SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue2Biomedical metaphors and social interpretation: absences and emergencies within the contemporary public sphere"Narrative-experience" as a syntagma of empty nucleus: contributions to the methodological debate in the field of Collective Health author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Physis: Revista de Saúde Coletiva

Print version ISSN 0103-7331On-line version ISSN 1809-4481

Abstract

PORTUGAL, Clarice Moreira; MEZZA, Martin  and  NUNES, Monica. A clínica entre parênteses: reflexões sobre o papel da arte e da militância na vida de usuários de saúde mental*. Physis [online]. 2018, vol.28, n.2, e280211.  Epub Aug 13, 2018. ISSN 1809-4481.  http://dx.doi.org/10.1590/s0103-73312018280211.

O artigo pretende discutir os efeitos transformadores dos contextos militantes e artísticos no cotidiano de usuários de saúde mental. Trata-se de uma pesquisa etnográfica, cuja metodologia envolveu observação participante e realização de entrevistas. A análise dos dados pautou-se na hermenêutica crítica e reflexiva e na perspectiva fenomenológica. Pudemos verificar que o engajamento em grupos artísticos e militantes repercute contundentemente nos mundos da vida dessas pessoas, bem como na elaboração de seu cotidiano. Nesses locais, dá-se a construção de relações empáticas e de alteridade, cujo desenrolar se acentua no momento em que o grupo se encontra reunido, mas também possui repercussões que ultrapassam esse intervalo espaço-temporal. Elementos performáticos e simbólicos contribuem para a reelaboração de um ser-no-mundo desses sujeitos e exigem dos envolvidos a construção de uma cena coletiva na qual são negociados papéis, funções, expectativas e afecções; e esse processo lhes permite acessar de novas posições toda uma diversidade de dramas sociais. É possível, assim, considerar esses espaços sob o viés terapêutico, porém, vimos que é justamente da negação desse estatuto que advém sua eficácia. Dessa forma, reforçamos a importância de espaços abertos ao protagonismo dos sujeitos para uma reforma psiquiátrica pensada enquanto processo social complexo.

Keywords : atenção psicossocial; clínica ampliada; saúde mental; arte; militância; Antropologia da Experiência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )