Scielo RSS <![CDATA[Arquivos do Instituto Biológico]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1808-165720130002&lang=pt vol. 80 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Dificuldades encontradas pelos técnicos de defesa sanitária animal na implantação da rastreabilidade na cadeia produtiva de bovinos de corte no Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo desta pesquisa foi realizar o levantamento das principais dificuldades encontradas pelos técnicos de defesa sanitária animal na implantação da rastreabilidade da cadeia produtiva de bovinos de corte, visando elaborar indicadores, sugerir propostas para reduzir a incidência de tais dificuldades e contribuir na formulação de políticas nacionais. Foi elaborado um questionário qualitativo semiestruturado contendo 39 questões de múltipla escolha, abertas e mistas encaminhados a 125 veterinários do curso de pós-graduação Latu sensu em Defesa Sanitária Animal da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras, MG. Os dados obtidos foram tabulados utilizando-se o programa EpiData® 3.1, com controle automático de amplitude e consistência de dados, e posteriormente analisados por meio de estatísticas descritivas e indutivas, utilizando-se o programa estatístico PASW (Predictive Analytics SoftWare) - versão 18.0. As principais dificuldades encontradas pelos técnicos relacionaram-se diretamente com as mudanças frequentes na legislação (97,6%), a falta de compreensão das normas (86,9%) e de divulgação da rastreabilidade (62,8%). Entre as vantagens da identificação e rastreabilidade animal mencionadas pelos técnicos, incluem o maior conhecimento da quantidade do rebanho (97,5%), a abertura e manutenção dos atuais mercados consumidores (95,0%) e o controle e fiscalização do trânsito de animais (93,3%). A rastreabilidade, apesar de ser uma exigência, sobretudo do mercado consumidor importador, ainda encontra-se em evolução. A qualificação e a conscientização dos pecuaristas em relação à rastreabilidade se fazem necessárias.<hr/>The aim of the present study was to carry out a survey of the main difficulties found by the technicians of animal health defense in the establishment of beef cattle traceability, aiming to design indicators, suggest proposals to solve such difficulties and contribute to the formulation of national policies. A semi-structured qualitative questionnaire was designed containing 39 open and mixed multiple-choice questions sent to 125 veterinaries of the Latu sensu graduate course in Animal Health Defense of the Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras, MG, Brazil. The data obtained were tabulated using EpiData® 3.1 software, with automatic control of data range and consistency, and afterward analyzed by means of descriptive and inductive statistics, using the statistical program PASW (Predictive Analytics SoftWare) version 18.0. The chief difficulties found by the techniques were concerned directly with the frequent changes in the legislation (97.6%), the lack of understanding of the norms (86.9%), and of the spread of traceability (62.8%). Among the advantages of identification and animal traceability mentioned by technicians include increasing knowledge of the quantity of livestock (97.5%), the opening and maintenance of current consumer markets (95.0%), and the control and supervision of the transit of animals (93.3%). Traceability, despite being a demand, above all of the importing consuming market, is still under evolution. Both the qualification and awareness of the raisers in relation to traceability are required. <![CDATA[<b>PCR na detecção de gene <i>Fel A</i> de <i>Escherichia Coli</i> em frangos de corte condenados por aerossaculite pela Inspeção Sanitária Federal</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A colibacilose é considerada uma das principais doenças da indústria avícola moderna, devido aos grandes prejuízos econômicos causados. A Escherichia coli contribui não só para a doença em si, levando à perda de peso das aves, bem como para o aumento da taxa condenação de carcaças durante o abate e processamento. A detecção de fatores de virulência de cepas de E. coli do patotipo APEC colabora para a caracterização de sua patogenicidade e as técnicas de PCR têm sido muito úteis na pesquisa de genes que os codificam. Este estudo objetivou diagnosticar E. coli pela detecção o gene Fel A por PCR e relacionar a positividade para este agente com o baixo peso em frangos de corte provenientes de lotes condenados por aerossaculite. Foram estudados 40 lotes de frangos de corte abatidos em um matadouro avícola sob Inspeção Sanitária Federal, localizado no Estado do Rio Grande do Sul. Foram colhidos aleatoriamente 3 frangos e obtidos "pools" de três traqueias em cada um deles para PCR. O DNA foi extraído pelo método de fenol-clorofórmio e amplificado com pares de "primers" específicos para gene Fel A de E. coli. Dos 40 lotes analisados pela PCR, 35% (14/40) foram positivos para o gene Fel A. A PCR foi eficaz para a detecção do gene Fel A em lotes de frangos de corte e houve relação entre a presença do gene Fel A, a queda de peso e aumento na taxa de aerossaculite.<hr/>Collibacillosis is considered one of the major diseases of the modern poultry industry, due to the significant losses it causes. Escherichia coli contributes not only to the disease itself, by causing weight loss of the birds, but also to the increase in carcasses condemnation during slaughter and processing. Detection of virulence factors in E. coli strains of the APEC pathotype contributes to the characterization and pathogenicity of this agent. PCR techniques have been very helpful in the search for genes that encode those virulence factors. This study aimed to detect the gene Fel A of E. coli by PCR and relate its positivity to low weight in broiler flocks with airsacculitis as diagnosed by the health inspection service. The study involved 40 flocks of broilers slaughtered in a single poultry slaughterhouse, under Federal Sanitary Inspection, located in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Three broilers were randomly selected to obtain one "pool" of three tracheas for each PCR. DNA was extracted using phenol-chloroform and amplified using a pair of primers specific to gene Fel A of E. coli. Of the 40 flocks analyzed by PCR, 35% (14/40) were positive for the gene Fel A. PCR was an effective technique for the detection of gene Fel A in broiler flocks. There was a relationship between the presence of the gene Fel A, weight loss, and increase of the airsacculitis rate. <![CDATA[<b>Danos da Mosca-Branca <i>Bemisia Tabaci</i> (Genn.) e distribuição vertical das ninfas em cultivares de soja em casa de vegetação</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A mosca-branca Bemisia tabaci causa danos em plantas de soja em decorrência da sucção de seiva, transmissão de vírus e favorecimento da fumagina, que afetam o desenvolvimento e a produção da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar os danos diretos da mosca-branca e a distribuição vertical de ninfas em cultivares de soja em condições de casa de vegetação. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com 10 cultivares no esquema fatorial 10 x 2 (com e sem infestação) e 4 repetições. Contabilizou-se o número de ovos e ninfas em todos os folíolos e, separadamente, em um folíolo do terços superior, médio e inferior das plantas Os índices de produtividade analisados foram: número de vagens por planta e de grãos por vagem, massa de 100 grãos e massa total de duas plantas. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste F (α < 0,05) e as médias comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade, obtendo-se as diferenças mínimas significativas entre os tratamentos. As cultivares estudadas não foram afetadas pelo ataque de B. tabaci nos níveis de infestação registrados. CD 219 RR foi o cultivar mais infestada por ninfas de mosca-branca. Para melhorar a eficiência e o uso de tempo nas avaliações, em estudos em casa de vegetação, indica-se que estas sejam realizadas nos terços superior e médio das plantas.<hr/>The whitefly (Bemisia tabaci) causes damage in the soybean crop by sucking the plant sap, transmission of viruses and promoting sooty mold that affect the growing and the soybean production. The goal of this work was to evaluate the direct damage of the whitefly, and the vertical nymph distribution, on soybean cultivars under greenhouse conditions. The experimental design was randomized blocks with 10 cultivars in a 10 x 2 factorial scheme (infestation and without infestation) and 4 replications. Counts were made of the number of eggs and nymphs in the upper, middle and lower third of the plants. The productive indices were: number of pods per plant and grains per pod, weight of 100 grains, and weight of 2 plants. The data were submitted to variance analysis and F test (α < 0.05), and the means were compared by Tukey test at 5% probability, obtaining the least significant difference between treatments. The cultivars were not affected by the B. tabaci attack at the infestations levels registered. CD 219 RR was the cultivar most infested by the whitefly nymphs. For better efficiency and use of time in the evaluations, in greenhouse studies it is suggested that they be carried out in the upper and middle thirds of the soybean plants. <![CDATA[<b>Comportamento de híbridos de milho transgênicos e respectivos híbridos isogênicos convencionais em relação à infestação de <i>Spodoptera Frugiperda </i>(j. E. Smith,1727) (Lepidoptera: Noctuidae) em duas localidades e épocas de semeadura</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda, é uma das mais importantes pragas do milho. Vários estudos são realizados para o seu manejo, integrando táticas de controle químico, biológico ou através de plantas resistentes. No intuito de oferecer alternativas a um manejo eficiente dessa praga com a mínima utilização de agrotóxicos, a tecnologia das plantas geneticamente modificadas resistentes a insetos tem sido objeto de muitos estudos. Neste trabalho, o objetivo foi avaliar a infestação natural de lagartas de S. frugiperda e respectivas injúrias em condições de campo, em híbridos transgênicos de milho comparados aos seus isogenes convencionais, em duas épocas de semeadura e em duas regiões. Os híbridos foram semeados na 'safrinha' de 2010 em Jaboticabal, SP, e no verão em 2010/2011, em Jaboticabal, e Pindorama, SP, em delineamento de blocos ao acaso, com sete tratamentos (híbridos) e quatro repetições. Diferentes níveis de infestação de lagartas ocorreram durante todo o desenvolvimento fenológico das plantas nos híbridos convencionais e nos híbridos geneticamente modificados, com significativas diferenças entre os dois grupos na maioria das avaliações. O híbrido 2B710HX foi o menos infestado com lagartas e o com menor área foliar danificada, o que se conclui que a toxina Cry1F foi a mais efetiva na proteção da planta em relação às demais proteínas tóxicas expressas pelos demais híbridos Bt contra a infestação e os danos promovidos por essa praga, independente da época de semeadura.<hr/>The fall armyworm Spodoptera frugiperda is one of the most important pests of maize. Various studies are conducted for their management, integrating chemical and biological control tactics as well as resistant plants. In order to offer alternatives for an efficient management of this pest with minimal use of pesticides, the technology of genetically modified plants resistant to insects has been widely studied. The aim of the present study was to evaluate the natural infestation of larvae of S. frugiperda and their injuries under field conditions in transgenic maize hybrids compared to their conventional isogenic counterparts at two sowing dates and two regions. The hybrids were planted in the "off season" of 2010 in Jaboticabal, SP, Brazil, and the summer of 2010/2011 in Jaboticabal, and Pindorama, SP, in a randomized block with seven treatments (hybrids) and four replications. Different levels of infestation of larvae occurred throughout the phenological development of plants in conventional and genetically modified hybrids with significant differences between the two groups in most evaluations. The hybrid 2B710HX was the least infested with caterpillars and had the least damaged leaf area. It follows that the Cry1F toxin was the most effective in protecting the plant in relation to other toxic proteins expressed by the other Bt hybrids against infestation and damage promoted by this pest, regardless of time of sowing. <![CDATA[<b>Efeito da dose e exposição à terra de diatomácea de diferentes insetos em milho armazenado</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Sitophilus zeamais e Tribolium castaneum são importantes insetos-pragas de grãos armazenados e seus danos correspondem a aproximadamente 25% das perdas na pós-colheita do Brasil. Entre as formas de controle destaca-se o uso de pós-inertes. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a mortalidade de adultos de S. zeamais e T. castaneum com uso de terra de diatomácea (TD) em diferentes dosagens e períodos de exposição. Os tratamentos com terra de diatomácea foram: 1.000 e 2.000 g.t-1 e controle (sem aplicação). Os insetos (10 de cada espécie) foram acondicionados em recipientes plásticos de 300 mL, contendo 100 g de grãos de milho com diferentes umidades (12, 14 e 16% b.u.). As infestações ocorreram 1 hora, 10 e 20 dias após a aplicação da TD. Avaliou-se a mortalidade aos 30 e 60 dias. Foram realizadas cinco repetições/tratamento. Obteve-se maior mortalidade para a espécie S. zeamais do que T. castaneum, sendo que ela aumenta conforme o tempo de exposição dos insetos. Conclui-se que a espécie T. castaneum apresenta maior tolerância e que quanto maior tempo os insetos estiverem em contato com grãos tratados maior será a mortalidade.<hr/>Sitophilus zeamais and Tribolium castaneum are important insect pests of stored grain and their damage corresponds to approximately 25% of post-harvest losses in Brazil. The methods used for the control of these pests notably include the use of post-harvest inert dusts. Therefore, the objective was to assess the mortality of adult S. zeamais and T. castaneum with the use of diatomaceous earth (DE) at different dosages and durations. The treatments with diatomaceous earth were 1,000 and 2,000 GT-1 and control (no application). Insects (10 each species) were placed in 300-ml plastic containers containing 100 g of corn kernels with different moisture contents (12, 14 and 16% wb). Infestations occurred 1 hour, 10 and 20 days after the application of TD. Mortality was evaluated at 30 and 60 days. There were five replicates per treatment. There was a higher mortality for the species S. zeamais than for T. castaneum, and this morality rate increased in direct relation to insect exposure time. It was concluded that T. castaneum has greater tolerance and that the more time the insects are in contact with treated grain the greater the mortality. <![CDATA[<b>Translocação dos herbicidas glyphosate e imazamox em plantas de aguapé</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Entre as diversas plantas daninhas encontradas em ambientes aquáticos, a Eichhornia crassipes é uma das principais, sendo espécie indesejável para muitas atividades. O objetivo deste trabalho foi avaliar a translocação de glyphosate e imazamox em plantas de E. crassipes. Foram estudados oito intervalos de tempo para o corte das folhas que receberam os herbicidas: 2, 4, 6, 8, 12 e 24 horas após a aplicação (HAA) dos produtos, além de um tratamento sem corte das plantas (testemunha). Utilizaram-se glyphosate na dose de 2.160 g e.a. ha-1 (produto comercial - Rodeo) + 0,5% v v-1 do espalhante adesivo aterbane e imazamox na dose de 290,4 g i.a. ha-1 (produto comercial - Clearcast). Os tratamentos foram instalados em um delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições. O glyphosate apresentou um controle insatisfatório quando realizado os cortes das folhas em todos os períodos avaliados. O herbicida imazamox não proporcionou controle em até 12 HAA, enquanto que a partir de 24 HAA do herbicida o controle foi eficiente. Não houve uma grande mobilidade da molécula de glyphosate nas plantas de aguapé, sendo necessário um período superior a 24 horas para uma translocação satisfatória. Já para o imazamox um tempo de mínimo de 24 horas após a aplicação do herbicida foi suficiente para que ocorresse a translocação e um posterior controle.<hr/>Eichhornia crassipes is one of the main weeds found in aquatic environments, being undesirable for many activities. The aim of this study was to evaluate the translocation of glyphosate and imazamox in E. crassipes. Eight intervals were studied for cutting leaves that received herbicides: 2, 4, 6, 8, 12 and 24 hours after application (HAA), and a treatment with no cutting (untreated). The glyphosate dose was 2,160 g a.e. ha-1 (commercial product - Rodeo) + 0.5% v v-1 Aterbane adhesive spreader and imazamox at 290.4 g i.a. ha-1 (commercial product - Clearcast). The treatments were installed in a completely randomized design with four replications. Glyphosate showed a bad control for all the periods of leaf cutting. The imazamox did not provide control within 12 HAA, while from 24 HAA onward the control was effective. There was not a great mobility of the glyphosate molecule in water hyacinth plants, a period above 24 hours being needed for a satisfactory translocation. For imazamox at least 24 hours were needed after herbicide application for the translocation to occur along with subsequent control. <![CDATA[<b>Nematoides entomopatogênicos e sua interação com inseticida químico visando ao controle da broca-da-bananeira <i>Cosmopolites sordidus</i> Germar (Coleoptera: Curculionidae)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The banana weevil borer (Cosmopolites sordidus) is the main pest of banana crops, causing significant losses in productivity, being recommended control by chemical insecticides which cause several environmental impacts. On the other hand, entomopathogenic nematodes can be an alternative to the pest control, mainly because of their habits. Thus, this study aimed at evaluating isolated entomopathogenic nematodes under laboratory conditions and also their interaction with a chemical insecticide (carbofuran), aiming at their use for the weevil borer control. Sixteen Sterinernematidae and Heterorhabditidae isolates were evaluated, applied over the banana tree pseudo stem (100 JIs/cm²) and they were compared to one another concerning mortality caused in adults individual of C. sordidus. The most infective isolates were subjected to in vivo multiplication at the host Galleria mellonella and interaction with the insecticide carbofuran, including in this case, viability and infectivity analysis of the entomopathogenic nematodes exposed to the product, as well as the effect of the insecticide on the symbiotic bacteria of the entomopathogenic nematodes. The experiments at this stage were conducted in completely randomized design and the data were subjected to ANOVA, with application of the Tukey test (p < 0.05). The most virulent isolates were IBCBn24 and IBCBn40 (respectively 33.3% and 36.7% of confirmed mortality), which also showed high multiplication in corpses. The insecticide did not affect the viability of the isolate, but it really harmed its infectivity, although it did not affect the development of the symbiotic bacterium.<hr/>A broca-da-bananeira (Cosmopolites sordidus) é a principal praga dos cultivos de banana, acarretando perdas significativas na produtividade da cultura, sendo recomendados inseticidas químicos para seu controle, os quais causam impacto ambiental. Por outro lado, os nematoides entomopatogênicos podem ser uma alternativa para o controle da praga, principalmente devido aos seus hábitos. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar isolados de nematoides entomopatogênicos em condições de laboratório e a interação com inseticida químico (carbofurano), visando a sua utilização no controle da broca. Foram testados 16 isolados das famílias Sterinernematidae e Heterorhabditidae, aplicados sobre pseudocaule de banananeira (100 JIs/cm²) e comparados entre si quanto à mortalidade causada em indivíduos adultos de C. sordidus. Os isolados mais infectivos foram submetidos a experimentos de multiplicação in vivo no hospedeiro Galleria mellonella e de interação com o inseticida carbofurano incluindo, neste caso, análise de viabilidade e infectividade dos nematoides expostos ao produto, bem como o efeito do inseticida sobre as bactérias simbiontes dos nematoides entomopatogênicos. Os experimentos dessa fase foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, sendo os dados submetidos à ANOVA, com aplicação do teste de Tukey (p < 0,05). Os isolados mais virulentos foram o IBCBn24 e IBCBn40 (respectivamente 33,3% e 36,7% de mortalidade confirmada), os quais também apresentaram elevada multiplicação em cadáveres. O inseticida não afetou a viabilidade do isolado IBCBn40, mas prejudicou sua infectividade, porém, não afetou o desenvolvimento da bactéria simbionte. <![CDATA[<b>Controle de doenças fúngicas e de danos por frio em pós-colheita de lima ácida Tahiti</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A lima ácida Tahiti apresenta-se muito susceptível ao ataque de doenças pós-colheita e, também, por sua elevada sensibilidade, ao armazenamento em baixas temperaturas. Com a finalidade de reduzir estes danos, este trabalho objetivou verificar a eficiência do tratamento térmico na desinfestação de patógenos e na prevenção de danos por frio na pós-colheita deste cultivar e comparar este tratamento com outros utilizando os fungicidas convencionais. Os tratamentos térmicos estudados foram com água quente variando as temperaturas entre 48 a 56° C. A testemunha consistiu de tratamento com água em temperatura ambiente. Depois de tratados, os frutos foram divididos em dois lotes e mantidos em câmara fria com temperatura de 10° C e UR de 90%, por aproximadamente 45 dias. Para comparação foram feitos três outros tratamentos simultaneamente: um utilizando imazalil, outro com bicarbonato de sódio e o terceiro com carbonato de sódio, sendo as aplicações destes três produtos feitas em banhos com água em temperatura ambiente. Foram avaliados 2 grupos de frutos, um tratado por imersão considerando os patógenos oriundos do campo, e outro por inoculação com esporos dos fungos previamente isolados. Os parâmetros físico-químicos dos frutos avaliados foram a coloração da casca, a textura, a perda de massa, o tamanho, o rendimento de suco, de sólidos solúveis, o °brix, o ratio, a acidez total e a vitamina C. A determinação da sensibilidade dos frutos ao frio foi feita pela exposição deles a temperaturas indutoras de dano por frio. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso, com nove tratamentos, analisado pelo pacote estatístico Statgraphics. Verificram-se que os tratamentos térmicos, principalmente a 52° C, mostraram-se mais promissores no controle de fungos patogênicos e de danos por frio, superando os resultados obtidos nos tratamentos com fungicidas convencionais. Não se verificaram-se alterações dos parâmetros intrínsecos e extrínsecos em função da aplicação dos diferentes tratamentos.<hr/>The Tahiti lime appears very susceptible to attack by post-harvest diseases, primarily by the fungi Penicillium and Phomopsis, and also because of its high sensitivity to storage at low temperatures. In order to reduce such damage, the present study aimed to verify the efficiency of heat treatment and disinfection of pathogens in the prevention of post-harvest chilling injury of this cultivar and to compare this treatment with other products using the conventional fungicides. The heat treatments were studied with hot-water temperatures ranging between 48 and 56° C. Water at room temperature was used as a control treatment. After treatment, the fruits were kept under cold temperature at 10° C and RH 90% for about 45 days. For comparison, three other treatments were carried out simultaneously, one using imazalil, one with baking soda, and a third with sodium carbonate, these three products being applied by baths in cold water. Two groups of fruit were evaluated, one treated by immersion considering pathogens coming from the field and another by inoculation with spores of the previously isolated pathogens. For the evaluation of physical and chemical parameters of fruits, determinations were made of the skin color, texture, weight loss, size, juice yield, soluble solids, total acidity and vitamin C content. The determination of the sensitivity of the fruit to cold was made by their exposure at temperatures inducing cold damage. The design was a randomized block design with nine treatments, analyzed by the Statgraphics statistical package. Heat treatments, especially at 52° C, were shown to be more promising in the control of pathogenic fungi and cold damage, surpassing the conventional fungicides. No changes were found in the intrinsic and extrinsic parameters in relation to the application of the different treatments. <![CDATA[<b>Prevalência de ehrlichiose canina entre animais atendidos no complexo hospitalário veterinário do corozal, faculdade de medicina veterinária, universidade de panamá</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Foi determinada a prevalência de Ehrlichiose canina entre animais atendidos no Complexo Hospitalário Veterinário do Corozal da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Panamá. O levantamento foi realizado de forma retrospectiva com dados obtidos no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2009. Para o trabalho, foram utilizados os registros dos casos clínicos de ehrlichiose canina, confirmados através de esfregaço sanguíneo, a raça e os aspectos demográficos (idade, sexo e local de origem) de cada animal. Os resultados revelaram que 10,12% dos animais atendidos (n = 1.452) mostraram-se positivos para o problema no período em análise. Esses animais eram de ambos os sexos com idade media de aproximadamente 3,6 anos. A prevalência mensal registrada foi de 9,98%, com taxa de infecção significativamente superior em 2008 (14,83%). O número de casos positivos foi significativamente superior nos meses de março, maio e setembro e menor no mês de fevereiro, destacando-se haver densidade de casos igual ou superior à média de maio a outubro. A raça e o local de origem dos animais foram identificados como fatores de risco.<hr/>The aim of this study was to determine the prevalence of canine Ehrlichiosis among animals treated at the Corozal Veterinary Hospital of the Faculty of Veterinary Medicine, University of Panama, Brazil. The survey was conducted retrospectively with data obtained from January 2004 to December 2009, based on the records of clinical cases of canine ehrlichiosis, confirmed with blood smear, race and demographics data (age, sex and place of origin) of each animal. The results revealed that 10.12% of the treated animals (n = 1452) were positive in the period under review. These animals were of both sexes with a mean age of approximately 3.6 years. The monthly prevalence recorded was 9.98%, with a significantly higher infection rate in 2008 (14.83%). The positive cases were significantly higher in the months of March, May and September and lowest in February, with a noteworthy density of cases equal to or higher than the average from May to October. Breed and place of origin of the animals were identified as risk factors. <![CDATA[<b>Fungos associados à <i>Musca Domestica</i> capturadas através de armadilhas com isca química e busca direta</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho avaliou o isolamento de fungos em Musca domestica através da busca direta e por meio de iscas químicas e também a influência desta isca química para o crescimento de fungos encontrados nessas moscas. Foram realizadas coletas usando armadilhas com iscas químicas, compostas do inseticida Imidacloprid e outra por busca direta. Verificou-se que em 71,73% das moscas coletadas por busca direta apresentaram crescimento fúngico, enquanto as moscas capturadas usando iscas químicas apresentaram apenas 28,26% de crescimento fúngico. No teste realizado adicionando a isca química em meio de cultura BDA, não foi observado crescimento fúngico. Para estudos de fungos residentes em M. domestica, o uso do inseticida Imidacloprid como isca química não é recomendado, pois este produto pode inibir determinados microrganismos, inclusive possíveis biocontroladores de M. domestica.<hr/>This study evaluated the isolation of fungi from Musca domestica captured through direct search and chemical baits and also the influence of chemical bait for the growth of fungi found on these flies. Collection using traps with chemical bait, composed of the insecticide Imidacloprid, and a direct search were carried out. It was verified that 71.73% of the flies collected from the direct search presented fungi growth, whereas only 28.26% of the flies captured using chemical bait showed fungi growth. In the test carried out with the addition of chemical bait to the BDA media culture, fungal growth was not observed. For studies of fungi resident on M. domestica, the use of the insecticide Imidacloprid with chemical bait is not recommended, as this product can inhibit some microorganisms, including potential biocontrols for M. domestica. <![CDATA[<b>Parasitismo de <i>Gallus Gallus</i> (Linnaeus, 1758) por espécies de Phthiraptera em criações coloniais na região sul do Rio Grande Do Sul, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este estudo foi realizado com o objetivo de conhecer os piolhos (ordem Phthiraptera: Subordens Amblycera e Ischnocera) infestantes de galinhas de criações coloniais no Sul do Rio Grande do Sul. Cinquenta fêmeas adultas foram examinadas, de 10 propriedades rurais localizadas em 5 diferentes municípios. As aves foram eutanasiadas e posteriormente lavadas com água e detergente para coleta dos ectoparasitos através de filtragem por passagem em tamis com malha de 150 µm, separando-se em sedimento e sobrenadante, os quais foram preservados em etanol 70% até os processos de triagem e identificação. Cerca de 19.437 piolhos foram examinados e apresentaram a seguinte composição específica: os resultados indicam que a fauna de Phthiraptera em galinhas caipiras na região é composta por: Menopon gallinae (85,9%), Goniodes dissimilis (6,1%), Lipeurus caponis (3,0%), Goniocotes gallinae (2,5%), Menacanthus pallidus (2,1%) e Menacanthus stramineus (0,1%). Constatou-se que todas as aves examinadas estavam parasitadas por uma ou mais espécies de Phthiraptera, com predomínio de infestações múltiplas e moderadas (101 a 1.000 piolhos/ave). M. gallinae é a espécie mais prevalente e abundante (100% das aves parasitadas e média de 334,1 espécimes/ave). O grau de infestação das aves variou entre as propriedades, com médias de 41,2 a 680 piolhos/ave.<hr/>This study was conducted in order to identify the species of biting lice (order Phthiraptera: Amblycera suborders and Ischnocera) that infest free-range chickens in southern Rio Grande do Sul, Brazil. Fifty adult females from 10 farms located in 5 different municipalities were examined for ectoparasites. The chickens were euthanized and then washed with water and detergent for the collection of ectoparasites by filtration using a 150-µm mesh sieve, then separated into pellet and supernatant, which were preserved in ethanol 70% for the screening procedures and identification. A total of 19,437 lice were examined, presenting the following breakdown by species: Menopon gallinae (85.9%), Goniodes dissimilis (6.1%), Lipeurus caponis (3.0%), Goniocotes gallinae (2.5%), Menacanthus pallidus (2.1%) and Menacanthhus stramineus (0.1%). It was found that all the chickens examined were parasitized by one or more species of Phthiraptera, the multiple and moderate level of infestation (101 to 1,000 lice/chicken) being the most frequent. M. gallinae was the most frequent and abundant species (100% of the chickens parasitized and an average of 334.1 lice/chicken). The degree of infestation of chickens varied among the farms, averaging 41.2 to 680 lice/chicken. <![CDATA[<b>Moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) em municípios com sistema de mitigação de risco para <i>Anastrepha Grandis</i> Macquart</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo do estudo foi verificar a presença de Anastrepha grandis e identificar demais espécies de moscas-das-frutas coletadas em armadilhas modelo MacPhail instaladas em áreas de cucurbitáceas sob Sistema de Mitigação de Risco (SMR) para A. grandis na região Vale do São Patrício, GO, de novembro de 2004 a outubro de 2009. Um total de 812 espécimes de Anastrepha foram capturadas, sendo 639 machos (78,7%) e 173 fêmeas (21,3%). Destas foram identificadas 14 espécies de Anastrepha, ocorrentes em todas as estações do ano. A. dissimilis Stone, A. quiinae Lima e A. pickeli Lima foram registradas pela primeira vez em Goiás e primeiro registro de A grandis, com baixa prevalência, nos municípios de Jaraguá e Uruana, constituintes da área de SMR, indicando ótimas condições para manutenção de área de baixa prevalência. A. manihoti Lima (34,10%) foi a espécie mais frequente na região, seguidade A. obliqua (Macquart) (19,65%) e A. pickeli (13,87%).<hr/>The objective of this study was verify the presence of A. grandis and identify other fruit-fly species collected in MacPhail traps, installed in areas of Cucurbitaceae under a risk mitigation system for Anastrepha grandis Macquart in the Vale do São Patrício Region, state of Goiás, Brazil, from November 2004 to October 2009. A total of 812 specimens of Anastrepha were captured, of which 639 were males (78.7%) and 173 were females (21.3%). Fourteen species of Anastrepha were identified occurring in all seasons of the year. A. dissimilis Stone, A. quiinae Lima and A. pickeli Lima were recorded for the first time in the state of Goiás, and A. grandis and was recorded for the first time, with a low prevalence, in the municipalities of Jaraguá and Uruana, which belong to the risk mitigation system area, indicating good conditions for maintaining an area of low prevalence status. A. manihoti Lima (34.10%) was the most frequent species in the region, followed by A. obliqua (Macquart) (19.65%) and A. pickeli Lima (13.87%). <![CDATA[<b>Atividade inseticida dos óleos de pinhão-manso (<i>Jatropha Curcas </i>L.) e neem (<i>Azadirachta Indica</i> A. Juss.) em ovos de <i>Diatraea Saccharalis</i> (Fabr., 1794) (Lepidoptera: Crambidae)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste trabalho foi verificar os efeitos dos óleos de pinhão-manso e neem na eclosão de lagartas de Diatraea saccharalis (Fabr., 1794). Os testes foram conduzidos em câmaras climatizadas a 25 ± 2° C, UR de 70 ± 10% e fotofase de 12 horas. Os tratamentos foram compostos por: água destilada (testemunha); solução aquosa de óleo de pinhão-manso a 3%; solução aquosa de óleo de neem a 3% e solução aquosa de óleo de pinhão-manso + óleo de neem a 3%. Foram utilizados 250 ovos de D. saccharalis com até 24 horas de idade, por tratamento. Cada massa de ovos contendo 50 ovos, constituindo uma repetição, foi imersa três vezes, durante um segundo, nos respectivos tratamentos. Em seguida, os ovos foram distribuídos em placas de Petri (5 cm de diâmetro) contendo no fundo papel filtro umedecido com água destilada, para evitar o ressecamento das massas de ovos. Foram avaliados o período embrionário e a porcentagem de lagartas eclodidas de D. saccharalis. Verificou-se efeito tóxico dos óleos vegetais sobre a eclosão das lagartas da broca-da-cana, constatando-se diferenças. Observou-se que, no tratamento com neem, apenas 42,4% das lagartas eclodiram. Para o tratamento de pinhão-manso + neem ocorreu 70% da eclosão das lagartas e com o óleo de pinhão-manso, 60% de lagartas eclodidas. Foi verificado também um alongamento do período embrionário, principalmente do tratamento com óleo de pinhão-manso (7,09 dias). Podendo-se inferir que os óleos de pinhão manso e neem afetaram a eclosão das lagartas de D. saccharalis, apresentando efeito inseticida.<hr/>The aim of this study was to evaluate the effects of physic nut and neem oil on the hatching of caterpillars of Diatraea saccharalis (Fabr., 1794). Tests were conducted in acclimatized chambers at 25 ± 2° C, RH 70 ± 10% and photophase of 12h. The treatments were: distilled water (control), aqueous solution of physic nut oil at 3%; aqueous solution of neem oil at 3%, and aqueous solution of physic nut and neem oil, both at 3%. A total of 250 eggs from D. saccharalis up to 24 hours of age were used for each treatment. Each egg mass containing 50 eggs, constituting one repetition, was immersed three times, for one second, in the respective treatments. Then the eggs were distributed in Petri dishes (5 cm diameter) containing filter paper moistened with distilled water at the bottom to prevent drying of the egg mass. Evaluations were made of the embryonic period and the percentage of hatched larvae of D. saccharalis. Differences were found that indicate that the vegetable oils had a toxic effect on the hatching of sugarcane borer larvae. In the treatment with neem oil only 42.4% of the eggs hatched. In the treatment with physic nut + neem oil 70% of the eggs hatched, and in the treatment with physic nut oil 60% of the eggs hatched. An increase in the embryonic period was also observed, particularly in the treatment with physic nut oil (7.09 days). It can be inferred that the oils of neem and physic nut affected the hatching of D. saccharalis eggs, with an insecticide effect. <![CDATA[<b>Avaliação antiviral do formulado de sódio dicloroisocianurato contra o nucleopoliedrovírus do bicho-da-seda</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O estudo avaliou a eficiência de um desinfetante que apresenta baixa ação corrosiva e que não é tóxico ao meio ambiente, o formulado de sódio dicloroisocianurato, sobre o nucleopoliedrovírus Bombyx mori (BmNPV). Para tanto, lagartas do bicho-da-seda, B. mori, de 5º instar foram divididas em quatro grupos experimentais, 4 repetições com 15 lagartas cada, totalizando 60 lagartas por grupo. Os grupos foram alimentados com discos foliares de amoreira (Morus sp.) contendo: o BmNPV tratado com o desinfetante (solução 1); o BmNPV não tratado (solução 2); apenas o desinfetante (solução 3); e água (solução 4, controle). Os resultados mostraram que o desinfetante não inativa o BmNPV e também exerce efeito negativo na resistência do inseto.<hr/>This study evaluated the effectiveness of a disinfectant with low corrosive action and which is not toxic to the environment, the sodium dichloroisocyanurate formulation, on the Bombyx mori nucleopolyhedrovirus (BmNPV). For this, 5th-instar B. mori silkworm larvae were divided into four experimental groups of 4 replicates with 15 larvae each, totalling 60 larvae per group. The groups were fed with mulberry (Morus sp.) leaf discs containing: BmNPV treated with the disinfectant, untreated BmNPV, only the disinfectant, and water (control). The results showed that the disinfectant does not inactivate the BmNPV and also exerts a negative effect on the insect's resistance. <![CDATA[<b>Os efeitos do nematoide entomopatogênico <i>Steinernema Glaseri</i> (Rhabditida: Steinernematidae) isolado Santa Maria sobre os parâmetros biológicos de ninfas ingurgitadas de <i>Amblyomma Cajennense</i> (Acari: Ixodidae)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This work evaluated the in vitro effects of Steinernema glaseri on the biology of engorged Amblyomma cajennense nymphs. The ticks were exposed to infective juveniles (IJs) of S. glaseri at different concentrations. Each treatment was composed by 10 experimental units (EU = repetitions) in Petri dishes maintained at 27 ± 1º C and relative humidity (RH) > 80 ± 10% for 72 hours. Then the nymphs were transferred to Petri dishes free of nematodes for observation of the following parameters: pre-ecdysis period (PEP), ecdysis period (EP), molting period (MP), ecdysis percentage (%Ec) and mortality percentage (%Mt). The groups treated with 5,000 and 10,000 IJs/EU showed significant alterations in the PEP when compared to the control, while for the EP only the treatment with 10,000 IJs/EU produced any significant changes compared to the control. The MP did not differ significantly from the control in any of the treated groups. For the %Ec only the group treated with 10,000 IJs/EU differed significantly from the control. The greatest efficiency was obtained at the concentration of 10,000 IJs/EU, in which the mortality percentage was 13%. This demonstrates that the nematode utilized was not able to cause high mortality in engorged A. cajennense nymphs and agrees with other reports indicating that immature ticks are not highly susceptible to entomopathogenic nematodes.<hr/>Esse trabalho avaliou os efeitos in vitro de Steinernema glaseri sobre a biologia de ninfas ingurgitadas de Amblyomma cajennense. Os carrapatos foram expostos a juvenis infectantes (JI) de S. glaseri sob diferentes concentrações. Cada tratamento foi composto de 10 unidades experimentais (EU = repetições) em placas de Petri mantidas sob 27 ± 1º C e UR > 80 ± 10% por 72 horas. Em seguida, as ninfas foram transferidas para placas de Petri isentas de nematoides para observação dos seguintes parâmetros: período de pré-ecdise (PPE), período de ecdise (PE), período de muda (PM), porcentagem de ecdise (%Ec) e porcentagem de mortalidade (%Mt). Os grupos tratados com 5.000 e 10.000 JI/UE mostraram alterações significativas no PPE quando comparados com o controle, enquanto para o PE somente o tratamento com 10.000 JI/UE produziu mudanças significativas quando comparado com o controle. Não houve diferença significativa do PM em relação ao grupo controle em nenhum dos tratamentos e, para a %Ec, somente o grupo tratado com 10.000 JI/UE diferiu significativamente do controle. A maior eficiência foi obtida com a concentração de 10.000 JI/EU na qual a mortalidade foi de 13%. Isso demonstra que o nematoide utilizado não foi capaz de causar alta mortalidade em ninfas ingurgitadas de A. cajennese e concorda com outros relatos indicando que carrapatos imaturos não são altamente susceptíveis a nematoides entomopatogênicos. <![CDATA[<b>Análise da micobiota associada à entomofauna em rações a granel para animais domésticos</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Insetos podem infestar sementes e grãos que integram as rações destinadas à alimentação de pequenos roedores e aves domésticas como amendoim, girassol, trigo, milho, aveia e outros. Fungos toxigênicos (Aspergillus, Penicillium e Fusarium) também são contaminantes destes substratos e podem ser carreados por insetos. A deterioração da massa de sementes e grãos pela atividade dos insetos associado à presença de umidade, pode ser um facilitador para o crescimento fúngico e produção de micotoxinas. O objetivo do estudo foi o de analisar a micobiota associada às sementes, grãos e insetos em ração mista para animais domésticos. Vinte amostras foram plaqueadas em ágar-batata-dextrose incubadas a 25º C durante 7 dias para o isolamento fúngico de ração e em insetos isolados de cada componente da ração. Todas as amostras apresentaram presença de fungos e Sitophilus zeamais, inseto predominante e com maior frequencia nas amostras coletadas, demonstrando ser um vetor de vários gêneros fúngicos. Rações animais compostas de misturas de sementes e grãos estão sujeitas à contaminação microbiológica, sendo os insetos importantes vetores mecânicos de fungos deteriorantes e toxigênicos, comprometendo a saúde animal.<hr/>Insects invade stored foods such as corn, nuts and dried fruits that are ingredients of pet food. Toxigenic fungi (Aspergillus, Penicillium and Fusarium) are also contaminants of these substrates. The insects are mechanical vectors and the infestation increases the humidity of dried food, thus promoting the fungal growth and the production of mycotoxins. The objective of this study was to analyze the mycobiota associated with insect infestation found in pet foods. Twenty samples were plated on potato agar incubated at 25º C during 7 days, for the isolation of fungi from pet food and from insects isolated from each ingredient. The insects were identified by using a dichotomous key. All samples showed fungal presence, and Sitophilus zeamais was the predominant insect with the highest frequency in the collected samples, indicating it as a vector of many fungal genera. Pet foodscomposed by a mixture of seeds and grains are subject to microbial contamination, and the insects are important mechanical vectors of spoilage and toxigenic fungi, endangering animal health. <![CDATA[<b>Primeiro relato de <i>austrodiplostomum compactum</i> e <i>ithyoclinostomum dimorphum </i>em traíras (<i>hoplias malabaricus</i>) provenientes do médio curso do Rio Doce, Minas Gerais, Brasil</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Austrodiplostomum compactum and Ithyoclinostomum dimorphum are two trematodes commonly found in trahira, but these parasites were never reported in trahiras from Rio Doce. Thus, the aim of this study is to describe the occurrence of A. compactum and I. dimorphum metacercariae in trahira from the middle course of the Rio Doce and to record the presence of eggs in I. dimorphum metacercariae. The parasites were identified and analyzed using methods described previously. There were found 10 A. compactum metacercariae in the aqueous humor of eyes in four of the trahiras and 12 I. dimorphum metacercariae encysted in the peritoneal cavity in five of the trahiras. Maceration of the I. dimorphum metacercariae revealed the presence of eggs. These results demonstrate the broad distribution of these parasites and the first report of these parasites in trahira from Rio Doce.<hr/>Austrodiplostomum compactum e Ithyoclinostomum dimorphum são dois trematódeos comumente encontrados em traíras, contudo, esses parasitas nunca foram relatados em traíras do Rio Doce. O objetivo do estudo é descrever a ocorrência de metacercárias de A. compactum e I. dimorphum, e presença de ovos em metacercárias de I. dimorphum em traíras provenientes do médio curso do Rio Doce. Os parasitas foram analisados e identificados utilizando métodos descritos anteriormente. Foram encontradas 10 metacercárias de A. compactum no humor aquoso dos olhos em quatro traíras e 12 metacercárias de I. dimorphum encistadas na cavidade peritoneal de cinco traíras. A maceração de metacercárias de I. dimorphum revelou a presença de ovos nestes parasitos. Esses resultados demonstram a ampla distribuição desses trematódeos e este é o primeiro relato destes parasitos em traíra do Rio Doce. <![CDATA[<b>Alternativas para o controle de nematoides gastrintestinais de pequenos ruminantes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-16572013000200018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A criação de ovinos e caprinos depende de um manejo eficiente, devido, principalmente, ao prejuízo causado por parasitos em animais susceptíveis. Vários fatores colaboram para que os animais tolerem as infecções parasitárias, como: genética, nutrição, estado fisiológico e idade. O grave problema causado pela resistência anti-helmíntica promoveu a difusão de técnicas alternativas de controle parasitário. Dentre essas novas estratégias incluem-se a adoção do tratamento parcial seletivo com o método FAMACHA, fitoterapia, controle biológico com o uso de fungos nematófagos e estratégias que ainda necessitam de mais dados como a homeopatia, a diluição da resistência com a introdução de parasitos sensíveis e a combinação de produtos químicos sem efeito antiparasitário. O objetivo central destes métodos é reduzir o uso de antiparasitários, retardando o desenvolvimento da resistência, e promover melhor utilização de produtos ainda eficazes na propriedade e de novos produtos que venham a ser lançados. Este artigo abordará as técnicas descritas acima para o controle de nematoides de pequenos ruminantes e é direcionado aos técnicos interessados em ampliar seu conhecimento sobre os mecanismos de resistência dos parasitos aos anti-helmínticos e de alternativas ao uso desses produtos.<hr/>Sheep and goat farming requires an efficient management program, due to losses caused by parasites in susceptible animals. Many factors may collaborate to improve infection tolerance in the herd, such as: genetics, nutrition, physiological status, and age. The problem caused by resistance to antihelmintic agents has led to the spread of alternative techniques for parasite controls. The latest strategies include selective treatment with the FAMACHA method, phytotherapy, biological control with predatory fungi, and strategies that still await scientific confirmation, such as homeopathy, the dilution of resistance with the introduction of susceptible parasites, and the combination of drugs without antihelmintic effect. The main objective of these methods is to reduce the usage of antiparasitic agents, thus slowing the development of resistance and promoting the better use of effective products and newly released products. The objective of this article is to describe techniques for controlling nematodes in small ruminants, and it is aimed at technicians interested in increasing their knowledge about the mechanisms of resistance to antihelmintic agents as well as alternatives to the use of these products.