SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue1Intake of different coffee preparations and its association with the serum lipid profile of diabetics and hypertensive individualsEffect of flaxseed (Linum usitatissimum L.) prepared by different methods on the biological response of rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Nutrição

Print version ISSN 1415-5273

Abstract

SILVA, Ana Mara de Oliveira e et al. Efeito do extrato aquoso de alecrim (Rosmarinus officinalis L.) sobre o estresse oxidativo em ratos diabéticos. Rev. Nutr. [online]. 2011, vol.24, n.1, pp.121-130. ISSN 1415-5273.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732011000100012.

OBJETIVO: Avaliar o efeito do extrato aquoso de alecrim sobre o estresse oxidativo em ratos diabéticos. MÉTODOS: O extrato aquoso de alecrim foi obtido por método sequencial. Os fenólicos totais foram determinados pelo método de Folin Ciocateau e a atividade antioxidante in vitro foi determinada através de três métodos: β-caroteno/ácido linoleico, varredura do radical 2,2 Difenil-1-Picril-hidrazil e oxigen radical absorbance capacity. Ratos Wistar machos foram distribuídos em 5 grupos: controle, diabético, e três grupos de animais diabéticos tratados com extrato aquoso de alecrim em concentrações diferentes: 25, 50 ou 100mg/kg por via oral durante 30 dias. O diabetes foi induzido por estreptozotocina e, no final do experimento, foi coletado sangue para avaliar o percentual de hemoglobina glicada e os tecidos hepático e cerebral para determinação das enzimas antioxidantes: superóxido dismutase, catalase, glutationa peroxidase e glutationa redutase. RESULTADOS: Constatou-se que o extrato aquoso de alecrim apresentou altos teores de compostos fenólicos totais e expressiva atividade antioxidante in vitro nos três métodos de avaliação. O extrato aquoso de alecrim na concentração de 50mg/kg diminuiu o percentual de hemoglobina glicada e aumentou a atividade das enzimas catalase e glutationa peroxidase no fígado, e da superóxido dismutase no cérebro de ratos diabéticos. No entanto, não foi observado efeito dose-resposta nas demais concentrações analisadas. CONCLUSÃO: O extrato aquoso de alecrim apresenta significativa capacidade antioxidante in vitro, atribuída à presença de compostos fenólicos em sua composição. E, quando administrado em ratos na concentração de 50mg/kg, demonstrou-se eficiente na atenuação do estresse oxidativo presente no diabetes experimental.

Keywords : Antioxidantes; Compostos fenólicos; Diabetes mellitus; Enzimas; Rosmarinus.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License