossociais (estigma, isolamento social, ausência de suporte) exercem influência marcante sobre a QV. CONCLUSÃO: Ações práticas futuras requerem a realização de estudos brasileiros multicêntricos.<hr/>INTRODUCTION: Participants at a workshop sponsored by Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) in Brazil, November, 2009 determined the importance of quality of life (QOL) studies. The goal of the symposium was to increase awareness among health care professionals of the importance of QOL reseaches. METHODS: QOL concepts, instruments validation to Brazil, the impact of seizures and influencing factors in QOL were discussed. RESULTS: Seizures severity and frequency, depression, anxiety, adverse drug effects, surgical treatment, and psychosocial factors affecting QOL of people with epilepsy (PWE). The final section looked at the important role of family burden. CONCLUSION: Future multicentric researches in Brazil will allow to understand the implication of seizures in PWE, and to provide tolls to prevent and diminish the negative impact of epilepsy in QOL.