Scielo RSS <![CDATA[Hoehnea]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2236-890620170004&lang=en vol. 44 num. 4 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Tree and shrub flora in the surroundings of the Parque Nacional do Iguaçu, Paraná State, Brazil: contribution to ecological restoration]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400473&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Aiming to expand the regional floristic knowledge and compile species information to subsidize restoration projects, we conducted a floristic survey in native forest fragments of an area located between the Parque Nacionaldo Iguaçu and the Área de Preservação Permanente do Lago de Itaipu, in western Paraná State. We found 204 species and 51 families, being the richest Fabaceae (29 spp.), Myrtaceae (18 spp.), Solanaceae (10 spp.), Euphorbiaceae, Meliaceae and Rutaceae (nine spp. each). The zoochoric syndrome was the most common (69% of the species), followed by anemochoric (17%) and autochoric (14%). The non-pioneer species were the most frequent (64%). In general terms, these results agree qualitatively with those observed in seasonal semideciduous forests. Based on phytosociological data from other studies, we indicated 34 locally abundant species that can be used in greater proportions in restoration projects. We recorded seven species threatened and 15 exotic, of which 12 have invasive potential and require actions for controlling.<hr/>RESUMO Conduzimos um estudo florístico em fragmentos de floresta nativa de uma área localizada entre o ParqueNacional do Iguaçu e a Área de Preservação Permanente do Lago de Itaipu, oeste do Estado do Paraná, objetivando ampliar o conhecimento florístico regional e compilar informações sobre as espécies para subsidiar projetos de restauração naquela área. Encontramos 204 espécies e 51 famílias, sendo as mais ricas Fabaceae (29 spp.), Myrtaceae (18 spp.), Solanaceae (10 spp.), Euphorbiaceae, Meliaceae e Rutaceae (nove spp. cada). A síndrome zoocórica foi a mais comum (69% das espécies), seguida pela anemocórica (17%) e autocórica (14%). As espécies não pioneiras foram as mais frequentes (64%). Qualitativamente, de modo geral, esses resultados coincidem com o observado em florestas estacionais semideciduais. Com base em dados fitossociológicos de outros estudos, indicamos 34 espécies localmente abundantes que podem ser usadas em maiores proporções em projetos de restauração. Registramos sete espécies ameaçadas de extinção e 15 exóticas, das quais 12 possuem potencial invasivo demandando ações de controle. <![CDATA[Diversity and structure of the lower strata in two successional stages in a subtropical forest, Southern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400490&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Atualmente, os remanescentes em estágio avançado de sucessão no Estado do Paraná somam menos de 1% de sua área original. Este trabalho comparou a composição e estrutura da comunidade de sub-bosque em diferentes estágios sucessionais de Floresta Ombrófila Mista. Foram selecionados dois remanescentes florestais, um em estágio médio e outro em estágio avançado de regeneração natural, onde foram amostradas 38 parcelas de 5 × 5 m. Foram mensurados indivíduos com altura superiora 2 m e perímetro a 1,30 m de altura do solo ≤ 15 cm. Na área em estágio médio foram registradas 68 espécies, representadas por espécies secundárias com exigência de luz, destacando-se Nectandra megapotamica com os maiores valores de importância. Para área em estágio avançado foram registradas 52 espécies representadas por indivíduos tardios tolerantes à sombra, com destaque para Rudgea jasminoides. Como a comparação com outros estudos é prejudicada pelos diferentes tamanhos de parcelas e/ou os critérios de inclusão, sugerimos que uma padronização é necessária para melhorar o conhecimento e apoiar a conservação da biodiversidade das florestas tropicais da região Sul do Brasil.<hr/>ABSTRACT Currently, in Paraná State, forest remnants in advanced successional stages account for less than 1% of its original area. This study compared the understory community across different successional stages of the Araucaria Forest in southern Brazil. Forest remnants, one in intermediate and another in advanced stage of natural regeneration were selected, and a total of 38 plots of 5 × 5 m were sampled. Individuals reaching at least 2 m high or having circumference up to 15 cm at height 1.3 m above the soil surface were measured and identified. In the forest at an intermediate stage, 68 species were recorded being mostly light-dependent, with Nectandra megapotamica as the most important species. On the other hand, at an advanced stage, less species were found (52 species) but most individuals were shade-tolerant, with Rudgea jasminoides as the most important species. These differences are most probably caused because of the canopy density of each fragment. As the comparison with other studies is impaired due to different plot sizes and inclusion criteria, we suggest the standardization to improve knowledge and support biodiversity conservation of the southern tropical forest of Brazil. <![CDATA[Malvaceae of Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400505&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O Parque Estadual do Ibitipoca localiza-se no sudeste do Estado de Minas Gerais e apresenta principalmente vegetação típica de campo rupestre. Foram encontradas 20 espécies de Malvaceae, distribuídas em 10 gêneros. O gênero Sida foi o mais representativo com oito espécies, seguido de Triumfetta com três espécies. Uma chave de identificação para as espécies, descrições morfológicas e ilustrações são apresentadas.<hr/>ABSTRACT The Parque Estadual do Ibitipoca is located in the southeast of Minas Gerais State, and presents mainly the rocky field vegetation type. Twenty species and 10 genera of Malvaceae were recorded in the Parque. Sida was the richest genus with eight species, followed by Triumfetta with three species. An identification key for species, as well as morphological descriptions and illustrations are provided. <![CDATA[Periphytic diatoms (Bacillariophyta) in streams from three Conservation Units of central Brazil: <em>Pinnularia</em> Ehrenberg]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400524&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT This study aimed to survey the genus Pinnularia Ehrenberg (Bacillariophyta) in five preserved streams located in three conservation units (Brasília National Park, Chapada dos Veadeiros National Park and Terra Ronca State Park). Periphyton was collected in different substrata during the dry and rainy seasons (years 2012 to 2013), totalizing 25 sample units. Altogether, 23 taxa were identified, being P. subanglica, P. angustivalva and P. butantanum the most frequent. Pebble and sand were the richest substrates, with nine taxa each. Among the 23 taxa reported, 13 are cited for the first time for the central Brazil: P. angusta var. angusta, P. angustivalva, P. butantanum, P. divergens var. biconstricta, P. divergens var. mesoleptiformis, P. gibba var. subundulata, P. paulensis, P. persudetica var. persudetica, P. subgibba var. angustarea, P. subgibba var. capitada, P. superpaulensis, P. viridiformis var. minor and P. undula var. undula.<hr/>RESUMO Este estudo objetivou inventariar o gênero Pinnularia Ehrenberg (Bacillariophyta) em cinco riachos preservados localizados em três unidades de conservação (Parque Nacional de Brasília, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e Parque Estadual de Terra Ronca). O perifíton foi coletado em diferentes substratos durante estações secas e chuvosas (anos de 2012 e 2013), totalizando 25 unidades amostrais. Ao todo 23 táxons foram identificados, sendo P. subanglica, P. Angustivalva e P. butantanum as mais frequentes. Seixos e silte foram os substratos mais ricos em espécies, com nove táxons cada. Entre os 23 táxons, 13 são citados pela primeira vez para o Brasil Central: P. angusta var. angusta, P. angustivalva, P. butantanum, P. divergens var. biconstricta, P. divergens var. mesoleptiformis, P. gibba var. subundulata, P. paulensis, P. persudetica var. persudetica, P. subgibba var. angustarea, P. subgibba var. capitada, P. superpaulensis, P. viridiformis var. minor e P. undula var. undula. <![CDATA[<em>Strombomonas</em> Deflandre (Euglenophyceae) in aquatic environments in the Área de Proteção Ambiental de Ibirapuitã, Rio Grande do Sul State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400539&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este trabalho é resultado do estudo taxonômico de táxons do gênero Strombomonas Defl. na Área de Proteção Ambiental do Ibirapuitã, localizada no sudoeste do Estado do Rio Grande do Sul. As amostras foram coletadas entre março/2011 e março/2012 abrangendo 10 locais, sendo seis no rio Ibirapuitã e quatro em ambientes lóticos e lênticos próximos a esse rio. A análise qualitativa de 26 amostras resultou na identificação de 18 táxons específicos e infraespecíficos. É proposta uma nova combinação Strombomonas scabra (Playf.) S.M. Alves-da-Silva comb. nov. Strombomonas brasiliensis Conf. é o primeiro registro para o Estado. Strombomonas verrucosa (Daday) Defl. var. verrucosa foi muito frequente ocorrendo em amplo espectro de variáveis ambientais como: condutividade elétrica, pH, temperatura da água, sílica e matéria orgânica.<hr/>ABSTRACT This paper is the result of the taxonomic study of the genus Strombomonas Defl. in the Área de Proteção Ambiental do Ibirapuitã located in the southwest of Rio Grande do Sul State, Brazil. Samples were collected between March 2011 and March 2012 from ten sites, six in the Ibirapuitã River and four in lotic and lentic environments near the river. A qualitative analysis of 26 samples resulted in the identification of 18 specific and infraspecific taxa. A new combination is proposed: Strombomonas scabra (Playf.) S.M. Alves-da-Silva comb. nov. Strombomonas brasiliensis Conf. was registered for the first time in the State. Strombomonas verrucosa (Daday) Defl. var. verrucosa was the most frequent, occurring in a broad spectrum of environmental variables, such as electrical conductivity, pH, water temperature, silica and organic matter. <![CDATA[Diatoms from distinct habitats of a highly heterogeneous reservoir, Billings Complex, southeastern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400559&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O levantamento taxonômico foi realizado no maior reservatório da cidade de São Paulo. Vinte e quatro amostras de fitoplâncton, 15 de perifíton e 12 de sedimentos superficiais cobrindo um gradiente trófico foram coletadas em 2009 e 2010. No geral, 67 táxons foram registrados (60 espécies e variedades e sete em nível genérico). Quatro espécies são novas citações para o Brasil (Stephanodiscus minutulus, Fragilaria aquaplus, F. perminuta e Ulnaria ferefusiformis), além de outras seis novas citações para o Estado de São Paulo. O perifíton contribuiu com o maior número de espécies (68,6%) e táxons exclusivos (21). A região eutrófica e mesotrófica natural apresentaram o maior número de espécies (46 e 41, respectivamente), contrastando com a região supereutrófica e mesotrófica artificial (22 táxons cada). O resultado encontrado destaca que a biodiversidade local pode ser diretamente influenciada pelo tipo de habitat analisado, e que diferentes habitats devem ser incluídos para aumentar o conhecimento da biodiversidade local.<hr/>ABSTRACT A diatom survey was carried out in the largest reservoir of the city of São Paulo. Twenty-four phytoplankton, 15 periphyton, and 12 surface sediment samples covering a gradient of trophic states were collected in 2009 and 2010. Overall, 67 taxa were sampled (60 species and varieties and seven identified at the genus level). Four species are new records to Brazil (Stephanodiscus minutulus, Fragilaria aquaplus, F. perminuta and Ulnaria ferefusiformis), and beyond those, six others are new records to the State of São Paulo. Periphyton accounted for the highest number of species (68.6%) and exclusive taxa (21). The eutrophic and natural mesotrophic regions presented the highest number of species (46 and 41 taxa, respectively), contrasting with the hypereutrophic and artificial mesotrophic regions (22 taxa each). Present findings highlight that the local biodiversity can be directly influenced by the type of habitat analyzed, and different habitats should be included for improving the knowledge of local biodiversity. <![CDATA[Development of microsatellite loci for <em>Cryptocarya mandioccana</em> Meisner (Lauraceae) and their genotyping success in different tissues]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400580&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Nine polymorphic microsatellite loci were isolated and characterized for Cryptocarya mandioccana Meisner, a tree from the Atlantic Rainforest with seeds dispersed by large animals. The loci were characterized using 48 individuals from two populations and their genotyping success tested in four tissues: leaves from adults and seedlings, and two diaspore maternal tissues. Maternity analyses were also performed on diaspores and leaves from nine adult trees. The number of alleles per locus ranged from nine to 15 and the observed and expected heterozygosities ranged from 0.214 to 0.864 and 0.745 to 0.892, respectively. The loci genotyping success did not significantly differ between tissues and varied from 56 to 96%. The microsatellites showed enough polymorphism to assign the nine adult trees to their diaspores. The successful genotyping in all tissues and identification of mother trees show that the microsatellites are suitable for studies such as spatial genetic structure and maternity analyses.<hr/>RESUMO Nove locos de microssatélites polimórficos foram isolados e caracterizados para Cryptocarya mandioccana Meisner, uma árvore da Mata Atlântica cujas sementes são dispersas por grandes animais. Os locos foram caracterizados usando 48 indivíduos de duas populações e o sucesso de genotipagem testado em quatro tecidos: folhas de adultos e plântulas, e dois tecidos maternos de diásporos. Análises de maternidade foram também realizadas em diásporos e folhas de nove árvores adultas. O número de alelos por loco variou de nove a 15 e as heterozigosidades observada e esperada de 0,214 a 0,864 e 0,745 a 0,892, respectivamente. O sucesso de genotipagem dos locos não diferiu entre os tecidos e variou de 56 a 96%. Os microssatélites mostraram polimorfismo suficiente para atribuir as nove árvores aos seus diásporos. O sucesso de genotipagem em todos os tecidos e a identificação das árvores mães mostraram que os microssatélites são adequados para estudos como estrutura genética espacial e análise de maternidade. <![CDATA[Anemiaceae from Pedra do Elefante, Espírito Santo State, Brazil, with notes on a new hybrid]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400588&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT As part of a floristic survey of the vascular flora of Pedra do Elefante, Espírito Santo State, Brazil, a taxonomic treatment of the Anemiaceae is here presented. Fieldwork was conducted monthly from March 2015 to July 2016. Samples were collected and dried according to the usual methodology and incorporated into the VIC and VIES herbaria. In addition to VIC and VIES, we also studied the specimens form MBML herbarium. Eight species, one variety, and a new hybrid were recorded: Anemia collina, A. ×elephantensis nothosp. nov., A. ferruginea var. ferruginea, A. hirsuta, A. luetzelburgii, A. organensis, A. patens, A. phyllitidis, A. tomentosa var. tomentosa, and A. tomentosa var. anthriscifolia. Besides the new hybrid, A. tomentosa var. tomentosa is also a new record for the state. Identification key, descriptions, comments, geographical distribution and illustrations are provided for all taxa.<hr/>RESUMO Como parte do levantamento florístico da flora vascular da Pedra do Elefante, Estado do Espírito Santo, Brasil, é apresentado um tratamento taxonômico da família Anemiaceae. O trabalho de campo foi realizado mensalmente de março de 2015 a julho de 2016. As amostras foram coletadas e secas de acordo com os métodos usuais de coleta botânica e incorporadas aos herbários VIC e VIES. Além dos herbários VIC e VIES, também estudamos os espécimes do herbário MBML. Os herbários MBML, VIC e VIES foram visitados. Oito espécies, uma variedade e um novo híbrido ocorrem na área: Anemia colina, A. ×elephantensis nothosp. nov., A. ferruginea var. ferruginea, A. hirsuta, A. luetzelburgii, A. organensis, A. patens, A. phyllitidis, A. tomentosa var. tomentosa e A. tomentosa var. anthriscifolia. Além do novo híbrido, A. tomentosa var. tomentosa é um novo registro para o Estado. Chave de identificação, descrições, comentários, distribuição geográfica e ilustrações são fornecidas para todos os táxons. <![CDATA[Molecular identification of <em>Pseudozyma aphidis</em> (Henninger & Windisch) Boekhout: first record from a Brazilian mangrove swamp]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400599&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT (Molecular identification of Pseudozyma aphidis (Henninger &amp; Windisch) Boekhout: first record from a Brazilian mangrove swamp). Pseudozyma aphidis (Henninger &amp; Windisch) Boekhout is an anamorph yeast-like basidiomycete commonly found as saprotroph in vegetable debris, such as leaves and flowers. However, there are also reports that this species is pathogenic in humans, usually occurring in patients with some type of immunosuppression, which predisposes to opportunistic infections. Specimens of P. aphidis were collected from water samples and Rhizophora mangle L. leaves at different salinities along the Perequê River, located in a mangrove swamp area at Parque Estadual da Ilha do Cardoso, Cananéia municipality, São Paulo State, Brazil. Aliquots of these samples were spread in Petri dishes. The samples baited with cataphylls of Allium cepa L. were incubated for seven days at 21 ºC. After incubation, the baits were observed under microscope and the specimens were isolated and purified. The identification of the specimens was made through the phylogenetic analysis of the ITS rDNA region. This is the first record of P. aphidis in São Paulo State.<hr/>RESUMO (Identificação molecular de Pseudozyma aphidis (Henninger &amp; Windisch) Boekhout: primeira citação em um manguezal brasileiro). Pseudozyma aphidis (Henninger &amp; Windisch) Boekhout é um basidiomiceto anamórfico leveduriforme comumente encontrado como sapróbio em detritos vegetais, como folhas e flores. No entanto, há relatos de que esta espécie é patogênica em seres humanos, geralmente ocorrendo em pacientes com algum tipo de imunossupressão que predispõe infecções oportunistas. Espécimes de P. aphidis foram coletados a partir de amostras de água e de folhas de Rhizophora mangle L. em diferentes salinidades ao longo do rio Perequê, localizado em um manguezal no Parque Estadual da Ilha do Cardoso, município de Cananéia, Estado de São Paulo, Brasil. No laboratório, alíquotas destas amostras foram colocadas separadamente em placas de Petri, iscadas com catafilos de Allium cepa L. e incubadas por sete dias a 21 ºC. Após incubação, as iscas foram observadas ao microscópio e os espécimes foram isolados e purificados. A identificação dos espécimes foi realizada através da análise filogenética da região ITS rDNA, sendo este o primeiro registro de P. aphidis no Estado de São Paulo. <![CDATA[First occurrence of <em>Dioclea ruddiae</em> Maxwell (Leguminosae) in Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400607&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT (First occurrence of Dioclea ruddiae Maxwell (Leguminosae) in Brazil). Dioclea ruddiae (Leguminosae, Papilionoideae) is recorded for the first time in Brazil. Specimens were collected in the Serra do Tepequém, a tepui in the State of Roraima near the border with Venezuela. This study expands the distribution range of Dioclea ruddiae in the region of the Guiana Shield, where this species is probably endemic.<hr/>RESUMO (Primeira ocorrência de Dioclea ruddiae Maxwell (Leguminosae) no Brasil). Dioclea ruddiae (Leguminosae, Papilionoideae) é registrada pela primeira vez no Brasil. Espécimes foram coletados na Serra do Tepequém, um tepui no Estado de Roraima, próximo à fronteira com a Venezuela. Deste modo, este estudo amplia a distribuição de Dioclea ruddiae na região do Escudo das Guianas, na qual é provavelmente endêmica. <![CDATA[Sinopse do gênero <em>Jacquemontia</em> Choisy (Convolvulaceae) no Estado de São Paulo, Brasil: notas nomenclaturais, taxonômicas e geográficas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400611&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO (Sinopse do gênero Jacquemontia Choisy (Convolvulaceae) no Estado de São Paulo, Brasil: notas nomenclaturais, taxonômicas e geográficas). O presente estudo taxonômico é parte integrante do projeto “Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo”. No Estado de São Paulo, Jacquemontia está representado por 14 espécies e duas variedades. Essas espécies podem ser reconhecidas principalmente por meio do hábito, tipos de tricomas, inflorescências e sépalas. São apresentadas chave de identificação, ilustrações, fotografias, sinonímias, tipificações e distribuição geográfica, além de comentários taxonômicos e estado de conservação de todas as espécies estudadas. Adicionalmente, oito lectótipos e dois neótipos estão sendo aqui propostos. Por fim, uma espécie foi classificada como presumivelmente extinta, uma como vulnerável e uma como quase ameaçada de extinção no Estado de São Paulo.<hr/>ABSTRACT (Synopsis of the genus Jacquemontia Choisy (Convolvulaceae) in São Paulo State, Brazil: nomenclatural, taxonomic and geographical notes). This taxonomic study is part of the project “Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo”. In São Paulo State, Jacquemontia is represented by 14 species and two varieties. These species can be distinguished mainly through their habit, type of trichomes, inflorescences and sepals. Identification key, illustrations, photographs, synonymy, typification, geographical distribution, taxonomic comments, and conservation status are presented for all the studied species. Additionally, eight lectotypes and two neotypes are proposed. Finally, we classified one species as presumably extinct, one as vulnerable, and one as near threatened in São Paulo State. <![CDATA[Influência da alta concentração atmosférica de CO<sub>2</sub>(↑[CO<sub>2</sub>]<sub>atm</sub>) × disponibilidade hídrica nas relações hídricas, trocas gasosas e acúmulo de carboidratos em <em>Coffea arabica</em> L.]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062017000400635&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO (Influência da alta concentração atmosférica de CO2 (↑[CO2]atm) × disponibilidade hídrica nas relações hídricas, trocas gasosas e acúmulo de carboidratos em Coffea arabica L.). O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da ↑[CO2]atm nas relações hídricas, trocas gasosas e acúmulo de carboidratos em Coffea arabica. Cafeeiros foram cultivados sob diferentes [CO2]atm (400 e 760 ppm) e submetidos a dois regimes hídricos: rega diária e ciclos de suspensão de regas por 7, 10, 14 e 37 dias, seguidos de reidratação diária por 7 dias. Alterações significativas no potencial hídrico foram observadas nas plantas sob restrição hídrica a partir do 10º dia com recuperação total após a reidratação. As A foram maiores nos cafeeiros cultivados sob ↑[CO2]atm, mesmo sob restrição hídrica se comparadas aos demais tratamentos. Cafeeiros cultivados em ↑[CO2]atm e restrição hídrica não apresentaram diminuição nos teores de carboidratos em comparação aos cultivados sob ↑[CO2]atm e rega diária. Entretanto, em plantas sob 400 ppm CO2 e restrição hídrica, reduções significativas nos teores de açúcares, principalmente em folhas, foram observadas. Os teores de amido não alteraram em resposta aos tratamentos de CO2 e água. Aumento no nível de prolina foi observado no início da restrição hídrica retornando a níveis basais ao longo do experimento. Nossos resultados apontam para um efeito mitigador do ↑CO2 sobre o déficit hídrico por meio da manutenção no acúmulo de carboidratos das plantas de café.<hr/>ABSTRACT (Influence of high atmospheric CO2 concentration (↑[CO2]atm) × water availability in water relations, gas exchange and carbohydrate accumulation in Coffea arabica L.). The aim of this work was to evaluate the combined effects of ↑[CO2]atm and water availability in water relations, gas exchange and carbohydrate accumulation in Coffea arabica L. Plants were cultivated under 400 and 760 ppm of CO2 in open top chambers. For each [CO2]atm, plants were divided into two groups and submitted to the following water regimes: daily watering and withholding watering for 7, 10, 14 and 37 days, followed by daily rehydration for 7 days. From day 10 on, significant changes in leaf water potential were observed in plants under water suppression in both treatments, with total recovery after rehydration. The A was higher in plants submitted to ↑[CO2]atm, even under water suppression, compared to the daily watering regime. No change in the leaf carbohydrate content was observed in plants cultivated under ↑[CO2]atm and water restriction when compared to those under ↑[CO2]atm and daily watered treatment. However, plants submitted to 400 ppm CO2 and water restriction showed a significant decrease in the sugar content, mainly in the leaves. Starch contents did not change in response to CO2 and water treatments. An increase in the rates of leaf proline was observed at the beginning of water restriction, but decreased throughout the experiment. Our results indicate a mitigating effect of the ↑CO2 on water deficit through the maintenance of carbohydrate accumulation of coffee plants.