Scielo RSS <![CDATA[BBR. Brazilian Business Review]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1808-238620190006&lang=pt vol. 16 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Gestão Ambiental da Cadeia de Suprimentos Larg: Uma Proposta de Instrumento Diagnóstico para Avaliação dos Fornecedores]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600537&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT This article addresses Supply Chain Management (SCM), focusing specifically on environmental management systems. A systematic review of the literature identified gaps in SCM studies and supported the development of a diagnostic tool model capable of measuring the level of involvement of suppliers in a Supply Chain (CS) with the Environmental Management program of a focal firm. The results of this study were synthesized in a diagnostic tool on which elaboration was based on the LARG SCM model, the Dynamic Capabilities model, and the Learning to Grow Methodology. The proposed model was structured to measure, through a graph, the level of involvement of the suppliers of an SC with the environmental management requirements based on ISO 14001: 2015. The model was tested on the supply chain of a company that was included in the ISE (2017) Corporate Sustainability Index and was validated by the surveyed company.<hr/>RESUMO Este artigo aborda o tema de Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos (SCM) dando foco específico na gestão ambiental. Uma revisão sistemática de literatura permitiu identificar lacunas sobre SCM e desenvolver um modelo de instrumento diagnóstico capaz de mensurar o grau de envolvimento das empresas fornecedoras de uma Cadeia de Suprimentos (SC) com o programa de Gestão Ambiental de uma empresa focal. Os resultados desse estudo foram sintetizados em um instrumento diagnóstico que tomou como base para sua elaboração considerações sobre o modelo de SCM LARG, as Capacidades Dinâmicas e a metodologia Aprender a Crescer. O modelo proposto foi estruturado para mensurar, através de um gráfico, o grau de envolvimento dos fornecedores de uma SC com os requisitos de gestão ambiental baseados na norma ISO 14001:2015. Em seguida, o modelo foi testado na SC de uma das empresas constantes no Índice de Sustentabilidade Empresarial-ISE (2017), sendo validado pela empresa pesquisada. <![CDATA[Qualidade das Informações Financeiras e Divulgação de Informações sobre Sustentabilidade no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600555&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Currently, businesses face an information disclosure approach involving the triple bottom line (social, environmental, and financial). This paper aims to investigate the relationship between corporate social responsibility (CSR) information and financial reporting quality (FRQ). We argue that CSR companies behave differently in preparing financial accounting reports. Recent literature supports this theme, providing two distinct hypotheses: transparent financial reporting and retreatment. We used a sample of 1,181 companies from the years 2012 to 2016 to identify if socially responsible companies have better quality financial accounting information. In contrast to the hypotheses raised, we didn’t find a relationship between the CSR disclosures and the FRQ proxies. This suggests that sustainable companies do not explain lower or higher levels of earnings management. Our findings remain unchanged when we replace results management through discretionary accruals for manipulations of operating activities. Estimates with comparable samples also didn’t change the interpretations of the results.<hr/>RESUMO Atualmente, as empresas enfrentam uma abordagem para divulgação de informações envolvendo o triple bottom line (social, ambiental e financeiro). Este artigo tem como objetivo investigar a relação entre informações de responsabilidade social corporativa (RSC) e qualidade dos relatórios financeiros (QRF). Argumenta-se que empresas com RSC se comportam de maneira diferente na elaboração de relatórios contábeis financeiros. A literatura recente apoia o tema, fornecendo duas hipóteses distintas: relatórios financeiros transparentes e retratamento. Foi utilizada uma amostra de 1.181 empresas entre os anos de 2012 e 2016 para identificar se as empresas socialmente responsáveis apresentam informações contábeis financeiras de melhor qualidade. Em contraste com as hipóteses levantadas, não foi encontrada relação entre as divulgações de RSC e as proxies de QRF. Isso sugere que empresas sustentáveis não explicam níveis mais baixos ou mais altos de gerenciamento de resultados. As descobertas permanecem inalteradas quando é substituída a gestão de resultados por meio de acréscimos discricionários para manipulações de atividades operacionais. As estimativas com amostras comparáveis também não alteraram as interpretações dos resultados. <![CDATA[O Efeito da Densidade da Rede de Coautoria no Desempenho dos Programas de Pós-graduação]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600576&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT By focusing on the performance of research teams in the management area, this study analyzes the effect of the co-authorship of scientific publications on the performance of postgraduate programs (PPGs) in management. The data was collected from management researchers in Brazil. Along with this, scientific publications from 2013 to 2016 were collected to comprise the social network of each PPG. The evaluation of the PPG was used as the dependent variable. The effects of the density of the co-authorship networks on the programs’ performance was verified. The results show that the density of the links between researchers follows a curvilinear trend of effect on organizational performance; that is, both highly dense and highly dispersed networks positively influence team performance. This study contributes to the literature on networks and team performance by providing evidence that the density of a network is not linearly related to performance.<hr/>RESUMO Com foco no desempenho de equipes de pesquisadores na área de gestão, este estudo analisa o efeito da coautoria de publicações científicas sobre o desempenho dos programas de pós-graduação em administração. Os dados coletados referem-se aos pesquisadores em administração no Brasil. As publicações científicas do período de 2013-2016 foram coletadas para compor a rede social de cada programa de pós-graduação. A avaliação do programa de pós-graduação foi utilizada como variável dependente. Por meio da análise das redes sociais verificaram-se os efeitos da densidade das redes de coautoria no desempenho dos programas. Os resultados mostram que a densidade das ligações entre pesquisadores segue uma tendência curvilínea de efeito sobre o desempenho organizacional, ou seja, tanto redes altamente densas quanto dispersas influenciam positivamente o desempenho da equipe. Este estudo contribui para a literatura sobre redes e desempenho da equipe, fornecendo evidências de que a densidade de uma rede não está linearmente relacionada ao desempenho. <![CDATA[Intenção de Recompra Condicionada à Confiança Econômica no Polo de Rua]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600589&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The crisis of confidence in Brazil creates a scenario that can influence relations between the attributes of the retailer and consumers. Consumer assessments can be adjusted to economic confidence, leading to more utilitarian values or decreasing the hedonic value of buying experiences. Thus, it is necessary to understand the intervention of economic confidence in the responses of consumers to the attractiveness factors of a retail cluster. We conducted an analysis on the extent to which attribute assessments and crowding perception, hedonic and utility value, and satisfaction, interact with economic confidence, and satisfaction to influence performance and repurchase intention. A survey was carried out in the purchase environment with 300 consumers (region of Rua 25 de Março, São Paulo). Hypotheses were tested by PLS and Process. The mediating role of the economic trust between hedonic value and satisfaction was evidenced, proving adjustment of the hedonic value with the decrease of confidence. Theoretical and practical contributions are discussed in the conclusions.<hr/>RESUMO A crise de confiança do Brasil cria um cenário que pode influenciar relações entre atributos do aglomerado varejista e consumidores. As avaliações dos consumidores podem ser ajustadas à confiança econômica, levando a valores mais utilitários, ou diminuição do valor hedônico das experiências de compra. Assim se faz necessário entender a interveniência da confiança econômica nas respostas dos consumidores aos fatores de atratividade de um aglomerado varejista. Foi analisado em que medida as avaliações dos atributos e a percepção de crowding, de valor hedônico e utilitário e satisfação, interagem com a confiança econômica e satisfação para influenciar o desempenho e a intenção de recompra. Foi realizado um survey no ambiente de compra com 300 consumidores (região da Rua 25 de Março, São Paulo). As hipóteses foram testadas por PLS e Process. Evidenciou-se a mediação da confiança econômica entre valor hedônico e satisfação, comprovando ajuste do valor hedônico com a diminuição da confiança. Contribuições teóricas e práticas são discutidas nas conclusões. <![CDATA[Qual é o Significado de um Automóvel para o Consumidor? Como Brasileiros e Americanos Avaliam Carros, um Modelo Comparativo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600607&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT The objective of this study was to identify the relation between Human Values and behavior in order to judge automobile purchases in Brazil and the United States of America. North Americans (N=461) and Brazilians (N=570) filled out the Portrait Values Questionnaire in its refined version, PVQ-R (Schwartz et al., 2012), the List of Values (Kahle &amp; Kennedy, 1988) and the Judgment and Meaning Scale (Allen, 2000). Using stepwise regressions to determine which Human Value relates better with each type of judgment and attribution of meaning, two structural models were built comparing the influence of each value in each type of judgment both in the United States of America and Brazil. The results showed that in both countries the Human Values have a higher correlation with judgment than the List of Values and can predict the types of judgment and attribution of meaning the subjects use to evaluate automobile purchase, however, the structures are similar but not equal, indicating that cultural influences can alter how the evaluation is processed.<hr/>RESUMO O objetivo deste estudo foi identificar a relação entre os Valores Humanos e o comportamento para julgar a compra de automóveis no Brasil e nos Estados Unidos. Norte-americanos (N = 461) e brasileiros (N = 570) preencheram o Portrait Values Questionnaire Revised, PVQ-R (Schwartz et al., 2012), a Lista de Valores (Kahle &amp; Kennedy, 1988) e a Escala de Julgamento e Significado (Allen, 2000). Usando regressões passo a passo para determinar quais Valores Humanos se relacionam melhor com cada tipo de julgamento e significado, e dois modelos estruturais foram construídos comparando a influência de cada valor em cada tipo de julgamento, tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil. Os resultados mostraram que em ambos os países os Valores Humanos têm uma correlação mais alta com o julgamento do que a Lista de Valores e que pode prever os tipos de julgamento e atribuição de significado que os sujeitos usam para avaliar a compra de automóveis. Embora as estruturas sejam semelhantes, elas não iguais, indicando que as influências culturais podem alterar a forma como a avaliação é feita. <![CDATA[Comparação de Modelos para o <em>VaR</em> no Mercado de Ações Brasileiro Sob a Hipótese de Independência Serial de Ordens Superiores: Modelos Garch São Mesmo Imprescindíveis?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-23862019000600626&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT Our objective in this article was to verify which models for the Value at Risk (VaR), among those that do not consider conditional volatility (Extreme Values Theory and the traditional Historical Simulation), and those that do consider it (GARCH and IGARCH), are adequate for the main index of the Brazilian stock market, the IBOVESPA. For this purpose, backtesting of adherence and the independence of first and higher orders were implemented for the four models mentioned, over forecast horizons of 1 and 10 days. The contribution is based on a the more rigorous criteria than those used in the literature for validating VaR models, as we performed backtesting for violation independence of higher orders on forecast horizons of 10 days. The results show that only GARCH family models were adequate. Thus, it is recommended to entities of the National Financial System that keep relevant positions in the Brazilian stock market, the utilization of internal risk models based on conditional volatility, in order to minimize the occurrence of violation clusters.<hr/>RESUMO O objetivo neste artigo foi verificar quais modelos para o VaR, dentre aqueles que não consideram a volatilidade condicional (Teoria dos Valores Extremos e a tradicional Simulação Histórica), e os que a consideram (GARCH e IGARCH), são adequados para o principal índice do mercado de ações brasileiro, o IBOVESPA. Para isso, foram considerados testes de aderência, independência de primeira ordem e de ordens superiores sobre os quatro modelos citados, para horizontes de projeção de 1 e de 10 dias. A contribuição encontra-se nos critérios mais rigorosos que os utilizados pela literatura para adequação de modelos VaR, incluindo testes de independência de ordens superiores e horizontes de previsão de 10 dias. Os resultados mostram que somente modelos da família GARCH foram adequados. Sugere-se então às entidades do Sistema Financeiro Nacional que tenham aplicações relevantes no mercado de ações brasileiro a utilização de modelos internos de risco que considerem a volatilidade condicional, de modo a minimizar a ocorrência de clusters de violações.