Scielo RSS <![CDATA[Alfa : Revista de Linguística (São José do Rio Preto)]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1981-579420140002&lang=pt vol. 58 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[APRESENTAÇÃO]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200252&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[LOGOS, ETHOS E PATHOS: "TRÊS LADOS" DA MESMA MOEDA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200257&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo possui o objetivo de construir uma reflexão sobre a inter-relação das provas retóricas - logos, ethos e pathos - no âmbito disciplinar da Análise do Discurso, dialogando com a tradição retórica, com a Sofística e com autores modernos que se ocupam do assunto, tais como Ruth Amossy, Michel Meyer, Christian Plantin e outros. Para tanto, parte-se do pressuposto de que, mais do que categorias estáveis e demarcáveis teoricamente, as provas retóricas são três dimensões ou "ângulos" de um mesmo discurso ou, em outros termos, três ferramentas ou "chaves de leitura" disponíveis à sua interpretação e à especulação de seus efeitos possíveis. Como são escassas análises discursivas aptas a ilustrar/demonstrar tais postulados teóricos, o artigo contém, além de uma primeira parte, destinada a uma reflexão teórica, uma segunda parte reservada exclusivamente à análise de um discurso de caráter político que circulou no Brasil no ano de 2010, num momento anterior às eleições presidenciais.<hr/>This article aims to develop a reflection about the interrelation among the rhetorical proofs - logos, ethos and pathos - in the disciplinary scope of Discourse Analysis, dialoging with the rhetorical tradition, the Sophistic and the modern authors who occupy themselves with this subject, such as Ruth Amossy, Michel Meyer, Christian Plantin and others. Therefore, this study assumes that, more than stable and theoretically marked out categories, the rhetorical proofs are three dimensions or "angles" of a unique discourse or, in other terms, they are three tools or "reading keys" available for interpretation and speculation on their possible effects. As there is a lack of discursive analysis which are capable of illustrating/demonstrating such theoretical premises, this research contains both, a first part, that is geared towards a theoretical reflection, and a second part, exclusively reserved for the analysis of a political discourse that circulated in Brazil, in 2010, prior to the Presidential Elections. <![CDATA[ILUSTRANDO: O LIVRO EM VITRINE E O QUE MAIS!?: O DISCURSO SOBRE O LIVRO E A CONSTRUÇÃO DE IMAGENS EM MATÉRIAS DA FOLHA DE S. PAULO<xref ref-type="fn" rid="fn03">***</xref>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200287&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho é resultado de nossa pesquisa em que investigamos os recursos quando se tem o objeto "livro" como fonte de notícia em matérias publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo, veiculadas no mês de março de 2008 no caderno de variedades - Ilustrada - e no suplemento literário - Mais!. Assim, nos deparamos com uma diversidade de textos, compostos por gêneros discursivos característicos; entretanto, certos textos nos chamaram a atenção, pois, ainda que publicados como matérias de jornal, mais parecem textos literários, devido ao espaço em que são divulgados e, certamente, por conta do público a quem são destinados. Além disso, podemos conceber que os discursos representam o mundo e, assim, suas enunciações são parte integrante desse mundo representado, daí a associação entre essa concepção e a categoria de cena da enunciação. Desse modo, nos faremos valer dos conceitos de ethos e pathos, afinal, ainda que tenhamos dois cadernos de um mesmo jornal, estes periódicos são pensados tendo como público sujeitos distintos. E, ao considerar essas noções, pretenderemos apontar a construção de imagens de leitores na constituição das imagens dos cadernos analisados, bem como justificar essa abordagem distinta da Folha de S. Paulo ao se tomar o objeto "livro" como notícia.<hr/>In this paper, we report the results of a research in which we have investigated linguistic resources when 'book' is taken as subject-matter of news. We have considered subjects presented in Folha de S. Paulo newspaper, in March 2008, and published in either its variety section - Ilustrada, or in its literary supplement - Mais!. Thus, we faced a variety of texts, composed by characteristic discursive genres. Nevertheless, some of these texts called up our attention because, even being published as news, they were similar to literary ones, probably due to the venue in which they were published and because of the intended public reader. Besides, we could conceive that discourses represent world, therefore, their enunciations are parts of represented worlds, phenomenon which justifies the association between the conception proposed by Maingueneau and the scene enunciation category. We also used the concepts of ethos and pathos, because, despite we had two sections of the same newspaper, they were developed as having distinct publics. Taking these theoretical notions as supporting frame, we intended to stress the construction of the reader's image in the constitution of the newspaper sections, as well as to justify the distinguished approach of the subject 'book' as news source by Folha de S. Paulo newspaper. <![CDATA[LA SUBJECTIVITÉ ÉNONCIATIVE ET LA CONSTITUTION D'IDENTITÉS DANS LE DISCOURS DE LA REVUE FÉMINISTE LA VIE EN ROSE]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200323&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt La question de l'avortement au Québec suscite encore aujourd'hui des discussions sur sa légalité ainsi que sur le droit des femmes de décider d'avorter. En ce sens, cet article a comme objectif de faire l'analyse d'un éditorial de la revue féministe La vie en rose publié en 1982, en réponse à la lettre antiavortement des évêques, écrite en 1981. À partir des considérations de Kerbrat-Orecchioni concernant l'énonciation et la subjectivité, nous faisons une analyse discursive afin de comprendre comment l'énonciation contribue à la constitution des identités et de saisir comment la subjectivité produit une argumentation dans ces discours. En outre, nous adoptons les notions d'identité de Stuart Hall et de pouvoir de Michel Foucault pour comprendre comment la constitution des sujets dans le langage et dans le contexte socio-historique de production des énoncés rend possible la description des relations de pouvoir exercées entre les féministes, l'Église, l'État et les médecins. Cette analyse nous permet de conclure à la production d'identités multiples pour les femmes, dont l'objectif est de faire résistance face au pouvoir d'institutions hégémoniques.<hr/>The question of abortion in Quebec still gives rise to discussions about its legality and women's right to choose. In this sense, this article aims to analyze the editorial of the feminist magazine La Vie en Rose, published in 1982, as a response to the anti-abortion letter written in 1981 by bishops. Based on considerations on enunciation and subjectivity by Kerbrat-Orecchioni, a discursive analyze will be made in order to explain how enunciation contributes in the formation of identities and how subjectivity generates arguments in such discourses. In addition, the notion of "identity"formulated by Stuart Hall and the notion of "power", by Michel Foucault, will be used to explain how discursive constitution of identities in language and in the socio-historical context of discursive production enables the description of relations of power between feminists, the Church, the State and doctors. This analysis will verify the production of multiple identities for women whose goal is to make resistance to the power of hegemonic institutions in Quebec. <![CDATA[ESCRITA INFANTIL: A CIRCULAÇÃO DA CRIANÇA POR REPRESENTAÇÕES SOBRE GÊNEROS DISCURSIVOS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200347&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O propósito deste artigo é o de refletir sobre a circulação imaginária das crianças por representações sobre gêneros discursivos. Tem-se como objetivo mais específico investigar como a circulação por essas representações mostra-se na projeção que a criança faz de um (ou mais) destinatário(s) para o (seu) enunciado. Para a realização deste estudo, assume-se o conceito de gênero do discurso como proposto por Bakhtin (2000). Na análise dos enunciados escritos infantis selecionados, privilegiou-se um traço, essencial e constitutivo, dessa definição de gênero: o fato de os tipos relativamente estáveis de enunciados terem, sempre, um direcionamento, um endereçamento (BAKHTIN, 2000). Partindo dos conceitos de endereçamento e de outro - este último segundo a proposta de Authier-Revuz (1982, 1990) -, supõe-se que, em enunciações escritas ou faladas, o sujeito precisa negociar com os outros (outros dizeres, outros registros, outros significantes e, também, outros destinatários) que o constituem e determinam a emergência dos enunciados que produz. A análise dos enunciados infantis permitiu observar dois fatos importantes e interligados: a não univocidade e a flutuação no endereçamento desses enunciados.<hr/>This work aims at discussing children's imaginary circulation through representations of discursive genres. More specifically, this research investigates how the circulation of such representations is shown in the children's projections for one or more of the addressees of their enunciations. The concept of discourse genre proposed by Bakhtin (2000) is adopted. The analysis of these selected children's written enunciations favored a specific and constitutive trait in order to define genre: the fact that the relatively stable types of enunciations have always an address and a direction (BAKHTIN, 2000). Starting from the concepts of addressing and of "other"- the latter one based on Authier-Revuz (1982, 1990) - it is suggested that, in spoken enunciations, individuals need to negociate with others elements (other wordings, other registers, other meanings and also other addressees) which constitute them and whichdetermine the emergence of their produced enunciation. The analysis of the children's enunciations showed that two important and interlinked facts should be observed: the non-univocity and the fluctuation about the addressing of the enunciations. <![CDATA[OS ESTUDOS LINGUÍSTICOS E A CONSTITUIÇÃO DE OBJETOS DE DISCURSO: OS CONCEITOS DA LINGUÍSTICA TEXTUAL COMO REFERÊNCIA PARA O TRATAMENTO TEÓRICO-ANALÍTICO DA ESCRITA ESCOLAR<xref ref-type="author-notes" rid="fn02">**</xref>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200371&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neste artigo, apresentam-se resultados de pesquisa cujo objetivo é investigar o processo de constituição da escrita escolar em objeto dos estudos linguísticos. Seguindo-se orientação teórica filiada à Análise do Discurso de linha francesa, analisaram-se relatórios de pesquisas desenvolvidas na primeira metade da década de 90 do século XX, em programas de pós-graduação de universidades públicas paulistas. A circunscrição metodológica do corpus se fez de modo a considerar um espaço de relações interdiscursivas específicas que se apresentaram entre os discursos acadêmico, pedagógico e oficial, no Estado de São Paulo, desde os anos finais da década de 70 do século XX. A análise dos dados evidenciou a referência, no momento histórico observado, a uma memória já constituída do discurso acadêmico sobre a escrita escolar, produzida nas décadas de 70 e de 80. Mostrou também que elementos teóricos da linguística textual referenciaram a mobilização de perspectivas teóricas dos estudos linguísticos para o tratamento da escrita escolar nas pesquisas observadas. A consolidação de uma memória discursiva própria ao discurso acadêmico e a estabilidade da noção de texto elaborada pela linguística textual constituíram índices para a delimitação e distanciamento, nesse discurso, dos espaços do acadêmico e do escolar.<hr/>In this paper, we present the results of a research that aimed to investigate the process of constitution of school writing as object of linguistic studies. The corpus was composed of dissertations and thesis developed in Postgraduate Programs of Public Universities from São Paulo, Brazil, during the first years of the 1990s. Following the theoretical approach affiliated to French Discourse Analysis, some interdiscursive relations were observed in order to recognize the characteristics of academic discourse about school writing. Data analysis revealed that, in the historical moments chosen for this research, a discursive memory was already constituted, which grounded the definition of themes, concepts and theoretical strategies on the treatment of school writing as an object of discourse. Produced over the decades of 70 and 80, the consolidation of this memory, associated to the stability of the conception of text proposed by text linguistics, allowed the delimitation and the detachment between academic and school contexts. It also showed that elements from text linguistics supported the mobilization of specific theoretical perspectives on language studies for the treatment of school writing as an object of analysis. <![CDATA[A CONSTRUÇÃO TRANSITIVA EM PB: ASSOCIANDO A GRAMÁTICA DE CONSTRUÇÕES À DECOMPOSIÇÃO LEXICAL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200401&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo propõe mostrar como a teoria gramatical de construções (GOLDBERG, 1995, 2006) pode ser associada a uma metodologia semântico-lexical de análise de classes de verbos, a saber, a decomposição dos sentidos dos verbos em predicados semânticos primitivos. Em outras palavras, mostramos, principalmente, como a decomposição semântica de predicados pode ser uma ferramenta útil na descrição do significado de construções de estrutura argumental. Para exemplificar a proposta, fazemos uma análise da construção transitiva em português. Seis grandes classes de verbos do português brasileiro também são analisadas em suas respectivas elaborações da construção transitiva, tendo suas representações semânticas apresentadas. O objetivo é chegar ao significado da construção, que, como mostramos, não pode ser descrito em termos gerais, ou seja, não pode ser dado em função de um único significado esquemático, mas sim em função de uma rede de significados relacionados, que podem ser entendidos como extensões metafóricas a partir de um significado prototípico. Para completar a análise fornecemos uma representação da construção transitiva em seu significado prototípico.<hr/>This paper aims to show how Construction Grammar Theory (GOLDBERG, 1995, 2006) may be associated with a lexical-semantic approach in order to observe verb classes, namely, the predicate decomposition of verbs. In other words, we assume that predicate decomposition can be a useful tool to describe the meaning of argument structure constructions. Therefore, we make an analysis of the transitive construction in Portuguese with the objective of illustrating our main proposal. Six major classes of verbs in BP are investigated, and their semantic representations are presented; then, they are checked with the transitive construction. The main goal is to reach the meaning of the construction, which, as shown before, may not be described in general terms, i.e,. it cannot be given in terms of a schematic single meaning, but it actually can be considered in terms of a network of related meanings. Those meanings are understood as metaphorical extensions based on a prototypical meaning. At the end, we also provide a representation for the transitive construction in Portuguese taking into account its prototypical meaning. <![CDATA[A SIGNALÉTICA DAS AÇÕES: O CASO DAS DENOMINAÇÕES DESCRITIVAS]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200417&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A designação de ações policiais, ações militares, programas, projetos, casos policiais entre outros objetos denomináveis a partir de estruturas como "Operação + Cavalo de Troia" traduzíveis em "Nc + x" (nome comum mais uma variável) se comporta de modo singular. Para sustentar nossa proposta, desenvolvemos uma análise semântico-referencial da composição daquilo que Kleiber (1985) chamou de denominação descritiva e, para compreender como esse procedimento denominacional se concretiza, evocamos o conceito de signalética segundo Bosredon (1997), cuja proposição teórica tenta dar conta de um conjunto de regras que descrevem os modos específicos de denominar determinados objetos. A partir da descrição das denominações dadas às ações da Polícia Federal Brasileira conseguimos chegar a um levantamento de regras denominativas que são empregadas para se referenciar a objetos singulares como os que são tratados neste artigo. Ademais, conseguimos demonstrar que as denominações descritivas possuem uma constituição híbrida de seu modo de referenciar a partir da mistura das propriedades referenciais do nome próprio e da descrição definida.<hr/>The designations of police and military actions, as well as of police programs, projects, and cases which present the structure “Operation Trojan Horse”, comprehended as “cN + X” (common name plus a variable), show their own linguistic behaviors. In this paper, we propose to understand this semantic mechanism of the referential phenomena, which was described by Kleiber (1985) as descriptive designation. In order to support our proposals, we also use the notion of signaletic, created by Bosredon (2007), which tries to explain the main processes of denominating some items. Therefore, having as objects the designations used to nominate Brazilian Federal Police actions, we proceed an investigation on the rules for descriptive naming procedures. Besides, we also demonstrate that descriptive designations are hybrid linguistic constructions which have their own referential naming process, developed from the mix of referential properties of main name and of definite descriptions. <![CDATA[O SIGNIFICADO SOCIAL DOS TERMOS E EXPRESSÕES REFERENTES A EPIDEMIAS NO CEARÁ OITOCENTISTA]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200441&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este artigo objetiva analisar o significado social dos termos e expressões referentes a epidemias de cólera e de varíola que acometeram milhares de pessoas no Ceará durante o século XIX, sobretudo a partir de um corpus constituído da novela de 1899, Violação, de Rodolfo Teófilo; e de textos jornalísticos do semanário O Araripe, impresso de 1855 a 1864 em Crato-Ceará. É um trabalho que se situa no âmbito da Linguística Histórica lato sensu, sendo utilizada como metodologia de análise essencialmente aquela da História Social da Linguagem, nos moldes dos trabalhos de Burke e Porter (1993, 1997) e Burke (2010). Também subjazem ao nosso trabalho analítico as propostas teóricas de Benveniste (1995, 1989), principalmente aquelas que abordam a relação que se estabelece entre língua e realidade ou entre léxico e cultura. Nossas conclusões, advindas das análises, apontam para a necessidade de entendermos a linguagem não como simulacro da realidade, mas como parte viva da realidade social, cultural e histórica do homem. A relação entre as palavras e as doenças pode ser marcada por concepções e preconceitos históricos e socioculturais e revelar as funções sociais que tem a linguagem.<hr/>This paper intends to analyze the social meaning of terms and expressions related to epidemics of cholera and smallpox which affected thousands of people in Ceará (Brazil) during the nineteenth century. Our corpus is composed of an 1899 novel called Violação, written by Rodolfo Teófilo; and of some articles from the weekly newspaper known as O Araripe, which was printed from 1855 to 1864 in Crato, Ceará. The main theoretical approach for this research is the Historical Linguistics (lato sensu) studies, associated with the methodology of analysis developed by the Social History of Language, mainly considering the methods used by Burke and Porter (1993, 1997) and Burke (2010). In addition to that, our analytical work also comprehends the use of theoretical proposals created by Benveniste (1995, 1989), especially those ones which deal with the relationship between language and reality or between lexicon and culture. The conclusions obtained from our analysis point out that it is necessary to understand the language not as a simulacrum of reality, but as a living part of social, cultural and historical realities of humankind. The relationship between words and diseases can be highlighted by historical and sociocultural conceptions as well as by prejudices; besides that, it also reveals the social functions of the language <![CDATA[MENINO, GURI OU PIÁ? UM ESTUDO DIATÓPICO NAS REGIÕES CENTRO-OESTE, SUDESTE E SUL A PARTIR DOS DADOS DO PROJETO ATLAS LINGUÍSTICO DO BRASIL]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942014000200463&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Este trabalho utiliza como corpus de análise os dados coletados pela equipe do Projeto Atlas Linguístico do Brasil em três regiões: Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Os dados referem-se às cidades do interior e às capitais de cada estado, coletados junto a informantes selecionados segundo o perfil estabelecido. Nesta oportunidade, objetiva-se discutir a distribuição diatópica das variantes lexicais para a questão 132 - "Criança pequenininha, a gente diz que é bebê. E quando ela tem de 5 a 10 anos, do sexo masculino?" - do Questionário Semântico-Lexical (COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALIB, 2001). A metodologia utilizada envolveu análises descritivas e inferenciais pertinentes ao estudo. Para tanto, oito hipóteses foram testadas no sentido de averiguar o comportamento e a distribuição diatópica das cinco variantes mais produtivas no conjunto de respostas. Os principais resultados observados indicam que as variantes apresentam comportamento distinto nas três regiões: (i) a variante "menino" apresenta distribuição homogênea nos dez estados; (ii) as formas lexicais "guri" e "piá" possuem distribuição heterogênea na região Sul; (iii) as variantes de etimologia indígena ("guri" e "piá") são mais representativas nas regiões Sul e Centro-Oeste; (iv) há uma maior representatividade da variante "moleque" (étimo africano) na região Sudeste, principalmente em São Paulo e Minas Gerais.<hr/>This paper uses as corpus of analysis the data collected by the Project Linguistic Atlas of Brazil team in three regions: Midwest, Southeast and South. These data refer to the country cities and to the capitals of each state; they were collected from informants who were selected according to established profiles. On this occasion, the objective was to discuss the diatopical distribution of lexical variants for question number132 - A very young child is called baby. However, when this small kid is 5-10 years old and also is a male person, how is the most commonly used term for calling him? - of Lexical-Semantic Questionnaire (COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALIB, 2001). The methodology involved descriptive and inferential analysis which were pertinent to the study. Thus, eight hypotheses were tested in order to analyze the behavior and the diatopical distribution of the five most productive variants in the set of answers. The main results indicated that those variants exhibited different behaviors in three different regions: (i) the variant menino showed homogeneous distribution in ten states; (ii) the lexical forms guri and piá had a heterogeneous distribution in the Southern region; (iii) variants of indian etymology (guri and piá) are more representative in the South and Midwest; (iv) there is a greater representation of variant moleque (African etymon) in the Southeast, especially in São Paulo and Minas Gerais.