Scielo RSS <![CDATA[Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1984-296120140003&lang=pt vol. 23 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Morfologia Comparativa das espécies de <em>Libyostrongylus</em> e <em>Codiostomum</em>, parasitas de avestruzes, <em>Struthio camelus</em>, com uma chave para identificação das espécies]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300291&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt One of the most common problems in breeding of ostriches in captivity is the control of parasitic diseases. This work presents keys for the identification of adult nematodes and infective larvae by morphologic and morphometric characteristics. These keys will allow the scientific community to identify the species that infect the ostriches either based on the characteristics of the posterior end of the infective larvae found through a simple fecal exam or by observing the morphology and morphometry of adult worms recovered during necropsies. These keys will facilitate ecological and systematic studies, as well as increase the understanding of the epidemiology of these parasitosis in ostriches.<hr/>Um dos problemas mais comuns na criação de avestruzes em cativeiro é o controle das doenças parasitárias. Este trabalho apresenta chaves para a identificação de Nematoda adultos e larvas infectantes através de caracteres morfológicos e morfométricos. Essas chaves de identificação permitirão à comunidade científica o diagnóstico das espécies que infectam as avestruzes com base nas características da extremidade posterior das larvas infectantes encontradas por meio de simples exames fecais ou pela observação da morfologia e morfometria dos espécimes adultos recuperados durante necropsia. Dessa forma, as chaves de identificação facilitarão os estudos ecológicos e sistemáticos, bem como a melhor compreensão da epidemiologia dessas infecções em avestruzes. <![CDATA[Diversidade genética de cepas de <em>Ehrlichia canis</em> encontradas em cães naturalmente infectados no Rio de Janeiro, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of this study was to characterize Ehrlichia canis strains from naturally infected dogs in Rio de Janeiro, Brazil. In addition, all the clinical and hematological findings observed in these dogs were reported. PCR targeting the 16S rRNA gene was used for diagnostic purposes, and the TRP19 and TRP36 genes were sequenced to evaluate the genetic diversity. Fifteen samples were positive for E. canis. The polymerase chain reaction for the TRP19 gene resulted in 11 amplicons (11/15), which were cloned into the pGEM-T easy vector for sequencing. The complete sequence of TRP19 gene was compared to those in the GenBank, revealing high identicalness. Phylogenetic analysis on the TRP36 gene sequences demonstrated two distinct strains from two dogs, named 56C and 70C. The 56C strain was grouped with the strain Cuiaba 16, which is a hybrid strain formed by Brazilian and US genogroups; and the 70C strain was grouped with other strains of the US genogroup, thus suggesting that there are at least two genogroups of E. canis in Rio de Janeiro (US and Brazilian). Those animals, in which the 70C and 56C strains were isolated, showed distinct clinical and hematological manifestations of 1the disease. The appearance of different genotypes may express new phenotypes, thus resulting in different forms of presentation of the disease and making its diagnosis more complex.<hr/>O objetivo deste estudo foi caracterizar as cepas de Ehrlichia canis em cães naturalmente infectados no Rio de Janeiro, Brasil. Além disso, os achados clínicos e hematológicos observados nos cães foram relatados. O gene 16S rRNA foi utilizado como alvo da PCR para fins diagnósticos, e os genes TRP19 e TRP36 para avaliar a diversidade genética. Quinze amostras foram positivas para E. canis. PCR para o gene TRP19 produziu 11 amplicons (11/15) que foram clonados no pGEM-T easy vector para sequenciamento. A comparação das sequências completas do gene TRP19 com outras sequências depositadas no GenBank revelou uma alta identidade. Duas amostras (56C e 70C) após o ensaio da PCR, tendo como alvo o gene TRP36, geraram sequências, e a análise filogenética mostrou que a cepa 56C foi agrupada com a cepa Cuiabá 16, que é uma cepa híbrida, formada pelo genogrupo Brasileiro e o genogrupo US; e a cepa 70C agrupou com as outras cepas do genogrupo US, sugerindo a existência de pelo menos dois genogrupos de E. canis no Rio de Janeiro (US e Brasileiro). Esses animais apresentaram manifestações clínicas e hematológicas distintas, e diferentes genótipos podem expressar novos fenótipos, resultando em diferentes formas de apresentação da doença e fazendo com que o diagnóstico seja mais complexo. <![CDATA[Alterações metabólicas em frangos de corte infectados experimentalmente com oocistos esporulados de <em>Eimeria maxima</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300309&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Metabolic and morphometric alterations of the duodenal villi caused by parasitism of chickens by Eimeria maxima were evaluated, using 100 male Cobb birds, randomly distributed into two groups (control and infected). The infected group was inoculated with 0.5 ml of a solution containing 5×103 sporulated oocysts of Eimeria maxima. Ten birds per sample were sacrificed on the 6th, 11th, 22nd and 41st days post-infection (dpi). In order to evaluate the alterations, samples of duodenum, jejunum and ileum fragments were collected after necropsy for histological analysis. Villus biometry was determined by means of a slide graduated in microns that was attached to a binocular microscope. To evaluate the biochemical data, 5 ml of blood were sampled from the birds before sacrifice. The statistical analyses were performed using the GraphPad 5 statistical software for Windows. Tukey's multiple comparison test (p &lt;0.05) was performed for the different dpi's and the unpaired t test for the difference between the groups. Infection by E. maxima causes both qualitative and quantitative alterations to the structure of the intestinal villi, thereby interfering with the absorption of nutrients such as calcium, phosphorus, magnesium, protein and lipids, with consequent reductions in the birds' weights.<hr/>Foram avaliadas alterações metabólicas e morfométricas das vilosidades intestinais causadas pelo parasitismo de frangos por Eimeria maxima, sendo utilizadas 100 aves da linhagem Coob, machos, distribuídos aleatoriamente em dois grupos experimentais: grupo controle, inoculado com 0,5 ml de água destilada; grupo infectado, inoculado com 0,5ml de solução contendo 5×103 oocistos esporulados de Eimeria maxima. Foram sacrificadas 10 aves por coleta no 0, 6, 11, 22 e 41 dias pós-infecção. Para avaliar as alterações foram retiradas, após necropsia, amostras de fragmentos do duodeno, jejuno e íleo para análise histológica. A determinação da biometria de vilosidades foi realizada por meio de lâmina milimetrada acoplada a um microscópio binocular. Para avaliação dos dados bioquímicos foram coletados 5 ml de sangue das aves antes da eutanásia. As análises estatísticas foram realizadas, utilizando-se o programa estatístico Graphpad Prism. 5 – Windows e realizado o teste de comparações múltiplas de Tukey (p &lt;0,05) para os diferentes dpi's e o Teste T não Pareado para diferença entre os grupos. A infecção por E. maxima provoca alterações qualitativas e quantitativas das vilosidades intestinais, interferindo na absorção de nutrientes, como cálcio, fósforo, magnésio, proteínas e lipídios, com consequente redução no peso das aves. <![CDATA[<em>Trichobius longipes</em> (Diptera, Streblidae) como parasita de <em>Phyllostomus hastatus</em> (Chiroptera, Phyllostomidae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300315&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Among the factors that influence the diversity of ectoparasites on bat hosts are the kind of roost and the host's social behavior. Other factors such as sex, reproductive condition and host size may influence the distribution and abundance of ectoparasites. The aim of the present study was to analyze the variation in Streblidae ectoparasites on the bat Phyllostomus hastatus, according to sex and roost type. We caught bats in four houses on Marambaia Island, municipality of Mangaratiba, and in one house at the Federal Rural University of Rio de Janeiro, municipality of Seropédica. We caught 65 females and 50 males of P. hastatus and 664 streblids of four species: Aspidoptera phyllostomatis, Strebla consocia, Trichobius “dugesii” complex and Trichobius longipes. The species T. longipes accounted for more than 99% of all the ectoparasites caught. Female bats were more parasitized than males, in terms of both prevalence and average intensity. The total number of parasites did not vary between resident and non-resident bats. The relationship between the number of individuals of T. longipes and sex and roost type was significant for resident bats. The total number of parasites on males did not differ between bachelor roosts and mixed-sex roosts. The differences found between roosts reflected the differences between the sexes.<hr/>Os fatores que influenciam a diversidade de artrópodes ectoparasitos no morcego hospedeiro incluem o tipo de abrigo e o comportamento social da espécie hospedeira. Aspectos como sexo, condição reprodutiva e tamanho do hospedeiro podem influenciar a distribuição e a abundância dos ectoparasitos. Este trabalho teve como objetivo analisar a variação no parasitismo de estreblídeos em Phyllostomus hastatus, considerando os sexos e diferentes abrigos. Os morcegos foram capturados em quatro casas na Ilha da Marambaia, município de Mangaratiba, e em uma casa na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, município de Seropédica. Foram capturados 65 fêmeas e 50 machos de P. hastatus e 664 dípteros estreblídeos distribuídos em quatro espécies: Aspidoptera phyllostomatis, Strebla consocia, Trichobius complexo “dugesii” e Trichobius longipes. A espécie T. longipes representou mais de 99% das capturas de Streblidae. Fêmeas de morcegos foram mais parasitadas que os machos, tanto em prevalência quanto em intensidade média. O total de parasitos não variou entre os morcegos residentes e os não residentes. O modelo considerado entre o total de T. longipes, o sexo e o abrigo para indivíduos residentes mostrou-se significativo. O total de parasitos em machos não difere entre aqueles oriundos de abrigos de machos solteiros e de abrigos heterossexuais. As diferenças entre os abrigos refletem a diferença no parasitismo entre os sexos dos hospedeiros. <![CDATA[Ecologia de <em>Lutzomyia longipalpis</em> e <em>Lutzomyia migonei</em> em uma área endêmica para Leishmaniose Visceral]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300320&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The main vector for visceral leishmaniasis (VL) in Brazil is Lutzomyia longipalpis. However, the absence of L. longipalpis in a region of autochthonous VL demonstrates the participation of other species in the transmission of the parasite. Studies conducted in La Banda, Argentina, and São Vicente Férrer, Pernambuco State, Brazil, have correlated the absence of L. longipalpis and the presence of L. migonei with autochthonous cases of VL. In São Vicente Férrer, Pernambuco, there was evidence for the natural infection of L. migonei with Leishmania infantum chagasi. Thus, the objective of this work was to assess the ecology of the sand flies L. longipalpis and L. migonei in Fortaleza, an endemic area for VL. Insect capture was conducted at 22 sampling points distributed across four regions of Fortaleza. In total, 32,403 sand flies were captured; of these, 18,166 (56%) were identified as L. longipalpis and 14,237 (44%) as L. migonei. There were significant density differences found between the vectors at each sampling site (indoors and outdoors) (p &lt;0.0001). These findings confirm that L. migonei and L. longipalpis are distributed throughout Fortaleza, where they have adapted to an indoor environment, and suggest that L. migonei may share the role as a vector with L. longipalpis in the transmission of VL in Fortaleza.<hr/>O principal vetor de leishmaniose visceral (LV) no Brasil é Lutzomyia longipalpis. Entretanto, a ausência de L. longipalpis em área com casos autóctones de LV demonstra a existência de outras espécies na transmissão dessa doença. Estudo realizado na cidade de La Banda, Argentina, e São Vicente Férrer, Brasil, correlacionou a ausência de L. longipalpis e a presença de Lutzomyia migonei com casos autóctones de LV. Em São Vicente Férrer, foi comprovada a infecção natural de L. migonei por Leishmania infantum chagasi. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar a ecologia dos flebotomíneos L. longipalpis e L. migonei no município de Fortaleza, área endêmica para LV. A captura de flebotomíneos foi realizada em 22 pontos de coleta distribuídos nas quatro regiões do município de Fortaleza. No total, foram capturados 32.403 flebotomíneos. Destes, 18.166 (56%) eram da espécie L. longipalpis e 14.237 (44%) eram L. migonei. Houve diferença significativa de densidade entre os vetores em cada local de captura (intra e peri) (p&lt;0,0001). Esses achados confirmam que, na cidade de Fortaleza, L. migonei e L. longipalpis estão bem distribuídos, bem como adaptados ao ambiente intradomiciliar e que L. migonei, possivelmente, compartilhe com L. longipalpis o papel de vetor da LV em Fortaleza. <![CDATA[Complexo tristeza parasitária bovina: diagnóstico e avaliação dos fatores de risco na Bahia, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300328&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Direct diagnoses were made by using - blood smears and nested PCR (nPCR) tests on 309 blood samples from crossbred dairy cattle in the municipality of Ibicaraí, Bahia. From diagnostic blood smear slides, the observed parasitic frequencies were 31.1% for Anaplasma marginale and 20.4% for Babesia sp. From nPCR diagnoses, they were 63% for A. marginale, 34% for Babesia bigemina and 20.4% for Babesia bovis. There were significant differences (P &lt;0.01) between the two diagnostic methods (nPCR and blood smear slides). The compliance obtained from the kappa test was 0.41 and 0.48 for A. marginale and Babesia sp., respectively. The tick samples from the six farms analyzed using nPCR were only positive for A. marginale. Evaluation of the risk factors relating to the presence of ticks and the age of the animals showed that there was a significant association (P &lt;0.01) with the frequency of animals infected with both pathogens. Therefore, under the conditions studied, nPCR proved to be a good tool for diagnosing the agents of the bovine babesiosis and anaplasmosis complex because of its sensitivity and specificity in comparison with blood smears. The municipality of Ibicaraí is an area with endemic prevalence of bovine babesiosis and anaplasmosis confirmed by nPCR and A. marginale is the main agent of the disease.<hr/>Realizou-se o diagnóstico direto por esfregaço sanguíneo e nested PCR (nPCR) em 309 amostras de sangue de bovinos mestiços leiteiros provenientes do município de Ibicaraí, Bahia. A frequência observada no diagnóstico por lâminas de esfregaço sanguíneo foi 31,1% para Anaplasma marginale e 20,4% para Babesia sp. Enquanto que no diagnóstico por nPCR foi 63% para A. marginale, 34% para Babesia bigemina e 20,4% Babesia bovis. Verificaram-se diferenças significativas (P&lt;0,01) na comparação entre os dois métodos de diagnósticos (nPCR e esfregaço sanguíneo). A concordância ao teste KAPPA obtida foi de 0,41 e 0,48 para A. marginale e Babesia sp., respectivamente. As amostras de carrapatos das seis propriedades analisadas por nPCR foram positivas apenas para A. marginale. Na avaliação dos fatores de risco verificou-se que a presença de carrapato e idade dos animais apresentaram associação significativa (P&lt;0,01) com a frequência de animais infectados por ambos os patógenos analisados por nPCR. Portanto, nas condições estudadas, a nPCR revelou-se uma boa ferramenta para diagnóstico dos agentes do complexo tristeza parasitária bovina (TPB) devido a sensibilidade e especificidade, quando comparado ao esfregaço sanguíneo. O município de Ibicaraí apresenta-se como uma área endêmica para TPB com prevalência comprovada através de nPCR e, A. marginale o principal agente encontrado. <![CDATA[<em>Rhipicephalus (Boophilus) microplus</em> na região centro-ocidental rio-grandense – Multirresistência acaricida]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300337&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The aim of the present study was to assess the acaricide resistance of tick populations in the western-central region of Rio Grande do Sul (Brazil), which has not previously been reported. Fifty-four cattle farms were visited and specimens of Rhipicephalus (Boophilus) microplus were collected and subjected to the adult immersion test, using nine commercial acaricides in the amidine, pyrethroid and organophosphate groups. Climatic data, including monthly precipitation, were recorded. The results from the present study demonstrated that seven of the acaricides analyzed presented mean efficacy values of less than 95%, with large differences among the products tested. Nine of them exhibited satisfactory and unsatisfactory acaricide results on at least one farm. In conclusion, the farms located in the western-central region of Rio Grande do Sul, Brazil, exhibited populations of R. (Boophilus) microplus with variable degrees of susceptibility to different acaricides, thus suggesting that resistance to the active compounds exists. It is suggested that treatment protocols should be implemented at the beginning of winter and summer, using the acaricides that showed efficacy in the adult immersion test.<hr/>O objetivo deste estudo foi o de aferir a situação da resistência dos produtos acaricidas utilizados no controle de carrapatos de bovinos, na mesorregião centro-ocidental rio-grandense. Para isso, cinquenta e quatro propriedades foram visitadas, e as teleóginas de Rhipicephalus (Boophilus) microplus foram coletadas e submetidas ao teste de eficácia acaricida in vitro, sendo utilizados nove produtos comerciais, pertencentes às classes químicas das amidinas, piretroides e organofosforados. Além disso, os dados das temperaturas máximas e mínimas médias e da precipitação acumulada foram compilados no período estudado. Os resultados demonstraram que sete produtos analisados apresentaram eficácia inferior a 95%, com grande disparidade dos resultados. Nove produtos testados apresentaram satisfatória e não satisfatória eficácia em pelo menos uma propriedade analisada. Neste contexto, concluiu-se que as propriedades da mesorregião centro-ocidental rio-grandense apresentam cepas de R. (B.) microplus com graus variáveis de susceptibilidade a diferentes acaricidas, sugerindo, assim, que a resistência aos princípios ativos existe. Sugere-se a adoção de protocolos de tratamento acaricida no início do inverno e do verão, com a escolha do produto a ser utilizado baseado nos resultados do teste de eficácia acaricida. <![CDATA[Primeiro estudo sobre parasitos de <em>Hemibrycon surinamensis</em> (Characidae), um hospedeiro na Amazônia oriental]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300343&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study was the first investigation of communities and infracommunities of parasites of Hemibrycon surinamensis. All the fish collected in a tributary of the Amazon river were parasitized by one or more parasite species. The Brillouin diversity index (HB) was 0.46 ± 0.28 and the mean species richness was 3.5 ± 1.2 parasites per host. A total of 14,734 parasites were collected, including Ichthyophthirius multifiliis and Piscinoodinium pillulare (Protozoa); Jainus hexops and Tereancistrum sp. (Monogenoidea); Ergasilus turucuyus and Argulus sp. (Crustacea); metacercariae of Derogenidae gen. sp.; metacercariae and adults of Genarchella genarchella (Digenea); and Cucullanus larvae and Contracaecum larvae (Nematoda). The dominant parasite was I. multifiliis, followed by P. pillulare. The parasites showed aggregated dispersion, except for E. turucuyus, which had random dispersion. The condition factor (Kn) indicated that the parasitism levels had not affected host body condition. The high levels of infection observed were due to host behavior, and this was discussed. This was the first report of I. multifiliis, P. pillulare, Argulus sp., E. turucuyus, G. genarchella, J. hexops and Tereancistrum sp. in H. surinamensis, and it expanded the occurrence of E. turucuyus and G. genarchella to the eastern Amazon region.<hr/>Este estudo é a primeira investigação sobre as comunidades e infracomunidades de parasitos de Hemibrycon surinamensis. Todos os peixes coletados no tributário do Rio Amazonas estavam parasitados por uma ou mais espécies de parasitos. O índice de diversidade de Brillouin (HB) foi 0,46 ± 0,28 e a riqueza de espécies foi 3,5 ± 1,2 parasitos por hospedeiro. Foram coletados 14.734 parasitos, entre Ichthyophthirius multifiliis, Piscinoodinium pillulare (Protozoa), Jainus hexops e Tereancistrum sp. (Monogenoidea), Ergasilus turucuyus, Argulus sp. (Crustacea), metacercárias de Derogenidae gen. sp., metacercárias e adultos de Genarchella genarchella (Trematoda), larvas de Cucullanus e larvas de Contracaecum (Nematoda). A dominância foi de I. multifiliis, seguida por P. pillulare. Os parasitos mostraram dispersão agregada, exceto E. turucuyus, que teve dispersão aleatória. O fator de condição (Kn) indicou que os níveis de parasitismo não afetaram as condições corporais dos hospedeiros. Foram discutidos os elevados níveis de infecção os quais estão associados ao comportamento do hospedeiro. Este é o primeiro relato de I. multifiliis, P. pillulare, Argulus sp., E. turucuyus, G. genarchella, J. hexops e Tereancistrum sp. para H. surinamensis, expandindo a ocorrência de E. turucuyus e G. genarchella para a Amazônia oriental. <![CDATA[Infecções por nematódeos gastrintestinais em ovinos criados em Botucatu, estado de São Paulo, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300348&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Gastrointestinal nematode infections were evaluated in sheep raised in Botucatu, state of São Paulo, Brazil between April 2008 and March 2011. Every month, two tracer lambs grazing with a flock of sheep were exposed to natural infection with gastrointestinal nematodes for 28 consecutive days. At the end of this period, the lambs were sacrificed for worm counts. Haemonchus contortus presented 100% of prevalence. The seasons exerted no significant influence on the mean intensity of H. contortus, which ranged from 315 worms in November 2010 to 2,5205 worms in January 2011. The prevalence of Trichostrongylus colubriformis was also 100%, with the lowest mean intensity (15 worms) recorded in February 2011 and the highest (9,760 worms) in October 2009. In the case of T. colubriformis, a significant correlation coefficient was found between worm counts vs. rainfall (r = −0.32; P &lt;0.05). Three other nematodes species were found in tracer lambs, albeit in small numbers. Their prevalence and mean intensity (in parenthesis) were as follows: Oesophagostomum columbianum 28% (25.2), Cooperia curticei 7% (4.5) and Trichuris spp. 2% (1). In conclusion, the environmental conditions of the area proved to be highly favorable for the year-round transmission of H. contortus and T. colubriformis.<hr/>A ocorrência de infecções por nematódeos gastrintestinais foi avaliada de abril de 2008 até março de 2011em ovinos criados em Botucatu, estado de São Paulo. Todos os meses, dois cordeiros traçadores foram expostos à infecção natural por nematódeos gastrintestinais, durante 28 dias consecutivos, ao pastejar junto com um rebanho de ovelhas. Ao final desse período, os animais foram sacrificados para a identificação e quantificação dos helmintos. Haemonchus contortus apresentou prevalência de 100%. Não houve influência significativa das estações do ano na intensidade média de H. contortus, que variou de 315 vermes em novembro/2010 a 25.205 vermes em janeiro/2011. Trichostrongylus colubriformis também apresentou prevalência de 100% com a menor intensidade média (15 vermes) em fevereiro/2011 e a maior (9.760 vermes) em outubro/2009. No caso de T. colubriformis, houve correlação significativa entre as contagens de vermes x precipitação (r = −0,32; P &lt;0,05). Outras três espécies de nematódeos foram encontradas nos cordeiros traçadores, no entanto em pequenas quantidades, com as seguintes prevalências e intensidades médias (entre parênteses): Oesophagostomum columbianum 28% (25,2), Cooperia curticei 7% (4,5) e Trichuris spp. 2 % (1). Em conclusão, as condições ambientais da área foram muito favoráveis durante todo o ano para a transmissão de H. contortus e T. colubriformis. <![CDATA[<em>Sicarius uncinipenis</em> e <em>Deletrocephalus cesarpintoi</em> em emas de cativeiro no Estado de Minas Gerais, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300355&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The present study details the pathological and parasitological findings of parasitic ventriculitis and nematode infections in the large intestines of two female Rhea americana americana birds. The birds were housed in captivity, and both exhibited poor body condition and lethargy. The rheas were sent to the Veterinary Hospital of the Veterinary School, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) and, despite medical care, the clinical condition of the birds did not improve. The birds died two days after admission, and were submitted to necropsy. Gross, histopathology and parasitological analysis resulted in the identification of Sicarius uncinipenis, which is associated with parasitic ventriculitis, while Deletrocephalus cesarpintoi was identified in the large intestine of both rheas. The apparent clinical indications, including loss of appetite and death, combined with the discovery of numerous parasites and other pathology changes, supported the conclusion that the death of the birds was caused by the parasitic infection. Further investigations of these infections in free-living and captive rheas are required, such that accurate data on the incidence and pathogenicity of these parasites can be obtained.<hr/>O presente estudo relata os achados patológicos e parasitológicos de ventriculite parasitária e da infecção por nematódeo no intestino grosso em duas fêmeas Rhea americana americana. As aves eram mantidas em cativeiro e ambas apresentaram condição corporal ruim e inapetência. As emas foram encaminhadas para o Hospital Veterinário da Escola de Veterinária da UFMG e, apesar dos cuidados médicos, não houve melhora na condição clínica. As aves morreram dois dias após a internação e foram encaminhadas para a necropsia. Ao exame macroscópico, histopatológico e parasitológico, Sicarius uncinipenis foi identificado e associado com ventriculite parasitária, enquanto Deletrocephalus cesarpintoi foi identificado no intestino grosso. Possivelmente, o quadro de inapetência e morte foi causado pela infecção parasitária, pois os parasitos eram numerosos. Mais investigações dessa infecção são necessárias em emas de vida livre e cativeiro, para a obtenção de informações mais precisas da incidência e patogenicidade desses parasitos. <![CDATA[Soroprevalência e fatores de risco para <em>Neospora caninum</em> em caprinos no estado Santa Catarina, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300360&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Neosporosis is an infectious disease caused by the parasite Neospora caninum. Knowledge regarding neosporosis in goats is still quite limited, especially in the state of Santa Catarina (SC), southern Brazil. Therefore, this study aimed to assess the seroprevalence and risk factors for N. caninum in goats in the western and mountain regions of SC. Blood samples were collected from 654 goats in 57 municipalities. The indirect immunofluorescence test was used for antibody detection against N. caninum. Thirty samples (4.58%) were seropositive, with titers ranging from 1:50 to 1:6400. An epidemiological survey was also conducted in order to identify risk factors for neosporosis in goats. It was found that reproductive problems on the farms, as well as the diet and direct contact with dogs were casual risks for neosporosis. These results indicate that N. caninum infects goats in these regions, which may lead to reproductive problems.<hr/>Neosporose é uma doença infecciosa causada pelo parasito Neospora caninum. Nos caprinos, as informações sobre neosporose ainda são bastante limitadas, especialmente no Estado de Santa Catarina (SC), Sul do Brasil. Em virtude disso, este estudo teve como objetivo avaliar a soroprevalência e os fatores de risco envolvidos na infecção por N. caninum em caprinos das regiões Oeste e Planalto Serrano do Estado de SC. Amostras de sangue foram coletadas de 654 caprinos em 57 cidades. A técnica de imunofluorescência indireta (RIFI) foi usada para a detecção sorológica de anticorpos contra N. caninum. Trinta amostras (4,58%) foram soropositivas para o agente infeccioso com títulos variando entre 1:50 a 1:6400. Durante a coleta de sangue, um levantamento epidemiológico foi realizado para identificar fatores de risco para neosporose em caprinos. Problemas reprodutivos presentes nas fazendas, bem como a dieta e o contato direto com cães foram detectados como fatores de risco para a doença. Os resultados indicam que N. caninum infecta cabras nas regiões avaliadas, o que pode estar relacionado a problemas reprodutivos nesta espécie. <![CDATA[Comunidade parasitária de <em>Cichla kelberi</em> (Perciformes, Cichlidae) do Reservatório de Três Marias, Minas Gerais, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300367&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt A total of 112 specimens of yellow peacock bass, Cichla kelberi, were collected in the Três Marias Reservoir, upper São Francisco River, State of Minas Gerais, between 2004 and 2005. Twelve species of parasites were collected: two species of ectoparasites (the monogenetic Gussevia sp. and the copepod Ergasilus sp.); and ten species of endoparasites, including four species of adult endoparasites: the cestodes Proteocephalus macrophallus and P. microscopicus, and the nematodes: Capillostrongyloides sentinosa and Rhabdochona acuminata, and six species of larval endoparasites: the metacercariae of Austrodiplostomum compactum and the nematodes: Hysterothylacium sp., Contracaecum sp. Type 1, Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus, Spiroxys sp., and Goezia sp.. A significant positive correlation in the abundance of the two adult endoparasites species, P. macrophallus and P. microscopicus, may indicate that such associated species had the same ecological requirements. The positive correlations between the prevalence of the larval endoparasites, Hysterothylacium sp. and A. compactum, may indicate that there was opportunism for the two generalists species. Ergasilus sp., C. sentinosa, R. acuminata and Hysterothylacium sp. were recorded for the first time in C. kelberi, and this increased their list of known hosts. In addition, both proteocephalid species and C. sentinosa can extend their known biogeographical distribution to the Três Marias Reservoir.<hr/>Cento e doze espécimes de Cichla kelberi foram coletados no Reservatório de Três Marias, Alto São Francisco, Três Marias, MG, entre 2004 e 2005. Foram coletadas doze espécies de parasitos matazoários, sendo duas espécies de ectoparasitos: os monogenéticos Gussevia sp. e os copépodos Ergasilus sp.; e dez espécies de endoparasitos, sendo quatro espécies de endoparasitos adultos: os cestoides Proteocephalus macrophallus e P. microscopicus e os nematoides: Capillostrongyloides sentinosa e Rhabdochona acuminata, além de seis espécies de endoparasitos larvais: metacercárias de Austrodiplostomum compactum e os nematoides: Hysterothylacium sp., Contracaecum sp. Tipo 1, Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus, Spiroxys sp. e Goezia sp.. As associações positivas significativas observadas para os endoparasitos adultos P. macrophallus e P. microscopicus com correlação positiva entre suas abundâncias podem indicar que essas espécies tenham os mesmos requerimentos ecológicos; e para as espécies de endoparasitos larvais Hysterothylacium sp. e A. compactum, com correlações positivas entre suas prevalências podem indicar que houve oportunismo para ambas as espécies. Ergasilus sp., C. sentinosa, R. acuminata e Hysterothylacium sp. são registrados pela primeira vez em C. kelberi, ampliando assim a listagem de hospedeiros. Portanto, o Reservatório de Três Marias constitui nova localidade para ambas as espécies de proteocefalídeos e para C. sentinosa, ampliando assim a distribuição geográfica. <![CDATA[Helmintofauna de <em>Pimelodus pohli</em> (Actinopterygii: Pimelodidae) do alto rio São Francisco, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300375&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt The parasite fauna of catfish, Pimelodus pohli, from the São Francisco River Basin is presented. A total of 45 catfish from the upper São Francisco River (45°15′44″W 18°13′25″S), were examined from July 2009 to September 2011. Forty-three catfish (95.5%) were infected by at least one parasite species, with 885 parasite specimens being found, distributed across 17 species: Monogenea (Demidospermus uncusvalidus, Pavanelliella pavanellii, and Scleroductus sp.); Eucestoda (plerocercoids of Proteocephalidea); Digenea (metacercariae of Austrodiplostomum compactum, adults of Auriculostoma platense and Kalipharynx sp., and juvenile of Prosthenhystera obesa); Nematoda (larvae of Contracaecum sp., Hysterothylacium sp., Procamallanus pimelodus, Procamallanus sp., and unidentified of Cucullanidae, and adults of Cucullanus caballeroi, Philometra sp., and Procamallanus freitasi); and Acanthocephala (adults of Neoechinorhynchus pimelodi). Procamallanus freitasi and Scleroductus sp. were the taxa with the highest prevalence. Demidospermus uncusvalidus, P. freitasi, and Scleroductus sp. were the dominant species. The host's sex did not influence parasitic indexes; however, the total length of the catfish did appear to have some influence. The parasites, with except for P. obesa, were registered for the first time in P. pohli, as well as the occurrence of Kalipharynx sp. and C. caballeroi among pimelodid hosts from São Francisco River and South America.<hr/>A fauna parasitária de mandis, Pimelodus pohli da bacia do rio São Francisco é apresentada. Um total de 45 mandis do alto rio São Francisco (45°15′44″W 18°13′25″S), foram examinados entre julho de 2009 e setembro de 2011. Quarenta e três mandis (95,5%) estavam infectados por pelo menos uma espécie de parasito tendo sido encontrados 885 parasitos de 17 espécies: Monogenea (Demidospermus uncusvalidus, Pavanelliella pavanellii, and Scleroductus sp.); Eucestoda (plerocercóides de Proteocephalidea); Digenea (metacercárias de Austrodiplostomum compactum, adultos de Auriculostoma platense e Kalipharynx sp. e juvenil de Prosthenhystera obesa); Nematoda (larvas de Contracaecum sp., Hysterothylacium sp., Procamallanus pimelodus, Procamallanus sp., larvas não identificadas de Cucullanidae e adultos de Cucullanus caballeroi, Philometra sp. e Procamallanus freitasi); e Acanthocephala (adultos de Neoechinorhynchus pimelodi). Procamallanus freitasi e Scleroductus sp. foram os táxons com prevalência mais elevada. Demidospermus uncusvalidus, P. freitasi e Scleroductus sp. foram as espécies dominantes. O sexo dos hospedeiros não influenciou os índices parasitários, mas houve alguma influência do comprimento total sobre eles. Os parasitos, com exceção de P. obesa, são registrados pela primeira vez em P. pohli, bem como a ocorrência de Kalipharynx sp. e C. caballeroi em hospedeiros pimelodídeos do rio São Francisco e da América do Sul. <![CDATA[Caracterização molecular de <em>Eurytrema coelomaticum</em> em bovinos do estado do Paraná, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300383&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt This study investigated the occurrence of Eurytrema spp. in cattle by analysis of the partial 18S rRNA gene sequence. Trematodes from 44 bovine pancreas were collected and classified based on typical morphological features. PCR assay and sequence analyses of amplified products confirmed that the trematodes classified as Eurytrema coelomaticum were phylogenetically distinct from those identified as E. pancreaticum. The results of this study represent the first molecular characterization of E. coelomaticum within the Americas, and provide an efficient method to differentiate digenean trematodes of domestic animals.<hr/>Este estudo avaliou a ocorrência de Eurytrema spp. em bovinos por meio da análise da sequência parcial do gene 18S rRNA. Trematódeos procedentes de 44 pâncreas bovinos foram coletados e classificados com base em aspectos morfológicos típicos. A técnica de PCR e a análise da sequência de nucleotídeos dos produtos amplificados confirmaram que os trematódeos classificados como Eurytrema coelomaticum eram filogeneticamente distintos daqueles identificados como E. pancreaticum. Os resultados deste estudo representam a primeira caracterização molecular de E. coelomaticum nas Américas e disponibiliza um método eficiente para diferenciar trematódeos digenéticos em animais domésticos. <![CDATA[<em>Amblyomma auricularium</em> (Acari: Ixodidae): sobrevivência subaquática da fase não parasitária de fêmeas alimentadas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300387&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt To determine the effects of immersion in water on the biological parameters of engorged females of the tick species Amblyomma auricularium, 60 females were distributed in six groups, each comprising 10 individuals. The control group – G1 (not immersed) was fixed dorsally in a Petri dish and incubated at 27 ± 1°C and 80% RH. The other groups were subjected to immersion periods of 24, 48, 72 and 96 hours, and the sixth group to continuous immersion. After the immersion period, the females were placed in Petri dishes to begin laying. Eggs were collected every 72 hours and kept in biological chambers. All the groups showed significant differences (p &lt;0.05) during the pre-oviposition period. The laying period and the average weight of overall posture did not change. The egg incubation period also did not differ significantly, but the hatching rate in the group immersed for 96h showed a significant difference. Thus, immersion for up to 96 hours does not impair the survival of A. auricularium females, although it may delay egg laying and reduce the number of offspring.<hr/>A fim de conhecer os efeitos da imersão em água sobre os parâmetros biológicos de fêmeas ingurgitadas de Amblyomma auricularium, 60 fêmeas foram distribuídas em seis grupos, cada um contendo 10 indivíduos. O grupo controle G1 (sem imersão) foi fixado dorsalmente numa placa de Petri e incubado a 27 ± 1°C e 80 % de HR. Os demais grupos foram submetidos a períodos de imersão de 24, 48, 72 e 96 horas e, o último grupo, em imersão continua. Após o período de imersão, as fêmeas foram colocadas em placas de Petri para iniciar a postura. Os ovos foram coletados a cada 72 horas e mantidos em câmaras biológicas. Houve diferença significativa (p &lt;0,05) em relação ao período de pré-oviposição de todos os grupos. O período de postura e o peso médio da postura total não se alterou. O período de incubação dos ovos também não diferiram significativamente, mas houve uma diferença significativa na taxa de eclosão das larvas no grupo imerso por 96 horas. Assim, a imersão por até 96 horas não compromete a sobrevivência de fêmeas de A. auricularium, mas pode retardar a postura de ovos e reduzir o número de descendentes. <![CDATA[Primeiros registros de parasitos intestinais em uma população silvestre de onça-pintada na Mata Atlântica Brasileira]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300393&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Small and isolated wildlife populations may be more susceptible to disease, which makes illness an important issue to investigate regarding the conservation of large carnivores. Here, we present the results of the first investigation of intestinal parasites in one of the last remaining populations of jaguars in the Brazilian Atlantic Forest. We studied parasites from fecal samples using three different techniques for parasitological examination: floatation in saturated sodium chloride solution, sedimentation and formalin-ether centrifugation. Intestinal parasites were detected in 70% of the analyzed samples, and seven taxa (mean = 3.7 taxa/sample) were identified. All the groups of parasites that were identified have been recorded in previous jaguar studies. However, the records of Class Trematoda and nematodes Trichuridae are the first evidence of these groups of worms in free-ranging jaguars in Brazil. Although our results do not provide conclusive evidence on the health of this jaguar population, given its very small size (approximately 20 animals) we stress the need to properly understand the dynamics of disease in this wild population and to evaluate the risk of contracting new diseases from domestic species inhabiting the neighboring areas. These represent imperative actions for the successful conservation of this threatened population of jaguar.<hr/>Populações pequenas e isoladas são mais suscetíveis a doenças, o que torna a investigação de enfermidades uma questão importante para a conservação de grandes carnívoros. O presente estudo apresenta os resultados da primeira investigação de parasitos intestinais em uma das últimas populações remanescentes de onça-pintada na Mata Atlântica brasileira. Os parasitos foram obtidos a partir de amostras fecais, sendo utilizadas três técnicas para exame parasitológico: flutuação em solução saturada de cloreto de sódio (Método de Willis), sedimentação (Método de HPJ) e centrifugação com formol-éter. Parasitos intestinais foram detectados em 70% das amostras analisadas, tendo sido identificados sete táxons (média = 3,7 taxa/amostra). Todos os grupos de parasitos identificados foram mencionados em estudos anteriores realizados com onças-pintadas. Entretanto, os registros de Trematoda e nematoides Trichuridae aqui obtidos representam a primeira evidência desses grupos de vermes em onças-pintadas de vida livre no Brasil. Embora os resultados obtidos não sejam conclusivos quanto à saúde da população estudada, em virtude do tamanho populacional reduzido (aproximadamente 20 indivíduos), recomenda-se a investigação da dinâmica de doenças, bem como a avaliação do risco de contração de novas doenças a partir do contato com animais domésticos provenientes do entorno da área estudada. Essas investigações são fundamentais para a conservação dessa população ameaçada de onças-pintadas. <![CDATA[Redescrição e considerações taxonômicas sobre <em>Aonchotheca</em> (<em>Aonchotheca</em>) <em>pulchra</em> n. comb. (Enoplida: Trichuridae), um nematódeo de <em>Nyctinomops</em> spp.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300399&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Pterothominx pulchra (Freitas, 1934) are little known gastric nematodes of Nyctinomops laticaudatus (Chiroptera: Molossidae). Information about the occurrence and host range of these parasites in Neotropical region is still scanty, and the only two morphological descriptions available in the literature are divergent about the presence or absence of a spiny spicular sheath in males, which may lead to incorrect taxonomical positioning, since this feature represents the main difference between the genera Pterothominx and Aonchotheca. Based on the absence of this morphological feature in specimens of this nematode obtained from N. laticaudatus and Nyctinomops macrotis bats captured in two municipalities in the state of São Paulo, Brazil, the present study reclassifies the aforementioned species in the genus Aonchotheca and allocates it to the subgenus Aonchotheca. Additional morphometric data and new host and locality records are also provided.<hr/>Pterothominx pulchra (Freitas, 1934) são nematódeos gástricos pouco conhecidos de Nyctinomops laticaudatus (Chiroptera: Molossidae). Informações referentes à ocorrência e variedade de hospedeiros desses parasitos ainda são escassas na região Neotropical. As únicas duas descrições morfológicas disponíveis na literatura são divergentes entre si quanto à presença de bainha espicular espinhosa nos machos, o que resultou no posicionamento taxonômico equivocado desta espécie, uma vez que, é a principal característica para diagnóstico dos gêneros Pterothominx e Aonchotheca. Baseado na ausência dessa característica morfológica em espécimes desse nematódeo, obtidos em morcegos N. laticaudatus e Nyctinomops macrotis capturados em dois municípios do Estado de São Paulo, Brasil, o presente estudo classifica a referida espécie no gênero Aonchotheca e a aloca no subgênero Aonchotheca, além de fornecer dados morfométricos adicionais e novos registros de hospedeiro e localidades. <![CDATA[Determinação da avidez de IgG em camundongos BALB/c experimentalmente infectados com <em>Toxocara canis</em>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300403&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Toxocariasis is a zoonotic disease in that IgM titers can remain high for long periods making difficult to determine the stage of the disease. The aim of this study is to investigate the applicability of indirect ELISA, associated with urea, to discriminate between the acute and chronic toxocariasis. IgG avidity was evaluated in 25 BALB/c mice experimentally infected with 1000 Toxocara canis eggs. Blood samples were collected, and sera treated with 6 M urea and assayed by ELISA every two weeks. The percent IgG avidity was determined using the mean absorbance of sera treated with urea, divided by the mean absorbance of untreated sera. In the first 15 days post-inoculation, was observed a low percentage, between 7.25 and 27.5%, IgG avidity, characteristic of an acute infection. After 60 days of infection, all the mice showed between 31.4 and 58% IgG avidity, indicating a chronic infection.<hr/>A toxocaríase é uma zoonose na qual os títulos de IgM podem permanecer elevados por longos períodos, tornando difícil a determinação do estágio em que a doença se encontra. O objetivo deste estudo foi investigar a aplicabilidade de um teste indireto de ELISA, associado com ureia, para fazer a discriminação entre as fases aguda e crônica da toxocaríase. A avidez de IgG foi avaliada em 25 camundongos BALB/c experimentalmente infectados com 1000 ovos embrionados de Toxocara canis. A cada duas semanas, amostras de sangue foram coletadas, o soro tratado com ureia 6M e realizado o ensaio pela técnica de ELISA. O percentual de avidez de IgG foi determinado, usando-se a média das absorbâncias dos soros tratados com ureia dividida pela média das absorbâncias dos soros não tratados. Nos primeiros 15 dias pós-inoculação, foi observado um baixo percentual de avidez de IgG, entre 7,25 e 27,5%, característico da fase aguda da infecção. Após 60 dias de infecção, todos apresentaram avidez de IgG entre 31,4 e 58%, indicando a fase crônica da infecção. <![CDATA[Estudo da coinfecção por patógenos transmitidos por vetores em cães e carrapatos no Rio Grande do Norte, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300407&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Since dogs presenting several vector borne diseases can show none or nonspecific clinical signs depending on the phase of infection, the assessment of the particular agents involved is mandatory. The present study aimed to investigate the presence of Babesia spp., Ehrlichia spp., Anaplasma spp., Hepatozoon spp. and Leishmania spp. in blood samples and ticks, collected from two dogs from Rio Grande do Norte showing suggestive tick-borne disease by using molecular techniques. DNA of E. canis, H. canis and L. infantum were detected in blood samples and R. sanguineus ticks collected from dogs. Among all samples analyzed, two showed the presence of multiple infections with E. canis, H. canis and L. infantum chagasi. Here we highlighted the need for molecular differential diagnosis in dogs showing nonspecific clinical signs.<hr/>Cães que apresentam diversas doenças transmitidas por vetores podem mostrar nenhum ou alguns sinais clínicos inespecíficos. Dependendo da fase da infecção, a confirmação dos agentes envolvidos é necessária. O presente estudo teve como objetivo detectar a presença de Babesia spp., Ehrlichia spp., Anaplasma spp., Hepatozoon spp. e Leishmania spp. em amostras de sangue e carrapatos, coletados em dois cães do Rio Grande do Norte. Esses animais apresentavam sinais clínicos sugestivos de doenças transmitidas por carrapatos, quando foram usadas técnicas moleculares. DNA de E. canis, H. canis e L. infantum foram detectados em amostras de sangue e carrapatos R. sanguineus coletados dos cães. Entre todas as amostras analisadas, duas mostraram a presença de infecções múltiplas por E. canis, H. canis e L. infantum chagasi. Destaca-se a necessidade de um diagnóstico molecular diferencial em cães com sinais clínicos inespecíficos. <![CDATA[Infecção autóctone de búfalos e bovinos por <em>Fasciola hepatica</em> em Minas Gerais, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300413&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Fasciola hepatica is a digenetic trematode that parasitizes the bile ducts of different species of vertebrate hosts. In Brazil, this parasitosis is expanding and occurrences have been reported in the southern, southeastern, central-western and northeastern regions. This study aimed to report the first case of naturally infection of buffaloes by this parasite in the state of Minas Gerais. A total of 250 stool samples, 176 from cattle and 74 from buffaloes, from the districts of São José da Lapa and Pedro Leopoldo, were examined. Also, 402 snails of the genus Lymnaea were collected on the same farms and the viability of the eggs from naturally infected buffaloes and cattle and the susceptibility of the snails to infection were tested. A total of 54 animals were found to be positive, 33 cattle (18.75%) and 21 buffaloes (28.37%), and two molluscs showed immature forms of F. hepatica. In experimental infection of specimens of Lymnaea, cercariae were obtained through spontaneous elimination from the 57th day post-infection onwards. The importance of this first case report can be emphasized because it confirms that this parasite is being dispersed in municipalities in this state that had previously been considered to be unaffected.<hr/>Fasciola hepatica é um trematódeo digenético que parasita os ductos hepáticos de diferentes espécies de hospedeiros vertebrados. No Brasil, essa parasitose encontra-se em expansão e a sua ocorrência tem sido descrita nas regiões Sul, Sudeste, Centro-oeste e Nordeste. Esse trabalho objetivou relatar o primeiro caso de búfalos naturalmente infectados no estado de Minas Gerais. Um total de 250 amostras de fezes, sendo 176 de bovinos e 74 de búfalos, provenientes dos municípios de São José da Lapa e Pedro Leopoldo foram examinadas. Também foram coletados 402 moluscos do gênero Lymnaea nas propriedades estudadas e a viabilidade dos ovos oriundos dos búfalos e bovinos naturalmente infectados e a susceptibilidade do molusco a infecção foi testada. Um total de 54 animais apresentavam-se positivos sendo 33 bovinos (18,75%) e 21 bubalinos (28,37%) e dois moluscos apresentaram formas imaturas de F. hepatica. Na infecção experimental dos exemplares de Lymanea, foram obtidas cercarias eliminadas espontaneamente a partir do 57° dia pós infecção. Ressalta-se a importância desse primeiro relato de caso, pois certifica a dispersão do parasito em municípios antes considerados indenes no Estado. <![CDATA[Frequência de anticorpos anti-<em>Toxoplasma gondii</em> em bovinos do estado de Pernambuco, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000300417&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Toxoplasmosis is a parasitic disease caused by Toxoplasma gondii that affects homeothermic animals, including humans. Felines are considered the definitive host of this parasite, while other animals act as intermediate hosts. The purpose of this study was to assess the frequency of anti-T. gondii IgG antibodies in bovines in the state of Pernambuco, Brazil. Serum samples (n = 427) from animals in 13 municipalities of the coastal forest/plantation region of the state were analyzed using the immunofluorescent antibody test (IFAT). The overall results revealed a prevalence rate of 16.63% (27/427). High percentages of positivity were found among animals aged 25 to 36 months (28.57%; 30/42) and in males (22.22%; 2/9). The present findings suggest that bovine toxoplasmosis is endemic in the area under study.<hr/>Toxoplasmose é uma doença parasitária que infecta todos os animais homeotérmicos, incluindo o homem. Na epidemiologia da infecção, os felinos são os hospedeiros definitivos, e outros animais são os hospedeiros intermediários do Toxoplasma gondii. O objetivo deste trabalho foi determinar a frequência de anticorpos IgG anti-Toxoplasma gondii em bovinos do Estado de Pernambuco. Para tanto, foram coletadas 427 amostras de soro sanguíneo de bovinos provenientes de 13 municípios localizados na Zona da Mata do Estado de Pernambuco. Tais amostras foram analisadas pela técnica de Imunofluorescência Indireta para pesquisa de anticorpos anti-Toxoplasma gondii. A frequência observada foi de 16,63% (27/427). Anticorpos anti-Toxoplasma gondii foram mais frequentes (28,57%) em animais com idade entre 25-36 meses de idade. Considerando-se por sexo, observou-se uma maior positividade entre os machos que apresentaram 22,22% (2/9). Os resultados demonstram que a toxoplasmose é endêmica nessa região.