SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Performance of sweet potato clones for bioethanol production in different cultivation periodsAdaptability and stability of carrot populations by the REML/BLUP method author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536On-line version ISSN 1806-9991

Abstract

OLIVEIRA, Robinson JP et al. Resposta da beterraba a adubação com nitrogênio, enxofre e micronutrientes em um Cambissolo Háplico. Hortic. Bras. [online]. 2017, vol.35, n.1, pp.63-68. ISSN 0102-0536.  https://doi.org/10.1590/s0102-053620170110.

Há poucos trabalhos no Brasil para calibrar a adubação de macro e micronutrientes para a cultura da beterraba na Região Sul do país. Neste trabalho, foram conduzidos dois experimentos, um a campo e um em casa-de-vegetação com os objetivos de: a) em condições de campo avaliar a resposta da beterraba a doses de nitrogênio (N), na presença ou ausência de dose única dos nutrientes enxofre (S), boro (B), zinco (Zn) e molibdênio (Mo); b) em casa-de-vegetação avaliar a resposta das plantas aos nutrientes S, B, Zn e Mo. O experimento 1 foi conduzido em um Cambissolo Háplico, com 270 g/kg de argila e 33 g/kg de matéria orgânica. Os tratamentos foram constituídos de doses de N (0, 50, 100, 150 e 200 kg/ha de N) na presença ou ausência de adubação com S, Zn, B e Mo nas doses 50; 2; 1 e 0,01 kg/ha, respectivamente, em esquema fatorial 5x2 e delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. No experimento 2 usou-se o mesmo solo do experimento 1, em casa-de-vegetação em vasos de 3,0 kg de solo. Foram testados seis tratamentos (testemunha, adição de S, de B, de Zn, ou de Mo e adição mista de S, Zn, B e Mo), em delineamento inteiramente casualisado com cinco repetições. As doses dos nutrientes testados foram as mesmas usadas no experimento 1, e os demais nutrientes (P e K) foram adicionados em todos tratamentos seguindo as recomendações técnicas da cultura. Aos 60 dias após o transplante, as plantas de ambos experimentos foram colhidas e separadas em folhas e raízes para a determinação da matéria fresca e seca e determinação de N, S, B e Zn no tecido vegetal. Houve efeito significativo para o fator N com as plantas atingindo a máxima produtividade com aplicação de 100 kg/ha de N, na presença de S, Zn, B e Mo, cuja adição praticamente dobrou a produção de raízes. O experimento em casa-de-vegetação comprovou que o enxofre foi o responsável pelo aumento da produção observada no experimento 1.

Keywords : Beta vulgaris; calibração; nutrição mineral; produção..

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )