Scielo RSS <![CDATA[RAE eletrônica]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1676-564820070002&lang=es vol. 6 num. 2 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<B>Editorial</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200001&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[<B>La construcción de estrategias corporativas bajo la perspectiva no determinística</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200002&lng=es&nrm=iso&tlng=es Os estudos sobre estratégia no Brasil apresentam um viés marcantemente determinístico. Com o propósito de contribuir para esses estudos, com uma ótica normativa e não determinística, este artigo descreve o movimento estratégico de uma organização do se tor de telefonia fixa que decidiu entrar no setor de telefonia móvel. Adotando-se como referencial teórico a concepção de estratégia como uma realidade construída de forma interativa e contextual, optou-se por uma pesquisa qualitativa para atingir o propósito da investigação, por meio da análise de conteúdos discursivos. Os resultados dessa pesquisa mostram que a perspectiva da estratégia numa organização evolui e ganha complexidade, sem perder a característica processual. Essa característica, por sua vez, reforça a necessidade de se investir em estudos interpretativos de estratégia com vistas a aperfeiçoar seu conceito antes da construção de modelos prescritivos.<hr/>The strategy research in Brazil tends do adopt predominantly deterministic models. As a contribution to this kind of research this article adds a normative and non-deterministic perspective where the strategic movement of a telephone company is described and its decision to enter the mobile phone business. Adopting the perspective that strategy is a constructed reality in an iterative and contextual way, a qualitative approach was adopted to carry on the field research, using content analysis. The results of the investigations show that strategy is subject to evolution and becomes increasingly complex, nevertheless keeping the characteristics of a process. The findings reinforce the need for interpretive research that would lead to a better understanding of strategy itself prior to jumping to prescriptive models. <![CDATA[<B>Espiritualidad en las organizaciones y comprometimiento organizacional</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200003&lng=es&nrm=iso&tlng=es A espiritualidade nas organizações está representada nas oportunidades para realizar trabalho com significado, no contexto de uma comunidade, com um sentido de alegria e de respeito pela vida interior. A literatura sobre o tópico é prolixa, mas a evidência empírica é ainda escassa. Neste artigo, procuramos contribuir para mitigar essa escassez. Mostramos como cinco dimensões de espiritualidade nas organizações (sentido de comunidade; alinhamento do indivíduo com os valores da organização; sentido de préstimo à comunidade; alegria no trabalho; oportunidades para a vida interior) explicam o comprometimento organizacional. A amostra abrange 361 indivíduos de 154 organizações. As dimensões de espiritualidade explicam 48%, 16% e 7% de variância, respectivamente, do comprometimento afetivo, do normativo e do instrumental. Os resultados sugerem que as pessoas denotam mais elevados laços afetivo e normativo, e mais fraco laço instrumental, quando experimentam mais forte sentido de espiritualidade no trabalho.<hr/>Workplace spirituality is defined here as workplace opportunities to perform meaningful work in the context of a community with a sense of joy and of respect for inner-life. Although the literature on the topic is prolific, empirical research is still scarce. In this empirical study, we show how five dimensions of spirituality at work (team's sense of community; alignment with organizational values; sense of usefulness to society; enjoyment at work; space for inner life) explain organizational commitment. A sample comprising 361 organizational members from 154 organizations was collected. The five dimensions of spirituality explain 48%, 16% and 7% of the variance of the affective, the normative and the continuance commitment respectively. The findings suggest that when people experiment spirituality on their workplace, they feel more affectively attached to their organizations, experiment a sense of obligation/loyalty toward them and feel less committed instrumentally. <![CDATA[<B>Grado de informatización de empresas</B>: <B>estudio de un modelo estructural aplicado al sector industrial del estado de São Paulo</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200004&lng=es&nrm=iso&tlng=es A difusão do uso da Tecnologia de Informação (TI) é evidenciada por meio de um processo, que pode ser denominado informatização e que permeia nossa sociedade e negócios. Com relação aos negócios, os gestores necessitam de instrumentos para avaliar o uso organizacional da TI. O artigo apresenta um modelo de avaliação com base na mensuração do construto Grau de Informatização (GI). Cinco dimensões (fatores) de avaliação foram consideradas no modelo final: uso organizacional da TI, impactos da TI, atributos das aplicações da TI, infra-estrutura da TI e governança da TI. O modelo foi desenvolvido a partir do levantamento de dados de uma amostra de 830 empresas industriais do estado de São Paulo. Nele, a modelagem por equações estruturais foi utilizada para desenvolver e validar o GI. O construto satisfez os requisitos de consistência e validade interna e demonstrou possuir validade externa na medida em que as proposições em relação ao tamanho da empresa e não quanto aos níveis de investimentos em TI foram confirmadas.<hr/>The diffusion of Information Technology (IT) is evidenced through a process that can be named "Informatization", which permeates our society and businesses. Business managers need instruments to evaluate the organizational use of IT. This paper presents a model for evaluating the organizational use of IT based on the measurement of the Informatization Level (IL) construct. Five evaluation dimensions (factors) were considered: IT organizational use, IT impacts, IT application attributes, IT infra-structure and IT governance. The model developed was based on data collected from a sample of 830 industrial companies in the Brazilian state of São Paulo and structural equation modeling was employed to develop and validate the IL. The construct complied with reliability requirements and internal validity also showing external validity, as the hypothesis of being related to the company size and not related to IT investments was confirmed. <![CDATA[<B>La preferencia por subscripciones privadas de acciones en el Brasil</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200005&lng=es&nrm=iso&tlng=es Este artigo investiga a preferência de empresas brasileiras não financeiras por emissões particulares de ações ou por emissões públicas no período de 1995 a 2002. Apresenta-se evidência estatística descritiva, e em seguida são desenvolvidos modelos de análise discriminante múltipla e de regressão logística. Os resultados apontam maior propensão à emissão privada de ações por empresas com menor rentabilidade ou maiores prejuízos, que realizaram emissões de menor porte, apresentam maior concentração de propriedade, maior endividamento, menor liquidez por negócio em Bolsa de Valores, e empresas estatais ou holdings.<hr/>This article investigates the preference of non-financial Brazilian firms for public issues or private placements of equity as a source of capital from 1995 to 2002. Empirical evidence is presented by means of descriptive statistics, followed by the development of Multiple Discriminant Analysis and Logistic Regression models. The results reveal greater propensity to use private issues for firms with lower returns on equity and profits, smaller issues, high control concentration, more debt, less liquid stocks; and for holding and State-owned companies. <![CDATA[<B>Relaciones de trabajo y regímenes de empleo en el Canadá y en el Brasil un estudio comparativo</B>: <B>a comparative study</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200006&lng=es&nrm=iso&tlng=es Em um ambiente de competição econômica global, empresas e Estados focaram suas estratégias de ajuste competitivo no princípio de flexibilidade e desregulamentação do trabalho e da redução dos gastos sociais. Em muitos países, estas políticas significaram o abandono das metas de pleno emprego e o aumento dos regimes de emprego precários ou não-regulamentados. O artigo analisa os elementos institucionais e políticos centrais dos sistemas de relações de trabalho do Canadá e do Brasil e as recentes mudanças nos regimes de emprego e na estrutura do mercado de trabalho destes países. Ainda que devam ser consideradas suas especificidades, a pesquisa revela que as experiências de flexibilização do mercado de trabalho em ambos os países resultaram em redução de direitos, o que contribuiu para o aumento da desigualdade social no Canadá e para a deterioração das condições de emprego e pobreza no Brasil.<hr/>In an environment of global economic competition, firms and the State have focused strategies of competitive adjustment on the principle of labour flexibility and deregulation, and on the reduction of social expenses. In many countries, these policies meant the abandonment of full employment aims and the increase of precarious or non-regulated employment regimes. This article analyses the main political and institutional elements of labour relationship systems in Canada and Brazil, and the recent changes in the employment regimes and labour market structures in these countries. Although this study considered the specificities of each country, the research findings demonstrate that the labour market flexibility experiences in both resulted in labour rights reduction, and increased social iniquity in Canada and to deterioration of employment conditions and increase of poverty in Brazil. <![CDATA[<B>Una perspectiva italiana del empreendedorismo</B>: <B>entrevista con Alberto Martinelli</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200007&lng=es&nrm=iso&tlng=es Em um ambiente de competição econômica global, empresas e Estados focaram suas estratégias de ajuste competitivo no princípio de flexibilidade e desregulamentação do trabalho e da redução dos gastos sociais. Em muitos países, estas políticas significaram o abandono das metas de pleno emprego e o aumento dos regimes de emprego precários ou não-regulamentados. O artigo analisa os elementos institucionais e políticos centrais dos sistemas de relações de trabalho do Canadá e do Brasil e as recentes mudanças nos regimes de emprego e na estrutura do mercado de trabalho destes países. Ainda que devam ser consideradas suas especificidades, a pesquisa revela que as experiências de flexibilização do mercado de trabalho em ambos os países resultaram em redução de direitos, o que contribuiu para o aumento da desigualdade social no Canadá e para a deterioração das condições de emprego e pobreza no Brasil.<hr/>In an environment of global economic competition, firms and the State have focused strategies of competitive adjustment on the principle of labour flexibility and deregulation, and on the reduction of social expenses. In many countries, these policies meant the abandonment of full employment aims and the increase of precarious or non-regulated employment regimes. This article analyses the main political and institutional elements of labour relationship systems in Canada and Brazil, and the recent changes in the employment regimes and labour market structures in these countries. Although this study considered the specificities of each country, the research findings demonstrate that the labour market flexibility experiences in both resulted in labour rights reduction, and increased social iniquity in Canada and to deterioration of employment conditions and increase of poverty in Brazil. <![CDATA[<B>Organizaciones modernas y la burocracia</B>: <B>una "afinidad electiva"</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200008&lng=es&nrm=iso&tlng=es Em um ambiente de competição econômica global, empresas e Estados focaram suas estratégias de ajuste competitivo no princípio de flexibilidade e desregulamentação do trabalho e da redução dos gastos sociais. Em muitos países, estas políticas significaram o abandono das metas de pleno emprego e o aumento dos regimes de emprego precários ou não-regulamentados. O artigo analisa os elementos institucionais e políticos centrais dos sistemas de relações de trabalho do Canadá e do Brasil e as recentes mudanças nos regimes de emprego e na estrutura do mercado de trabalho destes países. Ainda que devam ser consideradas suas especificidades, a pesquisa revela que as experiências de flexibilização do mercado de trabalho em ambos os países resultaram em redução de direitos, o que contribuiu para o aumento da desigualdade social no Canadá e para a deterioração das condições de emprego e pobreza no Brasil.<hr/>In an environment of global economic competition, firms and the State have focused strategies of competitive adjustment on the principle of labour flexibility and deregulation, and on the reduction of social expenses. In many countries, these policies meant the abandonment of full employment aims and the increase of precarious or non-regulated employment regimes. This article analyses the main political and institutional elements of labour relationship systems in Canada and Brazil, and the recent changes in the employment regimes and labour market structures in these countries. Although this study considered the specificities of each country, the research findings demonstrate that the labour market flexibility experiences in both resulted in labour rights reduction, and increased social iniquity in Canada and to deterioration of employment conditions and increase of poverty in Brazil. <![CDATA[<B>En busca de la responsabilidad perdida?</B>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482007000200009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Em um ambiente de competição econômica global, empresas e Estados focaram suas estratégias de ajuste competitivo no princípio de flexibilidade e desregulamentação do trabalho e da redução dos gastos sociais. Em muitos países, estas políticas significaram o abandono das metas de pleno emprego e o aumento dos regimes de emprego precários ou não-regulamentados. O artigo analisa os elementos institucionais e políticos centrais dos sistemas de relações de trabalho do Canadá e do Brasil e as recentes mudanças nos regimes de emprego e na estrutura do mercado de trabalho destes países. Ainda que devam ser consideradas suas especificidades, a pesquisa revela que as experiências de flexibilização do mercado de trabalho em ambos os países resultaram em redução de direitos, o que contribuiu para o aumento da desigualdade social no Canadá e para a deterioração das condições de emprego e pobreza no Brasil.<hr/>In an environment of global economic competition, firms and the State have focused strategies of competitive adjustment on the principle of labour flexibility and deregulation, and on the reduction of social expenses. In many countries, these policies meant the abandonment of full employment aims and the increase of precarious or non-regulated employment regimes. This article analyses the main political and institutional elements of labour relationship systems in Canada and Brazil, and the recent changes in the employment regimes and labour market structures in these countries. Although this study considered the specificities of each country, the research findings demonstrate that the labour market flexibility experiences in both resulted in labour rights reduction, and increased social iniquity in Canada and to deterioration of employment conditions and increase of poverty in Brazil.