Scielo RSS <![CDATA[Organizações & Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1984-923020190004&lang=pt vol. 26 num. 91 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Meu ombro esquerdo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400618&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[Para os súditos de Momo, tradição é lei: governo e verdade na organização do Carnaval de Olinda]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400621&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O Carnaval de Olinda é um dos mais importantes eventos da vida cultural da cidade e está entre os maiores carnavais do Brasil. Como em diversos carnavais do Brasil, sua configuração resulta de um projeto identitário implantado nos anos finais da década de 1970, rompendo com o modelo recifense e resultando num “autêntico” Carnaval de rua. Desde então, esse novo modelo é defendido como uma tradição, e sua permanência e suas transformações inscrevem-se numa complexa teia de poder e resistência, envolvendo desde os participantes da folia até as instâncias decisórias do festejo. Assim, investigamos como a tradição é articulada enquanto exercício de poder no Carnaval de Olinda. Para tanto, realizamos uma análise de discurso foucaultiana da cobertura jornalística de quatro Carnavais olindenses (1986, 1996, 2006 e 2016). Nossos achados revelam essa tradição como um regime de verdade, perpassado por tensões que envolvem processos de legitimação, normatização e resistência.<hr/>Abstract The Carnival of Olinda is one of the most important events in the city’s cultural life and is one of the largest carnivals in Brazil. As in several carnivals in Brazil, its configuration results from an identity project implemented in the late 1970s, breaking with the model from Recife and resulting in an “authentic” street Carnival. Since then, this new model is defended as a tradition, and its permanence and transformations are inscribed in a complex web of power and resistance, involving from the participants of the revelry to the decisive instances of the celebration. Thus, we investigate how tradition is articulated as an exercise of power in the Carnival of Olinda. To do so, we performed a Foucauldian discourse analysis of the journalistic coverage of four Carnivals of Olinda (1986, 1996, 2006 and 2016). Our findings reveal this tradition as a regime of truth, permeated by tensions involving processes of legitimacy, normalization and resistance. <![CDATA[A discriminação homofóbica por meio do humor: naturalização e manutenção da heteronormatividade no contexto organizacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400645&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Esta pesquisa está inserida no âmbito dos estudos sobre diversidade sexual nas organizações, delimitada na temática do humor homofóbico. Buscou-se analisar se o humor homofóbico está presente no ambiente de trabalho e de que forma. Orientado por uma perspectiva interpretativista, o artigo se fundamenta em estudos sobre a discriminação por homofobia e humor, assim como sobre a heteronormatividade nas organizações. Para cumprir seu objetivo foi realizada análise de conteúdo de entrevistas efetuadas com funcionários homossexuais, bissexuais e heterossexuais de uma empresa. Constatou-se a presença do humor homofóbico frequente; do humor homofóbico naturalizado; das piadas homofóbicas como discursos para manter a heteronormatividade. Percebe-se um cenário no qual carece de ações que promovam a diversidade, especialmente no que tange à questão do humor, bem como da falta do entendimento por parte de trabalhadores de que piadas de humor homofóbico estão ligadas à opressão. Este artigo contribui no aprofundamento dos estudos nacionais sobre humor homofóbico, assim como ao relacionar este tipo de discriminação ao tema da heteronormatividade no contexto organizacional por meio dos conceitos da teoria queer.<hr/>Abstract This research is part of the studies on sexual diversity in organizations, focusing on the theme of homophobic humor. The aim was to investigate whether homophobic humor is present in the workplace and in what way. In theoretical terms, guided by an interpretativist approach, the article is based on studies on discrimination by means of homophobia and humor, as well as research on heteronormativity in organizations. In order to fulfill the objective, a content analysis was carried out to analyze the interviews carried out with homosexual, bisexual and heterosexual employees of a company. A case study was conducted in a company interviewing employees, regardless their sexual orientation. The interviews were analyzed using Bardin’s content analysis method. The presence of the following was observed: frequent homophobic humor; naturalized homophobic humor; homophobic jokes as speech to maintain heteronormativity. There is a scenario in which it is necessary to take actions that promote diversity, especially in relation to the issue of humor, as well as regarding the lack of understanding on the part of workers that jokes containing homophobic humor are linked to oppression. This article contributes to the deepening of national studies on discrimination based on sexual orientation, specifically regarding homophobic humor, and also in terms of relating this type of discrimination to the theme of heteronormativity in the organizational context through the concepts of queer theory. <![CDATA[Feira agroecológica de Francisco Beltrão (Paraná): um projeto de participação sob o enfoque da psicologia social comunitária na perspectiva latino-americana?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400665&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo tem como objetivo compreender a participação comunitária dos agricultores/feirantes no projeto intervencionista denominado “Feira Agroecológica” em Francisco Beltrão/PR, tendo como base os conceitos pregados pela Psicologia Social Comunitária na perspectiva Latino-americana (PSCLA). Assim, adotou-se uma postura metodológica direcionada para a pesquisa-intervenção-reflexiva por meio da inserção no cotidiano dos agricultores/feirantes em uma posição denominada de interação-dialógica. Neste sentido, se elegeu trabalhar com fontes orais e escritas enfocando a posição discursiva do sujeito por meio de sua participação psicossocial versus discursos legitimados pela história oficial. Os resultados apontaram que a “Feira Agroecológica” é considerada, pelo discurso oficial, como uma proposta de inclusão social, de resistência ao agronegócio, mas o que se presenciou foi um projeto estruturado a partir da ótica do agente externo.<hr/>Abstract The aim of this research was to understand the community participation of farmers/stallholders in the interventionist project called "Agroecological Fair" in Francisco Beltrão/PR, based on the concepts that underlie the Community Social Psychology in the Latin American perspective (PSCLA). Thus, the methodological approach adopted was a reflexive methodology of intervention, through participation in the daily life of the farmers/stallholders in a position denominated dialogical interaction. In this sense, we chose to work with oral and written sources focusing on the discursive position of the subject by means of his psychosocial participation versus discourses legitimized by official history. The results pointed out that the "Agroecological Fair" is considered, by the official discourse, as a proposal of social inclusion, of resistance to agribusiness. However, what was witnessed was a project structured from the perspective of the external agent. <![CDATA[Lógicas decisórias e suas implicações para a sustentabilidade nas organizações]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400691&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O estudo e a compreensão sobre a principal lógica que orienta o processo decisório nas organizações incitam a discussão sobre a existência, ou não, de coerência entre agires organizacionais como definição de objetivos e estratégias e a construção de organizações sustentáveis. A partir dessa reflexão será possível identificar se as ações e decisões organizacionais consideram fatores ambientais, sociais e econômicos concomitantemente, se refletem sobre trade-offs e se visam ao longo prazo. Os autores desse artigo acreditam que uma organização que toma decisões avaliando todos esses aspectos pode ser considerada sustentável. A partir daí será possível antever, traduzir ou rever as consequências das escolhas no curto, médio e longo prazos. Nesse sentido, este artigo foi desenvolvido com o intuito de ampliar o debate e a compreensão sobre como as lógicas decisórias adotadas pelos gestores acabam por determinar os agires organizacionais, os quais podem ou não legitimar os anseios da sustentabilidade corporativa. Inicialmente, elabora-se e apresenta-se reflexões sobre abordagens e lógicas decisórias que podem estar subsidiando as decisões sobre sustentabilidade nas organizações. Na sequência, apresenta-se um quadro teórico sintético que propõe as combinações entre abordagens e perspectivas decisórias referentes a sustentabilidade, bem como, apresenta as implicações de cada combinação sugerida para a gestão nas organizações. A partir do quadro são tecidas análises e reflexões sobre como as lógicas decisórias acabam por determinar resultados positivos ou negativos para aquelas organizações que se declaram sustentáveis.<hr/>Abstract The study and the comprehension of the main logic that guides the decision-making process incites the discussion about the existence or not of coherence in organizational actions. Based on this information, we propose that it will be possible to analyze whether organizational actions and decisions towards sustainable development consider environmental, social and economic factors simultaneously. This will make possible to anticipate, translate and revise their short, medium or long-term consequences in view of decision-making logic choices. Considering this context, this article was developed with the aim of broadening the debate and the understanding of how the decision-making logic adopted by organizational managers end up determining the actions that aim at corporate sustainability. Initially, this article presents and elaborates reflections on approaches and decision-making logic that may be subsidizing decisions about sustainability in organizations. From this, it presents a synthesis of a theoretical framework that proposes the combination between approaches and decision-making perspectives regarding sustainability as well as the implications of each combination suggested for management in organizations. From the suggested framework, we analyze and reflect on how decision-making logic ultimately determines positive or negative results for those organizations that declare themselves sustainable. <![CDATA[Medidas da aprendizagem organizacional: revisão de literatura e agenda de pesquisa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400708&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo apresenta o estado da arte sobre mensuração da aprendizagem organizacional. Foram utilizadas como referência as escalas publicadas em artigos científicos das bases de dados ISI Web of Science, sub-base Social Sciences Citation Index (SSCI) e Scientific Eletronic Library Online (SciELO). O artigo mapeia as escalas de aprendizagem organizacional e analisa as bases conceituais das diferentes medidas existentes. Foram identificadas 32 escalas para mensurar o construto na ISI Web of Science e 3 escalas na SciELO. Essas são provenientes de diferentes domínios e perspectivas conceituais, sendo o domínio mais comum o de processamento de informações e conhecimentos. Os resultados da análise apontam para um cenário de pesquisa embrionário, com ausência de convergência conceitual entre as medidas e fragilidades metodológicas no desenvolvimento de medidas empíricas válidas e confiáveis em aprendizagem organizacional. A partir destes resultados o artigo apresenta uma agenda de pesquisa para o avanço na mensuração da aprendizagem organizacional.<hr/>Abstract This article presents the state of the art on measurement of organizational learning. The scales published in scientific articles in the ISI Web of Science, Social Sciences Citation Index (SSCI) sub-base and the Scientific Electronic Library Online (SciELO) databases were used as reference. The study maps the organizational learning scales and analyzes the conceptual bases of the different measures. We have identified 32 scales to measure the construct in the ISI Web of Science platform and 3 scales in SciELO. These scales belong to different domains and conceptual perspectives, and the most common domain is information and knowledge processing. The results point to a still embryonic research scenario, lack of conceptual convergence between the measures and methodological shortcomings in relation to the development of valid and reliable empirical measurement of organizational learning. From these results, the article presents a research agenda for the advancement in organizational learning measurement. <![CDATA[A velhice na imprensa de negócios: novas sensibilidades culturais em uma economia financeirizada]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400729&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The financialization of the economy has been extensively studied in economic and organizational sociology. This literature focuses on changes in organizations associated to the shareholder value culture and on how financialization influences several domains of life. Based on the literature from this broad scope of social impacts of financialization and on sociological approaches to old age, this paper analyzes the predominant conceptions of old age diffused by the Brazilian business press in the context of increasing longevity of the population and their relation with the emergence of the financialized economy in Brazil. To address the issue, we carried out a content analysis of the 636 issues of Exame, the main Brazilian business magazine, comprising the period from 1990 to 2014. A corpus of 230 articles was then selected and systematically assessed. The results were analyzed combining ideas from the Reflexive Sociology of Bourdieu and the Pragmatic Sociology of Boltanski. Four ideas or aspects prevailed in the material assessed: i.) planning for retirement; ii.) rationalized life and financial approach to old age; iii.) population aging and its micro and macroeconomic impacts, and; iv.) generational demarcation and disputes in organizations. Economic logic was dominant, reflecting in more or less explicit proposals of a financial model to frame life.<hr/>Resumo A financeirização da economia tem sido extensivamente estudada nas sociologias econômica e das organizações. Essa literatura analisa tanto as mudanças nas organizações associadas à cultura do valor ao acionista, quanto a forma com que a financeirização influencia diversos espaços da vida cotidiana. Com base na literatura relacionada a esse escopo mais amplo dos impactos sociais da financeirização e nas abordagens sociológicas à velhice, esse artigo analisou as concepções de velhice difundidas pela imprensa brasileira de negócios no contexto do aumento da longevidade da população e da emergência da financeirização da economia em nosso país. Para isso, foi realizada uma análise de conteúdo de 636 edições, publicadas entre 1990 e 2014, da Revista Exame, a partir das quais foi selecionado um corpus de 230 matérias que foi sistematicamente analisado. Os resultados foram analisados combinando ideias da Sociologia Reflexiva de Bourdieu e da Sociologia Pragmática de Boltanski. Quatro noções prevaleceram no material avaliado: i.) Planejamento da aposentadoria; ii.) Vida racionalizada e uma abordagem financeira à velhice; iii.) Envelhecimento da população e seus impactos micro e macroeconômicos, e; iv.) Demarcação e disputas geracionais nas organizações. A lógica econômica foi dominante, refletindo em propostas mais ou menos explícitas de um modelo financeiro para enquadrar a vida. <![CDATA[Uma década de trabalho institucional: contexto e oportunidades de pesquisa]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400750&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Abstract The theoretical approach underlying institutional work sustains the understanding of the process through which individuals create, maintain and disrupt institutions. The interest in this approach encouraged the publication of a special issue in the journal Organization Studies in 2013. Lawrence, Leca, and Zilber introduced that special issue with an analysis of this field of study pointing to three avenues to further develop the theoretical approach: a) implementation of methodologies with an emphasis on the individual’s experiences; b) development of reflexivity by individuals; and c) commitment to practical contributions. We recall their research to revise the contributions of institutional work and to evaluate how these three avenues have been followed in this field of study. We then suggest an updated research agenda based on phenomena observed in the Brazilian context. Among the contributions of this study, we highlight a) the characteristics of the field of study on institutional work (state-of-the-art); b) central and adjacent themes to institutional work (map of themes); and c) opportunities and trends to further develop research on institutional work.<hr/>Resumo A lente teórica do trabalho institucional auxilia na compreensão do processo pelo qual indivíduos criam, mantêm ou causam a ruptura de instituições. O interesse por esta abordagem incentivou a publicação de uma edição especial no periódico Organization Studies em 2013, onde Lawrence, Leca e Zilber (2013) introduzem uma análise do campo de estudo com três vetores para a evolução do tema: a) aplicação de metodologias com enfoque nas experiências e vivências do indivíduo; b) desenvolvimento da reflexividade do indivíduo e; c) engajamento das contribuições dos estudos com a prática gerencial. Por conseguinte, esta pesquisa retoma as principais contribuições da lente teórica do trabalho institucional, avalia como esses três vetores vêm sendo tratados no campo de estudos e sugere uma agenda de pesquisa com base em fenômenos observados no contexto brasileiro. Entre as principais contribuições destacam-se: a) características do campo de estudo sobre o Trabalho Institucional (estado da arte); b) temas centrais e adjacentes nos estudos sobre trabalho institucional (mapa conceitual); e c) tendências e oportunidades de estudos futuros sobre o tema. <![CDATA[Metodologia de Análise Sociológica Discursivo-imagética: possibilidades aos estudos organizacionais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400776&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Existe no campo das ciências sociais um espectro de discussões sobre imagens que data de mais de quatro décadas. Não emergiu ainda um método de interpretação específico que se ocupe diretamente do nível visual - em seus diferentes objetos - sem transcrever, previamente, sob a forma descritiva para, posteriormente, realizar algum tipo de análise textual ou discursiva sobre a transcrição. O objetivo deste estudo reside em sistematizar uma metodologia integradora de diferentes níveis de aproximação da imagem por meio das seguintes etapas: a) delimitação da cultura visual contemporânea; b) narrativa da historicidade das práticas de análise de imagens originárias em outras ciências visuais; c) estabelecimento de dialogicidade entre a metodologia da Análise Sociológica do Discurso (ASD) com traslado e reconceituação desta perspectiva para o campo da Análise Sociológica da Imagem (ASI); d) construção de uma metodologia híbrida integrando as duas metodologias anteriores, ou seja, Análise Sociológica Discursivo-Imagética.<hr/>Abstract In the social and human sciences, theoretical discussions about images date back over four decades. No specific method of interpretation has yet emerged that deals directly with the visual level, in its different objects, without previously transcribing it, in descriptive form, so that it can then be analyzed textually or discursively. The objective of this study is to systematize a contextualized and integrative methodology of different levels of image approximation through the following steps: a) delimitation of the sociocultural context in which the discussion about image analysis emerges; b) narrative of the historicity of the practices of analysis of images originating in other sciences; c) establishment of dialogue between the methodology of the Sociological Discourse Analysis (SDA) with evaluation of possible new concept transfer from this perspective to the field of Sociological Image Analysis; d) construction of a hybrid methodology which integrates both methodologies as a Sociological Discursive-Imagetic Analysis. <![CDATA[Tipificando a Economia do Compartilhamento e a Economia do Acesso]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302019000400795&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este estudo visa a criação de uma taxonomia capaz de discriminar os modelos de mercado relacionados aos conceitos de economia do acesso e economia do compartilhamento, buscando-se identificar aspectos e propriedades sui generis a cada uma dessas práticas de mercado. Para tal, uma análise taxonômica foi desenvolvida com base no levantamento dos principais aspectos ontológicos e teóricos relacionados aos dois conceitos. Como categorias de análise foram utilizadas as perspectivas: utilitarista de Mill ([1863] 2005) e anti-utilitarista de Mauss (2003). A construção das classificações e conceitos, ademais, foi guiada por uma abordagem pós-estruturalista com enfoque central nas relações, ao invés da ênfase excessiva em seus elementos constituintes. Como principais resultados destaca-se que a economia do acesso se constitui em dois modelos, predominando a fundamentação utilitária, quais sejam: Modelos baseados na appficação e Modelos disruptivos. Por outro lado, ancorando-se em uma fundamentação anti-utilitária mais ampla, a economia do compartilhamento se divide em Modelos Híbridos e Modelos Colaborativos.<hr/>Abstract This study aims to create a taxonomy capable of discriminating market models related to the concepts of access economy and sharing economy, seeking to identify sui generis aspects and proprieties of these two market practices. For such, a taxonomic analysis was developed based on the survey of the main ontological and theoretical aspects related to both concepts. As analytical categories, utilitarian (MILL, [1863] 2005) and anti-utilitarian (MAUSS, 2003) perspectives were used. Moreover, the construction of classifications and concepts was guided by a poststructuralist approach with central focus on relations, rather than an excessive emphasis on its constituent elements. As main results, we highlight that access economy consists of two models in which the utilitarian foundation predominates, which are: Models based on appfication and Disruptive Models. On the other hand, sharing economy is anchored on a broader anti-utilitarian foundation and is divided into Hybrid Models and Collaborative Models.