Scielo RSS <![CDATA[Acta Limnologica Brasiliensia]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2179-975X20150001&lang=es vol. 27 num. 1 lang. es <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Editorial]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100001&lng=es&nrm=iso&tlng=es <![CDATA[Biomonitoring ecological status of two reservoirs of the Brazilian semi-arid using phytoplankton assemblages (Q index)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100002&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim Assess whether the assembly index is a suitable tool for biomonitoring of aquatic ecosystems of semi-arid environment. Methods Monthly, samples were collected between October 2011 and May 2012 in Santa Cruz do Apodi (5°43'59"S; 46" 00 119 "W) and Pau dos Ferros (6°08'30.12" S; 038°10'59 880"W) reservoirs. Results The Pau dos Ferros reservoir, shallow, turbid and eutrophic showed dominance of the functional group SN throughout the sample period. Total phytoplankton biovolume ranged between 20 and 70 mm³.L–1, the lowest values coincided with the increase of the mixing zone and transparency, which occasioned a change in composition of the phytoplankton community. Pau dos Ferros reservoir was categorized as poor for most of the sample period. The Santa Cruz do Apodi reservoir was characterized as meso-eutrophic, exhibiting low total phytoplankton biovolume (0.04 to 0,4 mm³.L–1) and greater diversity in the phytoplankton composition. It showed moderate condition during most of the period. Conclusion In summary, the index Q reflected well the changes in phytoplankton composition, being a good indicator for biomonitoring of these systems. <hr/> Objetivo Avaliar se o índice de assembléia é uma ferramenta adequada para o biomonitoramento dos ecossistemas aquáticos de ambiente semiárido. Métodos Coletas mensais foram realizadas entre outubro de 2011 e maio de 2012 nos reservatórios Santa Cruz do Apodi (5°43'59” S; 46' 00.119” W) e Pau dos Ferros (6°08'30.12” S; 038°10'59.880” W). Resultados O reservatório Pau dos Ferros, raso, turvo e eutrófico apresentou dominância do grupo funcional SN durante todo o período amostral. A biomassa fitoplanctônica variou entre 20 e 70 mm³. L–1, os menores valores coincidiram com o aumento da zona de mistura e transparência, que ocasionaram mudança na composição fitoplanctônica. O reservatório Pau dos Ferros foi categorizado, ecologicamente, como ruim durante quase todo o período amostral. O reservatório Santa Cruz do Apodi apresentou baixa biomassa (0.04 a 0,4 mm³.L –1) e maior diversidade na composição fitoplanctônica. Ele apresentou condição moderada, durante a maior parte do período, influenciado por diferentes grupos funcionais típicos de ambientes meso-eutróficos. Conclusão Em síntese, o índice Q refletiu bem às mudanças na composição fitoplanctônica, sendo um bom indicador para o biomonitoramento desses sistemas. <![CDATA[Influence of extended drought on water quality in tropical reservoirs in a semiarid region]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100003&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim Drought periods often occur in Brazilian semiarid region and are supposed to induce water quality degradation by changes in physical, chemical and biological properties of freshwater ecosystems. Reservoirs in this region are used as drinking-water supplies and are exposed to wide volume fluctuations during drought periods due to lack of precipitation and high evaporation rates. This study aimed to identify patterns on water quality of two reservoirs during a long drought period. It was expected that more arid and shallower conditions would favor algal growth by enhancing nutrient availability, causing a decrease on water quality. Methods The study was based on monthly sampling over 20 months (May 2011 to December 2012) at two tropical reservoirs on Brazilian semiarid region. Precipitation and volume data were obtained from environmental agencies. Transparency was measured on field using a Secchi disk and conductivity, nutrients, suspended solids and chlorophyll-a were analyzed on laboratory. Temporal changes in all environmental variables were analyzed in each reservoir using two-way cluster analysis and also principal component analysis (PCA). Results The volume of both reservoirs decreased considerably over the study because of low or shortage of precipitation. It was possible to detect two opposite patterns of chlorophyll-a in each reservoir throughout the drought season: in the first one phytoplankton growth was favored, while in the second one chlorophyll-a decreased by high inorganic turbidity. Both reservoirs tended to increase their turbidity and conductivity during the drought period due to shallow conditions, which probably contributed to sediment resuspension. Conclusions Water level reduction during the extended drought period, contributed for water quality degradation due to high algal biomass and also high turbidity found during drought period. Local factors, as the nature of suspended solids, play an important role on predicting water quality. <hr/> Objetivo Períodos de estiagem são frequentes no semiárido brasileiro e parecem induzir a degradação da qualidade da água, alterando as propriedades físicas, químicas e biológicas dos ecossistemas aquáticos. Os reservatórios dessa região estão sujeitos a amplas flutuações em seus volumes devido à escassez de chuvas e às altas taxas de evaporação em períodos de estiagem. O objetivo do estudo foi identificar padrões na qualidade da água de reservatórios durante um período de estiagem prolongada. Espera-se que condições mais secas e rasas favoreçam o crescimento algal divido a maior disponibilidade de nutrientes, causando degradação da qualidade da água. Métodos Foram realizadas amostragens mensais ao longo de vinte meses (maio de 2011-dezembro de 2012) em dois reservatórios tropicais do semiárido brasileiro. Dados de precipitação e volume foram obtidos por órgãos ambientais. A transparência foi medida em campo com disco de Secchi, enquanto que a condutividade, os nutrientes, os sólidos suspensos e a clorofila foram analisados em laboratório. As mudanças temporais nas variáveis ambientais foram analisadas em cada reservatório, utilizando uma análise de agrupamento two-way e uma análise de componentes principais (ACP). Resultados O volume de ambos reservatórios reduziu consideravelmente durante o estudo devido ao período prolongado de precipitações baixas ou ausentes. Foi possível identificar padrões opostos nas concentrações de clorofila-a dos reservatórios, à medida que a estiagem se prolongava: no primeiro o crescimento algal foi favorecido e, no segundo, a concentração de colorofila-a diminuiu devido à alta turbidez inorgânica. Ambos reservatórios apresentaram uma aumento em sua turbidez e condutividade durante o período de estiagem prolongada. Conclusões A redução do volume durante a estiagem prolongada contribuiu para a degradação da qualidade da água devido à alta biomassa algal e à alta turbidez. Fatores locais, como a natureza dos sólidos em suspensão, podem desempenhar um papel importante na determinação da qualidade da água desses mananciais. <![CDATA[On the relation amongst limnological factors and fish abundance in reservoirs at semiarid region]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100004&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim: To evaluate possible nycthemeral and seasonal temporal patterns in fish assemblage associated with limnological aspects and biotic factors in two reservoirs in semarid Northeastern Brazil. Methods Fish were sampled with gillnets in nycthemeral cycles throughout the dry and rainy season in two reservoirs (Paulo Sarasate/PS and Edson Queiroz/EQ). The stomach contents of the predator species were surveyed. The limnological variables were submitted to principal components analysis, while their relation to fish abundance was determined by canonical correspondence analysis. Temporal patterns in relative fish species abundance were detected with nMDS. Results Temperature and dissolved oxygen levels segregated the reservoirs physico-chemically. Turbidity and chlorophyll-a levels differed between seasons, and the relative abundance of species differed between the reservoirs. Predators were more abundant in PS, while detritivores were more abundant in EQ. Triportheus signatus and Plagioscion squamosissimus were the most abundant species in both reservoirs. In general, predator abundance was positively associated with high temperature and dissolved oxygen (PS&gt;EQ) and negatively associated with turbidity. The activity patterns of P. squamosissimus could not be explained by fluctuations in environmental variables. Non-predators tended to cluster around the vectors chlorophyll-a, pH and turbidity. Predators had a more diversified diet in PS in accordance with food availability, while predators in EQ ate only fish and shrimp. Nycthemeral patterns varied for the same species depending on the reservoir. Generally, in PS predators were more active during daylight hours while non-predators were more active after dark. However, in EQ predators and non-predators displayed similar nycthemeral activity patterns. Regardless of the reservoir, predators were more abundant in the rainy season. No seasonal trend was observed for non-predators. Conclusions Limnological differences between PS and EQ influenced temporal species abundance patterns. The species distribution was determined by predation conditions and physiological attributes. <hr/> Objetivo: Avaliar os possíveis padrões temporais nictemerais e sazonais na assembleia íctica em relação a aspectos limnológicos e fatores bióticos em dois reservatórios no semiárido Nordeste do Brasil. Métodos Peixes foram amostrados com redes de espera em ciclos nictemerais nos períodos seco e chuvoso em dois reservatórios (Paulo Sarasate /PS e Edson Queiroz /EQ). O conteúdo estomacal das espécies predadoras foi avaliado. As variáveis limnológicas foram submetidas a uma PCA, enquanto suas relações com a abundância de peixes foi determinada por uma CCA. Padrões temporais relativos à abundância de espécies de peixes foram detectados com nMDS. Resultados Temperatura e oxigênio dissolvido segregaram fisico-quimicamente os reservatórios. Níveis de turbidez e clorofila-a diferiram entre os períodos do ano, e a abundância relativa das espécies diferiram entre os reservatórios. Predadores foram mais abundantes no PS, enquanto detritívoros foram mais abundantes no EQ. Triportheus signatus e Plagioscion squamosissimus foram as espécies mais abundantes em ambos os reservatórios. No geral, a abundância de predadores foi positivamente relacionada com altas temperaturas e oxigênio dissolvido (PS&gt;EQ) e negativamente associada com turbidez. Os padrões de atividades de P. squamosissimus não podem ser explicados por flutuações nas variáveis ambientais. Espécies não predadoras tenderam a se agruparem aos vetores clorofila-a, pH e turbidez. Predadores apresentaram dieta mais diversificada no PS de acordo com a disponibilidade de alimento, enquanto predadores no EQ consumiram somente peixe e camarão. Padrões nictemerais variaram para algumas espécies dependendo do reservatório. Em geral, no PS predadores foram mais ativos durante as horas iluminadas do dia, enquanto não predadores foram mais ativos após o escurecer. Entretanto, no EQ predadores e não predadores mostraram padrões nictemerais de atividades similares. Independentemente do reservatório, predadores foram mais abundantes no período chuvoso. Nenhuma tendência sazonal foi observada para espécies não predadoras. Conclusões Diferenças limnológicas entre PS e EQ influenciaram padrões temporais na abundância das espécies. <![CDATA[Influence of ecological filters on phytoplankton communities in semi-arid solar saltern environments]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100005&lng=es&nrm=iso&tlng=es Objective This study analyzed the influence of ecological filters (abiotic variables) on the phytoplankton community in hypersaline ecosystems. Methods The abiotic variables measured herein were: pH, water temperature, salinity, ammonium ion, total nitrogen, nitrite, nitrate, total phosphorus, and soluble reactive phosphorus. The phytoplankton community was studied for density, richness and Shannon-Wiener diversity index. Data were analyzed using analysis of variance, linear regression and Canonical correspondence analysis (CCA). Results In total, 110 taxa were identified in 3 solar salterns, distributed into 9 taxonomic classes, with the predominance of Cyanobacteria (41.8%) and Bacillariophyceae (22.7%). The species Pseudanabaena galeata was the only species sampled in all saline environments. Salinity significantly influenced the richness in the three salterns, Augusto Severo (F(1,22) = 23.2, p &lt;0.001), Francisco Menescal (F(1,22) = 50.02, p &lt;0.001) and Santa Clara (F(1,22) = 66.33, p &lt;0.001). The first two CCA axes explained 41.6% of total data variability, with a negative relationship with soluble reactive phosphorus for axis 2. Conclusion The study showed the influence of the dynamics of salterns ecosystems on the phytoplankton community structure. This is associated with filters developed by the environment, where the increasing salinity, temperature and precipitation of salts influence the composition of these organisms in the ecosystem. <hr/> Objetivo Este trabalho visou analisar a influência dos filtros ecológicos (variáveis abióticas) na comunidade fitoplanctônica nos ecossistemas hipersalinos. Métodos As variáveis abióticas mensuradas no estudo foram: pH, temperatura da água, salinidade, íons amônio, nitrogênio total, nitrito, nitrato, fósforo total, fósforo reativo solúvel. A comunidade fitoplanctônica foi estudada em nível de riqueza, densidade, Diversidade de Shannon-Wiener. Os dados foram tratados através de análise de variância, regressão linear e uma análise de correspondência canônica (ACC). Resultados No total foram identificados 110 taxa nas 3 salinas solares, distribuídos em 9 classes taxonômicas, havendo o predomínio das classes Cyanobacteria (41,8%), Bacillariophyceae (22,7%). A espécie Pseudanabaena galeata foi à única espécie amostrada em todos os ambientes salinos. A salinidade influenciou significativamente na riqueza nas três Salinas, Augusto Severo (F(1,22) = 23,2; p &lt; 0,001), Francisco Menescal (F(1,22) = 50,02; p &lt; 0,001) e Santa Clara (F(1,22) = 66,33; p &lt; 0,001). Na análise de correspondência canônica (ACC) os dois primeiros eixos explicaram 41,6% da variabilidade total dos dados, tendo apenas relação negativa com o fósforo reativo solúvel para o eixo 2. Conclusão O estudo evidenciou a influência da dinâmica do ecossistema salino na estrutura da comunidade fitoplanctônica. Esse fato está associado aos filtros desenvolvidos pelo ambiente, onde o aumento crescente da salinidade, da temperatura, da precipitação dos sais, acaba influenciando na composição desses organismos no ecossistema. <![CDATA[Limnological characteristics of a hydrographic basin of the Brazilian semiarid region]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100006&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim This study aimed to verify if the water characteristics of Apodi/Mossoró River basin aquatic environments are mainly determined by a longitudinal gradient or its rain regime. Methods Through one year quarterly sample expeditions were carried (August/2007 to May/2008), in 24 sampling stations. In each place, water samples were collected and direct parameters were measured. Concentrations of nutrients, biochemical oxygen demand and thermotolerant coliforms were determined. For ordination of the sampling stations and in order to find patterns in water quality was conducted a Principal Components Analysis. Results The results showed that points inside urban agglomerates had depreciated water quality, with high concentrations of nutrients. In general, it was not possible to define a longitudinal gradient for the studied variables, probably due to anthropogenic interferences along the basin. Otherwise, the effect of rainy and dry seasons were marked, resulting in a grouping of the sampling stations during the dry months, mainly due to the raised values of nutrients and biochemical oxygen demand. Conclusion It could be concluded that in the rainy period a homogenizer effect occurred, not being verified the zonation of the hydrographic basin aquatic environments. The anthropogenic pressures probably contributed for the absence of a longitudinal gradient, since they generate disorders which modify the aquatic environments. <hr/> Objetivo Este estudo teve como objetivo verificar se as características da água dos ambientes aquáticos da bacia hidrográfica do Rio Apodi/Mossoró são determinadas principalmente por um gradiente longitudinal ou por seu regime de chuvas. Métodos A cada três meses foram realizadas coletas, durante o período de um ano (Agosto/20007 a Maio/2008), em 24 estações de amostragem. Em cada estação amostras de água foram coletadas e parâmetros diretos foram mensurados. Em laboratório as concentrações de nutrientes, demanda bioquímica de oxigênio e coliformes termotolerantes foram determinadas. Para ordenação dos pontos de amostragem e no intuito de encontrar padrões na qualidade de água foi aplicada uma Análise dos Componentes Principais. Resultados Os resultados mostraram que as estações localizadas em aglomerados urbanos apresentaram altas concentrações de nutrientes. Em geral não foi possível definir um gradiente longitudinal para as variáveis consideradas, provavelmente devido às interferências antropogênicas ao longo da bacia. A sazonalidade foi marcante, resultando em um agrupamento das estações de amostragem durante o período seco, principalmente devido aos valores elevados de nutrientes e demanda bioquímica de oxigênio. Conclusão Pode-se concluir que no período chuvoso ocorreu um efeito homogeneizador, não sendo verificada uma zonação dos ambientes aquáticos da bacia hidrográfica. As pressões antropogênicas também contribuíram para a ausência de um gradiente longitudinal, uma vez que estes distúrbios geram desordem que modificam as características dos ambientes aquáticos. <![CDATA[Biotic or abiotic factors: which has greater influence in determining the structure of rotifers in semi-arid reservoirs?]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100007&lng=es&nrm=iso&tlng=es Objective The objective of this study is to evaluate whether the distribution of structural attributes of rotifers in reservoirs in the semiarid region is more strongly influenced by abiotic or biotic environmental factors (density of cyanobacteria). Method Sampling occurred in two reservoirs in the Paraíba Basin, northeastern Brazil (Poções and Camalaú) during April and June 2012. Eight sampling points were distributed at two stations in each reservoir: the region near the entrance of the main tributary and region of the dam and collections were made in the limnetic and littoral zone in every season. To assess the abiotic influence and density of cyanobacteria in the distribution of the structural attributes of rotifers, environmental variables bivariate correlation was conducted in series. Results In Poções reservoir, the distribution of rotifer biomass was negatively related to the density of cyanobacteria; among the environmental variables, chlorophyll-a and total nitrogen were negatively related to all of the tested structural attributes, while the concentrations of total phosphorus were strongly related to the abundance of rotifers. In the Camalaú reservoir, the biomass was a structural attribute with a stronger correlation to the density of cyanobacteria; between the environmental variables and Egeria densa, nitrate was negatively related to all of the attributes tested, while transparency was moderately related to the abundance, biomass and richness as well as Chara sp. with abundance. Conclusions Assemblages of rotifers are more clearly related to environmental conditions, especially those indicative of trophic conditions, despite the density of cyanobacteria having been a factor that was positively related to the structural characteristics of rotifers and thus indicative of such structural assemblies. This can be used for analysis of local environmental condition factors. <hr/> Objetivo O objetivo deste trabalho é avaliar se a distribuição dos atributos estruturais de rotíferos em reservatórios no semiárido é mais fortemente influenciada por determinantes ambientais abióticos ou bióticos (densidade de cianobactérias). Método As amostragens ocorreram em dois reservatórios na Bacia do Rio Paraíba, nordeste do Brasil (Poções e Camalaú) durante abril e junho de 2012. Oito pontos de amostragem foram distribuídos em duas estações em cada reservatório: região próxima a entrada do principal tributário e região de barragem e em cada estação foram realizadas coletas na zona litorânea e limnética. Para avaliação da influência das variáveis ambientais abióticas e da densidade de cianobactérias na distribuição dos atributos estruturais de rotíferos foi realizada análise de série bivariada de correlação. Resultados No reservatório Poções, a distribuição da biomassa de rotíferos esteve negativamente relacionada com a densidade de cianobactérias e entre as variáveis ambientais a clorofila-a e nitrogênio total foram negativamente relacionadas com todos os atributos estruturais testados enquanto que as concentrações de fósforo total estiveram fortemente relacionadas com a abundância dos rotíferos. No reservatório Camalaú, a biomassa foi o atributo estrutural com maior fator de correlação com a densidade de cianobactérias e dentre as variáveis ambientais, Egeria densa e nitrato foram relacionadas negativamente com todos os atributos testados, enquanto que a transparência esteve moderadamente relacionada com a abundância, biomassa e riqueza, assim como Chara sp. esteve com a abundância. Conclusões As assembleias de rotíferos é mais claramente relacionada a condições ambientais, especialmente as indicativas de condições tróficas, apesar da densidade de cianobactéria ter sido um fator que esteve positivamente relacionado com os atributos estruturais dos rotíferos e desta forma os indicativos estruturais dessas assembleias podem ser utilizados até mesmo como fatores de análise das condições ambientais locais. <![CDATA[Cyanobacterial occurrence and detection of microcystins and saxitoxins in reservoirs of the Brazilian semi-arid]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100008&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim: The rapid spread of cyanobacteria in water sources and reservoirs has caused serious environmental damage and public health problems, and consists in a problem that challenges the institutions responsible for providing water to the population. In this study, the quantification of microcystin, saxitoxins and cyanobacteria levels was performed over 3 years in the semi-arid reservoirs of Rio Grande do Norte (Brazil). In addition, we analyzed the seasonal distribution of cyanotoxins and the percentage of cyanobacteria and cyanotoxins which were above the limit established by Brazilian law. Methods The study was conducted between 2009 and 2011 in four dams with six sites: Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) in Itajá, San Rafael (SR) and Jucurutu; Passagem das Traíras (PT); Itans and Gargalheiras (GARG). Cyanobacteria presence were quantified and identified and the presence of microcystins (MCYs) and saxitoxins (STXs) was investigated by ELISA. Results The densities of cyanobacteria were found to be above the permitted in 76% of cases. The ELISA results showed that of the 128 samples analyzed, 27% were above the maximum allowed by the Brazilian Ministry of Health Order 2914/2011. A seasonal pattern for the presence of MCYs was found (0.00227 to 24.1954 µg.L–1), with the highest values in the rainy season. There was no clear seasonal pattern for STXs (0.003 to 0.766 µg.L–1). Conclusions This study showed the importance of establishing a water quality monitoring for human consumption and its potability standards since the concentration of MCYs in some samples was above the maximum limit allowed by Brazilian law, thus posing a risk to public health since the conventional water treatment is not able to eliminate these potent hepatotoxins. <hr/> Resumo Objetivo: A proliferação acelerada de cianobactérias em mananciais e reservatórios tem causado sérios danos ecológicos e à saúde pública, e é um problema que desafia as instituições responsáveis pelo fornecimento de água para a população. Nesse trabalho, foi realizada a quantificação dos níveis de microcistinas, saxitoxinas e cianobactérias ao longo de 3 anos em reservatórios do semiárido do Rio Grande do Norte (Brasil). Além disso, foi avaliada a distribuição sazonal das cianotoxinas e a porcentagem de cianobactérias e cianotoxinas que estavam acima do valor permitido de acordo com a legislação brasileira. Métodos O estudo foi realizado entre os anos 2009 e 2011 em quatro açudes com seis pontos amostrais: Armando Ribeiro Gonçalves (ARG) em Itajá, São Rafael (SR) e Jucurutu; Passagem das Traíras (PT); Itans e Gargalheiras (GARG). As cianobactérias presentes foram quantificadas e identificadas e a presença de microcistinas (MCs) e saxitoxinas (STXs) foi investigada por ELISA. Resultados As densidades de cianobactérias revelaram-se acima do permitido em 76% dos casos. Já os resultados de ELISA mostraram que das 128 amostras analisadas, 27% estavam acima do máximo permitido pela Portaria do Ministério da Saúde 2914/2011. Foi encontrado um padrão sazonal para a presença de MCYs (0.00227 a 24.1954 µg.L–1), com os maiores valores encontrados no período chuvoso. Não foi encontrado um padrão sazonal para STXs (0.003 µg.L–1 a 0.766 µg.L–1). Conclusões Esse trabalho mostrou a importância de se estabelecer a vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade já que a concentração de MCYs em algumas amostras estava acima do limite máximo admissível pela legislação brasileira, representando assim um risco à saúde pública já que o tratamento convencional da água não é capaz de eliminar essas potentes hepatotoxinas. <![CDATA[Implications of low food availability on resource partitioning among three species of Cichlidae (Pisces: Perciformes) in a Brazilian semi-arid reservoir]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100009&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim Resource partitioning has been recognized as a major driver affecting fish communities, with the potential to reduce interespecific competition. This is the result of differences in feeding apparatuses and feeding mode, location of the fish species in the water column and swimming ability, as well as type and size of prey and its availability. The present study surveys a highly limited aquatic system in semi-arid Brazil with regard to habitat and food availability, with very low diversity of fish, and poor in underwater habitat structures and prey, with the objective of understanding resource partitioning among fish species under such conditions. Methods Three species of Cichlidae (Pisces: Perciformes) were sampled during the dry and wet seasons and had their stomach contents analyzed to evaluate food consumption. The resource partition among fish species was evaluated based on Pianka’s niche overlap index and tested for significance against null models. Results It was observed a low overlap among the study species in food resource use, with individuals tending to specialize to select some food items. This is likely the result of low natural variation in abundance of specific food items associated with fish preferences (both morphological and behavioral). Conclusions These results support evidence that, in Brazilian semi-arid aquatic systems, coexistence of fish species seems to be enhanced by the partition of food items at specific trophic levels. Within this context, flow variability would have a key hole in fish coexistence by promoting a high diversity of aquatic habitat elements available for colonization of fish and their prey. Furthermore, food resources available to fish play an important role in this dynamics since prey foods are expected to vary in abundance as the habitat changes. <hr/> Objetivos A partição de recursos tem sido reconhecida como um importante fator que influencia comunidades de peixes, com o potencial de reduzir a competição interespecífica. Isto resulta de diferenças no trato digestivo e habito alimentar, localização das espécies de peixes na coluna de água e habilidade natatória, bem como tipo e tamanho da presa e da disponibilidade desta no ambiente. O presente estudo avalia a partição de itens alimentares presentes na dieta de peixes, em um sistema aquático do semiárido brasileiro que apresenta baixa diversidade de espécies de peixes e de estruturas subaquáticas que compõem o habitat. Objetivou-se compreender como três espécies de peixes particionam o limitado recurso disponível no ambiente. Métodos Três espécies de Cichlidae (Pisces: Perciformes) foram amostradas durante períodos de seca e de chuva e estes tiveram seu conteúdo estomacal analisado para quantificar o consumo de itens alimentares. A partilha de recursos alimentares entre as espécies estudadas foi avaliada usando o índice de sobreposição de nicho de Pianka e testada para sua significância usando modelos nulos. Resultados Foi observada uma baixa sobreposição alimentar entre as espécies estudadas, onde os indivíduos de cada espécie tenderam a se especializar consumindo itens alimentares específicos. Isto dado pela baixa abundância natural de itens alimentares associada com as preferências específicas (morfológicas e comportamentais) de cada espécie estudada. Conclusão Os resultados apresentados suportam outras evidências de que a coexistência de espécies de peixes em ambientes aquáticos do semiárido é mediada pela partição dos itens alimentares em níveis mais específicos. Nesse contexto, a variabilidade do fluxo de água teria um papel chave na coexistência de espécies por produzir uma alta diversidade de itens alimentares e heterogeneidade do habitat. <![CDATA[Spatial modeling of limnological parameters in a solar saltwork of northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100010&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim In this research, we aimed to model limnological parameters in the Salina Unidos (Macau-Brazil) using GIS technology. We hypothesized that in solar saltworks, the geochemical characteristics of the brines (i.e. the strong solution of salts) vary considerably through the salt ponds circuit, in which drastic changes can damage the entire salt production. Methods Geochemical parameters were monitored in seven sampling points distributed along the salt ponds circuit, during a complete cycle of salt production, i.e., from January to December 2007. The open source software Spring 5.1.6 was used to build, store, analyze and model the spatial distribution of the parameters. Results We identified a spatial gradient of the salinity and temperature, with values increasing from evaporation ponds to concentration ponds, showing a relationship with the salt production. The parameters, depth, dissolved oxygen concentrations and total dissolved reactive phosphorus showed a decrease from the evaporation ponds towards the concentration ponds. Among the dissolved inorganic nitrogen forms analyzed (NH3-, NO2- and NO3-), nitrate was the predominant, namely in the concentration ponds, where it reached the highest concentrations. The concentration of chlorophyll a was higher in the initial and intermediate evaporation ponds, showing a distinct dynamics of in relation to other environmental variables. Conclusions The increased concentration of the analyzed limnological parameters, from the evaporation ponds towards the concentration ponds, evidenced a heterogeneous distribution varying significantly with season. The geochemical spatialization of brine, as illustrated by GIS approach, is very important for the conservation of these environments because this spatial heterogeneity can provide a high diversity of habitat types. This spatial analysis proved to be a practical tool for an adequate management of solar saltworks considering the environmental (ecosystem) and the socio-economic aspects. <hr/> Resumo Objetivo: O objetivo deste trabalho é analisar os parâmetros limnológicas da Salina Unidos (Macau – Brasil) através do uso de tecnologia SIG. Nossa hipótese é que nas salinas solares, as características geoquímicas das salmouras podem variar consideravelmente através dos evaporadores de sal, onde uma alteração drástica no processo pode danificar toda a produção de sal. Métodos Foram monitorados os parâmetros geoquímicos em sete pontos de amostragem distribuídos no circuito da Salina Unidos (Macau-Brasil), durante um ciclo de produção completa, de janeiro a dezembro de 2007. Foi utilizado o software livre Spring 5.1.6 para construir, armazenar, analisar e modelar a distribuição espacial dos parâmetros. Resultados Um gradiente de salinidade e gradientes de temperatura, com valores que aumentam da zona de evaporação até a zona de concentração mostrando uma relação com a produção de sal. A profundidade, o oxigênio dissolvido e concentrações de fósforo inorgânico dissolvido mostraram uma diminuição da zona de evaporação até a zona de concentração. Para as formas de nitrogênio inorgânico dissolvido analisadas (NH3-, NO2- e NO3-), o nitrato foi o predominante, nomeadamente nas zonas de concentração, onde foram determinadas as concentrações mais elevadas. As concentrações de clorofila a foram mais altas na zona de evaporação inicial e intermediária, observando uma dinâmica distinta destes parâmetros em relação às outras variáveis ambientais. Conclusões Foi constatado o aumento da concentração dos parâmetros limnológicos analisados da zona de evaporação até a zona de concentração, mostrando uma distribuição sazonal heterogênea e significativamente diferente. Esta segregação geoquímica gerada pela abordagem SIG na salmoura é muito importante para conservação destes ambientes, porque a heterogeneidade espacial pode fornecer uma diversidade alta de tipos de hábitat. A análise espacial tornou-se uma ferramenta prática o gerenciamento ao nível ambiental (ecossistema) como ao nível sócio-econômico. <![CDATA[Zooplankton community of ParnaĆ­ba River, Northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100011&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim: The objective of the present work is to present a list of species of zooplankton (Rotifera, Cladocera and Copepoda) from the Parnaíba River. Additionally, we provide comments on their distribution along the river, and between dry and wet seasons. Methods Zooplankton was collected with a plankton net (60 µm mesh) and concentrated into a volume of 80 mL for further analysis, during the dry (October 2010) and wet (April 2011) seasons. Sampling was restricted to the marginal areas at depths between 80 and 150 cm. Results A total of 132 species was recorded among the three zooplankton groups studied. During the dry season a total of 82 species was registered and 102 species was registered for the wet season. Rotifera contributed with 66.7% of the species, followed by Cladocera (26.5%) and Copepoda (6.8%). Conclusions The richness of species observed was high compared to other large rivers in Brazil. In the context of current policies for water management and river diversions in northeastern Brazil, the present study highlights the importance of this river system for biodiversity conservation. <hr/> Resumo Objetivo: O objetivo do presente estudo é apresentar uma lista de espécies de zooplâncton (Rotifera, Cladocera e Copepoda) do Rio Parnaíba, NE, Brasil, com comentários sobre a sua distribuição ao longo do rio e entre estações do ano. Métodos O zooplâncton foi amostrado usando uma rede de plâncton (60 µm) e concentrado em um volume de 80 mL para ser levado ao laboratório. As amostragens ocorreram durante o período seco (Outubro 2010) e chuvoso (Abril 2011) e foram restritas a áreas marginais com profundidades entre 80 e 150 cm. Resultados Um total de 132 espécies foi registrado, sendo que durante a estação seca foram registradas 82 espécies e durante a estação chuvosa foram registradas 102 espécies. Rotifera representou 66,7% das espécies coletadas, seguido por Cladocera com 26,5% e Copepoda com 6,8%. Conclusões A riqueza de espécies coletada foi alta quando comparada com outros sistemas lóticos brasileiros. No contexto atual de transposição de águas e manejo de fluxo hidrológico nos rios do Nordeste, o presente estudo ressalta a importância do Rio Parnaíba e sua variação sazonal para a conservação da biodiversidade do semiárido brasileiro. <![CDATA[Vertical and temporal dynamics of phytoplanktonic associations and the application of index assembly in tropical semi-arid eutrophic reservoir, northeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-975X2015000100012&lng=es&nrm=iso&tlng=es Aim To determine the composition and biomass of functional groups around the vertical and temporal gradient correlated with environmental conditions and apply the index Q in a water-supply reservoir. Methods Water samples were collected monthly (n = 92) between 2009 and 2011 in two points of the dam for physicochemical and biological analysis. Results The pH, dissolved oxygen and water temperature showed significant differences between the photic and aphotic zones (p&lt;0.05). The vertical variation of dissolved oxygen and water temperature, showed a profile of stratification. The phytoplankton community was represented by 11 functional groups: S1, M, H1, Lo, P, F, SN, J, W2, MP and R. Conclusions The vertical variations were less pronounced than the temporal variations in the phytoplankton community. The Q index pointed out poor water quality, corresponding to the current state of eutrophication in the reservoir and it was sensitive to responsive to environmental and hydrodynamic changes in these systems, demonstrating to be an appropriate tool for monitoring and evaluating the quality of water in tropical semi-arid reservoirs. <hr/> Objetivo determinar a composição e a biomassa dos grupos funcionais nos gradientes vertical e temporal, correlacionando com as condições ambientais e aplicar o índice Q num reservatório usado para abastecimento humano. Métodos Amostras de água foram coletadas mensalmente (n=92) entre 2009 e 2011, em dois pontos do reservatório para análises físicoquímicas e biológicas. Resultados O pH, oxigênio dissolvido e temperatura da água apresentaram diferenças significativas entre as zonas eufótica e afótica (p&lt;0.05). A variação vertical do de oxigênio dissolvido e temperatura da água, mostrou um perfil de micro-estratificação. A comunidade fitoplanctônica foi representada por 11 grupos funcionais: S1, M, H1, Lo, P, F, SN, J, W2, MP e R. Conclusões Variações verticais foram menos pronunciadas do que as variações temporais na comunidade fitoplanctonica. O índice Q apontou má qualidade da água, que corresponde ao estado atual da eutrofização no reservatório e foi sensível a capacidade de resposta às mudanças ambientais e hidrodinâmicas do reservatório, mostrando ser um instrumento adequado para monitoramento de reservatórios em região tropical semi-árido.