Scielo RSS <![CDATA[Cadernos EBAPE.BR]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1679-395120120001&lang=pt vol. 10 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial da Seção Opinião em homenagem ao Professor Marcelo Milano Falcão Vieira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Por uma nova interpretação das mudanças de paradigma na administração pública</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste ensaio é identificar e aprofundar a análise dos paradigmas presentes no campo teórico da administração pública no Brasil. Além de salientar as transformações, trata-se de demonstrar a continuidade paradigmática presente nos estudos do campo em questão. A hipótese central deste texto é de que, embora tenhamos assistido a mudanças paradigmáticas nas duas últimas décadas, o campo da administração pública ainda é dominado - assim como nas ciências sociais e na teoria de organizações - por uma concepção funcionalista da ciência. Para demonstrar essa hipótese, utilizamos a seguinte metodologia para construção do argumento epistemológico e consequentemente para elaboração deste ensaio: (i) Partimos de um diálogo com o trabalho de Keinert (1994, 2000), fazendo uma leitura que aponta os limites e busca complementar o mesmo; (ii) examinamos criticamente a trajetória do campo da administração pública no Brasil e as diferentes correntes teóricas que o compõem, com base no modelo de paradigmas construído por Burrell e Morgan (2008); (iii) analisamos então quatro correntes principais que compõem hoje o campo, as quais denominamos de Estadocêntrica; Pluralista; Nova Administração Pública e Novo Serviço Público, caracterizando cada uma delas e identificando os paradigmas nos quais elas estão ancoradas. Para concluir, apresentamos uma síntese, demonstrando o predomínio do paradigma funcionalista no campo da administração pública brasileira e chamando a atenção para a necessidade de se pensar novos caminhos metateóricos pouco explorados (CALDAS, 2007), tendo como inspiração referenciais críticos e interpretativos.<hr/>The objective of this essay is to identify and analyse the theoretical paradigms in the field of public administration in Brazil. The essay demonstrates that there have been no substantial changes in the theoretical paradigms in this field. The central hypothesis is that the field of public administration - as well as social science and organisational theory - is dominated by a functionalist conception of science, although changes in the theoretical paradigms have been perceived in the field in the last two decades. The method used to verify the hypothesis is organised as follows: (i) a discussion of Keinert's work (1994, 2000), pointing out its limitations and offering complements; (ii) a critical examination of the history of the field of public administration in Brazil and its different theories based on the model of paradigms created by Burrell and Morgan (2008); (iii) four main theoretical approaches - "state-centred", pluralist, new public management and new public service - that nowadays compose the field of public administration are analysed and the theoretical paradigm on which each one is based is identified. Finally, a synthesis is presented demonstrating the prevalence of the functionalist paradigm in Brazilian public administration, stressing the need to find new and less-explored meta-theoretical ways (CALDAS, 2007), inspired by critical and interpretative references. <![CDATA[<b>Interfaces epistemológicas sobre administração pública, institucionalismo e capital social</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A sociedade contemporânea é marcada pela presença de instituições que organizam, normatizam e regulamentam as relações sociais de trabalho. Ao mesmo tempo que as instituições podem ser pensadas individualmente, também possuem a capacidade de se organizar em redes objetivando o fortalecimento de laços intra e interinstitucionais. Diante deste contexto, procura-se, aqui, realizar uma incursão teórica entre administração pública, institucionalismo e capital social, mostrando as possíveis interfaces conceituais, com o intuito de elucidar as contribuições do institucionalismo e do capital social para melhor compreender a administração pública contemporânea. Por um lado, a teoria do capital social favorece o entendido sobre o conjunto de investimentos que são canalizados em ações socioeconômicas e culturais para atender demandas sociais específicas advindas de grupos organizados da sociedade civil. Assim, segundo as premissas do capital social os indivíduos se relacionam uns com os outros para ter acesso aos recursos públicos coletivos almejando a consecução de diversos interesses comuns. Já no institucionalismo parte-se da premissa de que qualquer instituição, formalmente constituída e legitimamente reconhecida pelos atributos legais da sociedade, perde a razão de ser quando sua lógica de constituição não consegue ser mais eficiente do que qualquer ação individual isolada. Por fim, as discussões em torno das temáticas do capital social, institucionalismo e modelos de administração pública nos convidam a refletir sobre as mudanças ocorridas nas sociedades modernas, principalmente no que se refere às formas de governo e às tendências das relações entre Estado e sociedade que vêm ocorrendo no mundo globalizado.<hr/>Contemporary society is marked by the presence of institutions that organize, regulate and govern the social relations of work. While institutions can be designed individually, they also have the ability to organize into networks that aim to strengthen intra and inter- institutions. Given this context, the aim here is to perform a theoretical incursion into public administration, institutionalism and social capital, showing the possible conceptual interfaces in order to elucidate the contributions of institutional and social capital to better understand contemporary public administration. On the one hand, the theory of social capital promotes understanding of the set of investments that are channeled into socioeconomic and cultural activities to meet specific social needs arising from organized groups in civil society. Thus, according to the assumptions of the capital, people interact with each other for access to public resources in order to achieve the collective targeting of several common interests. Meanwhile, institutionalism sets out on the assumption that any institution that is formally constituted and legitimately recognized by the legal attributes of society loses when the reason for the logic of its constitution can no longer be any more effective than individual action alone. Finally, the discussions surrounding the themes of social capital, institutional and public administration models invite us to reflect on the changes that take place in modern societies, especially regarding forms of government and trends in relations between state and society that take place in a globalized world. <![CDATA[<b>Identidades, práticas discursivas e os estudos organizacionais</b>: <b>uma proposta teórico-metodológica</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo do presente artigo é propor uma visão da identidade nos estudos organizacionais que integre as ideias: da identidade como prática cotidiana; da prática como prática discursiva; e da prática discursiva pautada por racionalidades. As práticas pautadas pelas diferentes racionalidades permitem ao indivíduo exercer uma identidade autêntica ou instrumental em seu cotidiano. Aplicando-se tal entendimento ao contexto das organizações, salienta-se a importância de se estudar os indivíduos em relação aos níveis coletivos, pois, segundo a teoria da delimitação dos sistemas sociais de Ramos (1981), em diferentes enclaves da vida social, torna-se possível ao indivíduo exercer diferentes tipos de racionalidade. Em contrapartida, segundo o conceito de identidade metamorfose de Ciampa (2003), defende-se também a ideia de que o indivíduo é capaz de exercer uma identidade autêntica em contextos pautados pela instrumentalidade, sendo capaz de transformar-se e transformar as condições que o reprimem. Cabe, portanto, ao pesquisador, identificar os grupos, ou identidades coletivas, que emergem no contexto das organizações e analisar a relação entre as racionalidades coletivas e individuais envolvidas, para que, ao final, sejam desvendadas as identidades em jogo. O artigo apresenta primeiramente a articulação teórica de sua proposta e, em seguida, indica caminhos metodológicos possíveis para sua operacionalização.<hr/>This paper aims to propose a perspective on identity in organizational studies, considering an integrative view of identity as everyday practices, practices as discursive practices, and discursive practices as oriented by rationalities. Oriented by different rationalities, individuals are capable of practicing either an authentic or an instrumental identity in their current lives. Applying this assertion to organizational contexts, we emphasize the importance of studying individuals in relation to collective levels. According to Ramos' (1981) theory on the delimitation of social systems, in different worlds of social life, individuals are allowed to act according to different rationality types. On the other hand, considering Ciampa's (2003) concept of metamorphosis identity, we can also state that individuals are capable of practicing an authentic identity in instrumental-oriented contexts. In this way, they transform themselves and transform repressive conditions. Therefore, researchers willing to comprehend identity processes in organizational contexts are expected to identify emergent groups, i.e. collective identities, and then analyze the relationship between collective and individual rationalities in order to reveal identity construction. This paper presents a theoretical articulation of our proposal and, in the final part, indicates possible methodological paths to operationalizing it. <![CDATA[<b>Autogestão e subjetividade: interfaces e desafios na visão de especialistas da ANTEAG, UNISOL e UNITRABALHO</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Administração, em sua corrente teórica dominante, tem se prestado a transformar as empresas em espaços de propagação ideológica acerca de formas hierarquizadas de organização e gestão do trabalho. Negando esta dimensão política e ideológica da ação administrativa, a Teoria da Administração tem se tornado cúmplice dos interesses do business, educando profissionais cujas ações acabam sobrepondo o econômico ao fator humano e às questões éticas. Em contraposição a este cenário de injustiça e exploração, encontra-se a autogestão, forma de gestão não hierarquizada e democrática cuja implantação tem enfrentado muita dificuldade. Para buscar compreender os desafios que se impõem aos trabalhadores e trabalhadoras que se propõem a trabalhar de maneira autogestionária, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com um especialista em cada uma das três seguintes entidades de fomento a organizações autogestionárias: ANTEAG, UNISOL e UNITRABALHO. Os dados foram analisados por meio do método de análise de conteúdo e indicaram que a autogestão, na visão destes profissionais, implica necessidade de uma mudança de subjetividade desses trabalhadores e trabalhadoras, acostumados ao modelo de trabalho hierarquizado e não democrático. Com base nisso, argumenta-se que, para uma melhor compreensão da dificuldade de implantação da autogestão nas organizações, é necessária a adoção de um conceito de subjetividade que englobe não só o seu caráter individual, mas também seu caráter coletivo. Conquanto a visão da subjetividade individual e coletiva nos leve a refletir sobre o fato de que os desafios da prática da autogestão são mais profundos do que aparentam inicialmente, acreditamos que sua resolução pode estar mais próxima de nós do que imaginamos.<hr/>According to its mainstream approach, management has turned organizations into hierarchical forms of organization and work management. By denying its political and ideological dimensions, the Management Theory has become part of the business concerns, teaching professionals how to act according to an instrumental rationality. In counterpoint to this scenario of injustice and exploitation, self-management arises, a form of management that is democratic and non-hierarchical, despite the drawbacks that still remain. The goal of this work is to understand the challenges that the workers who chose to work under the self-management concept face. We interviewed specialists from three organizations - ANTEAG, UNISOL and UNITRABALHO. The interviews were analyzed through the method of content analysis. For these professionals, self-management implies a need for a change in the subjectivity in the workers, who are used to a hierarchical and non-democratic kind of work. We argue that in order to understand the difficulty of implementing self-management in organizations, a concept of subjectivity that embraces not only the individual but also the collective feature should be adopted. The concept of subjectivity as being both individual and collective suggests that the challenges encountered in the practice of self-management are deeper than they first appear to be, although they might be solved sooner than we think. <![CDATA[<b>Esquemas interpretativos de dirigentes e fornecedores com relação a estratégias e ações de responsabilidade social</b>: <b>o caso da empresa O Boticário</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Apesar da crescente importância do fornecedor e do aumento da pressão social para a produção sustentável ao longo da cadeia produtiva, constatou-se que há carência de estudos sobre a responsabilidade social das empresas com fornecedores que explorem a subjetividade presente na relação sujeito e sociedade. Neste estudo tem-se por objetivo analisar o significado atribuído pelos dirigentes e pelo stakeholder fornecedor às estratégias e ações de responsabilidade social na empresa O Boticário. A estratégia de pesquisa é a de estudo de caso único, o nível de análise deste trabalho é organizacional e a unidade de análise são as pessoas responsáveis pelas atividades de responsabilidade social na empresa O Boticário e também os gestores ou proprietários das empresas fornecedoras. Como resultados principais, vale destacar, entre os valores e crenças mencionados pelos dirigentes entrevistados: mito do fundador, valorização dos funcionários, respeito às leis, transparência e confiança. O conceito de responsabilidade social também parece associado a valores, como a conformidade a leis, normas e certificações. É evidente a preocupação dos dirigentes com a legitimidade da empresa, ou seja, que sua reputação, imagem e qualidade atendam às expectativas do que a sociedade tem como empresa ideal. Tal preocupação estende-se aos fornecedores pela verificação de todos os aspectos legais dos parceiros de negócios. Ao incorporar a cultura de O Boticário, os fornecedores apresentam crenças e valores semelhantes em relação ao comprometimento com o cliente.<hr/>Despite the growing importance of the supplier in the productive chain and the increase in social pressure for sustainable production throughout the chain, the evidence shows that there is a lack of studies on the social responsibility of companies with the suppliers that explore the subjectivity in the relationship between individuals and society. The aim of this study is to analyze the meaning attributed by managers and the stakeholder supplier regarding strategies and actions of social responsibility by the Boticário company. The research strategy is a unique case study, the level of analysis is organizational and the unit of analysis is the managers involved with the activities of social responsibility in the company and also the managers or owners of the supplying companies. It was observed that the values and beliefs mentioned by the interviewees are the myth of the founder, valuation of employees, respect for the law, transparency and confidence. The concept of social responsibility also seems associated with values, such as compliance with the law, norms and certifications. The concern of the managers over the company's legitimacy is evident. This means that its reputation, image and quality match society's expectations of an ideal company. And this concern extends to the suppliers through the verification of all the legal aspects of the business-oriented partners. When incorporating the culture of Boticário, the suppliers present similar beliefs and values in relation to customer commitment. <![CDATA[<b>A presença de agentes intermediadores na formação de redes interorganizacionais</b>: <b>uma análise sob a perspectiva temporal</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Nos estudos sobre redes interorganizacionais, existem esforços focados em entender a formação de redes, assunto esse que gera interesse dos formuladores de políticas públicas já que se busca no associativismo promovido pelo Estado e pelas iniciativas privadas, substância para impulsionar o desenvolvimento local. Diante disso, o objetivo do estudo foi verificar, por meio da formalização do Arranjo Produtivo Local (APL) de calçados de Birigüi (SP), se a presença desses agentes é essencial para a formação da rede interorganizacional. Como sustentações teóricas foram abordadas: a evolução temporal das redes; a Teoria Institucional aplicada às redes interorganizacionais; o capital social presente nos laços de relacionamento; a presença de agentes intermediários como coordenadores na governança das redes. A estratégia de pesquisa adotada baseou-se em entrevistas com 32% dos gestores das empresas que participavam formalmente do APL e com uma gestora do agente intermediador, além de observação e análises de pesquisas prévias sobre a industrialização de Birigüi. Como resultados verificou-se haver um legado regional que sustenta uma base de know-how para a industrialização de calçados. No entanto, percebeu-se que os interesses dos participantes do APL eram predominantemente comerciais, sem haver um nível de capital social e de institucionalização desenvolvidos a ponto de se criarem, de forma legítima, associações provenientes de vontades das próprias organizações. Sem esse ambiente institucional fortemente construído na região, não se verificou um racional claro para o associativismo, havendo a percepção de que os ganhos oriundos da participação na rede são futuros. Concluiu-se que a coordenação realizada por um agente intermediador tem poder de articulação limitado na formação de redes interorganizacionais se não existir uma institucionalização prévia que envolva, principalmente, valores e normas de capital social. Sem esses pré-requisitos, o agente intermediador pode acabar por ter funções de governança para ações assessórias da rede.<hr/>There are academic efforts to understand the formation of networks in the interorganizational research agenda, a subject that attracts the interest of policy makers since they seek through associative initiatives promoted by the State or through private agents, substance to promote local development. Based on this, the objective of this study is to verify, through the formation of the shoe cluster in Birigüi, São Paulo State, whether the presence of these agents is essential for cluster formation. The theoretical foundations are the temporal evolution of networks, the Institutional Theory applied to interorganizational networks, social capital embedded in relational ties and the presence of intermediate agents as coordinators in network governance. The research strategy adopted was based on interviews with 32% of the managers of an enterprise that formally joined the cluster and with a manager from the intermediate agent, in addition to the researcher's observation and analysis of previous studies of Birigüi's industry. The results verified the existence of a regional legacy that supports a local know-how knowledge base for shoe manufacturing. However, it was perceived that the interests of participants in the cluster were mainly focused on commercial issues, without the development of an adequate level of social capital and institutionalization to legitimately create an association as a result of the organizations' own will. Without this strong institutional environment in the region, a clear rational explanation for associative initiatives could not be found. The perception was that gains from network participation are expected for the future. It was concluded that the coordination done by an intermediate agent has limited articulated power in the formation of an interorganizational network when there is no previous institutional formation that involves, mainly, social capital values and norms. Without these pre-requirements, the intermediate agent may end up with governance functions for the network's accessory actions. <![CDATA[<strong>Etnometodologia</strong>: <strong>desvelando a alquimia da vivência cotidiana</strong>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este ensaio teórico propõe-se a apresentar uma análise introdutória sobre a etnometodologia, abordagem de pesquisa social empírica surgida a partir dos anos sessenta do século passado que impactou a sociologia desde então ao salientar que os etnometodólogos estudam fenômenos sociais, aqueles que estão disponíveis em atividades humanas incorporadas, sensíveis, de fala e ação. Apresenta-se e discute-se o contexto histórico do seu surgimento, evidenciando suas origens, seus conceitos principais, os elementos filosóficos constitutivos, os métodos e os tipos de pesquisa que essa abordagem comporta e desenvolveu ao longo das últimas décadas; bem como críticas e pontos de convergência com outras abordagens de pesquisa social. Sugere-se a abertura de diálogo entre a etnometodologia e os estudos organizacionais que versam no terreno das práticas sociais, argumentando como, a partir do seu caráter multiparadigmático e multifacetado, a etnometodologia pode ser uma abordagem de pesquisa válida para o estudo qualitativo das organizações. Conclui-se que a etnometodologia parece ser uma possibilidade de aproximação com o fenômeno organizacional que permite compreendê-lo de forma adequada com base na noção de práticas sociais.<hr/>This theoretical essay aims to present an introductory analysis of ethnomethodology, an empirical social research approach that arose in the 1960s and has had an impact on sociology ever since, as it underlines that ethnomethodologists study social phenomena, those which are available in the incorporated sensitive human activities of speech and action. For this purpose, some issues are presented and discussed, such as the historical context of its emergence, highlighting its origins, main concepts, constitutive philosophical elements, methods and types of research that this approach encompasses and has developed over the past decades, in addition to criticisms and converging points with other social research approaches. The main intention here is to suggest a dialogue between ethnomethodology and organizational studies that deal with social practices, discussing how, from its multiparadigmatic and multifaceted nature, ethnomethodology can be a valid research approach for the qualitative study of organizations. In conclusion, ethnomethodology seems to be a possibility for approaching the organizational phenomenon that allows it to be adequately understood based on the notion of social practices. <![CDATA[<b>Para além da homogeneidade cultural</b>: <b>a cultura organizacional na perspectiva subnacional</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo tem como objetivo discutir os estudos culturais organizacionais e propor um modelo teórico de análise a partir de uma nova dinâmica espacial que leva em consideração as interações sociais marcadas pela relação entre o global e o local. Sua importância decorre da proposição de um modelo que analisa a cultura organizacional sobre um prisma subnacional, superando a visão homogênea de cultura nacional. O pressuposto é que diante da existência de novas condições sociais da pós-modernidade, as organizações precisam ser interpretadas também à luz dos valores culturais regionais. Assim, a partir do modelo apresentado, propomos uma explicação de como as forças globais e regionais interagem através de fluxos culturais, e como influenciam o contexto cultural organizacional. São discutidas ainda implicações práticas desta abordagem em algumas áreas organizacionais que são naturalmente mais influenciados pelo contexto cultural. Uma evidência prática é discutida a partir do contexto cultural brasileiro. Ao final, são feitas proposições para futuras pesquisas com o intuito de consolidar o modelo teórico, e dar robustez ao campo.<hr/>The main objective of this article is to debate organizational culture studies considering a new spatial dynamic, and considering the social interactions that are marked by the relationship between the global and the local, with the presentation of a proposed analytical framework. Its importance stems from the proposition of the framework, which presents and analyses organizational culture from a subnational perspective, going beyond the homogeneous view of the national culture. It is supposed that, considering the new postmodern social conditions, organizations need to be interpreted according to regional cultural characteristics. Through this framework, we offer an explanation as to how global and regional forces interact alongside the cultural flows, and how this influences the organizational cultural context. We discuss some practical implications of the approach for some of the main managerial fields that are more evidently influenced by the regional characteristics, and the Brazilian case is taken as empirical evidence. In the end, some ideas are presented for future research, specifically with a view to improving the framework and also to contributing to a more robust development of the organizational cultural field. <![CDATA[<b>Novas gerações no mercado de trabalho</b>: <b>expectativas renovadas ou antigos ideais?</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Em meio a transformações nas carreiras e relações produtivas na atualidade, (BALASSIANO e COSTA, 2006; DUTRA, 2010), uma nova geração de profissionais está entrando no mercado de trabalho. Essa geração tem sido caracterizada pela literatura não acadêmica como sensivelmente diferente das antecessoras (ALSOP, 2008; MUNRO, 2009). No entanto, em estudos científicos, as diferenças observadas parecem bem menos acentuadas (CENNAMO e GARDNER, 2008; WONG, GARDINER, LANG et al., 2008). As mudanças no âmbito das carreiras e o ingresso no mercado de trabalho dessa nova geração motivaram a realização deste estudo que objetivou conhecer as expectativas de jovens profissionais em formação quanto às recompensas tangíveis e intangíveis que desejam obter no trabalho, através de entrevistas com estudantes do curso de graduação em Administração de universidades privadas do Rio de Janeiro. Diante de uma pergunta ampla acerca do que desejariam encontrar nas organizações, jovens com idades entre 20 e 28 anos revelaram seus sonhos e anseios. A análise dos relatos sugere que há mais em comum entre os membros da geração Y e seus antecessores do que a literatura não acadêmica nos faria crer. As observações desta pesquisa oferecem suporte à noção de que jovens funcionários talvez estabeleçam contratos psicológicos que favorecem o prazer, a liberdade e o envolvimento social. Ao mesmo tempo indicam que o novo parece coexistir com o tradicional, pois anseios contemporâneos combinam-se a desejos comuns às gerações anteriores, reforçando a percepção de que existem expectativas relacionadas ao trabalho que subsistem, a despeito de mudanças objetivas na esfera produtiva.<hr/>Amid the changes in careers and labor relations in today´s workplace, (BALASSIANO and COSTA, 2006; DUTRA, 2010), a new generation of professionals is entering the job market. This generation has been characterized by the non-academic literature as significantly different from its predecessors (ALSOP, 2008; MUNRO, 2009). However, scientific studies have also suggested that such differences could be much less pronounced (CENNAMO and GARDNER, 2008; WONG, GARDINER, LANG et al., 2008). The changing nature of careers and the entrance of this new generation into the job market have motivated this study, which aims to examine the expectations of young workers regarding the intrinsic and extrinsic rewards they wish to attain in the workplace through interviews with undergraduate students enrolled in management programs offered by private universities in Rio de Janeiro. As they addressed an open question regarding what they wished to find in the organizations, young adults ranging from 20 to 28 years old revealed their dreams and concerns. The analysis of the reports suggests that there is more in common between members of Generation Y and its predecessors than the non-academic literature would have us believe. The observations of this study support the notion that young employees may establish psychological contracts that favor pleasure, freedom and social involvement. On the other hand, new and conventional expectations seem to coexist, since such contemporary concerns come together with aspirations longed for by previous generations, reinforcing the perception that there are work-related expectations that remain, in spite of objective changes in the productive sphere. <![CDATA[<b>A elaboração da face em comunidades virtuais de marca</b>: <b>um estudo de caso sobre uma comunidade virtual de consumidores da Coca-Cola</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt As mudanças por que passam a sociedade e as pessoas, em campos como comunicação, consumo e organização social, desde a concepção da modernidade, colocaram em xeque muitos conceitos que embasavam a compreensão a respeito das pessoas e das suas relações sociais, incluídas as de consumo. Destacamos, neste quadro, as interações sociais encenadas pelas pessoas e os caminhos que percorrem para a elaboração dos seus "eus". Partindo de uma realidade cujo uso massivo da Internet e o surgimento das comunidades virtuais são enfatizados, recortamos uma comunidade virtual da marca Coca-Cola como terreno para compreendermos que faces são elaboradas pelas pessoas quando se utilizam de signos marcários como mediadores em interações virtuais. Para tanto, adotamos as noções de "eu" e elaboração da face conforme concebidas por Goffman (2006), juntamente com a concepção de marca numa dimensão simbólica, enquanto recurso de representação social. Sob este arcabouço teórico, seguimos a perspectiva interpretativista para realizar este estudo de caso netnográfico por meio da análise de discurso funcional. Juntamente com estas orientações ontoepistemológicas e metodológicas, adotamos o método elaborado por Leão (2007) para acessarmos as interações virtuais concebidas como face a face. Catorze faces foram identificadas. Estas são descritas por meio de exemplos extraídos das observações, os quais são elucidativos do papel da marca estudada na dinâmica de negociação interacional entre os participantes, que caracteriza o processo de elaboração de faces. Contribuições para o conhecimento, bem como implicações gerenciais são consideradas.<hr/>Changes experienced by society and people in fields such as communications, consumption and social organization, since the conception of modernity, have put in check many underlying concepts that help us understand people and their social relations, including consumption. We emphasize in this context the social interactions staged by people and the roads they follow on the development of their own selves. From a reality that makes mass use of the internet, the emergence of virtual communities is common, and we have chosen a Coca-Cola discussion group as a basis for understanding which face is developed by people when using brand signs as mediators in virtual interactions. For this purpose, we have adopted the notions of self and face-work as conceived by Goffman (2006), along with the brand concept as a symbolic dimension and a resource for social representation. From this theoretical framework, we follow the interpretative perspective of a netnographic case study using the analysis of functional speech. Along with these ontological-epistemological and methodological guidelines, we adopted the method developed by Leão (2007) to access face to face virtual interactions. Fourteen faces were identified. These are described through examples drawn from observations, which illustrate the researched brand's role in participants' interactional negotiation dynamics that characterize the face-work process. Contributions to the knowledge of the field and managerial implications are considered. <![CDATA[<b>Estudo observacional do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa da ótica de Filion no filme "Mauá - o Imperador e o Rei"</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Indelével</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Marcelo Milano Falcão Vieira</b>: <b>síntese da trajetória de um homem generoso</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Carta para lhe falar do meu bálsamo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Memórias de nosso convívio com o Professor Marcelo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Ao Professor Marcelo Milano Falcão Vieira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Marcelo Milano Vieira e a disciplina Administração Brasileira</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation. <![CDATA[<b>Relações de poder na dialética entre o lugar local e o lugar global</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000100020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Análise do comportamento empreendedor de Irineu Evangelista de Sousa, observado no filme "Mauá - O Imperador e o Rei". Procurou-se usar como base argumentativa o trabalho de Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1993, 1991) sobre características empreendedoras básicas - inovação, aprendizagem, rede de relações e visão. A escolha do tema deveu-se ao pouco conhecimento dos alunos de graduação e pós-graduação em administração - detectado em uma pesquisa exploratória informal - sobre os empreendedores brasileiros e seu papel na evolução econômica do país, sendo relevante este resgate histórico. Após cinco exibições coletivas e algumas exibições individuais do filme, foi realizado um estudo observacional, tipo de observação de "segunda mão", indireta e não participante, com produtivas discussões em equipe. Na revisão bibliográfica buscou-se contextualizar, de maneira sucinta, as características do comportamento empreendedor da ótica de Filion (1991). Pode-se concluir que as características empreendedoras propostas na tipologia do autor apresentam-se com vigor no comportamento do Barão de Mauá, um homem à frente de seu tempo e que procurou contribuir na construção de um novo projeto para o Brasil, possibilitando a transição de um modelo econômico agrário exportador e escravocrata para uma economia de mercado baseada na industrialização, no trabalho assalariado e na livre iniciativa, sendo esse conhecimento essencial para o desenvolvimento do senso crítico e analítico do aluno.<hr/>The objective of this study is to analyze the entrepreneur Irineu Evangelista de Sousa in the film "Maua - The Emperor and the King." We attempted to use as a basis of argument the study of Louis Jacques Filion (2004, 2000, 1999, 1993, 1991) on basic entrepreneurial characteristics - innovation, learning, network of relationships and vision. The choice of theme was due to poor knowledge of undergraduate and postgraduate studies in administration, observed in an informal exploratory study of Brazilian entrepreneurs and their role in the economic development of the country, which is an historical feat. After five collective viewings and some individual viewings of the film, an observational study was conducted, a type of "second hand" indirect and non-participative study, with productive team discussions. The literature review attempted to contextualize, briefly, the characteristics of entrepreneurial behavior from the perspective of Filion (1991). One may conclude that the entrepreneurial characteristics proposed in the typology of the author are presented vigorously concerning the behavior of the Baron of Maua, a man ahead of his time that sought to contribute to the construction of a new project in Brazil, enabling the transition from an agrarian economic model of exports and slavery to a market economy based on industrialization, wage labor and free enterprise. This knowledge is essential for the development of critical and analytical thinking of students, based on a teaching resource for easy assimilation.