SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2The battle of the artificial languages (volapük, the first mover)The theatricalization of politics: abolitionist propaganda author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070

Abstract

STAMATOV, Peter. Ideias versus redes sociais: ativismo à distância na Inglaterra do século XVIII. Tempo soc. [online]. 2012, vol.24, n.2, pp.79-100. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702012000200005.

Quais são as fontes históricas das mobilizações em torno de questões distantes - uma característica típica da modernidade? Este artigo examina a dinâmica social que produziu os primeiros casos de campanhas sustentadas em torno de questões distantes na Grã-Bretanha do século XVIII. O surgimento dessas campanhas é muitas vezes entendido como determinado pela ascensão nesse período de novas ideologias de compaixão humanitária. Para testar o papel dessas ideologias, comparo dois conjuntos de campanhas: o impeachment de Warrant Hastings por Edmund Burke e a série de mobilizações religiosas iniciada com o movimento contra o tráfico de escravos colonial. Embora ambos os conjuntos fossem impulsionados por idiomas culturais de preocupação humanitária semelhantes, a iniciativa de Burke falhou em produzir engajamento popular e as campanhas religiosas foram capazes de mobilizar amplas audiências de apoiadores. Essa diferença surpreendente destaca a importância das redes associativas religiosas para o surgimento dos primeiros casos modernos de mobilização em torno de questões distantes.

Keywords : Redes associativas; Ativismo à distância; Abolicionismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License