SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2Estudo ultra-sonográfico, histerossonográfico, histeroscópico e anatomopatológico da cavidade uterina de mulheres na pós-menopausaSexualidade na adolescência: conhecimentos, atitudes e práticas dos adolescentes estudantes do município de Maceió author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Print version ISSN 0100-7203

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. vol.23 no.2 Rio de Janeiro Mar. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032001000200012 

Resumo de Tese

Tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos com Metformina: Avaliação de Resultados Clínicos e Laboratoriais.

 

Autor: Gustavo Arantes Rosa Maciel
Orientador: Prof. Dr. Edmund Chada Baracat

 

Dissertação apresentada à Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina para obtenção do título de Mestre em Ginecologia em 8 de junho de 2000.

 

 

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma afecção complexa cujos achados endócrinos principais são o hiperandrogenismo e a anovulação. A insulina tem importante papel na sua fisiopatologia. Para avaliar a eficácia do uso da biguanida metformina no tratamento da SOP foram selecionadas aleatoriamente 29 pacientes obesas e não-obesas, que fizeram uso de metformina 500 mg, via oral, de 8 em 8 horas (15) ou placebo na mesma posologia (14) durante seis meses. Foram divididas em 4 grupos e avaliados peso, ciclo menstrual, dosagens de testosterona total e livre, androstenediona e área sob a curva de insulina (ASCI) e glicose (ASCG) antes e após o tratamento. Os resultados mostraram que houve queda significativa de testosterona total (p<0,05) e livre (p=0,042), androstenediona (p=0,028), ASCG (p=0,043) e peso (p=0,028) nas pacientes não-obesas tratadas com metformina. O grupo das obesas tratadas apresentou queda significativa na ASCI (p=0,025), mas não nos demais parâmetros. Houve melhora nos ciclos menstruais daquelas que fizeram uso da medicação. Concluímos que a metformina mostrou-se eficaz no tratamento do hiperandrogenismo das pacientes não obesas com SOP. No grupo de pacientes obesas houve melhora dos parâmetros avaliados, porém sem significância estatística, após 6 meses de tratamento.

Palavras-chave: Síndrome dos Ovários Policísticos. Resistência à Insulina. Hiperandrogenismo. Obesidade. Ciclo menstrual.