Scielo RSS <![CDATA[Hoehnea]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2236-890620160003&lang=en vol. 43 num. 3 lang. en <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Floristic and phytosociology of three different grassland physiognomies of Southern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300325&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO A proposta deste estudo foi avaliar a composição e a estrutura de comunidades campestres, procurando discutir a similaridade florística entre as diferentes fitofisionomias e a influência da flora do Cerrado na sua composição. O estudo foi realizado no Parque Estadual de Vila Velha (PEVV) (25º12'34"-25º15'35"S e49º58'04"-50º03'37"W), Ponta Grossa, PR, Brasil. Para o levantamento foram alocadas 30 parcelas de 1 × 1 m em cada área,e acrescentadas coletas aleatórias nas fitofisionomias: campo seco (CS), campo úmido (CU) e campo rupestre (CR). Foram amostradas 283 espécies, sendo 163 espécies no CS, 87 no CU e 59 CR. Das espécies identificadas em nível específico,36,48% (85) foram citadas para áreas de Cerrado da região. As análises de agrupamento apontaram que as composições florísticas das três formações campestres são significativamente distintas entre si, isto se deve a diversos fatores, especialmente em relação ao regime hídrico do solo.<hr/>ABSTRACT The purpose of this study was to evaluate the composition and structure of three different types of grassland vegetation of Southern Brazil. We aimed to discuss the floristic similarities among these areas and the influence of the Cerrado flora in their composition. The study was conducted in the Parque Estadual de Vila Velha (PEVV) (25º12'34"-25º15'35"S and 49º58'04 "-50º03'37"W), Municipality of Ponta Grossa, Paraná State, Brazil, in three grassland physiognomies: dry (CS), wet (CU) and rocky (CR). Thirty plots of 1 × 1 m were placed in each area for the quantitative sampling. Additionally, species that occurred around the plots were also collected. In total, 283 species were sampled, with 163 species in CS, 87 species in CU, and 59 in CR. 36.48% (85) of the species sampled in this study also occur in the Cerrado. The cluster analysis showed that the floristic composition of the three grassland areas is significantly different due to several factors, especially the soil water system. <![CDATA[Pollen morphology of species of Asteraceae with medicinal utility from the region of Campos Gerais, Ponta Grossa, Paraná State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300349&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO No presente trabalho foi analisada a morfologia polínica de dez espécies medicinais da família Asteraceae (Achillea millefolium L., Baccharis trimera (Less.) DC., Bidens pilosa L., Chromolaena laevigata (Lam.) R.M.King &amp; H.Rob., Emilia sonchifolia (L.) DC., Galinsoga parviflora Cav., Matricaria chamomilla L., Senecio brasiliensis Less (Spreng.), Solidago chilensis Meyen. e Sonchus oleraceus L.) ocorrentes na referida região. Os grãos de pólen apresentaram características morfológicas comuns como presença de 3(4)-cólporos, endoaberturas lalongadas, diferindo nas dimensões das estruturas, estrutura da exina e no aspecto dos espinhos. A família Asteraceae se mostrou euripolínica na região dos Campos Gerais e os agrupamentos formados podem ser utilizados nas pesquisas que necessitem da certificação botânica pela Palinologia de produtos medicinais oriundos de flores dessa família.<hr/>ABSTRACT We analyzed the pollen morphology of ten medicinal species of Asteraceae (Achillea millefolium L., Baccharis trimera (Less.) DC., Bidens pilosa L., Chromolaena laevigata (Lam.) R.M.King &amp; H.Rob., Emilia sonchifolia (L.) DC., Galinsoga parviflora Cav., Matricaria chamomilla L., Senecio brasiliensis Less (Spreng.), Solidago chilensis Meyen., and Sonchus oleraceus L.) occurring in that region. The pollen grains showed common morphological characteristics such as the presence of 3(4)-colpori and lalongate endoapertures, differing in dimensions of the structures, exine structure, and aspect of the spines. The Asteraceae showed eurypalynous pattern in the region of Campos Gerais and the formed groups can be used in research requiring botanical certification by Palynology in medicinal products derived from flowers of this family. <![CDATA[The rarity of tree species of Lauraceae on the plateau of Santa Catarina State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300361&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO As espécies raras são particularmente importantes do ponto de vista da conservação, ecologia e biologia evolutiva, além de ser frequentemente o foco para decisões políticas. O objetivo do trabalho foi avaliar a raridade de Lauraceae amostradas pelo Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina na Floresta Estacional Decidual e na Floresta Ombrófila Mista. Coletaram-se dados em 234 unidades amostrais com 0,40 ha cada, registrando-se árvores com diâmetro na altura de 1,30m ≥ 10 cm. Foi utilizada a metodologia Rabinowitz para segregar as espécies em raras ou comuns, considerando três variáveis: distribuição geográfica, especificidade por habitat e tamanho populacional. Das 37 espécies, 59,46% apresentaram raridade e 40,54% foram comuns. Classificou-se 56,76% das espécies como euritópica e 59,46% eurioica. Das espécies, 2,70% foram exclusivas da Floresta Estacional Decidual, 67,57% exclusivas da Floresta Ombrófila Mista e 29,73% ocorreram em ambas. Esta análise colaborou para a compreensão da raridade das espécies da região estudada e pode contribuir para ações de conservação dessa família no planalto catarinense, uma vez que a maior parte das espécies é de alguma forma rara e o cenário atual é de intenso processo de fragmentação florestal.<hr/>ABSTRACT The rare species are particularly important from the point of view of conservation ecology and evolutionary biology, and often become the focus for policy decisions. The objective was to evaluate the Lauraceae rarity sampled by the Floristic Forest Inventory of Santa Catarina in Deciduous Forest (DF) and Araucaria Forest (AF). Data were collected in 234 sampling units of 0.40 ha each, recording trees with diameter at breast height ≥ 10 cm. We used Rabinowitzʼs methodology to segregate rare and common species, considering three variables: geographic distribution, habitat specificity, and population size. Of the 37 species, 59.46% were rare and 40.54% were common. 56.76% of the species were eurytopic and 59.46% euryecious. 2.70% of the species were exclusive of DF, 67.57% exclusive of AF, and 29.73% occurred in both. This analysis contributed to the understanding of the rarity of the species in the studied region and it can also contribute to conservation actions for this family on Santa Catarina plateau, since most species are somewhat rare and intense forest fragmentation is the current scenario. <![CDATA[Convolvulaceae from the Microregion of Alto Capibaribe, Pernambuco State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300371&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Convolvulaceae apresenta distribuição cosmopolita com maior diversidade nos Neotrópicos. No Nordeste do Brasil, onde os estudos sobre a família são recentes, são encontrados 18 gêneros e 209 espécies. Sendo assim, este trabalho objetivou ampliar os estudos de Convolvulaceae na região, enfocando a microrregião do Alto Capibaribe em Pernambuco. A família é representada na área por 20 espécies incluídas nos gêneros Evolvulus (duas spp.), Ipomoea (oito spp.), Jacquemontia (cinco spp.), Merremia (três spp.), Operculina (uma sp.) e Turbina (uma sp.). Metade das espécies são novos registros para área. São apresentadas descrições, comentários taxonômicos e de distribuição, ilustrações e uma chave de identificação.<hr/>ABSTRACT Convolvulaceae is a widely distributed family, most diverse in the Neotropics. 19 genera and 209 species occur in Northeastern Brazil, where this family has only recently been studied. The present study aims to increase the knowledge about Convolvulaceae in the region, focusing on the Microregion of Alto Capibaribe, Pernambuco State. Twenty species of the following genera are found in the area: Evolvulus (two species), Ipomoea (eight), Jacquemontia (five), Merremia (three), Operculina (one), and Turbina (one). Half of the species are new records to the area. Descriptions, taxonomic and distribution notes, illustrations, and a key for identification are presented. <![CDATA[Bambuseae (Poaceae, Bambusoideae) in the Municipality of Viçosa, Minas Gerais State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300387&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O presente estudo consiste em um levantamento florístico dos bambus lenhosos (Poaceae: Bambusoideae: Bambuseae) ocorrentes no Município de Viçosa, Zona da Mata mineira. Foram realizadas expedições a fragmentos florestais no Município, no período de fevereiro/2011 a março/2015. São reconhecidos nove táxons pertencentes a dois gêneros Chusquea (duas spp.) e Merostachys (sete spp.). São apresentadas chaves de identificação, descrições, comentários sobre os táxons levantados e o estado de conservação de cada espécie é examinado. É registrada, pela primeira vez, a ocorrência de Merostachys skvortzovii para o Estado de Minas Gerais. Merostachys tatianae, espécie até agora considerada endêmica para o Parque Estadual do Rio Doce, é registrada como ocorrente em outra localidade no Estado. O presente estudo evidencia uma alta diversidade de espécies de Bambuseae na área estudada.<hr/>ABSTRACT This study is a floristic survey of the woody bamboos (Poaceae: Bambusoideae: Bambuseae) in Viçosa, Zona da Mata Mineira. Field research was conducted from February/2011 to March/2015. Nine taxa were recognized belonging to two genera Chusquea (two spp.) and Merostachys (seven spp.). Identification keys, descriptions and comments on the studied taxa are provided and the conservation status of each species is examined. Merostachys skvortzovii is recorded for Minas Gerais State for the first time. Merostachys tatianae, previously considered endemic to Parque Estadual do Rio Doce, is here recorded for another locality in Minas Gerais State. This study recorded a high diversity of Bambuseae in the studied area. <![CDATA[Upper montane grassland structure within six subranges of Serra do Mar, Southern Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300401&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT The phytosociological structure of upper montane grasslands (high altitude grasslands) was studied in six subranges of Serra do Mar. Throughout 324 (1 m2) plot samples, we identified 195 taxa out of 280 taxa previously found in a floristic survey. Besides the general analysis of these communities, five physiognomies (synusiae) of these grasslands were previously determined based upon the species with greater cover. Cryptangium triquetrum and Croton mullerianus had the highest phytosociological importance value among the upper montane grasslands sampled in the present study. The first species was the most important of the grassy physiognomy of all sampled subranges and the second one of the shrubby physiognomy within three subranges. Chusquea pinifolia, Machaerina austrobrasiliensis, Deschampsia caespitosa, Gleichenella pectitata, Tibouchina dubia, Xyris stenophylla, Eryngium koehnearum and Eriochrysis holcoides were also structurally important. Although considerable species richness has been observed, the dominance of one or few species in the community was common in all subranges and physiognomies. In a brief comparison with upper montane vegetation studies (mainly on rocky outcrops) carried out in Southeastern Brazil, a low sharing of species was verified. Furthermore, the scarcity of studies in the literature regarding floristic and sociological structure of upper montane grasslands hampers a deeper analysis at level of species.<hr/>RESUMO A estrutura fitossociológica de Campos Altomontanos foi avaliada em montanhas pertencentes a seis blocos da Serra do Mar, no Estado do Paraná: Serra Gigante, Serra do Ibitiraquire, Serra da Farinha Seca, Serra da Igreja, Serra da Prata e Serra da Pedra Branca do Araraquara. Em 324 parcelas de 1 m2, foram amostrados 195 taxa, dos 280 encontrados em estudo florístico prévio. Além da análise geral dessas comunidades, foram pré-definidas cinco fisionomias vegetacionais (sinúsias) com base nas espécies com provável maior destaque na cobertura. Cryptangium triquetrum e Croton mullerianus apresentaram-se como as principais espécies dos campos altomontanos amostrados na Serra do Mar paranaense. A primeira foi a espécie mais importante em todos os trechos de fisionomia campestre, enquanto a segunda destacou-se na fisionomia subarbustiva em três serras amostradas. Chusquea pinifolia, Machaerina austrobrasiliensis, Deschampsia caespitosa, Gleichenella pectitata, Tibouchina dubia, Xyris stenophylla, Eryngium koehnearum e Eriochrysis holcoides também se destacaram em diversos trechos e fisionomias. Apesar de considerável riqueza, a dominância de uma ou poucas espécies nas comunidades avaliadas foi uma constante em todas as serras e fitofisionomias. Em uma breve comparação com estudos realizados em vegetações altomontanas, principalmente sobre afloramentos de rocha no Sudeste do Brasil, foi verificado um baixo compartilhamento de espécies com os campos altomontanos do presente estudo. A escassez de trabalhos publicados sobre a florística e a estrutura fitossociológica desses campos, dificulta análises mais aprofundadas em nível de espécie. <![CDATA[Sapindaceae in a remnant of Semideciduous Forest in the Municipality of Engenheiro Paulo de Frontin, Rio de Janeiro State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300437&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este trabalho apresenta um estudo florístico de Sapindaceae em um remanescente de Floresta Estacional Semidecidual no município de Engenheiro Paulo de Frontin, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Foram registradas 20 espécies, distribuídas em sete gêneros, sendo três arbustivo-arbóreas do gênero Allophylus; seis arbóreas dos gêneros Cupania (quatro), Matayba (uma) e Sapindus (uma); e 11 lianas dos gêneros Paullinia (quatro), Serjania (seis) e Urvillea (uma). Dentre essas espécies, destacamos Allophylus exappendiculatus Somner, Frazão &amp; Ferrucci, uma espécie recentemente descrita, descoberta ao longo deste estudo, e Paullinia thalictrifolia Radlk. e Serjania gracilis Radlk., não coletadas há mais de 40 anos no Estado do Rio de Janeiro. Este trabalho contribuiu para melhorar nosso conhecimento das Sapindaceae de uma Floresta Estacional Semidecidual do sudeste brasileiro e adicionou uma nova espécie à flora nacional.<hr/>ABSTRACT This paper presents a floristic study of the Sapindaceae in a remnant of Semideciduous Forest in the Municipality of Engenheiro Paulo de Frontin, Rio de Janeiro State, Brazil. 20 species in seven genera were identified: three shrubs or trees belonging to Allophylus (three species); six trees belonging to Cupania (four species), Matayba (one), and Sapindus (one); and 11 lianas belonging to Paullinia (four species), Serjania (six), and Urvillea (one). Among these species, Allophylus exappendiculatus Somner, Frazão &amp; Ferrucci, is a recently described species discovered during this study; Paullinia thalictrifolia Radlk. and Serjania gracilis Radlk. had not been collected for more than 40 years in the State of Rio de Janeiro State. This study contributed to the knowledge of the Sapindaceae from a Semideciduous Forest of Southeastern Brazil and added a new species to the national flora. <![CDATA[Trends in the scientific literature on population genetics of plants from Cerrado]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300461&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO O Cerrado é considerado um dos "hotspots" mundiais de biodiversidade, em função da grande extensão de vegetação natural que vem sendo continuamente perdida e do elevado número de espécies endêmicas de plantas, que muitas vezes têm sido listadas como prioridades em programas de conservação e para estudos de genética de populações. A fim de verificar tendências nos estudos de genética de populações das espécies de plantas deste bioma, uma avaliação cienciométrica dos artigos publicados e disponíveis em diferentes bases de dados foi realizada. Um total de 171 publicações provenientes de 48 periódicos foi encontrada, entre os anos de 1999 a 2014, com o número de publicações aumentando significativamente nesse período. Noventa e uma espécies com diferentes formas de vida foram estudadas, usando diferentes tipos de marcadores moleculares. A análise cienciometrica dos artigos encontrados permitiu uma melhor compreensão do conhecimento atual sobre a genética de populações de plantas do bioma Cerrado.<hr/>ABSTRACT The Cerrado biome is considered one of the biodiversity hotspots in the world, due to both the large extent of natural vegetation that has been continually lost and the high number of endemic plant species. It has often been listed as a priority in conservation programs and in population genetic studies. In order to determine trends in plant population genetic studies in this biome, a scientometric evaluation of published and available articles in different databases was performed. A total of 171 publications from 48 journals was found between the years 1999 and 2014, with the number of publications increasing significantly during this period. Ninety-one species with different life forms were studied, using different types of molecular markers. These analyses confer a better understanding of the current knowledge of plant population genetics in the Cerrado biome. <![CDATA[Pollen flora of Reserva do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (São Paulo, Brasil). Family: Urticaceae]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300479&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO No presente trabalho foram estudados os grãos de pólen de 11 espécies pertencentes à família Urticaceae (Boehmeria cylindrica (L.) Sw., Cecropia glaziovii (Snethl), C. hololeuca (Miq), C. pachystachya Trécul, Coussapoa microcarpa ( Shott) Rizzini, Laportea aestuans (L.) Chew, Phenax sonneratti (Poir.) Wedd., Pilea microphylla (L.) Liebm., Urera baccifera (L.) Gaudich. ex Wedd., U. caracasana (Jacq.) Griseb., U. nitida (Vell.) Brack). Para todos os táxons estudados, são apresentadas descrições, ilustrações e observações.<hr/>ABSTRACT Pollen grain morphology of 11 species of Urticaceae was studied Boehmeria cylindrica (L.) Sw., Cecropia glaziovii (Snethl), C. hololeuca (Miq), C. pachystachya Trécul, Coussapoa microcarpa ( Shott ) Rizzini, Laportea aestuans (L.) Chew, Phenax sonneratti (Poir.) Wedd., Pilea microphylla (L.) Liebm., Urera baccifera (L.) Gaudich. ex Wedd., U. caracasana (Jacq.) Griseb., U. nitida (Vell.) Brack. Pollen grains descriptions, illustrations, and observations are presented for all studied taxa. <![CDATA[The genus <em>Allomyces</em> (Blastocladiomycota) in the State of Piauí, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300487&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT Brazilian ecosystems have been intensively exploited for agricultural expansion, however, the diversity of zoosporic organisms in such biomes remains little known. Therefore, further research is required to better understand their role within these ecosystems. Studies with zoosporic fungi were carried out and 22 Allomyces isolates were obtained from soil samples collected at six municipalities from Piauí State. After identification procedures, the taxa were grouped into four species: A. anomalus R. Emers., A. arbusculus E.J. Butler, A. moniliformis Coker &amp; Braxton, and A. neomoniliformis Indoh. A. arbusculus had the highest rate of resistant sporangia viability (10%) and the largest geographical distribution in Piauí, occurring in seven out of ten sites studied. Countrywide, they occur within 14 municipalities from three states. Greater knowledge about the geographical distribution of Allomyces in Brazil is being pioneered in the State of Piauí. Novel information regarding the diversity and occurrence, as well as taxonomic characteristics of the isolates is presented herein.<hr/>RESUMO Os biomas no Brasil estão sendo intensamente explorados para expansão das fronteiras agrícolas e a diversidade de organismos zoospóricos ainda é pouco explorada. O papel desses organismos não é totalmente conhecido nos ecossistemas e estudos iniciais para conhecimento da diversidade dos mesmos se fazem necessários. Em estudos com fungos zoospóricos foram obtidos 22 isolados de Allomyces de amostras de solo coletadas em seis municípios do Piauí. Após a identificação, os táxons foram agrupados em quatro espécies: A. anomalus R. Emers., A. arbusculus E. J. Butler, A. moniliformis Coker &amp; Braxton e A. neomoniliformis Indoh. A. arbusculus apresentou a mais alta taxa de viabilidade de zoosporângios de resistência (10%) e a maior distribuição geográfica no Piauí, ocorrendo em sete dos dez locais estudados, e no Brasil, ocorrendo em 14 municípios de três Estados. O Piauí é o Estado com o melhor comhecimento da distribuição geográfica de Allomyces no Brasil. São apresentadas informações da distribuição geografica no Piauí e comentários sobre as característicaso dos isolados. <![CDATA[Acanthaceae of Marambaia, State of Rio de Janeiro, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300497&lng=en&nrm=iso&tlng=en RESUMO Este trabalho consiste do tratamento taxonômico das Acanthaceae Juss. na Marambaia, Estado do Rio de Janeiro, e sua distribuição nas diferentes formações vegetais locais. Foram constatados cinco gêneros e nove espécies encontradas nos manguezais, na restinga e na floresta ombrófila, além de áreas urbanizadas. Thunbergia alata é introduzida e amplamente naturalizada no Brasil inteiro e Ruellia blechum é uma espécie neotropical também naturalizada; as demais espécies (Avicennia schaueriana, Aphelandra longiflora, Justicia brasiliana, J. cydoniifolia, J. plumbaginifolia, Ruellia solitaria e Schaueria litoralis) são nativas. São apresentadas chave de identificação, descrições, ilustrações, comentários taxonômicos e a ocorrência nas formações vegetais locais, em outras restingas fluminenses e no Brasil. As espécies de Acanthaceae da Marambaia são recursos importantes para diferentes grupos de polinizadores e reúnem espécies típicas (Justicia brasiliana, J. cydoniifolia) e exclusivas (Schaueria litoralis) das restingas; essas espécies, juntamente com Avicennia schaueriana, são ameaçadas de extinção na flora fluminense.<hr/>ABSTRACT This work consists of the taxonomic treatment of the Acanthaceae Juss. in Marambaia, State of Rio de Janeiro, Brazil, and their distribution in the different local plant communities. Five genera and nine species were found in mangrove, sand coastal plains (restingas), rain forest, and in urban areas. Thunbergia alata is introduced and widely naturalized throughout Brazil, and Ruellia blechum is a neotropical species also naturalized; the other species are native: Avicennia schaueriana, Aphelandra longiflora, Justicia brasiliana, J. cydoniifolia, J. plumbaginifolia, Ruellia solitaria, and Schaueria litoralis. Keys to species, descriptions, illustrations, comments on taxonomy, and their distribution in the local plant communities, in other restingas in Rio de Janeiro State, and in Brazil are provided. The species of Acanthaceae in Marambaia are important resources for different groups of pollinators and include typical (Justicia brasiliana, J. cydoniifolia) and exclusive (Schaueria litoralis) species of the restinga; these species plus Avicennia schaueriana are threatened in Rio de Janeiro State. <![CDATA[Fibre pits in wood of <em>Xylopia emarginata</em> Mart. (Annonaceae), Reserva Biológica e Estação Ecológica de Mogi-Guaçu, São Paulo State, Brazil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000300517&lng=en&nrm=iso&tlng=en ABSTRACT (Fibre pits in wood of Xylopia emarginata Mart. (Annonaceae), Reserva Biológica e Estação Ecológica de Mogi-Guaçu, São Paulo State, Brazil). The influence of environmental conditions such as flooding areas on the anatomical features of wood is little known. The aim of this study was to compare the fibre pits in the stems and in the roots of Xylopia emarginata growing in a swampy forest and in a Brazilian savanna (Cerrado). Samples of stems and roots of X. emarginata were collected in the Mogi-Guaçu Biological Reserve and Experimental Station using a non-destructive method. Our anatomical study of the wood included analyses in two sectional planes (radial and tangential sections). Quantitative data of the fibre pits were processed using the Sample Size Estimator Worksheet software to obtain the statistical parameters, and BioEstat 2.0 was used to perform a non-parametric Mann-Whitney test. Analyses by scanning electron microscopy showed large differences in the number of fibre pits between stem and root in samples from the swampy forest and the Cerrado. The largest number of pits occurred in the radial walls of the fibres; there were at least twice as many pits in the roots as in the stems of specimens from both the swampy forest and the cerrado.<hr/>RESUMO (Pontoações de fibras no lenho de Xylopia emarginata Mart. (Annonaceae), Reserva Biológica e Estação Ecológica de Mogi-Guaçu, SP, Brasil). A influência das condições ambientais tais como áreas de inundação sobre as características anatômicas da madeira é pouco conhecido. O objetivo deste trabalho foi comparar as pontoações das fibras do caule e raiz de Xylopia emarginata da mata de brejo e cerrado. Amostras de madeira do caule e raiz de X. emarginata foram coletadas na Reserva Biológica e Estação Experimental de Moji-Guaçu usando método não-destrutivo. O estudo anatômico do lenho incluiu análises em dois planos seccionais (secções tangenciais e radiais). Os dados quantitativos das pontoações de fibra foram processados usando a planilha Size Estimator software amostra para obter os parâmetros estatísticos, e BioEstat 2.0 para executar teste não paramétrico de Mann-Whitney. Análises por microscopia eletrônica de varredura mostrou grande diferença no número de pontoações das fibras entre caule e raiz de floresta paludosa e de cerrado. O maior número de pontoações ocorre nas paredes radiais das fibras, sendo que as raízes apresentam o dobro do número de pontoações que os caules tanto para os espécimes de mata de brejo quanto para os de cerrado.