SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 issue2Movimentos sociais e comunitários no campo da saúde como sujeitos e objetos de experiências educativasO exercício da sensibilidade: pesquisa qualitativa e a saúde como qualidade author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Saúde e Sociedade

Print version ISSN 0104-1290

Saude soc. vol.3 no.2 São Paulo  1994

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12901994000200008 

ARTIGOS

 

Práticas discursivas e produção de sentido: apontamentos metodológicos para a análise de discursos sobre a saúde e a doença

 

 

Mary Jane Paris SpinkI; Maria da Gloria G. GimenesII

IPrograma de Estudos Pós-graduados em Psicologia Social; Pontificia Universidade Católica de São Paulo
IIDepartamento de Psicologia; Universidade Federal de São Carlos

 

 


RESUMO

O presente trabalho insere-se no campo de estudos do conhecimento social, abordando a produção de sentido sob a perspectiva interacional e microgenética. O pressuposto teórico pauta-se pelo argumento de que conhecer é dar sentido ao mundo, o que implica no posicionamento do eu e, conseqüentemente, na negociação continuada de identidades sociais. O delineamento da metodologia de análise das práticas discursivas é apresentado a partir de dados empíricos coletados para a pesquisa "Representações, Estratégias de Enfrentamento e Bem-estar Psicológico após Câncer da Mama". Estes dados foram coletados através de entrevistas baseadas na associação de idéias sobre corpo/seio, saúde/doença e câncer. Estes dados foram trabalhados através de dois níveis de análise: um na escala das relações pessoa a pessoa e o outro na escala da consciência social compartilhada. Nesta análise, ênfase é dada ao trabalho com a processualidade à luz das permanências culturais e sociais e à luz da funcionalidade do discurso frente ao contexto de sua produção. Todas as etapas da análise do material são apresentadas de forma detalhada e ilustradas através de recortes das entrevistas. Finalmente, são discutidas as implicações da produção de sentido para a prática no campo da saúde.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. DAVIES, B. & HARRÉ, R. Positioning: the discursive production of selves. J. Theory Soc. Behavi., 20:44-63, 1990.         [ Links ]

2. DUVEEN, G. & DE ROSA, A. Social representations and the genesis of social knowledge. Ongoing Product on Soc. Repres., 1(2/3):94-108, 1992.         [ Links ]

3. FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1987.         [ Links ]

4. GIMENES, M. G. G.; SPINK, M. J.; CAPONERO, R.; DONATO, E. M. D.; MALZYNER, A. O papel do enfrentamento na qualidade de vida do paciente terminal. São Paulo, Editora Menon. [no Prelo]         [ Links ]

5. LYOTARD, J. The postmodern condition. In: ALEXANDER, J. C. & SEIDMAN, S. ed. Culture and society: contemporary debates. New York, Cambridge University Press, 1994.         [ Links ]

6. MORIN, E. O problema epistemológico da complexidade. Lisboa, Publicações Europa-América, 1983.         [ Links ]

7. MOSCOVICI, S. Notes towards a description of social representations. Europ. J. Soc. Psychol., 18:211-250, 1988.         [ Links ]

8. NORA, P. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, (Revista do Programa de Estudos Pós-graduados em História/Departamento de História, PUCSP), 10:7-28, 1993.         [ Links ]

9. POTTER, J. & WETHERELL, M. Discourse and social psychology London, Sage, 1987.         [ Links ]

10. SONTAG, S. A doença como metáfora. Rio de Janeiro, Graal, 1984.         [ Links ]

11. SPINK, M. J. P. Desvendando as teorias implícitas: uma metodologia de análise das representações sociais. In: GUARESCHI, P. & JOVCHELOVITCH, S. orgs. Textos em representações sociais. Petrópolis, Vozes, 1994.         [ Links ]

12. SPINK, M. J. P. Permanência e diversidade nas representações sociais da hipertensão arterial essencial. Temas em Psicologia, Rev. Soc. Bras. Psicol., 2: 199-212, 1994.        [ Links ]

13. VARELA, F. J. The reenchantment of the concrete. In: FEHER, M. ed. Zone Incorporations. New York, 1991.        [ Links ]

14. VYGOTSKY, L. S. Mind in Society. Harvard University Press, 1978.        [ Links ]