Scielo RSS <![CDATA[Audiology - Communication Research]]> http://www.scielo.br/rss.php?pid=2317-643120180001&lang= vol. 23 num. lang. <![CDATA[SciELO Logo]]> http://www.scielo.br/img/en/fbpelogp.gif http://www.scielo.br <![CDATA[Expressive vocabulary performance of students aged from 4 to 5 years attending public and private schools]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100300&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução O desempenho no vocabulário pode variar em razão de estímulos ambientais e contexto socioeconômico e cultural. Objetivo: Comparar o desempenho em prova de vocabulário expressivo entre pré-escolares da rede pública e privada de ensino, na faixa etária de 4 a 5 anos, e analisar os processos de substituição mais frequentes. Métodos A amostra foi composta por 86 pré-escolares, na faixa etária de 4 a 5 anos, de ambos os gêneros, sem sinais indicativos de síndromes, distúrbios neurológicos ou de linguagem. A amostra foi dividida em dois grupos: G1- grupo de pré-escolares da rede pública de ensino e G2- grupo de pré-escolares da rede privada de ensino. Todos os pré-escolares foram submetidos à triagem fonoaudiológica e à avaliação do vocabulário expressivo, por meio do Teste de Vocabulário do ABFW. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística, utilizando o teste Exato de Fisher e o teste T (p&lt;0,05), considerando as ocorrências de Designações por Vocábulos Usuais, de Não Designações e de Processos de Substituição, por campo conceitual. Resultados O G2 apresentou melhor desempenho que o G1 no teste de vocabulário, havendo diferença significativa para todos os campos conceituais. Entretanto, quando comparado o desempenho dos pré-escolares com os parâmetros do teste, a maioria dos pré-escolares do G1 e do G2 apresentou desempenho adequado. Os processos de substituição mais frequentes foram os de hiperônimos e co-hipônimos próximos. Conclusão Pré-escolares da rede privada de ensino apresentaram melhor desempenho em prova de vocabulário expressivo. Além disso, os processos de substituição ocorreram com mais frequência em pré-escolares da rede pública de ensino, sendo os mais frequentes os de hiperônimo e co-hipônimo próximo.<hr/>ABSTRACT Introduction Vocabulary performance may vary due to environmental stimuli, and socioeconomic and cultural context. Purpose To compare the performance of expressive vocabulary of children attending public and private schools, aged from four to five years, and analyze the most frequent substitution processes. Methods The sample consisted of 86 preschool children, aged from four to five years, male and female, without signs of syndromes and neurological or language disorders, divided into G1: Group of preschoolers in the Public School, and G2: Group of preschoolers in the Private School. All children were submitted to speech-language screening and expressive vocabulary evaluation through the ABFW Vocabulary Test. Data were submitted to statistical analysis, using Fisher’s Exact Test and T-test (p &lt;0.05), considering the occurrences of Designations by Usual Word, Non-Designations and Substitution Processes according to conceptual fields. Results G2 presented better performance in the vocabulary test than G1, with statistically significant difference for all conceptual fields. However, when comparing pre-school performance with test parameters, most G1 and G2 preschoolers presented adequate performance. The most frequent substitution processes were those of hyperonymy and close co-hyponymy. Conclusion Private school preschoolers present better performance in expressive vocabulary tests. In addition, substitution processes occurred more frequently in preschoolers in the public school system, and the most frequent ones were hyperonymy and co-hyponymy. <![CDATA[Restrictions in participation and mental state in new hearing aids users]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100301&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução: A deficiência auditiva pode exacerbar mudanças cognitivas decorrentes do envelhecimento. Objetivo: Estudar a restrição de participação em atividades diárias e processos cognitivos em idosos, novos usuários de próteses auditivas. Métodos: Foram avaliados 50 idosos com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo, novos usuários de amplificação sonora, distribuídos em três grupos, segundo o grau da perda auditiva. Foram aplicados o Hearing Handicap Inventory For Elderly e o Mini Exame do Estado Mental, antes e após 12 a 16 semanas de uso das próteses auditivas. O tratamento estatístico foi realizado por meio da análise de variância e comparações múltiplas de Bonferroni, com nível de significância de 0,05. Resultados: Após a estimulação acústica por meio do uso de próteses auditivas por 12 a 16 semanas, houve redução da restrição de participação em atividades diárias, tanto na subescala emocional, quanto na social/situacional do Hearing Handicap Inventory For Elderly. Idosos com perda de grau moderadamente severo apresentaram maiores restrições de participação na subescala social e no escore total do Hearing Handicap Inventory For Elderly. O Mini Exame do Estado Mental revelou maiores escores total e dos domínios orientação, memória imediata, atenção e cálculo, evocação e linguagem, após o uso das próteses auditivas. Quanto ao gênero, idosos do gênero feminino apresentaram média dos escores menores em atenção e cálculo. Conclusão: Os idosos com deficiência auditiva apresentaram redução da autopercepção das restrições de participação e melhora dos processos cognitivos de orientação, memória imediata, atenção e cálculo, evocação e linguagem, com a estimulação acústica.<hr/>ABSTRACT Introduction: Hearing impairment may accentuate cognitive decline caused by ageing. Purpose: To study restriction of participation in daily activities and cognitive processes in new elderly hearing aids users. Methods: Fifty elderly individuals, all new users of amplification, with mild to moderately severe post-lingual symmetrical sensorineural hearing loss were evaluated. They were then divided into three groups according to the degree of hearing loss. The Hearing Handicap Inventory for the Elderly questionnaire and the Mini Mental State Examination were applied pre and post-fitting of the hearing aids (after 12 to 16 weeks). The analysis of variance and Bonferroni multiple comparisons with significance level of 0.05 were used as statistical analyses. Results: After acoustical stimulation through the use of hearing aids for 12 to 16 weeks, there was a reduction in the restriction of participation in daily activities both in the emotional and social/situational scales of the Hearing Handicap Inventory for the Elderly. Elderly individuals with moderately severe loss reported higher hearing handicap at the social subscale and the global score. The Mini Mental State Examination analysis revealed higher scores for the Orientation to Time and Place, Repetition/Registration, Attention and Calculation, Recall, and Language domains at the post-fitting evaluation. Regarding gender, females presented lower mean scores in Attention and Calculation. Conclusion: Elderly individuals were benefited by the use of hearing aids, which reduced self-perception of hearing handicap and improved cognition aspects of Orientation to Time and Place, Repetition/Registration, Attention and Calculation, Recall, and Language. <![CDATA[Influence of auditory feedback in the vocal acoustic parameters of individuals without vocal complaints]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100302&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução: A qualidade da emissão vocal é dependente da integridade do mecanismo de retroalimentação auditiva. A presença de eventuais falhas nesse mecanismo está relacionada à indução do abuso e/ ou mau uso vocal e, por conseguinte, do surgimento de quadros de disfonia. Objetivo: Avaliar a influência da retroalimentação auditiva na intensidade e na frequência da voz, em indivíduos sem queixas vocais. Métodos: Participaram da pesquisa 40 sujeitos do gênero feminino, sem queixas vocais e com limiares auditivos dentro dos padrões de normalidade. As participantes foram submetidas a uma avaliação auditiva, composta por audiometria tonal liminar, imitanciometria e por uma avaliação acústica vocal dos parâmetros de intensidade e frequência, realizada em três momentos: antes, durante e após a exposição ao ruído branco. Resultados: Houve diferença significativa na relação das médias obtidas na intensidade e entre o limiar dos reflexos acústicos contralaterais e as frequências vocais, nos três momentos da avaliação acústica. Conclusão: Os achados sugerem que a retroalimentação auditiva interfere no controle da intensidade e frequência vocal.<hr/>ABSTRACT Introduction: The quality of the vocal emission is dependent on the integrity of the auditory feedback mechanism of the presence of eventual failures is related to the induction of abuse and / or vocal misuse, and therefore of the surgeon of dysphonia. Purpose: To evaluate the influence of auditory feedback in voice intensity and frequency in individuals with no vocal complaints. Methods: Participants were 40 female subjects without vocal and auditory thresholds within normal standards complaints. Participants underwent an auditory evaluation composed of pure tone audiometry, tympanometry and a vocal acoustic assessment of intensity and frequency parameters, carried out in three stages: before, during and after exposure to white noise. Results: There was significant difference in the average of the ratio obtained in intensity and between the threshold of contralateral acoustic reflexes and vocal frequencies in the three moments of acoustic evaluation. Conclusion: Thus, the findings suggest that auditory feedback interferes with the control of the intensity and vocal frequency. <![CDATA[Communicative performance training in university health students]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100303&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução: A expressão do conhecimento é um desafio na vida dos alunos no ensino superior. Objetivo: Avaliar a eficácia da intervenção fonoaudiológica por meio do programa Treinamento da Performance Comunicativa (TAPCo) para universitários. Métodos: Participaram desta pesquisa 26 universitários de ambos os gêneros e de quatro diferentes cursos da área da saúde. A pesquisa foi realizada em seis etapas, a saber: registro audiovisual de uma apresentação oral dos discentes antes do treinamento; treinamento das habilidades comunicativas por meio do programa TAPCo; registro audiovisual após o treinamento; tabulação dos dados obtidos pelos pesquisadores; avaliação randomizada e cega dos 26 discentes, por três fonoaudiólogas não participantes da pesquisa, de forma qualitativa; autoavaliação dos participantes. O TAPCo foi composto por oito sessões de treinamento, que envolveram os seguintes aspectos: vestuário, expressão corporal e facial, fala e voz. Resultados: Houve melhora, com diferença estatisticamente significativa, em todos os aspectos treinados, de acordo com a autoavaliação. Quanto à avaliação qualitativa das juízas, observou-se que a classificação predominante foi boa, em todos os aspectos avaliados. No aspecto vestuário, houve maior presença do indicador indiferente. O aspecto fala e voz apresentou a maior predominância da qualificação excelente. Conclusão: Tanto as avaliações das juízas, quanto as autoavaliações, mostraram a eficiência do TAPCo para o treinamento de estudantes universitários. Embora a autoavaliação tenha apresentado algumas divergências em relação à avaliação das juízas, esse procedimento se mostrou uma excelente ferramenta de acompanhamento da evolução do TAPCo.<hr/>ABSTRACT Introduction: Knowledge expression is a challenge in the lives of students in higher education. Purpose: Evaluation of the efficacy of Speech-Language Pathology intervention in a Communicative Performance Training (TAPCo) program for university students. Methods: Twenty six students of both genres and from four different health courses participated in this study. The research was carried out in six stages: audiovisual record of an oral presentation of the students before the training; training of communicative skills through the TAPCo program; audiovisual recording after training; tabulation of participants by the researchers of this paper; randomized and blinded qualitative evaluation by three Speech-Language Pathologists that did not participate of the research of the 26 students, and; self-assessment performed by the 26 participants. The TAPCo was composed of eight training sessions that involved the following aspects: dress code, body and facial expression, voice and speech. Results: There was significant difference, according to self-assessment, in all trained aspects. Regarding the qualitative classification of judges’ evaluations, it was observed that good was predominant in all evaluated aspects. In the dress code aspect was observed that there was a greater presence of the indifferent indicator. The speech and the voice aspects presented the highest predominance of the excellent qualification. Conclusion: Both the evaluations of the judges and the self-assessments showed the efficiency of TAPCo in training university students. Although the self-assessment presented some divergences compared to the judges’ evaluation, this procedure proved to be an excellent tool to monitor the evolution of TAPCo. <![CDATA[Effectiveness of referral and counter-referral systems in a high-complexity Speech, Language and Hearing healthcare service in the city of São Paulo]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100304&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução Conhecer o fluxo de referência e contrarreferência de serviços de saúde de alta complexidade é imprescindível para o aperfeiçoamento da assistência fonoaudiológica. Objetivo Analisar o fluxo de pacientes de um serviço de Fonoaudiologia de alta complexidade no Sistema Único de Saúde (SUS). Métodos Estudo descritivo, realizado em serviço de Fonoaudiologia de hospital de alta complexidade. Foram analisados os dados de 373 usuários submetidos à triagem fonoaudiológica (consulta a prontuários). As variáveis analisadas foram: perfil sociodemográfico e fonoaudiológico; origem dos usuários (referência); tempo entre a referência e a realização da triagem; encaminhamentos após a triagem (contrarreferência); tempo entre a conclusão da triagem e o primeiro atendimento fonoaudiológico no serviço de contrarreferência; grau de satisfação com o atendimento fonoaudiológico de contrarreferência. Resultados Predominaram indivíduos com idades entre 0 e 11 anos e 11 meses, do gênero masculino, residentes na cidade de São Paulo, com ensino fundamental incompleto. A hipótese diagnóstica fonoaudiológica de disfonia foi a mais prevalente. A maioria dos usuários foi referenciada pela atenção terciária. A média de tempo de espera para a triagem foi de 56,6 dias (intervalo predominante de 51 a 60 dias). Pouco mais da metade dos sujeitos foi encaminhada para o nível terciário. O tempo de espera pelo atendimento foi maior no nível secundário. A maioria dos usuários referiu como excelente ou bom o grau de satisfação com o atendimento. Conclusão Observou-se alto grau de resolutividade no serviço analisado (atenção terciária) e necessidade de reorganização dos sistemas de referência e contrarreferência na atenção secundária e primária.<hr/>ABSTRACT Introduction For optimum quality in Speech, Language and Hearing (SLH) healthcare, it is essential to be aware of the flow of referrals and counter-referrals for high-complexity health services. Purpose To analyze the flow of patients of a high-complexity SLH service in Brazil’s Unified Health System (Sistema Único de Saúde – SUS). Methods Descriptive study, made at a Speech, language and hearing (SLH) service of a high complexity hospital. Participants were 373 users who underwent SLH screening (consultation of health records). The variables analyzed were: social-demographic profile; SLH profile; origin of referral of users; time between referral and screening being carried out; referrals after screening (counter-referral); time between conclusion of screening and first SLH consultation in the counter-referred service; and degree of satisfaction with the SLH consultation of the counter-referral. Results The largest group was the age range zero to 11 years 11 months, male, resident in the city of São Paulo, who had not completed primary education. The most prevalent initial diagnosis in SLH terms was dysphonia. The majority of users were referred to tertiary care. The average waiting time for screening was 56.6 days. Just over half the subjects were referred for tertiary care. The waiting time for care was longest at the secondary level. The majority of users stated their degree of satisfaction with the care to be excellent or good. Conclusion A high degree of resolutiveness was observed in the tertiary care service analyzed; and a need was observed in secondary and primary care for reorganization of the systems of referral and counter-referral. <![CDATA[Hearing screening and perceived participation restriction in the elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100305&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução Aparelhos portáteis realizam triagem que identifica possíveis alterações auditivas, permitindo maior número de beneficiados. Além disso, questionários de autoavaliação podem oferecer panorama da percepção que o idoso tem do seu problema. Objetivo Verificar se os resultados da triagem auditiva em idosos se relacionam com a percepção da restrição de participação social e se existe influência da idade, gênero e escolaridade, nas variáveis. Métodos Estudo transversal realizado com idosos em dois centros de convivência. Foi realizada uma anamnese, em que constavam dados de identificação, idade e escolaridade. Foi realizada a inspeção visual do meato acústico externo e, em seguida, a triagem auditiva, utilizando equipamento portátil. Em forma de entrevista, aplicou-se o questionário Hearing Handicap Inventory for the Elderly – Screening Version (HHIE-S), constituído de 10 questões e dividido em duas escalas, a social e a emocional, cada uma composta de cinco questões. Os dados foram tabulados e analisados estatisticamente. Resultados Foram avaliados 64 idosos, de ambos os gêneros, com média de idade de 70 anos e 8 meses. Destes, 48 (75%) apresentaram-se sem percepção de restrição, 12 (18,75%), com percepção leve a moderada e quatro (6,25%), com percepção significante, segundo classificação do questionário. Os resultados da triagem e do questionário não foram influenciados pelo gênero e pela escolaridade. A idade também não influenciou a pontuação do questionário, porém, houve associação da idade com a triagem e também houve associação entre a triagem auditiva e o questionário. Conclusão Idosos que “falharam” na triagem auditiva apresentaram maior pontuação no questionário e idosos mais velhos apresentaram piores resultados na triagem auditiva.<hr/>ABSTRACT Introduction Portable equipment can now perform screenings that identify possible hearing loss, allowing a greater number of people to be evaluated. Self-assessment questionnaires may also provide an overview of the elderly’s perception of their problem. Purpose To examine if the hearing-screening results in the elderly are related to their perceived restriction in social participation, and whether they are influenced by age, gender and schooling. Methods A cross-sectional study was carried out with elderly people of two cohabitation centers. Medical history and participant details were collected, including name, age, and schooling data. Visual inspection of the external auditory meatus and hearing screening using portable equipment were then performed. The Hearing Handicap Inventory for the Elderly – Screening Version (HHIE-S) questionnaire was then administered in the form of an interview. The HHIE-S consists of ten questions divided into two scales—social and emotional - each composed of five questions. The data were then statistically analyzed. Results Sixty-four elderly people, comprising men and women, with a mean age of 70 years and 8 months, were evaluated. Of these, 48 (75%) were classified as without perceived restriction, 12 (18.75%) with mild to moderate perceived restriction, and four (6.25%) with significant perceived restriction, according to the questionnaire criteria. The screening and questionnaire results were not influenced by gender and schooling. Age did not influence the questionnaire score, but was associated with the hearing-screening outcome. There was a relationship between hearing screening and scores on the questionnaire. Conclusion Elderly patients who “failed” the hearing screening had higher scores in the questionnaire and older adults had worse hearing-screening results. <![CDATA[Knowledge of the medical and nursing teams about the management of oral medications in hospitalized adult dysphagic patients]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100306&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Descrever o conhecimento das equipes assistenciais sobre a disfagia e prescrição e administração de medicamentos orais em pacientes disfágicos adultos. Métodos Estudo transversal, realizado com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem das unidades de internação e terapia intensiva em hospital universitário do Sul do Brasil. Participaram 102 profissionais, que responderam questionários adaptados e previamente testados para a pesquisa. As variáveis exploratórias foram: dados sociodemográficos; orientação acadêmica e profissional sobre disfagia; conhecimento sobre disfagia; fases da deglutição; sinais, sintomas e comorbidades associados à disfagia; manejo, prescrição e administração de medicações no paciente disfágico. Resultados Dos entrevistados, 93,5% dos médicos, 100% dos enfermeiros e 97,8% dos técnicos de enfermagem sabiam o que é disfagia. A maioria reconheceu o fonoaudiólogo como responsável pela reabilitação da deglutição, mas não identificou os sinais e sintomas da disfagia, sendo o engasgo na deglutição o mais reconhecido. Ao prescrever medicamentos, 58,1% dos médicos responderam que não cogitam vias alternativas (enteral ou endovenosa) para administração medicamentosa e 22,5%, que orientam a equipe de enfermagem sobre como administrar em pacientes disfágicos. A maioria dos enfermeiros e técnicos - 50,0% e 68,9% respectivamente -, informou que tritura o medicamento, misturando com água, e 65,4% e 46,7%, respectivamente, mencionaram que se sentem pouco preparados para administrar medicamentos em pacientes disfágicos. Conclusão O conhecimento das equipes assistenciais ainda é incipiente, quando relacionado ao cuidado do paciente adulto disfágico hospitalizado e ao uso de medicações por via oral. O compartilhamento de saberes, o investimento em educação permanente e a qualificação durante a formação destes profissionais é fundamental para melhorar o atendimento integral ao paciente.<hr/>ABSTRACT Purpose To describe the knowledge of healthcare teams about dysphagia, prescription, and administration of oral medications in dysphagic adult patients. Methods Cross-sectional study that included physicians, nurses, and nursing technicians from Hospitalization and Intensive Therapy Units of a university hospital in southern Brazil. A total of 102 professionals participated and answered an adapted and previously tested survey for this research. Exploratory variables were: sociodemographic data; academic and professional guidance on dysphagia; knowledge about dysphagia; phases of swallowing; signs, symptoms, and comorbidities associated with dysphagia; management, prescription, and administration of medications in the dysphagic patient. Results 93.5% of the physicians, 100% of the nurses, and 97.8% of the nursing technicians know what dysphagia is. Most recognize the speech therapist as being responsible for swallowing rehabilitation; however they do not identify the signs and symptoms of dysphagia; choking during swallow was the most recognized symptom. For prescription drugs, 58% of the physicians do not consider alternative routes (enteral or intravenous) for administration, and 22.5% advise the nursing staff on how to manage patients with dysphagia. Most nurses and nursing technicians, 50,0% and 68,9% respectively, crush the medicine and mix it with water; and 65,4% and 46,7%, respectively, feel unprepared to administer medications in patients with dysphagia. Conclusion The knowledge of healthcare teams is still incipient when it comes to the care of the hospitalized adult dysphagic patients and the use of oral medications. Knowledge sharing, investment in permanent education, and qualification during the education of these professionals is fundamental to improve the integral care to the patient. <![CDATA[Auditory impressions of the teacher’s voice in the perception of students, teachers and naive people]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100307&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Comparar as impressões auditivas de estudantes, professores e leigos para a voz, na docência do ensino fundamental. Métodos Estudo transversal formado por três grupos: 104 alunos; 40 professores e 40 não professores. O objeto de estudo foi um banco de 14 vozes, composto pela voz de uma atriz. Os participantes assinalaram as vozes preferidas para uma professora do ensino fundamental, indicando se eram agradáveis, motivadoras e capazes de despertar atenção. Resultados As vozes preferidas foram de qualidade vocal neutra (95,1%), pitch grave (75%) e velocidade lenta (67,9%), consideradas agradáveis, motivadoras e capazes de despertar atenção. As vozes menos escolhidas foram soprosa moderada (98,4%) e intensa (97,3%), rugosa leve (94,6%), moderada (94,0%) e intensa (94,6%), com articulação de fala imprecisa (94,0%), todas com psicodinâmica vocal negativa. A voz grave foi, proporcionalmente, a mais escolhida pelos professores (95%). As vozes de velocidade lenta, intensidade forte e soprosa leve foram mais assinaladas pelos leigos (90%, 52,5% e 37,5%) e os alunos indicaram menos as vozes rugosas leves e moderadas (1,9%). Conclusão Vozes de qualidade vocal neutra, de pitch grave e com velocidade de fala lenta são as preferidas para uma professora do ensino fundamental, consideradas agradáveis, motivadoras e capazes de despertar a atenção. Vozes com articulação de fala imprecisa, rugosas e soprosas moderadas e intensas não são bem aceitas e a psicodinâmica é negativa. Professores valorizam mais o pitch grave; leigos, a velocidade de fala lenta, soprosidade leve e intensidade forte e os alunos são os que mais avaliam negativamente as vozes rugosas.<hr/>ABSTRACT Purpose Compare the auditory perceptions of students, teachers and naive people regarding the voice, in elementary school teaching. Methods It is a cross-sectional study composed by three groups of 104 students, 40 teachers and 40 non-teachers. The object of the research was a 14-voice bank, composed by the voice of an actress. The participants pointed out which voices they would choose for an elementary school teacher, indicating if the voices were pleasant, motivating and able to arouse attention. Results The preferred voices were of neutral vocal quality (95.1%), bass pitch (75%) and slow speed (67.9%), considered pleasant, motivating and able to arouse attention. The less chosen voices were the moderate breathy (98.4%), intense breathy (97.3%), mild rough (94.6%), moderate rough (94.0%), intense rough (94.6%) and with imprecise speech articulation (94.0%), all of them with negative vocal psychodynamic. Proportionally, the bass voice was the most chosen by teachers (95%). The slow speed, strong intensity and mild breathy voices were more marked by naive people (90%, 52.5%, 37.5%) and the students reported less the mild rough (1.9%) and moderate rough (1.9%) ones. Conclusion Voices of neutral vocal quality, of bass pitch and with slow speech speed are the preferred ones for a teacher of elementary school, considered pleasant, motivating and able to arouse attention. The voices with imprecise speech articulation, moderate and intense rough and breathy are not well accepted and the psychodynamic is negative. Teachers appreciate more the bass pitch; naive people, the slow speech speed, mild breathy and strong intensity; and students evaluate negatively the rough voices. <![CDATA[Occurence of indicators for hearing loss in a center of health of Rio Grande do Sul]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100308&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar a ocorrência dos Indicadores de Risco para a Deficiência Auditiva em neonatos e lactentes de um programa de triagem auditiva neonatal do estado do Rio Grande do Sul. Métodos Estudo retrospectivo, observacional e descritivo. Realizado por fonoaudiólogas, em um centro de saúde auditiva de média complexidade. Casuística composta por 2.333 neonatos com indicadores de risco para a deficiência auditiva, que realizaram a triagem auditiva neonatal no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2016. A análise de dados constituiu-se na descrição do perfil da amostra, segundo as variáveis categóricas e estatísticas descritivas das variáveis numéricas. Resultados Nos quatro primeiros anos analisados, o indicador de risco com maior ocorrência foi a permanência na unidade de terapia intensiva neonatal por mais de cinco dias e, no último ano, o nascimento pré-termo. Verificou-se o aumento de hereditariedade, toxoplasmose congênita, sífilis congênita, HIV congênito e nascimento pré-termo. Verificou-se, também, a diminuição dos seguintes indicadores de risco para a deficiência auditiva: permanência na unidade de terapia intensiva por mais de cinco dias, ventilação mecânica, drogas ototóxicas, hiperbilirrubinemia com necessidade de exsanguíneotransfusão, índice de Apgar de “0” a “6” no quinto minuto, peso inferior a 1500g, pequeno para a idade gestacional e síndromes genéticas. Conclusão O indicador mais prevalente na amostra foi a permanência na unidade de terapia intensiva neonatal por mais de cinco dias, que reduziu ao longo dos anos. No último ano analisado, o fator de risco mais recorrente foi o nascimento pré-termo, que aumentou no período avaliado.<hr/>ABSTRACT Purpose Investigate the incidence of risk indicators for hearing loss in newborn and neonatal of a neonatal hearing screening program in the state of Rio Grande do Sul. Methods A retrospective, observational, descriptive study, performed by speech therapists, in a medium complexity auditory health center. Casuistry composed of 2,333 newborns with risk indicators for hearing loss, who underwent neonatal hearing screening from January 2012 to December 2016. The data analysis consisted on the description of the sample profile, according to the categorical variables and descriptive statistics of the numerical variables. Results From 2012 up to 2015, the risk indicator with higher occurrence was neonatal intensive care longer than five days, whereas preterm births prevailed in 2016. Increased heredity, congenital toxoplasmosis, congenital syphilis, congenital HIV and preterm births have also been observed. The risk indicators for hearing impairment that have decreased were: neonatal intensive care longer than five days, mechanical ventilation, ototoxic drugs, hyperbilirubinemia (serum level requiring exchange transfusion), Apgar score from 0-6 at minute five, weight below 1500g, being small for gestational age and congenital syndrome. Conclusion During the first four years, the risk indicator with higher occurrence was neonatal intensive care longer than five days, in spite of a decrease during the years. In the last year, the most frequent risk factor was preterm birth, which increased during the evaluated period. <![CDATA[Oral transit time in Alzheimer’s disease]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100309&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Avaliar o tempo de trânsito oral de alimento na consistência pudim, nos diferentes estágios da demência de Alzheimer. Métodos Estudo de caráter descritivo e observacional do tipo transversal, com uma amostra de 34 idosos com idade entre 65 e 98 anos, com demência de Alzheimer em diferentes estágios. Os participantes foram observados por avaliação de videofluoroscopia da deglutição, enquanto ingeriam alimento na consistência pudim, usando o programa de cronometragem Kinovea. Os dados foram analisados estatisticamente, em nível de significância de 5%. Resultados Os participantes com o Clinical Dementia Rating CDR 3 apresentaram maior tempo de trânsito oral, quando comparados àqueles com CDR 1, média de 3,09s (desvio padrão = 0,91) e 1,17s (desvio padrão = 1,10), respectivamente. Participantes na faixa etária de 90a 100 anos apresentaram maior tempo de trânsito oral do que os mais jovens, entre 60 e 79 anos, média de 3,90s e 1,28s. Conclusão Indivíduos com demência e idade avançadas apresentam tempo de trânsito oral aumentado para alimento na consistência pudim, devendo ser alvo de atenção de familiares e cuidadores.<hr/>ABSTRACT Purpose Evaluate oral transit time (OTT) with pudding consistency at the different stages of Alzheimer's disease (AD). Methods Descriptive, cross-sectional, observational study conducted with a sample of 34 elderly aged 65-98 years, with AD at different stages. Participants were observed using videofluoroscopy of swallowing while ingesting pudding consistency, using the Kinovea timing program. Data were statistically analyzed at 5% significance level. Results Participants with Clinical Dementia Rating - CDR 3 presented longer OTT compared with those with CDR 1, with means of 3.09 s (SD = 0.91) and 1.17 s (SD = 1.10), respectively. Individuals aged 90-100 years presented longer OTT than those aged 60-79 years, means of 3.90 s and 1.28 s, respectively. Conclusion Individuals with dementia and advanced aged present longer OTT for pudding consistency and should receive special attention from family members and caregivers. <![CDATA[Hearing and language development scale in cochlear implanted children]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100310&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Caracterizar o desempenho auditivo e de linguagem oral em crianças implantadas com menos de dois anos de idade auditiva, por meio da Escala de Desenvolvimento de Audição e Linguagem (EDAL-1) e comparar os resultados aos de crianças ouvintes até 2 anos de idade. Métodos Estudo experimental de caráter descritivo. Participaram 141 crianças, divididas em dois grupos: grupo controle, com 92 normo-ouvintes, e grupo experimental, com 49 crianças surdas acompanhadas audiologicamente, durante os dois primeiros anos após a implantação. As normo-ouvintes passaram por avaliação auditiva e os pais responderam ao questionário EDAL-1. As crianças implantadas passaram por avaliação otorrinolaringológica e fonoaudiológica a cada três meses e os pais responderam ao EDAL-1. Resultados Nos dois grupos foram observadas respostas ascendentes, com melhora de acordo com o aumento da idade cronológica. Os resultados obtidos no grupo experimental foram estatisticamente piores que no grupo controle, porém, com tendência de crescimento. O EDAL-1 mostrou-se de fácil aplicação e permitiu o monitoramento do desempenho das crianças implantadas. Conclusão O desempenho auditivo e de linguagem oral em crianças surdas, usuárias de implante coclear, foi caracterizado pelo EDAL-1 e mostrou-se em crescimento, conforme o aumento do tempo de estimulação auditiva, fato também observado nas crianças ouvintes. Apesar disso, os resultados das crianças ouvintes foram melhores que os das crianças surdas implantadas.<hr/>ABSTRACT Purpose To characterize Auditory and oral language performance in children under 2 years of age with Hearing and Language Development Scale (EDAL-1) and to compare the results to those of hearing children up to two years of age. Methods This is an experimental study of descriptive nature. A total of 141 children were divided into two groups: control group with 92 normal hearing, and the experimental group with 49 deaf children followed audiologically during the first two years after implantation. Normal hearing children underwent auditory assessment and parents responded to EDAL-1. The children implanted, every three months, underwent otorhinolaryngological and speech-language evaluation, and the parents answered EDAL-1. Results In both groups we observed upward responses, with improvement as chronological and auditory age increases. Results obtained in the study group are statistically worse than in the control group, but with a tendency to grow. EDAL-1 was easy to apply and allowed to monitor the performance of the implanted children. Conclusion Oral and auditory performance in deaf children with cochlear implants was characterized by EDAL-1, and it was shown to be growing as the time of auditory stimulation increased, a fact also seen in hearing children. Despite this, the results of the hearing children were better than those of the deaf children implanted. <![CDATA[Association between temporomandibular disorders and tinnitus in the elderly]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100311&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar a associação entre zumbido e disfunção temporomandibular em idosos. Métodos Estudo transversal realizado com a inclusão de idosos com vida independente. A disfunção temporomandibular foi avaliada por exame odontológico e o zumbido foi verificado pela história médica. A análise estatística foi realizada utilizando o teste Qui-quadrado, o risco relativo e a regressão logística. Resultados O zumbido foi observado em 82,9% dos indivíduos com disfunção temporomandibular e, através desta análise, observou-se que a disfunção temporomandibular é um fator de risco para o zumbido. Conclusão Houve associação entre zumbido e disfunção temporomandibular na população idosa. Ressalta-se a importância de identificar fatores de risco para o zumbido, que podem ser modificados por meio de intervenções específicas, uma vez que esta prática é essencial na prevenção de episódios futuros, bem como na gestão do processo de tratamento de pacientes idosos, em geral.<hr/>ABSTRACT Purpose To verify the association between tinnitus and temporomandibular dysfunction in the elderly. Methods A cross sectional study was conducted with the inclusion of elderly individuals with independent living. Temporomandibular dysfunction was assessed by odontological evaluation and tinnitus was verified by medical history. Statistical analysis was performed using the chi-square test, relative risk and logistic regression. Results Tinnitus was observed in 82.9% of individuals with temporomandibular dysfunction and through this analysis is shown that temporomandibular dysfunction as a risk factor for tinnitus. Conclusion The results showed that there was association between tinnitus and temporomandibular dysfunction in the elderly population and emphasizes the importance of identifying risk factors for tinnitus that can be modified through specific interventions, since it is essential in the prevention of future episodes, as well as managing the process of treatment of elderly patients in general. <![CDATA[Hearing impairment in newborns and infants with myelomeningocele]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100312&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar a ocorrência de alterações auditivas em recém-nascidos e lactentes com mielomeningocele e/ou Síndrome de Arnold Chiari tipo II. Métodos Foram incluídos na amostra 160 neonatos atendidos em unidade de terapia intensiva neonatal, distribuídos em três grupos: Grupo Estudo 1, formado por 42 neonatos com Síndrome de Arnold Chiari tipo II; Grupo Estudo 2, constituído por 38 neonatos com mielomeningocele e Grupo Controle, com 80 recém-nascidos sem síndromes, malformações e/ou riscos para alteração auditiva. Todos os pacientes realizaram a triagem auditiva neonatal com emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente e foram submetidos à pesquisa do potencial evocado auditivo de tronco encefálico com estímulo clique. Quando houve falha nas emissões, a pesquisa dos limiares eletrofisiológicos foi realizada mediante potencial evocado auditivo de tronco encefálico com tone burst . A análise estatística foi feita por meio de testes paramétricos e os dados encontrados foram descritos nos resultados, considerando o nível de significância p&lt;0,05. Resultados Houve maior ocorrência de perda coclear, alteração central e neuropatia auditiva nos grupos estudados. No que se refere aos valores médios das latências absolutas e dos intervalos interpicos, nos três grupos, por orelha, houve aumento das latências absolutas das ondas III e V e dos intervalos interpicos III-V e I-V , no grupo de lactentes com Síndrome de Arnold Chiari tipo II. Conclusão Recém-nascidos e lactentes com Síndrome de Arnold Chiari tipo II e mielomeningocele apresentaram maior ocorrência de perda coclear, espectro da neuropatia auditiva e alterações centrais.<hr/>ABSTRACT Purpose To characterize Auditory and oral language performance in children under 2 years of age with Hearing and Language Development Scale (EDAL-1) and to compare the results to those of hearing children up to two years of age. Methods This is an experimental study of descriptive nature. A total of 141 children were divided into two groups: control group with 92 normal hearing, and the experimental group with 49 deaf children followed audiologically during the first two years after implantation. Normal hearing children underwent auditory assessment and parents responded to EDAL-1. The children implanted, every three months, underwent otorhinolaryngological and speech-language evaluation, and the parents answered EDAL-1. Results In both groups we observed upward responses, with improvement as chronological and auditory age increases. Results obtained in the study group are statistically worse than in the control group, but with a tendency to grow. EDAL-1 was easy to apply and allowed to monitor the performance of the implanted children. Conclusion Oral and auditory performance in deaf children with cochlear implants was characterized by EDAL-1, and it was shown to be growing as the time of auditory stimulation increased, a fact also seen in hearing children. Despite this, the results of the hearing children were better than those of the deaf children implanted. <![CDATA[Content analysis and appearance of the speech therapy protocol of accompanying – breastfeeding]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100313&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Analisar conteúdo e aparência do Protocolo de Acompanhamento Fonoaudiológico – Aleitamento Materno e elaborar um guia instrucional para o instrumento. Métodos Estudo do tipo exploratório, de natureza quantitativa. Participaram cinco avaliadores especialistas, com ampla experiência em atuação fonoaudiológica relacionada à Neonatologia, que analisaram conteúdo e aparência do protocolo, que abordam aspectos maternos, neonatais e da díade mãe/recém-nascido, além de orientações gerais e específicas da Fonoaudiologia, relacionadas à amamentação, A análise estatística foi realizada por meio do Índice de Validade de Conteúdo, com nível de concordância de 70%. Na segunda rodada, o instrumento foi analisado pelos mesmos especialistas, por meio da escala de Likert, com cinco posições (concordo plenamente, concordo, indiferente, discordo e discordo totalmente). Resultados Foram 15 itens acrescentados, sete modificados, cinco excluídos e um tópico adicionado. Obteve-se alto nível de concordância, sendo as respostas distribuídas em “concordo” e “concordo plenamente” (92% - conteúdo e 100% - aparência). A descrição do guia instrucional foi realizada a partir da versão analisada do protocolo. Conclusão A análise do conteúdo e aparência do protocolo, bem como a elaboração do seu guia instrucional, pretendem possibilitar sua utilização de modo consistente e sistemático no campo fonoaudiológico relacionado ao aleitamento materno, abordando tanto o registro da avaliação, como do acompanhamento da díade mãe/recém-nascido, na situação de amamentação. Ressalta-se a importância de serem realizadas as próximas etapas da validação do protocolo.<hr/>ABSTRACT Purpose Analyse the content and the appearance of the Speech Therapy monitoring protocol of breastfeeding; elaborating an instructional guide for it. Methods Exploratory type quantitative study. Five evaluators participated in the study, with a broad experience in Speech Therapy related to Neonatology, who analyzed the content and appearance of the protocol that addresses maternal, neonatal and mother-infant dyad aspects, as well as general and Speech Language Therapy specific guidelines related to Breastfeeding. Statistical analysis was performed using the Validity and Content Index, with concordance level of 70%. In the second round, the instrument was analyzed by the same evaluators, using the Likert scale, with five positions (I fully agree, agree, disregard, disagree and totally disagree). Results There were fifteen items added, seven modified, five excluded, and one added topic. A high level of agreement was obtained, with the answers distributed in agreed and fully agreed (92% -content and 100% - appearance). The description of the instructional guide was made from the analyzes version of the protocol. Conclusion The content analysis and appearance of the protocol, as well as the elaboration of its instructional guide, intend to use in a consistent and systematic way in the speech-therapy field related to breastfeeding, addressing both the evaluation recording and the monitoring of the mother-infant dyad - born in the breastfeeding situation. It is important to carry out the next steps of protocol validation. <![CDATA[Intervention via teleducation about vocal mutation and vocal habits]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100314&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Desenvolver e analisar os efeitos da aplicação de um programa de capacitação sobre muda vocal e hábitos vocais saudáveis, utilizando o modelo de ensino em saúde do Projeto Jovem Doutor. Métodos Completaram o programa 11 alunos, matriculados entre o 7º e o 8º ano do ensino fundamental de uma escola pública, divididos em dois grupos: grupo Jovens Doutores, composto por quatro alunos, que foram capacitados por meio de atividades presenciais e virtuais, e grupo Alunos, composto por sete alunos, que receberam o conhecimento transmitido pelos Jovens Doutores. Foi desenvolvido um ambiente virtual de aprendizagem, em formato de weblog, para a capacitação dos Jovens Doutores. Todos os participantes responderam a um questionário antes e após a capacitação. Resultados Os Jovens Doutores foram multiplicadores dos conhecimentos adquiridos no curso de capacitação para outros alunos da escola. Houve aumento no nível de conhecimento entre os períodos pré-capacitação e pós-capacitação, para todos os participantes, tanto do grupo Jovens Doutores, como do grupo Alunos. Conclusão O programa foi desenvolvido e contribuiu com a maior interação entre a universidade e a comunidade. Houve aumento do conhecimento adquirido pelos estudantes, por meio da capacitação, sobre a importância de conhecerem as mudanças que ocorrem na voz, no período da adolescência, e sobre os hábitos vocais saudáveis. A transmissão desses conhecimentos representa um potencial para a prevenção de disfonias e redução das dificuldades decorrentes dessas mudanças.<hr/>ABSTRACT Purpose To develop and to analyze the effects of a training program about voice mutation and healthy vocal habits using the model of education in health from the Young Doctor Project. Methods Eleven students enrolled in the 7th and 8th years of a public school, divided in two groups, completed the program: Young Doctors group, composed by four students, who were trained through presential and virtual activities, and Students group, composed by seven students, who received knowledge transmitted by the Young Doctors. A virtual learning environment was developed, in a weblog format, to train the Young Doctors. All the participants answered a questionnaire before and after training. Results Young Doctors were multipliers of the knowledge acquired in the training course to other students in the school. There was an increase in knowledge between the pre-training and post-training periods for all participants, in both groups. Conclusion The program was developed and contributed with the largest interaction between the university and the community. The students’ knowledge about the importance of knowing about the voice changes that happen during adolescence and about healthy vocal habits increased through training. The transmission of this knowledge represents a potential for dysphonia prevention and reduction of difficulties stemming from these changes. <![CDATA[The use of everyday scenarios based on the educational tool “My World” in mothers of children and adolescents with hearing loss]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100315&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Identificar a concepção dos participantes sobre o uso dos cenários e personagens da ferramenta My World para o treinamento de habilidades sociais educativas cotidianas com mães de crianças e adolescentes com deficiência auditiva. Métodos Estudo exploratório sobre a análise dos relatos dos participantes quanto ao uso dos cenários e personagens da ferramenta para desenvolvimento de práticas parentais positivas. O estudo foi desenvolvido em uma clínica-escola de Fonoaudiologia de uma faculdade do interior do estado de São Paulo, Brasil, com três mães de crianças com deficiência auditiva, que realizavam terapia fonoaudiológica naquele local. Para coleta dos dados, foi aplicado um questionário sobre os elementos da ferramenta. Resultados Observou-se que os elementos da ferramenta parecem ter contribuído para que as mães identificassem mais concretamente dificuldades e facilidades na interação com seus filhos com deficiência auditiva. Conclusão Acredita-se que este estudo possa auxiliar na implantação de ferramentas que favoreçam a participação dos familiares no processo de reabilitação auditiva, contribuindo, assim, para maior probabilidade de sucesso terapêutico.<hr/>ABSTRACT Purpose To identify the participants’ opinion about the use of scenarios and characters of the educational tool “My World”, in parents of children with hearing loss. Methods This exploratory study analyzed the reports of participants about utilization of the tool’s scenarios and characters for the development of positive parental practices. The study was conducted at a university speech-language pathology clinic in a city at the country side of the state of São Paulo, Brazil, on three mothers of children and adolescents with hearing loss, who received speech therapy at the clinic. Data were collected using a questionnaire about the tool elements. Results The tool elements seemed to contribute for the mothers to more precisely identify the ups and downs in the interaction with their children with hearing loss. Conclusion This study can aid the development of tools to favor the participation of family members in the auditory rehabilitation of their children, thus contributing to increase possibility of therapeutic success. <![CDATA[Computer-based auditory training for elderly with hearing aids provided by the Health Care System]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100316&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar a efetividade de um programa de treinamento auditivo computadorizado em idosos protetizados. Métodos O estudo foi realizado com 72 idosos, entre 60 e 89 anos de idade, média de 74 anos (±7,8), protetizados em um centro de saúde. Os participantes foram divididos em grupo experimental, 48 (66,7%) e grupo controle, 24 (33,3%). Todos foram submetidos aos testes comportamentais (Fala no Ruído, Random Gap Detection Test e Dicótico de Dígitos) e ao questionário de restrição de participação Hearing Handicap Inventory for the Elderly - Screening Version. O grupo experimental foi avaliado antes e após o treinamento auditivo (quatro sessões) e o grupo controle, na entrega do aparelho de amplificação sonora individual e 40 dias após. O treinamento auditivo neurocognitivo foi elaborado conforme as necessidades de cada participante, com a utilização de recursos variados. Resultados Ao comparar o desempenho nos testes comportamentais e no questionário de restrição de participação, nos dois momentos de avaliação, identificou-se diferença estatística para ambos os grupos. O coeficiente delta de cada variável permitiu a análise da variação entre a pré-avaliação e a pós-avaliação e constatou diferenças estatisticamente significativas para os testes comportamentais e não significativas para o questionário de restrição de participação. Conclusão O programa de treinamento auditivo computadorizado se mostrou efetivo, indicando melhora das habilidades auditivas alteradas. O questionário não refletiu os efeitos do treinamento auditivo.<hr/>ABSTRACT Purpose To check effectiveness of a computer-based auditory training program for elderly citizens with hearing aids. Methods The study was conducted with 72 senior patients, between 60 and 89 years old, with an average age of 74 years (±7.8), all users of hearing aids fitted in a health center. The patients were divided in an experimental group, 48 users (66.7%), and a control group, 24 (33.3%). They were all part of the same behavioral tests (speech in noise, random gap detection and dichotic digit test) and also the Hearing Handicap Inventory for the Elderly - Screening Version restriction questionnaire. The experimental group was tested before and after the auditory training (four sessions), while the control group was tested at the delivery of the individual hearing aids and 40 days later. The neurocognitive auditory training was customized to each participant with the use of varied resources. Results After comparing the behavioral tests results and the restriction questionnaire answers, in both evaluation moments, we noticed a statistical advantage for both groups. The analysis using a delta coefficient of each variable allowed us to visualize the variation from pre-evaluation to post-evaluation. The result showed a significant increase in the auditory processing tests and a not significant increase in the restriction questionnaire. Conclusion The computer-based auditory training program was effective, producing improvements in the hearing abilities. The restriction questionnaire did not reflect the effects of the auditory training. <![CDATA[Signs, symptoms and vocal function in individuals with dysphagia treated for head and neck cancer]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100317&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivos Avaliar a presença de sinais e sintomas vocais e função vocal em indivíduos com disfagia, tratados de câncer de cabeça e pescoço – CCP e identificar os valores de corte dos respectivos instrumentos. Métodos Estudo prospectivo com 96 indivíduos (68 homens e 28 mulheres), divididos em grupo experimental – GE (pacientes tratados de CCP com disfagia, independente de queixa vocal) e grupo controle – GC (sem queixas autorrelatadas de voz e deglutição, pareados em média de idade e sexo com GE), que responderam a um questionário com dados de identificação e caracterização da amostra, Lista de Sinais e Sintomas Vocais – LSS, e dois protocolos de avaliação vocal (Índice de Função Glótica – IFG e Escala de Sintomas Vocais – ESV). Por fim, as notas de corte dos protocolos foram identificadas por meio da curva ROC (Receiver Operating Characteristic). Resultados Indivíduos do GE apresentaram mais sinais e sintomas vocais e maiores escores no IFG e ESV que os indivíduos do GC, além de pior autoavaliação vocal. Os três instrumentos apresentaram máxima área sob a curva ROC, com valores de corte ESV=17, IFG=4 e LSS=6 pontos. Conclusão Indivíduos tratados de CCP com disfagia apresentam mais sinais e sintomas vocais, pior autopercepção da disfunção vocal e maior prejuízo nos aspectos de limitação, emocional e físico da voz, que indivíduos vocalmente saudáveis. Os três instrumentos evidenciaram sensibilidade e especificidade máximas, podendo ser utilizados como ferramentas de triagem.<hr/>ABSTRACT Purpose To evaluate the presence of vocal signs and symptoms and the vocal function in patients with dysphagia treated for head and neck cancer – HNC and identify the cutoff values of these instruments. Methods Prospective study with 96 individuals (68 men and 28 women) divided into an experimental group – EG (HNC patients with dysphagia, independently of their vocal complaints) and control group – CG (without self-reported vocal or swallowing complaints, with age and sex-matched to the EG). They all answered a questionnaire with identification and characterization of the sample data, the Vocal Signs and Symptoms List – SSL and the protocols: Glottal Function Index – GFI and Voice Symptom Scale – VoiSS. The protocols cutoff values were identified by the ROC curve. Results Individuals from the EG had more vocal signs and symptoms and higher scores in the GFI and the VoiSS than individuals from the CG, they also had worst vocal self-assessment. The three instruments showed maximum area under the ROC curve, with cutoff values of VoiSS=17, GFI=4 and SSL=6. Conclusions Individuals treated for HNC with dysphagia presented more vocal signs and symptoms, poorer perception of their vocal dysfunction and greater loss in vocal aspects of impairment, emotional and physical than the vocally healthy individuals. The three instruments showed maximum sensitivity and specificity and can be used as screening tools. <![CDATA[“Sign exchanges”: characterization of phonological processes occurred during the Libras acquisition by deaf preschoolers]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100318&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Descrever as características dos processos fonológicos encontrados na língua de sinais de pré-escolares surdos. Métodos Participaram da pesquisa 15 crianças surdas, com idade entre 3 e 7 anos. A coleta de dados ocorreu por meio de filmagem da aplicação do Instrumento de avaliação fonológica da língua de sinais brasileira: FONOLIBRAS, que propõe nomear, em Libras (Língua Brasileira de Sinais), 50 figuras. Foi realizada transcrição em SignWriting e os sinais de Libras com processos fonológicos foram classificados quanto ao tipo, parâmetro e mão(s) envolvida(s). Por fim, os dados receberam tratamento estatístico. Resultados Todas as crianças surdas apresentaram produção de sinais com variações linguísticas, em relação ao padrão adulto, ou seja, processos fonológicos, confirmando que é um fenômeno natural do desenvolvimento infantil também nas línguas de sinais. O tipo mais frequente foi assimilação, também estando presentes substituição, epêntese, elisão e metátese. O parâmetro configuração de mão foi o mais afetado e a ocorrência maior, na mão passiva. Conclusão De que modo os processos fonológicos fazem parte da aquisição das línguas de sinais, podendo ser naturalmente suprimidos, ou não, é um assunto que merece a atenção dos profissionais que atuam na área da surdez, de modo a aperfeiçoar o desenvolvimento da comunicação dos usuários destas línguas.<hr/>ABSTRACT Purpose To describe the characteristics of the phonological processes found in deaf preschoolers’ sign language. Methods Fifteen deaf children aged 3 to 7 years participated in the study. Data collection was conducted by filming the application of the FONOLIBRAS test, which requires participants to name 50 figures in Libras (Brazilian sign language). Transcription was performed on SignWriting; Libras signals with phonological processes were classified by type, parameter, and hand(s) involved. Finally, the data received statistical treatment. Results All deaf children showed signs of linguistic variation in relation to the adult pattern, that is, phonological processes, confirming that these processes are a natural phenomenon of child development in sign languages ​​as in spoken languages. The most frequent process was assimilation, while replacement, epenthesis, elision, and metathesis were also present. The hand configuration parameter was the most affected. The occurrence was greater in the passive hand. Conclusion As phonological processes are part of the acquisition of sign languages and can be naturally suppressed or not, these phenomena deserve the attention of professionals who work in the area of deafness in order to optimize the communication development of users of these languages. <![CDATA[Age effects in temporal auditory processing: modulation masking release and forward masking effect]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100319&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Investigar o efeito da idade no benefício da modulação do ruído mascarante (masking release) e no pós-mascaramento ( forward masking). Métodos Participaram da pesquisa jovens (média de idade de 18 anos e quatro meses) e idosos (média de idade de 64 anos e três meses) falantes nativos do Português Brasileiro e com audição normal. Mediante uso de sentenças da versão brasileira do Hearing in Noise Test, determinou-se, para ambos os grupos, limiares de reconhecimento em presença de ruído estável e em presença de ruído modulado em amplitude (10 Hz). Para a pesquisa do pós-macaramento, foram determinados limiares auditivos em intervalos de tempo de 4, 16, 64 e 128 milissegundos, após a interrupção do ruído. Para avaliar a normalidade dos resultados obtidos, foi aplicado o teste de Shapiro-Wilk. Nas variáveis em que a normalidade foi indicada, aplicou-se o teste t de Student para amostras independentes e nos casos em que a normalidade não foi encontrada, aplicou-se o teste de Mann-Whitney. Foi considerado o nível de significância de 5% Resultados Observou-se o benefício da modulação do mascaramento nos dois grupos. Porém, esse benefício foi menor para o grupo dos idosos (p-valor &lt; 0,001). Na investigação do pós-mascaramento, houve diferença significativa entre os grupos, na média de limiares em 128 milissegundos, após a cessação do ruído (p-valor = 0,006). Conclusão O estudo mostra efeito da idade no benefício de modulação do ruído mascarante e no pós-mascaramento.<hr/>ABSTRACT Purpose The purpose of this study was to investigate the age-related effects of modulation masking release and forward masking. Methods Ten younger (mean age of 18.4) and ten older (mean age of 64.3) adults participated in the study. All participants were native speakers of Brazilian Portuguese with normal hearing. Sentences of the Brazilian version of the Hearing in Noise Test were used to obtain speech recognition thresholds in the presence of steady-state noise and amplitude-modulated noise (10 Hz). To investigate forward masking, auditory thresholds were determined at time intervals of 4, 16, 64, and 128 ms after noise interruption. The Shapiro-Wilk test was applied to evaluate the normality of the results. In the variables in which normality was indicated, the Student’s t-test was applied for the independent samples, and the Mann-Whitney test was applied in cases where normality was not found. A significance level of 5% was adopted for all statistical analyses. Results Modulation masking release was present in both groups; however, it was significantly smaller in the elderly group. As for forward masking investigation, higher thresholds were obtained after noise interruption, and improved as the time interval between noise and stimulus presentation increased. Forward masking was higher in the elderly group, whit higher thresholds for the time interval of 128 ms. Conclusion An age-related effect was identified on modulation masking release and forward masking. <![CDATA[Performance of school-aged children in the basic audiological evaluation and the binaural integration task]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100320&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Analisar o desempenho auditivo de escolares na avaliação audiológica básica e, posteriormente, nos casos de integridade das vias auditivas periféricas, avaliar e comparar o desempenho de crianças com bom desempenho escolar (GC) e desempenho escolar insatisfatório (GE), na habilidade auditiva de integração binaural. Métodos Estudo do tipo transversal e descritivo. Foram realizadas anamnese, avaliação audiológica básica e teste dicótico de dígitos (TDD). A amostra foi composta, inicialmente, por 63 crianças no GE e 61 no GC. Os critérios de inclusão para avaliação audiológica básica para ambos os grupos, foram: escolares na faixa etária de 8 a 10 anos, falantes nativos do Português Brasileiro, com compreensão adequada às instruções fornecidas. Resultados Os grupos foram homogêneos quanto à faixa etária e heterogêneos em relação ao gênero, com mais meninos no GE e meninas no GC. As informações da anamnese revelaram que as crianças do GE apresentaram pior comportamento auditivo de escuta em ambiente ruidoso, atenção e agitação, na percepção dos responsáveis. Na avaliação auditiva periférica, houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos, sendo que o GE apresentou perda auditiva e/ou alteração de orelha média em um número maior de crianças. No TDD, foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos, demonstrando que escolares com rendimento escolar insatisfatório tiveram pior desempenho na tarefa de integração binaural. Conclusão Crianças com rendimento escolar insatisfatório apresentaram pior desempenho auditivo periférico e na habilidade de figura-fundo para sons verbais. Desta forma, programas de saúde auditiva devem incluir procedimentos da avaliação audiológica básica e do processamento auditivo central.<hr/>ABSTRACT Purpose To analyze the auditory performance of students in basic audiological evaluation, and later, in cases of integrity of the peripheral auditory pathways, to evaluate and compare the performance of children with good school performance (GC) and unsatisfactory school performance (GE) in binaural integration task. Methods Cross-sectional and descriptive study. Anamnesis, basic audiological evaluation, and Dichotic Digits Test (DDT) were performed. The sample consisted initially of 63 children in the GE and 61 in the GC. The inclusion criteria for basic audiological evaluation for both groups were: schoolchildren aged from 8 to 10 years, native speakers of Brazilian Portuguese, with adequate understanding of the instructions provided. Results The groups were homogeneous regarding age and heterogeneous regarding gender, with more boys in GE and girls in GC. Children of the GE presented worse hearing behavior in noisy environment, attention and agitation, in the perception of guardians. In the peripheral auditory evaluation, there was a statistically significant difference between the groups. GE presented hearing loss and/or alteration of the middle ear in a larger number of children. In DDT, statistically significant differences were found between the groups, the GE presented worse performance in the task of binaural integration. Conclusion Children with unsatisfactory school performance presented worse peripheral auditory performance and figure-background ability for verbal sounds. Thus, auditory screening programs should include procedures of the basic audiological evaluation and the central auditory processing. <![CDATA[Relationship between auditory-perceptual and self-assessment measures in patients with multiple sclerosis]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100321&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar se existe relação entre medidas perceptivo-auditivas e de autoavaliação em pacientes portadores de esclerose múltipla, com e sem queixa vocal. Métodos Participaram 18 sujeitos com diagnóstico de esclerose múltipla, com idades entre 21 e 67 anos, sendo 12 mulheres e seis homens. Foram aplicados uma breve anamnese, a Escala de Sintomas Vocais e o protocolo Vivendo com Disartria, seguidos da gravação da vogal /ԑ/ sustentada. A intensidade do desvio vocal e os graus de rugosidade, soprosidade, tensão e instabilidade foram avaliados por três fonoaudiólogos, utilizando-se uma escala analógico-visual de 100 mm. Resultados Os pacientes com esclerose múltipla com queixa vocal apresentaram maiores escores nos domínios total (p= 0,026) e limitação (p= 0,042) da Escala de Sintomas Vocais; na seção um (p= 0,041), seção quatro (p= 0,030) e seção dez (p= 0,050) do protocolo Vivendo com Disartria. Houve correlação positiva forte entre os escores da Escala de Sintomas Vocais, domínios total e limitação e os escores da seção um, quatro e nove do protocolo Vivendo com Disartria. Conclusão Pacientes com esclerose múltipla com queixa vocal possuem maior frequência de ocorrência de sintomas e maior impacto da disartria na comunicação. Não há relação entre as medidas perceptivo-auditivas e de autoavaliação em pacientes portadores de esclerose múltipla. No entanto, os escores dos dois instrumentos de autoavaliação utilizados são fortemente correlacionados.<hr/>ABSTRACT Purpose To determine the relationships between auditory-perceptual and self-assessment measures in patients with multiple sclerosis with and without vocal complaints. Methods Eighteen subjects diagnosed with multiple sclerosis, including 12 women and 6 men aged between 21 to 67 years, participated in the study. A brief anamnesis, the Voice Symptom Scale and the Living with Dysarthria questionnaire were completed, followed by recording of the sustained /ԑ/ vowel. The overall severity of vocal deviation and the degrees of roughness, breathiness, strain and instability were assessed by three speech therapists using a 100-mm visual analogue scale. Results Patients with multiple sclerosis and vocal complaints had higher Total (p= 0.026) and Limitation (p= 0.042) scores on the Voice Symptom Scale and on sections one (p= 0.041), four (p= 0.030) and ten (p= 0.050) of the Living with Dysarthria questionnaire. Strong positive correlations were found between the Total and Limitation scores of the Voice Symptom Scale and the scores of sections one, four and nine of the Living with Dysarthria questionnaire. Conclusion Patients with multiple sclerosis and vocal complaints have higher frequencies of symptom occurrence and emotional and speech effects. No relationship was found between auditory-perceptual and self-assessment measures in patients with multiple sclerosis. However, the scores on the two self-assessment instruments used are strongly correlated. <![CDATA[Effect of the arousal state on automatic detection of cortical auditory evoked responses in neonates]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100322&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo O objetivo desse estudo foi comparar a latência e amplitude do potencial evocado auditivo cortical P1i entre neonatos em estado de alerta e durante o sono leve. Métodos Vinte e cinco neonatos com emissões otoacústicas evocadas transientes presentes foram testados, por meio do potencial evocado auditivo cortical (PEAC), sendo dez em estado de alerta e 15 durante o sono leve. Para pesquisa dos potenciais corticais, utilizou-se o equipamento Hearlab System, de um canal, no módulo Cortical Tone Evaluation (CTE). O potencial P1i foi pesquisado de forma monoaural, na intensidade de 80 dBnNA, para as frequências de 500, 1000, 2000 e 4000Hz. A detecção do P1i foi feita de maneira automática pelo equipamento. A marcação da latência e amplitude foi realizada por três juízes. Resultados Não houve diferença estatisticamente significativa entre os dois grupos de neonatos para os valores de amplitude e latência, nas quatro frequências testadas. Conclusão Não houve influência do estado comportamental dos neonatos na avaliação do potencial cortical P1i.<hr/>ABSTRACT Purpose The aim of the present study was to compare latency and amplitude of the cortical auditory evoked response P1i among newborns in an alert state and during light sleep. Methods Twenty-five neonates with normal transient evoked otoacoustic emissions were tested with cortical auditory evoked potentials (CAEP): 10 were in an alert state and 15 in light sleep during testing. For the investigation of cortical potentials, a single-channel Hearlab System equipment, Cortical Tone Evaluation module (CTE), was used. The P1i potential was investigated monoaurally at an 80dBnHL intensity at 500, 1000, 2000 and 4000 Hz. P1i was automatically detected by the equipment. Latency and amplitude were marked by three judges. The responses of the newborn in an alert state were compared with those in light sleep. Results There was no statistically significant difference between the two groups of neonates for the amplitude and latency values at the four tested frequencies. Conclusion There was no influence of the neonates’ behavioral state on the evaluation of the P1i auditory cortical potential. <![CDATA[Vocal behavior and working conditions of teachers after speech therapy for treatment of behavioral dysphonia]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100323&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar as mudanças de hábitos vocais e na percepção do ambiente de trabalho dos professores com disfonia comportamental, após participação no Programa Integral de Reabilitação Vocal. Métodos Estudo transversal realizado com prontuários de professores municipais (etapa 1) e com aplicação de questionário após alta fonoaudiológica (etapa 2). Os 25 professores participantes realizaram fonoterapia para disfonia comportamental e responderam ao questionário, no período mínimo de seis meses após alta fonoaudiológica. A coleta de dados foi feita por meio da análise retrospectiva dos prontuários dos pacientes e por envio de questionário via internet. Foi realizada análise descritiva e os testes McNemar, Wilcoxon e teste t, considerando nível de significância de 5%. Resultados Comparando o momento pré e pós-fonoterapia, verificou-se que os professores perceberam piora na ventilação, temperatura e ruído originado dentro da escola, redução no relato de ruído originado na sala de aula e fora da escola, além de terem intensificado a utilização do microfone. Houve aumento da prática de aquecimento e desaquecimento vocal no momento após a fonoterapia. Não houve significância estatística entre os grupos nos parâmetros do protocolo Perfil de Participação e Atividades Vocais. Conclusão Ocorreram mudanças no comportamento vocal e na percepção do ambiente de trabalho, após a reabilitação fonoaudiológica. O relato de realização do aquecimento e desaquecimento da voz, após fonoterapia, aumentou, indicando que os professores mostraram-se mais conscientes sobre os benefícios dos exercícios vocais. O uso do microfone foi mais frequente, porém, a quantidade de água ingerida durante o dia foi aquém do esperado.<hr/>ABSTRACT Purpose Check the vocal habits and changes in the working environment of teachers with functional dysphonia before and after participation in the Comprehensive Vocal Rehabilitation Program. Methods Cross-sectional study using medical records of municipal teachers (step 1), and questionnaires after speech therapy (step 2). The 25 participants underwent speech therapy for functional dysphonia and answered the questionnaire over a period of at least six months after concluding the treatment. Data were collected through the retrospective analyses of the patients medical records, and by questionnaire via the internet. We performed a descriptive analysis and McNemar, Wilcoxon and Test-t tests considering a significance level of 5%. Results When comparing the time before and after the speech therapy, we found that teachers noticed a worsening in ventilation, temperature and noise originated with in the school. Teachers have increased the use of the microphone. They increased the practice of vocal warm-up and cool-down after the speech therapy. There was no statistical significance between the groups in the parameters of the Protocol of the Profile of Participation and activities. Conclusion The vocal behavior and the work environment changed after the intervention. The use of vocal warm-up and cool-down after speech therapy increased, indicating that teachers are more aware about the benefits of vocal exercises. The use of the microphone has increased, but the amount of water consumed during the day is lower than expected. <![CDATA[Effect of bilingualism on automatic word retrieval in the first years of elementary school]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100324&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Investigar, em escolares das séries iniciais do ensino fundamental (EF), efeitos do bilinguismo na velocidade e precisão do acesso ao léxico mental, conforme o tempo de exposição ao segundo idioma. Métodos Participaram 83 crianças entre 6 e 8 anos de idade, matriculadas nos dois primeiros anos do EF de escolas particulares, uma bilíngue (Português/Inglês), outra monolíngue (Português), com currículos pareados. Os professores indicaram os participantes que não apresentavam problemas sensoriais, motores, neurológicos, ou psiquiátricos. Todos tinham, como língua materna, o Português Brasileiro. Foram agrupados por escola e ano escolar (1o e 2o). Constituíram-se dois grupos: Grupo Bilíngue - GB - 43 escolares (53,3% meninas) com, pelo menos, dois anos de exposição ao Inglês, média de idade = 6,6 e Grupo Monolíngue – GM - 40 escolares (46,7% meninas), média de idade = 6,9. Foram avaliados em prova de nomeação rápida de objetos, quanto à velocidade e precisão de acesso ao léxico mental. O GB foi avaliado em Português e Inglês (um mês de intervalo) e o GM, em Português. As distribuições foram comparadas pelo teste Qui-quadrado e as médias corrigidas pelo teste de Bonferroni (nível de significância fixado em p&lt;0,05). As comparações entre GB e GM foram feitas por análise de variância. Resultados As amostras pareadas apresentaram, nas condições de nomeação rápida (Português ou Inglês), efeito geral para grupo e ano escolar, quanto à velocidade e precisão. A ANOVA mostrou melhor desempenho em tempo do GM, somente na comparação com GB, em Inglês. Conclusão A exposição ao Inglês não interferiu na velocidade ou precisão de nomeação em Português, no GB. A progressão escolar influenciou positivamente os grupos.<hr/>ABSTRACT Purpose Investigate the effects of bilingualism on the speed and accuracy of access to the mental lexicon, according to the time of exposure to the second language, in students of the first years of elementary school. Methods Eighty-three children between six and eight years old (M = 6.8y, SD = 0.72), in the first two years of elementary school in private schools with matching curricula, were assessed: bilingual (Portuguese/English), monolingual (Portuguese). Teachers indicated that they did not present sensory, motor, neurological, or psychiatric problems. Participants had Brazilian Portuguese (L1) as their native language and were grouped by school and grade (1st and 2nd). Bilingual Groups (BG: schoolchildren with at least two years of exposure to English; N = 44, 57% girls) and Monolingual Groups (MG: N = 40, 52.5% girls) were considered. A Rapid Automatized Naming task was used to evaluate the speed and accuracy of access to the mental lexicon. BG was evaluated in Portuguese and English (01 month interval); MG, in Portuguese. A MANOVA was conducted, and Wilks lambda (l) used to verify the effect of each variable (significance level: p &lt;0.05). Results The paired samples (c2 (1) = 0.310, p = 0.577) showed a general effect for group and grade (L1 or L2) for speed and accuracy. Differences in speed were observed between MG and BG for L2. Conclusion L2 exposure did not interfere with the speed or accuracy in rapid naming of L1 in BG. School progression had a positive influence on both groups. <![CDATA[Characterization of musical perception in cochlear implant users]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100325&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Avaliar a percepção musical de adultos usuários de implante coclear, utilizando o Questionário de Música de Munique (Munich Music Questionnaire – MUMU). Métodos Pesquisa transversal, de abordagem quantitativa. Participaram do estudo 22 adultos pós-linguais, usuários de implante coclear há, pelo menos, um ano. O instrumento de coleta dos dados aplicado foi o Questionário de Munique, que abrange questões sobre a participação em atividades musicais e a respeito dos hábitos de ouvir música, em relação aos estilos musicais, aos diferentes instrumentos, ao ambiente de escuta e ao uso de dispositivos auxiliadores. Os dados foram computados em seus valores absolutos e relativos e foi utilizada estatística descritiva para caracterizar a amostra. Resultados Foi possível observar que houve melhora na frequência de música ouvida pós-implante coclear. Dos participantes, a maioria respondeu não ligar a música diretamente ao seu processador. A maioria dos pacientes mencionou que ouvia música por prazer e para relaxar e que conseguiam perceber, principalmente, o ritmo. O instrumento com maior frequência de detecção foi o piano, seguido da bateria. O gênero musical referido com grande satisfação foi música para dançar e religiosa. Dos 10 pacientes que tocavam instrumentos antes da perda auditiva, 4 voltaram a tocar após a implantação e 3, que não tocavam, começaram a tocar, após o implante coclear. Conclusão Foi possível observar que o uso do implante coclear propiciou melhora na percepção musical dos usuários, refletindo benefício na qualidade de vida. Por isso, a reabilitação deve incluir, dentro do treinamento auditivo, o desenvolvimento de habilidades musicais.<hr/>ABSTRACT Purpose To evaluate the musical perception of adults with cochlear implant using the Munich Music Questionnaire (MUMU). Methods Cross-sectional research with a quantitative approach, approved by the institution's Research Ethics Committee (Opinion n° 1,626,211). Twenty-one post-lingual adults who were cochlear implant users for at least one year participated in the study. The data collection instrument applied was the Munich Questionnaire, which covers questions about participation in musical activities and about the habits of listening to music in relation to musical styles, different instruments, the listening environment and the use of assistive devices. The data were computed in absolute and relative values ​​and descriptive statistics were used to characterize the sample. Results It was possible to observe that there was improvement in the frequency of music heard after cochlear implantation. Of the participants, most respondents did not connect the music directly to their processor. Most patients listen to music for pleasure and to relax, and they can mostly sense the rhythm. The instrument with the highest frequency of detection was the piano, followed by the drums. The musical genre referred to with great satisfaction was techno and religious. Of the 10 patients who played instruments before hearing loss, 4 played again after implantation and 3, who did not play, began to play after cochlear implantation. Conclusion It was possible to observe that the use of the cochlear implant provided an improvement in the users' musical perception, reflecting an improvement in the quality of life. Therefore, rehabilitation should include within the auditory training the development of musical abilities. <![CDATA[Auditory processing screening: contributions of the combined use of questionnaire and auditory tasks]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100326&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Analisar o desempenho de escolares em uma bateria de triagem do processamento auditivo e comparar com um questionário de autopercepção. Além disso, comparar as respostas das crianças com questionário respondido pelos pais. Métodos Participaram 67 escolares com média de idade de 9,58 anos (±1,06), divididos em Grupo I (GI), composto por 40 crianças com desenvolvimento normal e bom desempenho escolar (23 meninas), e Grupo II (GII), composto por 27 crianças com dificuldades escolares (12 meninas). Foram realizados meatoscopia, imitanciometria, avaliação simplificada do processamento auditivo (ASPA) e questionário baseado no Scale of Auditory Behaviors. Resultados No total, 2 crianças do GI (5%) e 14 do GII (51,9%) tiveram desempenho alterado na ASPA. A tarefa de ordenação temporal para sons verbais demonstrou desempenho estatisticamente inferior do GII, em relação ao GI (p=0,001). No questionário, 14 crianças (35%) do GI e 23 (85,2%) do GII foram identificadas como risco para o TPAC (p&lt;0,001). Houve correlação positiva de grau moderado entre desempenho na ASPA e o questionário (p&lt;0,05). Na comparação das respostas das crianças e dos pais, considerando cada grupo separadamente, não houve diferença para o GI (p=0,894) e GII (p=0,239) e na amostra completa (p=0,363). Conclusão Ambos os instrumentos foram capazes de diferenciar os grupos estudados e identificar escolares que necessitam de encaminhamento para realizar o diagnóstico. A partir da análise de correlação, concluiu-se que a ASPA e o questionário devem ser utilizados de forma complementar, independentemente de serem aplicados com a criança ou os pais.<hr/>ABSTRACT Purpose To analyze the performance of school children in auditory tasks and to compare it with the self-perception questionnaire. In addition, it also aimed to compare the children’s answers with the same questionnaire answered by their parents and/or relatives. Methods A total of 67 children aged 9.58 years old on average (±1.06) participated in the study, having been divided into two groups. Group I (GI) consisted of 40 children with normal development and good school performance (23 females) and Group II (GII) consisted of 27 children with learning difficulties (12 females). The procedures applied included: meatoscopy, immitanciometry, auditory processing simplified assessment (ASPA) and a questionnaire based on the Scale of Auditory Behaviors. Results A total of two GI (5%) and 14 GII (51.9%) children had abnormal ASPA performance. The temporal ordering task demonstrated statistically lower performance of GII in relation to GI (p = 0.001). In the questionnaire, risk of CAPD was identified in 14 children (35%) of GI and 23 children (85.2%) of GII (p &lt;0.001). There was a positive moderate correlation between their performance in ASPA and in the questionnaire (p &lt;0.05). Comparing the answers of the children and their parents, considering each group separately, there was no difference for GI (p = 0894) and GII (p = 0239) and the total sample (p = 0.363). Conclusion Both instruments were able to differentiate the groups studied and to identify the schoolchildren who needed to be referred for a diagnostic evaluation. From the correlation analysis, it was concluded that both ASPA and the questionnaire should be used in a complementary way, regardless of whether they are applied to the children or their parents. <![CDATA[Auditory steady-state response and behavioral avaluation in children between 6 to 48 monhts of age]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100327&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar como os limiares obtidos pelas respostas auditivas de estado estável (RAEE) podem estimar os limiares obtidos pela audiometria com reforço visual (VRA), em crianças com audição normal e perda auditiva de diversos graus. Métodos Foram avaliadas 41 crianças de ambos os sexos (28 crianças do sexo masculino e 13 do sexo feminino), com faixa etária de 18 a 48 meses. Foram pesquisadas as frequências de 500, 1000, 2000 e 4000 Hz, em ambos os métodos de avaliação, e avaliadas as orelhas separadamente, totalizando 82 orelhas, sendo 20 com audição normal e 62 com perda auditiva. Os limiares foram analisados para calcular suas correlações e outras variáveis. Resultados Os limiares não variaram significativamente, nem com a idade, nem com o sexo. Em média, foram observados limiares eletrofisiológicos maiores que os limiares comportamentais. Conclusão A técnica da RAEE possibilita a determinação dos limiares auditivos objetivamente, com uma considerável correlação com os limiares psicoacústicos, concordando com a literatura. Recomenda-se, entretanto, a realização de novos estudos brasileiros, que visem ao estabelecimento de critérios mínimos necessários para o planejamento e aplicação de protocolos, com fins de padronização, contribuindo com a validação diagnóstica.<hr/>ABSTRACT Purpose The objective of the following study was to verify how the thresholds obtained by ASSR can estimate the thresholds obtained by the VRA in children with normal hearing and hearing loss of different degrees. Methods Were evaluated 41 children of both sex (28 boys and 13 girls), on ages between 18 and 48 months. The thresholds were obtained with ASSR with multiple and simultaneous stimulation on frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000Hz. The thresholds were obtained with VRA on each ear separately on frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000Hz. Were evaluated 82 ears, 20 with normal hearing and 62 with hearing loss. The correlation between the thresholds was calculated. Results The findings of this study demonstrate that the thresholds didn’t have a statistic relevant relation with variables of age and sex. Considering the mean, the eletrophysiological thresholds were higher than the behavioral. These findings suggest ASSR can determinate hearing thresholds objectively and with a high correlation with psychoacoustic thresholds obtained by the behavioral method. Conclusion We recommend, however that another Brazilian studies be made, so it can be established a minimum criteria necessary for the planning and application of pattern protocols, contributing with diagnostic validation of ASSR technique. <![CDATA[Development and evaluation of a website with Alzheimer´s disease information and its consequences for communication]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100328&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Apresentar o desenvolvimento de um website com informações sobre a doença de Alzheimer (DA) e suas consequências para a comunicação e verificar a qualidade técnica e das informações fornecidas ao público idoso, cuidadores de idosos e fonoaudiólogos. Métodos Foi elaborado um website, contendo informações sobre a doença de Alzheimer, buscando-se uma linguagem simples e clara, com conteúdo sucinto, analisadas pelo índice de Flesch, que demonstrou a maior parte do conteúdo (75% dos submenus) com grau de legibilidade relacionado ao percentil correspondente a “fácil”. A elaboração do website seguiu as etapas de análise e planejamento, modelagem, implementação e avaliação. A avaliação foi realizada por 16 idosos, 12 cuidadores de idosos e 28 fonoaudiólogos. A análise estatística foi realizada por meio do teste Kruskal-Wallis e coeficiente de correlação de Spearman. Resultados A pesquisa contou com a participação de pessoas com diferentes níveis educacionais, que acessavam a Internet com frequência, observando-se prevalência do gênero feminino. A análise do conteúdo apontou diferença estatisticamente significativa no escore geral entre idosos versus cuidadores e fonoaudiólogos, além dos submenus relacionados ao cérebro e à DA, as fases e os impactos na comunicação. O conteúdo do website foi avaliado como “excelente” e qualidade técnica do website apresentou-se como “adequada”. Conclusão O website foi desenvolvido dentro das etapas propostas, sendo sua qualidade técnica e conteúdo uma fonte de consulta ou de complementação de informações fidedignas. Ajustes dos conteúdos de alguns submenus podem ser realizados para atender ao público idoso, porém, o respaldo técnico mostra-se presente frente à avaliação dos fonoaudiólogos.<hr/>ABSTRACT Purpose To present the development of a website with information about Alzheimer's disease (AD) and its consequences to communication, and verify the technical and information quality provided to the elderly, elderly caregiver and Speech Language pathology therapist public. Methods A website containing information about AD was developed, attempting to use simple and clear language with concise content, analyzed by the Flesch index, which showed most of content (75% of the submenus) with readability related to the percentile “easy”. The website development followed the steps of analysis and planning, modelling, implementation and evaluation. The evaluation was performed by 16 elderly, 12 caregivers of the elderly and 28 SLP therapists. Statistical analysis was performed using the Kruskal-Wallis and Spearman’s Correlation Coefficient test. Results The survey had the participation of people with different educational levels, who frequently accessed the internet, with prevalence of the female gender. Content analysis showed statistically significant difference in the overall score between elderly versus caregivers and SLP therapists, as well as submenus related to the brain and AD, the phases and the impact on the communication. The website content was rated as “excellent”. The website technical quality evaluation presented as “adequate”. Conclusion The website was developed within the proposed stages and its technical quality and contents on AD are a reliable reference source or complementing information. Content adjustments of some submenus can be performed to attend to the elderly public; however, the technical support is present in regard to Speech Language pathology therapist evaluation. <![CDATA[Occurrence of hearing disorders in infants exposed to HIV vertical transmission]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100329&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Verificar a ocorrência de alterações auditivas periféricas e centrais em lactentes expostos à transmissão vertical do HIV. Métodos Análise retrospectiva de 144 prontuários de lactentes que passaram por avaliação auditiva ao nascimento, entre janeiro de 2010 e dezembro de 2015, com pesquisa das emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente e do potencial evocado auditivo de tronco encefálico. Os lactentes foram distribuídos em dois grupos: grupo estudo (GE), composto por 72 lactentes com mães soropositivas para o HIV e grupo controle (GC), com 72 lactentes sem risco para perda auditiva. O GE teve, ainda, os resultados do monitoramento auditivo aos 6 meses de idade analisados. Resultados Os grupos não se diferenciaram em relação à idade e ao gênero. Os resultados das emissões otoacústicas foram normais em ambos os grupos, revelando função coclear normal. Houve tendência do grupo estudo de apresentar maior ocorrência de alterações centrais no potencial evocado auditivo de tronco encefálico. A maioria dos lactentes não compareceu ao monitoramento auditivo e, entre os presentes, houve identificação de alteração audiológica. Conclusão Não houve alteração de função coclear na população estudada. Houve tendência de mais alterações centrais no grupo estudo, com predomínio das alterações de tronco baixo. Houve pouca adesão ao monitoramento auditivo e baixa concordância entre a primeira e a última avaliação.<hr/>ABSTRACT Purpose To verify the occurrence of peripheral and central auditory impairments in infants exposed to HIV vertical transmission. Methods Retrospective analysis of 144 medical charts of infants who underwent audiological evaluation at birth, between 2010 and 2015, through transient evoked otoacoustic emissions and auditory brainstem response. The infants were divided into two groups: Study Group: composed of 72 infants with HIV positive mothers; and Control Group: with 72 infants without risk factors for hearing loss. For the study group, the results of the audiological monitoring at six months of age were also analyzed. Results The groups did not differ in age and sex. Results of otoacoustic emissions were normal in both groups, thus having normal cochlear function. In the study group, there was a tendency to present a higher occurrence of abnormalities in the auditory brainstem response results. The majority of infants did not show up for audiological monitoring, and among those who showed up, it was possible to identify audiological impairments. Conclusion There was no cochlear function impairment in the study sample. There was a tendency towards central hearing impairments in the study group, with a predominance of lower brainstem impairment. There was a poor adherence to audiological monitoring and poor agreement between the first and last evaluation. <![CDATA[Speech Intelligibility Index (SII) and sentence recognition in noise. A study in elderly with and without cognitive disorders users of hearing aids]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100330&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Investigar os efeitos dos processos cognitivos e do Índice de Inteligibilidade de Fala no reconhecimento de fala no ruído em idosos, com e sem alteração cognitiva, usuários de próteses auditivas. Métodos 34 idosos, de 64 a 87 anos, com perda auditiva neurossensorial simétrica de grau moderado, usuários de próteses auditivas, foram distribuídos em grupos de idosos sem (GA; n=21) e com (GB; n=13) evidências de alteração cognitiva. A fim de garantir que o ajuste das próteses auditivas estivesse adequado, realizou-se o mapeamento visível de fala amplificada e foram obtidos os indices de ínteligibilidade de fala. Os idosos foram submetidos a uma triagem cognitiva (10-CS) e ao teste Lista de Sentenças em Português. A avaliação constou da pesquisa do limiar de reconhecimento de sentenças no ruído. Esta pesquisa foi realizada em campo livre, na condição sem e com próteses auditivas. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Qui-Quadrado e Mann-Whitney. O nível de significância adotado foi de 0,05. Resultados Não houve diferença significativa entre os índices de inteligibilidade de fala obtidos em ambos os grupos, tanto na condição com próteses auditivas, como na condição sem as próteses. Verificou-se que os idosos com e sem alteração cognitiva apresentaram o mesmo acesso aos sons da fala (SII), nas duas condições. Observou-se que os idosos sem alteração cognitiva apresentaram menor relação sinal/ruído média, para o reconhecimento de 50% das sentenças na presença de ruído tanto na condição sem próteses auditivas como na condição com próteses, do que aqueles com alteração cognitiva. Conclusão Idosos com melhor cognição apresentaram melhor reconhecimento de fala em condições de escuta difícil.<hr/>ABSTRACT Purpose Investigate the effects of cognitive processes and Speech Intelligibility Index (SII) in sentence recognition in noise among elderly users of hearing aids with and without cognitive disorders. Methods Study participants were 34 older adults, aged 64-87 years, with bilateral moderate sensorineural hearing loss, users of hearing aids for over a year. The individuals were divided into two groups: GA - without cognitive impairment (n=21) and GB - with cognitive impairment (n=13). In order to verify the adequate amplification of the hearing aids, participants of both groups underwent Visible Speech Mapping and had their Speech Intelligibility Indexes obtained. Subsequently, they were submitted to cognitive screening (10-CS) and the Brazilian Portuguese Sentence List Test. Evaluation consisted of a search for speech perception thresholds in noise (S/N ratio). This search was performed in free-field conditions first without and then with the hearing aids. Data were statistically analyzed at a significance level of 5% using the Chi-squared and Mann-Whitney tests. Results No statistically significant differences were observed between the SII results obtained in both groups either with or without hearing aids. These results demonstrate that the older individuals in the GA and GB present the same access to speech sounds with and without hearing aids. Individuals in the GA presented lower S/N ratio under both conditions. Conclusion Older individuals with better cognition present greater speech recognition in the presence of competitive noise. <![CDATA[Script for language assessment on Augmentative and Alternative Communication perspective: construction and content validation]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100331&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Desenvolver e validar o conteúdo de instrumento de avaliação de linguagem pautado na Comunicação Suplementar e Alternativa (CSA). Métodos O instrumento foi elaborado a partir de revisão bibliográfica, em conjunto com a experiência clínica da pesquisadora. Em seguida, foi avaliado por juízes especialistas na área e uma nova versão foi construída, incorporando as colaborações dos juízes. Resultados O instrumento foi elaborado em 4 eixos de conteúdo, com instruções e sugestão de contextos e símbolos gráficos. A partir da avaliação dos juízes, o instrumento foi aprimorado e proposto, em sua versão final. Conclusão O instrumento denominado CSA_Linguagem se mostrou operacional, de fácil e rápida aplicação e baixo custo. Contudo, esta pesquisa tem limitações, na medida em que não há instrumentos de avaliação de linguagem padronizados, que considerem a utilização de símbolos gráficos como possibilidade de comunicação.<hr/>ABSTRACT Purpose Content development and validation of a language assessment instrument lined on Augmentative and Alternative Communication (AAC). Methods The instrument was elaborated from a bibliographic review, along with the clinical experience of the researcher. Then, It was evaluated by expert judges in the area and a new final version was constructed, with computed collaboration. Results The Instrument was developed in four content axes, with instructions and suggestion of contexts and graphic symbols. Based on the evaluation of judges, the instrument was improved and the final version was proposed. Conclusion The instrument, named CSA_Linguagem, was proved to be operational, easy, of rapid application and low cost. However, this research has limitations, there are no standardized language assessment tools that consider the use of graphic symbols as communication possibilities. <![CDATA[Development of education material for providing orientation to the elderly who are candidates for hearing-aid use]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100332&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Determinar as características e fatores a serem considerados no processo de desenvolvimento e design de materiais educacionais escritos na área da saúde, para uma população-alvo de idosos e desenvolver um material multimídia para orientação e aconselhamento de idosos candidatos ao uso de próteses auditivas, considerando as diretrizes estabelecidas para confecção de materiais educacionais em saúde. Métodos Realizou-se um estudo bibliográfico para levantamento de fatores de design a serem incorporados na elaboração de materiais educativos na área da saúde, bem como para elaboração do conteúdo de orientação e aconselhamento ao idoso candidato à prótese auditiva. Com base neste estudo, foi desenvolvido um material multimídia. Resultados Foram compiladas as diretrizes de linguagem, layout/tipografia, organização e ilustração gráfica recomendadas pela literatura estudada. A seguir, foram elaboradas 57 telas, que constituíram o material multimídia, em conteúdo que se dividiu em duas grandes áreas: “orientações sobre o aparelho auditivo” e “escutando com o aparelho auditivo”. Conclusão Na construção de materiais educacionais na área de saúde, é importante considerar, além do conteúdo, a legibilidade e leiturabilidade do texto, para garantir a melhor compreensão e aprendizado da informação em saúde. Para demonstrar a compilação dos resultados, é possível disponibilizar o material multimídia, elaborado como produto final deste estudo.<hr/>ABSTRACT Purpose To determine the characteristics and factors to be considered in the process of developing and designing education material in the field of health care aimed for a target population comprised of elderly people; and to develop multimedia material for counseling the elderly who are candidates for hearing-aid use considering the guidelines on health literacy. Methods A bibliographic survey of the design factors to be incorporated in the preparation of education material in the field of health care was conducted. In addition, its contents also encompassed orientation and counseling for the elderly who are candidates for hearing aids. The multimedia material developed was based on the literature surveyed. Results The guidelines on language, design, layout and typography, organization and graphic illustration according to the literature references studied. Then, 57 content presentation screens making up the multimedia material were drawn up and divided into two main areas: “orientation on hearing aids” and “listening with the hearing aids.” Conclusion When preparing education materials in the field of health care, it is important to consider text readability to ensure health information will be understood and learned. In order to access the compilation of our results, the multimedia material we developed as the final product of this study could be made available. <![CDATA[Translation and cross-cultural adaptation of a listening in noise auditory training software to brazilian portuguese]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100333&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Traduzir e adaptar o software Logiciel d’Écoute dans le Bruit - LEB, verificar sua efetividade e jogabilidade em um grupo de escolares sem queixas auditivas e/ou de aprendizagem. Métodos A efetividade foi investigada por meio da análise do desempenho de dois grupos pareados, antes e depois do treinamento, no teste de fala comprimida. O grupo treinado (GT), constituído por 22 escolares, entre 9 a 10 anos de idade, recebeu treinamento com o software e o grupo controle (GC), composto por 20 escolares da mesma faixa etária, não recebeu nenhum tipo de estimulação. Após o treinamento, os sujeitos do GT responderam a uma avaliação qualitativa sobre o software. Resultados Os comandos foram compreendidos e executados com facilidade e eficácia. O questionário revelou que o LEB foi bem aceito e estimulante, proporcionando novos aprendizados. O GT apresentou evoluções significativas, em comparação ao GC. Conclusão O êxito na tradução, adaptação e jogabilidade do software fica evidenciado pelas mudanças observadas na habilidade de fechamento auditivo, sugerindo sua efetividade para treinamento da percepção da fala no ruído.<hr/>ABSTRACT Purpose To translate and to adapt the software “LEB”, verify its effectiveness and playability in a group of students without hearing and / or learning complaints. Methods (I) Effectiveness was investigated by analyzing the performance of two paired groups before and after training in the compressed speech test. The trained group (TG), composed by 22 students aged 9 to 10 years old, received training with the software and the control group (CG), composed by 20 students of the same age, did not receive any type of stimulation; (II) after the training, the subjects of the TG responded to a qualitative evaluation about the software. Results The commands were understood and executed easily and effectively. The questionnaire revealed that LEB was well accepted and stimulating, providing new learning. The GT presented significant evolutions in comparison to the control group. Conclusions The success in the software’s translation, adaptation and gameplay process is evidenced by the observed changes in the auditory closure ability, suggesting its effectiveness for training speech perception in the noise. <![CDATA[Designation processes and semantic substitutions used by European Portuguese children in a vocabulary test]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100334&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Este estudo teve por objetivo a análise e quantificação dos processos de designação e substituição semântica apresentados na prova do vocabulário do Teste de Linguagem Infantil ABFW, padronizado no Brasil e adaptado para Português Europeu (PE), assim como a comparação dos resultados obtidos nos dois países, de forma a analisar a pertinência da sua extensibilidade à população portuguesa. Métodos A prova foi aplicada a 150 crianças de 5 e 6 anos de idade, de desenvolvimento típico, na Região Norte de Portugal. A prova é constituída por nove categorias conceituais e cada categoria formada por diferentes vocábulos, que foram avaliados sempre pela mesma ordem sequencial. Resultados A amostra mostrou desempenho inferior, em relação à norma, apenas nas categorias semânticas vestuário, locais e alimentos. Todas as outras categorias revelaram desempenho superior. As categorias do vocabulário que apresentaram maior percentagem de respostas corretas foram: animais, formas e cores e brinquedos e instrumentos musicais . As categorias que apresentaram percentagem superior de processos de substituição, em relação à norma, foram alimentos e locais. Os processos de substituição mais utilizados foram: substituição por co-hipônimo, vocábulos que designam atributos semânticos, valorização do estímulo visual, hiperônimos e parassinônimos. Conclusão Dada a homogeneidade dos resultados deste estudo com os resultados obtidos em outros estudos no Brasil, esta prova revela potencialidades como instrumento de avaliação do vocabulário em Portugal.<hr/>ABSTRACT Purpose This research study focus on the designation processes and semantic substitutions of each word on the vocabulary sub-task from the language test for children – ABFW, standardized in Brazil and adapted to European Portuguese, as well as the comparison of the results obtained in the two countries, to analyze the relevance of their extensibility to the Portuguese population. Methods The test was applied to 150 children from 5 to 6 years old, of typical development. The test consists of 9 conceptual categories. Each category consists of different words, which were always assessed in the same sequential order. Results The sample of this study showed a lower performance only in clothes, places and food semantic categories. All the other categories have outperformed the standard. The categories of vocabulary with higher percentage in the right designation of the words were colors and shapes, animals and toys and music instruments. The categories with a higher percentage of substitution processes, from the reference results, were: food and locations. The most recurrent substitution processes were the co-hyponym, words that designate semantic attributes, valorization of the visual stimulus, hypernym and parasynonyms Conclusion Given the homogeneity of the results of this study with the results obtained with other studies in Brazil, this test reveal potentiality as an instrument for vocabulary assessment in Portugal. <![CDATA[Perception of work teams about the noise at emergency room]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100335&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Comparar a percepção dos profissionais das áreas de enfermagem e administrativa frente ao ruído no pronto-socorro. Métodos Estudo descritivo, com análise quantitativa. A percepção do ruído foi avaliada por meio de questionário, em forma de entrevista. Participaram do estudo 59 profissionais, 38 da área de enfermagem e 21 da área administrativa. O levantamento estatístico levou em conta o nível de significância de 0,05 (5%), através do teste Qui-quadrado. Resultados A percepção do ruído pelos profissionais de enfermagem e administração, no pronto-socorro, foi considerada como ruidosa e mais intensa no turno da tarde. Profissionais da enfermagem identificaram mais os ruídos dos equipamentos (60,53%) e os da área administrativa, os ruídos de pessoas (85,71%). As queixas extra-auditivas mais citadas foram cansaço, estresse, ansiedade, nervosismo e irritabilidade. Os profissionais da enfermagem demonstraram ser os mais incomodados com o ruído, porém, os administrativos referiram dificuldades em desempenhar suas tarefas. Conclusão Houve diferença na percepção do ruído entre os profissionais das áreas de enfermagem e administrativa, mas para ambas as áreas, o ruído de maior incômodo é aquele produzido por pessoas, mostrando a necessidade de programas educativos de prevenção e conscientização para redução de ruído, direcionados aos profissionais do pronto-socorro.<hr/>ABSTRACT Purpose Compare the perception of professionals in the nursing and administrative areas regarding noise in the emergency room. Methods Descriptive study with quantitative analysis. The noise perception was evaluated by means of an Adapted Questionnaire, in the form of an interview. A total of 59 professionals participated in the study, 38 from the nursing area and 21 from the administrative area. The statistical survey considered the level of significance of 0.05 (5%), through Chi-square test. Results The perception of noise by emergency room nursing and administration staff was considered noisy and most intense in the afternoon shift. Nursing professionals identified more the equipment noise (60.53%) and administrative workers the people noise (85.71%). The most frequently extra-auditory complaints were fatigue, stress, anxiety, nervousness and irritability. Nursing professionals are the most annoyed by noise, but administrative employees report more difficulties in performing their tasks in the face of noise. Conclusion There was a difference between perception of nursing and administrative area, but for both the most annoying noise is people. Implement educational prevention and awareness programs to reduce noise aimed at Emergency Room professionals. <![CDATA[Development and validation of lists of disyllabic words for speech audiometry testing]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100336&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Compor um banco de palavras dissilábicas para elaborar, realizar a validação de conteúdo, obter evidências de fidedignidade e gravar digitalmente listas de dissílabos equivalentes, para a realização do Índice Percentual de Reconhecimento de Fala (IPRF), a fim de complementar a bateria de materiais de fala disponíveis para essa avaliação. Métodos Foram selecionados vocábulos dissilábicos, paroxítonos, substantivos, os quais foram submetidos ao processo de validação de conteúdo, que abrangeu o julgamento quanto à familiaridade, adequação e reconhecimento auditivo, por juízes especialistas e não especialistas. Foram elaboradas listas de dissílabos, com 25 palavras em cada uma, a partir dos vocábulos resultantes da validação de conteúdo, e realizada a pesquisa de equivalência dessas listas, a fim de obter evidências de fidedignidade para o novo instrumento de teste proposto. Resultados A primeira versão do banco de palavras foi composta por 442 dissílabos. Destes, 198 foram considerados familiares pela maioria dos juízes, sendo que 176 foram julgados como adequados. Após o reconhecimento auditivo, foram mantidos, no banco de palavras, 172 vocábulos, distribuídos em seis listas, com 25 palavras em cada uma. Dentre estas listas, apenas uma diferiu das demais e cinco foram consideradas equivalentes, denominadas LD-A, LD-B, LD-C, LD-D e LD-E, gravadas em formato digital em Compact Disc. Conclusão Cinco listas de dissílabos elaboradas foram consideradas equivalentes, nomeadas de listas LD-A, LD-B, LD-C, LD-D e LD-E, disponibilizadas em gravação digital, com evidências satisfatórias de validade e confiabilidade, para complementar a bateria de materiais de fala disponíveis para a realização do IPRF.<hr/>ABSTRACT Purpose To compose a bank of dissyllabic words to develop equivalent disyllabic lists, perform content validation, obtain evidence of reliability and digitally record these lists to determine the Speech Recognition Percentage Index (SRPI) in order to complement the set of materials available for this evaluation. Methods We used disyllabic, paroxytone nouns, which were submitted to content validation, which included assessment of familiarity, appropriateness and auditory recognition by expert and non-expert raters. Lists of disyllabic words (with 25 words each) were developed from the words selected after content validation, and the equivalence search of these lists was carried out to collect evidence of reliability for the proposed new test instrument. Results The first version of the word bank was composed of 442 disyllables; 198 of them were considered to be familiar by most raters, and 176 were deemed as appropriate; after auditory recognition, 172 words were kept in the word bank, distributed into six lists, with 25 words in each one. Among these lists, only one differed from the others while the other five were considered to be equivalent, and were named LD-A, LD-B, LD-C, LD-D and LD-E, and recorded in digital format onto a Compact Disc. Conclusion Five lists of disyllabic words were considered as equivalent, named LD-A, LD-B, LD-C, LD-D and LD-E lists. They were digitally recorded and made available with satisfactory evidence of validity and reliability, to complement the set of available speech materials for SRPI assessment. <![CDATA[Oral motor rehabilitation for temporomandibular joint disorders: a systematic review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100500&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Introdução: A disfunção temporomandibular (DTM) é complexa e multifatorial. São encontrados, na literatura, estudos que comparam diferentes métodos de tratamento. Objetivo: Investigar estudos sobre o tratamento das disfunções temporomandibulares (DTMs) nas diversas áreas da saúde, avaliando a eficácia das técnicas empregadas, principalmente no que se refere ao uso da terapia miofuncional orofacial. Estratégia de pesquisa: Os artigos compilados neste estudo foram selecionados por meio da base de dados PubMed, utilizando os descritores “temporomandibular disorders and oral motor therapy”, “orofacial myofunctional therapy and temporomandibular disorders” e “temporomandibular disorders and myofunctional rehabilitation”. O levantamento realizado limitou-se aos artigos publicado nos idiomas Inglês e Português, entre janeiro de 2006 e dezembro de 2016. Critérios de seleção: Foram incluídos artigos sobre os tratamentos das DTMs associados aos exercícios musculares e/ou terapias manuais. Publicações sem acesso completo, repetidas por sobreposição das palavras-chave, revisões de literatura, cartas ao editor e não relacionadas diretamente ao tema foram excluídas. Resultados: Dos 102 estudos selecionados, 22 atenderam aos critérios estabelecidos. Em geral, a maioria dos tratamentos descritos apresentou efeitos benéficos para pacientes com DTMs. Foi observada grande variabilidade da metodologia adotada para a aplicação e verificação dos efeitos dos tratamentos e somente poucos estudos fizeram uso de grupo controle. Conclusão: Apesar do crescimento no número de pesquisas sobre DTMs, ainda não é possível estabelecer qual a melhor técnica de tratamento. Após análise dos artigos selecionados, observou-se que as técnicas combinadas de terapia (ex.: exercício associado ao uso de equipamento para redução da dor) produzem melhores resultados, com maior redução da dor e melhora da mobilidade mandibular.<hr/>ABSTRACT Introduction: Disorders of TMJ are complex and multifactorial. Studies comparing different treatment methods are found in the literature. Purpose: To verify the effectiveness of muscle and orofacial myofunctional rehabilitation for temporomandibular joint disorders (TMJ). Research strategy: This qualitative review of the literature analyzed international scientific publications in PubMed database that used the following keywords: temporomandibular disorders and oral motor therapy; orofacial myofunctional therapy and temporomandibular disorders; temporomandibular disorders and myofunctional rehabilitation. Our investigation was limited to articles published in English or Portuguese languages, between January 2006 and December 2016. Selection criteria: Scientific publications about rehabilitation strategies for TMJ associated to muscle exercises and/ or manual therapy were included. The publications that did not present access to the full text, that were repeated by overlapping keywords, case studies, letters to the editor and those that were not directly related to the topic of investigation were excluded. Results: One hundred and two studies were identified out of which 22 matched our inclusion criteria. Overall, most of the treatments described in the investigated studies presented positive outcomes for the patients with TMJ. The studies presented a wide variability in terms of treatment proposals and methodology used to verify treatment effectiveness. A very small number of studies included control groups. Combined techniques (e.g. exercises associated to the use of equipment to reduce pain) produced better therapy effects, with greater pain reduction and improved mandibular mobility. Conclusion: Although we observed a growing number of publications about TMJ rehabilitation, the best therapeutic technique and its real benefits remains unclear. <![CDATA[Ototoxic medications used in treating childhood cancer: a systematic review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100501&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivo Fazer um levantamento dos medicamentos ototóxicos utilizados no tratamento do câncer pediátrico, apontar os danos das drogas para o sistema auditivo e os métodos utilizados na identificação destes danos nessa população. Estratégia de pesquisa: Foram utilizados periódicos nacionais e internacionais pertinentes ao assunto, acessados eletronicamente em bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde - MS, PubMed, Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, que envolvessem a população pediátrica com histórico de tratamento oncológico, publicados entre 2007 e 2016, e no Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Critérios de seleção Foram selecionados estudos que contemplassem os seguintes critérios: estudos observacionais nas línguas portuguesa, inglesa ou espanhola e resumos disponíveis que informassem o método de avaliação do dano auditivo. Resultados A amostra final resultou em 12 artigos. Destes, a audiometria tonal limiar foi o método de avaliação auditiva mais utilizado, estando presente em 10 (84,61%) dos estudos, seguido das emissões otoacústicas (46,15%). Todos os estudos foram desenvolvidos com pacientes que fizeram uso de cisplatina ou derivados da platina e, quanto ao dano auditivo, apenas 1 dos estudos incluídos não relatou presença de alteração na população estudada. Conclusão Os derivados da platina expressam papel importante no tratamento do câncer em diversos níveis e são os agentes ototóxicos mais citados em pesquisas. A cóclea é o local mais afetado, mais especificamente as células ciliadas externas. Os métodos de investigação da alteração auditiva mais utilizados são a audiometria tonal limiar e as emissões otoacústicas.<hr/>ABSTRACT Objective The aim of the present study was to perform a literature review on ototoxic medications used for the treatment of childhood cancer and determine the harm caused by such drugs to the auditory system as well as the methods used to identify this harm. Search strategy The electronic databases of the Virtual Health Library (Brazilian Health Ministry), PubMed, Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations, and Databank of Theses and Dissertations of the Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES [Brazilian Coordination for the Advancement of Higher Education Personnel]) were searched for relevant national and international papers involving the pediatric population with a history of treatment for cancer published between 2007 and 2016. Selection criteria Observational studies published in Portuguese, English or Spanish with abstracts available and that informed the method for assessing hearing damage. Results The final sample consisted of 12 articles. Pure-tone threshold audiometry was the used in ten (84.61%) of the studies and otoacoustic emissions were investigated in 46.15%. All studies involved patients who made use of cisplatin or platinum derivatives. Only one of the studies included in the present review reported no changes in hearing in the population studied. Conclusion Platinum derivatives play an important role in the treatment of cancer and are the most widely cited ototoxic agents in studies. The cochlea is the most affected site, specifically the outer hair cells. The most widely used methods for assessing altered hearing are pure-tone threshold audiometry and otoacoustic emissions. <![CDATA[Scientific evidence of vestibular rehabilitation in primary health care: a systematic review]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100502&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Objetivos Investigar, na literatura, a efetividade de tratamentos usados para reabilitação vestibular (RV) na atenção primária à saúde. Estratégia de pesquisa A busca de publicações sobre RV na APS foi realizada nas bases de dados eletrônicas MEDLINE (acesso pela PubMed), PEDro e Web of Science. Critérios de seleção Foram selecionados ensaios clínicos controlados nas línguas inglesa, espanhola e portuguesa. A qualidade metodológica dos estudos foi avaliada pela escala PEDro. A análise dos resultados foi contemplada por meio de revisão crítica dos conteúdos. Resultados Cinco estudos foram revisados na íntegra, sendo a faixa etária dos participantes igual ou superior a 18 anos (n=5). A Vertigo Symptom Scale (60%) e a Escala Visual Analógica (40%) foram os instrumentos empregados para avaliar a percepção subjetiva da sintomatologia da disfunção vestibular. A escala PEDro revelou que dois artigos apresentaram delineamento de boa qualidade para condução do estudo experimental. A proposta de intervenção mais utilizada foi baseada nos exercícios de Yardley (60%). Conclusão Estudos controlados disponibilizam evidências de efeitos positivos da reabilitação vestibular na atenção primária à saúde, com melhoras no controle postural, capacidade funcional e qualidade de vida dos participantes.<hr/>ABSTRACT Purpose Investigate in the literature the effectiveness of treatments used for vestibular rehabilitation (VR) in PHC. Research strategy The search of publications on VR in PHC was carried out in electronic databases MEDLINE (access by PubMed), PEDro and Web of Science. Selection criteria Controlled clinical trials were selected in English, Spanish and Portuguese. The methodological quality of the studies was evaluated using the PEDro scale. The analysis of the results was examined through a critical review of the contents. Results Five studies were reviewed in their entirety, with the participants' age group being equal to or older than 18 years (n = 5). The Vertigo Symptom Scale and (60%) and Visual Analog Scale (40%) were the instruments used to evaluate the subjective perception of the symptomatology of vestibular dysfunction. The PEDro Scale revealed that two articles presented a good quality design for conducting the experimental study. The most used intervention proposal was the Yardley Exercises (60%). Conclusion Controlled studies provide evidence of positive effects of VR on PHC, with improvements in postural control, functional capacity and quality of life of participants. <![CDATA[Dysphagia progression in a MELAS syndrome case: a palliative care perspective]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100600&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Este artigo teve por objetivo descrever a progressão da disfagia e a decisão pela via de alimentação em um caso de síndrome MELAS, sob o olhar dos cuidados paliativos. Trata-se de um caso do sexo feminino, que, por volta dos 26 anos de idade sofreu os primeiros sintomas da doença e teve sua função de deglutição progressivamente impactada. Foi realizado acompanhamento fonoaudiológico durante seis meses, com aplicação do protocolo de Avaliação da Segurança da Deglutição, da Functional Oral Intake Scale (FOIS) e gerenciamento da deglutição, com retornos ambulatoriais semanais e mensais. Em seis meses de seguimento, a paciente evoluiu de disfagia moderada a disfagia moderada a grave e variou entre os níveis 5 e 1 da FOIS. Manteve a alimentação por via oral, com restrição de consistências, manobra de deglutições múltiplas e controle de volume para ingestão de líquido, até que, ao final dos seis meses de seguimento, foi realizada gastrostomia. A alimentação por via oral em mais de uma consistência, porém com compensações, foi reduzida a uma alimentação exclusiva por via alternativa, ao longo do acompanhamento fonoaudiológico. Optou-se por manter a via oral de alimentação até a colocação da gastrostomia. A não sugestão de sonda nasoenteral se embasou no respeito à vontade da paciente e na possibilidade de alimentar-se, minimamente, de uma consistência por via oral.<hr/>ABSTRACT This article aims to describe a dysphagia progression and a choice of the feeding options in a case of MELAS syndrome, under the perspective of palliative care. It is a case in which a woman at the age of 26 years suffered the first symptoms of the disease and had the swallowing functionality progressively impacted. Speech-Language Therapy follow-up was performed at 6 months with the application of a swallowing safety assessment protocol, Functional Oral Intake Scale (FOIS) and swallowing management, with weekly and monthly outpatient returns. At six months of follow-up, the patient progressed from moderate dysphagia to moderate to severe dysphagia and ranged from levels 5 to 1 of FOIS. The patient maintained oral feeding with consistency restriction, dry swallowing maneuver, and control of volume for liquid intake until the end of the six months of follow-up, when gastrostomy was made. Oral feeding in more than one consistency but with compensations was reduced to exclusive non-oral feeding. We chose to maintain oral feeding until the gastrostomy was placed. Non-suggestion of nasoenteral tube was based on the patient’s desire and the possibility of oral feeding in at least one food consistency. <![CDATA[Otoneurological aspects in Traumatic Brain Injuries: series of cases]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100601&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Estudo retrospectivo, transversal e descritivo, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), sob o número CAAE 16728013.0.0000.5346. Trata-se de uma série de casos que tem por objetivo investigar a presença de sintomas otoneurológicos e o equilíbrio postural de seis pacientes com tontura após traumatismo cranioencefálico (TCE). Foram submetidos a uma anamnese clínica e a avaliações: teste de organização sensorial por meio da posturografia dinâmica foam laser e provas oculomotoras e vestibulares da vectoeletronistagmografia computadorizada (VENG). Os dados foram analisados a partir dos valores de referência para cada avaliação. Na posturografia, observou-se que as maiores diferenças entre o valor obtido e o valor de referência foram nas posições VI, V e III, respectivamente. A análise sensorial indicou alteração, principalmente, nos sistemas de preferência visual e vestibular. Todos os pacientes avaliados apresentaram ao menos uma alteração nas provas da VENG. Cinco pacientes tiveram alteração na prova calórica e nenhum apresentou alteração na prova rotatória pendular decrescente, que avalia a compensação vestibular. Além das queixas vestibulares, quatro pacientes estavam em tratamento com psicotrópicos para depressão. Tais resultados ratificam a presença de alterações vestíbulo-oculares no pós-TCE, os quais devem receber atenção especial devido ao comprometimento central associado.<hr/>ABSTRACT It is a retrospective, cross-sectional, descriptive, approved by Ethics Research Committee (ERC), under number CAAE 16728013.0.0000.5346. This is a series of cases that aims to investigate the presence of otoneurological symptoms and the postural balance of six patients with dizziness after Traumatic Brain Injury (TBI). Participants were submitted to a clinical anamnesis and the evaluations: Sensory Organization Test through Foam Laser Dynamic Posturography and oculomotor and vestibular tests of Computerized Vectoelectronystamography (VENG). The data were analyzed from the reference values for each evaluation. In posturography, it was observed that the greatest differences between the value obtained and the reference value were in positions VI, V and III, respectively. Sensory analysis indicated alteration mainly in the visual and vestibular preference systems. All the evaluated patients presented at least one alteration in the VENG tests. Five patients had alterations in the caloric test, and none presented alterations to the rotatory chair test (RCT), which evaluates the vestibular compensation. Considering vestibular complaints, four patients were on psychotropic treatment for depression. These results demonstrate the presence of vestibulo-ocular alterations in post-TBI, which should receive special attention due to associated central impairment. <![CDATA[Errata]]> http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100900&lng=&nrm=iso&tlng= RESUMO Estudo retrospectivo, transversal e descritivo, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), sob o número CAAE 16728013.0.0000.5346. Trata-se de uma série de casos que tem por objetivo investigar a presença de sintomas otoneurológicos e o equilíbrio postural de seis pacientes com tontura após traumatismo cranioencefálico (TCE). Foram submetidos a uma anamnese clínica e a avaliações: teste de organização sensorial por meio da posturografia dinâmica foam laser e provas oculomotoras e vestibulares da vectoeletronistagmografia computadorizada (VENG). Os dados foram analisados a partir dos valores de referência para cada avaliação. Na posturografia, observou-se que as maiores diferenças entre o valor obtido e o valor de referência foram nas posições VI, V e III, respectivamente. A análise sensorial indicou alteração, principalmente, nos sistemas de preferência visual e vestibular. Todos os pacientes avaliados apresentaram ao menos uma alteração nas provas da VENG. Cinco pacientes tiveram alteração na prova calórica e nenhum apresentou alteração na prova rotatória pendular decrescente, que avalia a compensação vestibular. Além das queixas vestibulares, quatro pacientes estavam em tratamento com psicotrópicos para depressão. Tais resultados ratificam a presença de alterações vestíbulo-oculares no pós-TCE, os quais devem receber atenção especial devido ao comprometimento central associado.<hr/>ABSTRACT It is a retrospective, cross-sectional, descriptive, approved by Ethics Research Committee (ERC), under number CAAE 16728013.0.0000.5346. This is a series of cases that aims to investigate the presence of otoneurological symptoms and the postural balance of six patients with dizziness after Traumatic Brain Injury (TBI). Participants were submitted to a clinical anamnesis and the evaluations: Sensory Organization Test through Foam Laser Dynamic Posturography and oculomotor and vestibular tests of Computerized Vectoelectronystamography (VENG). The data were analyzed from the reference values for each evaluation. In posturography, it was observed that the greatest differences between the value obtained and the reference value were in positions VI, V and III, respectively. Sensory analysis indicated alteration mainly in the visual and vestibular preference systems. All the evaluated patients presented at least one alteration in the VENG tests. Five patients had alterations in the caloric test, and none presented alterations to the rotatory chair test (RCT), which evaluates the vestibular compensation. Considering vestibular complaints, four patients were on psychotropic treatment for depression. These results demonstrate the presence of vestibulo-ocular alterations in post-TBI, which should receive special attention due to associated central impairment.