SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue1Social representations of the sexual life of climacteric women assisted at public health servicesUser embracement as a good practice in primary health care author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Texto & Contexto - Enfermagem

Print version ISSN 0104-0707

Abstract

SILVA, Fernanda Machado da et al. Hipertensão: condição de não doença - o significado da cronicidade na perspectiva dos sujeitos. Texto contexto - enferm. [online]. 2013, vol.22, n.1, pp.123-131. ISSN 0104-0707.  https://doi.org/10.1590/S0104-07072013000100015.

Objetivou-se compreender as concepções do processo saúde-doença-cuidado para indivíduos portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica, bem como o significado dessa enfermidade em suas vidas. Trata-se de pesquisa qualitativa, descritiva. Foram sujeitos da pesquisa nove indivíduos portadores de hipertensão arterial, em acompanhamento com equipe de saúde da família. Utilizou-se a entrevista semiestruturada, observação e análise documental para a coleta dos dados. Foi realizada análise temática dos dados. Foi unânime entre os participantes a concepção de que a hipertensão, mesmo sendo um agravo crônico, não representa uma condição de doença. Atribui-se isso ao fato dessa enfermidade não apresentar sintomas físicos, somado à estabilidade de seus níveis pressóricos, pelo uso correto de medicações. Associaram esse posicionamento, ainda, com o longo período de tempo em que vivenciam essa condição crônica. Por essas razões, esses sujeitos definem-se como pessoas saudáveis. Assim, constata-se que esses sujeitos aprenderam a viver "com" a hipertensão e não "apesar" dela.

Keywords : Hipertensão; Doença crônica; Processo saúde-doença; Enfermagem em saúde comunitária.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License