Scielo RSS <![CDATA[Organizações & Sociedade]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=1984-923020180002&lang=pt vol. 25 num. 85 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Rupturas, continuidades e gradualismo nas políticas de petróleo no Brasil: 1995 a 2010]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200193&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Problematizando o ferramental do institucionalismo histórico, o presente trabalho tem como objetivo entender os determinantes da mudança das regras que pautam o setor de petróleo no Brasil. Assim, analisa o processo que originou a Lei do Petróleo de 1997 até o momento da aprovação do marco regulatório estabelecido em 2010, e mostra que tais mudanças ocorreram pela combinação de diversas dinâmicas institucionais: algumas levaram a rutpuras com o status quo, outras a movimentos incrementais, associados a processos de continuidade com retornos crescentes. O artigo contribui com a discussão institucionalista em dois pontos: primeiramente mostrando a articulação de vertentes institucionais que costumam ser aplicadas de forma isolada – a da continuidade e a do gradualismo; e, mais importante, atribui ênfase especial a elementos não institucionais que explicam as mudanças institucionais.<hr/>Abstract Problematizing the historical institutionalism tools, this paper aims to understand the changes in the Brazilian oil sector rules. Thus, it analyzes the process that originated the 1997 Oil Act until the approval of the 2010 regulatory framework, showing that such changes occurred by the combination of institutional dynamics: processes that led to ruptures with the status quo, incremental ones associated with processes of continuity with increasing returns. The article contributes to the institutionalist discussion in two points: firstt showing the articulation of institutional strands that are usually applied in isolation - that of continuity and gradualism; and more importantly, it attaches special emphasis to non-institutional elements that explain institutional changes. <![CDATA[A reflexividade intensiva na aprendizagem organizacional: uma autoetnografia de práticas em uma organização educacional]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200211&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Esta pesquisa contribui para aprimorar o entendimento da reflexividade no processo de aprendizagem organizacional. Tem por objetivo examinar a reflexividade intensiva, que é ativada pelos conflitos de tipo identitário. Assume-se que a metarreflexividade é a parte da reflexividade que compreende uma investigação de como estabelecemos, após uma reflexão, as aprendizagens que foram incorporadas na prática. A pesquisa fundamenta-se na abordagem socioprática da aprendizagem e em uma autoetnografia de práticas em uma organização educacional, pois, nesse tipo de organização, a reflexividade se desvela como forma primordial na atividade de ensinar e refletir sobre métodos, estratégias e práticas de ensino-aprendizagem. A autoetnografia enfocou três práticas metarreflexivas e consolidou-se por meio de entrevistas semiestruturadas e documentos organizacionais variados. Os resultados obtidos sugerem que a metarreflexividade é orientada por envolvimento como movimentos (aproximação e distanciamento) e pelo exercício de três tipos de ação gerencial: instigação, cuidado e conciliação.<hr/>Abstract This research seeks to improve the understanding of reflexivity in the organizational learning process. Its goal is to examine the intensive reflexivity that is driven by identity-based conflicts. We assume that the meta-reflexivity is a part of reflexivity including an investigation of how we establish – after a given reflexivity – learning experiences that were incorporated into the practice. The research is based on the socio-practice approach of learning and a autoethnography of practices in an educational organizational because in this type of organization reflexivity is manifested as key in teaching activity and reflexivity on learning methods, strategies and practices. The autoethnography focused on three meta-reflexive practices and relied on semi-directive interviews and organizational documents. The research results suggest that meta-reflexivity is sustained by involvement as movements (approximating and distancing) and by the exercise of three types of managerial action (instigation, caring and conciliation). <![CDATA[Os papéis da sociedade civil como protagonista no processo de promoção do consumo sustentável: uma análise baseada na percepção de especialistas brasileiros]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200229&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo tem como objetivo analisar os papéis da sociedade civil para promover o consumo sustentável no contexto brasileiro. Considera-se que a promoção do consumo sustentável necessita da atuação da sociedade civil por meio de um processo emancipatório (SACHS, 2007), com o aprofundamento da democracia participativa e amplo exercício da cidadania (COSTA; TEODÓSIO, 2011; MICHELETTI; STOLLE, 2012). Isso porque consumo sustentável depende de mudanças estruturais associadas a fatores políticos, institucionais e de mercado, o que requer o desenvolvimento de propostas mais colaborativas, nas quais a sociedade civil exerça papéis de protagonista ao lado de governos e empresas. Assim, em termos de procedimentos metodológicos, foi realizada uma pesquisa com especialistas brasileiros na temática, usando o método Policy Delphi. Os resultados demonstram que dos papéis da sociedade civil analisados, apenas o carrotmob, no nível meso, não foi validado como relevante. Quanto aos demais papéis avaliados, apenas a prática do buycott foi classificado como “muito importante”, no nível micro, enquanto os outros foram classificados como “criticamente importante” no processo de promoção do consumo sustentável no contexto brasileiro.<hr/>Abstract This article aims to analyze the roles of civil society to promote sustainable consumption in the Brazilian context. It is considered that the sustainable consumption promotion requires the action of civil society through an emancipatory process (SACHS, 2007), from the deepening of participatory democracy and broad exercise of citizenship (COSTA; TEODÓSIO, 2011; MICHELETTI; STOLLE, 2012). The sustainable consumption depends on structural changes associated with political, institutional and market factors, which requires the development of more collaborative proposals, in which civil society has starring roles alongside governments and businesses. Thus, in terms of methodological procedures, a survey was conducted with Brazilian experts in the subject, from the use of the Policy Delphi. The results demonstrate that the roles of civil society analyzed, only carrotmob, at the meso level, has not been verified as relevant. As for the other evaluated roles, only the buycott practice was rated as “very important”, at the micro level, while others were classified as “critically important” in the process of the sustainable consumption promotion in the Brazilian context. <![CDATA[A análise etnometodológica do turismo como prática numa orla marítima no Nordeste brasileiro]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200247&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo objetivou analisar etnometodologicamente os processos organizativos do turismo como prática na orla marítima de João Pessoa/PB (Brasil). A etnometodologia foi o método utilizado para a pesquisa empírica, com a realização de visitas à orla marítima, com base nas quais ocorreram observações, conversas informais, entrevistas e foram tomadas notas de campo. Os dados foram analisados com base no referencial teórico, assim como nos questionamentos norteadores dos cinco conceitos-chave da etnometodologia garfinkiliana. Como resultados, observou-se que o turismo não ocorre de maneira avulsa e isolada em distintos lugares, mas de forma entrelaçada, carrega uma série de relações, símbolos, valores e regras sociais que são perpassados pelas gerações, fazendo com que um dado espaço possa ser caracterizado e considerado turístico. O turismo passa a ser um elemento central na organização do espaço turístico, ou seja, é ele que justifica e alicerça os processos organizativos realizados por grupos sociais na orla marítima. Conclui-se que, como campo de práticas, a orla marítima se trata de um espaço complexo em virtude de sua importância social, econômica e ambiental, em que múltiplos interesses e usos, pautados pelo turismo, estão presentes cotidianamente e evidenciam a importância desse espaço.<hr/>Abstract This article aims to analyze the organizational processes of tourism as a practice in the João Pessoa/PB (Brazil) waterfront from an ethnomethodological point of view. The ethnomethodology was also the method used for empirical research. Indeed, there were visits to the waterfront, from which observations, informal conversations, field notes and interviews were made. Data were analyzed based on the theoretical framework as well as the guiding questions of the five key concepts of Garfinkilian ethnomethodology. As a result, there are several events that make up the tourism such as an expression of the waterfront. Tourism does not occur in isolation in different places, but imbricated and carries a series of relationships, symbols, values and social rules that are uttered through generations causing a given space can be considered touristic. Tourism becomes a central element in the organization of tourist space, i.e, it is that justifies and underpins the organizational processes carried out by social groups in warterfront. In conclusion, as field practices, the waterfront is a complex space due to its social, economic and environmental importance, where multiple interests and uses, guided by tourism, are daily present and demonstrate the complexity and importance of this space. <![CDATA[Do ecoambientalismo à sustentabilidade: notas críticas sobre a relação organização-natureza nos estudos organizacionais]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200264&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo O propósito deste trabalho é retomar uma reflexão acerca dos limites que as perspectivas tradicionais hegemônicas sobre a relação organização-natureza têm imposto à Teoria Organizacional (TO). Para realizá-lo, cumprimos dois objetivos: primeiro, resgatamos uma possibilidade de mudança de perspectiva sobre essa relação, dos paradigmas antropocêntricos/orgocêntricos para o paradigma ecocêntrico, surgida nos Estudos Organizacionais (EOs) na década de 1990. Abordando a forma como o ecocentrismo foi assimilado, na esteira das reflexões então nascentes sobre sustentabilidade, evidenciamos como a perspectiva ecocêntrica foi relegada a uma condição marginal. No segundo objetivo, propomos a recuperação das discussões sobre a temática da ecologia; mais precisamente, sobre a perspectiva do habitar (dwelling perspective) como uma ontologia da relação organização-natureza. A contribuição do ensaio está no resgate do momento em que a noção de sustentabilidade tornou-se hegemônica nos EOs e na proposição de uma perspectiva ecológica, alinhada à retomada do ecocentrismo nesse campo.<hr/>Abstract The purpose of this paper is to reclaim a reflection on the limits that the traditional hegemonic perceptions on organization-nature relationship have imposed to Organizational Theory (OT). In order to accomplish it we follow two aims: first, we recover a possibility of perspective change on such relation, from the anthropocentric/orgocentric paradigm to the ecocentric paradigm, raised within Organization Studies (OSs) in the 1990s. Approaching how ecocentrism has been assimilated, in the wake of the then nascent reflections on sustainability, we show how the ecocentric perspective was relegated to a marginal condition. In the second objective, we propose the recovery of the discussions on the theme of ecology; more precisely, on the dwelling perspective as an ontology of the relation organization-nature. The contribution of the essay is in getting back the moment when the notion of sustainability became hegemonic in the OSs and in the proposition of an ecological perspective, aligned with the resumption of ecocentrism in this field. <![CDATA[Potencial disruptivo? A história de uma biotecnologia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200287&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Nesta pesquisa, busca-se identificar e descrever historicamente o potencial disruptivo de uma biotecnologia vinculada a um laboratório de P&amp;D da Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio). Diferentes métodos foram utilizados, com base em uma perspectiva sociológica e com abordagem da análise de relatos e enredos históricos. Considerando as dimensões que fundamentam tecnologias disruptivas, argumenta-se que a biotecnologia justifica a sua potencialidade de disrupção ao articular construtos relacionados à dimensão do capacitador tecnológico. Observou-se que alguns fragmentos dos relatos transitam entre os construtos da dimensão inovação do modelo de gestão, sobretudo após a criação de uma spin-off. Contudo, os construtos que compõem essa dimensão são limitantes, assim como a ausência de relatos relacionados à dimensão sistema de valor comercial, obstando a realização de uma disrupção em todo o seu potencial. Entre as contribuições do artigo releva-se o uso da abordagem histórica no contexto da área da ciência &amp; tecnologia.<hr/>Abstract This article aims to describe the disruptive potential from the history of biotechnology linked to an R&amp;D laboratory of the Northeast Biotechnology Network (Renorbio). Different methods were used for the research, based on an analysis approach of historical tales. Considering the basic dimensions underlying the disruptive technologies it is argued that biotechnology justifies its potential disruption to articulate constructs related to the Technology Enabler dimension. On the other hand, it was observed that some fragments of biotechnology tales transiting between the constructs of disruptive dimension – Innovation Management Model, especially after the creation of a new spin-off. However, it is considered that these constructs that comprise the dimension Innovation Management Model are limiting, as well as the lack of tales related to System Commercial Value, hampering the realization of a break in its full potential. It seeks to contribute to theoretical construction in science &amp; technology area, from a historical approach. <![CDATA[Construção e desenvolvimento de um projeto de história oral em estudos sobre gestão]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200303&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo Este artigo tem por objetivo lançar luz sobre as possibilidades de aproximação entre a história oral e outras formas de se pensar a gestão. O pano de fundo para tais reflexões são as memórias e histórias de colonos do Projeto de Irrigação Bebedouro, situado na zona rural de Petrolina, em Pernambuco. O desenvolvimento de um projeto de história oral envolve alguns passos importantes e que demandam reflexão para que possam fazer sentido para a pesquisa, mas, essencialmente, para o narrador. Diante disso, propõem-se aqui alguns pontos para fomentar tais reflexões no que tange ao momento do encontro e os cuidados que o pesquisador precisa ter na construção da pesquisa. Depois, apresenta-se uma proposta de transformação do oral em escrito, que é um momento importante em que o pesquisador precisa colocar toda a emoção, ditos e não ditos, de forma escrita, o que também demanda um esforço e constitui a substância que será analisada e devolvida ao narrador. E é nesse último momento que o narrador precisa validar se aquilo que foi transformado em escrito reflete o que foi dito. Uma pesquisa de história oral é construída por várias mãos e contribui para a reflexão sobre como a gestão se [rejconstrói.<hr/>Abstract The purpose of this article is to shed light on how to approach oral history and other ways of thinking about management. The backdrop for these reflections are the memories and stories of settlers Bebedouro Irrigation Project, located in the countryside of Petrolina, in Pernambuco. The development of an oral history project involves some important steps that demand reflection so that they can make sense for the research, but essentially for the narrator. Therefore, we propose here some points to encourage such reflections to the terms of the meeting the time and care that the researcher needs to have at this time of the research building. Then we present a proposal for transformation of oral in writing, which is an important moment researcher needs to put all the excitement, said and unsaid, in written form, which also demands an effort and is the substance to be analyzed and returned to the narrator. And this is the last moment that the narrator needs to validate that what has turned into writing reflects what was said by him. An oral history research is built by many hands and contributes to reflection on how the management is [rejbuild. <![CDATA[A influência da recessão econômica na intenção de empreender: uma análise cross-country baseada na crise do subprime]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-92302018000200320&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Resumo A literatura, embora aponte variáveis que incluem a falta de segurança pública, o desemprego, a corrupção e o nível de escolaridade como fatores que influenciam a intenção empreendedora, não investiga o efeito de tais variáveis mediante a relação endógena existente entre crescimento econômico e intenção de empreender. O objetivo deste estudo é verificar se a recessão econômica influencia a intenção de empreender, bem como o efeito de tais variáveis na intenção empreendedora. A amostra foi composta por 60.234 indivíduos de 37 países no ano de 2009. Nossos resultados apresentam evidências que, controlando-se por risco, os indivíduos se dizem mais propícios à atividade empreendedora em cenários com mais recessões econômicas. Tal resultado sugere que os indivíduos buscam na crise econômica oportunidades de negócios que podem estar sendo motivadas, possivelmente, pelo empreendedorismo por necessidade. Tais evidências indicam que pesquisas sobre intenção empreendedora devem considerar a situação econômica do ambiente analisado.<hr/>Abstract The literature, although point variables including lack of public safety, unemployment, corruption and the level of education as factors that influence the increase of entrepreneurial intention, does not investigate the effect of such variables through the existence of the endogenous relationship between economic growth and entrepreneurial intention. The objective of this study is to verify whether the economic recession influences entrepreneurial intention. The sample consisted of 60 234 individuals from 37 countries in 2009. Our results show that in scenarios with major economic downturns, people say they are more conducive to engage in entrepreneurial activities. Such result suggests that individuals seek in the economic crisis for business opportunities that may be motivated, possibly, by entrepreneurship by necessity. These evidences indicate that research on entrepreneurial intention should consider the economic situation of the analyzed environment.