Scielo RSS <![CDATA[Fisioterapia e Pesquisa]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1809-295020100004&lang=en vol. 17 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400001&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[<b>Effect of low- power laser (660 nm) on regeneration of injured rat sciatic nerve</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400002&lng=en&nrm=iso&tlng=en Os nervos periféricos são estruturas que, ao sofrerem lesões, podem originar incapacidades motoras e sensitivas importantes. O laser de baixa intensidade é um dos diversos recursos terapêuticos para promover a regeneração nervosa precoce, mas ainda não há consenso sobre sua utilização. O objetivo deste estudo foi investigar, por meio de avaliação funcional, o efeito da terapia a laser de baixa intensidade (660 nm) na regeneração do nervo isquiático após esmagamento. Foram utilizados 18 ratos (Wistar) submetidos à lesão do nervo isquiático divididos em dois grupos, controle e grupo laser, submetido ao tratamento a laser (AsGaAl, 660 nm, 10J/cm2, 30 mW e 0,06 cm²) por 21 dias no local da lesão. Para a avaliação funcional, foi aplicado o índice funcional do ciático (IFC) no pré-operatório e nos 7º, 14º e 21º dias de pós-operatório. Quando comparados o IFC dos grupos no 14o dia de pós-operatório, foi encontrada melhora significante no grupo laser em relação ao controle. Na amostra analisada e nos parâmetros utilizados, pôde-se constatar que a aplicação do laser foi eficaz na recuperação funcional precoce do nervo ciático esmagado.<hr/>Peripheral nerves, when injured, may originate important motor and sensitive disability. Studies have used several therapeutic resources in order to achieve early nervous regeneration, such as low-power laser; but there is no consensus on its use, which leads to controversial conclusions. The purpose of this study was to assess the effect of GaAlAs laser (660 nm) on functional recovery of the sciatic nerve in rats. Sciatic nerves of 18 Wistar rats were crushed and divided into sham group and treated group, the latter submitted to laser therapy (660 nm, 10 J/cm², 30 mW and 0.06 cm2) for 21 days. The sciatic functional index (SFI) was measured before surgery and on the 7th, 14th and 21st postoperative days. A significant difference, showing better regeneration of the treated group, was found when comparing SFI on the 14th day. Hence, the use of low-power laser, with the parameters and methods here used, showed positive results in early regenerating rat crushed sciatic nerve. <![CDATA[<b>Functional autonomy of elderly women practicing Pilates</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400003&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo foi avaliar o efeito do método Pilates na autonomia funcional de idosas. Foram selecionadas 52 voluntárias, submetidas à avaliação geral e ao protocolo de avaliação da autonomia funcional do Grupo Latino-Americano de Desenvolvimento para Maturidade (GDLAM), que consiste em cinco testes (caminhada de 10 m, levantar-se da posição sentada, levantar-se da cadeira e locomover-se pela casa, levantar-se da posição de decúbito ventral e vestire tirar uma camiseta); em seguida, foram divididas em dois grupos: grupo Pilates (GP, n=27; idade 66,9±5,3 anos) e grupo controle (GC, n=25; idade 65,2±3,9 anos). O GP foi submetido a uma série de dez exercícios de Pilates, por oito semanas, duas vezes por semana. Os dois grupos foram reavaliados após esse período. O nível de significância considerado foi de p?0,05. O GP obteve resultados significativamente melhores em todos os testes e no índice geral do GDLAM (p=0,035) após a intervenção. O GC obteve escore significativamente melhor (p=0,042) apenas no teste de caminhada de 10 m, tendo mantido sua classificação inicial de funcionalidade regular. Comparando-se os escores dos grupos após a intervenção, encontraram-se diferenças significativas em favor do GP, inclusive no índice GDLAM (p<0,05), tendo este passado da classificação de regular a bom. A prática do método Pilates gerou pois melhora significativa do desempenho funcional das idosas estudadas.<hr/>The purpose of the study was to assess the effect of the Pilates method on elderly women's functional autonomy. Fifty-two volunteers were submitted to the evaluation protocol of the Latin-American Group for Maturity Development (GDLAM), which consists of five tests: a 10-meter walk, get up from the sitting and lying down positions, get up and walk around at home, and to put on and take off a t-shirt. They were then divided into Pilates group (PG, n=27, mean age 66.9±5.3 years) and control group (CG, n=25, mean age 65.2±3.9 years old). PG underwent a series of 10 Pilates exercises twice-weekly for eight weeks, both groups being reassessed thereafter. The level of significance was set at p?0.05. Results showed PG's better scores in all tests and at the GDLAM index (p=0.035) after the intervention; control group showed a better score ((p=0.042) only at the 10-meter walk test, thus keeping the same initial classification of "regular" functionality.. Comparison between the groups after the intervention showed significant advantages for PG, including at the GDLAM index (p<0.05), whose classification rose from "regular" to "good". It may thus be said that practice of the Pilates method significantly enhanced functional performance of the elderly women studied. <![CDATA[<b>Motor development comparison between infants of adolescent and adult mothers</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400004&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo objetivou caracterizar o desempenho motor de bebês de 0 a 16 meses, comparando o de bebês nascidos de mães adolescentes ao de bebês de mães adultas. Participaram 80 bebês, sendo 40 de mães adolescentes e 40 de mães adultas. Os instrumentos avaliativos foram a escala motora infantil de Alberta AIMS (Alberta infant motor scale) e questionário para identificar as características biológicas. Os dados foram analisados estatisticamente. Os resultados da AIMS mostram pior desempenho motor dos bebês de mães adolescentes (p=0,002; p=0,001), além de suas inadequadas aquisições motoras nas posturas prono e em pé. Não foi encontrada associação significativa entre a maioria dos fatores biológicos analisados e o desenvolvimento motor dos bebês. Os resultados sugerem que a idade materna pode ser considerada fator de risco para atraso motor em crianças, porém ressalta-se a interação de diferentes fatores, aqui não controlados, influenciando as aquisições motoras de crianças, tais como as demandas da tarefa e as condições do ambiente.<hr/>The purpose of the study was to compare motor development of infants aged 0 to 16 months born of teenage mothers to those of adult mothers. Eighty babies were assessed, 40 of which the children of teenage mothers, and 40 of adult mothers. Instruments used were the Alberta infant motor scale (AIMS) and a questionnaire to collect biological information. Data were statistically analysed. Results show teenage mothers' infants to have delayed motor development as compared to adult mothers' ones (p=0.002; p=0.001), as well as their poor motor acquisitions in prone and standing positions. No association was found between infants' motor development and most of the biological factors analysed. Results hence suggest that early maternal age may be considered a risk factor to motor delay in infants, but attention should be paid to other factors such as task requirements and environmental conditions (here not controlled) that may influence the pace of motor acquisition in infants. <![CDATA[<b>Electromyographic activity during ankle proprioception exercises on one-foot stance</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400005&lng=en&nrm=iso&tlng=en Propriocepção refere-se à percepção dos mecanorreceptores para discriminar a posição do corpo e movimentos articulares, bem como tensões sobre os tendões na fase estática ou dinâmica da marcha. Objetivou-se avaliar por eletromiografia a ativação muscular do gastrocnêmio e tibial anterior em diferentes exercícios de propriocepção do tornozelo em apoio unipodal, comparando graus de dificuldade. Foram selecionados 54 voluntários, sedentários, destros, do sexo masculino (20-35 anos). Exercícios foram feitos no balancinho, prancha de equilíbrio, cama elástica e solo, à razão de três repetições de 15 segundos cada, com intervalo de 15 segundos entre as repetições. Ao final dos testes os voluntários indicaram a maior dificuldade. A atividade elétrica de ambos os músculos foi significativamente maior durante o teste no balancinho. No solo, ambos os músculos apresentaram menor atividade, mas apenas no gastrocnêmio essa diferença foi significativa. No exercício na prancha de equilíbrio e na cama elástica não se encontrou diferença quanto à ativação dos músculos. Na análise intermúsculo foi observada maior atividade do tibial anterior, exceto no balancinho. Assim, para o treino do apoio unipodal na aquisição do ganho proprioceptivo, o equipamento adotado deve ser escolhido com cuidado: no balancinho é maior o recrutamento dos músculos tibial anterior e gastrocnêmio, assim como é maior o grau de dificuldade para manutenção do equilíbrio.<hr/>Proprioception refers to the ability of mechanoreceptors to discriminate body position and joint movements, as well as tensions during static or dynamic phases. The aim of this study was to assess, by means of surface electromyography, activation patterns of the gastrocnemius and tibialis anterior muscles in proprioception exercises, also comparing difficulty levels. Fifty-four sedentary, right-handed, 20-to-35 year-old male volunteers performed single-leg stance exercises on the balance board, wobble board, elastic trampoline and on the floor, at the rate of three 15-second repetitions each, with a 15-second interval between repetitions. After the exercises, volunteers pointed out the highest difficulty felt. Electrical activity of both muscles was significantly higher during the test on the balance board. On the floor, both muscles showed less activity, but only for gastrocnemius muscle this difference was significant. No differences were found in muscle activation during exercises on the wobble board and the elastic trampoline. Inter-muscle analysis showed greater activity of the tibialis anterior muscle, except on the balance board. This study suggests that, when planning one-leg stance exercise for proprioceptive training, the balance board is the equipment that most requires activation of gastrocnemius and tibialis anterior muscles, being also the most difficult one. <![CDATA[<b>Low-level laser therapy enhances muscular performance as measured by isokinetic dynamometry in humans</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400006&lng=en&nrm=iso&tlng=en A fadiga muscular é uma nova área de pesquisa em laserterapia, com poucos estudos conduzidos. Embora a laserterapia de baixa potência (LBP) previamente ao exercício tenha apresentado resultados positivos no retardo da fadiga musculoesquelética, ainda não foi estudada utilizando-se a dinamometria isocinética para mensurar desempenho e fadiga muscular. Este estudo tem o objetivo de avaliar os efeitos da LBP (655 nm, 50 mW, 2,4 J por ponto e 12 J de energia total) sobre o desempenho e fadiga muscular do músculo tibial anterior, utilizando dinamometria isocinética (30 repetições de contração concêntrica) em 14 indivíduos saudáveis sedentários do sexo masculino. Os voluntários foram avaliados ao efetuar 30 repetições isocinéticas de dorsiflexão de tornozelo à velocidade angular de 240°.seg-1. Os resultados mostram que, quando os voluntários foram tratados com LBP antes do exercício, os valores do pico de torque (30,91±5,86 N.m) foram significativamente superiores, comparados a três medições anteriores sem a aplicação de LBP (24,92±7,45 N.m, p<0,001; 26,83±7,74 N.m, p<0,01; e 26,00±7,88 N.m, p<0,001, respectivamente). Não foi observada redução no índice de fadiga. Conclui-se que a LBP aumenta o torque gerado pelos músculos irradiados, melhorando assim o desempenho musculoesquelético, porém sem interferir no índice de fadiga.<hr/>Skeletal muscle fatigue is a novel research area in laser therapy, there being few studies carried out. Though low-level laser therapy (LLLT) applied prior to exercise has showed positive results in delaying skeletal muscle fatigue, no studies could be found that measured muscle performance and fatigue by means of isokinetic dynamometry. This clinical trial aims at assessing the effects of LLLT (655 nm, 50 mW and 12 J total energy delivered) on anterior tibialis muscle performance and fatigue by means of isokinetic dynamometry (30 concentric-mode repetitions at 240º.sec-1 angular speed) in 14 healthy male subjects. Results show that, when volunteers had been treated with LLLT prior to exercise, torque peak values (30.91±5.86 N.m) were significantly higher than those of three previous measurements with no LLLT (24.92±7.45 N.m, p<0.001; 26.83±7.74 N.m, p<0.01; and 26.00±7.88 N.m, p<0.001). However, no decrease in fatigue indexes could be found. It may thus be said that LLLT increased skeletal muscle torque in irradiated muscles, but had no effect on muscle fatigue. <![CDATA[<b>Effects of two respiratory incentive techniques on chest wall mobility after upper abdominal surgery</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400007&lng=en&nrm=iso&tlng=en A cirurgia abdominal alta está associada a um risco elevado de complicações pulmonares que podem ser reduzidas pelo uso criterioso de manobras terapêuticas visando a expansão pulmonar. O objetivo foi comparar duas técnicas de incentivo respiratório na recuperação da dinâmica toracoabdominal em pacientes submetidos à cirurgia abdominal alta. O grupo de estudo experimental foi constituído por 16 pacientes internados na Clínica Cirúrgica do Hospital Universitário de Santa Maria distribuídos aleatoriamente em dois grupos: o grupo 1 foi constituído por dez pacientes que usaram o dispositivo Voldyne e o grupo 2, por seis pacientes submetidos ao padrão ventilatório com inspiração fracionada em três tempos. A expansibilidade toracoabdominal foi avaliada por cirtometria antes da cirurgia e no 1º, 3º¸ e 5º dias do pós-operatório (PO). Observou-se redução significativa dos valores de cirtometria no 1º PO que, gradualmente, foram sendo recuperados, não mais havendo diferença significativa no 5o PO em relação aos valores pré-operatórios em ambos os grupos. O grupo 1 obteve significativamente melhores índices de recuperação da mobilidade toracoabdominal do que o grupo 2. Também o tempo de recuperação do grupo 1 atingiu médias mais elevadas durante todo o período de PO investigado. Embora ambas as técnicas utilizadas fossem efetivas, o incentivo inspiratório por meio do Voldyne mostrou melhores resultados na recuperação da expansibilidade pulmonar após cirurgia abdominal alta.<hr/>Upper abdominal surgery is associated to increased risk of pulmonary complications, which may be lessened by judicious use of therapeutic maneuvers aimed at lung expansion. The purpose here was to compare two respiratory incentive techniques on recovery of thoracic-abdominal dynamics in patients having undergone upper abdominal surgery. Sixteen patients in such condition were randomly divided into group 1 (n=10), who did respiratory training with the Voldyne device, and group 2 (n=6), submitted to a split-inspiration pattern training. Chest wall expansion was rated by measuring thorax circumferences before surgery and on the 1st, 3rd, and 5th post-operative (PO) days. In both groups a significant decrease was found in circumference values on the 1st PO day, which gradually recovered, until on the 5th PO day no significant differences were found as compared to pre-operative measures. Group 1 showed significantly better thoracic-abdominal expansion rates than group 2's, as well as higher recovery time rates all through. Though both breathing techniques used were effective, inspiratory incentive using the Voldyne device showed better results in recovering chest mobility after upper abdominal surgery. <![CDATA[<b>Infuence of waist circumference on elderly women's functional performance</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400008&lng=en&nrm=iso&tlng=en O objetivo do estudo foi comparar o desempenho funcional de idosas segundo a medida de suas circunfêrencias abdominais (CA). Foram avaliadas 48 idosas, divididas nos grupos 1, com CA&gt;88 cm, e grupo 2, de CA<88 cm. A funcionalidade foi avaliada pelo teste de caminhada de seis minutos (TC6') e pelo teste de desempenho físico modificado (TDFM), não-dependente de condicionamento cardiovascular. O grupo 1, cujos valores de peso e índice de massa corporal foram estatisticamente superiores (p<0,05) aos do grupo 2, percorreu distância média menor, quando comparado ao grupo 2 (p<0,05), e obteve escores médios inferiores no TDFM (p<0,05). Os dados mostram que mulheres idosas com circunferência abdominal superior a 88 cm tiveram pior desempenho nos testes funcionais, sugerindo que a obesidade abdominal pode contribuir para o declínio funcional precoce e conseqüente incapacidade nessa população.<hr/>The purpose of this study was to compare physical performance of elderly women according to their waist circumference (WC). Forty-eight elderly women were divided into group 1, with WC&gt;88 cm, and group 2, with WC<88 cm. Physical function was assessed by means of the six-minute walk test (6MWT) and by the modified physical performance test (MPPT), non-dependent on physical fitness. Group 1 mean body mass and body mass index measures were statistically higher (p<0.05) than group 2's; group 1 also walked significantly shorter mean distances than group 2 (p<0.05), and scored lower at the MPPT (p<0.05). Data thus show that elderly women with over 88 cm waist circumference had poor performance at physical function tests, suggesting that the presence of visceral obesity may contribute to functional decline and further impairment among elderly women. <![CDATA[<b>Factors that influence physical capacity of patients with chronic obstructive pulmonary disease</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400009&lng=en&nrm=iso&tlng=en Este estudo objetivou identificar fatores que influenciam a capacidade física, avaliada por meio da distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos (TC6'), de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Os fatores testados foram idade, grau de obstrução das vias aéreas (pelo volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1), resistência da musculatura respiratória (pela ventilação voluntária máxima (VVM) e capacidade máxima ao esforço (medida pela distância percorrida no teste cardiopulmonar limitado por sintomas, TCP). Dezoito pacientes do sexo masculino, com idade média de 69,6±8,4anos e diagnóstico de DPOC classes II e III, foram submetidos ao TC6', ao TCP e à espiromeria. Foram encontradas correlações significativas moderadas entre a distância percorrida no TC6' e o VEF1 (r=0,62), a VVM (r=0,50), e a distância percorrida no TCP (r=0,67), não havendo correlação com a idade. Conclui-se que o grau de obstrução das vias aéreas, a resistência da musculatura respiratória e a capacidade máxima ao esforço influenciam a capacidade física dos pacientes com DPOC classes II e III ao executar uma atividade cotidiana como a caminhada.<hr/>The purpose of this study was to verify to what extent certain factors may influence physical capacity (as assessed by the six-minute walk test, 6MWT) of patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD); factors considered were age, forced expiratory volume in one second (FEV1), maximum voluntary ventilation (MVV), and distance covered in the symptom-limited cardiopulmonary exercise test (CET). Subjects were 18 male elderly (mean age 69.6±8.4 years) with II- and III-degree COPD diagnosis, submitted to spirometry and the 6MW and CE tests. Moderate significant correlations were found between distance walked at the 6MWT and FEV1 (r=0.62), MVV (r=0.50), and distance walked in CET (r=0.67); no correlation was found with age. Therefore, it may be said that the degree of airway obstruction, endurance of respiratory muscles, and maximum exertion capacity may influence physical capacity of subjects with II- and III-degree COPD when performing a daily activity such as walking. <![CDATA[<b>Comparative assessment of healthy subjects' lung function on the ground and in water</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400010&lng=en&nrm=iso&tlng=en A mensuração da função respiratória oferece informações essenciais para caracterizar anormalidades pulmonares. A pressão hidrostática da água atua no tórax submerso de diversas formas, causando alterações no sistema respiratório. O objetivo deste estudo foi analisar comparativamente variáveis que avaliam a função respiratória - volume minuto (Vmin), volume corrente (Vc), capacidade vital (Cvital) e frequência respiratória (FR) - de voluntárias no solo e com o tórax submerso em piscina terapêutica aquecida. A função respiratória de 30 voluntárias saudáveis (20,9±2,1 anos; 1,64±0,07 m; 58,8±9,2 kg; índice de massa corporal 21,78±2,63 kg/m²) foi avaliada por meio de ventilômetro em solo e aos 1 e 20 minutos de imersão, com água ao nível dos ombros, em posição sentada. Após 20 minutos de imersão, foi registrado aumento estatisticamente significativo no Vmin (p=0,015) e Vc (p=0,027); e uma redução estatisticamente significativa (p=0,016) na Cvital 1 minuto após imersão, em relação aos valores obtidos em solo. O maior tempo de imersão alterou assim os valores obtidos em solo, com exceção da Cvital, que sofreu alteração significativa desde o primeiro minuto de imersão. Não foram encontradas diferenças significativas entre os valores obtidos após 1 e 20 minutos na água. O estudo permite concluir que a imersão do tórax em piscina aquecida provocou aumento no Vmin e Vc e diminuição na Cvital de voluntárias saudáveis.<hr/>Measuring respiratory function provides essential information to assess pulmonary changes. Effects of water hydrostatic pressure on the submerged chest cause changes in the respiratory system. The purpose here was to compare respiratory function variables - minute volume (MV), tidal volume (TV), vital capacity (Vitalc), and respiratory rate (RR) - on the ground and with chest submerged in water. Respiratory function of 30 healthy female volunteers (mean age 20.93 ± 2.11; weight 58.8±9.2 kg; body mass index 21.78±2.63 kg/m²) was assessed by spirometry on the ground, and 1 and 20 minutes after immersion in warm water at shoulder level in the sitting position. As compared to ground levels, statistically significant increases were found in MV (p=0.015) and TV (p=0.027) 20 minutes after immersion, as well as a significant decrease (p=0.016) in Vitalc one minute after immersion. Longer time immersion has thus altered values obtained on ground, except for Vitalc, which showed significant reduction on the first minute after chest immersion. Comparison between variable values obtained 1 and 20 minutes in water showed no significant difference. It may thus be said that chest submersion in warm water caused an increase in MV and VT and a decrease in Vitalc of healthy subjects. <![CDATA[<b>Postural control in patients with anterior cruciate ligament injury</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400011&lng=en&nrm=iso&tlng=en A lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho acarreta alterações somatosensoriais em função da perda de informações provenientes dos mecanorreceptores presentes no LCA. Esses receptores constituem importante fonte de informação sensorial, afetando o desempenho de vários atos motores, dentre os quais o controle postural. O estudo objetivou analisar o controle postural de indivíduos com joelhos normais e com lesão unilateral do LCA. Participaram 15 voluntários com lesão do LCA (grupo lesado) e 15 voluntários com joelhos normais (grupo controle). O controle postural foi analisado por plataforma de força, sendo o voluntário instruído a assumir a situação experimental em apoio unipodal direito e esquerdo, posicionado no centro da plataforma de modo estático e com os olhos fechados. A plataforma de força forneceu informações de forças e momentos no eixo vertical e horizontal, a partir das quais foi obtida a área de deslocamento do centro de pressão nas direções ântero-posterior e médio-lateral. Os resultados mostram que indivíduos com lesão do LCA apresentaram maior amplitude média de oscilação comparados aos do grupo controle, sugerindo que o deficit no controle postural seja devido à perda de informações proprioceptivas nos indivíduos com LCA. Esses resultados têm implicações para a abordagem clínica de indivíduos com lesão do LCA.<hr/>Anterior cruciate ligament (ACL) injury leads to sensorimotor changes due to lack of information from mechanoreceptors at the ACL. These receptors are an important source of sensory information, affecting the performance of various motor responses, among which postural control. The purpose of this study was to assess postural control in individuals with normal knees and with unilateral ACL injury. Fifteen subjects with ACL injury and 15 healthy young subjects (control group) were submitted to postural control assessment by standing in single-leg stance (both right and left) on a force platform; they stood at the centre of the platform, with eyes closed, remaining in the position for 30 seconds. The force platform provided information on forces and moments along both vertical and horizontal axes, from which was obtained the centre of pressure displacement in anterior-posterior and medial-lateral directions. Individuals with ACL injury showed greater mean sway amplitude than healthy control ones, suggesting that their deficit in postural control might be due to lack of proprioceptive information. These results have implications for the clinical approach of individuals with ACL injury. <![CDATA[<b>Benefits of a posture education program for schoolchildren in the city of Garibaldi, RS</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400012&lng=en&nrm=iso&tlng=en A fisioterapia tem importante papel no meio escolar, pois estudantes desenvolvem maus hábitos e alterações posturais que, a longo prazo, podem gerar restrição funcional. O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos de um programa de educação postural em estudantes do ensino fundamental da cidade de Garibaldi, RS. Participaram 48 alunos com idade entre 8 e 10 anos, que responderam um questionário sobre hábitos posturais e foram submetidos à avaliação de peso, modelo e modo de transporte da mochila antes e após uma sessão educativa; quatro semanas mais tarde foi feita uma reavaliação. Os pais participaram do estudo respondendo um questionário sobre a postura dos filhos. Quanto aos hábitos escolares, constatou-se mudança positiva na adoção de postura adequada dos pés na posição sentada (p=0,001); e, nas atividades de vida diária, mudanças na posição ao ver televisão (p<0,0001), dormir (p=0,019), pegar objetos no chão (p<0,0001) e costume de ler e/ou escrever na cama (p=0,002). Em relação ao peso da mochila obteve-se redução significativa após a intervenção (p=0,002), enquanto no modelo e modo de transporte não houve diferença. Segundo os pais, os filhos têm bons hábitos de postura e costumam utilizá-los no dia-a-dia. Concluiu-se que a realização de uma sessão de educação postural para alunos promoveu o conhecimento de hábitos posturais saudáveis e modificação de algumas posturas, mas não se pode afirmar que provocou mudanças nos hábitos posturais.<hr/>Physical therapy plays an important role in school, as students develop bad habits and postural dysfunctions which may generate long-term functional restrictions. The aim of this study was to analyse the effects of an educational program on students' posture in Garibaldi, RS. Forty-eight 8-to-10 year-old schoolchildren filled up a questionnaire about postural habits and had their knapsacks assessed as to weight, type and carrying mode, before and after an educational session; a further assessment was made four weeks later. Parents participated by answering a questionnaire on children's posture. Results showed positive changes in feet posture in the sitting position (p=0.001); in daily living activities, better postures or habits were found while watching television (p<0.0001), sleeping (p=0.019), getting objects from the ground (p<0.0001), and reading and/or writing in bed (p=0.002). As to knapsack weight, a significant decrease (p=0,002) was noticed after the session, while neither the model or mode of transport changed. Parents answered that their children have good postural habits and keep them on a regular basis. It may thus be said that one session of postural educational program for schoolchildren resulted in better knowledge on healthy postural behaviour and modified some postures, but one can't say it brought about changes in postural habits. <![CDATA[<b>Effects of classic aesthetic massage on localized adiposity</b>: <b>a pilot study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400013&lng=en&nrm=iso&tlng=en Devido ao padrão de beleza imposto atualmente, tem aumentado a procura por tratamentos estéticos como a massagem clássica, porém sua suposta ação lipolítica ainda é uma questão controversa na literatura. O objetivo deste estudo foi verificar o efeito da massagem clássica estética nas adiposidades localizadas, por meio de perimetria do abdome, quadril e coxas e pela estimativa da espessura da tela subcutânea da parede abdominal (ETS) por ultrassonografia. Oito voluntárias (idade 33,9±8,9 anos, peso 65,1±8,4 kg) foram avaliadas quanto a MC, IMC e ETS 30 dias antes, logo antes do início da intervenção e após esta. Foram efetuadas 12 sessões de massagem clássica estética em coxas, glúteos e abdome por 30 minutos, três vezes por semana. Foi encontrada redução significativa apenas da perimetria na região do quadril (p=0,012), mas não da ETS (p=0,301). A massagem clássica estética contribuiu apenas para a redução da perimetria do quadril, e não modificou outras medidas nem a espessura da tela subcutânea da região abdominal.<hr/>Due to current beauty standards, the search for aesthetic treatments, including classical massage, has increased; however, its presumed lipolytic action is still controversial in literature. The purpose of this study was to assess the effect of classical massage on localized adiposity, by means of abdomen, hip and thigh perimeter measuring, nd by estimating thickness of abdominal wall fat by ultrasonography. Eight volunteers (33.9±8.9 years old, 65.1±8.4 kg) were assessed as to weight, body mass index, body perimeter measures and by abdomen ultrasonography at three moments: control (30 days before treatment), just before, and after treatment. The latter consisted of 12 thrice-weekly, 30-minute massage sessions on thighs, buttocks, and abdomen. Results showed a significant reduction at hip perimeter (p=0.012), but none of subcutaneous fat tissue thickness (p=0.301). Classical aesthetic massage hence did not modify abdominal wall fat, but did reduce hip perimeter. <![CDATA[<b>Hyppotherapy in meningoencephalocele rehabilitation</b>: <b>a case study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400014&lng=en&nrm=iso&tlng=en A equoterapia é uma das técnicas de reabilitação utilizada para pacientes com disfunções neurológicas. Os movimentos provocados pelo cavalo no corpo do paciente podem interferir positivamente em seu controle postural, melhorando a mobilidade geral e o desempenho motor funcional. O objetivo deste estudo foi verificar o efeito da equoterapia no equilíbrio, coordenação motora e funcionalidade de uma criança com meningoencefalocele. Uma menina de 3 anos e 6 meses foi submetida a 18 sessões de equoterapia (em três fases - alimentação, escovação e montaria) realizadas uma vez por semana. Para a avaliação foram utilizadas as escalas de equilíbrio de Berg e Tinneti e o Inventário de avaliação pediátrica de incapacidade (PEDI) para habilidades motoras gerais e funcionais, aplicados antes e após o período de terapia; e uma reavaliação foi feita oito semanas (sem intervenção) depois. A equoterapia melhorou de maneira significativa o equilíbrio e a coordenação motora da criança, o que se refletiu no controle de movimentos funcionais básicos para a realização de atividades de vida diária. O ganho funcional também foi percebido pela mãe da criança. Esse estudo oferece uma nova perspectiva sobre o uso da equoterapia como modalidade fisioterapêutica na reabilitação motora e funcional de criança com meningoencefalocele.<hr/>Hippotherapy is one among techniques used in rehabilitation of patients with neurological dysfunctions. The patient body's reactions to horse movements are known to have positive effects on patients' postural control, thus improving general mobility and motor functional performance. The purpose of this paper was to assess the effects of hippotherapy on balance, motor coordination, and functionality of a child with meningoencephalocele. A 3-and-a-half year-old girl with meningoencephalocele was submitted to 18 hippotherapy sessions (in a three- phase procedure - feeding, brushing, and riding) once a week. Outcome measures were obtained by means of the Berg and Tinetti balance scales and the Brazilian version of the Pediatric Evaluation of Disability Inventory (for general functional abilities), all applied before and after therapy, and at an 8-week follow-up assessment. Results showed the child's significantly improved balance and motor coordination, which reflected on functional movement control, basic for performing daily living activities. Functional gain was also perceived by the child's mother. This study provides a new insight into hippotherapy as a useful physical therapy modality for improving motor and functional ability of children with encephalocele. <![CDATA[<b>Safety and effectiveness of chest physiotherapy in lung abscess</b>: <b>a two-case study</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400015&lng=en&nrm=iso&tlng=en O abscesso pulmonar é uma lesão necrótica geralmente devida a germes piogênicos. A fisioterapia respiratória (FR) é indicada, porém há poucos relatos na literatura, não havendo consenso quanto ao uso e às técnicas de FR para esse caso. O objetivo deste estudo de dois casos foi verificar a segurança e efetividade da FR no tratamento do abcesso pulmonar. O caso 1 foi um paciente de 30 anos, internado; a terapia consistiu em posicioná-lo em Trendelenburg semi-lateral direito para ventral por 30 minutos, três vezes ao dia, com saída de grande quantidade de secreção. Após 5 dias, o radiograma de tórax demonstrou redução de 90% do nível hidroaéreo, verificando-se o esvaziamento completo do abscesso após 14 dias de internação. O caso 2 foi uma paciente de 28 anos igualmente com diagnóstico de abscesso pulmonar, também tratada com drenagem postural, nos mesmos posicionamento e freqüência que o caso 1, sendo drenada grande quantidade de secreção amarelada e fluida. Após 7 dias de tratamento evidenciou-se redução importante do nível líquido do abscesso pulmonar. Conclui-se que a drenagem postural isoladamente é uma técnica de fisioterapia efetiva e segura no tratamento do abcesso pulmonar.<hr/>Lung abscess is a necrotic lesion mostly caused by pyogenic germs. Chest physical therapy (CPT) is indicated, but there are few studies available and no consensus on CPT use and techniques for theses cases. The purpose of this study was to assess safety and effectiveness of postural drainage in treating lung abscess in two cases. Patient 1, male, 30 years old, was laid in Trendelenburg, in semi-lateral to ventral decubitus for 30 minutes, three times a day. After five days of therapy, X-ray showed a 90% decrease of sputum, and on the 14th day full drainage was achieved. Case 2 was a female patient, 28 years old, treated at the same position and frequency as case 1. After seven days of therapy, exams showed a great decrease of pus from the abscess. It may thus be said that postural drainage alone is a safe and effective chest physical therapy technique for treating lung abscesses. <![CDATA[<b>Manual therapy for treating spondylolysis and spondylolisthesis</b>: <b>a literature review</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-29502010000400016&lng=en&nrm=iso&tlng=en A espondilólise é um defeito na pars interarticularis da vértebra com descontinuidade óssea do segmento intervertebral; a progressão do defeito resulta em deslizamento de uma vértebra sobre a outra, chamado espondilolistese, o que pode provocar dor. O tratamento não-cirúrgico é a escolha inicial na maioria dos casos de espondilolistese, mas poucos estudos verificam a eficácia dos tratamentos conservadores. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre esses tratamentos, sobretudo no que concerne à terapia manual, a fim de ajudar os terapeutas na prescrição de intervenções eficazes. Os resultados mostram que tanto a terapia manual como a fisioterapia convencional apresentam efeitos benéficos na redução da dor lombar e na melhora funcional do paciente. As terapias manuais envolvem manipulação da coluna vertebral e articulação sacroilíaca, músculo-energia e alongamento dos músculos afetados. Exercícios de estabilização lombopélvica, fortalecimento dos músculos posturais e alongamento dos isquiotibiais e psoas também foram considerados importantes. O paciente deve ser avaliado individualmente em seu quadro clínico e radiográfico para determinação do plano de tratamento. Dentre as opções conservadoras de tratamento encontradas, nenhuma se mostrou conclusivamente superior às outras e todas podem ser incluídas no tratamento sintomático de pacientes com espondilólise/listese.<hr/>Spondylolysis is a defect in the pars interarticularis of a vertebra with a disruption in the intervertebral segment. Progression of the defect leads to one vertebra slipping over another - which is called spondylolisthesis - which may cause low-back pain. Non-surgical treatment is the initial course of action in most cases of spondylolisthesis. However, few studies have assessed the efficacy of conservative treatment. The purpose of the present study is to review literature on conservative treatment for spondylolysis/listhesis, especially manual therapy, in order to guide practitioners for effective intervention. Results show that both manual therapy and conventional physiotherapy were effective in relieving low-back pain and beneficial for patient's functional outcome. Manual therapy involved spine manipulation, sacroiliac joint manipulation, muscle-energy techniques and stretching affected muscles. Stabilizing lombopelvic exercises, postural muscles strengthening, and hamstring and psoas stretching were also considered important in treating spondylolysis/listhesis. Each case's clinical and radiological features must be individually considered in order to determinate therapeutic strategy. Among non-surgical options, none has proved better than others and all may be included in symptomatic treatment of patients with spondylolysis/listhesis.