SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 issue6Twenty-year-old woman with pulmonary hypertension, syncope, and severe headacheNoninvasive diagnostic evaluation for chest pain in women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Brasileiros de Cardiologia

On-line version ISSN 1678-4170

Arq. Bras. Cardiol. vol.76 no.6 São Paulo June 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2001000600010 

Corrrelação Clinico-Radiográfica


Correlação Clínico-Radiográfica

 

Caso 6/2001 ¾ Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP

Edmar Atik

São Paulo, SP

 

 

Dados clínicos ¾ Menino de 10 anos de idade, assintomático, com diagnóstico de comunicação interventricular desde 2 anos de idade. O paciente foi recentemente referido a outro centro médico, em face de alteração do sopro cardíaco. O exame físico revelou paciente em bom estado geral, eupnéico, pulsos amplos, peso 32Kg, altura 1,39cm, pressão arterial 100/50mmHg. O exame do precórdio revelou discretas impulsões sistólicas na borda esternal esquerda e ictus impulsivo. Havia sopro holossistólico ++, no 3º e 4º espaços intercostais esquerdos e sopro diastólico ++, de timbre aspirativo na borda esternal esquerda. O eletrocardiograma revelou eixos de SÂQRS de +70º , de SÂT de + 70º e de SÂP de + 30º, sinais de sobrecarga ventricular esquerda (índice de Sokoloff: 76mm).

Imagem radiográfica ¾ Demonstra aumento discreto da área cardíaca (índice cardiotorácico 0,52) e da trama vascular pulmonar (fig. 1). O arco inferior esquerdo é alongado; há também aumento discreto do arco superior direito e a aorta mostra-se alongada à esquerda.

 

 

Impressão diagnóstica: Os aumentos, sugeridos pela imagem, da aorta ascendente até a croça e do ventrículo esquerdo além da trama arterial pulmonar, orientam à possibilidade de insufuciência valvar aórtica, ao lado de comunicação interventricular, ambos de discreta repercussão.

Diagnóstico diferencial ¾ a) Coarctação da aorta - esta hipótese não se sustenta, dada a continuidade do botão aórtico com a aorta descendente sem a formação de reentrâncias e da imagem clássica do "3" na incidência póstero-anterior; b) aneurisma da aorta - esta hipótese tampouco se confirma dada a uniformidade da dilatação desde a aorta ascendente até o botão aórtico.

Confirmação diagnóstica ¾ A associação dos sopros de comunicação interventricular e de insuficiência da valva aórtica orientam para o diagnóstico de prolapso da valva aórtica, pronunciada mais tardiamente, passados alguns anos de vida, ao lado do defeito interventricular subvalvar. O ecocardiograma revelou prolapso da válvula aórtica coronariana direita, com insuficiência aórtica de discreta a moderada, ocasionando dilatação discreta de ventrículo esquerdo e do átrio esquerdo. A comunicação interventricular é subaórtica, de 5mm de diâmetro com gradiente de pressão interventricular de 90mmHg. As dimensões das câmaras cardíacas foram: átrio esquerdo 32mm, diâmetro diastólico do ventrículo esquerdo 53, diâmetro sistólico do ventrículo esquerdo 31mm, do septo interventricular 7 mm e da parede posterior do ventrículo esquerdo 7mm.

Conduta terapêutica - Foi indicada a correção cirúrgica, realizada com sucesso para fechamento da comunicação interventricular com retalho de pericárdio bovino e plástica do prolapso da válvula aórtica coronariana direita.

 

 

Editor da Seção: Edmar Atik
Correspondência: Edmar Atik ¾ InCor ¾ Av. Dr. Enéas C. Aguiar, 44 ¾ 05403-000 ¾ São Paulo, SP ¾ E-mail: conatik@incor.usp.br

Creative Commons License