Scielo RSS <![CDATA[Alfa : Revista de Linguística (São José do Rio Preto)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1981-579420140001&lang=pt vol. 58 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>A construção da cadeia referencial em textos de estudantes universitários</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo, focalizando a construção da cadeia referencial em fragmentos de textos acadêmicos, mostramos que a análise da forma de organização tópica dos textos possibilita a percepção de dificuldades que estudantes universitários manifestam nessa construção. Por meio das análises, identificamos e explicamos fragilidades na construção da cadeia referencial, tais como ambiguidades no reconhecimento dos tópicos, bem como dificuldades na introdução de novas informações e na manutenção de um tópico discursivo. Ainda, com as análises, verificamos que os textos acadêmicos constituem índices essenciais para a avaliação das capacidades de uso da linguagem de seus produtores. Por isso mesmo, essas análises podem funcionar como um ponto de partida precioso para o planejamento de atividades que auxiliem o estudante no desenvolvimento das habilidades necessárias para a construção da cadeia referencial de novos textos. Assim, evidenciamos que o Modelo de Análise Modular do Discurso constitui uma abordagem bastante relevante para o estudo de textos produzidos por estudantes universitários.<hr/>Focusing on reference chain construction in academic texts fragments, the main purpose of this paper is, to show that the analysis of the topic organization of these texts enables the perception of difficulties that students demonstrate in establishing reference chain. Through these analyses, we identify and explain weaknesses on building this chain, such as ambiguities in recognition of topics as well as difficulties in introducing new pieces of information and in maintaining a discourse topic. Moreover, with these investigations, we verified that academic texts constitute essential indexes for evaluation the language use skills of their producers. Therefore, these studies may serve as a valuable starting point for planning activities that might assist students in developing necessary skills to reference chain construction of new texts. Therefore, we consider that the Modular Approach to Discourse Analysis constitutes a relevant approach to the study of texts produced by university students. <![CDATA[<b>Fóruns online na formação crítico-reflexiva de professores de línguas estrangeiras</b>: <b>uma representação do pensamento crítico em fases na/pela linguagem</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho tem como objetivo apresentar o recorte de uma investigação que focalizou a formação inicial de professores de língua estrangeira (alemão e inglês) e lançou luzes sobre os estágios obrigatórios do quarto ano, considerando a possibilidade que fóruns online de um ambiente virtual podem oferecer para a manifestação do pensamento crítico dos futuros professores. Analisamos os temas abordados e as mensagens de três fóruns, com base no conceito de pensamento crítico e no modelo teórico de Investigação Prática de Garrison, Anderson e Archer (2000, 2001). Para uma melhor compreensão das fases nas discussões dos tópicos, utilizamos o modelo dos autores, identificando também alguns marcadores discursivos característicos de cada uma delas, com base nos pressupostos da Linguística Sistêmico-Funcional (HALLIDAY, 1994) e nos tipos de movimentos conversacionais (moves) propostos por Eggins e Slade (1997). A partir dos subsídios teóricos selecionados e da análise dos dados, foi possível desenvolver um novo modelo e concluir que o fórum online pode ser considerado uma importante ferramenta para a manifestação do pensamento crítico de professores e para uma formação crítico-reflexiva, em um contexto marcado por especificidades da sociedade de informação.<hr/>This paper describes an investigation into the initial training of foreign language teachers (German and English) and the internships required in the fourth year, considering the possibility that online forums may provide a virtual environment for the manifestation of critical thinking by future teachers. We analyze the messages and themes addressed in three forums, based on concepts of critical thinking and on the theoretical model of Practical Inquiry proposed by Garrison, Anderson and Archer (2000; 2001). For a better understanding of the phases in discussions on topics, we use the model of these authors, also identifying some discourse markers characterized by them, mainly based on the assumptions of Systemic Functional Linguistics (HALLIDAY, 1994) and on the types of conversational moves proposed by Eggins and Slade (1997). A new model was created based on the selected theoretical underpinnings and on the analysis of the data, as well as the conclusion was that online forums can be considered an important tool for the manifestation of teachers' critical thinking and for a critical reflexive education, in a context marked by the specificities of information society. <![CDATA[<b>Autocitação fictiva em português europeu e brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A Autocitação Fictiva (ROCHA, 2004, 2006) é um tipo discursivo de fictividade por meio do qual seus conceptualizadores impõem uma perspectiva avaliativa ao discurso direto. Por meio de um cenário não verídico de reportação discursiva, o agente ilocutório remete-se a um cenário prévio e suposto de fala, com propósito de permitir acesso mental ao cenário verídico de pensamento. O objetivo deste artigo é a descrição e análise da autocitação fictiva e sua co-extensão factiva em corpora orais de Português Europeu e Brasileiro, a partir da construção (EU) DISSE/FALEI X-ORACIONAL. Utilizam-se como dados o corpus C-ORAL-ROM Português (BACELAR DO NASCIMENTO et al., 2005) e o corpus C-ORAL Brasil (RASO; MELLO, 2010, 2012), bem como os corpora CINTIL (2011), NURC (2011) e um reality show. Os resultados apontam para contrastes conceptuais e diafásicos entre usos de "disse" e "falei" nas variedades nacionais, uma vez que o verbo "falar" não costuma ser usado para introduzir discurso reportado em PE e que certos frames interacionais são propícios ao surgimento de autocitação fictiva, como o reality show. Contudo, a fictividade afeta a autocitação em ambas variedades, mapeada por pistas que incluem reportação monológica, co-texto epistêmico, escaneamento mental, incongruência dêitica e atos de fala como promessa.<hr/>Studies about fictivity consider that certain linguistic expressions are only indirectly related to their meant referents; and that unreal scene is often presented by language users as means of mental access to the real scene. By overlapping cognitive and interactional frames, the fictive self-quotation phenomenon (ROCHA, 2004, 2006) is a discursive type of fictivity, by which conceptualisers pose a subjectifying assessing perspective to the direct speech in the first person. The main purpose of this paper is to analyse fictive self-quotation and its factive co-extension in oral corpora of European and Brazilian Portuguese, focusing on the construction "(I) said X-clause". As for the data, the C-ORAL-ROM Portuguese corpus (BACELAR DO NASCIMENTO et al., 2005), the C-ORAL Brazilian corpus (RASO & MELLO, 2010, 2012), and a database from the reality show Big Brother Brasil (2002) are used, all of which subjected to electronic data processing tools. The results present meaningful conceptual and diaphasic contrasts between the uses of "disse" and "falei" in the national varieties, since the verb "falar" is not often used to build a reported speech corresponding to mental space in the European Portuguese and that, from a constructional standpoint, certain interactional frames seem to favour fictive self-quotation more promptly. <![CDATA[<b>A relação entre gênero e expressão verbal</b>: <b>uma abordagem discursiva para a manifestação da futuridade</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo propomos uma descrição das formas verbais de futuro em articulação com o funcionamento discursivo do gênero em que se manifestam. Nosso enfoque concentra-se nas formas verbais que atualizam a expressão do futuro do presente no gênero radiofônico notícia com entrevista. Descrevemos a estruturação desse gênero em termos de recursos estratégicos (DIJK, 1990, 2010) que visam aumentar a percepção factual das informações veiculadas. Mostramos que o fato de as notícias com entrevista serem estrategicamente elaboradas implica não apenas que a forma de apresentação das informações é esquematicamente concebida para favorecer a interação, mas também que essa estruturação discursiva motiva a elaboração linguística do conteúdo da informação. Nossa investigação permite constatar que as formas de futuro do presente podem ser discursivamente descritas e distribuídas em decorrência de três diferentes eventos prospectivos que integram: eventos programados, eventos da interação em curso e eventos procedimentais. Além disso, nosso estudo mostra a viabilidade de se estabelecer uma relação entre gênero discursivo e expressão verbal, visto que algumas formas de futuridade, como o futuro perifrástico progressivo, são favorecidas por práticas discursivas como as notícias com entrevista.<hr/>The main purpose of this paper is to describe future verb forms in articulation with the discursive functioning of the genre in which they manifest themselves. We focus on verb forms which enable the expression of present future in the news with interview radio genre. We describe the structure of this genre in terms of its strategic devices (DIJK, 1990, 2010) which aim at increasing the factual perception of broadcast information. The strategic elaboration of news with interview implies not only that the mode of presentation of information is schematically conceived in order to favor interaction, but also that such discursive structuring prompts linguistic elaboration of the information content. Our investigation enables us to observe that present future forms can be discursively described and distributed due to the three different prospective events in which they manifest themselves: scheduled events, events involving the ongoing interaction, and procedural events. Besides, the present study demonstrates the feasibility of establishing a relationship between discourse genre and verb expression for the reason that some forms of futurity, such as progressive periphrastic future, are favored by discursive practices, such as news with interview. <![CDATA[<b>A abordagem cognitiva da metáfora em perspectiva pragmática nos séculos dezoito e dezenove</b>: <b>as contribuições de Lambert e Wegener a discussões atuais</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Desde o surgimento da Teoria Conceptual da Metáfora, há mais de trinta anos, houve uma série de autores que apontaram a falta de contextualização historiográfica, uma vez que a maioria das hipóteses sobre a metáfora conceptual e até boa parte dos exemplos já são antecipadas desde o século dezessete em reflexões filosóficas, antropológicas, psicológicas e linguísticas. O presente trabalho pretende apresentar dois pensadores dos séculos dezoito e dezenove, a saber, o filósofo Johann Heinrich Lambert (1965) e o linguista Philipp Wegener (1991), que não apenas já desenvolvem uma teoria cognitiva da metáfora cotidiana, como também já conseguem integrar aspectos pragmáticos, que atualmente são redescobertos como fatores descuidados pela primeira geração da Linguística Cognitiva. Sendo assim, as duas concepções podem lançar uma ponte a discussões atuais, uma vez que ambas conseguem apontar caminhos para superar tanto o abismo entre o sujeito solipsista e a sociedade, como a dicotomia entre universalismo e relatividade cultural. Os dois autores entendem a metáfora como fenômeno cognitivo e, ao mesmo tempo, intersubjetivo, por ser negociado entre os participantes em situações comunicativas concretas.<hr/>Since the advent of Conceptual Metaphor Theory (CMT) more than thirty years ago, many researchers have been considering that the problems of this approach is its lack of historiographical contextualization, despite the fact that the major hypotheses related to conceptual metaphor, as well as many examples, were already anticipated by philosophers, anthropologists, psychologists and linguists during the 17th century. The article introduces two authors from 18th and 19th centuries - the philosopher Johann Heinrich Lambert (1965); and the linguist Paul Wegener (1991) - who, not only developed a cognitive theory of the metaphors 'we live by', but also included in their researches some pragmatic aspects which were rediscovered in recent works about cognitive metaphor and which also were characterized as issues disregarded by the first generation of CMT. Therefore, we believe that the works of Lambert and Wegener may help researchers to build a bridge from their work to current discussions, since the approaches of both scholars refer to ways of overcoming the cleavage between the solipsistic individual and the society; and they also address the dichotomy of universalism and cultural relativity. It is important to highlight that both authors concurrently understand metaphor as a cognitive and intersubjective phenomenon negotiated between participants in real communication. <![CDATA[<b>Internalismo e externalismo em linguística e a neurociência da linguagem</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo principal deste trabalho é discutir a possibilidade de investigação da realidade neurofisiológica da sintaxe das línguas naturais. Para que tal estudo seja possível, linguistas e neurocientistas teriam que achar uma base epistemológica comum. Entretanto, a visão prevalente em neurociência, que assume aprendizado associativo por correlação, não se combina bem com a visão internalista da sintaxe, tomada por linguistas gerativos. Em virtude disso, este trabalho discute as bases epistemológicas das teorias linguísticas mais aceitas atualmente, servindo de guia para neurocientistas que queiram investigar o processamento da linguagem pelo cérebro. Por outro lado, o artigo discute pesquisas desenvolvidas pela neurociência da linguagem para que os linguistas possam avaliar os problemas que surgem na intersecção das duas áreas. Conclui-se que qualquer pesquisador deve ter um entendimento claro dessas questões epistemológicas antes de montar qualquer experimento sobre a linguagem; e que qualquer conclusão acerca da realidade neural da sintaxe é, no presente, difícil de ser mantida.<hr/>The main objective of this study is to discuss the possibility of investigating the neurophysiology of the natural languages syntax. In order to develop this kind of analysis, linguists and neuroscientists would have to find a common epistemological basis. However, nowadays, the prevalent view in neuroscience, which assumes associative learning by correlation, does not mesh well with the internalist view of syntax assumed by generative linguists. For that reason, this research discusses the epistemological bases of the most accepted linguistic theories, that perform as a guide for neuroscientists wanting to investigate language processing by the brain. On the other hand, this article also discusses experiments within the neuroscience of language in order to evaluate the kind of problems concerning the intersection of these two areas. The main conclusion is that any researcher who is willing to investigate such problems must have a clear understanding of those epistemological questions before setting up any kind of experiment; and that any conclusion with respect to the neural reality of syntax is, at the present, unwarranted. <![CDATA[<b>Morfologia Construcional</b>: <b>principais ideias, aplicação ao português e extensões necessárias</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste trabalho, apresentamos o modelo de Morfologia Construcional (Construction Morphology) desenvolvido por Booij (2005, 2007, 2010), condensando seus diferentes trabalhos. Com base nessa apresentação, mostramos as vantagens desse modelo na descrição de diversos fenômenos morfológicos do português. Como resultado, não somente propomos uma nova abordagem para a formação e a estruturação de palavras complexas, mas também sugerimos instrumentos teóricos adicionais, de modo a especificar, com maior riqueza de detalhes, o polo semântico das construções morfológicas. Focalizamos, no trabalho, sobretudo, (a) as chamadas formas combinatórias (GONÇALVES, 2011), a exemplo de -nejo e caipi-, que criam padrões lexicais semelhantes aos de afixos, (b) o salto de etapas na formação de palavras (SANDMANN, 1994), observável, por exemplo, em construções como "desratizar" e "churrascabilidade", com concatenação simultânea de dois afixos, e (c) os padrões derivacionais gerais (BASILIO, 1980), por meio dos quais duas construções morfológicas interagem, por se pressuporem mutuamente, como X-ista e X-ismo, em dados do tipo "marxismo"/"marxista" e "budismo"/"budista".<hr/>In this paper, we introduce the constructional morphology model, summarizing different works by Booij (2005, 2007, 2010). We build upon this model a better comprehension about morphological phenomena in Portuguese. As a result, we not only propose a new approach to word formation, but we improve the original model, adding new theoretical tools. We focus, in this work, especially: (a) the so-called combining forms(GONCALVES, 2012), as -nejo ('pagonejo', 'sextaneja') and caipi- ('caipi-fruta', 'caipi-saquê'), that create morphological patterns similar to those of affixes; (b) the "jumping steps" in word- formation (SANDMANN, 1994), observed, for example, in lexical constructions like 'desratizar' and 'churrascabilidade', with simultaneous concatenation of two affixes; and (c) derivational general patterns (BASILIO, 1980), whereby two morphological constructions interact, because they presuppose each other, such as X-ista and X-ismo, in data like 'marxismo' / 'marxista' and 'budismo' / 'budista'. <![CDATA[<b>Uma proposta de modelamento da percepção da entoação do português brasileiro</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O objetivo deste artigo é apresentar considerações sobre um modelamento lógico-matemático desenvolvido para abordar o fenômeno da percepção da entoação para o Português Brasileiro. O modelamento foi feito com base no modelo de análise automática da entoação, desenvolvido por Ferreira Netto (2006, 2008, 2010), e utiliza os princípios desenvolvidos por Hart, Collier e Cohen (1990), no que tange ao fenômeno da conjugação entre a percepção e produção das curvas entoacionais. Além disso, aplicamos, em nosso modelo, os limiares de diferenciação tonal, estipulados por Consoni (2011), valores os quais nos asseguram a relativização em um estado neutro e estados relevantes para a percepção, por meio da entoação para palavras isoladas, bem como para frases de contexto. Nosso modelamento resume-se à criação de um sistema conjugado em que os valores de F0 são processados de acordo com uma componente denominada tom médio (FERREIRA NETTO, 2008). Os limiares de diferenciação tonal operam como limites sistêmicos de lateralidade gerados a partir do tom médio e têm o papel de restringir as variações e explicar possíveis variações modalizadas. O modelamento demanda mais estudos de base para uma melhor funcionalidade, além de uma implementação computacional funcional a fim de se verificar a sua aplicabilidade.<hr/>The main purpose of this paper is to present a logical-mathematical modeling to the phenomenon of intonation perception in Brazilian Portuguese speech. This modeling is based on the standard automatic analysis of intonation developed by Ferreira Netto (2006, 2008, 2010); and it employs the principles developed by Hart, Collier and Cohen (1990), regarding the phenomenon of conjugation between perception and production of intonational curves. Furthermore, we apply thresholds of tonal differentiation, which are prescribed by Consoni (2011) to sing le words and to contextualized sentences. Threshold values ensure the perception of relativization regarding the intonation. Our modeling basically aims to create a conjugated system in which the values of F0 are processed according to a component called the mid-tone (FERREIRA NETTO, 2008). The thresholds of tonal differentiation operate as limits to the systematical laterality generated by the mid-tone; and they act as a restriction to variations. The modeling requires more studies for its better functionality, as well as a functional computer implementation in order to verify its applicability. <![CDATA[<b>Da classificação de obras lexicográficas e seus problemas</b>: <b>proposta de uma taxonomia</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Dentre os desafios pendentes da teoria metalexicográfica, um dos mais importantes é a geração de modelos de classificação de obras lexicográficas. Os modelos desenvolvidos até o presente momento obedecem a critérios impressionistas, funcionais ou linguísticos. O objetivo deste trabalho é apresentar um modelo de classificação de dicionários que integre dois critérios. Considerando que os dicionários são instrumentos linguísticos concebidos para um público-alvo determinado, uma proposta de classificação deveria levar em conta os critérios funcional e linguístico. No âmbito do critério funcional, estabelece-se uma distinção entre falantes nativos e falantes não nativos. No âmbito do critério linguístico, empregam-se parâmetros tais como o número de línguas, a oposição semasiologia/onomasiologia e uma concepção diassistêmica da linguagem. A proposta classificatória apresentada é do tipo taxonômico. Acredita-se que uma classificação taxonômica ofereça melhores resultados que uma proposta tipológica. É necessário salientar, no entanto, que ainda não é possível gerar uma classificação exaustiva de obras lexicográficas de validez universal.<hr/>Among all the challenges of metalexicographic theory, one of the most important is the creation of classification models of lexicographic publications. Up to present time, the metalexicography has developed classification models according to phenomenological, functional and linguistic criteria. This paper aims at proposing a classification model that integrates two of these criteria. Taking in account the fact that a dictionary is a reference work about language, which is conceived for a specified target group, a lexicographic classification must be designed according to functional and linguistic criteria. Both criteria offer a wide range of parameters, for example: the distinction between a native speaker target group and a non-native speaker target group, the number of considered languages, the distinction between semasiology and onomasiology, a diasistemic approach to language, etc. This paper presents a taxonomical proposal since taxonomical classification seems to offer better results than a typological classification. It is necessary to emphasize that it is still not possible to design a comprehensive lexicographic classification that encloses all kind of dictionaries.