SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue1Specialization in natural resources and global value chainsTechnological appropriability and demand preferences: the case of the pharmaceutical industry author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Economia e Sociedade

Print version ISSN 0104-0618On-line version ISSN 1982-3533

Abstract

PAMPLONA, João Batista  and  CACCIAMALI, Maria Cristina. A maldição dos recursos naturais: atualizando, organizando e interpretando o debate*. Econ. soc. [online]. 2018, vol.27, n.1, pp.129-159. ISSN 0104-0618.  http://dx.doi.org/10.1590/1982-3533.2017v27n1art5.

Este artigo objetiva sistematizar e interpretar os argumentos dos principais autores que configuram a literatura internacional, especialmente a mais recente (de 2005 a 2015), acerca do debate em torno da relação entre abundância de recursos naturais e desenvolvimento econômico. Como meios para alcançar o objetivo proposto, realiza-se revisão crítica da literatura e escolhe-se organizar os principais autores identificando as escolas do pensamento econômico às quais eles se alinham. Identificam-se três principais correntes de pensamento econômico que estruturam o debate vigente: os estruturalistas/keynesianos, defensores da ideia de “maldição” dos recursos naturais; os neoinstitucionalistas, adeptos da concepção de que as instituições são decisivas na inibição da “maldição”; e os neoschumpeterianos, partidários da visão de que o dinamismo tecnológico impede a “maldição”. A identificação destas correntes e o agrupamento dos seus principais autores organizam o debate permitindo melhor compreensão das suas diferenças, teóricas e empíricas.

Keywords : Desenvolvimento econômico e recursos naturais; Maldição dos recursos naturais; Instituições; Encadeamentos; Mudança estrutural e inovação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )