Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1809-982320170006&lang=pt vol. 20 num. 6 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Vacinação e Longevidade]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600741&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Caracterização das Instituições de longa permanência para idosos da região metropolitana de Belo Horizonte]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600743&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to characterize Long Term Care Facilities for the Elderly (LTCFs) from the Metropolitan Region of Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil in terms of administrative and care aspects. Method: an exploratory, quantitative study was conducted in the MRBH, with primary and secondary sources used to map the LTCFs. A structured questionnaire was used for characterization, and data was collected between November 2014 and December 2015 through telephone contact and site visits to the LTCFs. A descriptive statistical analysis of the data was subsequently performed. Results: the 156 participating institutions included private and mixed institutions, with predominantly female residents with dependency levels I and II, and elevated levels of occupation. Philanthropic LTCFs directly receive the retirement pensions of the elderly persons, although most also receive a government grant. The results in terms of activities offered were similar for the philanthropic and private facilities, while the staff of the private facilities had more health professionals and the philanthropic facilities had more social workers and psychologists. Conclusions: there was significant participation among the LTCFs, despite the limiting factors of the study such as the data collection instrument and strategy. It is important to prioritize the elderly when creating policies to improve care for institutionalized individuals, as well as facilitating interlocution between LTCFs to minimize the abandonment of state participation.<hr/>Resumo Objetivo: caracterizar as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, nos aspectos administrativos e assistenciais. Método: trata-se de pesquisa exploratória, de abordagem quantitativa, em que se buscaram fontes primárias e secundárias no mapeamento de 170 ILPI. Para a caracterização, utilizou-se um questionário estruturado, cuja coleta deu-se no período entre novembro de 2014 e dezembro de 2015 por meio de contato telefônico e visita às ILPI, cenário deste estudo. Em seguida, procedeu-se à análise estatística descritiva dos dados coletados. Resultados: entre as 156 instituições participantes prevalecem as privadas e de caráter misto, com predominância de residentes do sexo feminino e de grau de dependência I e II, com ampla ocupação. As ILPI filantrópicas utilizam diretamente as aposentarias dos idosos para custeio, apesar de a maior parte delas receberem subvenção governamental. No que diz respeito às atividades ofertadas, foram semelhantes os resultados entre filantrópicas e privadas, diferentemente da composição da equipe que apresentou mais profissionais da saúde nas privadas e assistentes sociais e psicólogos nas filantrópicas. Conclusões: houve grande participação das ILPI, apesar de fatores limitadores como o instrumento e estratégia de coleta. Ressalta-se a necessidade da priorização do idoso na elaboração de políticas para a qualificação do cuidado ao idoso institucionalizado, bem como a possibilidade de interlocução entre as ILPI para minimizar o abandono do Estado. <![CDATA[Qual o impacto do consenso europeu no diagnóstico e prevalência de sarcopenia em idosos institucionalizados?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600754&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: To verify the impact of the European Consensus on the diagnosis and prevalence of sarcopenia among institutionalized elderly persons in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil. Method: 219 elderly persons (≥60 years) of both genders were recruited for the study. Two criteria were initially used to calculate the prevalence of sarcopenia: criterion A, based on the European Consensus, considering only elderly persons with good physical and cognitive conditions and criterion B, considering all elderly individuals, regardless of their physical and/or cognitive condition. The association between sarcopenia and gender, age and body mass index (BMI) in the two groups was investigated using the chi-square test and the Student's t-test, with a significance level of 5%. Result: the diagnosis of sarcopenia according to Criterion A revealed a prevalence of 32% (95% CI: 22.54-43.21), whereas Criterion B identified a prevalence of 63.2% (95% CI: 56; 45-69,13). Despite the difference in the prevalence of sarcopenia using the two criteria employed (p&lt;0.001), no differences were observed in terms of the association with gender (p=0.149, p=0.212), BMI (p&lt;0.001, p&lt;0.001), and age (p=0.904, p=353). Conclusion: including only elderly people with good physical and cognitive abilities to calculate sarcopenia, based on the European Consensus, underestimates the prevalence of this condition among institutionalized elderly. As elderly persons with physical or cognitive limitations are extremely typical in the population of care facilities and increased diagnostic calculation for sarcopenia did not interfere with the distribution of associated factors, it is recommended that these individuals are considered in the basis of calculation for future studies of the diagnosis and prevalence of sarcopenia.<hr/>Resumo Objetivo: verificar o impacto do consenso europeu no diagnóstico e prevalência de sarcopenia em idosos institucionalizados em Natal, RN, Brasil. Método: 219 idosos (≥60 anos) de ambos os sexos foram recrutados para o estudo. Inicialmente, foram comparados dois critérios para cálculo de prevalência da sarcopenia: critério A, segundo o consenso europeu, considerando apenas idosos com boas condições físicas e cognitivas e critério B, considerando todos idosos, independente da sua condição física e/ou cognitiva. Na sequência, foi investigada a associação da sarcopenia com sexo, idade e Índice de Massa Corporal (IMC) nos dois critérios diagnósticos, através do teste do qui-quadrado ou teste t deStudent, sendo considerado nível de significância de 5%. Resultados :O diagnóstico de sarcopenia segundo o Critério A apresentou uma prevalência de sarcopenia de 32% (IC95%: 22,54-43,21), enquanto o Critério B apresentou uma prevalência de 63,2% (IC95%: 56,45-69,13). Apesar da diferença encontrada na prevalência de sarcopenia entre os dois critérios utilizados (p&lt;0,001), não foram observadas diferenças com relação à associação com sexo (p=0,149;p=0,212), IMC (p&lt;0,001; p&lt;0,001) e idade (p=0,904;p=0,353). Conclusão :Incluir apenas idosos com boa capacidade física e cognitiva para cálculo de sarcopenia, conforme estipulado pelo Consenso Europeu, subestima a prevalência de sarcopenia em idosos institucionalizados. Considerando que idosos com limitações físicas ou cognitivas são extremamente representativos para a população de idosos institucionalizados e que o acréscimo deles no cálculo diagnóstico para sarcopenia não interferiu na distribuição dos seus fatores associados, recomenda-se considerá-los na base de cálculo para estudos futuros de diagnóstico e prevalência de sarcopenia. <![CDATA[Ageismo no contexto organizacional: a percepção de trabalhadores brasileiros]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600762&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: elaborate a scale for ageism in an organizational context (Escala de Ageismo no Contexto Organizacional or EACO), seeking evidence of its structural validity and investigating possible differences in prejudices against elderly workers. This article also highlighted differences between gender, age and levels of schooling. Method: the project was divided into two studies: the first focused on the construction of the EACO, testing the understanding of the initial instrument among 82 workers. A new version was sent to and analyzed by ten judges, resulting in a 28-item scale with six dimensions. The second study presented evidence of the validity of the EACO, using a more robust national sample. The modified instrument was electronically issued to 2,400 workers of varying ages from different regions of Brazil, with 600 participants responding. Results: Exploratory factorial analysis (EFA) resulted in an EACO with 14 items, with satisfactory eigenvalues, factorial loads and communality, grouped into two dimensions: D1 - negative attitudes, composed of cognitive and health aspects (α=0.83) and D2 - positive attitudes, composed of affective aspects (α=0.77). Younger workers had more negative attitudes towards aging than older workers, who in turn had more positive attitudes than younger individuals. Conclusion: The EACO tested ageism in organizations and demonstrated evidence of validity. It is also recommended, however, that the scale is used in its longer version in future research, with national and transnational groups and participants of different educational levels.<hr/>Resumo Objetivo: elaborar a escala de ageísmo no contexto organizacional (EACO), buscando evidências de validade da sua estrutura e investigando possíveis diferenças nos preconceitos contra trabalhadores mais velhos. Este artigo destaca ainda diferenças observadas entre o sexo, idade e nível de escolaridade dos participantes. Método: O trabalho foi dividido em dois estudos: o primeiro voltou-se para a construção da EACO, testando a compreensão do instrumento inicial com 82 trabalhadores. Uma nova versão foi enviada e analisada por 10 juízes, resultando em uma escala de 28 itens com seis dimensões. O segundo estudo apresentou evidências de validade da EACO, utilizando uma amostra mais robusta e nacional. O instrumento modificado foi enviado eletronicamente para 2.400 trabalhadores de diversas idades e regiões brasileiras, obtendo-se o retorno de 600 participantes. Resultados: Análises fatoriais exploratórias (AFE) resultaram na EACO com 14 itens, eigenvalues, cargas fatoriais e comunalidades satisfatórios, agrupados em duas dimensões: D1 - atitudes negativas, composta por aspectos cognitivos e de saúde (α=0,83) e D2 - atitudes positivas, composta por aspectos afetivos (α=0,77). Os trabalhadores mais jovens apresentaram atitudes mais negativas contra o envelhecimento que os mais velhos; estes apresentaram atitudes mais positivas do que os mais jovens. Conclusão: A EACO é um instrumento que testou o ageísmo nas organizações demonstrando evidencias de validade. Contudo, é recomendado que a escala seja utilizada também em sua versão mais longa em futuras pesquisas com grupos nacionais e transnacionais, com participantes de diferentes níveis educacionais. <![CDATA[Fatores associados ao atendimento a idosos por condições sensíveis à Atenção Primária à Saúde]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600773&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to analyze factors associated with the care of the elderly for Primary Health Care sensitive conditions in an Emergency Care Unit. Method: a cross-sectional study was carried out in a municipal district located in the northwest of the state of Paraná, Brazil, between May and November of 2015. A semi-structured instrument was used, consisting of three distinct blocks that addressed sociodemographic profile, characterization of care and the reasons that led the elderly to seek care in the unit. The data were submitted to descriptive analysis and logistic regression for the treatment of variables. Results: A total of 191 elderly persons, who were female (56%), had less than eight years of schooling (85.3%) and were retirees (78.5%) were interviewed. The results showed that people with chronic morbidities were 1.42 times more likely (CI: 1.08 - 5.42) to seek the Emergency Care Unit prior to the Basic Health Unit and were 1.65 times more likely (IC: 1.01 - 6.82) to be referred by the unit for care. The lack of a doctor in Basic Health Units was also a factor responsible for the 1.36 times greater chance (CI: 1.03 - 5.38) of the elderly being referred to the Emergency Care Unit for primary care sensitive conditions. Conclusion: the lack of human resources in the first level of care of the health service, together with the need for treatment of morbidities, were factors associated with the elderly seeking treatment for primary care sensitive conditions, with diseases of the osteomuscular and connective tissue systems the main reasons for seeking such care (47.6%).<hr/>Resumo Objetivo: analisar os fatores associados ao atendimento a idosos em Unidade de Pronto Atendimento por condições sensíveis à Atenção Primária à Saúde. Método: estudo transversal, realizado em um município localizado no noroeste do estado do Paraná, Brasil, entre os meses de maio a novembro de 2015. Utilizou-se instrumento semiestruturado constituído por três blocos distintos que abordaram o perfil sociodemográfico, caracterização do atendimento, bem como os motivos que levaram os idosos a buscar assistência na unidade. Os dados foram submetidos à análise descritiva e de regressão logística para tratamento das variáveis. Resultados: Foram entrevistados 191 idosos, com prevalência do sexo feminino (56%), com menos de oito anos de estudo (85,3%) e aposentados (78,5%). Os resultados apontaram que as pessoas com presença de morbidade crônica possuem 1,42 vezes mais chances (IC: 1,08 - 5,42) de procurar a Unidade de Pronto Atendimento antes da Unidade Básica de Saúde e têm 1,65 vezes mais chances (IC: 1,01 - 6,82) de serem encaminhadas pela própria unidade para assistência. A falta de médico nas Unidades Básicas de Saúde também apareceu como fator responsável por 1,36 vezes mais chances (IC: 1,03 - 5,38) do idoso ser encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento por condições sensíveis à atenção primária. Conclusão: a insuficiente oferta de recursos humanos no primeiro nível de atenção do serviço de saúde, somada à necessidade de tratamento de morbidades, aparecerem como fatores associados à procura dos idosos pela assistência por condições sensíveis à atenção primária, nos quais, as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo foram os principais motivos de busca, com 47,6%. <![CDATA[Fatores associados ao uso dos serviços odontológicos por idosos residentes no estado de São Paulo, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600785&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: To investigate factors associated with the use of dental care services. Methods: A cross-sectional study with a representative sample of elderly individuals aged 65 years or older residing in the state of São Paulo in 2015 was performed. Hierarchical multivariate logistic regression analysis was used based on the theoretical model of access determination proposed by Andersen (1995) to predict dental care visits. Results: The prevalence of public service use by the elderly was 1.981 (37.8%), while 3.253 (62.2%) used the private service/ health plan/ other type of service. Hierarchical multiple analysis (p≤0.05) identified that less schooling or never having studied, non-white, lower income and motivated by pain/extraction were associated with the use of public dental services. The study showed a reduced use of public dental care among elderly persons who required some type of upper dentures (except complete dentures), need for some type of lower dentures (including complete dentures) and demonstrated a positive self-perception of oral health condition. Conclusions: A higher prevalence of the use of private dental care/health plan/other type of service was identified. Less schooling or never having studied, non-white skin color, lower income and seeking the dentist with pain or to extract teeth were factors associated with the use of public dental services by the elderly.<hr/>Resumo Objetivos: Investigar os fatores associados à utilização de serviços odontológicos. Métodos: Estudo transversal com amostra representativa de idosos de 65 anos ou mais residentes no estado de São Paulo, Brasil, em 2015. Utilizou-se análise de regressão logística múltipla hierarquizada baseada em modelo teórico de determinação do acesso proposto por Andersen (1995) para predizer a visita aos serviços odontológicos públicos. Resultados: A prevalência do uso do serviço público por idosos foi de 1.981 (37,8%) e 3.253 (62,2%) utilizaram o serviço privado/plano de saúde/outro tipo de serviço. A análise múltipla hierarquizada (p≤0,05) identificou que idosos menos escolarizados ou que nunca estudaram, não brancos, com menor renda e motivados por dor/extração foram associados ao uso dos serviços odontológicos públicos. O estudo evidenciou menor uso do serviço odontológico público entre os idosos que necessitavam de algum tipo de prótese superior (exceto prótese total), necessidade de algum tipo de prótese inferior (inclusive prótese total) e demonstraram autopercepção positiva da condição de saúde bucal. Conclusões: Foi identificada maior prevalência para o uso de serviços odontológicos particulares ou por plano. Menor escolaridade ou nunca estudar, cor da pele não branca, menor renda e procurar o dentista com dor ou para extrair dente foram fatores associados ao uso dos serviços odontológicos públicos por idosos. <![CDATA[Investigação dos fatores psicológicos e emocionais de idosos frequentadores de clubes de dança de salão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600797&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: the present study investigated the psychological and emotional factors of elderly persons who practiced ballroom dancing. Method: the sample consisted of 93 elderly people who attended ballroom dancing clubs in the city of Maringá, in Paraná, Brazil. The Perceived Stress Scale, Self-Esteem Scale, Geriatric Anxiety Inventory, Life Satisfaction Scale and the SF-12 questionnaire were used. The data were analyzed using the Kolmogorov-Smirnov (data normality), Mann-Whitney U and Kruskal-Wallis tests (comparison of psychological variables according to sociodemographic and health variables), Spearman Correlation and Multivariate Linear Regression (relationship between variables). Results: there was a predominance of a good perception of health (69.9%); adequate values ​​of life satisfaction (Md=27.00, Q1=25.00, Q3=30.00) and self-esteem (Md=31.00, Q1=30.00, Q3=32.00); as well as physical (Md=59.40, Q1=50.00, Q3=62.50); and mental health perception (Md=71.90, Q1=62.50, Q3=78.12). Low levels of anxiety (Md=6.00, Q1=3.00, Q3=12.00) and depression (Md=3.00, Q1=2.00, Q3=4.00), and a perception of moderate levels of stress (Md=20.00, Q1=13.50, Q3=24.50) were also found. Elderly people with a good perception of health were more satisfied with life and had higher self-esteem and lower levels of anxiety, stress and depression than those with poor/regular perception; anxiety (β= -0.32) and depression (β= -0.15) had a negative impact on life satisfaction, predicting its variability by 21%. Conclusion: the elderly had a healthy profile, and anxiety and depression were the main psychological and emotional factors that negatively influenced the satisfaction with life of these elderly people.<hr/>Resumo Objetivo: Este estudo investigou os fatores psicológicos e emocionais de idosos praticantes de dança de salão. Método: A amostra foi composta por 93 idosos que frequentavam clubes de dança na cidade de Maringá, PR, Brasil. Foram utilizados a Escala de Estresse Percebido, Escala de Autoestima, Inventário de Ansiedade Geriátrica, Escala de Satisfação com a Vida e o questionário SF-12. Para análise dos dados foram utilizados os testes de Kolmogorov-Smirnov (normalidade dos dados), U de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis (comparação das variáveis psicológicas em função das variáveis sociodemográficas e de saúde), Correlação de Spearman e Regressão Linear Multivariada (relação entre as variáveis). Resultados: Observou-se predomínio de boa percepção de saúde (69,9%); valores adequados de satisfação com a vida (Md=27,00; Q1=25,00; Q3=30,00); autoestima (Md=31,00; Q1=30,00; Q3=32,00); e percepção de saúde física (Md=59,40; Q1=50,00; Q3=62,50); e mental (Md=71,90; Q1=62,50; Q3=78,12); além de baixos níveis de ansiedade (Md=6,00; Q1=3,00; Q3=12,00) e depressão (Md=3,00; Q1=2,00; Q3=4,00); e percepção de moderados níveis de estresse (Md=20,00; Q1=13,50; Q3=24,50). Idosos com boa percepção de saúde mostraram-se mais satisfeitos com a vida, possuem maior autoestima e menores níveis de ansiedade, estresse e depressão quando comparados àqueles com percepção ruim/regular; a ansiedade (β= -0,32) e a depressão (β= -0,15) apresentaram impacto negativo sobre a satisfação com a vida, predizendo sua variabilidade em 21%. Conclusão: Os idosos apresentaram perfil saudável, sendo que a ansiedade e a depressão foram os principais fatores psicológicos e emocionais a influenciar negativamente a satisfação com a vida desses idosos. <![CDATA[Desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis de avaliação do equilíbrio e risco de quedas em idosos]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600805&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to develop an application for mobile devices to evaluate the balance and risk of falls of the elderly. Method: A cross-sectional study with a sample composed of 54 elderly individuals with an average age of 71 years submitted to three balance and risk of falls evaluation tests, was performed. The Timed Up and Go (TUG) and Performance Oriented Mobility Assessment (POMA) tests were employed. Results: The results were closely correlated, identifying three groups of volunteers: low, medium and high risk of falls. When these values were compared with the analyzes performed by the application, some of the variations in the results generated by the application were not related to the classic tests, as the software could discriminate between individuals with a high and low risk of falls. Conclusion: The developed application was able to verify the oscillations present in the maintenance of static balance of the elderly and could differentiate the results into two groups of high and low risk of falls.<hr/>Resumo Objetivo: desenvolver um aplicativo para dispositivos móveis para avaliação do equilíbrio e risco de queda em idosos Método: estudo transversal para validação do mesmo, com 54 idosos submetidos a três testes de avaliação do equilíbrio e risco de queda: os testes Timed Up and Go (TUG) e Teste de Avaliação da Mobilidade Orientada pela Performance (POMA). Resultado: Os resultados apresentaram uma boa correlação, possibilitando agrupar os voluntários em três grupos de baixo, médio e alto risco de queda. Quando esses valores foram confrontados com as análises realizadas pelo aplicativo, parte da variação dos resultados do aplicativo não estava relacionada com os testes clássicos, de forma que o software conseguiu diferenciar os idosos com baixo e alto risco de quedas. Conclusão: O aplicativo desenvolvido foi capaz de verificar as oscilações presentes na manutenção do equilíbrio estático de idosos e diferenciar os resultados em grupos de baixo e alto risco de queda. <![CDATA[Análise de Classes Latentes: um novo olhar sobre o fenômeno depressão em homens idosos no nordeste do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600814&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to identify the prevalence of depression in elderly men and associated factors using Latent Class Analysis. Method: a cross-sectional, epidemiological study evaluating 162 Primary Care users resident in the community in Recife, Brazil, was carried out. The Yesavage Geriatric Depression Scale was used as a screening instrument. The study was based on descriptive analysis and Latent Class Analysis, which allows the indirect measurement of the phenomenon of Depression by measuring the latent phenomenon of depression through 15 directly observed questions/answers from the scale used followed by ordinal logistic regression. Results: Elderly men with up to four years of schooling had a 2.43 times greater chance of developing depression. Those with normal levels of cortisol were less likely to become depressed while elderly men with low levels of Vitamin D and testosterone and high levels of thyroid stimulating hormones (TSH) were more likely to be depressed. The prevalence of the highest level of depression in the study population was 29% and was associated with low levels of education and alterations in the clinical data investigated. Conclusion: The study concluded that Latent Class Analysis allowed an innovative perspective of the phenomenon of depression and its relationship with associated factors, allowing a better and broader approach to this phenomenon in clinical practice.<hr/>Resumo Objetivo: Identificar a prevalência da depressão em homens idosos e fatores associados por meio da Análise de Classes Latentes. Método: Estudo epidemiológico, de corte transversal, com avaliação de 162 usuários atendidos na Atenção Básica em comunidade do Recife, Brasil. O instrumento de rastreamento utilizado foi a Escala de Depressão Geriátrica de Yesavage. Foi realizada análise descritiva e Análise de Classes Latentes, que permite a mensuração do fenômeno depressão de forma indireta, sendo a depressão esse fenômeno latente mensurado pelas 15 perguntas/respostas diretamente observadas da escala utilizada e, depois, a regressão logística ordinal. Resultados: Idosos com até quatro anos de estudo apresentaram chance 2,43 vezes maior de desenvolver depressão. Aqueles com níveis normais de cortisol tinham menos chances de se tornarem deprimidos e idosos com baixos níveis de vitamina D e de testosterona e altos níveis de hormônio tireoestimulante (TSH), uma chance maior. A prevalência do nível maior da depressão na população estudada foi de 29% estando associada ao baixo grau de escolaridade e às alterações dos dados clínicos investigados. Conclusão: O estudo concluiu que as Análises de Classes Latentes apresentaram um olhar inovador sobre o fenômeno depressão e sua relação com fatores associados, permitindo assim, uma melhor e mais ampla abordagem desta, na prática clínica. <![CDATA[O ensino da odontogeriatria e as diretrizes curriculares nos cursos de graduação em odontologia em países da América do Sul]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600826&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to analyze the teaching of geriatric dentistry from the perspective of the National Curricular Guidelines (NCG) for undergraduate courses in dentistry in South American countries. Method: an exploratory and descriptive study with a qualitative approach was carried out, covering the dental schools of public universities in five South American countries which included a geriatric dentistry module in their curriculums. Twenty intentionally selected participants were included. Semi-structured open interviews were recorded using digital media and the content was analyzed using the Thematic Analysis technique with Atlas-Ti® software, based on the current NCG in each country. Results: the NCG evaluated in the five countries were similar in terms of the norms that guide the education of the dental surgeon. Three categories of analysis were identified: professional profile, skill development and the geriatric dentistry teaching-learning process for the undergraduate student. Conclusions: dentistry teaching has sought to connect with the NCG. However, the simple insertion of a geriatric dentistry module in the curriculum is not sufficient to promote a teaching-learning process that allows the student to develop skills to provide better care for the elderly.<hr/>Resumo Objetivo: Analisar o ensino da odontogeriatria sob a perspectiva das Diretrizes/Normas Curriculares Nacionais (DCN) para cursos de graduação em odontologia em países da América do Sul. Método: Trata-se de um estudo de caráter exploratório, descritivo com abordagem qualitativa. O universo do estudo abrangeu os cursos de odontologia de universidades públicas de cinco países da América do Sul, os quais incluíam a disciplina de odontogeriatria em sua matriz curricular. Participaram 20 docentes que ministram a disciplina, selecionados intencionalmente. Foram realizadas entrevistas abertas semiestruturadas, gravadas em meio digital e analisadas por meio da técnica de Análise Temática, com o auxílio do software Atlas-Ti®, à luz das DCN vigentes nos países. Resultados: As DCN dos cursos de odontologia dos cinco países estudados apresentam similitudes com relação às normas que direcionam a formação do futuro cirurgião-dentista. Foram identificadas três categorias de análise: Perfil do formando egresso/profissional, Desenvolvimento de competências e Ensino-aprendizagem em odontogeriatria para a formação do aluno de graduação em odontologia. Conclusões: O ensino da odontogeriatria tem procurado estabelecer uma ligação com as orientações das DCN. Entretanto, somente a inserção da disciplina de odontogeriatria na matriz curricular dos cursos de graduação não é suficiente para promover um processo de ensino-aprendizagem que permita ao aluno desenvolver competências para uma melhor atenção à saúde bucal dos idosos. <![CDATA[Impactos da Fragilidade sobre desfechos negativos em saúde de idosos brasileiros]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600836&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to verify the association between frailty and the occurrence of falls, hospitalization and death among Brazilian elderly persons. Methods: a representative sample of elderly persons from the city of Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil, who had been evaluated with regard to frailty, socio-demographic conditions and health in 2009, were reevaluated in terms of negative health outcomes between 2014 and 2015 (n=304). Results: The results revealed a greater incidence of falls, hospitalization, and death among frail elderly persons. The frail group also had an increased risk (1.5, crude estimate) of death during the follow-up period than the robust individuals. The pre-frail elderly had a 55% (crude) and 58% (adjusted) greater risk of falls, and an 89% (crude) greater risk of death than robust individuals. Conclusion: frailty, as well as pre-frailty, can increase the risk of adverse events in the health of the elderly.<hr/>Resumo Objetivos: verificar a relação da fragilidade com a ocorrência de quedas, hospitalização e óbito em idosos brasileiros. Métodos: Para tal, uma amostra representativa de idosos moradores do município de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, a qual foi avaliada quanto à fragilidade, condições sociais, demográficas e de saúde no ano de 2009, foi reavaliada quanto aos desfechos negativos em saúde entre os anos de 2014 e 2015 (n=304). Resultados: Os resultados demonstram uma maior incidência de quedas, hospitalização e óbito entre os frágeis. O grupo frágil também apresentou risco aumentado (1.5, bruto) de falecer durante o seguimento do que os robustos. Já os pré-frágeis, exibiram risco 55% (bruto) e 58% (ajustado) superior de quedas e 89% (bruto) de falecer em relação aos indivíduos robustos. Conclusão: Conclui-se que a fragilidade, assim como a pré-fragilidade, podem aumentar o risco de eventos negativos na saúde de idosos. <![CDATA[Análise espaço-temporal da mortalidade por suicídio em idosos no Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600845&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to perform spatiotemporal analysis of suicide mortality in the elderly in Brazil. Methods: a mixed ecological study was carried out in which deaths from suicide among the elderly were analyzed using data from the Mortality Information System (MIS) and socio-demographic variables, from 2000 to 2014, with a trend analysis of this period. Univariate and bivariate spatial analysis was performed using the Moran Global and Moran Map index to evaluate the intensity and significance of spatial clusters. Results: there were 19,806 deaths due to suicide among the elderly in Brazil between 2000 and 2014. The ratio of male and female mortality rates was 4:1, with increasing trends for both genders (R2&gt;0.8), but with greater intensity among men (p=0.0293). There was a moderate autocorrelation for men (I&gt;0.40), with clusters forming for both genders in the south of Brazil. Bivariate analysis showed the formation of clusters in the southern region with the Human Development Index and aging variables and in the north and northeast regions based on dependence and illiteracy ratio. Conclusions: mortality due to suicide among the elderly has a tendency to increase and is unequally distributed in Brazil.<hr/>Resumo Objetivo: realizar análise espaço-temporal da mortalidade por suicídio em idosos no Brasil. Métodos: estudo ecológico misto onde se analisou os óbitos por suicídio em idosos, a partir dos dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e variáveis sociodemográficas, no período de 2000 a 2014, sendo realizada uma análise de tendência temporal nesse período. A análise espacial uni e bivariada foi realizada por meio do índice de Moran Global e Moran Map para avaliar a intensidade e a significância dos aglomerados espaciais. Resultados: Foram registrados 19.806 óbitos por suicídio de idosos no Brasil entre 2000 a 2014. A razão das taxas de mortalidade entre os sexos masculino e feminino foi de 4:1, havendo tendência de aumento para ambos os sexos (R2&gt;0,8), porém com maior intensidade no sexo masculino (β=0,0293). Houve autocorrelação moderada para o sexo masculino (I&gt;0,40), com formação de clusters no Sul do Brasil para ambos sexos. A análise bivariada mostrou formação de clusters na região sul com as variáveis Índice de Desenvolvimento Humano e taxa de envelhecimento e nas regiões Norte e Nordeste com a razão de dependência e analfabetismo. Conclusões: A mortalidade por suicídio entre idosos apresenta tendência de aumento e está desigualmente distribuída no Brasil. <![CDATA[Halitose e fatores associados em idosos institucionalizados]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600856&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to evaluate the prevalence of halitosis and associated factors in institutionalized elderly persons. Methods: a sectional study was performed with 268 elderly persons from 11 long-term care institutions in Natal in the northeast of Brazil. Data collection included an oral epidemiologic examination and questions about self-perception of oral health, as well as a consultation of medical records and the application of a questionnaire to the directors of the institutions. Halitosis was measured using the organoleptic test. The independent variables were oral, sociodemographic, institutional, general health and functional conditions. Bivariate analysis was performed using the Pearson chi-square test and Fisher's exact test, and the magnitude of effect was verified by the prevalence ratio for the independent variables in relation to the outcome, with a 95% confidence level. Results: the prevalence of halitosis was 26.1%, which was exhaled by the mouth in 98.57% of cases and by the nose in 10% of cases. Prevalence was 43% higher among non-white individuals (p=0.006); 65% higher among those living in non-profit institutions (p=0.039); 52% higher in elderly persons with oriented cognitive status (p=0.047); 41% higher in elderly persons with root caries (p=0.029); 62% higher in those who did not use dentures (p=0.046); 57% lower in edentulous persons (p&lt;0.001); and 73% higher in elderly individuals with tongue biofilm (p=0.001). Conclusion: The occurrence of halitosis in institutionalized elderly persons was similar to other studies, but there was an expressive number of extrabuccal cases and an association with oral health problems, as well as sociodemographic, institutional and functional factors.<hr/>Resumo Objetivo: Avaliar a prevalência de halitose e fatores associados em idosos institucionalizados. Método: Estudo seccional com 268 idosos de 11 Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) de Natal, RN, Brasil. A coleta de dados incluiu exame epidemiológico bucal dos idosos e questões sobre autopercepção bucal aos mesmos, além de consulta aos prontuários e aplicação de questionário aos dirigentes institucionais. A halitose foi aferida por meio do teste organoléptico. As variáveis independentes foram condições bucais, sociodemográficas, institucionais, de saúde geral e funcionais. Foi realizada análise bivariada através do teste do qui-quadrado de Pearson e do teste exato de Fisher e verificada a magnitude do efeito pela razão de prevalência para as variáveis independentes em relação ao desfecho com nível de confiança de 95%. Resultado: a prevalência de halitose foi de 26,1%, dos quais 98,57% percebidos via bucal e 10% via nasal, sendo 43% maior para os indivíduos de raça/cor não branca (p=0,006); 65% maior naqueles residentes em ILPI sem fins lucrativos (p=0,039); 52% maior nos idosos com estado cognitivo orientado (p=0,047); 41% maior nos idosos com cárie radicular (p=0,029); 62% maior em quem não usava próteses dentárias (p=0,046); 57% menor nos edêntulos (p&lt;0,001); e 73% menor nos idosos sem biofilme lingual (p=0,001). Conclusão: A ocorrência de halitose nos idosos institucionalizados foi semelhante à de estudos com outros grupos etários, porém com uma participação expressiva dos casos de origem extrabucal e demonstrou associação com problemas bucais, bem como fatores sociodemográficos, institucionais e funcionais. <![CDATA[Estratégias de enfrentamento de idosos frente ao envelhecimento e à morte: revisão integrativa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600869&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to identify and synthesize studies that approach the coping strategies used by the elderly to deal with aging and death. Method: an integrative review was performed in seven databases with the following descriptors: psychological adaptation, the elderly, death and aging. Results: 73 articles were identified. After applying the inclusion and exclusion criteria, six articles that identified multiple losses experienced by the elderly and included coping strategies were selected and analyzed. The main losses were: loss of health; physical capacity and functionality; loss in quality of emotional relationships; death of loved ones; reduced social integration; fewer material goods; financial loss; lower cognitive resources; lower perceived mastery; loss of feeling useful; reduction in subjective well-being and quality of life. We also identified the following coping strategies used to deal with losses related to aging and finitude: anticipated grieving; wish to die; isolation; submission; negotiation; acceptance; accommodation; support seeking; living in the moment; seeking spiritual comfort. Conclusion: the elderly experience aging and finitude with coping strategies that can generate both unfavorable and favorable health outcomes. In this context, some coped through anticipated mourning and the desire to die, while others looked for spiritual comfort, social support and acceptance.<hr/>Resumo Objetivo: identificar e sintetizar estudos que versam sobre as estratégias de enfrentamento utilizadas por pessoas idosas para lidar com o envelhecimento e com a morte. Método: revisão integrativa em sete bases de dados realizada com os seguintes descritores: adaptação psicológica, idoso, morte e envelhecimento. Resultados: Foram identificados 73 artigos. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, selecionaram-se e analisaram-se seis artigos que identificavam múltiplas perdas vivenciadas pelas pessoas idosas e elencavam as estratégias de enfrentamento utilizadas. As principais perdas foram: perda da saúde e/ou da capacidade física; perda da funcionalidade; perda na qualidade das relações emocionais; morte de entes queridos; menor integração social; redução de bens materiais; perda financeira; redução da cognição; perda da sensação de domínio; perda da sensação de ser útil, redução do bem-estar subjetivo e da qualidade de vida. As estratégias de enfrentamento utilizadas frente às perdas do envelhecimento e finitude foram: luto antecipado, desejo de morrer, isolamento, submissão, negociação, aceitação, acomodação, procura por suporte social, procura por conforto espiritual e viver o presente. Conclusão: Os idosos vivenciam o envelhecimento e a finitude com estratégias de enfrentamento que podem gerar tanto resultados desfavoráveis quanto favoráveis à saúde. Nesta perspectiva, alguns enfrentam com luto antecipado e com desejo de morrer, enquanto outros buscam conforto espiritual, suporte social e aceitação. <![CDATA[Envelhecimento saudável na perspectiva de idosos: uma revisão integrativa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600878&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to identify the perspective of elderly persons on healthy aging as described by scientific literature. Method: a descriptive integrative review type study was performed, guided by the question: what knowledge has been produced about healthy aging from the perspective of the elderly? It was carried out using the Scopus Info Site (SCOPUS), Cumulative Index to Nursing &amp; Allied Health Literature (CINAHL), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Literature of Latin America and the Caribbean (LILACS), EMBASE and WEB OF SCIENCE databases and in the directory of the Scientific Electronic Library Online Journals (SciELO), for literature published in the period between 2005 and 2016. Result: Eleven papers were regarded as eligible for this review. These studies revealed that healthy aging is related to different health dimensions: biological (adoption of healthy habits and behaviors with self-responsibility), psychological (feelings of optimism and happiness), spiritual (faith and religiosity) and social (reciprocity in social support factors and the capacity to live autonomously and independently). Conclusion: the synthesis of knowledge on healthy aging from the perspective of the elderly can support the actions of professionals who work with this population group to encourage and value the social determinants involved, so overcoming the exclusive focusing on the adoption of habits and behaviors inherent to lifestyle to achieve aging in a healthy way.<hr/>Resumo Objetivo: identificar a perspectiva de idosos sobre o envelhecimento saudável em produções científicas. Método: estudo descritivo, do tipo revisão integrativa, norteado pela questão: qual o conhecimento produzido acerca da perspectiva de idosos sobre o envelhecimento saudável? Realizado nas bases de dados Scopus Info Site (SCOPUS), Cumulative Index to Nursing &amp; Allied Health Literature (CINAHL), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), EMBASE, WEB OF SCIENCE e no diretório de revistas Scientific Eletronic Library Online (SciELO), publicadas no período entre 2005 e 2016. Resultado: onze artigos foram considerados elegíveis para esta revisão. Estes permitiram identificar que o envelhecimento saudável está relacionado a diferentes dimensões de saúde: biológica (adoção de hábitos e comportamentos saudáveis como autorresponsabilidade), psicológica (sentimentos de otimismo e felicidade), espiritual (fé e religiosidade) e social (reciprocidade no apoio social e capacidade de viver com autonomia e independência). Conclusão: a síntese do conhecimento acerca do envelhecimento saudável sob a perspectiva do idoso poderá subsidiar ações de profissionais que atuam junto a esse público de modo a estimular e valorizar os determinantes sociais envolvidos, transpondo orientações voltadas exclusivamente para adoção de hábitos e comportamentos inerentes ao estilo de vida para envelhecer de modo saudável. <![CDATA[Errata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000600901&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract Objective: to identify the perspective of elderly persons on healthy aging as described by scientific literature. Method: a descriptive integrative review type study was performed, guided by the question: what knowledge has been produced about healthy aging from the perspective of the elderly? It was carried out using the Scopus Info Site (SCOPUS), Cumulative Index to Nursing &amp; Allied Health Literature (CINAHL), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Literature of Latin America and the Caribbean (LILACS), EMBASE and WEB OF SCIENCE databases and in the directory of the Scientific Electronic Library Online Journals (SciELO), for literature published in the period between 2005 and 2016. Result: Eleven papers were regarded as eligible for this review. These studies revealed that healthy aging is related to different health dimensions: biological (adoption of healthy habits and behaviors with self-responsibility), psychological (feelings of optimism and happiness), spiritual (faith and religiosity) and social (reciprocity in social support factors and the capacity to live autonomously and independently). Conclusion: the synthesis of knowledge on healthy aging from the perspective of the elderly can support the actions of professionals who work with this population group to encourage and value the social determinants involved, so overcoming the exclusive focusing on the adoption of habits and behaviors inherent to lifestyle to achieve aging in a healthy way.<hr/>Resumo Objetivo: identificar a perspectiva de idosos sobre o envelhecimento saudável em produções científicas. Método: estudo descritivo, do tipo revisão integrativa, norteado pela questão: qual o conhecimento produzido acerca da perspectiva de idosos sobre o envelhecimento saudável? Realizado nas bases de dados Scopus Info Site (SCOPUS), Cumulative Index to Nursing &amp; Allied Health Literature (CINAHL), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), EMBASE, WEB OF SCIENCE e no diretório de revistas Scientific Eletronic Library Online (SciELO), publicadas no período entre 2005 e 2016. Resultado: onze artigos foram considerados elegíveis para esta revisão. Estes permitiram identificar que o envelhecimento saudável está relacionado a diferentes dimensões de saúde: biológica (adoção de hábitos e comportamentos saudáveis como autorresponsabilidade), psicológica (sentimentos de otimismo e felicidade), espiritual (fé e religiosidade) e social (reciprocidade no apoio social e capacidade de viver com autonomia e independência). Conclusão: a síntese do conhecimento acerca do envelhecimento saudável sob a perspectiva do idoso poderá subsidiar ações de profissionais que atuam junto a esse público de modo a estimular e valorizar os determinantes sociais envolvidos, transpondo orientações voltadas exclusivamente para adoção de hábitos e comportamentos inerentes ao estilo de vida para envelhecer de modo saudável.