Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1809-982320140004&lang=en vol. 17 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Information and knowledge (or liquid and solid): two states of the same substance?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400705&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[MoCa predictive power in neuropsychological assessment of patients with dementia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400707&lng=en&nrm=iso&tlng=en O estudo teve como objetivo correlacionar testes neuropsicométricos em idosos com mais de quatro anos de escolaridade e avaliar a acurácia do MoCA no diagnóstico da doença de Alzheimer (DA) e comprometimento cognitivo leve (CCL). Foram avaliados 136 idosos atendidos no Instituto de Geriatria e Gerontologia, no período de abril de 2010 a dezembro de 2012. Os instrumentos utilizados foram o Miniexame do Estado Mental (MEEM), Cambridge Cognitive Examination (CAMCOG), teste do Desenho do Relógio (TDR), teste de Fluência Verbal, Escala de Depressão Geriátrica e Questionário de Atividades Funcionais de Pfeffer (QAFP), além do teste Montreal Cognitive Assessment (MoCA). Foi utilizada a análise de curva ROC para se estabelecer pontos de corte, e o coeficiente de correlação de Pearson, a fim de comparar o MoCA com os outros testes. Os resultados mostraram que o teste MoCA foi o melhor para diferenciar doença de Alzheimer dos casos de CCL. A sensibilidade e a especificidade encontradas foram, respectivamente, 82,2% e 92,3%. A análise do teste de correlação evidenciou que o MoCA se correlacionou fortemente com outros testes já validados e de ampla aplicação no Brasil. Pode-se concluir que o MoCA mostrou ser o teste com maior valor preditivo para diferenciar DA de CCL e também diferenciar CCL dos controles normais. Além disso, o MoCA se correlacionou de maneira significativa com a variável idade e os testes MEEM, CAMCOG, TDR, de Fluência Verbal e QAFP, instrumentos já validados e amplamente utilizados no Brasil.<hr/>This study aimed to correlate neuropsicometric tests in elderly over 4 years of schooling and assess MoCA accuracy in diagnosing Alzheimer's disease and mild cognitive impairment (MCI). It evaluated 136 elderly patients treated at the Institute of Geriatrics and Gerontology, from April 2010 to December 2012. The instruments used were the Mini-Mental State Examination (MMSE), Cambridge Cognitive Examination (CAMCOG), Clock Drawing Test (CDT), Verbal Fluency test, Geriatric Depression Scale, Pfeffer Functional Activities Questionnaire (PFAQ), and Montreal Cognitive Assessement (MoCA). ROC curve analysis was used to establish cutoffs and the Pearson correlation coefficient to compare the MoCA with the other tests. The results showed that the MoCA was the best test to differentiate Alzheimer's disease from MCI. The sensitivity and specificity found were 82.2% and 92.3%, respectively. The analysis of the correlation test showed that MoCA is strongly correlated with other tests already validated and wide applied in Brazil. The MoCA test showed the greatest predictive value to differentiate AD from MCI and also differ MCI from normal controls. Furthermore, MoCA was significantly correlated with the age variable and MMSE, CAMCOG, CDT, Verbal Fluency and PFAQ tests, instruments that are already validated and widely used in Brazil. <![CDATA[The impact of urinary incontinence and their associated factors in elderly women]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400721&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Identificar a prevalência de incontinência urinária (IU) e fatores associados em idosas da comunidade. MÉTODOS: Estudo transversal no qual foram entrevistadas idosas com 60 anos de idade ou mais que frequentavam um centro voltado exclusivamente a idosos em Pelotas-RS, Brasil. Foram utilizados como instrumentos desta pesquisa o International Consultation on Incontinence Questionnaire - Short Form (ICIQ-SF) e um questionário com informações complementares, que verificou fatores associados para a incontinência urinária. Além de estatística descritiva, foi utilizado o teste t de Student para comparação das médias das variáveis quantitativas. RESULTADOS: Foram avaliadas 132 idosas na faixa etária de 60 a 91 anos, com média de idade igual a 68,56 anos (dp±6,24). Em relação à perda de urina, a prevalência encontrada foi de 40,91% (95% IC = 32,6-49,2). Do total de mulheres analisadas, encontrou-se um índice de massa corporal (IMC) médio de 25,7Kg/m2 (dp±4,06), sendo que das idosas consideradas incontinentes foi demonstrado que 59,2% apresentavam IMC≥27Kg/m2 (p&lt;0.01), ou seja, com sobrepeso. CONCLUSÕES: A prevalência de IU encontrada (40,91%) está dentro dos parâmetros registrados para esta faixa etária. Outro dado relevante é que o número de gestações aumentou a presença de IU, sendo que aquelas idosas que apresentaram três ou mais gestações foram proporcionalmente mais atingidas. O impacto da IU na qualidade de vida foi considerado ausente ou leve pela maioria das idosas, demonstrando que, provavelmente, a IU esteja em estágio inicial e não interfira de forma significativa no cotidiano dessas mulheres. Torna-se ainda relevante destacar que o diagnóstico precoce permite o tratamento adequado em tempo hábil, evitando maiores comprometimentos e melhorando a qualidade de vida. <hr/> OBJECTIVE: Identify the prevalence of urinary incontinence (UI) and associated factors in elderly women of the community. METHODS: Cross-sectional study in which elderly women aged 60 or more who attended a center dedicated exclusively to elderly in Pelotas, Rio Grande do Sul state, Brazil, were interviewed. The instruments used were the International Consultation on Incontinence Questionnaire - Short Form (ICIQ-SF) and a questionnaire with additional information on associated factors for urinary incontinence. Besides descriptive statistics, Student's t test was used to compare the means of quantitative variables. RESULTS: The study evaluated 132 elderly women aged 60-91 years with mean age of 68.56 years (SD±6.24). Regarding urine loss, the prevalence found was 40.91% (95% IC = 32.6-49.2). Of all women interviewed it was found a body mass index (BMI) of 25.7 kg/m2 (SD±4,06), and among elderly women considered incontinent, 59.2% had BMI ≥ 27kg/m2, that is, overweight. CONCLUSIONS: The prevalence of UI (40.91%) found is within the registered parameters for this age group. Other relevant data is that the number of pregnancies increased UI, and elderly women with three or more pregnancies were proportionally more affected. The UI impact on the quality of life was considered absent or mild by most elderly women, probably showing that UI was in initial stage and did not interfere significantly in the everyday life of those women. It is still worth highlighting that early diagnosis allows appropriate treatment in a timely manner, avoiding major compromises and improving the quality of life. <![CDATA[Comparative analysis of quality of life of adult and elderly involved in the practice of regular physical activity]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400731&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Identificar diferenças na qualidade de vida de adultos e idosos, ambos praticantes de atividade física. MÉTODOS: Foram estudados 117 sujeitos praticantes de atividade física, com idade entre 40 e 80 anos. Para a caracterização da amostra, foram analisadas as variáveis idade, sexo, renda familiar e escolaridade. Para a comparação entre os grupos de adultos e idosos, foram analisadas as variáveis peso, estatura, índice de massa corporal, domínios e facetas da qualidade de vida (Whoqol-Bref). O teste de Kolmogorov-Smirnov foi aplicado para análise da normalidade e o teste de Mann-Whitney, para a comparação de medidas contínuas ou ordenáveis entre dois grupos independentes; adotou-se valor de p&lt;0,05. RESULTADOS: Foram encontradas diferenças significantes para os domínios psicológico, relações sociais e qualidade de vida geral, sendo que os idosos apresentaram os maiores valores médios. CONCLUSÃO: Idosos ativos, comparados aos adultos ativos, percebem melhor qualidade de vida nos aspectos da vida ativa, do desempenho das atividades da vida diária, da aceitação da aparência física, satisfação financeira e disponibilidade de tempo para as atividades de lazer. <hr/> OBJECTIVE: The study aimed to identify differences in the quality of life of elderly and adults engaged in physical activity. METHODS: One hundred seventeen subjects engaged in physical activity, aged between 40 and 80 years, were investigated. To characterize the sample, the variables age, sex, income and educational level were analyzed. For comparison between groups of adults and the elderly were analyzed variables weight, height, body mass index, domains and facets of quality of life (Whoqol-Bref). The Kolmogorov-Smirnov test was applied to analyze normality, and the Mann-Whitney test compared continuous or sortable between two independent groups; the value adopted was p&lt;0.05. RESULTS: Significant differences were found for the psychological domain, social relationships domain and overall, and the elderly had the highest mean values. CONCLUSION: Active elderly, compared to active adults, have better perception of quality of life aspects from active life, the performance of activities of daily living, the acceptance of physical appearance, financial satisfaction and time availability for leisure activities. <![CDATA[Acoustic parameters of voices of women in post-menopause]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400741&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: O envelhecimento da voz caracteriza-se por alterações decorrentes do envelhecimento do corpo, interferindo na entonação vocal reveladora de estados da alma e do corpo. Investigar a qualidade vocal de mulheres na pós-menopausa por meio dos parâmetros objetivos torna-se importante para fomentar as pesquisas nessa área, bem como auxiliar na melhoria da qualidade de vida desse grupo. OBJETIVO: Verificar os valores dos parâmetros acústicos das vozes de mulheres no período de pós-menopausa. Método: Realizou-se estudo de caráter quantitativo e corte transversal com 23 mulheres em período de pós-menopausa, utilizando o software Praat 5.2.0. Os parâmetros considerados foram frequência fundamental, jitter, shimmer, proporção harmônico ruído e análise espectrográfica. A amostra foi composta por mulheres matriculadas numa Universidade Aberta da Terceira Idade em Salvador-BA. A análise dos dados foi descritiva, por porcentagem simples, e usou-se o teste t para verificar a relação entre aumento de idade e piora vocal. RESULTADOS: Apresentaram valores da frequência fundamental abaixo de 150Hz 13% da amostra, e 34% entre 150 e 217Hz, demonstrando agravamento da voz. Observou-se significância estatística para piora desse parâmetro relacionado ao aumento da idade (p=0,02471). Houve diferença quanto aos parâmetros jitter e shimmer de acordo com o aumento da idade, porém sem significância estatística. Esses parâmetros acústicos estão relacionados a alterações no padrão vibratório das pregas vocais (ciclo vibratório). Os valores da proporção harmônico-ruído foram acima de 15.000 para todas as mulheres, mas também foram observados valores diminuídos com o aumento da idade, sem significância estatística. CONCLUSÃO: As alterações nos parâmetros acústicos observadas demonstram que as mulheres na pós-menopausa apresentaram mudanças no padrão vocal, o que pode levar à diminuição da qualidade de vida. Diante disso, necessita-se de um olhar mais atento quanto à necessidade da atuação fonoaudiológica nesse grupo. <hr/> INTRODUCTION: Voice aging is characterized by changes caused by body aging, interfering with the vocal intonations, revealing states of soul and body. To investigate the vocal quality of postmenopausal women using objective parameters is important to foster research in this area, as well as assisting in improving the quality of life of this group. OBJECTIVE: To determine the acoustic parameters of the voice of women in post-menopause. METHOD: Quantitative cross-sectional study was conducted with 23 women in the postmenopausal period, using the Praat software 5.2.0. The parameters considered were fundamental frequency, jitter, shimmer, harmonic noise and spectrographic analysis. The sample consisted of women enrolled in the Open University of Third Age in Salvador-BA. Data analysis was descriptive, using percentages, and t test to check the relationship between increasing age and vocal worsening. RESULTS: In this sample, 13% had values below the fundamental frequency of 150Hz and 34% between 150 and 217Hz, demonstrating voice deepening. There was a statistically significant worsening of this related to increasing age parameter (p=0.02471). There was difference between the jitter and shimmer parameters according to increasing age, but without statistical significance. These acoustic parameters are related to changes in the vibratory pattern of the vocal folds (vibration cycle). A harmonic noise ratio was above 15.000 in all women, but also had lower values with increasing age, with no statistical significance. CONCLUSION: The observed changes in acoustic parameters show that postmenopausal women had changes in vocal patterns, which can lead to decreased quality of life. Therefore, it requires a closer look at the need of speech therapy in this group. <![CDATA[Relationship between the functional competence of episodic memory and the factors associated with functional independence of healthy elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400751&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi descrever a relação entre competência funcional da memória episódica e fatores associados à independência de idosos saudáveis do município de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, descritivo e exploratório em que 60 idosos saudáveis compuseram a amostra final. Para avaliar a capacidade funcional, foram utilizadas as escalas de Katz e de Lawton &amp; Brody. A memória episódica foi avaliada utilizando-se teste de West &amp; Thorn, validado e adaptado para a população brasileira por Yassuda, Lasca e Neri em 2005. A análise estatística foi realizada por meio do software estatístico Sphinx Léxica e Eureka, versão 5.0. RESULTADOS: Foi encontrada associação estatisticamente significante entre escolaridade e desempenho em tarefa de memória episódica e entre esta e três itens da escala de avaliação das atividades instrumentais de vida diária, embora inconclusiva. CONCLUSÕES: Acredita-se que esses resultados se devam ao fato de existir muitas diferenças entre os estudos com relação à metodologia empregada e a escolha dos instrumentos que avaliam tanto a memória episódica, quanto a capacidade funcional de idosos. Além disso, a hipótese de que no envelhecimento saudável existe uma capacidade de, frente às perdas graduais na memória episódica, compensá-las utilizando outras estratégias e recursos, deve receber atenção de futuras pesquisas. <hr/> OBJECTIVE: This study aimed to describe the relationship between the functional competence of episodic memory and its associations with functional independence of healthy elderly in the city of Juiz de Fora, Minas Gerais state, Brazil. METHODS: It is a cross-sectional, descriptive and exploratory research in which 60 healthy elderly comprised the final sample. To evaluate the functional capacity, the Index of Independence of Daily Living and the Lawton Instrumental Activities of Daily Living Scale were used. The episodic memory was assessed by a test of West &amp; Thorn, adapted and validated for the Brazilian population by Yassuda, Lasca e Neri in 2005. Statistical analysis were performed using the 5.0 version of the statistical software Sphinx Léxica and Eureka. RESULTS: Statistically significant association between education level and performance in episodic memory task was found, as well as between the latter and three items of assessment scale of instrumental activities of daily living, although inconclusive. CONCLUSIONS: It is believed that these results are due to the fact that there are so many differences between researches with respect to methodology and the choice of instruments that evaluates both episodic memory and the erderly's functional capacity. Furthermore, the hypothesis that in healthy aging there is a capacity to face gradual losses in episodic memory and compensate them using other strategies and resources, should receive attention in further research. <![CDATA[Neuropsychiatric symptoms in Alzheimer's disease: frequency, correlation and anxiety among caregivers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400763&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: Sintomas neuropsiquiátricos ocorrem em 80-90% dos pacientes com demência, interferem significativamente na autonomia do paciente e ocasionam alta carga física, financeira e emocional ao núcleo familiar, resultando em institucionalização precoce. OBJETIVOS: Identificar sintomas neuropsiquiátricos mais frequentes e de maior gravidade nos pacientes portadores da doença de Alzheimer; especificar quais distúrbios são descritos como mais desgastantes pelo cuidador; e correlacionar os sintomas neuropsiquiátricos. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal, descritivo e exploratório, durante um ano, com idosos com provável doença de Alzheimer, atendidos no ambulatório de geriatria de uma instituição filantrópica de Vitória, que estavam acompanhados do principal cuidador. As duas subescalas brasileiras do Inventário Neuropsiquiátrico foram aplicadas ao acompanhante, e os sintomas foram correlacionados utilizando a correlação de Pearson e Spearman. RESULTADOS: Nos 50 pacientes analisados, o comportamento motor aberrante foi a manifestação mais frequente, enquanto a agitação apresentou maior gravidade entre os pacientes e foi relatada como o sintoma mais desgastante pelos cuidadores, que eram, predominantemente, filhas. Múltiplas correlações entre sintomas foram encontradas, sendo muito fortes: delírio e alucinação; delírio e ansiedade; delírio e disforia; agitação e irritabilidade. CONCLUSÃO: Os resultados reforçam a necessidade de estudos voltados para a abordagem das manifestações neuropsiquiátricas, dada sua alta prevalência e à presença de sintomas concomitantes que geram alto grau de desgaste no cuidador. <hr/> INTRODUCTION: Neuropsychiatric symptoms occur in 80-90% of patients with dementia, interfere significantly in the patient's autonomy and cause high physical, financial and emotional tribulation to the family nucleus, leading to early institutionalization. OBJECTIVES: Identifying neuropsychiatric symptoms more frequent and more severe in patients who are Alzheimer's disease carriers; specifying which disturbs cause more anxiety on caregivers, and correlating neuropsychiatric symptoms. METHODS: Sectional, descriptive and exploratory study was conducted during one year, with elders who might have Alzheimer's disease and were attended as outpatients of a philanthropic institution in Vitoria city and were accompanied by the main caregiver. Two Brazilian subscales of the Neuropsychiatric Inventory were applied to the companions, and the symptoms were correlated using Pearson and Spearman's correlations. RESULTS: In the 50 patients analyzed, aberrant motor behavior was the most common manifestation, while agitation was more severe among patients and was reported as the worst symptom by caregivers, who were predominantly daughters. Multiple correlations were found between symptoms, being very strong: delirium and hallucination, delirium and anxiety, delirium and dysphoria, agitation and irritability. CONCLUSION: Results reinforce the need for studies aimed at approaching neuropsychiatric manifestations, due their high prevalence and the presence of concomitant symptoms that generate high degree of anxiety among caregivers. <![CDATA[Grip strength and physical fitness: a predictive study with active elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400775&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: A avaliação da força de preensão manual (FPM) é um método útil para avaliar a força muscular global de pessoas idosas. OBJETIVO: Verificar a relação entre a FPM e as aptidões físicas de idosos praticantes de exercícios físicos, segundo o sexo. MÉTODOS: Estudo descritivo com 106 idosas e 30 idosos praticantes de exercícios físicos num programa de extensão universitário, que foram submetidos a bateria Senior Fitness Test (força dos membros inferiores, força dos membros superiores, flexibilidade dos membros inferiores, agilidade/equilíbrio dinâmico, flexibilidade dos membros superiores e resistência aeróbica). A FPM foi avaliada por um dinamômetro de preensão manual. Utilizou-se estatística descritiva (média e desvio-padrão) e inferencial por meio do teste U de Mann Whitney para amostras independentes e regressão linear simples. O nível de significância foi 5%. RESULTADOS: A FPM direita e esquerda foi maior nos homens do que nas mulheres (p&lt;0,001). Observou-se que a FPM é boa preditora da força de membros superiores (aproximadamente 11,4%) e a resistência aeróbica (aproximadamente 14,0%) nas mulheres, enquanto nos homens a FPM explica essas aptidões (aproximadamente 22,0% e 20,0%, respectivamente) e também a agilidade/equilíbrio (aproximadamente, 21,0%). CONCLUSÕES: Observa-se que, entre idosos praticantes de exercícios físicos, a FPM prediz melhor apenas a variação de testes físicos que apresentam bom desempenho, o que aumenta o poder de explicação e predição entre os homens, já que estes obtiveram melhores desempenhos nas avaliações físicas. <hr/> INTRODUCTION: Evaluation of handgrip strength (HS) is a useful method for assessing overall muscle strength of old people. OBJECTIVE: To investigate the relationship between HS and the physical skills of old people practitioners of physical exercise, according to sex. METHODS: A descriptive study with 106 women and 30 man practicing physical exercises in a university extension program, which underwent a battery of Senior Fitness Test (lower limb strength, upper limbs strength, lower limbs flexibility, agility / dynamic balance, upper limb flexibility and aerobic endurance). HS was evaluated by a handgrip dynamometer. We used descriptive statistics (mean and standard deviation) and inferential U test of Mann Whitney tests for independent samples and simple linear regression. The significance level was 5%. RESULTS: The HS right and left was higher in men than in women (p &lt;0.001). It was observed that HS is a good predictor of upper limb strength (approximately 11.4%) and aerobic endurance (approximately 14.0%) in women, while in men, HS explains these skills (approximately 22.0% and 20.0%, respectively) and also the agility / dynamic balance (approximately 21.0%). CONCLUSIONS: We observed that, among elderly practicing physical exercises, HS better predicts only the variation of physical tests that perform well, which increases the power of explanation and prediction among men, as they had better performance in physical assessments. <![CDATA[Evaluation of balance, mobility and flexibility in active and sedentary elderly women]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400785&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Comparar equilíbrio, mobilidade e flexibilidade em idosas não praticantes de exercício físico e praticantes de exercício físico aeróbio e resistido. MÉTODOS: Foram avaliadas 55 mulheres entre 60 e 81 anos, divididas em quatro grupos, com base no relato de prática de exercício físico nos 12 meses anteriores à avaliação: Não Praticantes de Exercício Físico (NPEF; n=22), Praticantes de Exercício Físico Aeróbio e Resistido (PEFAR; n=15), Praticantes de Exercício Físico Resistido (PEFR; n=9) e Praticantes de Exercício Físico Aeróbio (PEFA; n=9). A avaliação do equilíbrio foi realizada por meio da escala de equilíbrio de Berg; mobilidade com teste Timed Up and Go e flexibilidade com teste Sentar e Alcançar. Foram usados o teste Anova e os de Kruskal-Wallis e Newman-Keuls para os dados com distribuição normal e não normal, respectivamente. Foi considerado nível de significância (p&lt;0,05). RESULTADOS: Observou-se que no teste de mobilidade todos os grupos praticantes de exercício físico apresentaram desempenho significativamente superior (p&lt;0,01) ao do NPEF. Análise da flexibilidade mostrou que o PEFA apresentou valores significativamente maiores (p=0,002) quando comparado aos demais, indicando melhor desempenho. O equilíbrio não se mostrou significativamente diferente entre os grupos (p=0,093). CONCLUSÃO: Idosas que praticam exercício físico, seja ele aeróbio ou resistido, apresentam melhor mobilidade que as NPEF; e PEFA apresentam melhor flexibilidade em relação às NPEF e às praticantes de outras modalidades de exercício físico. <hr/> OBJECTIVES: To compare balance, mobility and flexibility in elderly women who do not practice physical exercises and who practice aerobic and resistance exercises. METHODS: Fifty-five women between 60 and 81 years were evaluated, divided in four groups based on reported physical activity in the 12 months prior to assessment: Non-Practitioners of Physical Exercise (NPEF; n=22), Practitioners of Aerobic and Resistance Physical Exercise (PEFAR; n=15), Practitioners of Resistance Physical Exercise (PEFR, n=9) and Practitioners of Aerobic Physical Exercises (PEFA, n=9). Balance evaluation was assessed using the Berg Balance Scale; mobility by the Timed Up and Go test and flexibility through the Sit and Reach test. Anova test and Kruskal-Wallis and Newman-Keuls tests were used for normal and non-normal data, respectively. Level of significance was (p&lt;0.05). RESULTS: It was observed that in the mobility test all groups practicing some form of physical activity showed significantly higher performance (p&lt;0.01) than the NPEF group. Flexibility analysis showed that the PEFA group had significantly higher values (p=0.002) when compared to other groups, which indicate better performance. Balance did not show significantly different among other groups (p=0.093). CONCLUSION: Elderly women who practice physical exercise, whether aerobic or resistance, have better mobility than the NPEF; and PEFA had better flexibility than NPEF and practitioners of other forms of physical exercise. <![CDATA[Religiosity and health-related quality of life of elderly in a city in Bahia, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400795&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Avaliar as dimensões da qualidade de vida relacionada à saúde em idosos da comunidade e sua relação com a religiosidade organizacional (RO), religiosidade não organizacional (RNO) e religiosidade intrínseca (RI). MÉTODO: Estudo transversal de abordagem quantitativa, com amostra aleatória composta por 82 idosos cadastrados na Estratégia de Saúde da Família de Capoeiruçu, bairro do município de Cachoeira-BA, Brasil. RESULTADOS: O sexo feminino predominou, com 61,0%. A idade média foi (71±9,39). Nas oito dimensões da qualidade de vida, o escore variou entre 64,3 a 77,3. A RO foi 74,4% e a RNO foi de 89,1%. Para as questões sobre RI: sentir a presença de Deus, agir de acordo com suas crenças e se eles se esforçam para viver a religião em todos os aspectos da vida, encontraram-se percentuais de 95%, 90,2% e 84,2% respectivamente. Usando o teste do qui-quadrado, verificou-se que as "limitações por aspectos emocionais" foi a dimensão que recebeu maior influência de RO (X2= 11,539, p= 0,001, V de Cramer= 0,372), RNO (X2= 7,949, p= 0,005, V de Cramer= 0,309) e RI (X2= 5,126, p= 0,05, V de Cramer= 0,249). Constatou-se também influência positiva sobre as dimensões "limitações por aspectos físicos, dor, estado geral de saúde, saúde mental e social". Nenhuma associação foi encontrada entre religiosidade e as dimensões "capacidade funcional" e "vitalidade". CONCLUSÕES: Infere-se que há associação positiva entre religiosidade nas três dimensões (RO, RNO e RI) e a qualidade de vida relacionada à saúde dos idosos. <hr/> OBJECTIVE: To evaluate the dimensions of health-related quality of life in older adults and its relationship with organizational religious affiliation (ORA), non-organizational religious affiliation (NORA) and intrinsic religiosity (IR). METHOD: Cross-sectional study with quantitative approach, with a random sample of 82 elderly enrolled in the Family Health Strategy in Capoeiruçu, Cachoeira-BA, Brazil. RESULTS: The female dominated with 61.4%. The mean age was (71 ± 9.39). In the eight dimensions of quality of life, the score ranged from 64.3 to 77.3. ORA was 74.4%; NORA was 89.1. For questions about IR: feel the presence of God, act according to their beliefs and if they strive to live the religion in all aspects of life, percentages of 95%, 90.2% and 84.2% were respectively found. Using the chi-square test, it was found that the dimension "limitations due to emotional problems" received the greatest influence of ORA (X2= 11.539; p= 0.001; Cramer's V= 0.372), NORA (X2= 7.949; p= 0.005; Cramer's V= 0.309) and IR (X2= 5.126; p= 0.05; Cramer's V= 0.249). It was also found a positive influence on the limitations due to physical, bodily pain, general health, mental and social health. No association was found between religiosity and "functional capacity" and "vitality" dimensions. CONCLUSIONS: It is inferred that there is a positive association between religiosity in its three dimensions (ORA, NORA and IR) and health-related quality of life for the elderly. <![CDATA[Self-perception of chewing ability in elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400807&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: A mastigação desempenha importante papel na preparação do alimento e manutenção da atividade muscular necessária para outras funções do sistema estomatognático. No idoso, esta função pode sofrer mudanças decorrentes de alterações estruturais, morfológicas e bioquímicas. OBJETIVO: Estudar a capacidade mastigatória referida pelos idosos, elencando as dificuldades durante a mastigação. MÉTODOS: Trata-se de estudo observacional do tipo transversal com idosos de 60 anos de idade ou mais, em atendimento ambulatorial em hospital universitário. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário, contendo questões referentes ao processo de alimentação do idoso e sua capacidade mastigatória. Para fins de comparação entre alguns itens do protocolo e a capacidade mastigatória, esta última variável foi dicotomizada em "satisfatória" e "insatisfatória". Para essas análises, foi utilizado o teste Exato de Fisher, considerando o nível de significância de 5%. RESULTADOS: A amostra foi composta por 30 participantes, com idade média de 74,4 anos (+9,1). Verificou-se elevada perda dentária, o que se refletiu na alta frequência de idosos usuários de próteses. Quanto às dificuldades referidas sobre a mastigação, 46,7% estavam impossibilitados de comer algum alimento, 50% sentiam necessidade de ingerir líquidos durante a refeição, e os alimentos que representaram maiores dificuldades para mastigar foram: carne (53,3%), frutas e verduras cruas (46,7%) e cereais (40%). Quanto à autopercepção da capacidade mastigatória, 53,3% referiram como satisfatória e 46,6% como insatisfatória. Observou-se relação estatisticamente significante entre "autopercepção da capacidade mastigatória" e os alimentos referidos pela dificuldade ao mastigar (p≤0,001). CONCLUSÃO: A capacidade mastigatória autorreferida foi satisfatória em sua maioria e os alimentos sólidos mais duros apresentaram maiores dificuldades na mastigação. <hr/> INTRODUCTION: Chewing plays an important role in food preparation and maintenance of muscle activity required for other functions of the stomatognathic system. In the elderly, this function may change due to structural, morphological and biochemical alterations. OBJECTIVE: To study the chewing ability in elderly listing the difficulties during mastication. METHODS: Observational cross-sectional study of elderly aged 60 years or older, receiving outpatient care at a university hospital. Data collection was conducted through a questionnaire containing questions regarding the power of the elderly and their chewing ability process. For purposes of comparison between some items of the protocol and chewing ability, the latter variable was dichotomized as "satisfactory" and "unsatisfactory". For these analyzes, Fisher's exact test was used, considering the significance level of 5%. RESULTS: The sample consisted of 30 participants with a mean age of 74.4 years (+9.1). There was high tooth loss, reflected in the high rate of elderly users of prostheses. Concerning the difficulties mentioned about chewing, 46.7% were unable to eat any food, 50% felt the need to drink fluids during meals; and foods that represented major difficulties in chewing were: meat (53.3%), fruits and raw vegetables (46.7%) and cereals (40%). Regarding self-perceived chewing ability, 53.3% said satisfactory and 46.6% unsatisfactory. There was a statistically significant relationship between "self-perceived chewing ability" and food associated with difficult chewing (p≤0.001). CONCLUSION: The self-reported chewing ability was mostly satisfactory and the hardest solid foods had greater difficulty in chewing. <![CDATA[Level of routine physical activity and common mental disorders among elderly living in rural areas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400819&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Analisar a associação entre o nível de atividade física habitual e transtornos mentais comuns entre idosos. MÉTODOS: Estudo transversal do tipo seccional com população de 95 idosos residentes na zona rural do município de Jequié-BA. Foram utilizados formulário com informações sociodemográficas, triagem para transtornos mentais comuns (TMC) através do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e o Questionário Internacional de Atividades Físicas (IPAQ). RESULTADOS: A maioria dos idosos tinha entre 60 e 79 anos (75,8%) e era do sexo feminino (57,9%). O percentual de não sedentários foi de 64,2%, observando associação estatisticamente significante entre o nível de atividade física com a faixa etária, situação conjugal e escolaridade. A prevalência global de TMC foi de 47,4%; apenas a renda teve associação estatisticamente significante. Ao avaliar a associação entre atividade física e TMC, não foi encontrada associação com níveis estatisticamente significante (p&gt;0,05) CONCLUSÃO: Apesar das evidências da literatura sobre a contribuição da atividade física para a saúde mental, no presente estudo não se observou associação entre atividade física e TMC. <hr/> OBJECTIVE: To analyze the association between the level of habitual physical activity and common mental disorders among elderly. METHODS: Cross-sectional study of 95 elderly people living in the rural area of Jequie city, state of Bahia, Brazil. A form with demographic information, screening for common mental disorders (CMD) with the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) and the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) were used. RESULTS: Most elderly were between 60 and 79 years old (75.8%), female (57.9%). The percentage of non-sedentary was 64.2%, with statistically significant association between the level of physical activity and age, marital status and education. The overall prevalence of CMD was 47.4%; only income had statistically significant association. To assess the association between physical activity and CMD, no association was found at statistically significant levels (p&gt;0.05). CONCLUSION: Despite evidence from the literature on the contribution of physical activity for mental health, no association was observed between physical activity and CMD. <![CDATA[Self-reported diabetes mellitus and associated factors among elderly living in Campina Grande, ParaĆ­ba, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400829&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Verificar a prevalência de diabetes mellitus referido e fatores associados em idosos residentes em Campina Grande-PB. METODOLOGIA: Trata-se de estudo transversal, de base populacional e domiciliar, com indivíduos de 60 anos de idade ou mais, de ambos os sexos. O diabetes mellitus referido foi considerado variável dependente para fins de análise e de estudo das possíveis associações. As variáveis independentes avaliadas foram: grupo etário, situação conjugal, nível socioeconômico, estado nutricional, prática de atividade física regular, tabagismo e ingestão de bebida alcoólica. Para identificar os fatores associados ao diabetes mellitus referido, foram realizadas análises de regressão univariada e multivariada, por meio do SPSS 17.0. RESULTADOS: Foram avaliados 806 idosos (69,1% mulheres), com média etária de 72,4 anos (DP=8,76). A prevalência de diabetes mellitus referido foi de 14,7%. Tanto entre homens como entre mulheres, constatou-se maior prevalência do diabetes mellitus referido no grupo etário de 60 a 69 anos (50% e 48,2%, respectivamente). O diabetes mellitus referido esteve associado às variáveis sobrepeso/obesidade (IC95%: 1,028-4,248; p=0,042) e ingestão de bebidas alcoólicas (IC95%: 1,107-3,092; p=0,019) entre as idosas. Entre os homens, houve associação com a doença referida apenas com a ingestão de bebidas alcoólicas no passado (IC95%: 1,082-13,085; p=0,037). CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo sugerem influência do estado nutricional e da ingestão de bebidas alcoólicas (atual ou passada) sobre o diabetes mellitus referido em idosos. Conhecer os fatores modificáveis que influenciam essa doença é fundamental para subsidiar o planejamento de ações voltadas para promoção, prevenção e diagnóstico precoce desse agravo. <hr/> OBJECTIVE: To determine the prevalence of self-reported diabetes mellitus and associated factors in elderly living in the city Campina Grande-PB, Brazil. METHODOLOGY: Cross-sectional, population- and home-based study with individuals aged 60 years or older of both sexes. Self-reported diabetes mellitus was considered dependent variable for purposes of analysis and study of possible associations. Independent variables were: age group, marital status, socioeconomic level, nutritional status, regular practice of physical activities, smoking and alcohol consumption. To identify factors associated with self-reported diabetes mellitus, univariate and multivariate regression analyses were performed, using SPSS 17.0. RESULTS: Overall, 806 elderly patients (69.1% women) with mean age of 72.4 years (SD=8.76) were assessed. Prevalence of self-reported diabetes mellitus was 14.7%. Higher prevalence of self-reported diabetes mellitus in the age group of 60-69 years (50.0% and 48.2%, respectively) was observed both among men and women. Self-reported diabetes mellitus was associated with overweight/obesity (95% CI: 1.028-4.248, p=0.042) and alcohol consumption (95% CI: 1.107-3.092, p=0.019) among women. Among men, there was an association with the disease only for the past consumption of alcoholic beverages (95% CI: 1.082-13.085, p=0.037). CONCLUSION: The results suggest an influence of nutritional status and alcohol consumption (current or past) on diabetes mellitus in the elderly. Knowing the modifiable factors that influence this disease is critical to support the planning of actions for promotion, prevention and early diagnosis of this condition. <![CDATA[Consumption by the elderly in "unipersonal" and "living with a spouse" family arrangements: an analysis per regions in the country, from POF data (2008/2009)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400841&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Identificar e comparar, com base nos microdados da Pesquisa de Orçamentos Familiares POF/IBGE (2008/2009), os tipos de bens e serviços que os idosos dos arranjos familiares "unipessoal" e "residindo com o cônjuge" consomem nas diversas regiões do país. MÉTODOS: Estudo descritivo, quantitativo, com corte transversal, que utilizou os microdados da POF/IBGE (2008/2009), utilizando variáveis sociodemográficas e bens e serviços consumidos pelos idosos dos dois arranjos supracitados. Os dados foram extraídos utilizando-se o software STATA e analisados estatisticamente por meio do SPSS. RESULTADOS: Em ambos os arranjos familiares pesquisados, os maiores gastos em relação às categorias de despesas analisadas eram dos idosos que residiam com o cônjuge e moravam na Região Sul do país. A renda total do domicílio foi o fator que teve maior influência no consumo de bens e serviços entre os arranjos familiares. CONCLUSÃO: Em ambos os arranjos familiares estudados, os residentes na Região Sul apresentaram os maiores gastos, uma vez que apresentaram maior renda. Logo, verifica-se que a desigualdade na distribuição da renda no país é fator que influencia no consumo de bens e serviços, uma vez que a renda está diretamente relacionada ao poder de compra. <hr/> OBJECTIVE: To identify and to compare, based on microdata from POF/IBGE (2008/2009), the types of goods and services consumed by the elderly of "unipersonal" families and "residing with the spouse" in the different regions in the country. METHODS: Descriptive, quantitative and transversal study that used microdata of POF/IBGE (2008/2009) using social-demographic variables and goods and services consumed by the elderly of the two previously mentioned arrangements. Data were extracted using STATA software and statistically analyzed using SPSS. RESULTS: The highest expenses in relation to expenditure categories analyzed were for the elderly who lived with their spouse and lived in the Southern Region of the country in both family arrangements studied. Total household income was the factor that had the greatest influence on the consumption of goods and services among family arrangements. CONCLUSION: In both family arrangements members studied, those who resided in the Southern Region are those with the biggest spending, once presented higher income. Soon, one realizes that unequal distribution of income in the country is a factor that influences the consumption of goods and services, since income is directly related to purchasing power. <![CDATA[Prevalence and determinants of depressive symptoms in elderly assisted in outpatient service]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400853&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Estimar a prevalência de sintomatologia depressiva e avaliar sua associação com fatores sociodemográficos e condições de saúde em idosos atendidos em serviço ambulatorial especializado geronto-geriátrico. MÉTODOS: Estudo epidemiológico, descritivo, quantitativo, de corte transversal. A amostra foi composta por 301 idosos com 60 anos e mais, de ambos os sexos. Realizou-se entrevista face a face com cada participante, sendo o diagnóstico de sintomatologia depressiva definido pela utilização da Escala de Depressão Geriátrica em versão reduzida de Yesavage (GDS-15). Processaram-se os dados com programa SPSS 13.0, realizando-se estatística descritiva, teste de associações, utilizando o Qui-quadrado de Pearson, o Teste Exato de Fisher e o teste de comparação entre duas médias. Para verificação do efeito independente das variáveis, foi utilizado um modelo de regressão linear. RESULTADOS: A prevalência global de sintomatologia depressiva correspondeu a 16,3%, seguindo a tendência epidemiológica atual descrita na literatura. Quando analisadas através do modelo linear generalizado binomial, apenas autopercepção da saúde, comparação com a saúde e handicap auditivo se mostraram associadas. CONCLUSÃO: Estratégias voltadas à identificação dos fatores associados à depressão podem ajudar os diversos profissionais dos serviços de saúde, inseridos em qualquer nível de atenção, a compreender a realidade destes indivíduos, bem como diagnosticar e propor intervenções mais precoces e adequadas possíveis. <hr/> OBJECTIVE: To estimate the prevalence of depressive symptoms and evaluate its association with sociodemographic factors and health status in elderly patients from specialized geronto-geriatric outpatient service. METHODS: Epidemiological, descriptive, quantitative, cross-sectional study. The sample consisted of 301 elderly aged 60 and over, both sexes. Face to face interview was held with each participant, and the diagnosis of depressive symptoms were defined through the use of the Geriatric Depression Scale in reduced version of Yesavage (GDS-15). Data were processed with SPSS 13.0 software, performing descriptive statistics, associations test using the Chi-square test, Fisher's exact test and the test for comparison between two means. To check the effect of the independent variables, a linear regression model was used. RESULTS: The overall prevalence of depressive symptoms accounted for 16.3%, following the current epidemiological trend described in the literature. When analyzed using binomial generalized linear model, only self-perceived health, compared with health and hearing handicap were associated. CONCLUSION: Strategies aimed at identifying factors associated with depression may help many professional health services, entered at any level of attention, to understand the reality of these individuals, as well as diagnose and propose possible earlier and more appropriate intervention. <![CDATA[Influence of diabetes and physical exercise, mental and recreational activities practice on the cognitive function and emotionality in aging groups]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400867&lng=en&nrm=iso&tlng=en OBJETIVO: Neste estudo buscou-se verificar a influência da participação em atividades de grupos de terceira idade (GTI), envolvendo a prática de exercícios físicos e atividades cognitivas e recreativas, sobre a função cognitiva e aspectos emocionais, como ansiedade e depressão, de idosos diabéticos e não diabéticos. MÉTODOS: Participaram deste estudo descritivo transversal 158 idosos, subdivididos em quatro grupos: (1) idosos não participantes de GTI e não diabéticos; (2) idosos não participantes de GTI e diabéticos; (3) idosos participantes de GTI e não diabéticos; e (4) idosos participantes de GTI e diabéticos. Todos os idosos foram submetidos a um protocolo de avaliação cognitiva (Miniexame do Estado Mental-MEEM, Teste de Recordação Imediata e Tardia Livre de Palavras - RIP e RTP, respectivamente, e Teste de Reconhecimento de Faces Famosas-FF), ansiedade (IDATE) e depressão (Escala de Depressão Geriátrica-EGD). Para comparação entre os grupos, utilizou-se ANOVA de uma via para os dados paramétricos e teste de Kruskal-Wallis para os não paramétricos. RESULTADOS: Os idosos participantes do estudo tinham idade média de 72,63±6,84 anos (75% mulheres e 25% homens). Os resultados demonstraram que os idosos do grupo 2 (diabéticos e não participantes de GTI) apresentaram menores escores cognitivos do que os do grupo 3 (não diabéticos e participantes de GTI) (p=0,012 no MEEM; p=0,028 na RIP; p=0,011 na EGD). CONCLUSÃO: Pode-se afirmar que a associação da diabetes mellitus com um estilo de vida menos ativo, sem a prática de exercícios físicos e atividades recreativas e cognitivas, possivelmente representa um fator de risco para a aceleração das perdas cognitivas que acompanham o processo de envelhecimento. <hr/> OBJECTIVE: This study aimed to determine the influence of participation in third age groups (TAG), involving the practice of physical exercise and cognitive and recreational activities, on cognitive function and emotional issues such as anxiety and depression in diabetic and non-diabetic elderly patients. METHODS: In this cross sectional study, participated 158 older adults divided into four groups: (1) elderly non-participants in TAG and non-diabetic; (2) elderly non-participants in TAG and diabetic; (3) elderly participants in TAG and non-diabetic; and (4) elderly participants in TAG and diabetic. All of them were submitted to a protocol of cognitive assessment (Mini-Mental State-MMSE, Immediate and Delayed Recall Test Free Words - RIP and RTP, and Recognition of Famous Faces Test-FF), anxiety (STAI) and depression (Geriatric Depression Scale-EGD). For comparison between groups, we used one-way ANOVA for parametric data and the Kruskal-Wallis test for non-parametric data. RESULTS: The mean age of the sample was 72.63±6.84 years old (75% women and 25% men). The results demonstrate that the elderly group 2 (diabetic and non-participants EG) have lower cognitive scores than group 3 (non-diabetic participants and EG) (p=0.012 in MMSE, p=0.028 in the IWR, p=0.011 in GDS). CONCLUSION: It can be argued that the association between diabetes mellitus and less active lifestyle, without the practice of physical exercise and recreational and cognitive activities, possibly represents a risk factor for the acceleration of cognitive losses that follow the aging process. <![CDATA[Formal elderly caregivers: historical background in the Brazilian context]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400879&lng=en&nrm=iso&tlng=en A presente atualização teve como intuito discorrer sobre o histórico de cuidadores formais no contexto brasileiro, destacando os principais marcos regulatórios e espaços de discussão nacional acerca do tema. Identificou-se o reconhecimento da complexidade das atividades desenvolvidas por este trabalhador e a importância de capacitações que os amparem na prestação de auxílio. A contextualização histórica aponta para controvérsias na legislação e para posicionamentos divergentes de atores participantes dos espaços de discussão, demonstrando a necessidade de reflexões cuidadosas e aprofundadas que venham a contribuir para a adequada regulamentação da profissão de cuidador de idosos. É nesse contexto que são relevantes estudos sobre a temática, com vistas ao amparo na construção de políticas públicas afinadas com as necessidades da população em processo de envelhecimento.<hr/>This paper aims to relate the historical of formal elderly caregivers in the Brazilian context, highlighting the main regulatory frameworks and national discussion forums related to this theme. The study acknowledged the complexity that involves the activities developed by these workers and the importance of the training programs to support them in providing assistance. The historical background showed both some controversies in legislation and different views of the participants at the discussion forums. It evinces the need of a careful and an in-depth reflection that may contribute to the appropriate regulation of the elderly caregiver profession. In this context, studies that address this theme are relevant to guide the implementation of public policies for the elderly needfulness. <![CDATA[Nursing diagnosis "stress in the role of caregiver": an integrative review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400887&lng=en&nrm=iso&tlng=en O envelhecimento tornou-se um desafio político-social e, nesse contexto, emerge a determinação correta de sobrecarga dos cuidadores. O objetivo deste trabalho foi identificar e analisar as características definidoras e os fatores relacionados, mediante revisão de literatura integrativa, do diagnóstico de enfermagem "tensão do papel de cuidador", publicado no período 2005-2011. Foram seguidas seis etapas: formulação da questão norteadora; processo de busca na literatura; categorização; avaliação dos estudos; interpretação dos resultados e síntese do conhecimento. Foram pesquisadas as bases LILACS e MEDLINE, e das 66 publicações identificadas, apenas quatro tratavam diretamente do diagnóstico. Evidenciaram-se 24 características definidoras das 34 existentes e 17 fatores relacionados dos 58 referenciados. A tensão do cuidador esteve relacionada aos aspectos físicos, emocionais e socioeconômicos. Assim, o diagnóstico atende às especificidades do cuidador, mas aponta a necessidade de agrupar os indícios clínicos que deem objetividade e clareza necessária para sua identificação na prática de enfermagem.<hr/>Aging has become a political and social challenge, and in this context emerges the correct determination of caregiver burden. This work aimed to identify and analyze the defining characteristics and related factors, through integrative literature review, nursing diagnosis "stress in the role of caregiver", published in years 2005-2011. Six steps were followed: formulation of the research question; literature search process; categorization; assessment of studies; interpretation of results and synthesis of knowledge. LILACS and MEDLINE databases were searched, and of 66 publications identified, only four dealt directly with the diagnosis. We found 24 defining characteristics of the existing 34 and 17 of the 58 factors referenced. The stress of the caregiver was related to physical, emotional and socioeconomic aspects. Thus, the diagnosis meets the specificity of caregivers, but points to the need to group the clinical signs that give objectivity and clarity to their identification in the nursing practice. <![CDATA[Falls: concepts, frequency and applications to the elderly assistance. Review of the literature]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400897&lng=en&nrm=iso&tlng=en Realizou-se revisão da literatura sobre quedas em idosos de comunidade, identificando prevalência, fatores de risco e consequências associadas ao cair, bem como triagem, avaliação e medidas preventivas às quedas na velhice. Foram selecionadas publicações indexadas nas bases de dados Medical Literature Analysis e Retrieval System Online (MEDLINE), por meio do PubMed; Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SciELO), relativas ao período de 2008 a 2012, sendo analisadas 41 referências. As evidências levantadas neste estudo destacam as quedas como condição de grande complexidade e que impõe grande desafio para idosos e profissionais da saúde. Ressalta-se a importância da identificação e do manejo dos fatores determinantes e das consequências associadas ao cair, juntamente com o delineamento de estratégias preventivas multifatoriais frente aos idosos vulneráveis ao cair e entre os idosos com história de quedas recorrentes.<hr/>A review of the literature on falls in community-dwelling elderly was conducted, identifying prevalence, risk factors and consequences associated to falls, as well as screening, assessment and preventive measures to falls in old age. We selected publications indexed in the following data bases: Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), both consulted through PubMed; (Lilacs) Latin-American and Caribean Science of Health) and Scientific Electronic Library Online (SciELO), from 2008 to 2012; 41 references were analyzed. The evidences surveyed in this study highlight falls as a condition of great complexity that imposes great challenge for elderly and health professionals. We emphasize the importance of identification and management of determinant factors and consequences associated with falls, coupled with the design of multifactorial preventive strategies for elderly vulnerable to falls and among those with history of recurrent falls. <![CDATA[Aged care services and home health care and institutional strategies]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000400911&lng=en&nrm=iso&tlng=en INTRODUÇÃO: As redes de atenção à saúde são fundamentais para assistir a população idosa em seus diversos aspectos. A assistência domiciliar, o Programa Acompanhante de Idosos da Secretaria Municipal da Saúde da cidade de São Paulo e as instituições de longa permanência para idosos compõem as redes de assistência à pessoa idosa. Faz-se necessário analisar como a rede entre esses serviços se estabelece e contempla essa demanda de cuidado. OBJETIVO: Descrever e comparar os serviços assistência domiciliar, Programa Acompanhante de Idosos e instituições de longa permanência para idosos quanto às possíveis diferenças e semelhanças, demanda dos usuários, fluxo assistencial e gestão de serviços. METODOLOGIA: Realizou-se uma revisão bibliográfica não exaustiva da literatura nacional publicada nas bases eletrônicas de dados SciELO e LILACS, em referências literárias e eletrônicas, no período de 1997 a 2012. RESULTADOS: No total, 32 estudos foram incluídos na revisão. Observou-se que a população atendida é predominantemente do sexo feminino, com idade avançada, e recebe assistência multiprofissional. Os serviços de assistência domiciliar e o Programa Acompanhante de Idosos valorizam a manutenção da família e da comunidade como ambiente terapêutico, postergando a institucionalização. A presença do cuidador mostrou-se como um dos fatores de maior influência para a permanência dos cuidados domiciliares. CONCLUSÃO: Conclui-se que os serviços revisados possuem objetivos que contemplam as demandas dos idosos. Espera-se que a integração dos equipamentos de saúde estabeleça suas ações de acordo com o perfil dos idosos e as características de cuidado oferecidas em cada serviço. <hr/> INTRODUCTION: Health care networks are critical in assisting the elderly population in several aspects. Home care, the Senior Companion Program [Programa Acompanhante de Idosos] of São Paulo Municipal Health Departament and institutions for the aged compose networks to assist the elderly. It is necessary to analyze how the network is established between these services and features that demand care. OBJECTIVE: To describe and compare home care services, the Senior Companion Program, and institutions for the aged as to possible differences and similarities, user's demand, flow and care management services. METHODS: We carried out a non-exhaustive literature review of national literature published in electronic databases SciELO and LILACS in literary and electronic references in the period from 1997 to 2012. RESULTS: In total, 32 studies were included in the review. It was observed that the served population is predominantly female, with advanced age, and receive multidisciplinary care. Home care services and the Senior Companion Program value the maintenance of family and community as a setting, delaying institutionalization. The presence of the caregiver showed up as one of the most influential factors for the permanence of home care. CONCLUSION: It is concluded that the revised services have objectives that address the needs of the elderly. It is expected that the integration of health facilities establish their actions according to the profile of the elderly and characteristics of care offered at each service.