Scielo RSS <![CDATA[Revista Dor]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1806-001320140003&lang=es vol. 15 num. 3 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Temporomandibular disorder pain improvement with acupuncture: preliminary longitudinal descriptive study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300159&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Acupuncture is a therapeutic method widely used to manage pain. Temporomandibular disorders have symptoms such as facial pain, pain in temporomandibular region and in masticatory muscles. This study aimed at describing the results obtained in temporomandibular disorder pain intensity improvement in patients treated in a public service with a minimum number of three acupuncture sessions. METHODS: This is a descriptive study with patients with temporomandibular disorders treated in the Dentistry Specialties Center I of the city of Piracicaba (SP) in the period from September 2010 to October 2011. Sample was made up of 31 patients of both genders, aged between 14 and 68 years. Pain was measured by the visual analog scale (VAS), called initial VAS (pre-treatment) and final VAS (post-treatment), respectively in the beginning and end of the acupuncture session. Each patient was submitted to three 20-minute sessions, once a week. RESULTS: Pain was absent (VAS=0) in 67.7% of patients who had pain intensity improvement with iVAS in the first session higher (6.10±2.64) than fVAS in the third session (1.16±1.98). CONCLUSION: With a minimum of three weekly acupuncture sessions it was possible to control temporomandibular disorder pain regardless of the level of initial pain. Its use could contribute to enhance the treatment of such patients in the public service for being a low cost and easy to apply therapy. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Acupuntura é um método terapêutico e seu uso é amplo para o tratamento da dor. As disfunções temporomandibulares apresentam sintomas como dores na face, na região da articulação temporomandibular, nos músculos mastigatórios. O objetivo deste estudo foi descrever os resultados obtidos na redução da intensidade de dor na disfunção temporomandibular em pacientes atendidos no serviço público com um número mínimo de três sessões de acupuntura. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo de pacientes com disfunção temporomandibular tratados com acupuntura no Centro de Especialidades Odontológicas I do município de Piracicaba (SP), no período de setembro de 2010 a outubro de 2011. A amostra foi de 31 pacientes, de ambos os gêneros, com idade entre 14 e 68 anos. A dor foi mensurada através da escala analógica visual (EAV), denominada EAV inicial (pré-tratamento) e EAV final (pós-tratamento), respectivamente no inicio e ao final da sessão de acupuntura. Cada paciente recebeu três sessões de acupuntura, uma vez por semana com a duração de 20 minutos. RESULTADOS: A dor cessou (EAV=0) em 67,7% dos pacientes que apresentaram redução na intensidade de dor, com EAVi da 1ª sessão maior (6,10±2,64) do que a EAVf da 3ª sessão (1,16±1,98). CONCLUSÃO: Com um número mínimo de três sessões semanais de acupuntura foi possível o controle da dor em pacientes com disfunção temporomandibular independentemente do grau de dor inicial. Sua utilização poderia contribuir para ampliar o atendimento a esses pacientes no serviço público por ser uma prática terapêutica de baixo custo e fácil aplicação. <![CDATA[Evaluation of effects of two dexamethasone formulations in impacted third molar surgeries]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300163&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Submucosal dexamethasone injection directly in the surgical area has been used in different dental procedures, but there are still few studies evaluating its efficacy as compared to oral route for impacted third molar surgeries. So, this study aimed to evaluate postoperative pain, edema and trismus after impacted third molar surgeries using oral or submucosal local injection of dexamethasone. METHODS: This was a prospective, controlled, crossover and randomized study involving 36 patients with indication of lower third molar surgeries, who were randomly distributed in two groups: group A - submucosal local injection of dexamethasone (4mg/1mL) after local anesthesia, and group B - oral dexamethasone tablet (4mg) one hour before procedure. Edema and trismus were clinically evaluated in the postoperative period and in the 1st, 2nd, 3rd and 7th postoperative days. Patients were oriented to record pain intensity in the visual analog scale in periods zero (preoperative), 1h, 2h, 4h, 12h, 1 day, 2 days and 3 days and one week after surgery. Data were submitted to statistical analysis with significance level of 5%. RESULTS: There were no significant differences in surgical time with regard to operated sides (p=0.4). Edema and trismus values were not statistically different between observed groups (p&gt;0.05). Mean pain values recorded in the visual analog scale were not statistically different between groups and patients have not reported major postoperative discomfort and had no need to prolong analgesic medication (p&gt;0.05). CONCLUSION: Both dexamethasone administration routes were effective to control pain, edema and trismus after lower third molar surgeries, presenting similar results. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A utilização da injeção submucosa de dexametasona diretamente na área cirúrgica tem sido realizada em vários procedimentos odontológicos, mas ainda são escassos os estudos que avaliaram a sua eficácia em comparação com a via oral para exodontias de terceiros molares inclusos. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar a dor, edema e trismo no pós-operatório de cirurgia de terceiros molares inclusos utilizando-se dexametasona, por via oral, ou por injeção local submucosa. MÉTODOS: Estudo prospectivo, controlado, cruzado e randomizado envolvendo 36 pacientes com indicação cirúrgica de terceiros molares inferiores que foram divididos em dois grupos: grupo A injeção local submucosa de dexametasona (4mg/1mL) após a anestesia local e grupo B - 1 comprimido de dexametasona (4mg), por via oral, uma hora antes do procedimento. Edema e trismo foram avaliados clinicamente no pré-operatório, 1º, 2º, 3º e 7º dia de pós-operatório. Os pacientes foram orientados a registrar a intensidade de dor na escala analógica visual nos períodos zero (pré-operatório), 1h, 2h, 4h, 12h, 1 dia, 2 dias, 3 dias e uma semana após as cirurgias. Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Não revelaram diferenças significativas no tempo cirúrgico em relação aos lados operados (p=0,4). Os valores de edema facial e trismo não demonstraram diferenças estatisticamente significativas entre os grupos observados (p&gt;0,05). Os valores médios de dor registrados na escala analógica visual não mostraram diferença estatística significativa entre os grupos e os pacientes não relataram grande desconforto pós-operatório e não necessitaram prolongar o fármaco analgésico (p&gt;0,05). CONCLUSÃO: As duas vias de administração da dexametasona mostraram-se eficazes no controle da dor, edema e trismo após cirurgias de terceiros molares inferiores, apresentando resultados semelhantes. <![CDATA[Saliva cortisol levels and depression in individuals with temporomandibular disorder: preliminary study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300169&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Temporomandibular disorders are common in general population and their etiology is also linked to psychological factors. Cortisol is a hormone the secretion of which may be increased during emotional changes. This study aimed at evaluating the presence of depression and saliva cortisol levels in patients with temporomandibular disorders. METHODS: Participated in the research 48 students, being 36 females and 12 males, aged between 19 and 32 years. Participants were previously evaluated by means of the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders questionnaire and were classified in two groups: with temporomandibular disorders and without temporomandibular disorders. To establish the presence of depression the Symptom Checklist 90 - Revised test was applied. Saliva was collected between 9:00 a.m. and 9:25 a.m. and saliva cortisol levels were analyzed by spectrophotometry. RESULTS: The Symptom Checklist 90 - Revised has suggested that 64% of patients with temporomandibular disorder were depressed as compared to 43% of individuals without temporomandibular disorder. Saliva cortisol level was 0.272µg/dL for the temporomandibular disorder group and of 0,395µg/dL for the group without temporomandibular disorder, with no statistical difference. CONCLUSION: Within the limits of the study, it was possible to conclude that there is no association among saliva cortisol levels, depression and the presence of temporomandibular disorders. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As disfunções temporomandibulares são comuns na população em geral e sua etiologia também se apresenta ligada a fatores psicológicos. O cortisol é um hormônio cuja secreção pode apresentar-se aumentada diante de alterações emocionais. O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de depressão e os níveis salivares de cortisol em pacientes com disfunções temporomandibulares. MÉTODOS: Participaram desta pesquisa 48 alunos, sendo 36 mulheres e 12 homens, com idades entre 19 e 32 anos. Os participantes foram previamente avaliados por meio do questionário Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders e foram classificados em dois grupos: com disfunções temporomandibulares e sem disfunções temporomandibulares. Para determinar a presença de depressão foi utilizado o teste Symptom Checklist 90 - Revised. A coleta da saliva foi realizada entre as 9h00 e 9h25 da manhã e os niveis de cortisol salivar analisados mediante espectrofotometria. RESULTADOS: A escala Symptom Checklist 90 - Revised sugeriu que 64% dos pacientes com disfunções temporomandibulares apresentaram-se deprimidos em comparação com 43% dos indivíduos do grupo sem disfunção temporomandibular. O nível de cortisol salivar foi de 0,272µg/dL para o grupo com disfunções temporomandibulares e de 0,395µg/dL para o grupo sem disfunção temporomandibular não havendo diferença estatística. CONCLUSÃO: Dentro dos limites do estudo, pode-se concluir que não há associação entre os níveis de cortisol salivar, depressão e a presença de disfunções temporomandibulares. <![CDATA[Association between dental pain and absenteeism among public workers from Southeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300173&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Studies carried out worldwide have shown that the incidence of dental pain is one reason leading people to look for dental services and that it impairs quality of life. This study aimed at observing the prevalence of dental pain, pain-related absenteeism and possible associations with sociodemographic characteristics. METHODS: This was an analytical, observational and transversal study using a randomized sample of 312 public servants obtained from a universe of 994 employees of the City Hall of Marataízes, ES. A structured script with 27 items was used for data collection, which was carried out between May and June 2009, by three qualified servants. Chi-square and Fisher Exact tests were used to compare dental pain percentages and absenteeism to sociodemographic factors. RESULTS: The prevalence of dental pain among employees was 57.0%, with higher prevalence among those with socioeconomic condition C/D/E (OR= 1.560). From those reporting dental pain, 17.8% have missed work, with higher prevalence of those of socioeconomic condition C/D/E (OR= 3.816) and with incomplete high school (OR= 2.298). CONCLUSION: High dental pain prevalence was observed and enough to produce absenteeism, with higher frequency among workers of less favored economic classes and with lower education level. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Pesquisas realizadas em todo o mundo demonstram que a ocorrência de dor de dente é uma das razões que levam as pessoas a procurar o serviço odontológico, comprometendo a qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência da dor dentária, absenteísmo motivado pela dor e possíveis associações com características sociodemográficas. MÉTODOS: Estudo analítico, observacional, transversal utilizou uma amostra aleatória de 312 servidores obtida de um universo de 994 funcionários da Prefeitura do município de Marataízes, ES. Foi utilizado um roteiro estruturado com 27 itens para a coleta de dados, realizada entre maio e junho de 2009, por três servidoras treinadas. Para comparação dos percentuais de dor dentária e absenteísmo com os fatores sociodemográficos foram utilizados os testes Qui-quadrado e Exato de Fisher. RESULTADOS: A prevalência de dor dentária entre os funcionários foi de 57,0%, com maior prevalência naqueles com condição socioeconômica C/D/E (OR=1,560). Dos que sentiram dor dentária, 17,8% faltaram ao trabalho, com maior prevalência para os de condição socioeconômica C/D/E (OR=3,816) e com escolaridade até o ensino médio incompleto (OR= 2,298). CONCLUSÃO: Alta prevalência de dor de dente foi observada e suficiente para produzir absenteísmo, com maior frequência em trabalhadores inseridos nas classes econômicas menos favorecidas e com menor escolaridade. <![CDATA[Pressure and cold pain threshold in healthy subjects undergoing interferential current at different amplitude modulated frequencies]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300178&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: The interferential current is an electrical stimulation method widely used with analgesic purposes; however, there are controversies regarding their usage parameters. The aim of this study was to compare different amplitude modulated frequencies of the interferential current on the pressure and cold pain threshold in healthy volunteers. METHODS: This is a crossover, randomized and blinded evaluators and evaluated in quantitative character test. Participants were 20 volunteers divided into four groups, who for four weeks were subject to different modulated frequencies. Thresholds of pressure and cold pain in four different times were evaluated - at the beginning, right after electric stimulation, 20 and 60 minutes after. As a form of electrical stimulation, interferential current was used at modulated amplitude frequencies of 1Hz, 10Hz and 100Hz with base frequency of 4,000Hz, being that in a particular week volunteers received placebo (0Hz). RESULTS: There has been no significant difference in comparisons within frequencies or between them and the placebo group. CONCLUSION: The use of amplitude modulated frequencies of interferential current of 1Hz, 10Hz and 100Hz did not change cold and pressure pain thresholds, similar to what has been found for the placebo group <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A corrente interferencial é um método de eletroestimulação bastante utilizado com finalidades analgésicas, porém, existem controvérsias com relação aos seus parâmetros de uso. O objetivo do estudo foi comparar diferentes frequências de amplitude modulada, da corrente interferencial, sobre o limiar de dor à pressão e ao frio, em voluntários saudáveis. MÉTODOS: Trata-se de um ensaio cruzado, aleatório e com avaliadores e avaliados encobertos, de caráter quantitativo. Participaram deste estudo 20 voluntários subdivididos em quatro grupos, que durante quatro semanas passaram por diferentes frequências de amplitude modulada. Foram avaliados os limiares da dor à pressão e ao frio em quatro momentos distintos - no início, logo após eletroestimulação, 20 e 60 minutos após. Como forma de eletroestimulação foi utilizada a corrente interferencial nas frequências de amplitude modulada de 1Hz, 10Hz e 100Hz, com frequência de base de 4.000Hz, sendo que em uma determinada semana os voluntários recebiam placebo (0Hz). RESULTADOS: Não houve diferença significativa nas comparações dentro das frequências, nem entre elas e o grupo placebo. CONCLUSÃO: O uso da corrente interferencial nas frequências de amplitude modulada de 1Hz, 10Hz e 100Hz não produziu alterações nos limiares de dor ao frio e à pressão, semelhante ao encontrado para o grupo placebo. <![CDATA[Hand grip strength in the elderly with upper limbs pain]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300182&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Hand grip strength is extremely important to perform daily life activities, such as holding objects, using a handrail or bus supports, carry out domestic tasks, self-care activities, that is, to maintain functionality and independence. This study aimed at evaluating hand grip strength of elderly people with pain in upper limbs. METHODS: The sample was made up of 119 elderly who were divided by gender, being 19 males and 100 females. General mean age was 67.93 years, mean age of males was 67.58 years and mean age of females was 68 years. The elderly were submitted to evaluation with Kratos® dynamometer. RESULTS: All studied individuals are right-handed and there is a higher prevalence of females. When hand grip strength was compared among genders with no pain, there has been stronger right hand strength and when it was compared between genders with pain, this has influenced the strength of both hands, being muscle strength stronger in males. CONCLUSION: After analyzing sample results, it was observed that pain has influenced hand grip strength being that male elderly people had stronger muscle strength as compared to females. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A força de preensão da mão é de extrema importância na realização das atividades de vida diária, tais como segurar objetos, utilizar um corrimão ou apoios em ônibus, realizar trabalhos domésticos, atividades de autocuidado, enfim, manter a funcionalidade e independência. O objetivo deste estudo foi avaliar a força de preensão palmar de idosos que apresentam dor em membros superiores. MÉTODOS: A amostra foi composta por 119 idosos, que foram divididos por gênero, sendo 19 homens e 100 mulheres. A média de idade geral foi de 67,93 anos, a média de idade entre os homens foi de 67,58 anos e entre as mulheres foi de 68 anos. Os idosos foram submetidos a uma avaliação com o dinamômetro Kratos®. RESULTADOS: Todos os indivíduos do estudo são destros e há maior prevalência de mulheres. Quando é comparada a força de preensão palmar entre os gêneros sem dor, houve maior força da mão direita e, quando se comparou entres os gêneros com dor, esta influenciou na força de ambas as mãos, sendo a força muscular dos homens superior. CONCLUSÃO: Depois da análise dos resultados da amostra estudada, observou-se que a dor influenciou a força de preensão palmar, sendo que os idosos do gênero masculino apresentaram maior força muscular quando comparados ao gênero feminino. <![CDATA[Factors associated to salivary flow alterations in dry mouth female patients]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300186&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Saliva plays an important role in oral health; it is involved in lubrication of the oral mucosa, protection against infections, transport of nutrients and digestive enzymes, remineralization of teeth, as well as aiding in chewing, swallowing and speech. Reductions in the amount of saliva are known to increase the risk of oral diseases. This study investigated the factors associated to salivary flow alterations and its relationship with age, burning mouth syndrome, psychiatric and sleep disorders, systemic diseases and chronic drug use. METHODS: A total of 30 patients complaining of dry mouth without unbalanced systemic diseases were included. Questionnaires regarding socio-demographic data, xerostomia, burning mouth, depression and anxiety symptoms, and sleep disturbances were applied. Measures of salivary flow rates were obtained using spit method. Correlation of hyposalivation and quantitative data was determined using a multivariate regression model. RESULTS: The age range was 31-83 years, hyposalivation was correlated positively with sleep disorder (β=0.079, 95% CI, to 0,124) and negatively with burning mouth (β=-0.043, 95% CI, -0.083 to -0.002). CONCLUSION: These results provide evidences regarding the association between reduced salivary flow and burning mouth, sleep disorders and chronic use of psychotropic medicines, and we highlighted the important role of antidepressants on modulation of burning mouth sensation. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A saliva tem um papel importante na saúde bucal; está envolvida na lubrificação da mucosa oral, na proteção contra infecções, no transporte de nutrientes e enzimas digestivas, na remineralização dentária e também auxilia na mastigação, deglutição e fala. Sabe-se que reduções na quantidade de saliva aumentam o risco de doenças bucais. Este estudo investigou os fatores associados a alterações no fluxo salivar e seu relacionamento com idade, síndrome de ardência bucal, distúrbios psiquiátricos e do sono, doenças sistêmicas e uso crônico de medicamentos. MÉTODOS: Foi incluído um total de 30 pacientes com queixa de xerostomia sem doenças sistêmicas desequilibradas. Foram aplicados questionários sobre dados sociodemográficos, xerostomia, ardência bucal, sintomas de depressão e ansiedade e distúrbios do sono. As medidas de fluxo salivar foram obtidas pelo método spit. A correlação entre hipo-salivação e dados quantitativos foi determinada por um modelo univariado de regressão. RESULTADOS: A idade various de 31;83 anos, hipo-salivação foi correlacionada positivamente com distúrbios do sono (β=0,079, 95% CI, 0,033 a 0,124) e negativamente com ardência bucal (β=-0,043, 95% CI, -0,083 a -0,002). CONCLUSÃO: Esses resultados trazem evidências sobre a associação entre fluxo salivar reduzido e ardência bucal, distúrbios do sono e uso crônico de psicotrópicos, e destacamos o importante papel dos antidepressivos na modulação da sensação de ardência bucal. <![CDATA[Analysis of 230 women with chronic pelvic pain assisted at a public hospital]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300191&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Chronic pelvic pain is prevalent, presents difficult treatment and has been poorly investigated. The objective of this study was to analyze 230 patients from the chronic pelvic pain ambulatory of Hospital das Clínicas, Federal University of Goiás. METHODS: Cross-sectional and intervention study, from 2007-2011. RESULTS: Mean age was 38.3±10.0 years. Most women were mulatto, married/cohabitating, attended elementary school, financially dependent, had an income of up to five minimum wages, normal body mass index, up to three children and sexual activity. Almost 30% had abortions, 15.8%, physical abuse and 11%, sexual abuse. Previous surgeries were common. Most had normal bowel and bladder function. Pain lasted over 16 days/month; it worsened in perimenstrual period and started, on average, 6.7 years before. In over 70% of cases there was a coincident event with the onset of pain, and conflict and/or trauma were the most commonly reported. Physical examination and ultrasound were normal in most of these women. Adhesion and/or endometriosis were found in almost 2/3 of 41 laparoscopies performed. There was an average reduction of 39.2% of the pain scale (3.1/7.9) with various adopted treatments (drugs, psychotherapy and laparoscopy) p&lt;0.001. History of sexual abuse and abortion was associated with less pain reduction. CONCLUSION: This study adds epidemiological and clinical information on women with chronic pelvic pain in Brazil. Clinical and psychotherapeutic treatments induced significant reduction of the pain scale between the first and last visit of patients. Laparoscopy did not potentiate the reduction of pain. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor pélvica crônica é prevalente, apresenta tratamento difícil e tem sido pouco investigada. O objetivo deste estudo foi analisar 230 pacientes do ambulatório de dor pélvica crônica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás. MÉTODOS: Estudo de corte transversal e de intervenção realizado entre 2007 e 2011. RESULTADOS: A média de idade das mulheres foi de 38,3±10,0 anos. A maioria das mulheres era parda, casada/amasiada, cursou ensino fundamental, dependente financeiramente, tinha renda de até cinco salários mínimos, índice de massa corpórea normal, até três filhos e atividade sexual ativa. Aborto ocorreu em 30%, abuso físico em 15,8% e abuso sexual em 11%. A maioria sofreu cirurgia prévia e possuía função intestinal e urinária normais. A dor permanecia por mais de 16 dias/mês, piorava no período perimenstrual e começou, em média, 6,7 anos antes. Em mais de 70% dos casos foi percebido um evento coincidente com o início da dor, sendo conflitos e/ou traumas os mais citados. Os exames físico e ultrassonográfico foram normais na grande maioria dessas mulheres. Aderências e/ou endometriose foram encontrados em quase 2/3 das 41 laparoscopias realizadas. Houve redução média de 39,2% da escala de dor (3,1/7,9) com as várias condutas adotadas (farmacológica, laparoscópica e psicoterápica) p&lt;0,001. História de abuso sexual e de aborto provocado associou-se a menor redução da dor. CONCLUSÃO: Este estudo acrescenta informações epidemiológicas e clínicas sobre mulheres com dor pélvica crônica no Brasil. O tratamento clínico e psicoterápico promoveu redução significativa da escala de dor entre a primeira e a última consulta. Laparoscopia não potencializou a redução da dor. <![CDATA[Pain in patients undergoing appendectomy]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300198&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Pain is a subjective manifestation of unpleasant, personal and untransferable experience, produced by tissue injury involving physical and chemical body mechanisms. This study aimed at identifying the presence of acute pain in the postoperative period of appendectomy, at checking pain records, at describing postoperative complications and at comparing pain management and the adequacy of analgesia. METHODS: This is a transversal, descriptive and quantitative study. Sample was made up of 41 patients submitted to appendectomy. A semi-structured interview was carried out with information about use of analgesics, presence of postoperative pain, pain site, consequences of pain and visual analog scale. To evaluate pain management and the quality of analgesia, the Pain Management Index proposed by the World Health Organization was calculated. RESULTS: From total sample, 61% were males, mean age was 34.36±11.64 years, 70.7% were married and all patients have referred pain. In 90.2% of cases there was no pain recording in medical charts. Surgical incision was the major pain site and its primary consequence was impaired physical mobility. As to pain intensity, 22.2% of patients had moderate pain and were inadequately treated according to Pain Management Index. CONCLUSION: There has been considerable inadequacy of analgesia, pain recording in medical charts was scarce and no nursing professional has recorded pain. Surgical incision was major pain complaint site and impaired mobility was the primary complication. Our data bring about the need for investments in health professionals qualification with regard to pain management. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor é uma manifestação subjetiva de experiência desagradável, pessoal e intransferível, produzida por uma lesão tecidual envolvendo mecanismos corporais físicos e químicos. Os objetivos da pesquisa foram identificar a presença da dor aguda no pós-operatório de apendicectomia, verificar o registro da dor, descrever as complicações da dor pós-cirurgia e comparar o manuseio da dor e a adequação da analgesia. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo e quantitativo. A casuística foi constituída por 41 pacientes submetidos a apendicectomia. Foi realizada entrevista semiestruturada, com informações sobre o uso de analgésico, presença de dor pós-cirúrgica, local da dor, consequências da dor e a escala analógica visual. Para avaliar o manuseio da dor e o padrão da analgesia foi calculado o Índice de Manuseio da Dor proposto pela Organização Mundial de Saúde. RESULTADOS: Sessenta e um por cento eram do gênero masculino, a média de idade foi de 34,36±11,64 anos, 70,7% casados, todos os pacientes referiram dor. Em 90,2% dos casos não havia registro da dor em prontuário. A incisão cirúrgica foi o principal local da dor e a mobilidade física prejudicada sua principal consequência. Quanto à intensidade da dor, 22,2% dos pacientes sentiram dor moderada e foram inadequadamente tratados de acordo com o Índice de Manuseio da Dor. CONCLUSÃO: Observou-se inadequação considerável da analgesia, o registro da dor em prontuário foi muito escasso e nenhum pro-fissional da enfermagem registrou o fenômeno doloroso. A incisão cirúrgica foi o principal local da queixa de dor e a dificuldade para deambular foi a principal complicação. Os dados desta pesquisa suscitam a necessidade de investimentos na capacitação dos profissionais da saúde quanto ao manuseio adequado do fenômeno doloroso. <![CDATA[Pain intensity and functional limitation are not related with medical image findings in patients with shoulder pain]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300202&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Shoulder pain limits patients' ability to perform daily life activities, as well as to carry out professional activities. This study aimed at evaluating the relationship between pain intensity, incapacity and medical image findings of patients with shoulder pain. METHODS: This was an observational analytical study with 54 patients with possible shoulder injury. Participants have answered an incapacity questionnaire, a pain intensity scale and then were submitted to image exams. Incapacity, pain intensity and image diagnosis were correlated, in addition to comparing pain intensity and level of incapacity among participants with and without medical image abnormalities. RESULTS: Mean pain intensity was 7.4±2.52. There has been a high degree of incapacity (mean of 57.2%). Image findings have shown abnormalities in 59.3% of reports. There has been no correlation between image findings and pain intensity, as well as there has also been no correlation between image findings and incapacity. There has been high correlation between pain intensity and incapacity (Rho=0.67; p&lt;0.001). Pain intensity and incapacity were not different between participants with and without some type of abnormality at image exams. CONCLUSION: Patients with shoulder complaints may have limitations to perform daily activities and pain, even with negative image findings. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O quadro doloroso do ombro limita o paciente de realizar suas tarefas diárias, assim como de realizar atividades dentro da sua jornada de trabalho. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre a intensidade da dor, a incapacidade e os achados no exame de imagem de pacientes com dor no ombro. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional analítico em 54 pacientes com possível lesão de ombro. Os participantes responderam um questionário de incapacidade, uma escala de intensidade de dor e em seguida foram submetidos ao exame de imagem. Foi realizada a análise de correlação entre a incapacidade, a intensidade de dor e o diagnóstico por imagem, além da comparação da intensidade da dor e do nível de incapacidade entre os participantes com e sem anormalidade no exame de imagem. RESULTADOS: A intensidade de dor média encontrada foi de 7,4±2,52. Houve alto grau de incapacidade (média de 57,2%). Nos exames de imagem analisados foram encontradas anormalidades em 59,3% dos laudos. Não houve correlação entre os achados na imagem e a intensidade de dor, assim como não houve correlação entre os achados na imagem e a incapacidade. Observou-se alta correlação entre intensidade de dor e o nível de incapacidade (Rho=0,67; p&lt;0,001). A intensidade de dor e incapacidade não foram diferentes entre os participantes com ou sem algum tipo de anormalidade nos exames de imagem. CONCLUSÃO: Pacientes com queixas na região do ombro podem apresentar limitações nas atividades de vida diária e presença de dor, mesmo sem achados no exame de imagem. <![CDATA[Effect of low-level LASER and neural mobilization on nociceptive threshold in experimental sciatica]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300207&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: There are few studies in the literature especially reporting the effects of LASER associated to neural mobilization for sciatica. This study aimed at evaluating the effect of low-level LASER with wavelength of 830 nm and fluency of 4 J/cm2, of neural mobilization and of their association to decrease pain. METHODS: Sample was made up of 28 Wistar female rats, separated in four groups: G1 (placebo); G2 (neural mobilization); G3 (LASER); G4 (neural mobilization and LASER), being that all groups were submitted to sciatic nerve compression. Treatment was performed in the 3rd, 5th, 7th, 10th, 12th and in the 14th postoperative days. To evaluate nociception an analgesimeter was applied both to injury site and the plantar region of right hind paw. Evaluation moments were AV1 (pre-injury); AV2 (3rd postoperative day before treatment); AV3 (4th postoperative day); AV4 (7th postoperative day), AV5 (10th postoperative day) and AV6 (14th postoperative day) before treatment; and AV7 (15th postoperative day). RESULTS: At evaluation sites, there has been no statistically significant difference among groups, but in comparing evaluations there has been significant difference where AV1 values were higher as compared to remaining evaluations. CONCLUSION: Low-level LASER with wavelength of 830nm and fluency of 4J/cm2, neural mobilization and the association of both techniques were not effective to increase nociceptive threshold to pressure of female rats submitted to experimental sciatica. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Há uma carência na literatura relatando, principalmente, os efeitos do LASER associado à mobilização neural na ciatalgia. O objetivo deste estudo foi verificar o efeito do LASER de baixa potência, com comprimento de onda 830nm e fluência de 4J/cm2, da mobilização neural e da sua associação, na redução da dor. MÉTODOS: A amostra foi composta por 28 ratas Wistar, separadas em quatros grupos: G1 (placebo); G2 (mobilização neural); G3 (LASER); G4 (mobilização neural e LASER), sendo que, todos os grupos foram submetidos à constrição do nervo isquiático. O tratamento ocorreu no 3º, 5º, 7º, 10º, 12º e no 14º dia de pós-operatório. Para a avaliação da nocicepção foi utilizado um analgesímetro, aplicado tanto no local da lesão como na região plantar da pata posterior direita. Os momentos de avaliação foram: AV1 (pré-lesão); AV2 (3º dia de pós-operatório antes do tratamento); AV3 (4º dia de pós-operatório); AV4 (7º dia de pós-operatório), AV5 (10º dia de pós-operatório) e AV6 (14º dia de pós-operatório) aconteceram antes do tratamento; e a AV7 (15º dia de pós-operatório). RESULTADOS: Nos dois locais de avaliação, constatou-se que não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos, mas, na comparação entre as avaliações, houve diferença significativa, cujos valores de AV1 foram maiores do que aqueles encontrados nas demais avaliações. CONCLUSÃO: O LASER de baixa potência com comprimento de onda de 830nm e fluência de 4J/cm2, a mobilização neural e a associação das duas técnicas, não foram eficazes para aumentar o limiar nociceptivo à pressão de ratas submetidas à ciatalgia experimental. <![CDATA[Total temporomandibular joint alloplastic reconstruction]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300211&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Temporomandibular disorders are made up of a variety of diseases involving masticatory muscles, temporomandibular joint or both. With clinical treatment, most patients improve function and pain, however when this therapy has unfavorable results, surgical treatment should be considered. Total joint reconstruction with joint prosthesis is a type of surgical procedure. This study aimed at evaluating current status of temporomandibular joint reconstructions with total prostheses. CONTENTS: A review was carried out by crossing selected descriptors in the last 25 years about prosthetic reconstruction of joint structures of the temporomandibular joint. CONCLUSION: The scarcity of highly relevant scientific studies on temporomandibular joint reconstruction with prosthesis makes impossible a systematic review, leading the procedure to be still seen and indicated with caution. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As disfunções temporomandibulares são constituídas por uma variedade de doenças que envolvem os músculos da mastigação, a articulação temporomandibular ou ambos. Por meio de tratamento clínico, a grande maioria dos pacientes apresenta melhora da função e do quadro de dor, porém quando essa terapia não apresenta resultados favoráveis, o tratamento cirúrgico deve ser considerado. A reconstrução total da articulação através de próteses articulares é uma das formas de tratamento cirúrgico. O objetivo deste estudo foi avaliar o estágio atual das reconstruções da articulação temporomandibular, por meio de próteses totais. CONTEÚDO: Realizou-se uma revisão por meio do cruzamento dos descritores selecionados no período dos últimos 25 anos sobre reconstrução por próteses das estruturas articulares da articulação temporomandibular. CONCLUSÃO: A escassez de artigos científicos de grande relevância relacionados à reconstrução por próteses de articulação temporomandibular gera a impossibilidade da realização de uma revisão sistemática, o que faz com que o procedimento ainda seja visto e indicado com cautela. <![CDATA[Recommendations for the use of opioids in Brazil: Part IV. Adverse opioid effects]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300215&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Adequate opioid use in the short and long term, as well as diagnosis, management of adverse effects, abuse and chemical dependence of such agents are still an investigation area for many researchers. This study aimed at discussing actions for monitoring, diagnosing and managing adverse effects common to those drugs. CONTENTS: This article addresses diagnosis and management of common opioid adverse effects, as well as abuse and chemical dependence, discussing the frequency of such alterations, the pharmacological and complementary management, risks associated to therapy and most relevant recommendations. CONCLUSION: Several are the effects of acute or chronic opioid administration. A recommended strategy is to monitor, diagnose the occurrence and adequately treat effects so that there is no damage for patients needing such substances, thus preventing therapy interruption. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O emprego adequado de opioides em curto e em longo prazo, assim como o diagnóstico, o tratamento dos efeitos adversos, o abuso e a dependência química desses agentes continuam sendo um campo de investigação de vários pesquisadores. O objetivo deste estudo foi discutir as ações para a monitoração, diagnóstico e tratamento dos efeitos adversos comuns a esses fármacos. CONTEÚDO: Neste artigo abordou-se o diagnóstico e tratamento dos efeitos adversos comuns dos opioides, assim como abuso e dependência química, discutindo a frequência dessas alterações, o tratamento farmacológico e complementar, os riscos associados à terapêutica e as recomendações mais importantes. CONCLUSÃO: São variados os efeitos adversos decorrentes da administração aguda ou crônica de opioides. Uma estratégia recomendada é monitorar, diagnosticar a ocorrência e tratar os efeitos de forma adequada para que não haja prejuízo para o paciente que necessita dessas substâncias, evitando a interrupção da terapêutica. <![CDATA[Analgesics use for kidney failure]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300224&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: The use of drugs to treat renal failure has particularities due to pharmacokinetic changes present in such population. This study aimed at supplying subsidies for a rational choice of analgesics to be used in patients with renal failure. CONTENTS: Information is provided about pain prevalence and etiology in renal failure patients. In addition, the use of anti-inflammatory drugs, opioid analgesics and adjuvant drugs for pain management is addressed. CONCLUSION: Adjusting pharmacological therapy to renal function impairment may provide effective treatment with less adverse effects. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O uso de fármacos para o tratamento da dor em pacientes com insuficiência renal apresenta particularidades devido às alterações farmacocinéticas presentes nessa população. O objetivo deste estudo foi fornecer subsídios para uma escolha racional dos analgésicos a serem utilizados em pacientes com função renal deficiente. CONTEÚDO: São fornecidas informações sobre prevalência e etiologia da dor em pacientes com insuficiência renal. Além disso, aborda-se a utilização de anti-inflamatórios, analgésicos opioides e fármacos adjuvantes para o tratamento da dor. CONCLUSÃO: O ajuste da terapêutica farmacológica ao comprometimento da função renal é capaz de prover um tratamento eficaz e com menos efeitos adversos. <![CDATA[Racial discrimination in pain management]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300230&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: The vulnerability of certain races and ethnicities may be worsened by the subjectivity of pain. So, this study aimed at identifying whether there has been racial discrimination in pain control by health professionals. CONTENTS: This is a literature review and queried databases were: PubMed/Medline, LILACS, SciELO, Cochrane, EMBASE, SCOPUS and psycINFO with keywords in English and Portuguese: pain-dor andrace-raça orethnic-etnia, analgesia-analgesia, prejudice/discrimination-discriminação, prescriptions drug-prescrição médica. From 3216 articles, 45 were selected. Five were included after manual search, in a total of 50 articles. CONCLUSION: No study was carried out in Brazil and 96% are from the United States. Studies are of the cross sectional and cohort type. Most researched races/ethnicities were black and white, followed by Hispanic and Asian. Most common outcomes were: access to treatment and analgesic prescription. Racial discrimination was identified in 74% of studies, being blacks the most discriminated race. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A vulnerabilidade de determinadas raças e etnias, pode ser agravada pela subjetividade da dor. Portanto, o objetivo deste estudo foi identificar se há discriminação racial no controle da dor pelos profissionais de saúde. CONTEÚDO: Trata-se de uma revisão de literatura, e as bases de dados consultadas foram: PubMed/Medline, LILACS, SciELO, Cochrane, EMBASE, SCOPUS e psycINFO com palavras-chaves em inglês e português: pain-dor and race-raça or ethnic-etnia, analgesia-analgesia, prejudice/discrimination-discriminação, prescriptions drug-prescrição médica. De 3.216 artigos, 45 foram selecionados. Na busca manual, cinco foram incluídos, totalizando 50 artigos. CONCLUSÃO: Nenhum estudo foi realizado no Brasil e 96% são dos Estados Unidos. Os estudos são do tipo transversal e corte. As raças/etnias mais pesquisadas foram a negra e a branca, seguidas dos hispânicos e asiáticos. Os desfechos mais usados foram: acesso ao tratamento e a prescrição de analgésicos. A discriminação racial foi identificada em 74% dos estudos, sendo a raça negra a mais discriminada. <![CDATA[Manual acupuncture associated with amitriptyline for treatment of tactile allodynia at concha of the ear: case report and 12-month follow up]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132014000300236&lng=es&nrm=iso&tlng=es BACKGROUND AND OBJECTIVES: Allodynia is a pain induced by stimuli which normally do not induce pain; it is caused by changes in sensory specificity. Acupuncture may be used for neuropathic pains such as allodynia or hyperalgesia. However, most studies in this area are in animal models. This study aimed at reporting the first case of efficacy of the association of acupuncture and amitriptyline in human being with tactile ear allodynia. CASE REPORT: Female patient, 46 years old, complaining of paroxysmal pain, in shock, triggered by touch on the right concha of the ear, irradiating to ipsilateral fundus, as a consequence of epidermoid carcinoma excision in cranial posterior fossa six years ago. Other sequelae of such surgery were right central facial paralysis and left hemiparesis; however they were not her current complaint. Previously, paroxysmal pain had been only partially controlled with amitriptyline, being patient then referred for tentative treatment with acupuncture. Two acupuncture points were selected by the manual technique, together with the maintenance of previous amitriptyline. There has been pain decrease, being that at fifth consultation patient has withdrawn the use of amitriptyline on her own. Pain had totally regressed after the seventh consultation. CONCLUSION: Acupuncture was effective to treat allodynia, with no symptoms recurrence even after six months without intervention or drug use. For being the first report of this association in human beings, specifically for allodynia, further studies are needed. <hr/> JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Alodínia é uma dor provocada por estímulos que normalmente não gerariam dor; causada por alterações da especificidade sensorial. A acupuntura pode ser usada para dores neuropáticas como a alodínia ou hiperalgesia. Entretanto, a maioria dos estudos na área são em modelos animais. O objetivo deste estudo foi relatar o primeiro caso de eficácia da associação entre acupuntura e amitriptilina em um ser humano com alodínia tátil auricular. RELATO DO CASO: Paciente do gênero feminino, 46 anos, queixando de dor paroxística, em choque, desencadeada por toque na região de concha do pavilhão auricular direito, irradiando-se para fundo de olho ipsilateral, decorrente da excisão de carcinoma epidermoide em fossa posterior do crânio havia seis anos. Outras sequelas daquela cirurgia foram a paralisia facial direita de origem central e hemiparesia esquerda; entretanto, não constituíam a queixa atual. Previamente, a dor paroxística havia sido controlada apenas parcialmente com amitriptilina, sendo a paciente então encaminhada para tentativa de tratamento com acupuntura. Foram selecionados dois pontos de acupuntura pela técnica manual concomitantemente à manutenção da amitriptilina prévia. Verificou-se diminuição da sintomatologia álgica, sendo que na quinta consulta a paciente suspendeu o uso da amitriptilina por conta própria. Após a sétima consulta foi observada a completa regressão da dor. CONCLUSÃO: A acupuntura mostrou-se eficaz no tratamento da alodínia, não havendo retorno da sintomatologia mesmo após seis meses sem intervenção ou uso do fármaco. Por ser o primeiro relato dessa associação em ser humano, especificamente para a alodínia, mas mais estudos são necessários.