SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue62Television and politics: the myth of Tancredo Neves, between death, legacy and redemptionThe strengthening of the Imperial State through Military Recruitment in the context of the Farrapos War author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de História

On-line version ISSN 1806-9347

Abstract

AGUIAR, Carolina Amaral de. Cinema e História: documentário de arquivo como lugar de memória. Rev. Bras. Hist. [online]. 2011, vol.31, n.62, pp.235-250. ISSN 1806-9347.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-01882011000200013.

O artigo analisa a relação entre cinema e história considerando esse suporte como um 'lugar de memória'. Para isso, analisa-se o filme A Espiral (1975), dirigido por Chris Marker e Armand Mattelart, um documentário montado com materiais pesquisados em arquivos que se dedica a analisar a Unidade Popular no Chile. Após o golpe de Estado de 1973, seus realizadores pretenderam construir um conhecimento histórico que combatia a visão de que a ditadura 'normalizava' o caos instaurado no país, denunciando que o governo de Salvador Allende havia sido vítima de um grande boicote organizado pela direita. Nesse sentido, a montagem organiza um dossiê com base em 'provas' encontradas em arquivos.

Keywords : cinema e história; filme de arquivo; Unidade Popular no Chile.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License