Scielo RSS <![CDATA[Acta Limnologica Brasiliensia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2179-975X20140001&lang=es vol. 26 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[<b>Editorial</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100001&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[<b>A comparative study of the acute toxicity of the herbicide atrazine to cladocerans <i>Daphnia magna, Ceriodaphnia silvestrii and Macrothrix flabelligera</i></b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100002&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: In this study we compared the sensitivity of three species of Cladocera, Daphnia magna, Ceriodaphnia silvestrii and Macrothrix flabelligera, to the commercial product of the herbicide Atrazine, the Atrazine Atanor 50 SC® (500 g/L), widely used on crops in Brazil. METHODS: Acute toxicity tests were performed at the nominal atrazine concentrations 2.25, 4.5, 9.0, 18.0, 36 and 72 mg L-1, on C. silvestrii and M. flabelligera and at 2.25, 4.5, 9.0, 18.0, 36, 72 and 144 mg L-1 on D. magna. The range of concentrations tested was established in a series of preliminary tests. RESULTS: The toxicity tests showed that the two species naturally occurring in water bodies in Brazil were more susceptible than Daphnia magna. The effective concentrations of Atrazine Atanor 50 SC® (EC50- 48 h) to the species M. flabelligera, C. silvestrii and D. magna were 12.37 ± 2.67 mg L-1, 14.30 ± 1.55 mg L-1 and 50.41 ± 2.64 mg L-1, respectively. Furthermore, when EC50 observed here for M. flabelligera and C. silvestrii were compared with published values of EC50 or LC50 (mg L-1) for various aquatic organisms exposed to atrazine, it was seen that these two cladocerans were the most sensitive to the herbicide. CONCLUSIONS: Considering these results and the broad distribution of C. silvestrii and M. flabelligera in tropical and subtropical regions, it is concluded that these native species would be valuable test organisms in ecotoxicological tests, for the monitoring of toxic substances in tropical freshwaters.<hr/>OBJETIVO: Neste estudo comparamos a sensibilidade de três espécies de cladóceros, Daphnia magna, Ceriodaphnia silvestrii e Macrothrix flabelligera quando expostas ao herbicida Atrazina Atanor 50 SC® (500 g/L), amplamente utilizado em plantações no Brasil. MÉTODOS: Foram realizados testes de toxicidade aguda das concentrações nominais de atrazina nos valores de 2,25; 4,5; 9,0; 18,0; 36 e 72 mg L-1 para C. silvestrii e M. flabelligera e de 2,25; 4,5; 9,0; 18,0; 36; 72 e 144 mg L-1 para D. magna. Estas faixas de concentrações foram estabelecidas em testes preliminares. RESULTADOS: Os testes de toxicidade mostraram que as duas espécies que ocorrem naturalmente nos corpos d'água do Brasil foram mais sensíveis do que Daphnia magna. As concentrações efetivas de Atrazina Atanor 50 SC® (CE50-48 h) para M. flabelligera, C. silvestrii e D.magna, foram 12.37 ± 2.67 mg L-1, 14.30 ±1.55 mg L-1 e 50.41 ± 2.64 mg L-1, respectivamente. Comparando-se os valores de CE50 da atrazina obtidos para M. flabelligera e C. silvestrii com valores de CE50 ou CL50 (mg L-1) disponíveis na literatura para diferentes organismos aquáticos observa-se que os cladóceros testados foram mais sensíveis ao herbicida do que os demais. CONCLUSÕES: Com base nestes resultados e considerando-se a ampla distribuição de C. silvestrii e M. flabelligera em regiões tropicais e subtropicais, conclui-se que estas espécies nativas são importantes organismos-teste a serem utilizados em ensaios ecotoxicológicos para o monitoramento de toxicidade nas águas doces tropicais. <![CDATA[<b>Bullfrog (<i>Lithobates catesbeianus</i>) farming system: water quality and environmental changes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100003&lng=es&nrm=iso&tlng=es INTRODUCTION: Frog farming, if not well managed, may cause environmental damages. The use of antibiotics, the organic discharge and the introduction of exotic species can disseminate risks such as eutrophication, changes in the water quality and organic pollution, factors that affect the human consumption. AIM: Evaluating the water quality of a bullfrog farming system, discussing their relations to production and the environment based on the current legislation. METHODS: Sampling was performed on a monthly basis from November 2006 to March 2007 during growth and fattening phases of bullfrog (Lithobates catesbeianus). Sample sites were distributed according to the water flow: upstream from the mixing zone, affluent (supply water), bay, effluent, mixing zone and downstream from the mixing zone. In the field, pH, electrical conductivity, dissolved oxygen, temperature and turbidity were measured. In laboratory, nitrogen, phosphorus and chlorophyll a concentrations were analyzed. RESULTS: The concentration of nutrients was determiner for water quality in the bay and its effluent. According to the current legislation, the effluent exceeded the limits for total phosphorus (> 0.030 mg L-1) and total nitrogen (> 1.27 mg L-1). Other variables presented acceptable values in light of the current laws. CONCLUSION: The high values of nutrients and other factors such as conductivity and turbidity are proportional to the animal growth due to the inadequate management practices evidenced by feed conversion rate. The following management options are proposed: maintaining the flow and decreased density of animals; maintaining the flow and density storage with adequate control of the food supply.<hr/>INTRODUÇÃO: O cultivo de rãs, se não bem manejado, pode causar danos ambientais. Uso de antibióticos, descarga orgânica e introdução de espécies exóticas podem promover eutrofização, alteração das águas e poluição orgânica afetando o consumo humano. OBJETIVO: Avaliar a qualidade da água de sistema de criação de rã-touro discutindo sobre sua relação com a produção e o meio ambiente baseado na legislação vigente. MÉTODOS: As amostragens foram mensais de novembro/2006 a março/2007, abrangendo as fases de crescimento e engorda de rã touro Lithobates catesbeianus. Os locais de amostragem foram de acordo com o fluxo hídrico: a montante da zona de mistura, afluente (abastecimento), baia de criação, efluente, zona de mistura e a sua jusante. No campo, foram medidos os valores de pH, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, temperatura e turbidez. No laboratório foram analisadas as séries de nitrogênio e fósforo bem como a clorofila a. RESULTADOS: A concentração de nutrientes foi determinante da qualidade da água da baia e de seu efluente. Com relação à legislação vigente, o efluente excedeu os limites estabelecidos para fósforo total (> 0,030 mg L-1) e nitrogênio total (> 1,27 mg L-1). CONCLUSÃO: Elevados valores de nutrientes e de outros fatores como condutividade e turbidez foram proporcionais ao crescimento dos animais podendo ser relacionadas às práticas de manejo inadequadas evidenciadas pela taxa de conversão alimentar. As seguintes alternativas de manejo são propostas: manutenção da vazão e diminuição da densidade de animais; manutenção da vazão e da densidade de estocagem com controle adequado da oferta de alimento. <![CDATA[<b>Evaluation of water and sediment quality of urban streams in Santa Cruz do Sul County, RS, Brasil, using ecotoxicological assays</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100004&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: This study aimed to assess the quality of water and sediment of urban streams (Lajeado, Preto, Pedras and Lewis-Pedroso) located in Santa Cruz do Sul County, RS, Brazil, using the microcrustacean Ceriodaphnia dubia as test-organism. METHODS: Quarterly scientific excursions to the streams were held on August and November 2011, February and May of 2012 in order to collect water and sediment samples, in the upper reaches (P1, P3, P5, P7) and lower reaches (P2, P4, P6, P8), totalizing 8 points. To evaluate the toxicity (acute and chronic), the microcrustacean C. dubia was used. RESULTS AND CONCLUSION: The results indicated high toxicity levels detected in samples P2, P6 and P8 (lower reaches), as they caused the mortality of 100% of organisms in the water samples (P6 and P8) and sediment samples (P2 and P8), denoting acute effect. Yet, all upstream sites showed chronic effects in sediment samples, at least for one collection period, with the highest significant toxicity level among all samples (55.2%), which indicates the presence of contamination even in upper areas. These results indicated a strong degradation of the water and sediment quality of urban streams coming from the wastewater and industrial discharges of the urban area, which can cause damage to the biota as well as the public health, due to the multiples uses of water that the local population does, highlighting many of them as inappropriate to the water quality detected, such as the primary contact recreation (balneability).<hr/>OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade da água e do sedimento de córregos urbanos (Lajeado, Preto, Pedras e Lewis-Pedroso) localizados no município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil, utilizando o microcrustáceo Ceriodaphnia dubia como organismo-teste. MÉTODOS: Excursões científicas trimestrais foram realizadas nesses arroios, em agosto e novembro de 2011; fevereiro e maio de 2012, para coletar amostras de água e sedimento nos trechos superiores (P2, P4, P6 e P8) e nos trechos inferiores (P1, P3, P5 e P7), totalizando 8 pontos. Para avaliar a toxicidade (aguda e crônica), utilizou-se o microcrustáceo C. dubia. RESULTADOS E CONCLUSÃO: Os resultados indicaram alta toxicidade nos pontos P2, P6 e P8 (trechos inferiores), uma vez que causaram 100% de mortalidade dos organismos nas amostras de água (P6 e P8) e amostras de sedimento (P2 e P8), denotando efeito agudo. Ainda, todos os trechos superiores mostraram efeito crônico em amostras de sedimento, em pelo menos uma época de amostragem, com os maiores níveis de toxicidade significativa entre todas as amostras (55.2%), o que indica a presença de contaminação mesmos em trechos superiores. Estes resultados indicaram uma forte degradação da qualidade da água e do sedimento dos arroios urbanos proveniente das descargas de águas residuais e industriais da área urbana, que podem causar danos à biota, bem como a saúde pública, devido aos múltiplos usos de água que a população local faz, destacando muitos deles como inadequados para a qualidade da água detectada, como a recreação de contato primário (balneabilididade). <![CDATA[<b>Benthic macrofauna and the limnological parameters of a first-order stream in Atlantic Forest of Brazilian Northeast</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100005&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: The present study aimed to elucidate if the water physical and chemical parameters from a first order stream of Biological Reserve of Saltinho from south Pernambuco induces in the distribution and abundance of benthic macroinvertebrates. METHODS: Both limnological parameters (pH-value, electrical conductivity, water temperature, turbidity, salinity and dissolved oxygen) and structural variables of aquatic habitat (substrate, food availability and flow velocity) influence the macroinvertebrates community structure. The creek is very small, with an approximate width of 1-3 m and a depth of 0.5 m. It was used a Surber sampler (100 mm) in three stretch of the creek, each one with two sampling units (s.u.) totaling six s.u. distant 50 m, with a sampling effort of five minutes per s.u.. The measurer multiparameter was used in order to obtain the water analysis (limnological parameters). RESULTS: From 11 taxa of macroinvertebrates found no significant correlation (p<0.05) was presented with pH-value, water temperature and salinity, but some taxa showed with electrical conductivity (EC), turbidity (TD) and dissolved oxygen (DO). Hemiptera abundance increases with decreasing DO; Ostracoda abundance increases with increasing EC and TD and the decrease in DO; and Trichoptera abundance increases with the decrease in EC and TD and the increase in DO. The stretches exhibited similarity in relation to the richness and abundance of macroinvertebrates and limnological parameters. The macroinvertebrates distribution in the stream not showed the same pattern, grouping s.u. of different stretch, because the habitat structural variables influenced the distribution. CONCLUSIONS: Therefore, the macroinvertebrates community varies according to abiotic factors in different limnological and structural parameters. This study is the first record of a work that associates benthic fauna and abiotic parameters at the Atlantic forest of Pernambuco.<hr/>OBJETIVO: O presente trabalho teve por objetivo elucidar se as variáveis físicas e químicas da água, de um riacho de primeira ordem da Reserva Biológica de Saltinho do sul de Pernambuco atuam na distribuição e abundância dos macroinvertebrados bentônicos. MÉTODOS: Sabe-se que tanto as variáveis limnológicas (pH, condutividade, temperatura, turbidez, salinidade e oxigênio dissolvido) quanto as variáveis estruturais do habitat aquático (substrato, disponibilidade de alimento e velocidade do fluxo) influenciam na estrutura da comunidade de macroinvertebrados. O riacho é muito pequeno com largura aproximada de 1-3 m e profundidade de 0,5 m. Foi utilizado um amostrador tipo Surber (100 mm) em três trechos do riacho, cada um com duas unidades amostrais (u.a.) totalizando seis u.a. distantes 50 m, com um esforço amostral de cinco minutos por u.a.; as variáveis da água foram coletadas com o auxílio do medidor multiparâmetro de qualidade da água. RESULTADOS: Dos 11 táxons encontrados nenhum exibiu correlação significativa (p<0,05) com pH, temperatura e salinidade, mas alguns táxons apresentaram com as outras variáveis. Hemiptera aumenta a abundância com o decréscimo de oxigênio dissolvido (OD); Ostracoda aumenta com o acréscimo da condutividade elétrica (CE), turbidez (TB) e o decréscimo do OD; e Trichoptera aumenta com a diminuição da CE e TB e com o aumento do OD. Cada trecho exibiu similaridade em relação à riqueza e abundância dos táxons e às variáveis limnológicas. A distribuição dos táxons no riacho não apresentou o mesmo padrão, agrupando as u.a de trechos distintos, devido às variáveis estruturais do habitat. CONCLUSÕES: Assim, a comunidade de macroinvertebrados variou de acordo com as variáveis abióticas nos diferentes parâmetros estruturais e limnológicos. Este estudo é o primeiro registro de um trabalho associando fauna bentônica e variáveis abióticas na mata atlântica em Pernambuco. <![CDATA[<b>Taxonomic composition and feeding habits of Chironomidae in Cerrado streams (Southeast Brazil): impacts of land use changes</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100006&lng=es&nrm=iso&tlng=es The Chironomidae family is the most abundant and diverse member of the benthic community in streams, yet their identification is still neglected in many papers. It is considered a family tolerant to environmental impacts and with homogeneous feeding habit. AIM: To compare the richness, abundance and taxonomic composition of Chironomidae in Cerrado streams under different land uses as well as the feeding habit differences between genera of reference areas, sugar cane culture and pasture. METHODS: We selected seven streams in each land use and sampled six units using Surber sampler. The material was transported live for laboratory processing. RESULTS: Our results showed no significant differences in abundance and richness of Chironomidae among different land use, but we observed greater average values of abundance and richness in streams impacted by pasture. We found a distinct taxonomic composition between reference streams and impacted streams, both sugar cane and pasture. Stenochironomus was the most representative genus in reference areas, while Parametriocnemus was in sugar cane culture and Tanytarsus in pastures. The only statistically different feeding pattern found were between Cerrado streams and sugar cane for plant tissues, reflecting the greater abundance of Stenochironomus in Cerrado and among Cerrado streams and pasture for microalgae. CONCLUSIONS: We conclude that the conversion of natural areas in monocultures and pastures directly impact streams by modifying the taxonomic structure of Chironomidae. In contrast we did not observe a clear change in feeding patterns, because in all streams the diet pattern was mostly detritivorous.<hr/>A família Chironomidae é a mais abundante e diversa constituinte da comunidade bentônica em riachos e ainda assim sua identificação é negligenciada em muitos trabalhos. É considerada uma família tolerante aos impactos ambientais e com uma alimentação homogênea. OBJETIVO: Comparar a riqueza, a abundância e a composição taxonômica de Chironomidae em riachos de Cerrado sob diferentes usos-de-solo, bem como as diferenças alimentares entre os gêneros nos riachos em áreas referência e impactadas pela cultura de cana-de-açúcar e pela pastagem. MÉTODOS: Selecionamos sete riachos para cada uso de solo, nos quais coletamos seis unidades com o amostrador Surber. O material foi transportado vivo para processamento em laboratório. RESULTADOS: Nossos resultados não indicaram diferenças significativas na abundância e na riqueza de Chironomidae entre os riachos dos diferentes usos-de-solo, mas observamos uma abundância média e riqueza média maior em riachos impactados pela pastagem. Nós encontramos composições faunísticas distintas entre os riachos referência e os impactados, tanto pela cana-de-açúcar como pela pastagem. Stenochironomus foi o gênero mais representativo em áreas preservadas, enquanto Parametriocnemus foi na monocultura de cana de açúcar e Tanytarsus na pastagem. As únicas diferenças estatísticas alimentares encontradas foram entre os riachos de Cerrado e de cana-de-açúcar para tecidos vegetais, refletindo a maior abundância de Stenochironomus no Cerrado e, entre os riachos de Cerrado e pastagem para microalgas. CONCLUSÕES: Concluímos que a conversão de áreas conservadas em monoculturas e pastagens impactam diretamente os riachos, modificando a estrutura taxonômica de Chironomidae. Em contrapartida não observamos uma mudança clara nos padrões alimentares, pois em todos os riachos a alimentação foi majoritariamente detritívora. <![CDATA[<b>Limnological characteristics of a reservoir in semiarid Northeastern Brazil subject to intensive tilapia farming (<i>Orechromis niloticus </i> Linnaeus, 1758)</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: There is currently no consensus regarding the physical and chemical variability of tropical reservoirs. In semiarid Northeastern Brazil, reservoirs are among other things used for human consumption, industrial water supply and intensive fish farming, all of which can impact water quality. The objective of this study was to evaluate the physical and chemical variability of the water in Sítios Novos, a reservoir in semiarid Northeastern Brazil, comparing samples collected in areas of intensive tilapia (Oreochromis niloticus) farming to samples from areas not directly impacted by aquaculture, in both the dry and the rainy season. METHODS: Between October 2010 and July 2011, data were collected on temperature, conductivity, pH, turbidity, salinity, chlorophyll a, dissolved oxygen, oxygen demand, total phosphorus and total nitrogen levels in the water column using a multiparametric probe at four different sampling locations. Physical and chemical differences between the four locations were evaluated with the Kruskal-Wallis (KW) test and Dunn's post test, while the t test, followed by Welchʼs correction, was used to compare samples collected in different seasons. RESULTS: No influence of intensive aquaculture was detected when comparing sampling locations near fish farms (180C and 300C) to locations not directly impacted by aquaculture (LIMN1, near the dam, and LIMN2, near the debouch of the São Gonçalo river). However, the sampling locations differed significantly (p<0.05) with regard to conductivity, pH, turbidity and chlorophyll a levels. CONCLUSIONS: The physical and chemical variability was greater between seasons than between locations when the data were analyzed with the t test. That analysis showed significant differences for 22 of 40 comparisons between the 10 physical and chemical parameters in the two seasons at the four sampling locations. In conclusion, the physical and chemical variability registered for the Sítios Novos reservoir throughout the study period indicates morphometric, meteorological and hydrological heterogeneity, with emphasis on the differences between LIMN2 and the other three sampling locations and between the rainy season and the dry season. According to the calculated trophic status index, the reservoir is supereutrophic in the rainy season and supereutrophic to hypereutrophic in the dry season.<hr/>OBJETIVO: Atualmente, não há um consenso sobre a variabilidade física e química de reservatórios tropicais. No semiárido brasileiro, esses reservatórios são utilizados, entre outras finalidades, para consumo humano, abastecimento industrial, além de atividades de piscicultura intensiva, que podem alterar a qualidade da água. O objetivo deste estudo foi avaliar a variabilidade física e química da água do reservatório Sítios Novos, em áreas próximas à piscicultura intensiva de tilápia (Oreochromis niloticus) e em áreas afastadas dessa atividade, considerando períodos de chuva e estiagem. MÉTODOS: Valores de temperatura, condutividade, pH, turbidez, salinidade, clorofila a, oxigênio dissolvido, demanda de oxigênio, fósforo total e nitrogênio total foram obtidos na coluna da água com sonda multiparamétrica, em coletas entre outubro de 2010 e julho de 2011, em quatro pontos de amostragem. Uma análise de Kruskal-Wallis, com um teste posterior de Dunn, foi empregada para comparar a variação física e química da coluna da água entre os quatro pontos. Um teste t, com correção de Welch, foi empregado para comparar a coluna da água entre períodos de chuva e estiagem. RESULTADOS: Não houve influência da atividade de piscicultura intensiva, quando comparadas as variáveis nas áreas próximas a tanques-rede (locais 180C e 300C), com variáveis no local próximo a barragem (LIMN1), e na região de entrada de efluentes provenientes do rio São Gonçalo (LIMN2). Entretanto, foram observadas diferenças significativas (p<0.05) entre os pontos de coleta para condutividade, pH, turbidez e clorofila a. A maior variabilidade física e química foi entre períodos de estiagem e chuvas, comparados com o teste t. Das comparações entre as 10 variáveis físicas e químicas, entre os dois períodos, nos pontos amostrados (totalizando 40 comparações), 22 resultaram em diferenças estatisticamente significativas. CONCLUSÃO: Dessa forma, a variabilidade física e química ao longo do ano e entre épocas de chuva e estiagem reflete a heterogeneidade morfométrica, meteorológica e hidrológica do reservatório Sítios Novos, com destaque para as diferenças do local LIMN2 e pelas variações entre períodos de seca e chuvas. Em ambos os períodos, o resevatório permanece eutrofizado, com maiores valores de fósforo total no período chuvas. <![CDATA[<b>Effects of human activities on rivers located in protected areas of the Atlantic Forest</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100008&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: This study evaluated the impacts of anthropogenic activities upstream of conservation areas on the Paraibuna river and its implications for freshwater biodiversity. METHODS: The study was carried out in two units, Cunha and Santa Virginia, of the Serra do Mar State Park (SP), located in the Atlantic Rain Forest. Five sampling sites were defined, four along the Paraibuna river and one in the Ipiranga river, the latter fully inserted into the protected area. Physical, chemical, microbiological and ecotoxicological data were obtained from surface water as well as aquatic macroinvertebrates. RESULTS: The results showed that the waters of the Paraibuna river have low anthropogenic interference. However, conductivity, turbidity, coliforms, iron, total phosphorus and nitrate showed a gradient improving its water quality from upstream to downstream, indicating the existence of erosion and introduction of organic debris in the basin. The BMWP index, varying from 58 to 190, also showed the good condition of the river to aquatic biota, with predominant Excellent quality diagnosis. The values of this index and the richness index (S) outlined a similar gradient but with the lowest values recorded in P3. CONCLUSIONS: The results showed that the upstream activities alter the natural condition of the Paraibuna river and its biota and that the protected areas provides environmental services reducing these impacts. The ideal situation in order to ensure the conservation of the freshwater biota of the Paraibuna river would be the incorporation of parts of the upstream area into the protected area and convert occupied areas into Sustainable Use Area, that guarantee the adoption of sustainable techniques to the existing land uses and the application of aquatic life protection indicators for monitoring the water quality of the river.<hr/>OBJETIVO: Este trabalho avaliou os impactos de usos antrópicos sobre o rio Paraibuna em área situada à montante de unidades de conservação e sua implicação para a conservação de ecossistemas límnicos. MÉTODOS: O estudo foi desenvolvido no Parque Estadual da Serra do Mar (SP), inserido no domínio da Mata Atlântica, em dois de seus núcleos: Cunha e Santa Virgínia. Foram estabelecidos cinco pontos de coleta, quatro no rio Paraibuna e um no rio Ipiranga, este último totalmente inserido na unidade de conservação. Nestes locais foram obtidos dados físicos, químicos, microbiológicos e toxicológicos da água superficial e de macroinvertebrados aquáticos. RESULTADOS: Os resultados mostraram que as águas do rio Paraibuna sofrem baixa interferência antrópica. Contudo, as variáveis condutividade, turbidez, coliformes, Fe, Ptot e nitrato evidenciaram a existência de um gradiente de qualidade no sentido montante - jusante, apontando a existência de problemas de erosão e introdução de despejos orgânicos na bacia. O índice BMWP, com valores entre 58 a 190, também evidenciou a boa condição do rio para a biota aquática, prevalecendo o diagnóstico de qualidade excelente. No entanto, os valores deste índice e da riqueza (S) também retrataram um gradiente similar ao dos dados ambientais. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos mostraram que as atividades a montante da unidade de conservação modificam as condições naturais do rio Paraibuna e, consequentemente, sua biota e que a unidade de conservação presta serviço ambiental ao amortizar estes impactos. Para que se assegure a conservação da biota do rio Paraibuna seria ideal a incorporação de parte da área a montante pela UC e a transformação da área antropizada em Unidades de Conservação de Uso Sustentável que assegure, por seus instrumentos de gestão, a adoção de melhores técnicas para os usos de solo existentes e a aplicação de indicadores ecológicos no monitoramento de qualidade da água do rio. <![CDATA[<b>Environmental gradient in reservoirs of the medium and low Tietê River: limnological differences through the habitat sequence</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100009&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: The reservoirs of the medium and low Tietê River are disposed as a "cascade series", in which time, physiographic features and influence from drainage basins present differences that determine variability in their dynamics. These reservoirs are submitted to different impacts from the urban centres which they drain, and also from agricultural activities.Considering these features, the aim of this work was to characterize the Medium and Low Tietê river stretches by limnological analysis (including water and sediments) considering dry and rainy seasons evaluating changes along the reservoirs sequence. METHODS: Based on physical and chemical measurements on water and sediments from 16 points along the reservoirs and in the river mouth of the main tributaries, it was possible to make an environmental characterization of the study area. RESULTS: This was performed focusing on water, sediment, habitat structure and time scale. Generally, the data showed a reduction in the values of the analyzed parameters along the reservoirs sequence. Moreover, it was possible to identify differences between the dry and rainy seasons for water and sediment parameters. Concerning habitat structure, there is a gradient along the river, which shows that the environmental quality improves from the river head to the river mouth. Differences in macrophyte composition, kind of sediments, transparency and habitats were also identified. CONCLUSIONS: Therefore, modifications were identified in the habitats general structure along the medium Tietê stretch: emerging macrophytes and muddy bottom predominate upstream; and submerging macrophytes and sandy bottom predominate downstream. The water characteristics should be taken into consideration, because they reflect the impacts upon the drainage basin of each reservoir.<hr/>OBJETIVO: Os reservatórios do médio e baixo Tietê compõem uma série em "cascata" cujas idades, características fisiográficas e influencia da bacia de drenagem apresentam diferenças determinando diferenças nas suas dinâmicas. Tais reservatórios são submetidos a diferentes impactos pelos centros urbanos as quais drenam e também pela atividade agrícola. Considerando essas características, este trabalho teve como objetivo caracterizar o médio e baixo Tietê através da análise limnológica (água e sedimento), considerando as épocas seca e chuvosa avaliando mudanças ao ao longo da sequência de reservatórios. MÉTODOS: Com base em amostragens físicas e químicas da água e sedimento em 16 pontos ao longo dos reservatórios e na foz dos principais tributários foi possível realizar uma caracterização ambiental da área de estudo focando a água, o sedimento, a estrutura de habitats e a escala temporal. RESULTADOS: Os resultados mostraram de forma geral redução dos valores dos parâmetros analisados ao longo da seqüência de reservatórios. Além disso, foi possível identificar diferenças entre as épocas seca e chuvosa tanto para os parâmetros da água como de sedimento. Com relação a estrutura de hábitats há um gradiente ao longo do rio mostrando melhora na qualidade ambiental no sentido montante-jusante e também diferenças na composição das macrófitas, tipo de sedimento, transparência e habitats. CONCLUSÕES: Foram identificadas modificações na estrutura geral dos habitats ao longo do trecho médio Tietê: macrófitas emergentes e fundo lodoso predominam a montante enquanto macrófitas submersas e fundo arenoso predominam a jusante. As características da água deve ser levado em consideração, porque eles refletem os impactos sobre a bacia de drenagem de cada reservatório. <![CDATA[<b>Kinetics of aerobic decomposition in the leaching phase of allochthonous plant detritus</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100010&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIMS: This study aimed to evaluate, through an experiment with short sampling intervals, (1) the effects of detritus quality on dissolved oxygen (DO) consumption, on dissolved inorganic carbon (DIC) formation and on the stoichiometric ratio between the DO consumed and mineralized carbon (O/C ratio) during leaching of plant detritus in the early decomposition; (2) the temporal variation of the variables mentioned above according to changes in the quality of each detritus over time. METHODS: The detritus of leaves, branches and litter (3 g) previously dried were incubated in decomposition chambers containing 1 L of inoculum. The chambers were maintained at 24 ± 2 °C in aerobic condition. The DO concentrations dissolved organic carbon (DOC) and DIC were evaluated. The consumption of DO was adjusted to a first-order kinetic model. The hourly rates of DO consumption, DIC production and O/C ratios were determined. RESULTS: The DO consumption (2.62 mg.g-1) and DIC production (1.20 mg.g-1) were higher in leaves decomposition, and smaller in litter (1.50 and 0.42 mg.g-1, respectively). Inversely, the O/C ratio was higher in the decomposition of litter (3.56). The rates of DO consumption (0.50 mg.g-1.h-1) and DIC production (0.41 mg.g-1.h-1) were greatest in the early decomposition of leaves. CONCLUSIONS: Short sampling intervals are key to understanding the dynamics of decomposition in the leaching phase. Higher consumption of DO in leaves decomposition indicated a higher content of labile compounds in this detritus. The highest O/C ratios in the litter decomposition can be attributed to its higher content of refractory substances. Variations in DO consumption rates and in O/C ratios over time suggest that the leachate is heterogeneous, comprising labile and refractory fractions, analogous to the detritus as a whole. In terms of water quality alterations, leaves constituted the most critical resource and the litter presented less pronounced effects.<hr/>OBJETIVOS: Este estudo teve como objetivo avaliar, através de um experimento com intervalos amostrais curtos, (1) os efeitos da qualidade dos detritos no consumo de oxigênio dissolvido (OD), sobre a formação de carbono inorgânico dissolvido (CID) e na relação estequiométrica entre o OD consumido e o carbono mineralizado (O/C ratio) durante a lixiviação de detritos de plantas no início da decomposição; (2) a variação temporal das variáveis mencionadas acima de acordo com as alterações na qualidade de cada detrito ao longo do tempo. MÉTODOS: Os detritos de folhas, galhos e serapilheira (3 g) previamente secos foram incubados em câmaras de mineralização contendo 1 L de inóculo. As câmaras foram mantidas a 24 ± 2 °C, em condição aeróbia. As concentrações de OD, carbono orgânico dissolvido (COD) e CID foram avaliadas. O consumo de OD foi ajustado a um modelo cinético de primeira ordem. As taxas horárias de consumo de OD e produção de CID e as razões O/C foram determinadas. RESULTADOS: O consumo de OD (2,62 mg.g-1) e a produção de CID (1,20 mg.g-1) foram maiores na decomposição das folhas, e menores na serapilheira (1,50 mg.g-1 e 0,42 mg.g-1, respectivamente). Inversamente, a razão O/C foi maior na decomposição da serapilheira (3,56). As taxas de consumo de OD (0,50 mg.g-1.h-1) e de produção de CID (0,41 mg.g-1.h-1) foram maiores no início da decomposição do detrito de folhas. CONCLUSÕES: Intervalos amostrais curtos são fundamentais para a compreensão da dinâmica de decomposição na fase de lixiviação. O maior consumo de OD na decomposição das folhas indicou maior teor de compostos lábeis nesse detrito. As maiores razões O/C na decomposição da serapilheira podem ser atribuídas ao seu maior teor de substâncias refratárias. As variações nas taxas de consumo de OD e nas razões O/C sugerem que o lixiviado é heterogêneo, compreendendo substâncias lábeis e refratárias, assim como o detrito como um todo. Em termos de alterações da qualidade da água, as folhas constituíram o recurso mais crítico e a serapilheira apresentou os menores efeitos. <![CDATA[<b>Phytoplankton functional and morphological groups as indicators of environmental variability in a lateral channel of the Upper Paraná River floodplain</b>]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2014000100011&lng=es&nrm=iso&tlng=es AIM: Models of phytoplankton functional classification based on functional (FGs) and morphological (MBFGs) traits can be an important tool in aquatic monitoring. In this long-term study on phytoplankton, the goal was to use these two approaches to explain the changes in this community in an active channel of the Upper Paraná River floodplain, depending on the environmental conditions imposed by the hydrosedimentological regime. METHODS: Samples were taken between 2000 and 2013. RESULTS: 196 taxa were identified. Bacillariophyceae and Cyanobacteria showed higher contribution to biovolume. Were recorded 11 FGs (A, C, E, H1, J, Lo, M, MP, N, P and X1). The FGs C, Lo, M, MP, P and X1 were common to both periods. Already the FGs A, E, H1 and J occurred only in limnophase, while the FG N occurred only in potamophase. Were recorded seven MBFGs (I, II, III, IV, V, VI e VII). All seven MBFGs occurred in both hydrological periods, however the MBFGs III, VI and VII contributed with high biovolume values mainly in the limnophase. The FG P and MBFG VI were indicator of eutrophic status, while the FG M and MBFG VII were indicators of mesotrophic status. Only FGs reflected the environmental variability. CONCLUSION: The classification of phytoplankton in FGs and MBFGs represented an important tool for understanding of the behavior and dynamics of the species in relation to environmental conditions. However, the FGs appear to be more related to environmental variation this lotic channel than MBFGs. Probably this is related to the refinement of this classification, which reflected the changes in the community, in long-term scale, influenced by local and regional characteristics imposed by the hydrosedimentological regime of the Paraná River.<hr/>OBJETIVOS: Os modelos de classificação funcional do fitoplâncton baseados nas características funcionais (GFs) e morfológicas (GFBMs) podem ser uma importante ferramenta no monitoramento aquático. Neste estudo de longa duração do fitoplâncton, o objetivo foi utilizar essas duas abordagens para explicar as mudanças nessa comunidade em um canal ativo da planície de inundação do alto rio Paraná, em função das condições ambientais impostas pelo regime hidrossedimentológico. MÉTODOS: As amostragens foram realizadas entre os anos de 2000 e 2013. RESULTADOS: Foram identificados 196 táxons. Bacillariophyceae e Cyanobacteria apresentaram maior contribuição ao biovolume. Foram registrados 11 GFs (A, C, E, H1, J, Lo, M, MP, N, P e X1). Os GFs C, Lo, M, MP, P e X1 foram comuns aos dois períodos. Já os GFs A, E, H1 e J ocorreram somente na limnofase, enquanto que o GF N ocorreu somente na potamofase. Foram registrados sete GFBMs (I, II, III, IV, V, VI e VII). Todos os sete GFBMs ocorreram em ambos os períodos hidrológicos, entretanto os GFBMs III, VI e VII contribuíram com altos valores de biovolume principalmente na limnofase. O GF P e o GFBM VI foram indicadores do estado eutrófico, enquanto os GF M e GFBM VII foram indicadores do estado mesotrófico. Apenas os GFs refletiram a variabilidade ambiental. CONCLUSÃO: A classificação da comunidade fitoplanctônica em GFs e GFBMs representou uma importante ferramenta para a compreensão do comportamento e dinâmica das espécies em relação às condições ambientais. No entanto, os GFs parecem estar mais relacionados à variabilidade ambiental deste canal lótico do que os GFBMs. Provavelmente isso está relacionado com o refinamento dessa classificação, o que refletiu as mudanças da comunidade, na escala de longo prazo, influenciadas pelas características locais e regionais impostas pelo regime hidrossedimentológico do rio Paraná.