Scielo RSS <![CDATA[Dental Press Journal of Orthodontics]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2176-945120170001&lang=en vol. 22 num. 1 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[A new QUALIS for the Dental Press Journal of Orthodontics]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100018&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Third molars and premolars extraction in conventional orthodontics and in treatments based on maxillary bone remodeling with temporary anchorage: indications and care]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100023&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT A bone is an anatomic structure in constant remodeling, with different, mutant and wonderfully inconstant designs. With every new and immediate functional demand, there are changes in cortical thickness, trabecular bone density and also in direction and size of trabeculae. Bones' non-stopping search is for adjusting to the functions induced by forces and movements required by a certain life style. Conventional orthodontic planning or with temporary anchorage based on bone remodeling takes into consideration the spaces that are - or may be - occupied by the teeth, in the formation of a functional and esthetic dental arch for the patient. In case it is necessary to extract a tooth and the options are the third molars, partially or totally unerupted, and teeth that belong to other dental groups, obviousness recommends - due to mouth anatomy and physiology, as well as pathologic reasons - extracting the third molars, due to of the several reasons described in the present study.<hr/>RESUMO O osso é uma estrutura anatômica em constante remodelação, com designs diferentes, mutantes e maravilhosamente inconstantes. A cada nova e imediata demanda funcional, mudam a espessura das corticais, a densidade do trabeculado, a direção e o tamanho das trabéculas. A busca incessante do osso é para se adequar às funções induzidas pelas forças e movimentos decorrentes do modo de viver. O planejamento ortodôntico convencional ou com ancoragem transitória baseada na remodelação óssea leva em consideração os espaços que os dentes ocupam, ou podem ocupar, na formação de uma arcada dentária funcional e estética para o paciente. Se for necessário extrair algum dente e houver a opção entre os terceiros molares, parcial ou totalmente não irrompidos, e os dentes de outros grupos dentários, a obviedade recomenda - por conta da anatomia e fisiologia bucal, assim como por razões patológicas - optar pela extração dos dentes do siso, pelos várias motivos que serão descritos no presente trabalho. <![CDATA[An interview with Jimmy C. Boley]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100032&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT A bone is an anatomic structure in constant remodeling, with different, mutant and wonderfully inconstant designs. With every new and immediate functional demand, there are changes in cortical thickness, trabecular bone density and also in direction and size of trabeculae. Bones' non-stopping search is for adjusting to the functions induced by forces and movements required by a certain life style. Conventional orthodontic planning or with temporary anchorage based on bone remodeling takes into consideration the spaces that are - or may be - occupied by the teeth, in the formation of a functional and esthetic dental arch for the patient. In case it is necessary to extract a tooth and the options are the third molars, partially or totally unerupted, and teeth that belong to other dental groups, obviousness recommends - due to mouth anatomy and physiology, as well as pathologic reasons - extracting the third molars, due to of the several reasons described in the present study.<hr/>RESUMO O osso é uma estrutura anatômica em constante remodelação, com designs diferentes, mutantes e maravilhosamente inconstantes. A cada nova e imediata demanda funcional, mudam a espessura das corticais, a densidade do trabeculado, a direção e o tamanho das trabéculas. A busca incessante do osso é para se adequar às funções induzidas pelas forças e movimentos decorrentes do modo de viver. O planejamento ortodôntico convencional ou com ancoragem transitória baseada na remodelação óssea leva em consideração os espaços que os dentes ocupam, ou podem ocupar, na formação de uma arcada dentária funcional e estética para o paciente. Se for necessário extrair algum dente e houver a opção entre os terceiros molares, parcial ou totalmente não irrompidos, e os dentes de outros grupos dentários, a obviedade recomenda - por conta da anatomia e fisiologia bucal, assim como por razões patológicas - optar pela extração dos dentes do siso, pelos várias motivos que serão descritos no presente trabalho. <![CDATA[Deformation of nickel-titanium closed coil springs: an in vitro study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100038&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The aim of this paper was to determine the amount of deformation in four commercial brands of nickel-titanium closed springs. Methods: A total of 130 springs were divided into 13 subgroups, according to their features and manufacturers (Morelli, Orthometric, Ormco and GAC) and activated from 100% to 1000% of the effective length of the nickel-titanium portion present at the spring, at 37 °C. Deactivation data were plotted and deformation was found graphically. The values were compared by analysis of variance and Tukey's post-hoc test. Results: Springs manufactured by Morelli had the same amount of deformation when they were activated up to 700% of Y activation; springs by Orthometric had the same amount of deformation up to 600-700% of Y; springs by Ormco had the same amount of deformation up to 700-800% of Y; and finally, the majority of springs by GAC had similar deformation up to 800%-1000% of activation. All springs tested could be activated up to 700% without rupture. Conclusions: Most subgroups were similarly deformed up to 700% of activation, without rupture of springs. Subgroups 4B, 4C, 4D and 4E showed the same amount of deformation up to 1000% of activation without any rupture at all.<hr/>RESUMO Objetivo: o objetivo desse trabalho foi determinar a deformação em molas fechadas de níquel-titânio de quatro marcas comerciais. Métodos: cento e trinta molas foram divididas em treze subgrupos, de acordo com suas características e fabricantes (Morelli, Orthometric, Ormco e GAC), com ativação entre 100% e 1.000% do comprimento efetivo de níquel-titânio presente na mola (Y), a 37 °C. Dados de desativação foram coletados e a deformação foi obtida de forma gráfica. Os valores foram comparados por meio de análise de variância e teste post-hoc de Tukey. Resultados: as molas da Morelli apresentaram a mesma quantidade de deformação considerando-se 700% de ativação de Y; as molas da Orthometric tiveram a mesma quantidade de deformação até 600-700% de Y; as molas da Ormco tiveram a mesma quantidade de deformação até 700-800% de Y; e, por fim, a maioria das molas da GAC apresentou deformação semelhante até 800-1.000% de ativação. Todas as molas testadas puderam ser ativadas até 700% sem ruptura. Conclusões: a maioria dos subgrupos se deformou de maneira semelhante até 700% de ativação, sem ruptura das molas. Os subgrupos 4B, 4C, 4D e 4E demonstraram a mesma quantidade de deformação até 1.000% de ativação, sem nenhuma ruptura. <![CDATA[Effect of nanotechnology in self-etch bonding systems on the shear bond strength of stainless steel orthodontic brackets]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100047&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: To evaluate the effect of silica dioxide (SiO2) nanofillers in different bonding systems on shear bond strength (SBS) and mode of failure of orthodontic brackets at two experimental times. Methods: Ninety-six intact premolars were divided into four groups: A) Conventional acid-etch and primer Transbond XT; B) Transbond Plus self-etch primer; and two self-etch bonding systems reinforced with silica dioxide nanofiller at different concentrations: C) Futurabond DC at 1%; D) Optibond All-in-One at 7%. Each group was allocated into two subgroups (n = 12) according to experimental time (12 and 24 hours). SBS test was performed using a universal testing machine. ARI scores were determined under a stereomicroscope. Scanning electron microscopy (SEM) and transmission electron microscopy (TEM) were used to determine the size and distribution of nanofillers. One-way ANOVA was used to compare SBS followed by the post-hoc Tukey test. The chi-square test was used to evaluate ARI scores. Results: Mean SBS of Futurabond DC and Optibond All-in-One were significantly lower than conventional system, and there were no significant differences between means SBS obtained with all self-etch bonding systems used in the study. Lower ARI scores were found for Futurabond DC and Optibond All-in-One. There was no significant difference of SBS and ARI obtained at either time points for all bonding systems. Relative homogeneous distribution of the fillers was observed with the bonding systems. Conclusion: Two nanofilled systems revealed the lowest bond strengths, but still clinically acceptable and less adhesive was left on enamel. It is advisable not to load the brackets immediately to the maximum.<hr/>RESUMO Objetivo: avaliar o efeito das nanopartículas de dióxido de silício (SiO2), presentes em diferentes sistemas adesivos, na resistência ao cisalhamento da colagem (RAC) e no modo de fratura de braquetes ortodônticos avaliados em dois momentos. Métodos: noventa e seis pré-molares intactos foram divididos em quatro grupos: A) condicionador ácido convencional e primer Transbond XT; B) primer autocondicionador Transbond Plus; e dois sistemas adesivos autocondicionantes reforçados com nanopartículas de dióxido de silício em diferentes concentrações, C) DC Futurabond a 1%; D) Optibond All-In-One a 7%. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos (n = 12), de acordo com o tempo para realização do teste (12 e 24 horas). O teste da RAC foi realizado em uma máquina universal de ensaios. Os resultados do índice de adesivo remanescente foram determinados com um estereomicroscópio. Para determinar o tamanho e a distribuição das nanopartículas, utilizou-se microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia eletrônica de transmissão (MET). O ANOVA a um critério foi usado para comparar a RAC, seguido pelo teste post-hoc de Tukey. O teste qui-quadrado foi usado para avaliar os índices de adesivo remanescente. Resultados: a RAC média do Futurabond DC e do Optibond All-In-One foi menor do que a do sistema convencional, de forma estatisticamente significativa; e não houve diferença estatisticamente significativa entre os níveis médios de RAC obtidos nos sistemas adesivos autocondicionantes avaliados nesse estudo. Os menores índices de adesivo remanescente foram observados com o Futurabond DC e o Optibond All-In-One. Não houve, entre os sistemas adesivos, diferença significativa na RAC e nos índices de adesivo remanescente obtidos nos dois tempos de aplicação. Foi observada uma distribuição relativamente homogênea das partículas nos sistemas adesivos. Conclusão: os dois sistemas com nanopartículas demonstraram menor RAC, mas ainda aceitável e com o menor índice de adesivo remanescente no esmalte. É, assim, aconselhável não submeter os braquetes à carga máxima logo após a colagem. <![CDATA[Photoelastic analysis of stress generated by Connecticut Intrusion Arch (CIA)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100057&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The present in vitro study evaluated, by means of the photoelastic technique, the effects generated by the Connecticut Intrusion Arch (CIA), with a 90o bend on the distal surface of molar tubes and using the 4 x 2 appliance on the anterior and posterior regions of the upper dental arch. Methods: Five models were manufactured, in which two different clinical situations were correlated: 1) use of intrusion arch not cinched back and transpalatal bar for anchorage (Group 1); 2) use of intrusion arch cinched back and transpalatal bar for anchorage (Group 2). Stress generated in the apical and middle regions of tooth roots of maxillary anterior teeth and maxillary first molars was evaluated. Results: Taking a reference value of 1.0 MPa = 100%, qualitative descriptive analysis was performed, which showed uniformity between stress values in the apical region of anterior teeth of both groups (G1 and G2). In the posterior region, for models with the arch cinched back (G2), stress remained within 100%. As for G1 models (with the arch not cinched back), variations in the mesial surface of first molars were observed, with an increase of 20% in the generated stress. The apical region did not undergo any changes, while in the distal region of molars there was a decrease of 20% in stress. Conclusion: Laboratory results revealed differences in stress between Groups 1 and 2 in the molar region, thereby indicating that there was a tendency towards mesial root tipping of first molars when the distal end of the CIA was not cinched back.<hr/>RESUMO Objetivo: o presente estudo in vitro avaliou, por meio da técnica de fotoelasticidade, os efeitos produzidos pelo Arco de Intrusão de Connecticut (CIA) com dobra de 90o na face distal dos tubos molares e usando um aparelho 4 x 2 nas regiões anterior e posterior da arcada dentária superior. Métodos: foram confeccionados cinco modelos, aos quais foram correlacionadas duas situações clínicas diferentes: 1) uso do arco de intrusão sem dobra distal, mas com barra transpalatina para ancoragem (G1); 2) uso do arco de intrusão com dobra distal e barra transpalatina para ancoragem (G2). Avaliou-se as tensões geradas nos terços apical e médio das raízes dos dentes anterossuperiores e primeiros molares superiores. Resultados: considerando-se um valor de referência de 1,0 MPa = 100%, foi realizada uma análise descritiva qualitativa, a qual demonstrou uniformidade entre os valores de tensão na região apical dos dentes anteriores nos dois grupos (G1 e G2). Na região posterior dos modelos com arcos com dobra distal (G2), a tensão foi mantida em 100%. Já nos modelos do G1 (arco sem dobra distal), foram observadas variações na face mesial dos primeiros molares, com um aumento de 20% na tensão gerada. A região apical não sofreu qualquer alteração, ao passo que, na região distal dos molares, houve uma diminuição de 20% na tensão. Conclusão: os resultados laboratoriais revelaram diferenças, entre os grupos 1 e 2, para a tensão gerada na região dos molares, indicando que houve uma tendência de mesialização da raiz dos primeiros molares quando não foi realizada a dobra na extremidade distal do CIA. <![CDATA[Are there differences between comparison methods used to evaluate the accuracy and reliability of digital models?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100065&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objectives: The accuracy and reliability of plaster models and digital models acquired with two different surface laser scanners were tested by means of three methods: measurement with calipers, digital measurement with proper software and superimposition of the digital models. Methods: Thirty plaster models with permanent dentition that met the inclusion criteria were selected and scanned with two laser scanners (R700 and Xcad). Three examiners measured distances on plaster models with a digital caliper and on digital models using Ortho Analyzer software. The digital models were also compared by means of superimposition of the models using the Geomagic Qualify software. The intra and inter-examiner reliability of the measurements were evaluated using the ICC. Paired t test was used to test the accuracy of the measurements on digital and plaster models. Results: The measurements on plaster and digital models acquired by two different scanners showed high values for the ICC. Although statistically significant differences between the measurements on plaster and digital models have been found, these discrepancies were not considered clinically relevant. The superimposition method with Geomagic Qualify software showed that the two digital models were not significantly different. Conclusions: Digital models created from scanned plaster models using the R700 or Xcad scanners were clinically accurate according to the two methods of comparison used.<hr/>RESUMO Objetivos: a acurácia e a confiabilidade de modelos de gesso e modelos digitais adquiridos por dois diferentes scanners de superfície a laser foram testadas com três métodos: medição com paquímetro, medição com programa específico e sobreposição de modelos digitais. Métodos: trinta modelos de gesso com dentição permanente que preencheram os critérios de inclusão predeterminados foram selecionados e escaneados com dois diferentes scanners a laser (R700 e Xcad). Três examinadores mediram distâncias selecionadas nos modelos de gesso usando um paquímetro digital e, nos modelos digitais, usando o programa Ortho Analyzer. Os modelos digitais também foram comparados por sobreposição de modelos, com o programa Geomagic Qualify. A confiabilidade intra e interexaminadores das medições foi avaliada por meio do coeficiente de correlação intraclasse (ICC). O teste t pareado foi utilizado para avaliar a acurácia das medições nos modelos de gesso e digitais. Resultados: as medições nos modelos de gesso e nos modelos digitais escaneados pelos dois diferentes scanners apresentaram valores elevados para o ICC. As diferenças estatisticamente significativas encontradas entre as medições nos modelos de gesso e nos modelos digitais não foram consideradas clinicamente relevantes. O método de sobreposição de modelos com o programa Geomagic Qualify demonstrou que os dois tipos de modelos digitais não foram significativamente diferentes. Conclusões: os modelos digitais criados a partir do escaneamento dos modelos de gesso com os scanners R700 e Xcad foram clinicamente precisos, de acordo com os dois métodos de comparação utilizados. <![CDATA[Evaluation of facial attractiveness in black people according to the subjective facial analysis criteria]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100075&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The objective of this study was to evaluate the facial attractiveness in 30 black individuals, according to the Subjective Facial Analysis criteria. Methods: Frontal and profile view photographs of 30 black individuals were evaluated for facial attractiveness and classified as esthetically unpleasant, acceptable, or pleasant by 50 evaluators: the 30 individuals from the sample, 10 orthodontists, and 10 laymen. Besides assessing the facial attractiveness, the evaluators had to identify the structures responsible for the classification as unpleasant and pleasant. Intraexaminer agreement was assessed by using Spearman's correlation, correlation within each category using Kendall concordance coefficient, and correlation between the 3 categories using chi-square test and proportions. Results: Most of the frontal (53. 5%) and profile view (54. 9%) photographs were classified as esthetically acceptable. The structures most identified as esthetically unpleasant were the mouth, lips, and face, in the frontal view; and nose and chin in the profile view. The structures most identified as esthetically pleasant were harmony, face, and mouth, in the frontal view; and harmony and nose in the profile view. The ratings by the examiners in the sample and laymen groups showed statistically significant correlation in both views. The orthodontists agreed with the laymen on the evaluation of the frontal view and disagreed on profile view, especially regarding whether the images were esthetically unpleasant or acceptable. Conclusions: Based on these results, the evaluation of facial attractiveness according to the Subjective Facial Analysis criteria proved to be applicable and to have a subjective influence; therefore, it is suggested that the patient's opinion regarding the facial esthetics should be considered in orthodontic treatmentplanning.<hr/>RESUMO Objetivo: avaliar, quanto à agradabilidade facial, uma amostra de 30 indivíduos negros, de acordo com os critérios da Análise Facial Subjetiva. Métodos: fotografias frontais e de perfil de 30 indivíduos negros foram avaliadas quanto à agradabilidade facial e classificadas como esteticamente desagradáveis, aceitáveis ou agradáveis, por 50 avaliadores, sendo: 30 indivíduos da amostra, 10 ortodontistas e 10 leigos. Além de avaliar a agradabilidade facial, os avaliadores tiveram que identificar as estruturas responsáveis pela classificação como desagradável ou agradável. A concordância intraexaminador foi avaliada por meio da correlação de Spearman. Já a correlação dentro de cada categoria foi analisada por meio do coeficiente de concordância de Kendall, e a correlação entre as três categorias foi estabelecida por meio dos testes qui-quadrado e de proporção. Resultados: a maioria das fotografias frontais (53,5%) e de perfil (54,9%) foi classificada como esteticamente aceitável. As estruturas mais identificadas como esteticamente desagradáveis foram: boca, lábios e rosto, na fotografia frontal; e nariz e queixo, na fotografia de perfil. As estruturas mais identificadas como esteticamente agradáveis foram: harmonia, rosto e boca, na fotografia de frente; e harmonia e nariz, na de perfil. As avaliações realizadas pelos examinadores nos grupos amostra e leigos mostraram uma correlação estatisticamente significativa em ambas as posições. Os ortodontistas concordaram com os leigos sobre a avaliação na perspectiva frontal e discordaram sobre a de perfil, especialmente no que diz respeito às imagens consideradas esteticamente desagradáveis ou aceitáveis. Conclusões: com base nesses resultados, a avaliação da agradabilidade facial, de acordo com critérios da Análise Facial Subjetiva, provou ser aplicável e ter uma influência subjetiva. Assim, sugere-se que a opinião do paciente sobre a estética facial seja considerada no planejamento do tratamento ortodôntico. <![CDATA[Prototype to measure bracket debonding force in vivo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100082&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Introduction: Material biodegradation that occurs in the mouth may interfere in the bonding strength between the bracket and the enamel, causing lower bond strength values in vivo, in comparison with in vitro studies. Objective: To develop a prototype to measure bracket debonding force in vivo and to evaluate, in vitro, the bond strength obtained with the prototype. Methods: A original plier (3M Unitek) was modified by adding one strain gauge directly connected to its claw. An electronic circuit performed the reading of the strain gauge, and the software installed in a computer recorded the values of the bracket debonding force, in kgf. Orthodontic brackets were bonded to the facial surface of 30 bovine incisors with adhesive materials. In Group 1 (n = 15), debonding was carried out with the prototype, while tensile bond strength testing was performed in Group 2 (n = 15). A universal testing machine was used for the second group. The adhesive remnant index (ARI) was recorded. Results: According to Student’s t test (α = 0.05), Group 1 (2.96 MPa) and Group 2 (3.08 MPa) were not significantly different. ARI score of 3 was predominant in the two groups. Conclusion: The prototype proved to be reliable for obtaining in vivo bond strength values for orthodontic brackets.<hr/>RESUMO Introdução: a biodegradação de materiais que ocorre na cavidade bucal pode interferir na resistência de união entre o braquete e o esmalte, causando baixos valores de resistência de união in vivo, em comparação aos valores in vitro. Objetivo: o objetivo do presente estudo foi desenvolver um protótipo para mensurar, in vivo, a força de descolagem de braquetes e avaliar, in vitro, a resistência de união obtida com o uso do protótipo. Métodos: um alicate (3M Unitek) foi modificado por meio da adição de um extensômetro diretamente conectado à garra do alicate. Um circuito eletrônico realizou a leitura do extensômetro, e um software instalado em um computador registrou os valores de força de descolagem do braquete em kgf. Os braquetes ortodônticos foram colados com material adesivo na face vestibular de 30 dentes incisivos bovinos. No Grupo 1 (n = 15), a descolagem foi realizada com o protótipo, enquanto no Grupo 2 (n = 15) foi realizado teste de resistência de união à tração, utilizando-se uma máquina universal de ensaios. O índice de adesivo remanescente (ARI) foi analisado. Resultados: de acordo com o teste de t de Student (α = 0,05), os grupos 1 (2,96 MPa) e 2 (3,08 MPa) não foram estatisticamente diferentes. O escore 3 do ARI foi predominante nos dois grupos. Conclusão: o protótipo mostrou-se confiável para se obter, in vivo, os valores de resistência de união dos braquetes ortodônticos. <![CDATA[Three dimensional evaluation of alveolar bone changes in response to different rapid palatal expansion activation rates]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100089&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Introduction: The aim of this multi-center retrospective study was to quantify the changes in alveolar bone height and thickness after using two different rapid palatal expansion (RPE) activation protocols, and to determine whether a more rapid rate of expansion is likely to cause more adverse effects, such as alveolar tipping, dental tipping, fenestration and dehiscence of anchorage teeth. Methods: The sample consisted of pre- and post-expansion records from 40 subjects (age 8-15 years) who underwent RPE using a 4-banded Hyrax appliance as part of their orthodontic treatment to correct posterior buccal crossbites. Subjects were divided into two groups according to their RPE activation rates (0.5 mm/day and 0.8 mm/day; n = 20 each group). Three-dimensional images for all included subjects were evaluated using Dolphin Imaging Software 11.7 Premium. Maxillary base width, buccal and palatal cortical bone thickness, alveolar bone height, and root angulation and length were measured. Significance of the changes in the measurements was evaluated using Wilcoxon signed-rank test and comparisons between groups were done using ANOVA. Significance was defined at p ≤ 0.05. Results: RPE activation rates of 0.5 mm per day (Group 1) and 0.8 mm per day (Group 2) caused significant increase in arch width following treatment; however, Group 2 showed greater increases compared to Group 1 (p &lt; 0.01). Buccal alveolar height and width decreased significantly in both groups. Both treatment protocols resulted in significant increases in buccal-lingual angulation of teeth; however, Group 2 showed greater increases compared to Group 1 (p &lt; 0.01). Conclusion: Both activation rates are associated with significant increase in intra-arch widths. However, 0.8 mm/day resulted in greater increases. The 0.8 mm/day activation rate also resulted in more increased dental tipping and decreased buccal alveolar bone thickness over 0.5 mm/day.<hr/>RESUMO Introdução: o objetivo do presente estudo retrospectivo multicêntrico foi quantificar as alterações na altura e na espessura do osso alveolar após o uso de dois diferentes protocolos de ativação na expansão rápida da maxila (ERM), bem como determinar se uma taxa de expansão mais rápida tem maior probabilidade de causar mais efeitos adversos, tais como inclinação dos dentes e do processo alveolar, fenestração e deiscência dos dentes de ancoragem. Métodos: a amostra consistiu de registros pré- e pós-expansão de 40 indivíduos (com idades entre 8 e 15 anos) que se submeteram à expansão rápida da maxila usando o aparelho Hyrax com quatro bandas como parte de seu tratamento ortodôntico para correção da mordida cruzada posterior. Os indivíduos foram divididos em dois grupos, de acordo com a taxa de ativação na expansão rápida da maxila (0,5 mm/dia e 0,8 mm/dia; n = 20 cada grupo). Imagens tridimensionais de todos os indivíduos da amostra foram avaliadas com o uso do software Dolphin Imaging v. 11.7 Premium. Foram analisadas as seguintes medidas: largura da base da maxila, espessura das corticais ósseas vestibular e lingual, altura do osso alveolar, angulação e comprimento das raízes. A significância das alterações nessas medidas foi avaliada com o teste não paramétrico de Wilcoxon e as comparações entre os grupos foram feitas usando a ANOVA. A significância foi definida como p ≤ 0,05. Resultados: as taxas de ativação na ERM de 0,5mm/dia (Grupo 1) e 0,8mm/dia (Grupo 2) causaram aumento significativo na largura da arcada após o tratamento. Porém, o Grupo 2 apresentou maior aumento, se comparado ao Grupo 1 (p &lt; 0,01). A altura e a largura do osso alveolar vestibular diminuíram significativamente em ambos os grupos. Ambos os protocolos de tratamento resultaram em aumento significativo na inclinação vestibulolingual dos dentes. Porém, o Grupo 2 apresentou maior aumento, em comparação ao Grupo 1 (p &lt; 0,01). Conclusão: ambas as taxas de ativação estão associadas a um aumento significativo nas larguras intra-arcada; entretanto, a taxa de 0,8mm/dia resultou em maior aumento. Essa mesma taxa de ativação também resultou em maior inclinação dos dentes e em redução mais acentuada da espessura do osso alveolar vestibular. <![CDATA[Frictionless segmented mechanics for controlled space closure]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100098&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Extraction spaces may be needed to achieve specific orthodontic goals of positioning the dentition in harmony with the craniofacial complex. However, the fundamental reality that determines the occlusion final position is the control exerted by the orthodontist while closing the extraction spaces. A specific treatment objective may require the posterior teeth to remain in a constant position anteroposteriorly as well as vertically, while the anterior teeth occupy the entire extraction site. Another treatment objective may require the opposite, or any number of intentional alternatives of extraction site closure. The present case report describes a simple controlled segmented mechanic system that permitted definable and predictable force systems to be applied and allowed to predict the treatment outcome with confidence. This case was presented to the Brazilian Board of Orthodontics and Dentofacial Orthopedics (BBO) in partial fulfillment of the requirements for Diplomate certification.<hr/>RESUMO Os espaços gerados pelas extrações de pré-molares podem ser necessários para que objetivos ortodônticos específicos sejam alcançados dentro do complexo craniofacial. No entanto, a realidade fundamental que determina a posição final da oclusão é o controle biomecânico exercido pelo ortodontista no fechamento dos espaços das extrações. Um objetivo específico do tratamento pode exigir que os dentes posteriores permaneçam estáveis em uma posição sagital e vertical, enquanto os dentes anteriores são retraídos e ocupam todo o espaço da extração. Outro objetivo de tratamento pode exigir o inverso, ou quaisquer alternativas intencionais de fechamento de espaços de extração. O presente relato de caso descreve um sistema simples de mecânica segmentada que permite, de maneira controlada, que sistemas com forças definidas e previsíveis sejam aplicados, permitindo também predizer o resultado do tratamento com segurança. Esse caso foi apresentado ao Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO), em cumprimento parcial dos requisitos para certificação. <![CDATA[Non-surgical treatment of transverse deficiency in adults using Microimplant-assisted Rapid Palatal Expansion (MARPE)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000100110&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Introduction: Maxillary transverse deficiency is a highly prevalent malocclusion present in all age groups, from primary to permanent dentition. If not treated on time, it can aggravate and evolve to a more complex malocclusion, hindering facial growth and development. Aside from the occlusal consequences, the deficiency can bring about serious respiratory problems as well, due to the consequent nasal constriction usually associated. In growing patients, this condition can be easily handled with a conventional rapid palatal expansion. However, mature patients are frequently subjected to a more invasive procedure, the surgically-assisted rapid palatal expansion (SARPE). More recently, researches have demonstrated that it is possible to expand the maxilla in grown patients without performing osteotomies, but using microimplants anchorage instead. This novel technique is called microimplant-assisted rapid palatal expansion (MARPE). Objective: The aim of the present article was to demonstrate and discuss a MARPE technique developed by Dr. Won Moon and colleagues at University of California - Los Angeles (UCLA). Methods: All laboratory and clinical steps needed for its correct execution are thoroughly described. For better comprehension, a mature patient case is reported, detailing all the treatment progress and results obtained. Conclusion: It was concluded that the demonstrated technique could be an interesting alternative to SARPE in the majority of non-growing patients with maxillary transverse deficiency. The present patient showed important occlusal and respiratory benefits following the procedure, without requiring any surgical intervention.<hr/>RESUMO Introdução: a deficiência transversa da maxila é uma má oclusão com alta prevalência em todas as faixas etárias, da dentição decídua à permanente. Se não for corrigida, pode agravar-se com o passar do tempo, prejudicando o crescimento e desenvolvimento facial. Além dos prejuízos oclusais, essa deficiência pode trazer problemas respiratórios também severos, devido à consequente constrição da cavidade nasal. Em pacientes em crescimento, a sua resolução é relativamente simples, por meio da expansão rápida convencional da maxila. Porém, os pacientes já maduros geralmente são encaminhados para um procedimento mais invasivo, a expansão rápida de maxila assistida cirurgicamente (SARPE). Mais recentemente, pesquisadores têm demonstrado que é possível executar a expansão palatal esquelética em pacientes adultos sem auxílio de osteotomias, mas sim com auxílio de mini-implantes. Essa técnica é denominada Microimplant-Assisted Rapid Palatal Expansion, ou MARPE. Objetivo: o objetivo do presente artigo é demonstrar e discutir uma das técnicas disponíveis de MARPE, desenvolvida por Won Moon e colaboradores, na University of California, Los Angeles (UCLA). Métodos: a técnica encontra-se detalhadamente descrita, com as etapas laboratoriais e clínicas que devem ser seguidas para sua correta execução. Para descrevê-la, é apresentado o caso clínico de uma paciente adulta, detalhando toda a sequência do tratamento e os resultados obtidos. Conclusão: a técnica apresentada pode ser uma alternativa não invasiva à SARPE na resolução da deficiência transversa de maxila, podendo ser empregada na maioria dos pacientes com crescimento facial finalizado. A paciente apresentada demonstrou benefícios significativos nos aspectos oclusal e respiratório, sem a necessidade de intervenção cirúrgica.