Scielo RSS <![CDATA[Hoehnea]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2236-890620160002&lang=pt vol. 43 num. 2 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Estudo comparativo de comunidades de briófitas sujeitas a diferentes graus de inundação no município de São Domingos do Capim, PA, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200159&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Foram analisadas 35 parcelas (10 × 10 m) para a listagem florística e, destas, 18 parcelas (seis para cada fitofisionomia: Floresta de Igapó (IG), Floresta de Várzea (VA) e Floresta de Terra Firme (TE)) foram sorteadas para a análise de comparação das comunidades de briófitas. Encontramos 118 espécies de briófitas: 37 musgos e 82 hepáticas, sendo que Lejeuneaceae (63 espécies) foi a família mais rica para hepáticas e Calymperaceae (oito espécies) para musgos. A estimativa de riqueza está abaixo da esperada, porém a curva de coletor estabilizada. O substrato mais colonizado foi tronco vivo (101 spp., 45 exclusivas) seguido de tronco em decomposição (66 spp., 16 exclusivas). Os resultados obtidos mostram que as fitofisionomias analisadas apresentam diferenças na riqueza (IG &gt; TF &gt; VA) e composição das comunidades de briófitas, devido à existência de espécies exclusivas e as análises de Agrupamento (UPGMA) e Ordenação (NMDS) indicaram estruturação das comunidades entre as três fitofisionomias.<hr/>ABSTRACT Third-five transects were analyzed (10 × 10 m) for the floristic survey and eighteen transects (six for each vegetation type: Igapó Forest (IG), Várzea Forest (VA), and Terra Firme Forest (TE)) were randomly analyzed in order to compare the bryophyte communities. We found 118 species: 37 mosses and 82 liverworts Lejeuneaceae (63 species) was the richest among the liverwort families to liverworts and Calymperaceae (eight species) among mosses. The estimated species richness was lower than expected, but the collector's curve was stabilized. The most colonized substrate was live bark (101 spp., 45 exclusive) followed by decomposing bark (66 spp., 16 exclusive). The results show that the vegetation types analyzed have has differences in bryophyte community richness (IG &gt; TF &gt; VA) and composition, due to the occurrence of exclusive species. The cluster (UPGMA) and ordination (NMDS) analyses indicated the presence of community structure among the three phytophysiognomy. <![CDATA[Anatomia foliar de Rubiaceae ocorrentes em fragmento florestal urbano de Mata Atlântica, PR, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200173&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Rubiaceae no Brasil ocorre principalmente no Bioma Mata Atlântica que na região sul é representado por dois tipos principais de fitofisionomias: Floresta Estacional Semidecidual e Floresta Ombrófita Mista. Ambas ocorrem no Parque Ecológico Paulo Gorski (PEPG), fragmento florestal urbano. Diante da relevância de Rubiaceae na Mata Atlântica e da importância de estudos de anatomia ecológica para entender processos de colonização e sobrevivência este estudo teve como objetivo caracterizar anatomicamente as folhas de Rubiaceae encontradas no PEPG. Foram estudadas 14 espécies pertencentes a nove gêneros de Rubiaceae que apresentam como caracteres comuns à família: epiderme uniestratificada, tricomas, estômatos paracíticos e paralelocíticos, mesofilo dorsiventral e feixes vasculares colaterais. Dentre os caracteres anatômicos observados, considerados comuns em plantas mesófitas-heliófitas, destacam-se papilas, tricomas e mesofilo compacto. Portanto, essas características estão de acordo com as condições ambientais constatadas nas áreas de bordas e clareiras da Mata Atlântica e também em áreas antropizadas.<hr/>ABSTRACT Rubiaceae in Brazil occurs mainly in the Atlantic Forest biome that in the southern region is represented by two main vegetation types: Seasonal Semi-deciduous Forestand Araucaria Forest. Both occur in the Ecological Park Paul Gorski (PEPG), an urban forest fragment. Given the relevance of Rubiaceae in the Atlantic Forest and the importance of ecological anatomy studies to understand colonization and survival processes, this study aimed to anatomically characterize leaves of Rubiaceae found in the PEPG. We studied 14 species belonging to nine genera of Rubiaceae that present unistratified epidermis, trichomes, paracytic and paralelocytic stomata, dorsiventral mesophyll, and collateral vascular bundles as common characters to the family. Among the anatomical characters observed, considered common in mesophytes-heliophytes plants, stand papillae, trichomes, and compact mesophyll out. Therefore, these features are in accordance with the environmental conditions recorded in the area of edges and clearings of the Atlantic Forest and in disturbed areas. <![CDATA[Anatomia floral de <em>Aechmea distichantha</em> Lem. e <em>Canistropsis billbergioides</em> (Schult. & Schult.f) Leme (Bromeliaceae)]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200183&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Aechmea Ruiz &amp; Pav. e Canistropsis (Mez) Leme pertencem à subfamília Bromelioideae, detentora da maior diversidade morfológica em Bromeliaceae. Botões florais de Aechmea distichantha Lem. e Canistropsis billbergioides (Schult. &amp; Schult. f.) Leme foram coletados, fixados e processados conforme técnicas usuais em anatomia vegetal. As espécies compartilham características, tais como presença de cristais de sílica esféricos nas células epidérmicas do perianto; idioblastos contendo ráfides; endotécio com espessamento do tipo anelar e ovário ínfero com placentação axilar. Apêndices petaloides não vascularizados foram observados apenas em flores de A. distichantha, dispostos aos pares em cada pétala. Em ambas as espécies ocorre um nectário septal cuja secreção é rica em proteínas e carboidratos. Tecido obturador placentário está presente, e testes histoquímicos revelaram que a secreção produzida por este tecido contém proteínas e carboidratos, provavelmente, relacionados com o direcionamento do tubo polínico aos óvulos.<hr/>ABSTRACT Aechmea Ruiz &amp; Pav. and Canistropsis (Mez) Leme belong to the subfamily Bromelioideae, which has the largest morphological diversity in Bromeliaceae. The flower buds of Aechmea distichantha Lem. and Canistropsis billbergioides (Schult. &amp; Schult. f.) Leme were collected, fixed, and processed according to usual techniques in plant anatomy. The species share characteristics such as the presence of spherical crystals of silica in the epidermal cells of perianth; idioblasts with raphids; endothecium with annular thickening; and inferior ovary with axillary placentation. Nonvascular petal appendages were observed only in A. distichantha, arranged in pairs on each petal. Both species present a septal nectary, which nectar is rich in of proteins and carbohydrates. A placental obturator occurs in both species and histochemical tests revealed that the secretion produced by the obturator contains carbohydrates and proteins, probably related to the pollen tube guidance. <![CDATA[Efeito da luz na germinação e desenvolvimento de plântulas de pinhão-manso (<em>Jatropha curcas</em> L.) de distintas procedências]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200195&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Estudos sobre a influência da luz na germinação e desenvolvimento inicial são importantes para o cultivo de pinhão-manso em campo. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da luz na germinação de sementes de pinhão-manso de distintas procedências e examinar a morfologia das plântulas. O primeiro bioensaio de germinação foi realizado em câmara escura e o segundo na presença de luz (32 µmol m-2s-1) com um fotoperíodo diário de 12 horas. Não houve diferença significativa na porcentagem de germinação entre as sementes dos lotes estudados. A porcentagem de germinação em todos os lotes foi alta, na presença ou não de luz, sendo as sementes classificadas como fotoblásticas neutras. No escuro, as plântulas apresentaram maior número de cotilédones surgidos e abertos, comprimento do eixo hipocótilo-radicular e velocidade de crescimento. Esses resultados são explicados pelo estiolamento das plântulas germinadas no escuro. Porém, sob luz houve escurecimento das plântulas comprometendo seu desenvolvimento.<hr/>ABSTRACT Studies about the influence of light on the germination and early development are important to cultivate physic nut in the field. The aim of this study was to evaluate the light effect on the seed germination of physic nuts from distinct geographical provenances and to examine the morphology of seedlings. The first germination bioassay was accomplished in a dark chamber and the second in the presence of light (32 µmol m-2s-1) with a daily photoperiod of 12 hours. There was no significant difference in the percentage of seed germination between of the seeds of the studied lots. The percentage of germination was high in all lots (in the dark or under light), being the seeds classified as neutral photoblastic. In the dark, the seedlings had a greater number of emerged and opened cotyledons, length of hypocotyl-root axis, and growth rate. These results are explained by etiolation of seedlings, germinated in the dark. However, under the light, there was a darkening of seedlings, which impaired impairing its development. <![CDATA[Poaceae em uma planície de inundação no Brasil: listagem florística e novas ocorrências]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200203&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O presente estudo objetiva caracterizar as Poaceae da Planície de Inundação do Alto Rio Paraná (PIAP) e seu entorno, localizada a 22º38'-22º57'S e 53º05'-53º36'O, entre os Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Foram analisadas 916 exsicatas provenientes de coleções de herbário ou obtidas em campo entre 1988 e 2015. Como resultado, registra-se a ocorrência de 50 gêneros e 94 espécies, sendo 68,08% nativas e 31,92% naturalizadas. Panicoideae é a maior subfamília, com 68,08% das espécies, seguida de Chloridoideae (12,24%) e Bambusoideae (11,22%), ao passo que Oryzoideae, Arundinoideae e Pooideae representam menos de 10% das espécies. A maioria das espécies é perene (80,85%), porte herbáceo (77,66%) ou arbustivo (12,77%), terrestre (42,55%) ou palustre (37,24%). Sete espécies representam novos registros para o Mato Grosso do Sul e sete para o Paraná.<hr/>ABSTRACT This study aims to characterize the grass flora of the Upper Paraná River Floodplain (PIAP) and its environs, located at 22º38'-22º57'S and 53º05'-53º36'W, between the States of Paraná and Mato Grosso do Sul. We analyzed 916 botanical collections obtained from herbaria and fieldwork from 1988 to 2015. The occurrence of 50 genera and 94 species was confirmed, of which 68.08% are native and 31.92% are naturalized. Panicoideae is the most representative subfamily, encompassing 68.08% of the species, followed by Chloridoideae (12.24%) and Bambusoideae (11.22%), whereas Oryzoideae, Arundinoideae and Pooideae represent less than 10% of the species. Most species are perennial (80.85%), herbaceous (77.66%) or arbustive (12.77%), terrestrial (42.55%), or from boggy areas (37.24%). Seven species represent new records for the State of Mato Grosso do Sul, and seven for the State of Paraná. <![CDATA[Adição de registros de <em>Cosmarium</em> Corda <em>ex</em> Ralfs (Conjugatophyceae, Desmidiaceae) para a região Nordeste do Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200217&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A partir do estudo taxonômico de desmídias em ambientes lóticos e lênticos da Área de Proteção Ambiental Litoral Norte, Bahia, Brasil, foram catalogados 35 táxons pertencentes ao gênero Cosmarium Corda ex Ralfs, dos quais 33 estão sendo registrados pela primeira vez para a flora ficológica do Nordeste do Brasil, incluindo táxons pouco conhecidos e outros redescobertos após 100 anos da última citação, como C. trinodulum Nordst. var. brasiliense Borge e Cosmarium horridum Borge. Os materiais estudados provieram de amostras coletadas em dois períodos, no verão (janeiro-março de 2009) e no inverno (junho-agosto de 2009). São fornecidas descrições e comentários com táxons afins, bem como ampliada a distribuição geográfica destes no Brasil.<hr/>ABSTRACT From the taxonomic study of desmids occurring in lotic and lentic environments in the North Coast Environmental Protection Area, Bahia, Brazil, we cataloged 35 taxa belonging to the genus Cosmarium Corda ex Ralfs, of which 33 are being registered for the first time for the phycology flora of the Northeastern Brazil including little-known taxa and others rediscovered 100 years after the last citation, e.g., Cosmarium trinodulum Nordst. var. brasiliense Borge and Cosmarium horridum Borge. The materials studied were from samples collected in two periods, namely in the summer (January-March 2009) and winter (June-August 2009). Descriptions and comments with related taxa are provided, as well as the wide geographic distribution in Brazil. <![CDATA[Variações fenotípicas em <em>Andira fraxinifolia</em> Benth. (Fabaceae) em duas fitofisionomias de Restinga]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200237&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O estudo analisou a variabilidade de caracteres morfológicos de Andira fraxinifolia (Fabaceae) em duas formações de Restinga. Os espécimes foram coletados no Parque Estadual do Acaraí, São Francisco do Sul, SC, Brasil, em áreas de vegetação de Restinga arbustivo-arbórea e de floresta de transição. Cinco indivíduos foram selecionados em cada área para caracterização da altura da planta, do diâmetro à altura do peito, da morfologia das folhas e da anatomia do lenho caulinar. Andira fraxinifolia apresentou variações fenotípicas significativas entre as áreas estudadas, com destaque às dimensões das folhas e o tamanho da planta. Estes ajustes estruturais podem ser adaptativos, promovendo a sobrevivência da espécie em locais com condições ambientais distintas.<hr/>ABSTRACT The study analyzed the variability of morphological trait variability of Andira fraxinifolia from two different Restinga formations. The study was conducted at Acaraí State Park, São Francisco do Sul, Santa Catarina, Brazil, in areas of shrub-tree Restinga and Forest transition. Five individuals were selected on each area in order to characterize their height, trunk diameter at breast height, leaf morphological traits, and stem anatomical traits. Andira fraxinifolia presented phenotypic variations between the studied areas; leaf dimensions and the plant size being the most significant variations. The structural adjustments of these traits can be adaptive, allowing the plant survival in areas with distinct environmental conditions. <![CDATA[Diversidade de <em>Dorstenia</em> L. (Moraceae) do Estado de São Paulo, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200247&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Dorstenia está representada por 11 espécies no Estado de São Paulo, destas D. brevipetiolata C.C. Berg é registrada pela primeira vez para o Estado. São apresentadas descrições, chave de identificação, ilustrações, distribuição geográfica e comentários taxonômicos sobre as espécies.<hr/>ABSTRACT Dorstenia is represented by11 species in the State of SãoPaulo; of these, D. brevipetiolata C.C. Berg is registered to the state for the first time. Descriptions, identification key, illustrations, geographic distribution, and taxonomic comments are provided to each species. <![CDATA[Briófitas do Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo de Santa Virgínia, Estado de São Paulo, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200265&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO O Núcleo Santa Virgínia é um dos centros administrativos do extenso Parque Estadual da Serra do Mar que foi criado para proteger a rica biodiversidade da Mata Atlântica do Estado de São Paulo. Esse domínio fitogeográfico possui a maior riqueza e endemismo de espécies de briófitas do país. Foram encontradas 386 espécies de briófitas (196 hepáticas, 188 musgos e dois antóceros), 32 (8%) espécies endêmicas brasileiras, 24 novos registros para o Estado de São Paulo e quatro novas ocorrências para a Mata Atlântica (Cheilolejeunea beyrichii (Lindenb.) Reiner, Microlejeunea acutifolia Steph, Lepidopilum pallidonitens (Müll. Hal.) Paris e Bryum leptocladon Sull.). A família de hepáticas Lejeuneaceae foi a mais rica, com 90 espécies, enquanto Pilotrichaceae apresentou maior riqueza para os musgos, com 20 espécies. A maioria das espécies encontradas apresenta uma distribuição moderada para o país e são neotropicais.<hr/>ABSTRACT The Núcleo Santa Virgínia is one of the administrative centers of the extensive Parque Estadual da Serra do Mar that was created in order to protect the rich São Paulo State Atlantic Forest biodiversity. This phytogeographical domain is the richest in bryophyte species and endemic species of the country. Altogether, we found 386 bryophyte species (196 liverworts, 188 mosses, and two hornworts); 32 (8%) are Brazilian endemic species; 24 new records are registered for São Paulo State and four new records for Atlantic Forest (Cheilolejeunea beyrichii (Lindenb.) Reiner, Microlejeunea acutifolia Steph, Lepidopilum pallidonitens (Müll. Hal.) Paris, and Bryum leptocladon Sull). The liverwort family Lejeuneaceae was the richest with 90 species found in the area, while Pilotrichaceae showed greater richness for mosses, with 20 species. Most species reveal a moderate distribution for the country and are neotropical. <![CDATA[Estudos de culturas e atividade ligninolítica de alguns políporos (Basidiomycota) da Mata Atlântica brasileira, São Paulo, SP, Brasil]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200289&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt ABSTRACT During a fungi survey in the brazilian Atlantic Forest in São Paulo, São Paulo State, Brazil, polypores growing on decaying wood were collected and fragments of the basidiomata were used to obtain isolates in pure culture. A total of 37 isolates were obtained and 23 species were identified. Cultural features of Bjerkandera atroalba, Henningsia brasiliensis, Rigidoporus undatus, and Steccherinum reniforme were described for the first time. A total of 31 isolates were evaluated in terms of their ability to oxidize the Remazol brilliant blue R dye (RBBR) and guaiacol. The results of these tests indicate that all isolated species were associated with white rot in the wood. Laccase and peroxidase activities were detected by drop tests using solutions of α-naphthol and pyrogallol. Production of cellulases and siderophores was detected with carboxymethylcellulose (CMC) and chrome azurol S (CAS) agar, respectively.<hr/>RESUMO Durante um levantamento de fungos na Mata Atlântica brasileira do Estado de São Paulo, SP, Brasil, fungos poroides crescendo em madeira em decomposição foram coletados e fragmentos dos basidiomas foram utilizados para obter culturas puras. Um total de 37 isolados foram obtidos e identificados em 23 espécies. Características das culturas de Bjerkandera atroalba, Henningsia brasiliensis, Rigidoporus undatus e Steccherinum reniforme são descritas pela primeira vez. Um total de 31 isolados foram avaliados em termos da capacidade para oxidar os corantes Remazol brilliant blue R (RBBR) e guaiacol. Resultados destes testes indicaram que todas as espécies estudadas são associadas com produção de podridão branca na madeira. Atividades lacase e peroxidase foram detectadas pelo teste de gotas usando soluções de α-naphthol e pyrogallol. Produção de celulases e sideróforos foram detectadas com o ágar carboxymethylcellulose (CMC) e chrome azurol S (CAS), respectivamente. <![CDATA[Comparação de técnicas para restauração da vegetação lenhosa de Cerrado em pastagens abandonadas]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200301&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO Restaurar o Cerrado é um desafio para a ciência e a prática, que depende de experimentação. Comparamos, pela eficácia ecológica e custos, a semeadura direta em linhas ou a lanço, plantio de mudas e regeneração natural assistida ou passiva, para restaurar a vegetação de Cerrado em pastos abandonados em Canarana, MT. Após 22 meses, registramos 112 espécies lenhosas na área experimental como um todo, 16 das quais foram plantadas, evidenciando alta resiliência do Cerrado em pastos abandonados. A riqueza não diferiu entre tratamentos, mas a semeadura direta resultou em alta dominância de uma única espécie e baixa diversidade. Por outro lado, a semeadura direta em linhas proporcionou densidade superior aos outros tratamentos. O plantio de mudas, que apresentou custos mais elevados, não resultou em densidade ou riqueza superiores aos outros tratamentos. Resiliência, custos e metas (recobertura, exploração econômica ou biodiversidade) conduzem a diferentes decisões entre técnicas para a restauração do Cerrado.<hr/>ABSTRACT Cerrado restoration has been a challenge for science and practice, which depends on experimentation. We compared the ecological efficacy and costs of direct seeding in rows, broadcast seeding, planting nursery-raised seedlings, and assisted natural or passive regeneration, to restore the Cerrado vegetation in old pastures at Canarana, MT. After 22 months, we recorded 112 woody species in the entire experimental area, from which only 16 were planted, demonstrating the high resilience of Cerrado vegetation in abandoned pastures. Richness did not differ among treatments, but direct seeding resulted in high dominance of a single species and low diversity. On the other hand, direct seeding in rows provided higher woody plant density than the other treatments. The higher costs of planting seedlings did not result in either higher richness or density. Resilience, costs and the restoration goal (recovery, commercial exploitation, or biodiversity) lead to different decisions among restoration techniques for Cerrado vegetation. <![CDATA[Flora do Parque Nacional do Catimbau, PE, Brasil: Loranthaceae]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-89062016000200317&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt RESUMO A família Loranthaceae Juss. caracteriza-se, principalmente, por apresentar hábito hemiparasítico. Possui alta representatividade mundial; ocorrendo, no Brasil, desde matas mais úmidas como a Mata Atlântica, até áreas xéricas, como a Caatinga. Este trabalho apresenta o estudo taxonômico de Loranthaceae no Parque Nacional do Catimbau (PNC), semiárido do Estado de Pernambuco, Nordeste do Brasil. Na área de estudo, foram registradas quatro espécies pertencentes aos gêneros Psittacanthus e Struthanthus. Struthanthus confertus é registrada pela primeira vez registrada para o Estado de Pernambuco. Foi elaborada uma chave para a separação das espécies baseada nas descrições morfológicas. Também são fornecidos dados sobre o período de floração, frutificação e de habitat para as espécies.<hr/>ABSTRACT The family Loranthaceae Juss. is characterized mainly by its hemiparasitic habit. It has high representativeness in the world, occurring, in Brazil, from the humid forests like the Atlantic Rain Forest, to the xeric areas like the Caatinga vegetation. This work presents the taxonomic study of Loranthaceae at the Parque Nacional do Catimbau, semiarid region on Pernambuco state, northeast of Brazil. In the studied area, four species belonging to the genera Psittacanthus and Struthanthus were recorded. Struthanthus confertus Mart. is recorded for the first time to the state of Pernambuco. A key for the separation of species based on morphological descriptions was elaborated. Data on the period of flowering and fruiting and habitat also were provided to the species.