Scielo RSS <![CDATA[Dental Press Journal of Orthodontics]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2176-945120170005&lang=en vol. 22 num. 5 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Congresses: what do you crave?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500009&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[An interview with Kevin O’Brien]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500018&lng=en&nrm=iso&tlng=en <![CDATA[Dehiscences and fenestrations: methodological care necessary to avoid errors in diagnosis and measurement]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500025&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT The low prevalence of gingival recessions observed in orthodontic clinical practice may be assigned to the fact that in studies in which dehiscences and bone fenestrations are described as frequent, they were diagnosed based on: 1) dry skull studies; 2) areas with periosteal reflection together with flap; and 3) imaging techniques with low sensitivity to detect these defects, which have a delicate structure and function. In areas of pseudo-dehiscences and fenestrations, the periosteum and the alveolar cortical bone are very thin; also, they either have been removed during preparation of the dry specimens in the areas for analysis, or, alternatively, have not been investigated using an ideal imaging method.<hr/>RESUMO A ausência de prevalência elevada das recessões gengivais relacionadas à prática clínica ortodôntica se explica, provavelmente, porque, nos trabalhos em que as deiscências e fenestrações ósseas são descritas como frequentes, essas foram diagnosticadas a partir de: 1) estudos em crânios secos; 2) áreas com rebatimento periosteal junto com o retalho; e 3) uso de métodos imagiológicos que falham em sensibilidade para captá-las, pela sua delicadeza estrutural e funcional. Nessas áreas de pseudodeiscências e fenestrações, existe periósteo e cortical óssea alveolar muito fina, que foram eliminados nos procedimentos de preparação dos espécimes secos, nas áreas para a análise ou, então, não se aplicou um método imagiológico ideal. <![CDATA[Cephalometric evaluation of adult anterior open bite non-extraction treatment with Invisalign]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500030&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The purpose of this study was to evaluate, by means of cephalometric appraisal, the vertical effects of non-extraction treatment of adult anterior open bite with clear aligners (Invisalign system, Align Technology, Santa Clara, CA, USA). Methods: Lateral cephalograms of 30 adult patients with anterior open bite treated using Invisalign (22 females, 8 males; mean age at start of treatment: 28 years and 10 months; mean anterior open bite at start of treatment: 1.8 mm) were analyzed. Pre- and post-treatment cephalograms were traced to compare the following vertical measurements: SN to maxillary occlusal plane (SN-MxOP), SN to mandibular occlusal plane (SN-MnOP), mandibular plane to mandibular occlusal plane (MP-MnOP), SN to mandibular plane (SN-MP), SN to palatal plane (SN-PP), SN to gonion-gnathion plane (SN-GoGn), upper 1 tip to palatal plane (U1-PP), lower 1 tip to mandibular plane (L1-MP), mesiobuccal cusp of upper 6 to palatal plane (U6-PP), mesiobuccal cusp of lower 6 to mandibular plane (L6-MP), lower anterior facial height (LAFH), and overbite (OB). Paired t-tests and descriptive statistics were utilized to analyze the data and assess any significant changes resulting from treatment. Results: Statistically significant differences were found in overall treatment changes for SN-MxOP, SN-MnOP, MP-MnOP, SN-MP, SN-GoGn, L1-MP, L6-MP, LAFH, and OB. Conclusions: The Invisalign system is a viable therapeutic modality for non-extraction treatment of adult anterior mild open bites. Bite closure was mainly achieved by a combination of counterclockwise rotation of the mandibular plane, lower molar intrusion and lower incisor extrusion.<hr/>RESUMO Objetivo: o objetivo desse estudo foi realizar uma avaliação cefalométrica dos efeitos verticais do tratamento sem extração de mordidas abertas anteriores em adultos com o uso de alinhadores (sistema Invisalign, Align Technology, Santa Clara, CA, EUA). Métodos: foram analisados cefalogramas laterais de 30 pacientes adultos com mordida aberta anterior, tratados com o sistema Invisalign (22 do sexo feminino, 8 do sexo masculino, com idade média ao início do tratamento de 28 anos e 10 meses, e mordida aberta anterior média igual a 1,8mm). Os cefalogramas pré- e pós-tratamento foram traçados e as seguintes medidas verticais foram avaliadas: SN ao plano oclusal maxilar (SN-MxOP), SN ao plano oclusal mandibular (SN-MnOP), plano mandibular ao plano oclusal mandibular (MP-MnOP), SN ao plano mandibular (SN-MP), SN ao plano palatino (SN-PP), SN ao plano gônio-gnátio (SN-GoGn), incisivo central superior ao plano palatino (U1-PP), incisivo central inferior ao plano mandibular (L1-MP), cúspide mesiovestibular do molar superior ao plano palatino (U6-PP), cúspide mesiovestibular do molar inferior ao plano mandibular (L6-MP), altura facial anterior inferior (AFAI) e sobremordida (OB). Testes t pareados e estatística descritiva foram utilizados para analisar os dados e as alterações significativas resultantes do tratamento. Resultados: foram encontradas diferenças estatisticamente significativas durante o tratamento para SN-MxOP, SN-MnOP, MP-MnOP, SN-MP, SN-GoGn, L1-MP, L6-MP, AFAI e OB. Conclusões: o sistema Invisalign é uma modalidade terapêutica viável para o tratamento sem extração de mordidas abertas anteriores em pacientes adultos. O fechamento da mordida foi obtido principalmente por uma combinação de rotação do plano mandibular no sentido anti-horário, intrusão molar inferior e extrusão do incisivo inferior. <![CDATA[The effect of hard tissue surgical changes on soft tissue displacement: a pilot CBCT study]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500039&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Introduction: This pilot study had as main objective to test the reliability of a new method to evaluate orthognathic surgery outcomes and also, to understand the effect of hard tissue changes on soft tissue displacement. Methods: The sample consisted of eight patients that underwent bimaxillary advancement and had CBCT at two time points (before surgery and 6-8 months follow-up). Voxel-based cranial base superimposition was used to register the scans. A different technique of iterative closest point (ICP) was used to measure and correlate the changes. The average displacement of 15 areas (4 hard tissue and 11 soft tissue) were measured twice. Results: ICC was &gt; 0.99 for all areas. Changes in the tip of the nose did not correlate with changes in any maxillary area, whereas soft tissue A point, A point and upper lips had correlation with several areas. The highest correlation for the maxilla was between the upper lip and the left/right supra cheilion (p&lt; 0.001, r= 0.91 and p&lt; 0.001, r= 0.93, respectively). In the mandible, the majority of the correlations involved soft tissue pogonion, pogonion and lower incisors, with the strongest one between pogonion and lower incisors (p&lt; 0.001, r= 0.98). Conclusion: With the proper case selection, ICP is a reliable method that can be used to assess three-dimensional changes.<hr/>RESUMO Objetivo: o objetivo deste estudo piloto foi testar a confiabilidade de um novo método para avaliar os resultados da cirurgia ortognática e entender o efeito das alterações dos tecidos duros no deslocamento dos tecidos moles. Métodos: a amostra selecionada consistiu de oito pacientes submetidos a avanço bimaxilar que possuíam TCFC em dois períodos de tempo (antes da cirurgia e de 6 a 8 meses após a cirurgia). A sobreposição da base do crânio pelo método voxel-based foi utilizada para registrar as varreduras, enquanto uma técnica diferente, de ponto iterativo mais próximo (ICP), foi usada para medir e correlacionar as mudanças. O deslocamento médio de 15 áreas (4 em tecidos duros e 11 em tecidos moles) foi mensurado duas vezes. Resultados: o ICC foi &gt; 0,99 para todas as áreas. As alterações da ponta do nariz não se correlacionaram com alterações em qualquer área da maxila, enquanto o ponto A em tecido mole, o ponto A e os lábios superiores apresentaram correlação com várias áreas. A maior correlação para a maxila foi entre o lábio superior e a supracomissura esquerda/direita (p&lt; 0,001, r = 0,91 e p&lt; 0,001, r = 0,93, respectivamente). Na mandíbula, a maioria das correlações envolveu o pogônio em tecido mole, pogônio e incisivos inferiores, sendo a maior entre pogônio e incisivos inferiores (p&lt; 0,001, r= 0,98). Conclusão: com a seleção adequada do caso, o ICP é um método confiável que pode ser utilizado para avaliar mudanças tridimensionais. <![CDATA[Quantification of intrusive/retraction force and moment generated during en-masse retraction of maxillary anterior teeth using mini-implants: A conceptual approach]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500047&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The aim of the present study was to clarify the biomechanics of en-masse retraction of the upper anterior teeth and attempt to quantify the different forces and moments generated using mini-implants and to calculate the amount of applied force optimal for en-masse intrusion and retraction using mini-implants. Methods: The optimum force required for en-masse intrusion and retraction can be calculated by using simple mathematical formulae. Depending on the position of the mini-implant and the relationship of the attachment to the center of resistance of the anterior segment, different clinical outcomes are encountered. Using certain mathematical formulae, accurate measurements of the magnitude of force and moment generated on the teeth can be calculated for each clinical outcome. Results: Optimum force for en-masse intrusion and retraction of maxillary anterior teeth is 212 grams per side. Force applied at an angle of 5o to 16o from the occlusal plane produce intrusive and retraction force components that are within the physiologic limit. Conclusion: Different clinical outcomes are encountered depending on the position of the mini-implant and the length of the attachment. It is possible to calculate the forces and moments generated for any given magnitude of applied force. The orthodontist can apply the basic biomechanical principles mentioned in this study to calculate the forces and moments for different hypothetical clinical scenarios.<hr/>RESUMO Objetivo: o objetivo do presente estudo foi explicar o funcionamento da biomecânica de retração em massa dos dentes anterossuperiores e tentar quantificar as diferentes forças e momentos gerados ao se usar mini-implantes, além de calcular a quantidade ideal de força a ser aplicada para se obter a intrusão/retração em massa ancorada em mini-implantes. Métodos: a força ideal necessária para se realizar a intrusão/retração em massa pode ser calculada por meio de fórmulas matemáticas simples. Dependendo da posição do mini-implante e da posição do acessório, a ele conectado, com relação ao centro de resistência do segmento anterior, obtêm-se desfechos clínicos diferentes. Aplicando certas fórmulas matemáticas, pode-se calcular com precisão a magnitude da força e do momento gerado nos dentes, para cada desfecho clínico. Resultados: a força ideal para se obter a intrusão/retração em massa dos dentes anterossuperiores é de 212 gramas por lado. A força aplicada em um ângulo de 5° a 16° em relação ao plano oclusal produz componentes de força de intrusão/retração que se encontram dentro dos limites fisiológicos. Conclusão: podem ser encontrados diferentes desfechos clínicos dependendo da posição do mini-implante e do comprimento do acessório. É possível calcular as forças e os momentos gerados para qualquer magnitude de força aplicada. Assim, o ortodontista clínico pode aplicar os princípios biomecânicos básicos apresentados nesse estudo para calcular as forças e os momentos em diferentes cenários clínicos hipotéticos. <![CDATA[Influence of the cranial base flexion on Class I, II and III malocclusions: a systematic review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500056&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The aim of this study was to perform a systematic review on the morphological characteristics of the skull base (flexion, anterior length and posterior length) and the concomitant development of malocclusions, by comparing differences in dimorphism, ethnicity and age. Methods: The articles were selected by means of electronic search on BBO, MEDLINE and LILACS databases from 1966 to 2016. A qualitative evaluation of the methodologies used on the articles was also performed. Results: Although the literature on this topic is abundant, only 16 articles were selected for the present systematic review. The cranial base angle itself does not seem to play a significant role in the development of malocclusions. In fact, the cranial base angle is relatively stable at the ages of 5 to 15 years. Conclusions: A more obtuse angle at the skull base, in association or not with a greater anterior length of the cranial base, can contribute to the development of Class II division 1 malocclusions. On the other hand, a more acute angle at the skull base can contribute to a more anterior positioning of the mandible and to the development of Class III malocclusions.<hr/>RESUMO Objetivo: o objetivo desse estudo foi realizar uma revisão sistemática sobre as características morfológicas da base do crânio (flexão, comprimento anterior e comprimento posterior) e o desenvolvimento concomitante da má oclusão, comparando as diferenças do dimorfismo, etnia e idade. Métodos: os artigos foram selecionados por meio de busca eletrônica nas bases de dados BBO, MEDLINE e LILACS, de 1966 a 2016. Uma avaliação qualitativa da metodologia dos artigos também foi executada. Resultados: ainda que a literatura seja abundante nesse assunto, somente 16 artigos foram selecionados para a presente revisão sistemática. O ângulo da base do crânio, por si só, não parece desempenhar papel significativo no desenvolvimento das más oclusões. De fato, o ângulo da base do crânio é relativamente estável dos 5 aos 15 anos. Conclusões: um ângulo mais obtuso na base do crânio, associado ou não a um comprimento maior, pode contribuir para o desenvolvimento da má oclusão de Classe II, divisão 1. Por outro lado, um ângulo mais agudo na base do crânio pode contribuir para um posicionamento mais anterior da mandíbula e para o desenvolvimento da má oclusão de Classe III. <![CDATA[Effect of TiO<sub>2</sub> nanoparticles incorporation on antibacterial properties and shear bond strength of dental composite used in Orthodontics]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500067&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Introduction: Plaque accumulation and bond failure are drawbacks of orthodontic treatment, which requires composite for bonding of brackets. As the antimicrobial properties of TiO2 nanoparticles (NPs) have been proven, the aim of this study was to evaluate the antimicrobial and mechanical properties of composite resins modified by the addition of TiO2 NPs. Methods: Orthodontics composite containing 0%, 1%, 5% and 10% NPs were prepared. 180 composite disks were prepared for elution test, disk agar diffusion test and biofilm inhibition test to collect the counts of microorganisms on three days, measure the inhibition diameter and quantify the viable counts of colonies consequently. For shear bond strength (SBS) test, 48 intact bovine incisors were divided into four groups. Composites containing 0%, 1%, 5% and 10% NPs were used for bonding of bracket. The bracket/tooth SBS was measured by using an universal testing machine. Results: All concentration of TiO2 NPs had a significant effect on creation and extension of inhibition zone. For S. mutans and S. sanguinis, all concentration of TiO2 NPs caused reduction of the colony counts. Composite containing 10% TiO2 NPs had significant effect on reduction of colony counts for S. mutans and S. sanguinis in all three days. The highest mean shear bond strength belonged to the control group, while the lowest value was seen in 10% NPs composite. Conclusions: Incorporating TiO2 nanoparticles into composite resins confer antibacterial properties to adhesives, while the mean shear bond of composite containing 1% and 5% NPs still in an acceptable range.<hr/>RESUMO Introdução: o acúmulo de placa e as descolagens de braquetes são algumas desvantagens presentes no tratamento ortodôntico, no qual se requer o uso de materiais compósitos para a colagem dos braquetes. Objetivo: tendo em vista que as propriedades antimicrobianas das nanopartículas (NPs) de TiO2 já foram confirmadas, o objetivo do presente estudo foi avaliar as propriedades antimicrobianas e mecânicas de resinas compostas modificadas pela adição de NPs de TiO2. Métodos: compósitos ortodônticos contendo 0%, 1%, 5% e 10% de NPs foram preparados. Cento e oitenta discos de compósito foram preparados para o teste de eluição, o ensaio de difusão em ágar por disco, e o ensaio de inibição da formação de biofilme, para se calcular as contagens de microrganismos ao longo de três dias, medir o diâmetro da inibição e, consequentemente, quantificar as contagens de colônias viáveis. Para o teste de resistência da colagem ao cisalhamento (SBS), 48 incisivos bovinos intactos foram divididos em quatro grupos, nos quais os compósitos contendo 0%, 1%, 5% e 10% de NPs foram utilizados para colagem dos braquetes. A SBS da interface braquete/dente foi medida em uma máquina universal de ensaios. Resultados: todas as concentrações de NPs de TiO2 apresentaram efeito significativo na formação e na extensão da zona de inibição. Para o S. mutans e o S. sanguinis, todas as concentrações de NPs de TiO2 causaram redução na contagem das colônias. O compósito contendo 10% de NPs de TiO2 apresentou uma diminuição significativa na contagem de colônias de S. mutans e S. sanguinis durante os três dias. A média mais alta da SBS foi observada no grupo controle, enquanto o valor mais baixo foi observado para o compósito com 10% de NPs. Conclusões: a incorporação de nanopartículas de TiO2 nas resinas compostas lhes conferiu propriedades antibacterianas, e o valor médio da SBS das resinas contendo 1% e 5% de NPs apresentou-se dentro de uma faixa aceitável. <![CDATA[Stability comparison of two different dentoalveolar expansion treatment protocols]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500075&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: The aim of this study was to compare the longitudinal stability of the conventional straight-wire system after the use of a quad-helix appliance with Damon self-ligating system in patients with Class I malocclusion. Methods: 27 adolescent patients were evaluated at three different periods: pre-treatment (T1), post-treatment (T2) and three years post-treatment (T3). Group 1 included 12 patients (with a mean age of 14.65 year) treated with Damon 3MX bracket system; and Group 2 included 15 patients (with a mean age of 14.8 year) who underwent orthodontic treatment with Roth prescribed brackets after expansion with Quad-Helix appliance. Relapse was evaluated with dental cast examination and cephalometric radiograph tracings. Statistical analysis was performed with IBM-SPSS for Windows software, version 21 (SPSS Inc., Chicago, IL). A p-value smaller than 0.05 was considered statistically significant. Results: There were significant increases in all transverse dental and postero-anterior measurements (except for UL6-ML mm in Group 1) with active treatment. There was some significant relapse in the long-term in inter-canine width in both groups and in the inter-first premolar width in Group 2 (p&lt; 0.05). Significant decrease in all frontal measurements from T2 to T3 was seen for both groups. Upper and lower incisors significantly proclined in T1-T2 (p&lt;0.05), however no relapse was found for both groups. When two systems were compared, there was no significant difference for the long-term follow-up period. Conclusion: Conventional (quad-helix appliance with conventional brackets) and Damon systems were found similar with regard to the long-term incisor positions and transverse dimension changes of maxillary arch.<hr/>RESUMO Objetivo: comparar a estabilidade longitudinal após o tratamento de pacientes com má oclusão de Classe I usando o sistema Straight-wire convencional - depois da expansão com aparelho quadri-hélice - e o sistema autoligável Damon. Métodos: 27 pacientes adolescentes foram avaliados em três períodos distintos: pré-tratamento (T1), pós-tratamento imediato (T2) e três anos pós-tratamento (T3). O Grupo 1 incluiu 12 pacientes (com idade média de 14,65 anos) tratados com o sistema de braquetes Damon 3MX e o Grupo 2 incluiu 15 pacientes (com idade média de 14,8 anos), submetidos a tratamento ortodôntico com braquetes prescrição Roth após expansão com aparelho quadri-hélice. A recidiva foi avaliada por meio de exame dos modelos de estudo e traçados cefalométricos. A análise estatística foi realizada com o software IBM-SPSS para Windows, versão 21 (SPSS Inc., Chicago, IL). Valores de p&lt; 0,05 foram considerados estatisticamente significativos. Resultados: após o tratamento ativo, ocorreu aumento significativo em todas as medidas transversais dentárias e posteroanteriores (exceto para a UL6-ML mm, no Grupo 1). Em longo prazo, ocorreu recidiva significativa (p&lt; 0,05) na distância intercaninos em ambos os grupos, e na distância interprimeiros pré-molares no Grupo 2. De T2 para T3, observou-se diminuição significativa em todas as medidas frontais, para ambos os grupos. De T1 para T2, os incisivos superiores e inferiores sofreram vestibularização significativa (p&lt; 0,05); porém, nenhuma recidiva ocorreu em qualquer um dos dois grupos. Ao se comparar os dois sistemas, não foi encontrada qualquer diferença significativa no período de acompanhamento em longo prazo. Conclusão: o sistema convencional (aparelho quadri-hélice e braquetes convencionais) e o sistema Damon apresentaram desempenho semelhante, em longo prazo, em termos das posições dos incisivos e das mudanças ocorridas na dimensão transversal da arcada superior. <![CDATA[Distribution of stress on TMJ disc induced by use of chincup therapy: assessment by the finite element method]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500083&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: To assess the distribution of stress produced on TMJ disc by chincup therapy, by means of the finite element method. Methods: a simplified three-dimensional TMJ disc model was developed by using Rhinoceros 3D software, and exported to ANSYS software. A 4.9N load was applied on the inferior surface of the model at inclinations of 30, 40, and 50 degrees to the mandibular plane (GoMe). ANSYS was used to analyze stress distribution on the TMJ disc for the different angulations, by means of finite element method. Results: The results showed that the tensile and compressive stresses concentrations were higher on the inferior surface of the model. More presence of tensile stress was found in the middle-anterior region of the model and its location was not altered in the three directions of load application. There was more presence of compressive stress in the middle and mid-posterior regions, but when a 50o inclined load was applied, concentration in the middle region was prevalent. Tensile and compressive stresses intensities progressively diminished as the load was more vertically applied. Conclusions: stress induced by the chincup therapy is mainly located on the inferior surface of the model. Loads at greater angles to the mandibular plane produced distribution of stresses with lower intensity and a concentration of compressive stresses in the middle region. The simplified three-dimensional model proved useful for assessing the distribution of stresses on the TMJ disc induced by the chincup therapy.<hr/>RESUMO Objetivo: avaliar, por meio do método dos elementos finitos, a distribuição das tensões no disco articular produzidas pela mentoneira ortopédica. Métodos: um modelo tridimensional simplificado do disco articular foi desenvolvido com o software Rhinoceros 3D e exportado para o software ANSYS. Uma carga de 4,9 N (500 gf) foi aplicada na superfície inferior do modelo, com inclinação de 30, 40 e 50o em relação ao plano mandibular Gônio-Mentoniano (GoMe). O ANSYS analisou, por meio do método dos elementos finitos, a distribuição das tensões presentes no modelo do disco articular para as diferentes angulações. Resultados: os resultados mostraram que a concentração das tensões de tração e compressão foi maior na superfície inferior do modelo. A tensão de tração foi mais presente na região média-anterior do modelo, e sua localização não se alterou nas três direções da aplicação da carga. A tensão de compressão foi mais presente nas regiões média e média-posterior do modelo, mas quando a carga a 50o foi aplicada, ela se concentrou na região média. As intensidades das tensões de tração e compressão diminuíram progressivamente à medida que a carga foi aplicada mais verticalmente. Conclusão: as tensões induzidas pela mentoneira ortopédica se localizaram principalmente na superfície inferior do modelo. As cargas com maior angulação em relação ao plano mandibular produziram uma distribuição de tensões com menor intensidade e uma concentração da tensão de compressão na região média do modelo. Um modelo tridimensional simplificado se mostrou útil na avaliação da distribuição das tensões no disco articular induzidas pela mentoneira ortopédica. <![CDATA[Average interradicular sites for miniscrew insertion: should dental crowding be considered?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500090&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Objective: To define a map of interradicular spaces where miniscrew can be likely placed at a level covered by attached gingiva, and to assess if a correlation between crowding and availability of space exists. Methods: Panoramic radiographs and digital models of 40 patients were selected according to the inclusion criteria. Interradicular spaces were measured on panoramic radiographs, while tooth size-arch length discrepancy was assessed on digital models. Statistical analysis was performed to evaluate if interradicular spaces are influenced by the presence of crowding. Results: In the mandible, the most convenient sites for miniscrew insertion were in the spaces comprised between second molars and first premolars; in the maxilla, between first molars and second premolars as well as between canines and lateral incisors and between the two central incisors. The interradicular spaces between the maxillary canines and lateral incisors, and between mandibular first and second premolars revealed to be influenced by the presence of dental crowding. Conclusions: The average interradicular sites map hereby proposed can be used as a general guide for miniscrew insertion at the very beginning of orthodontic treatment planning. Then, the clinician should consider the amount of crowding: if this is large, the actual interradicular space in some areas might be significantly different from what reported on average. Individualized radiographs for every patient are still recommended.<hr/>RESUMO Objetivo: elaborar um mapa dos espaços inter-radiculares nos quais os mini-implantes podem ser inseridos, em um nível coberto por gengiva inserida; e avaliar se existe correlação entre o apinhamento dentário e a disponibilidade de espaços. Métodos: radiografias panorâmicas e modelos digitais de 40 pacientes foram selecionados seguindo critérios de inclusão. Os espaços inter-radiculares foram medidos nas radiografias panorâmicas, enquanto a discrepância de modelo foi avaliada nos modelos digitais. Realizou-se, então, uma análise estatística para avaliar se os espaços inter-radiculares foram influenciados pela presença do apinhamento dentário. Resultados: na mandíbula, os locais mais adequados para a inserção dos mini-implantes foram os espaços compreendidos entre os segundos molares e primeiros pré-molares; na maxila, entre os primeiros molares e segundos pré-molares, bem como entre caninos e incisivos laterais, e entre os dois incisivos centrais. Os espaços inter-radiculares entre os caninos e incisivos laterais superiores e entre o primeiro e o segundo pré-molares inferiores mostraram-se influenciados pela presença do apinhamento dentário. Conclusões: o mapa dos espaços inter-radiculares mais adequados aqui proposto pode ser adotado como um guia geral para a inserção de mini-implantes, e pode ser usado logo ao início do planejamento do tratamento ortodôntico. Em seguida, o clínico deve levar em consideração a quantidade de apinhamento: caso esse seja grande, o real espaço inter-radicular, em algumas áreas, poderá ser significativamente diferente da média aqui relatada. Assim, recomenda-se que sempre sejam feitas radiografias individualizadas para cada paciente. <![CDATA[Angle’s Class II division 1 associated to mandibular retrusion and skeletal open bite: a 5-year post-orthodontic/orthopedic treatment follow-up]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500098&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Obtaining long term stability allied to functional and aesthetic balance is the main goal of any orthodontic-orthopedic therapy. This case report describes the orthodontic therapy applied to a 7-year-9-month old child, who presented a Class II, division 1 malocclusion associated to skeletal open bite. Functional and skeletal corrections (sagittally and vertically) were obtained by means of mandible advancement achieved with a closed Balter’s bionator appliance followed by a fixed appliance. This approach showed to be efficient in accomplishing both functional and aesthetic goals, that were kept stable five years after the treatment was finished. This case report was presented to the Board of Directors of the Brazilian Board of Orthodontics and Facial Orthopedics (BBO), as partial requirement to becoming a Diplomate of the BBO.<hr/>RESUMO A obtenção do equilíbrio funcional e estético em um contexto de estabilidade em longo prazo é o objetivo de qualquer abordagem ortodôntico-ortopédica. O presente relato aborda o tratamento ortodôntico realizado em uma criança com 7 anos e 9 meses de idade, portadora de Classe II, divisão 1, associada a mordida aberta esquelética. A correção funcional e esquelética (sagital e vertical) foi obtida por meio de avanço mandibular, com aparelho Bionator de Balters do tipo fechado, seguido de aparelho ortodôntico fixo. Essa abordagem foi eficiente para atingir as metas funcionais e estéticas, que continuaram estáveis cinco anos após a conclusão do tratamento. Esse caso clínico foi apresentado à Diretoria do Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO), como parte dos requisitos para a obtenção do título de Diplomado pelo BBO. <![CDATA[Writing scientific manuscripts: most common mistakes]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-94512017000500113&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT I have had the privilege of serving as editor-in-chief for 11 years of two scientific journals: The Dental Press Journal of Orthodontics and the Journal of the World Federation of Orthodontists. I had the opportunity to read and correct thousands of manuscripts. This experience was greatly enriching, because reading a text professionally completely differs from the perspective of readers in general. The routine practice of correcting manuscripts has made me realize that some errors recur frequently. To help authors to improve their manuscripts before submission, these problems are discussed here in the order that they appear in conventional manuscript sections.<hr/>RESUMO Ao longo dos 11 anos em que atuei como editor-chefe de revistas científicas (Dental Press Journal of Orthodontics e Journal of the World Federation of Orthodontists), tive a oportunidade de ler e corrigir milhares de manuscritos - manuscrito, no jargão editorial, é o trabalho submetido para publicação ainda não editado e publicado. Essa experiência foi muito enriquecedora, pois a leitura profissional de um texto difere totalmente daquela realizada pelos leitores em geral. O lidar corriqueiro com as correções de manuscritos me fez perceber que alguns erros são muito recorrentes. Eles serão discutidos na ordem das seções apresentadas nos trabalhos, com o objetivo de ajudar os autores a melhorar seus manuscritos antes da submissão.