SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue2Reconstruindo o mapa das capitanias hereditárias author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material

Print version ISSN 0101-4714

An. mus. paul. vol.21 no.2 São Paulo July/Dec. 2013

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-47142013000200001 

Apresentação

 

 

Sheila Walbe Ornstein

Diretora do Museu Paulista da USP

 

 

Este número dos Anais do Museu Paulista contempla seis artigos que no seu conjunto são demonstrativos da diversidade dos temas que permeiam as pesquisas sobre cultura material. É um convite à leitura e a outras pesquisas que, apoiadas em desenhos, mapas, objetos, edifícios, vilas e cidades, procurem refletir sobre as transformações urbanas desde o período colonial. Também oferece um artigo crítico sobre a exposição dos objetos em museus e a teatralidade que os envolve.

Os dois primeiros artigos da Seção Estudos de Cultura Material se referem a desenhos cartográficos e urbanos do Brasil dos tempos das capitanias hereditárias. Cintra, em seu artigo Reconstruindo o Mapa das Capitanias Hereditárias, aponta os problemas existentes nos mapas das capitanias hereditárias do Brasil no século XVI, destacando, com base no estudo de fontes primárias como as cartas de doação e forais, a necessidade de alterações de divisas e de configurações nas capitanias do norte e do sul. Já Arraes, em seu Rio dos Currais, discute a importância nas conquistas coloniais portuguesas na região do Rio São Francisco, a partir de vestígios materiais, dos edifícios, dos traçados urbanos definidos pela Igreja e pelos civis e finalmente as próprias transformações da paisagem cultural das capitanias de Pernambuco e da Bahia, ao longo do vale sanfransciscano.

Romãozinho aborda a dicotomia e a complementariedade na arquitetura moldada tanto na Arte Nova como no Ecletismo e nos apresenta um outro artigo interessante, desta vez, sobre os estilos que convergiam nos palacetes portugueses do início do século e a relevância do design de interiores para sua problematização. Para tanto, discute o caso emblemático do palacete projetado por Korrodi para a família Bouhon, na cidade de Covilhã, cujas fachadas foram forjadas na Art Nouveau, ao mesmo tempo em que os interiores apresentavam elementos decorativos próprios do Ecletismo.

A seguir, Scifoni em seu Parque do Povo aborda um tema mais recente, o futebol da várzea, profundamente ligado à cultura popular paulistana, cujo destaque no lazer praticado em um importante parque da cidade foi perdido por conta de sua requalificação espacial e funcional motivadas pelas intervenções do poder público municipal, que ignorou as razões que haviam motivado o seu tombamento, enquanto área destinada à prática espontânea de esportes, especialmente o futebol.

Na seção Museus, Brulon, em seu artigo Da artificação do sagrado nos museus, trata das relações entre a teatralidade e a exposição de objetos sagrados, com o objetivo de discutir a chamada "performance museal". Nesse trabalho, de caráter antropológico, o autor escolhe como exemplos dois importantes museus franceses, o Écomusée d'Alsace e o Musée du Quai Branly em Paris.

Por fim, na Seção Bibliografia, Castro encerra mais um número de nosso periódico com seu artigo Leituras e leitores de Richard Morse. Analisa criticamente a importância do trabalho desse autor referencial para a historiografia das cidades e da capital paulista que, no início dos anos 1950, defendeu sua tese de doutorado na Universidade de Columbia. O livro que dele se originou, em suas duas edições, transformou-se numa obra clássica em nosso país e essencial para os estudiosos das transformações da área metropolitana de São Paulo no decorrer do século XX.

Mais uma vez, os Anais do Museu Paulista contribuem para o aprofundamento da discussão de suas temáticas e da história da cultura material em perspectiva efetivamente interdisciplinar, por meio da contribuição desse conjunto notável de artigos, elaborados por profissionais vindos da Engenharia, Museologia, Antropologia, Arquitetura e Urbanismo, Design e Geografia. Tenham uma ótima leitura.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License