SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue1The effects of the use of orthoses on the functional mobility of children with cerebral palsyEvaluation of the static balance lower limb amputeers by means of computerized biophotogrammetry author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Physical Therapy

Print version ISSN 1413-3555On-line version ISSN 1809-9246

Abstract

GRAMANI-SAY, K et al. Efeito da rotação do quadril na síndrome da dor femoropatelar. Rev. bras. fisioter. [online]. 2006, vol.10, n.1, pp.75-81. ISSN 1413-3555.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552006000100010.

Objetivo: A proposta desse trabalho foi investigar o efeito da rotação do quadril na atividade elétrica dos músculos Vasto Medial Oblíquo (VMO), Vasto Lateral Oblíquo (VLO) e Vasto Lateral Longo (VLL) no agachamento a 45º de flexão do joelho associado à posição neutra, rotação lateral a 45º e rotação medial a 15 e 30º de quadril. Materiais e Método: Foram avaliadas 27 mulheres, sendo 15 mulheres normais do grupo Controle (21,1±2,1 anos) e 12 portadoras de Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP) (21,0±2,3 anos). A atividade elétrica do músculo quadríceps foi captada por eletrodos ativos diferenciais simples de superfície, eletromiógrafo de 8 canais e programa Aqdados 7.2.6. Os dados foram normalizados pela porcentagem da média do agachamento a 75º com o quadril em posição neutra RMS (µV). A análise estatística utilizada foi a ANOVA two way com medidas repetidas e Turkey post hoc (p<0,05). Resultados: Os resultados evidenciaram interação entre grupos e músculos (p=0,00), independente da posição do quadril (p=0,39) e não houve interação entre grupos e posições do quadril (p=0,96). Os músculos VMO e VLL do grupo SDFP apresentaram atividade elétrica significativamente maior que o VMO (p=0,00) e VLL (p=0,04) do grupo controle. Por outro lado, a atividade elétrica do músculo VLO não apresentou diferença significativa entre os grupos (p=0,99). Conclusão: Os resultados dessa pesquisa, nas condições experimentais utilizadas, sugerem que a rotação do quadril não influenciou a atividade elétrica das porções do quadríceps nos dois grupos no agachamento a 45º de flexão do joelho.

Keywords : joelho; músculo quadríceps; síndrome da dor femoropatelar; eletromiografia; dor anterior no joelho.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License