Scielo RSS <![CDATA[Brazilian Journal of Otorhinolaryngology]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1808-869420100005&lang=en vol. 76 num. 5 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Ethics in scientific publications</b>: <b>the double copyright problem</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Maxillary sinuses microbiology from patients with chronic rhinosinusitis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Não existem dados definitivos e consistentes sobre a real distribuição dos microorganismos presentes em pacientes com Rinossinusite Crônica (RSC). A variabilidade dos resultados de estudos em RSC deve-se às diferentes técnicas utilizadas como método de coleta, variações nos métodos de cultura, uso prévio de antibiótico, dificuldade de se distinguir agentes colonizadores e patogênicos. FORMA DE ESTUDO: Clínico-prospectivo. OBJETIVO: Estudar a incidência dos microrganismos presentes nos pacientes com RSC na nossa região, através da cultura da secreção do seio maxilar, coletada sob visão endoscópica. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal em 62 pacientes com RSC, submetidos à coleta de secreção de seio maxilar por via endoscópica, com material enviado para cultura para diagnóstico microbiológico. RESULTADOS: Das 62 amostras estudadas, em 33 (53,2%) não houve crescimento de microrganismos; 29 (45,2%) apresentaram isolamento de aeróbios; um caso (1,6%) mostrou crescimento de fungo; não houve o isolamento de microrganismos anaeróbios. Pseudomonas aeruginosa foi isolada com maior frequência - em 8 amostras (27,6%), Staphylococcus aureus e Staphylococcus epidermidis em 4 amostras cada um (13,9%), Streptococcus pneumoniae em 3 amostras (10,4%), outros Gram-negativos em 17 amostras (31%). CONCLUSÃO: Pseudomonas aeruginosa, outras bactérias Gram-negativas e Staphylococcus spp constituíram a microbiota predominante nos seios paranasais de pacientes com RSC.<hr/>There isn't definitive and consistent data concerning the distribution of bacterial species in patients with Chronic Sinusitis (CS). The variability of the results from studies in CS may be due to the different techniques used as collection method, variations in culture methods, previous antibiotic use, and difficulty in distinguishing bacterial flora from pathogenic agents. STUDY DESIGN: Clinical prospective. AIM: To identify the incidence of microorganisms in patients with CRS by growing bacteria from the secretion of the maxillary sinus. PATIENTS AND METHODS: Cross-sectional study in 62 patients that had undergone FESS for treatment of chronic sinusitis; cultures from the maxillary sinus were obtained. RESULTS: 62 samples, 33 (53.2%) had no growth; 29 (45.2%) counts of aerobic bacteria; one case (1.6%) of fungus growth; we did not find anaerobic bacteria. Pseudomonas aeruginosa was the one more frequently found - 8 samples (27.6%), Staphylococcus aureus and Staphylococcus epidermidis in 4 samples each; Streptococcus pneumoniae in 3 samples (10.4%); other Gram negative agents in 17 samples (31%). CONCLUSION: In the present study we concluded that Pseudomonas aeruginosa, other Gram negatives bacteria and Staphylococcus spp were the representatives of the bacterial flora found in the paranasal sinuses of patients with CS. <![CDATA[<b>Obstructive sleep apnea syndrome (OSAS) in mouth breathing children</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500003&lng=en&nrm=iso&tlng=en É bem estabelecido que a respiração oral em crianças está relacionada à hipertrofia adenoamigdaliana, que é a principal causa de apneia do sono nesta população. Apesar da importância deste tema, há poucos estudos que comprovam a relação entre SAOS e respiração oral. OBJETIVO: Determinar a prevalência de distúrbios respiratórios do sono em crianças respiradoras orais e sua correlação com achados otorrinolaringológicos. MATERIAL E MÉTODO: Foram avaliados retrospectivamente 248 prontuários de crianças respiradoras orais do serviço de Otorrinolaringologia Pediátrica de uma grande instituição entre 2000 e 2006, analisando os achados otorrinolaringológicos, polissonografia, nasofibroscopia e/ou radiografia em perfil do Cavum. O principal dado polissonográfico utilizado foi o índice de apneia (IA). Classificou-se como ronco primário aqueles com IA< 1 e como SAOS, os com IA &gt;1. Desenho Científico: Coorte retrospectivo. RESULTADOS: Dos 248 pacientes incluídos, 144 (58%) apresentavam ronco primário e 104 (42%) apresentavam SAOS. Os achados otorrinolaringológicos mais frequentes foram Hipertrofia adenoamigdaliana (n=152; 61,2%), Hipertrofia de tonsila palatina (n=17; 6,8%) Hipertrofia da tonsila faríngea (n=37; 14,9%), Rinite Alérgica (n=155; 62,5%) e Otite Secretora (36; 14,5%). CONCLUSÕES: Ronco Primário e SAOS são frequentes em crianças respiradoras orais. A afecção otorrinolaringológica mais encontrada em crianças com SAOS é a hipertrofia adenoamigdaliana acompanhada ou não de rinite alérgica.<hr/>It is well known that mouth breathing is associated with adenotonsillar hypertrophy - which is the main cause of obstructive sleep apnea among children. Despite the importance of this matter, there are only a handful of studies showing the relationship between OSAS and mouth breathing. AIM: to determine the prevalence of obstructive sleep disorders in mouth breathing children and study its correlation with otorhinolaryngological findings. STUDY DESIGN: Retrospective cohort study. METHOD: Data analysis from 248 medical charts of mouth breathing children seen at the Pediatric Otolaryngologic Division of a large medical institution between the years of 2000 and 2006. All patients had nasofibroscopy and or Cavum radiographs and polysomnographic exams. According to the Apnea index, patients were classified as primary snorers (AI<1); and as OSAS (&gt;1). RESULTS: From 248 patients included in the study, 144 (58%) were primary snorers and 104 (42%) had OSAS. The most prevalent otorhinolaryngological findings were adenotonsillar hypertrophy (n=152; 61.2%), tonsilar hypertrophy (n=17; 6.8%), adenoid hypertrophy (n=37; 14.9%), rhinitis (n=155; 62.5%) and secretory otitis (n=36; 14.5%). CONCLUSIONS: primary snoring and OSAS are frequent findings in mouth breathing children. The most frequent otorhinolaryngological disorder in children with OSAS is adenotonsillar hypertrophy with or without rhinitis. <![CDATA[<b>Correlation between the Friedman classification and the Apnea-Hypopnea Index in a population with OSAHS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500004&lng=en&nrm=iso&tlng=en ASAHOS é uma doença importante no cenário médico atual pela sua correlação com doenças cardiovasculares crônicas e suas consequências socioeconômicas. OBJETIVOS: Determinar a correlação entre a classificação de Friedman com a gravidade da doença pelo Índice de Apneia e Hipopneia em pacientes com SAHOS, para a avaliação e indicação cirúrgica. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal. Foram avaliados e classificados 143 pacientes, na escala de Epworth, Friedman e quanto à gravidade da SAHOS pelo IAH. RESULTADOS: 112 pacientes se submeteram ao estudo de polissonografia no laboratório de sono. Uma crostabulação foi feita entre a Classificação de Friedman e o IAH. As variáveis se relacionam com p<0,05. Encontramos uma relação em que os pacientes com SAHOS leve tendem a ter uma menor classificação de Friedman (melhores resultados cirúrgicos). Da mesma forma os pacientes classificados como SAHOS moderada a grave possuem maior prevalência da classificação de Friedman III e IV (menor sucesso com uvulopalatofaringoplastia). p<0.05. CONCLUSÃO: Concluímos que a classificação de Friedman se correlaciona com a gravidade da SAHOS. Quanto maior a classificação de Friedman, maior tende a ser a gravidade da apneia nesse estudo.<hr/>OSAHS is an important disease in current medical settings because of its association with chronic cardiovascular diseases and socioeconomic impacts. AIMS: to establish the correlation between the Friedman Classification and the OSAHS severity through the Apnea-Hypopnea Index) in patients with OSAHS for assessment and surgery purposes. MATERIALS AND METHODS: Cross-sectional study. We evaluated and classified 143 patients, using the Epworth's and Friedman's scale and OSAHS severity according to the AHI. RESULTS: 112 patients were submitted to polysomnography. We compared the Friedman Score and the IAH. The variables were associated with p<0.05. We found that patients with light OSAHS, tended to have a lower Friedman classification (better surgical result). By the same token, patients with moderate to severe OSAHS had a greater prevalence of Friedman's score of III and IV; p< 0.05 (lower success rates from uvulopalatopharyngoplasty). CONCLUSION: We conclude that the Friedman's classification correlates with OSAHS severity - the higher the Friedman's score, the more severe is the OSAHS. <![CDATA[<b>Local anesthesia for cochlear implant surgery</b>: <b>a possible alternative</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Aanestesia geral sempre foi motivo de dúvida dos pacientes que vão ser submetidos a qualquer cirurgia, especialmente o implante coclear. Como já realizamos as cirurgias otológicas com anestesia local e sedação, julgamos perfeitamente possível a realização da cirurgia do implante coclear também com esse tipo de anestesia, diminuindo os riscos, a morbidade e os custos para o hospital. OBJETIVOS: Estudo prospectivo para demonstrar a técnica anestésica e cirúrgica utilizada em três casos de adultos submetidos ao implante coclear, avaliando a segurança e a eficácia de tal técnica. MATERIAL E MÉTODOS: Foram feitas três cirurgias de implante coclear, duas com implante Cochlear e uma com Med-EL, sem intercorrências transoperatórias, durante a telemetria e no pós-operatório imediato. RESULTADOS: Os três pacientes adultos tiveram alta hospitalar aproximadamente três horas após a cirurgia, deambulando, sem eventos nauseosos, relatando um pós-operatório mais fácil do que esperavam, mesmo no momento da telemetria intraoperatória. CONCLUSÃO: Anestesia local e sedação é uma alternativa para casos selecionados de pacientes para o implante coclear, principalmente naqueles de mais idade ou que apresentem contraindicação para a anestesia geral, os riscos e a morbidade são menores.<hr/>The aim of this paper is to illustrate the possibility of performing a cochlear implant surgery with local anesthesia and sedation, the anesthetic technique and the advantages of that in comparison to a general anesthesia. AIMS: prospective study demonstrating the possibility of doing cochlear implant surgery under local anesthesia and sedation. MATERIALS AND METHODS: we describe three successful cases operated under local anesthesia, including neural telemetry and the conditions the patient presented after the surgery, with a very good recovery and no complications during and after the procedure. RESULTS: these three surgeries show the possibility of doing the cochlear implant surgery with this kind of anesthesia, with a fast recovery, no symptoms of dizziness and vomiting after the surgery, and very few complaints from the patient. CONCLUSION: local anesthesia with sedation for cochlear implant surgery in adults is a very good alternative for lowering the morbidity for the patient. It bears fewer risks, low costs for the hospital, with a very good procedure control, being very useful for older patients or the ones that have contraindications for general anesthesia. <![CDATA[<b>Six years of facial trauma care</b>: <b>an epidemiological analysis of 355 cases</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500006&lng=en&nrm=iso&tlng=en Traumas faciais são frequentes em emergências requerendo o diagnóstico de fraturas e lesões associadas. OBJETIVO: Avaliar dados epidemiológicos de atendimento em trauma facial. MATERIAL E MÉTODOS: Foram revisados 335 prontuários de pacientes com trauma facial tratados pelo Serviço de Otorrinolaringologia, no período de Janeiro de 2002 a Dezembro de 2008. Os seguintes dados foram coletados: idade, gênero, etiologia, local anatômico da fratura, lesão associada, consumo de álcool, tratamento e hospitalização. FORMA DO ESTUDO: Estudo de casos retrospectivo em corte longitudinal histórico. RESULTADOS: A maioria dos pacientes são homens adultos jovens (p<0,005) com uma proporção masculino:feminino de 4:1 (p<0,05). Violência interpessoal é a causa mais prevalente de trauma facial (27,9%) seguida de acidente automobilístico (16,6%) (p<0,05). Mandíbula é o osso facial fraturado mais prevalente (44,2%) seguido pela fratura nasal (18,9%) (p<0,05). Houve consumo de álcool em 41,1% dos pacientes com uma proporção masculino:feminino de 11,2:1 (p<0,05). Setenta e sete por cento dos pacientes necessitaram de intervenção cirúrgica (p<0,05) e 84,5% foram hospitalizados (p<0.05). CONCLUSÃO: Homens adultos jovens são as vítimas mais prevalentes em trauma facial e a violência interpessoal é a responsável pela maioria das lesões faciais. A maioria dos casos de traumatismo facial está associada ao consumo de álcool. Estudos posteriores serão sempre necessários a fim de permitir uma clara compreensão da tendência na etiologia do trauma facial.<hr/>Facial traumas are frequent in emergencies, and they require the diagnosis of fractures and associated lesions. AIM: To analyze epidemiological data concerning facial trauma care. MATERIALS AND METHODS: Three hundred and fifty-five charts from patients with facial trauma treated by the Service of Otorhinolaryngology, from January 2002 to December 2008, were revised. The following data was collected: age, gender, etiology, anatomical localization of the fracture, associated injuries, alcohol consumption, treatment, and hospitalization. STUDY DESIGN: A retrospective historical longitudinal study. RESULTS: Most of the patients are young adult men (p<0.05) with a male:female ratio of 4:1(p<0.05). Interpersonal violence is the most prevalent cause of facial trauma (27.9%), followed by motor vehicle accidents (16.6%) (p<0.05). The mandible is the most prevalent facial bone fractured (44.2%), followed by nasal fracture (18.9%) (p<0.05). 41.1% of the patients consumed alcohol with a male:female ratio of 11.2:1 (p<0.05). Seventy-seven percent of the patients required surgical intervention (p<0.05) and 84.5% were hospitalized (p<0.05). CONCLUSION: Young male adults are the most prevalent victims of facial trauma, and interpersonal violence is responsible for the majority of the facial injuries. Most of the cases of facial trauma are associated with the consumption of alcohol. Further studies will be necessary to provide a clear understanding of the trends in the etiology of facial trauma. <![CDATA[<b>Surgical simulator for temporal bone dissection training</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A dissecção em ossos temporais tem papel fundamental na formação de cirurgiões e sua obtenção esbarra em diversas dificuldades. OBJETIVO: Desenvolver uma réplica sintética do osso temporal para treinamento de dissecção. FORMA DE ESTUDO: Experimental. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi desenvolvida uma réplica de resina acrílica termopolimerizante através de técnicas de moldagem com silicone. Para a avaliação do método, foram selecionados cinco cirurgiões otológicos para dissecção do modelo em laboratório de cirurgia experimental. Foi preenchido questionário, levando em consideração a aparência externa, a simulação de procedimentos (colocação de tubo de ventilação, mastoidectomia, descompressão do nervo facial e acesso translabiríntico ao meato acústico interno) e a impressão final. RESULTADOS: A avaliação apontou satisfação na utilização do modelo (80%), sendo mais evidente no que se referiu à dissecção do segmento mastoide do nervo facial e ao acesso translabiríntico ao meato acústico interno. A colocação de tubo de ventilação foi razoável para 60% e satisfatória para 40% deles. A mastoidectomia foi totalmente satisfatória para 40%. CONCLUSÃO: A dissecção neste simulador otológico não substitui o treinamento em ossos temporais de cadáveres, porém, dada a crescente dificuldade na obtenção destes, o desenvolvimento de novas ferramentas de ensino deve ser encorajado para o contínuo aprimoramento de cirurgiões.<hr/>Temporal bone dissection plays an important role in the training of surgeons; however, they are difficult to obtain. AIM: To develop a synthetic replica of the temporal bone for dissection training. STUDY DESIGN: Experimental. MATERIALS AND METHODS: An acrylic synthetic resin replica was obtained from a human temporal bone. For the evaluation of the method, we selected five ear surgeons to dissect the model in a laboratory of experimental surgery. A questionnaire was filled, assessing external appearance, the simulation of procedures (placement of ventilation tube, mastoidectomy, decompression of the facial nerve and translabyrinthine access to the internal auditory canal) and their final conclusion. RESULTS: The evaluation indicated satisfaction in using the model (80%), being more evident concerning the dissection of the mastoid segment of the facial nerve and translabyrinthine access to the internal auditory canal. The placement of a ventilation tube was reasonable for 60% and satisfactory for 40% of them. Mastoidectomy was satisfactory for 60% and fully satisfactory for 40%. CONCLUSION: Dissection in this simulator does not replace otologic training in cadaveric temporal bones. However, given the increasing difficulty in obtaining the latter, the development of new teaching tools should be encouraged to continuously improve surgeons. <![CDATA[<b>Nasal mucosa study of leprosy contacts with positive serology for the phenolic glycolipid 1 antigen</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500008&lng=en&nrm=iso&tlng=en A hanseníase é uma doença infecciosa de evolução crônica causada pelo Mycobacterium leprae que acomete com maior frequência a mucosa nasal. Esse acometimento independe da forma clínica da doença e pode ocorrer mesmo antes do aparecimento de lesões na pele ou em outras partes do corpo. Faz-se necessário a vigilância epidemiológica dos contatos de casos novos de hanseníase para o diagnóstico precoce da doença. OBJETIVOS: Identificar lesões específicas e precoces de hanseníase por meio de exame endoscópico, baciloscópico, histopatológico e da reação em cadeia da polimerase em Tempo Real da mucosa das cavidades nasais dos contatos domiciliares e peridomiciliares com sorologia positiva para o antígeno glicolipídio fenólico. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo prospectivo transversal em 31 contatos de pacientes de hanseníase com sorologia positiva (PGL-1), 05 controles negativos e 01 positivo no período de 2003 a 2006. RESULTADOS: Entre os contatos soropositivos a PCR-RT foi positiva para a presença de DNA de M. leprae em 06 (19,35%) destes e o maior número de cópias do genoma do bacilo foi encontrado no contato que adoeceu. CONCLUSÃO: Isoladamente os exames da mucosa nasal não permitiram o diagnóstico precoce da hanseníase, mas com a combinação de vários métodos, o exame dos contatos pôde ajudar na identificação da infecção subclínica e monitoramento daqueles que poderiam ter papel importante na transmissão da doença.<hr/>Leprosy is a chronic infectious disease caused by Mycobacterium leprae. The disease more frequently affects the nasal mucosa and can occur independently of its clinical form or even before lesions on the skin or on other parts of the body. It is necessary to employ epidemiological surveillance of household contacts with new leprosy cases for early disease diagnosis. AIM: identify specific and early leprosy lesions through endoscopic, baciloscopy, histopathology exams, and real time polymerase chain reaction of the nasal cavity mucosa on household and peridomiciliary contacts with positive serology for the phenolic glycolipid 1 antigen. METHODOLOGY: Between 2003 at 2006 there was a prospective cross-sectional clinical study with 31 contacts with patients with leprosy with positive serology against PGL-1, 05 negative controls and 01 positive control. RESULTS: Between seropositive contacts, real-time PCR was positive for M. leprae DNA in 06 (19.35%) of them and the higher number of genome copies were found in contacts who became sick. CONCLUSION: Nasal mucosa tests alone did not enable the early diagnosis of Leprosy. However, through the combination of various methods, tests on the contacts can help identify subclinical infection and monitor the contacts that could be responsible for spreading the disease. <![CDATA[<b>Balloon sinuplasty, an initial assessment</b>: <b>10 cases, results and follow-up</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500009&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: A sinuplastia tem sido objeto de trabalhos e discussões recentes. Acredita-se que o uso destes instrumentos possa trazer benefícios, quando comparados com a cirurgia endoscópica endonasal tradicional. Apesar de já existirem na literatura mundial trabalhos sobre a eficácia do uso deste novo instrumento, não há em nosso país estudo com série de casos e seguimento de pacientes submetidos à sinuplastia. Nosso trabalho visa rever as informações de 10 pacientes que foram submetidos à sinuplastia, isoladamente ou combinada, discutindo as indicações, terapêutica complementar, avaliando o seguimento pós-operatório. MÉTODO: Estudo retrospectivo. RESULTADOS: Dos 10 pacientes, 6 eram do sexo masculino e 4 do sexo feminino. A idade variou de 7 a 58 anos. Todos apresentavam rinossinusite crônica, sem polipose nasossinusal, dos quais 8 com doença alérgica associada. Em 3 pacientes somente a sinuplastia foi realizada e em 7, outros procedimentos foram feitos no mesmo ato cirúrgico. O seguimento variou de 2 a 7 meses. Dos 10 pacientes, 9 apresentaram melhora da sintomatologia e dos exames de imagem. CONCLUSÃO: A sinuplastia foi realizada com sucesso em todos os pacientes, sem maiores dificuldades técnicas ou complicações. Este instrumento pode se tornar uma alternativa no tratamento cirúrgico de alguns grupos de pacientes.<hr/>INTRODUCTION AND AIMS: Balloon sinuplasty has been the object of recent discussions and papers. It is believed that the use of these tools can bring benefits, when compared with traditional endoscopic sinus surgery. Although there already are papers on the efficacy of this new instrument in the literature, there is no study in our country with a series of cases and follow-up of patients undergoing sinuplasty. Our study aims to review the information of 10 patients who underwent balloon sinuplasty, alone or in combination, discussing the indications, complementary therapy and follow up evaluation. METHOD: retrospective study. RESULTS: Of 10 patients, 6 were males and 4 females. Their ages ranged from 7 to 58 years. All patients had chronic rhinosinusitis without nasal polyps, of which 8 are associated with allergic disease. 3 patients underwent sinuplasty only, and 7 had other procedures done during the same procedure. Follow-up ranged from 2 to 7 months. Of the 10 patients, 9 showed symptoms improvement in imaging studies. CONCLUSION: sinuplasty was successfully performed in all patients, without major technical difficulties or complications. This instrument can become an alternative surgical treatment for some groups of patients. <![CDATA[<b>Nasal obstruction and high Mallampati score as risk factors for Obstructive Sleep Apnea</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500010&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os distúrbios respiratórios do sono estão associados à perviedade das vias aéreas superiores. Obstrução nasal é associada com o aumento de eventos de apneia do sono, principalmente pelo aumento da pressão negativa imposta às vias aéreas durante a inspiração. OBJETIVO: Avaliar a influência da obstrução nasal associada à classificação modificada de Mallampati na gravidade da SAOS. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados e classificados 206 pacientes com queixa de roncos e história sugestiva de SAOS através do Escore Modificado de Mallampati, Friedman, obstrução nasal e quanto à gravidade da SAOS pelo IAH. RESULTADOS: Foram incluídos 168 pacientes que se submeteram ao estudo de polissonografia no laboratório de sono. Uma crostabulação foi feita entre o escore modificado de Mallampati, obstrução nasal e o IAH. O Oddis Ratio entre alto escore de Mallampati e IAH foi OR=5,053, IC 95%=1,458 - 7,517(p = 0,0071). Alto Mallampati associado com obstrução nasal se correlacionam com SAOS (p=0,0227). Entretanto, a influência da obstrução nasal sobre a relação do alto escore de Mallampati e SAOS não foi significativa OR = 2,850, IC 95%=0,992 - 8,189. CONCLUSÃO: A associação de alto escore de Mallampati e obstrução nasal é fator de risco para agravamento da SAOS.<hr/>Respiratory sleep disorders are strongly associated with upper airway patency. Nasal obstruction is associated with higher incidences of sleep apnea, primarily by increasing the negative pressure on the airway during inspiration. AIMS: To evaluate the influence of nasal obstruction in the worsening of sleep apnea in patients with OSA and a high score on the modified classification of Mallampati. MATERIALS AND METHODS: We evaluated and classified 206 patients complaining of snoring, and with a past suggestive of OSA through the Modified Mallampati score, Friedman, nasal obstruction and the severity of OSA by AHI. RESULTS: 168 patients who underwent polysomnography were included. Cross-plotting was made comparing the modified Mallampati score, nasal obstruction and AIH. The odds ratio between high Mallampati score and AHI was OR = 5.053, 95% CI = 1.458 to 7.517 (p = 0.0071). High Mallampati score associated with nasal obstruction was correlated with OSAS (p = 0.0227). However the influence of nasal obstruction on the relationship of high Mallampati score and OSA was not significant: OR = 2.850, 95% CI = 0.992 to 8.189. CONCLUSION: The combination of high Mallampati score and nasal obstruction represents a greater risk factor for worsening of OSA. <![CDATA[<b>Service profile of Orthognathic Surgery of a medical school</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500011&lng=en&nrm=iso&tlng=en As Cirurgias Ortognáticas apresentam grande importância para a correção das anomalias dentofaciais e tratamento da Síndrome da Apneia e Hipopneia do Sono - SAHOS. Atualmente observa-se que grande parte da população apresenta algum tipo de desvio morfológico e/ou funcional do sistema estomatognático. OBJETIVO: O presente trabalho visa um estudo do perfil dos indivíduos que foram tratados no Serviço de Cirurgia Ortognática de uma escola médica. MATERIAL E MÉTODO: Pesquisa em prontuários - 2004 a 2008 - identificação de procedimentos, características dos indivíduos, maloclusão e cirurgia realizada. RESULTADOS: Esse trabalho mostrou que o número de tratamentos cirúrgicos para a correção das deformidades vem aumentando. As cirurgias de avanço de maxila exclusivamente correspondem ao maior número da amostra. CONCLUSÃO: Tem havido aumento dos casos de cirurgia ortognática nos últimos anos e os avanços de maxila exclusivamente corresponderam ao maior número dos tratamentos cirúrgicos.<hr/>Orthognathic surgeries are very important for both the correction of dentofacial deformities as well as for the treatment of obstructive sleep apnea/hypopnea syndrome. Nowadays, most of the population presents some type of morphological and/or functional disorder of the stomatognathic system. AIM: The present study aims at assessing the information from the individuals treated in the Orthognathic Surgical Service of a Medical School. METHODS: Search in medical records - 2004-2008, identification procedures, individual characteristics, malocclusion and surgery. RESULTS: The number of surgical treatments due to dentofacial deformities has been increasing. Maxillary advancement surgery alone comprised the highest number in the sample. CONCLUSION: Orthognathic surgery cases have been increasing in the last years and maxillary advancement alone comprised the highest number of surgical treatments. <![CDATA[<b>Newborn hearing screening in the Limiar Clinic in Porto Velho - Rondônia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500012&lng=en&nrm=iso&tlng=en Triagem auditiva neonatal de rotina é capaz de detectar precocemente alterações auditivas que poderão interferir na vida do indivíduo. OBJETIVO: Caracterizar o programa de triagem auditiva neonatal em uma população de neonatos. MATERIAL E MÉTODO: Estudo de coorte histórico longitudinal. Levantamento no banco de dados da clínica responsável pela triagem auditiva neonatal na cidade Porto Velho-RO do período de fevereiro de 2004 a outubro de 2006. RESULTADOS: Dos 6889 recém-nascidos cadastrados, 5700 (82,7%) passaram e 1189 (17,3%) falharam na primeira etapa da triagem. Dos que falharam 900 (75,7%) compareceram para o reteste. Dentre estes, 15 (0,22%) recémnascidos tiveram deficiência auditiva confirmada. A deficiência auditiva mais prevalente foi à perda auditiva neural com 46,7% dos casos confirmados, tendo como indicador de risco mais prevalente a hiperbilirrubinemia. CONCLUSÃO: A hiperbilirrubinemia apresentou maior prevalência dentre os indicadores de risco encontrados nos recém-nascidos com deficiência auditiva confirmada. A prevalência de perda auditiva observada é de dois recém-nascidos para cada 1000 nascidos. Observa-se ainda uma correlação estatisticamente significante entre a perda auditiva neural com o indicador de risco hiperbilirrubinemia e perda auditiva neurossensorial com a etiologia desconhecida.<hr/>With the universal hearing screening we can prevent auditory disorders in children. AIM: To characterize the program of neonatal auditory screening into a population of neonates. MATERIALS AND METHODS: longitudinal cohort study. We surveyed the clinic's database on neonatal auditory screening in the city of Porto Velho, Rondônia. RESULTS: Among the 6,889 newborns in the database, 5,700 (82.7%) passed and 1,189 (17.3%) failed the first screening. Of the group which failed 900 (75.7 %) returned for retesting. Among these, 15 (0.22 %) newborns had hearing loss confirmed. The most prevalent was neural hearing loss with 46.7% confirmed cases; they had hyperbilirubinemia as the most prevalent risk factor. CONCLUSION: hyperbilirubinemia was the most prevalent risk factor found in the group of hearing impaired children. The prevalence of hearing loss was of 2 in 1,000 newborns. It is important to highlight the relevant association between neural hearing loss caused by hyperbilirubinemia and sensorineural hearing loss of unknown causes. <![CDATA[<b>Balance Rehabilitation Unit (BRU<sup>TM</sup>) posturography in Menière's disease</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500013&lng=en&nrm=iso&tlng=en A posturografia tem sido utilizada na avaliação de pacientes com vestibulopatias. OBJETIVO: Avaliar o equilíbrio corporal à posturografia do Balance Rehabilitation Unit (BRU TM) em pacientes com doença de Ménière. DESENHO DE ESTUDO: Caso controle prospectivo. MATERIAL E MÉTODO: 30 pacientes com doença de Ménière definida e 40 indivíduos hígidos, homogêneos em relação à idade e ao gênero, foram submetidos a uma avaliação otoneurológica, incluindo a posturografia do Balance Rehabilitation Unit (BRU TM). RESULTADOS: Houve diferença significante entre os valores da velocidade de oscilação nas condições de superfície firme, estimulação optocinética para baixo (p=0,038) e interação vísuo-vestibular horizontal (p=0,049) e da área de elipse nas condições de superfície firme, olhos fechados (p=0,001), estimulação optocinética para a esquerda (p=0,007), estimulação optocinética para baixo (p=0,003), interação vísuo-vestibular horizontal (p=0,003) e interação vísuo-vestibular vertical (p=0,028) entre os pacientes com doença de Ménière e o grupo controle. CONCLUSÃO: A avaliação do equilíbrio corporal pela posturografia do Balance Rehabilitation Unit (BRU TM) possibilita a identificação de anormalidades da velocidade de oscilação e da área de elipse em pacientes com doença de Ménière.<hr/>Posturography has been used in the evaluation of patients with vestibular disorders. AIM: To evaluate balance control with the Balance Rehabilitation Unit (BRU TM) posturography in patients with Menière's disease. STUDY DESIGN: Prospective case-control. MATERIAL AND METHOD: 30 patients diagnosed with Menière's disease and a control group consisting of 40 healthy matching individuals in relation to age and gender, were submitted to a balance function evaluation by means of a Balance Rehabilitation Unit (BRU TM) posturography. RESULTS: Comparing patients with Menière's disease and the control group, we found significant differences between the values of the sway speed in the static force plate, down optokinetic stimulation (p=0.038) and horizontal visual vestibular interaction (p=0.049); and of the ellipse area in the static force plate, eyes closed (p=0.001); left optokinetic stimulation (p=0.007); down optokinetic stimulation (p=0.003); horizontal visual vestibular interaction (p=0.003); and vertical visual vestibular interaction (p=0.028). CONCLUSION: The postural control assessment with the Balance Rehabilitation Unit (BRU TM) posturography enables the identification of sway speed and ellipse area abnormalities in patients with Menière's disease. <![CDATA[<b>Prognostic value of sinus CT scans in hematopoietic stem cell transplantation</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500014&lng=en&nrm=iso&tlng=en O transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH) causa imunossupressão e predispõe ao desenvolvimento de rinossinusites. A realização de tomografia computadorizada (TC) de seios paranasais pode auxiliar no diagnóstico de rinossinusopatias nestes pacientes, porém a realização em todos estes pacientes é questionável. OBJETIVO: Verificar a necessidade de realizar a TC nos candidatos ao TCTH e relacionar as alterações tomográficas encontradas a rinossinusopatias pós TCTH. MÉTODO: Estudo piloto prospectivo em que as TC de seios paranasais foi executado antes e após o TCTH e avaliado conforme classificação de Lund e Mackay. RESULTADOS: Foram obtidos 77,5% e 61% de TC normais no pré e pós-TCTH, respectivamente. O estádio tomográfico pré-TCTH não se relacionou à ocorrência de rinossinusite após o TCTH. As variações anatômicas encontradas (19,4%) não se relacionaram com a ocorrência de rinossinusite, mas sim com a gravidade da rinossinusite no pós-TCTH. Não houve associação significativa entre estadiamento tomográfico prévio e desenvolvimento de rinossinusite pós-TCTH. CONCLUSÃO: Não há necessidade de realização de tomografia computadorizada de seios paranasais em todos os pacientes previamente ao TCTH; e a variação anatômica não predispõe à rinossinusite nem antes nem após o transplante de medula óssea, apenas pode agravar a evolução da rinossinusite após o TCTH.<hr/>Hematopoietic Stem Cell Transplant (HSCT) causes immunosuppression and predisposition to sinusitis. CT scans are complementary exams used in the diagnosis of sinusitis; however, its use in every patient is questionable. AIM: to check the usefulness of ordering a CT scan prior to HSCT and to study the relationship between anatomical variations and sinusitis. METHOD: prospective study in which we performed paranasal CT scans before and after HSCT, using the Lund and Mackay score. RESULTS: 77.5% and 61% of CT scans showed no evidence of sinus disease before and after HSCT. CT staging was not associated with sinusitis after HSCT. Anatomical variations were related to radiographic disease severity, but not to development of sinusitis after HSCT. There was no relation between pre-CT staging and sinusitis after BMT. CONCLUSION: CT scans are not useful for all patients before HSCT. Anatomical variation is not a predictive feature to sinusitis but it can determine its severity. <![CDATA[<b>Results from the Balance Rehabilitation Unit in Benign Paroxysmal Positional Vertigo</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500015&lng=en&nrm=iso&tlng=en A posturografia é um instrumento útil e novo para o estudo da influência das doenças vestibulares no equilíbrio corporal. OBJETIVO: Comparar os resultados da posturografia estática do Balance Rehabilitation Unit (BRU) em idosos com Vertigem Postural Paroxística Benigna (VPPB) pré e pós a manobra de Epley. MATERIAL E MÉTODO: Estudo prospectivo de 20 pacientes idosos com diagnóstico de VPPB. Os pacientes foram submetidos à posturografia estática do BRU, e o limite de estabilidade (LE) e a área de elipse foram medidos. Aplicou-se também o questionário "Dizziness Handicap Inventory" versão brasileira (DHI) para verificar a eficácia do tratamento. RESULTADOS: 80% pacientes eram do gênero feminino, com a média etária de 68,15 anos. Após a manobra, o LE aumentou significantemente (p=0,001). A área de elipse nas condições de conflitos sensoriais, visuais e vestibulares da BRU (condições 2,7,8,9) e o escore do DHI diminuíram significantemente (p<0,05) após o tratamento. CONCLUSÃO: O estudo sugere que idosos com VPPB apresentam prejuízo no controle postural estático e que a manobra de Epley é eficiente para a remissão dos sintomas, para o aumento do limite de estabilidade e para a melhora do controle postural em situações de conflitos visuais, somatossensoriais e vestibulares.<hr/>Posturography is a useful new tool to study the influence of vestibular diseases on balance. AIM: to compare the results from the Balance Rehabilitation Unit (BRU) static posturography in elderly patients with Benign Paroxysmal Positional Vertigo (BPPV), before and after Epley's maneuver. MATERIALS AND METHODS: a prospective study of 20 elderly patients with a diagnosis of BPPV. The patients underwent static posturography and the limit of stability (LE) and ellipse area were measured. We also applied the Dizziness Handicap Inventory (DHI) questionnaire to study treatment effectiveness. RESULTS: 80% were females, with a mean age of 68.15 years. After the maneuver, the LE increased significantly (p=0.001). The elliptical area of somatosensory, visual and vestibular conflicts (2,7,8,9 situations) in BRU and the DHI scores decreased significantly (p<0.05) after treatment. CONCLUSION: the study suggests that elderly patients with BPPV may present static postural control impairment and that the maneuver is effective for the remission of symptoms, to increase in the stability and improvement in postural control in situations of visual, somatosensory and vestibular conflicts. <![CDATA[<b>Directivity and noise reduction in hearing aids</b>: <b>speech perception and benefit</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500016&lng=en&nrm=iso&tlng=en Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI). OBJETIVO: Comparar o desempenho, benefício e a satisfação de usuários de AASI intra-aural e retroauricular digital com algoritmo de redução de ruído e microfones omnidirecional e direcional. MATERIAL E MÉTODO: 34 usuários de AASI digital foram avaliados por meio do reconhecimento de sentenças no ruído e dos questionários APHAB e IOI. Estudo prospectivo. RESULTADOS: Melhores resultados foram obtidos com AASI intra-aurais e AASI direcionais, no entanto, não houve diferença estatística significante entre os grupos. CONCLUSÃO: A direcionalidade favoreceu o reconhecimento de fala no ruído e o benefício obtido em vida diária.<hr/>Hearing aid. AIM: To compare the performance, benefit and satisfaction of users of ITE, CIC and BTE digital hearing aid with noise reduction and omnidirectional and directional microphones. METHOD: 34 users of hearing aid were evaluated by means of speech perception in noise tests and APHAB and IOI self assessment questionnaires. Prospective study. RESULTS: Better results were obtained by users of ITE, CIC and directional hearing aids, however, no statistical significance was found between the groups. CONCLUSION: Directivity improved speech perception in noise and benefit in daily life situations. <![CDATA[<b>Intratemporal facial nerve ultrastructure in patients with idiopathic facial paralysis</b>: <b>viral infection evidence study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500017&lng=en&nrm=iso&tlng=en A etiologia da paralisia facial periférica idiopática (PFPI) ainda é uma incógnita, no entanto, alguns autores aventam a possibilidade de ser uma infecção viral. OBJETIVO: Analisar a ultraestrutura do nervo facial procurando evidências virais que possam nos fornecer dados etiológicos. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudados 20 pacientes com PFP, com graus de moderado a severo, de ambos os sexos, entre 18-60 anos, provenientes de Ambulatório de Distúrbios do Nervo Facial. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Estudo, onze pacientes com PFPI e Controle, nove pacientes com Paralisia Facial Periférica Traumática ou Tumoral. Foram estudados fragmentos de bainha do nervo facial ou fragmentos de seus cotos, que durante a cirurgia de reparação do nervo facial, seriam desprezados ou encaminhados para estudo anatomopatológico. O tecido foi fixado em glutaraldeído 2% e analisado em Microscopia Eletrônica de Transmissão. RESULTADO: Observamos no grupo estudo atividade celular intensa de reparação com aumento de fibras colágenas, fibroblastos com organelas desenvolvidas, isentos de partículas virais. No grupo controle esta atividade de reparação não foi evidente, mas também não foram observadas partículas virais. CONCLUSÃO: Não foram encontradas partículas virais, no entanto, houve evidências de intensa atividade de reparação ou infecção viral.<hr/>The etiology of idiopathic peripheral facial palsy (IPFP) is still uncertain; however, some authors suggest the possibility of a viral infection. AIM: to analyze the ultrastructure of the facial nerve seeking viral evidences that might provide etiological data. MATERIAL AND METHODS: We studied 20 patients with peripheral facial palsy (PFP), with moderate to severe FP, of both genders, between 18-60 years of age, from the Clinic of Facial Nerve Disorders. The patients were broken down into two groups - Study: eleven patients with IPFP and Control: nine patients with trauma or tumor-related PFP. The fragments were obtained from the facial nerve sheath or from fragments of its stumps - which would be discarded or sent to pathology exam during the facial nerve repair surgery. The removed tissue was fixed in 2% glutaraldehyde, and studied under Electronic Transmission Microscopy. RESULTS: In the study group we observed an intense repair cellular activity by increased collagen fibers, fibroblasts containing developed organelles, free of viral particles. In the control group this repair activity was not evident, but no viral particles were observed. CONCLUSION: There were no viral particles, and there were evidences of intense activity of repair or viral infection. <![CDATA[<b>New system of instrument stabilization in laryngeal microsurgery</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500018&lng=en&nrm=iso&tlng=en A microcirurgia laríngea é uma forma de tratamento para diversas doenças da laringe. Devido à necessidade de instrumentos longos e manobras delicadas, movimentos involuntários representam importante dificuldade, podendo ser responsáveis por resultados pós-operatórios inadequados. OBJETIVO: Esse trabalho propõe um novo sistema de estabilização, flexível e versátil, para reduzir de forma significativa os movimentos involuntários apresentados pelo cirurgião. MATERIAL E MÉTODOS: Esse estudo experimental comparou a amplitude dos movimentos involuntários apresentados por cirurgiões com e sem o sistema de estabilização. Dez cirurgiões realizaram um total de seis manobras que mimetizavam movimentos utilizados nas microcirurgias de laringe, sendo duas delas sem o sistema de estabilização. As manobras eram repetidas com o sistema de estabilização e o fio tensionado, após isso o fio era então alongado 3 mm e as manobras eram executadas. As médias da deslocação máxima do instrumento foram comparadas entre os grupos. RESULTADOS: O deslocamento máximo foi maior na manobra com microtesoura parada sem o sistema, quando comparada com o sistema de estabilização em três situações diferentes. A média também foi maior na manobra de abrir-fechar a microtesoura sem o sistema de estabilização e com esse. CONCLUSÃO: O sistema de estabilização proposto foi eficaz na redução do tremor nas situações testadas.<hr/>Laryngeal microsurgery is a kind of treatment for various laryngeal diseases. Because of the need of long instruments and delicate maneuvers, involuntary movements represent relevant difficulty and may be responsible for unintended post-operative results. AIM: This study proposes a new stabilization system, flexible and versatile, which can significantly reduce involuntary movements made by surgeons. METHODS: This experimental study compared the amplitude of surgeons' involuntary movements with and without the stabilization system. Ten surgeons performed a total of six movements mimicking movements used in laryngeal microsurgery, two of them without the stabilization system. The maneuvers were repeated with the stabilization system and the wire stretched, and after this, the wire was then expanded 3mm and the maneuvers were performed. The average values of the maximum instrument displacement were compared between the groups. RESULTS: The maximum displacement was higher during the maneuver with the still micro-scissors without the system, when compared with the stabilization system in three different situations. The average was also higher in the maneuver to open and close the micro scissors without the system and with it. CONCLUSION: The proposed stabilization system was effective in reducing surgeon shaking in the different situations tested. <![CDATA[<b>Cleft lip and palate</b>: <b>series of unusual clinical cases</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500019&lng=en&nrm=iso&tlng=en Fissuras do lábio e/ou palato (FL/P) representam as anomalias congênitas mais comuns da face, correspondendo a aproximadamente 65% de todas as malformações da região craniofacial. OBJETIVO: Descrever casos clínicos incomuns de FL/P não-sindrômicas (FL/PNS), diagnosticadas em um Serviço de referência em Minas Gerais, Brasil, e correlacionar tais alterações com possíveis fatores de risco. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Realizou-se estudo retrospectivo, entre os anos de 1992 e 1º semestre de 2009, a partir dos prontuários clínicos. RESULTADOS: Entre 778 casos de FL/PNS diagnosticadas no período de 17 anos, 5 (0,64%) foram de FL/PNS incomuns, sendo todos os pacientes do gênero masculino. Verificou-se que, dos 5 pacientes, 2 apresentaram fissura labial direita incompleta associada à fissura palatina incompleta; 2 eram afetados por fissura labial esquerda incompleta e fissura palatina incompleta e 1 com fissura lábio-palatina esquerda completa e fissura palatina direita completa. Fatores de risco como consanguinidade, tabagismo e etilismo materno, uso de medicamento na gestação, histórico de aborto e/ou natimorto e doenças maternas não foram associados às FL/ PNS incomuns CONCLUSÕES: Este estudo descreveu 5 casos raros de FL/PNS em uma população brasileira, não apresentando correlação com os fatores de risco analisados. Confirmou-se ainda a raridade na prevalência de tais alterações.<hr/>Cleft lip and/or palate (CL/P) represent the most common congenital anomalies of the face, corresponding to approximately 65% of all malformations of the craniofacial region. AIM: to describe unusual clinical cases of non-syndromic CL/P (CL/PNS), diagnosed in a reference service in Minas Gerais, Brazil, and correlate these alterations with possible risk factors. MATERIALS AND METHODS: we carried out a retrospective study, between the years of 1992 and the 1st half of 2009, from medical records. RESULTS: Among the 778 cases of CL/PNS diagnosed in the period of 17 years, 5 (0.64%) were unusual CL/PNS, and all patients were male. It was found that among the 5 patients, 2 had incomplete right cleft lip with incomplete cleft palate, 2 were affected by left incomplete cleft lip and incomplete cleft palate, and 1 had a cleft lip and palate associated with complete right cleft palate. Risk factors such as consanguinity, maternal smoking and alcohol consumption, medication usage during pregnancy, history of abortion and/or stillbirths and maternal diseases were not associated with unusual CL/PNS. CONCLUSIONS: This study described 5 unusual cases of CL/PNS in a Brazilian population; no associations with the risk factors analyzed were seen. It also confirmed the unusualness of the prevalence of such alterations. <![CDATA[<b>Acoustic radiation effects on bone conduction threshold measurement</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500020&lng=en&nrm=iso&tlng=en Radiação acústica é uma fuga da energia sonora do vibrador ósseo que pode ser detectada pela via aérea. A presença da radiação acústica poderia resultar em um limiar ósseo falso, um gap aéreo-ósseo irreal, nas frequências altas. Esse achado poderia ocorrer em pacientes sem comprometimento de orelha média e com história de doença de orelha interna, onde esse gap não é esperado. OBJETIVO: Verificar os efeitos da radiação acústica no tamanho do gap aéreo-ósseo nas frequências de 2.000, 3.000 e 4.000 Hz. MATERIAL E MÉTODO: Realizou-se estudo clínico e experimental em 101 indivíduos, com presença de gap aéreo-ósseo maior que 10 dB nas frequências de 2.000, 3.000 e/ou 4.000 Hz. Em todos participantes o limiar ósseo foi obtido nas condições: MAE aberto e fechado. RESULTADOS: Constatou-se que o gap aéreo/ósseo que mais sofreu mudança foi da frequência 4.000 Hz. Houve diferença significativa na frequência de mudança de status (misto x neurossensorial); na presença e ausência de diferenças entre via óssea fechada e aberta. CONCLUSÃO: Este estudo comprovou que quando o MAE é ocluído, o fenômeno da radiação acústica é controlado ou evitado, permitindo que as medidas ósseas para as frequências de 3.000 e 4.000 Hz sejam mais precisas.<hr/>Acoustic radiation is the sound energy escape from a bone vibrator that may be detected by air conduction mechanisms. The presence of acoustic radiation may result in an unreal bone conduction threshold, promoting an unreal air/bone gap in the high frequencies. AIM: aim to analyze the acoustic radiation effect on the extension of air/bone gap at 2,000, 3,000 and 4,000 Hz. MATERIALS AND METHOD: our clinical and experimental study had a sample of 101 individuals, who matched inclusion criteria: to have an air/bone gap higher than 10 dB in the frequencies of 2,000; 3,000 and 4,000 Hz. All of them had their bone conduction threshold measured in two conditions: open ear canal and closed ear canal. RESULTS: we found that major differences between the two conditions evaluated occurred at the 4,000 Hz; data analysis showed significant difference in the extension for the air/bone gap; analysis of the number of cases of mixed hearing loss that changed to sensorineural was significant too. CONCLUSION: These studies concluded that when the MAE is occluded, the acoustic radiation phenomenon is controlled or avoided, enabling bone measures at the frequencies of 3,000 and 4,000Hz to be more accurate. <![CDATA[<b>Pilocarpine used to treat xerostomia in patients submitted to radioactive iodine therapy</b>: <b>a pilot study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500021&lng=en&nrm=iso&tlng=en Xerostomia é uma queixa tardia frequente associada à iodoterapia. Terapias para o tratamento desta morbidade podem proporcionar melhora na qualidade de vida dos pacientes com câncer de tireoide submetidos à iodoterapia adjuvante. OBJETIVOS: Relatar a experiência com o uso da pilocarpina no tratamento de xerostomia em pacientes com câncer de tireoide submetidos à iodoterapia adjuvante. MATERIAL E MÉTODOS: Cinco pacientes preencheram os critérios de inclusão e receberam 5mg de pilocarpina, 3 vezes ao dia, por uma semana. Os efeitos colaterais do medicamento e a resposta subjetiva à queixa de xerostomia após o tratamento foram avaliados. DESENHO DO ESTUDO: Trata-se de um estudo prospectivo, não-randomizado. RESULTADOS: Sudorese foi o efeito colateral mais comum com o uso da pilocarpina, seguido por cansaço e dor de cabeça. Dois pacientes relataram alívio da xerostomia com o uso da medicação, mas somente um paciente foi capaz de tolerar os efeitos colaterais. CONCLUSÕES: Pilocarpina parece aliviar os sintomas de xerostomia em pacientes submetidos à iodoterapia, já que o medicamento é capaz de estimular o fluxo salivar. No entanto, os efeitos colaterais observados inviabilizam seu uso por recusa por parte dos pacientes em continuar a terapia por períodos mais longos.<hr/>Xerostomia complaint is very commonly associated to radioactive iodine therapy. Alternatives to treat this morbidity can offer better quality of life to patients with thyroid cancer submitted to adjuvant iodine therapy. AIM: to report on the experience with pilocarpine on the treatment of xerostomia in thyroid cancer patients submitted to adjuvant radioactive iodine therapy (RIT). MATERIALS AND METHODS: The five patients who met the inclusion criteria received 5mg of pilocarpine, 3 tid for one week. Side effects of the drug and subjective response to xerostomia complaints after treatment were evaluated. DESIGN: it is a prospective, non-randomized study. RESULTS: Sudoresis was the most frequent side effect of pilocarpine use, followed by fatigue and headache. Two patients reported relief of xerostomia using pilocarpine, but only one patient was able to tolerate the side effects. CONCLUSIONS: Pilocarpine seems to relieve xerostomia complaints in thyroid cancer patients because it is able to stimulate salivary flow, but the observed side effects made the patients refuse long-term therapy continuation. <![CDATA[<b>Profile of audiometric thresholds and tympanometric curve of elderly patients</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500022&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Traçar o perfil audiológico dos idosos atendidos em uma clínica escola da cidade de Belo Horizonte. MÉTODOS: Foram analisados todos os prontuários de pacientes que realizaram avaliação audiológica no período de Abril de 2004 a Agosto de 2007 em um Centro Clínico de Fonoaudiologia da cidade de Belo Horizonte. RESULTADOS: Foram analisados 313 exames audiológicos de pacientes acima de 60 anos de idade. Os resultados das avaliações audiológicas quanto ao tipo da perda auditiva foram: limiares auditivos dentro dos padrões de normalidade - 22,28%; perda auditiva neurossensorial - 60,62%; perda auditiva mista - 14,70%, perda auditiva condutiva - 2,40%. O grau variou de normal a profundo. Quanto à timpanometria, prevaleceu com 83,22% a curva tipo A, sendo que os demais tipos de curvas obtiveram um total de 16,3%. A porcentagem dos indivíduos que não realizou o exame foi de 0,48%. Dos pacientes que apresentaram perda auditiva foram unilaterais 1,76% e 98,24% bilaterais. CONCLUSÕES: Foi constatada uma maior prevalência de perda auditiva do tipo neurossensorial, sendo que o grau de perda variou de leve a profundo, com maior prevalência do grau moderado.<hr/>AIM: to analyze the audiological profile of elderly patients seen in a clinic from an audiology school clinic in the city of Belo Horizonte. METHODS: we studied all the charts from the patients who underwent audiologic assessment from April of 2004 and August of 2007 in an audiology clinic in the city of Belo Horizonte. RESULTS: We studied the 313 audiological tests from patients 60 years of age or over. The results from the audiological evaluations as to the type of hearing loss were: auditory thresholds within normal standards - 22.28%; sensorineural hearing loss - 60.62%; mixed hearing loss - 14.70%, conductive hearing loss - 2.40%. The level varied between normal and profound. As to the tympanometry, 83.22% had the type A curve, and the other types of curves obtained made up a total of 16.3%. The percentage of individuals who did not undergo the test was 0.48%. 1.76% of the patients who had unilateral hearing loss and 98.24% had bilateral hearing loss. CONCLUSIONS: we found a greater prevalence of sensorineural hearing loss, and the degree of the loss varied from mild to profound, with a prevalence of the moderate degree. <![CDATA[<b>Hyperproliferation markers in ear canal epidermis</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500023&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários estudos envolvendo métodos imunoistoquímicos para avaliação da epiderme do meato acústico externo já foram realizados com os mais diversos objetivos. Por estes métodos é possível avaliar a expressão de antígenos como as citoqueratinas, citocinas, marcadores de hiperproliferação, entre outros. OBJETIVO: Revisar, descrever e analisar a expressão dos marcadores imunoistoquímicos de hiperproliferação na epiderme do meato acústico externo normal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão sistemática de artigos publicados até o ano de 2009 em periódicos internacionais indexados. RESULTADOS: Vários antígenos relacionados à hiperproliferação foram pesquisados por meio de métodos imunoistoquímicos dentre os artigos analisados. Os mais estudados foram a citoqueratina 16, o Ki-67 e o PCNA. CONCLUSÕES: A maioria dos trabalhos utilizou fragmentos de epiderme do meato acústico externo como amostra controle para estudo imunoistoquímico do colesteatoma da orelha média ou externa. Há uma concentração de marcadores de hiperproliferação como a CK16, o Ki-67 e o PCNA no anel fibrocartilagíneo e nas regiões adjacentes do meato acústico externo e da membrana timpânica.<hr/>Several studies involving immunohistochemical methods to assess external auditory canal epidermis have been performed with different objectives. With this method it is possible to assess the expression of various antigens such as cytokeratins, cytokines, and hyperproliferation markers among others. AIM: to revise, describe and analyze the knowledge generated by identifiable papers published on the worldwide literature about immunohistochemical hyperproliferation markers in normal external auditory canal epidermis. MATERIALS AND METHODS: systematic review of the papers published until 2009, in indexed international journals. RESULTS: Various antigens related to hyperproliferation were investigated by immunohistochemical methods among the included papers. The most studied ones were cytokeratin 16, Ki-67 and PCNA. CONCLUSIONS: most of the studies utilized external auditory canal epidermis as control sample to study external ear or middle ear cholesteatoma with immunohistochemical methods. There is a hyperproliferative antigen concentration, such as CK16, Ki-67 and PCNA, in the annulus tympanicus, adjacent meatus and tympanic regions, mainly in the lower areas. <![CDATA[<b>Evaluation of auditory processing before and after treatment in patients with speech disorders</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500024&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários estudos envolvendo métodos imunoistoquímicos para avaliação da epiderme do meato acústico externo já foram realizados com os mais diversos objetivos. Por estes métodos é possível avaliar a expressão de antígenos como as citoqueratinas, citocinas, marcadores de hiperproliferação, entre outros. OBJETIVO: Revisar, descrever e analisar a expressão dos marcadores imunoistoquímicos de hiperproliferação na epiderme do meato acústico externo normal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão sistemática de artigos publicados até o ano de 2009 em periódicos internacionais indexados. RESULTADOS: Vários antígenos relacionados à hiperproliferação foram pesquisados por meio de métodos imunoistoquímicos dentre os artigos analisados. Os mais estudados foram a citoqueratina 16, o Ki-67 e o PCNA. CONCLUSÕES: A maioria dos trabalhos utilizou fragmentos de epiderme do meato acústico externo como amostra controle para estudo imunoistoquímico do colesteatoma da orelha média ou externa. Há uma concentração de marcadores de hiperproliferação como a CK16, o Ki-67 e o PCNA no anel fibrocartilagíneo e nas regiões adjacentes do meato acústico externo e da membrana timpânica.<hr/>Several studies involving immunohistochemical methods to assess external auditory canal epidermis have been performed with different objectives. With this method it is possible to assess the expression of various antigens such as cytokeratins, cytokines, and hyperproliferation markers among others. AIM: to revise, describe and analyze the knowledge generated by identifiable papers published on the worldwide literature about immunohistochemical hyperproliferation markers in normal external auditory canal epidermis. MATERIALS AND METHODS: systematic review of the papers published until 2009, in indexed international journals. RESULTS: Various antigens related to hyperproliferation were investigated by immunohistochemical methods among the included papers. The most studied ones were cytokeratin 16, Ki-67 and PCNA. CONCLUSIONS: most of the studies utilized external auditory canal epidermis as control sample to study external ear or middle ear cholesteatoma with immunohistochemical methods. There is a hyperproliferative antigen concentration, such as CK16, Ki-67 and PCNA, in the annulus tympanicus, adjacent meatus and tympanic regions, mainly in the lower areas. <![CDATA[<b>Middle ear Schwannoma</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500025&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários estudos envolvendo métodos imunoistoquímicos para avaliação da epiderme do meato acústico externo já foram realizados com os mais diversos objetivos. Por estes métodos é possível avaliar a expressão de antígenos como as citoqueratinas, citocinas, marcadores de hiperproliferação, entre outros. OBJETIVO: Revisar, descrever e analisar a expressão dos marcadores imunoistoquímicos de hiperproliferação na epiderme do meato acústico externo normal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão sistemática de artigos publicados até o ano de 2009 em periódicos internacionais indexados. RESULTADOS: Vários antígenos relacionados à hiperproliferação foram pesquisados por meio de métodos imunoistoquímicos dentre os artigos analisados. Os mais estudados foram a citoqueratina 16, o Ki-67 e o PCNA. CONCLUSÕES: A maioria dos trabalhos utilizou fragmentos de epiderme do meato acústico externo como amostra controle para estudo imunoistoquímico do colesteatoma da orelha média ou externa. Há uma concentração de marcadores de hiperproliferação como a CK16, o Ki-67 e o PCNA no anel fibrocartilagíneo e nas regiões adjacentes do meato acústico externo e da membrana timpânica.<hr/>Several studies involving immunohistochemical methods to assess external auditory canal epidermis have been performed with different objectives. With this method it is possible to assess the expression of various antigens such as cytokeratins, cytokines, and hyperproliferation markers among others. AIM: to revise, describe and analyze the knowledge generated by identifiable papers published on the worldwide literature about immunohistochemical hyperproliferation markers in normal external auditory canal epidermis. MATERIALS AND METHODS: systematic review of the papers published until 2009, in indexed international journals. RESULTS: Various antigens related to hyperproliferation were investigated by immunohistochemical methods among the included papers. The most studied ones were cytokeratin 16, Ki-67 and PCNA. CONCLUSIONS: most of the studies utilized external auditory canal epidermis as control sample to study external ear or middle ear cholesteatoma with immunohistochemical methods. There is a hyperproliferative antigen concentration, such as CK16, Ki-67 and PCNA, in the annulus tympanicus, adjacent meatus and tympanic regions, mainly in the lower areas. <![CDATA[<b>Maxillomandibular myxoma in neonates</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500026&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários estudos envolvendo métodos imunoistoquímicos para avaliação da epiderme do meato acústico externo já foram realizados com os mais diversos objetivos. Por estes métodos é possível avaliar a expressão de antígenos como as citoqueratinas, citocinas, marcadores de hiperproliferação, entre outros. OBJETIVO: Revisar, descrever e analisar a expressão dos marcadores imunoistoquímicos de hiperproliferação na epiderme do meato acústico externo normal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão sistemática de artigos publicados até o ano de 2009 em periódicos internacionais indexados. RESULTADOS: Vários antígenos relacionados à hiperproliferação foram pesquisados por meio de métodos imunoistoquímicos dentre os artigos analisados. Os mais estudados foram a citoqueratina 16, o Ki-67 e o PCNA. CONCLUSÕES: A maioria dos trabalhos utilizou fragmentos de epiderme do meato acústico externo como amostra controle para estudo imunoistoquímico do colesteatoma da orelha média ou externa. Há uma concentração de marcadores de hiperproliferação como a CK16, o Ki-67 e o PCNA no anel fibrocartilagíneo e nas regiões adjacentes do meato acústico externo e da membrana timpânica.<hr/>Several studies involving immunohistochemical methods to assess external auditory canal epidermis have been performed with different objectives. With this method it is possible to assess the expression of various antigens such as cytokeratins, cytokines, and hyperproliferation markers among others. AIM: to revise, describe and analyze the knowledge generated by identifiable papers published on the worldwide literature about immunohistochemical hyperproliferation markers in normal external auditory canal epidermis. MATERIALS AND METHODS: systematic review of the papers published until 2009, in indexed international journals. RESULTS: Various antigens related to hyperproliferation were investigated by immunohistochemical methods among the included papers. The most studied ones were cytokeratin 16, Ki-67 and PCNA. CONCLUSIONS: most of the studies utilized external auditory canal epidermis as control sample to study external ear or middle ear cholesteatoma with immunohistochemical methods. There is a hyperproliferative antigen concentration, such as CK16, Ki-67 and PCNA, in the annulus tympanicus, adjacent meatus and tympanic regions, mainly in the lower areas. <![CDATA[<b>Angioleiomyoma of the nasal septum</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942010000500027&lng=en&nrm=iso&tlng=en Vários estudos envolvendo métodos imunoistoquímicos para avaliação da epiderme do meato acústico externo já foram realizados com os mais diversos objetivos. Por estes métodos é possível avaliar a expressão de antígenos como as citoqueratinas, citocinas, marcadores de hiperproliferação, entre outros. OBJETIVO: Revisar, descrever e analisar a expressão dos marcadores imunoistoquímicos de hiperproliferação na epiderme do meato acústico externo normal. MATERIAIS E MÉTODOS: Revisão sistemática de artigos publicados até o ano de 2009 em periódicos internacionais indexados. RESULTADOS: Vários antígenos relacionados à hiperproliferação foram pesquisados por meio de métodos imunoistoquímicos dentre os artigos analisados. Os mais estudados foram a citoqueratina 16, o Ki-67 e o PCNA. CONCLUSÕES: A maioria dos trabalhos utilizou fragmentos de epiderme do meato acústico externo como amostra controle para estudo imunoistoquímico do colesteatoma da orelha média ou externa. Há uma concentração de marcadores de hiperproliferação como a CK16, o Ki-67 e o PCNA no anel fibrocartilagíneo e nas regiões adjacentes do meato acústico externo e da membrana timpânica.<hr/>Several studies involving immunohistochemical methods to assess external auditory canal epidermis have been performed with different objectives. With this method it is possible to assess the expression of various antigens such as cytokeratins, cytokines, and hyperproliferation markers among others. AIM: to revise, describe and analyze the knowledge generated by identifiable papers published on the worldwide literature about immunohistochemical hyperproliferation markers in normal external auditory canal epidermis. MATERIALS AND METHODS: systematic review of the papers published until 2009, in indexed international journals. RESULTS: Various antigens related to hyperproliferation were investigated by immunohistochemical methods among the included papers. The most studied ones were cytokeratin 16, Ki-67 and PCNA. CONCLUSIONS: most of the studies utilized external auditory canal epidermis as control sample to study external ear or middle ear cholesteatoma with immunohistochemical methods. There is a hyperproliferative antigen concentration, such as CK16, Ki-67 and PCNA, in the annulus tympanicus, adjacent meatus and tympanic regions, mainly in the lower areas.