SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3The inclusion of children with Down Syndrome in mainstream education: challenges and possibilitiesTecnologia assistiva: definição, descrição e aplicação author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Educação Especial

Print version ISSN 1413-6538On-line version ISSN 1980-5470

Rev. bras. educ. espec. vol.14 no.3 Marília Sept./Dec. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382008000300012 

RESENHA

 

Educação inclusiva

 

 

Débora Deliberato

Docente do Depto. de Educação Especial e do Programa de Pós-graduação em Educação da Unesp de Marília, São Paulo, Brasil.

 

 

GLAT, Rosana (Org.). Educação inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de janeiro: 7 letras, 2007. (Questões Atuais em Educação Especial).

 

A obra "Educação inclusiva: cultura e cotidiano escolar" é uma coletânea que apresenta 10 capítulos e faz parte da série "Questões Atuais em Educação Especial".

O livro é composto por duas partes: 1) educação inclusiva: contextualizando uma nova cultura escolar e 2) incluindo alunos com necessidades educacionais especiais no cotidiano escolar.

A primeira parte de livro discute o papel da Educação Especial dentro de uma abordagem inclusiva. Os autores dessa primeira seção do livro têm cuidado especial em definir e conceituar a terminologia utilizada nos capítulos que seguem. São pontuadas as diretrizes que regem a educação inclusiva e, principalmente, é abordada a questão do currículo dentro dessa abordagem.

Essa primeira parte da obra dá o tom do debate que se segue nos capítulos seguintes. Importante notar que a coletânea se refere a um grupo de pesquisadores e pós-graduandos que, apesar de trabalharem em temas específicos, tiveram como desafio de manter a obra dentre do enfoque pretendido, com o bem salienta Glat na apresentação do livro.

A parte II é composta por sete capítulos que enfocam especificidades de alunos a serem incluídos no sistema de ensino. São enfocadas as condutas típicas, as dificuldades e distúrbios de aprendizagem, altas habilidades, a deficiência mental, auditiva, visual e física.

Para cada um dos capítulos percebe-se o cuidado em definir por meio da literatura da área o assunto a ser tratado. Uma linha de desenvolvimento dos capítulos também pode ser observada, ou seja, sempre o enfoque apresenta as questões biológicas e pontua as questões educacionais como prevê o título da obra, ou seja, o cotidiano escolar.

Numa linguagem de fácil acesso, a obra pode ser utilizada por professores e estudantes que desejam obter um panorama geral dos diferentes tipos de deficiências e outras características de alunos que irão requerer atenção por parte dos professores do ensino regular, ao mesmo tempo, encontrarão, em cada capítulo, a preocupação com informações fundamentadas na literatura específica da área de educação especial e inclusiva.

A posição dos autores quanto a Educação Especial num paradigma da inclusão fica explicita nas considerações finais:

A Educação Inclusiva não pode significar, portanto, como levianamente vem acontecendo em alguns sistemas escolares, a descontinuidade dos serviços da Educação Especial. Muito pelo contrário, de certa forma, esses serviços são até ampliados na medida em que esta deixa de ser uma modalidade paralela, tornando-se um elemento integrante e integrador presente no cotidiano de todas as escolas. (GLAT, 2007, p. 187).

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License