SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue1ATTENTION TO ONESELF AND WAYS OF CONCEIVING THE DIGITAL TECHNOLOGIES IN TEACHER TRAININGARGUMENTATION ABOUT SOCIO-ENVIRONMENTAL PROBLEMS IN BIOLOGY TEACHING author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Educação em Revista

Print version ISSN 0102-4698

Abstract

RODRIGUES, Cae. O VAGABONDING COMO ESTRATÉGIA PEDAGÓGICA PARA A "DESCONSTRUÇÃO FENOMENOLÓGICA" EM PROGRAMAS EXPERIENCIAIS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL1. Educ. rev. [online]. 2015, vol.31, n.1, pp.303-327. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698118598.

O artigo tem como objetivo central destacar o valor potencial do "vagabonding" como estratégia pedagógica em programas de aprendizagem experiencial de educação ambiental, sustentando-se na importância da "desconstrução/reconstrução fenomenológica" em processos educativos críticos. A proposta do "vagabonding" ("lazer vagabundo") é fundamentada por vivências perceptivas/sensoriais com o ambiente que permitam a construção de relações espaço-temporais que causem certo "desconforto" e "estranheza", assim como o distanciamento de objetivos centrados no "desempenho" (performance). Tal proposta se justifica pela consideração de que esse tipo de vivência pode criar espaços com potenciais aberturas para discutir diferentes aspectos estéticos, éticos e políticos que envolvem as relações ser humano (sociedade) / mundo (natureza). Assim, enquanto vivência sociocultural "alternativa", o "vagabonding" teria como principal contribuição a potencial incorporação de uma concepção fenomenológica de tempo e de espaço que possibilite a "desconstrução/reconstrução"de conceitos/ideias socialmente "naturalizados", um importante passo ao encontro dos objetivos das teorias críticas/pós-críticas de educação.

Keywords : Meio ambiente; Aprendizagem experiencial; Pedagogia crítica..

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )